Você está na página 1de 1

Ata da assembléia do dia 21 de fevereiro de 2011.

Nos dias vinte e um de fevereiro de dois mil e onze, às dezenove horas,


reunidos na sala quatro da Vila das Artes, em Fortaleza, Ceará, reuniram-se
vinte e duas pessoas, entre realizadores, cineclubistas, diretores de festivais,
produtores e estudantes, com o interesse de discutir duas pautas, amplamente
pré-divulgadas em cartazes, listas de e-mails e redes sociais locais: a primeira
se fez quanto a elaboração de propostas que apontassem as principais
demandas do setor audiovisual cearense, com o fim de instrumentá-la em um
documento a ser apresentado ao poder público, de esfera municipal e estadual,
como plano de ação para o ano corrente. A segunda pauta, também divulgada
em chamadas públicas, era voltada a eleger um novo colegiado gestor para
atuação em dois mil e onze. Sob mediação de Carolinne Vieira – representante
do Fórum Cearense do Audiovisual na Rede Audiovisual do Ceará - foi
realizado um breve retrospecto da trajetória do Fórum Cearense do
Audiovisual, e também dado alguns breves informes a respeito da Rede
Audiovisual do Ceará; sobre o que consiste e sobre a necessidade de se
apresentar e aprovar demandas da categoria audiovisual cearense para a
comissão do Grupo de Trabalho da Rede. Ficou acertado que serão
disponibilizados documentos sobre a Rede Audiovisual do Ceará na lista de
discussão do Fórum Cearense do Audiovisual, para que possa ser debatida em
próxima assembléia. Em seguida, Alex Fedox – representante do Conselho
Nacional de Cineclubes – fez uma breve apresentação sobre as conquistas do
Fórum Cearense do Audiovisual, quando destacou as conquistas alcançadas
na perspectiva da cena cineclubista no Ceará. Logo após foi realizada uma
rodada de apresentação de cada membro presente naquela reunião, quando
foi sugerido que se fizesse um mapeamento de cada área de atuação dos
participantes do fórum, com o intuito de colaborar com a divulgação e
fortalecimento de futuros encontros. Em seguida foi realizada a leitura do
regimento interno do Fórum, quando foi sugerida a re-elaboração do mesmo
documento. Devido às limitações do encontro, e a normas regimentais do
Fórum, foi tirado como consenso de que as alterações não poderiam ser
realizadas naquela noite, mas em uma nova assembléia convocada para esse
fim. Por fim, a assembléia decidiu que seria necessário um tempo maior para
avaliar novas demandas da categoria para serem instrumentalizadas em
documento oficial, e solicitou a disponibilização dos editais de incentivo ao
audiovisual patrocinados pelo poder público, municipal e estadual, além do
compartilhamento de modelos de gestão de outros estados brasileiros no
tocante a políticas audiovisuais. Ficou acertado que esses documentos seriam
enviados pela lista de discussão do Fórum, mediante a inscrição e
preenchimento da ficha cadastral para esse fim. A assembléia também solicitou
um tempo maior para garantir a eleição do novo colegiado gestor do Fórum,
quando deverão ser eleitos representantes de cinco segmentos do audiovisual
cearense: cinema de animação, produtores/realizadores, festivais, formação e
cineclubes. Por fim, ficou definido que a próxima assembléia do Fórum
Cearense de Audiovisual acontecerá no dia quatorze de março de dois mil e
onze, às dezoito horas e trinta minutos, na Vila das Artes, Fortaleza, Ceará, e
que terá como pautas a eleição do novo colegiado gestor, e elaboração de
propostas da categoria audiovisual a ser formalizada ao poder público
municipal e estadual.

Fortaleza, Ceará, 21 de fevereiro de 2011