P. 1
Formula Fechada 2 Somatorias-resposta

Formula Fechada 2 Somatorias-resposta

|Views: 495|Likes:
Publicado porHung 2012

More info:

Published by: Hung 2012 on Oct 26, 2010
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/27/2013

pdf

text

original

Observação

Baseado na descrição dos dois itens do enunciado de
http://br.answers.yahoo.com/question/index;_ylt=AvXhiJY5jHXL5x0JZ0lhoofJ6gt.;_ylv=3?qid=20101022172757AAZqMUD, pode-se
perceber que n dos 2 itens do problema é um número natural.
Resolução do item (a)
[A1] (cálculo para obtenção da fórmula fechada)

Sejam a
1
= 2, a
2
= 4, a
3
= 6, …, a
n - 1
= (n - 1) ∙ 2 e a
n
= n ∙ 2 e os termos de uma seqüência
numérica e S (n) a soma dos termos. Dá para se observar que:
O a
2
= a
1
+ 2, a
3
= a
2
+ 2, … e a
n
= a
n - 1
+ 2
Com O, obtém-se (favor ver [A2] em caso de necessidade de prova) que:
O a
m
= m ∙ 2 para todo número natural m ∈ {1, 2, …, n - 1, n}
Com O, para todo número natural m ∈ {1, 2, …, n - 1, n}, nota-se que:
a
m
+ a
n - m + 1
= m ∙ 2 + (n - m + 1) ∙ 2 = m ∙ 2 + n ∙ 2 - m ∙ 2 + 2 ⇒
O a
m
+ a
n - m + 1
= n ∙ 2 + 2
[ou seja, o valor da soma de 2 termos de índices que juntos somam n + 1
só depende de n, mas não de m ( ou seja, é independente de ambas as posições)]
Então, com O, obtém-se o valor de S (n):
S (n) + S (n) = (a
1
+ a
2
+ a
3
+ … + a
n - 2
+ a
n - 1
+ a
n
) + (a
n
+ a
n - 1
+ a
n - 2
+ … + a
3
+ a
2
+ a
1
) =
(a
1
+ a
n
) + (a
2
+ a
n - 1
) + (a
3
+ a
n - 2
) + … +(a
n - 2
+ a
3
) + (a
n - 1
+ a
2
) + (a
n
+ a
1
) ⇒
2 ∙ S

(n) = n ∙ (n ∙ 2 + 2) = n
2
∙ 2 + n ∙ 2 (por serem n somas do tipo O) ⇒S (n) = n
2
+ n
Portanto, a fórmula fechada está calculada: 2 + 4 + 6 + … + (n - 1) ∙ 2 + n ∙ 2 = n
2
+ n
[A2] (prova de que m ∙ 2 = a
m
para todo número natural m ≥ 1)

Usa-se o princípio da indução completa (-) para a demonstração da prova.
([i] da indução)
Supondo-se o caso de m = 1, tem-se que: 1 ∙ 2 = 2 = a
1
([ii] da indução)
Supõe-se agora que: m ∙ 2 = a
m
é válido para m = k ≥ 0 ⇔ O k ∙ 2 = a
k
Necessita-se calcular o valor de m ∙ 2 para m = k + 1. Com O e O, obtém-se que:
(k + 1) ∙ 2 = k ∙ 2 + 2 = a
k
+ 2 = a
k + 1
Então m ∙ 2 = a
m
é também válido para m = k + 1.
[A3] (verificação opcional do resultado anterior através de sua comparação com o da fórmula de +)

S (n) =
n∙[ 2∙ 2 n– 1∙ 2]
2
= n ∙ 2 + n
2
- n = n
2
+ n
Resolução do item (b)
[B1] (cálculo para obtenção da fórmula fechada)

Sejam a
1
= 2, a
2
= 5, a
3
= 8, …, a
n - 1
= n ∙ 3 - 4 e a
n
= n ∙ 3 - 1 e os termos de uma seqüência
numérica e S (n) a soma dos termos. Dá para se observar que:
O a
2
= a
1
+ 3, a
3
= a
2
+ 3, … e a
n
= a
n - 1
+ 3
Com O, obtém-se (favor ver [ B 2] em caso de necessidade de prova) que:
O a
m
= m ∙ 3 - 1 para todo número natural m ∈ {1, 2, …, n - 1, n}
1 de 3

