Você está na página 1de 1

Subam até Vós

Ofertório M. Luís j j j j j j Refrão & j j b j
Ofertório
M. Luís
j
j
j
j
j
j
Refrão
&
j
j
b
j
j
j
œ .
œ
b
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
b
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
J
J
J
J
J
J
J
J
J
J
Su bam
-
a
-
Vós,
ó
Se nhor,
-
as
nos sas
-
o
-
ra ções
-
(as)
? œ
œ
j
j
j
œ
œ
œ
œ
œ
j
œ
b
J
œ
œ
œ
b b
J
œ
œ
J
J
J
J
œ
U j j j j j j j j b œ œ œ b b
U
j
j
j
j
j
j
j
j
b
œ
œ
œ
b b
œ
œ
œ
&
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
œ
J
œ
J
œ
œ
J
J
J
J
J œ
J
e_as nos
-
sas
o
-
fer
-
tas
co
-
mo
-
vens de_in cen
-
-
so.
j
j
j
?
œ
œ
œ
œ
œ
b
œ
œ
œ
œ
œ
œ
b b
J
œ
J
J
J
J
œ
œ

Salmo 140 (141)

œ œ & W b b b ˙ J J Senhor, a Vós eu clamo:
œ
œ
& W
b b b
˙
J
J
Senhor, a Vós eu clamo: socorrei-me
sem
de
-
mora,
j
b b b
œ
œ
˙
& W
J
escutai a minha voz quando
Vos
in
-
voco.

Subam até Vós a minha oração como_incenso, elevem-se minhas mãos como oblação da tarde.

Guardai, Senhor, a minha boca, defendei a porta dos meus bios.

Não deixeis meu coração inclinar-se para_o mal, nem praticar a iniquidade com os malfeitores,/ nem tomar parte em seus lautos banquetes.

Para Vós, Senhor Deus, se voltam os meus olhos; em Vós me refugio, não me desampareis.

Defendei-me do laço que me prepararam, defendei-me da cilada dos malfeitores.

http://ocantonaliturgia.blogspot.com