Com O, para todo número natural m ∈ {1, 2, …, n - 1, n}, nota-se que:
a
m
+ a
n - m + 1
= m ∙ 3 - 1 + (n - m + 1) ∙ 3 - 1 = m ∙ 3 - 1 + n ∙ 3 - m ∙ 3 + 3 -1 ⇒
O a
m
+ a
n - m + 1
= n ∙ 3 + 1
[ou seja, o valor da soma de 2 termos de índices que juntos somam n + 1
só depende de n, mas não de m ( ou seja, é independente de ambas as posições)]
Então, com O, obtém-se o valor de S (n):
S (n) + S (n) = (a
1
+ a
2
+ a
3
+ … + a
n - 2
+ a
n - 1
+ a
n
) + (a
n
+ a
n - 1
+ a
n - 2
+ … + a
3
+ a
2
+ a
1
) =
(a
1
+ a
n
) + (a
2
+ a
n - 1
) + (a
3
+ a
n - 2
) + … +(a
n - 2
+ a
3
) + (a
n - 1
+ a
2
) + (a
n
+ a
1
) ⇒
2 ∙ S (n) = n ∙ (n ∙ 3 + 1) = n
2
∙ 3 + n (por serem n somas do tipo O) ⇒S (n) =
n
2
∙ 3n
2
Portanto, a fórmula fechada está calculada:
2 + 5 + 8 + … +(n ∙ 3 - 4) + (n ∙ 3 - 1) =
3∙ n
2
n
2
[B2] (prova de que m ∙ 3 - 1 = a
m
para todo número natural m ≥ 1)

Usa-se o princípio da indução completa (-) para a demonstração da prova.
([i] da indução)
Supondo-se o caso de m = 1, tem-se que: 1 ∙ 3 - 1 = 2 = a
1
([ii] da indução)
Supõe-se agora que: m ∙ 3 - 1 = a
m
é válido para m = k ≥ 0 ⇔ O k ∙ 3 - 1 = a
k
Necessita-se calcular o valor de m ∙ 3 - 1 para m = k + 1. Com O e O, obtém-se que:
(k + 1) ∙ 3 - 1 = k ∙ 3 - 1 + 3 = a
k
+ 3 = a
k + 1
Então m ∙ 3 - 1 = a
m
é também válido para m = k + 1.
[B3] (verificação opcional do resultado anterior através de sua comparação com o da fórmula de +)

S (n) =
n∙[ 2∙ 2 n– 1∙ 3]
2
=
n∙ 4n
2
∙ 3 – n∙ 3
2
=
3∙ n
2
n
2
Aproveito p/ sugerir q matemática e qq outra matéria é mais fácil de ser estudada se tivermos QI
maior; um modo gratuito de garantir q nosso QI não diminua é mudar nosso estilo de vida p/ um
mais feliz, saudável e saboroso
© © : http://www.youtube.com/watch?
v=Xe_oNnBAtcs&cnl_tv=Supreme Master TV (informações da Mensa Internacional — a maior e
mais antiga sociedade que reúne pessoas com alto QI do mundo — exibidas em um canal de TV
global via satélite q traz entrevistas sobre vários temas importantes c/ renomados especialistas
locais, regionais, nacionais ou até internacionais dos vários cantos do mundo),
http://www.youtube.com/watch?v=U4lgWORL6Oc e http://www.youtube.com/watch?v=7x-
UgndYFrA, lembrando q, por exemplo, mercúrio é um elemento encontrado em concentrações
preocupantes em peixes e pode causar falhas de memória, dificuldade de prestar atenção, etc e até
efeito desastroso no sistema nervoso. E, p/ quem gosta do planeta (beleza natural, etc) e das
conquistas humanas (artes, conhecimento, etc), há outro vídeo do mesmo canal com msg importante
de pessoas influentes e bem-sucedidas: http://www.youtube.com/watch?v=6q4ynXjr4h4 ou (só em
inglês — até pessoal de Hollywood) http://www.youtube.com/watch?v=UneYgIsTjwQ.
Fim!
2 de 3
Fonte
Foi usado o título Números: uma Introdução à Matemática (edição de 1991, apostila
disponível em http://loja.brasilmix.com.br/produtos_descricao.asp?
lang=pt_BR&codigo_produto=21), cujas principais partes usadas são citadas a seguir:
- enunciado do colorário [3.2] — para descrever o princípio da indução completa na sua 1ª
forma (a rigor, as relações mencionadas nesse colorário poderiam/deveriam ser provadas antes
de serem utilizadas, contudo se o colorário não foi apresentado formalmente em alguma aula,
talvez não haja necessidade de mencionar o colorário, dependendo das circunstâncias como as
relações desse colorário foram obtidas ou apresentadas, por exemplo, apenas durante resolução
de algum exercício ou em alguma vaga menção como propriedades a serem aceitas e entendidas
como “naturais” e até “óbvias”).
Seja a um inteiro dado. Suponhamos que, para cada inteiro n ≥ a está dada uma
afirmação A(n) de forma tal que:
[i] A(a) é verdadeira;
[ii] se, para um inteiro k ≥ a, A(k) é verdadeira, então é verdadeira.
Então a afirmação A(n) é verdadeira para todo inteiro n ≥ a.
+ cálculo da soma [3.4] dos termos de uma progressão aritmética — para descrever a fórmula
fechada (o uso dela é corriqueiro em certo período do nível médio e no nível superior).
Sejam a e r dois números inteiros. A soma dos n primeiros termos de uma progressão
aritmética com 1º termo a e a razão r é:
[i] a + (a + r) + … + [ a + ( n - 1) ∙ r] =
n∙[ 2∙ an –1∙ r]
2
.
3 de 3

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->