Você está na página 1de 8

Universidade Federal Rural do Semi-árido – UFERSA

Departamento de Agrotecnologia e Ciências Sociais


Bacharelado em Ciência e Tecnologia - BCT
Laboratório de Química Geral
Professor: Marcelo Prada Vidal
Período: II
Turma: 09 (sábado)

Experimento Nº 01: Misturas

Autor: Charles Miller de Góis Oliveira – charlesmilleradm@hotmail.com


Larissa Fernandes
Gerson Queiroz
Lucas Leite
Wallison

Mossoró
25 de abril de 2009
LABORATÓRIO DE QUÍMICA GERAL I
Assunto: MISTURAS

Autor: Charles Miller de Góis Oliveira

Professor: Marcelo Prada

Relatório questões pós-


Laboratório de Química Geral I,
com a finalidade de colocar em
prática a teoria vista na disciplina
de Química Geral I, do curso de
Ciência e Tecnologia, onde a
disciplina é ministrada pelo
professor Marcelo Prada.
Introdução

Mistura é a reunião de duas ou mais substâncias, formando uma mistura


homogênea ou heterogênea, abordaremos esse contexto em um experimento que,
que visualiza colocar em prática a teoria vista em sala de aula, assim, fazendo o
aluno ter uma aproximação da disciplina. Concentramos o experimento em uma
mistura de água, óleo e detergente. Após realizarmos o experimento, fazermos
observações e discutir acerca do assunto conseguiu chegar a uma idéia geral do
assunto pretendido.
Título: Misturas

1. Objetivo: Consistem em identificar os tipos de misturas (Homogêneas e


Heterogêneas) e a influência de um agente tensoativo em líquido imiscíveis.

2. Teoria

Misturas: Uma mistura é a reunião de duas ou mais substâncias puras,


sendo elas simples ou compostas, formando uma mistura homogênea (Solução) ou
heterogênea. Nas mistura os componente não perdem suas propriedades e
características, outra peculiaridade é misturar e dissolver. A mistura de água + óleo
é um bom exemplo, pois se misturam, mas não se dissolvem, caracterizando uma
mistura e não uma solução.
As soluções ou misturas homogêneas têm a particularidade, de não
conseguirmos enxergar as substâncias que fazem a mistura, já as heterogêneas
conseguimos identificar as substâncias
Dentro das misturas encontramos os compostos, Tensoativos ou
surfactantes, são substâncias que diminuem a tensão superficial ou influenciam a
superfície de contato entre dois líquidos. Quando utilizados na tecnologia doméstica
são geralmente chamados de emulgentes, ou seja, substâncias que permitem
conseguir ou manter a emulsão.
São feitos de moléculas na qual uma das metades é solúvel em água e a
outra não.

Tensoativos podem ser classificados como:


Catiônicos: são agentes tensoativos que possuem um ou mais grupamentos
funcionais que, ao se ionizar em solução aquosa, fornece íons orgânicos carregados
positivamente.
Aniônicos: são agentes tensoativos que possuem um ou mais grupamentos
funcionais e ao se ionizar em solução aquosa, fornece íons orgânicos carregados
negativamente e que são responsáveis pela tensa atividade.
Anfóteros: são agentes tensoativos que contem em sua estrutura tanto o
radical ácido como o básico. Esses compostos quando em solução aquosa exigem
características aniônicas ou catiônicas dependendo das condições de pH da
solução. Os tensoativos anfóteros mais comuns incluem N-alquil e C-alquil betaina e
sultaina como também álcool amino fosfatidil e ácidos.
Entre os tensoativos encontram-se substâncias sintéticas que são utilizadas
regularmente no nosso dia-a-dia.

Procedimento experimental
Foi selecionado um tubo de ensaio, e cada um com uma respectiva mistura
da seguinte forma.
No 1º tubo colocou-se uma mistura de água+óleo, sendo que foi colocado 1ml
de água e 1ml de óleo, depois agitado, mas mesmo assim os dois não se
misturaram, onde observamos as duas fases, assim, formando uma mistura
heterogênea. No 2º tubo foi colocado 1ml de água, 1ml de óleo e 0,25ml de
detergente, e agitado, nos 3º, 4º e 5º tubo foram colocados as mesmas substâncias,
onde a água e óleo não foi alterado sua proporção, o único que variou foi o
detergente, onde no 3º tubo foi colocado 0,5ml, no 4º 1ml e no 5º tubo 2ml do
detergente, todos os tubos foram agitados, fazendo com que as substancias se
misturassem por meio. Nesse processo podemos observar que as misturas
formadas foram homogêneas, devido ao detergente ser uma substância tensoativo.
O óleo chegou a formar micelas. Nos tubos de ensaio com menor proporção de
detergente.

3. Materiais e reagente utilizados no experimento:


Matérias/Quantidade:

• Tubos de ensaio - 05
• Becker - 03
• Pipeta – 03
• Agitador – 01

Reagentes/Substancias:
• Água;
• Detergente;
• Óleo de sozinha;

4. Questões Pós-laboratório

1) O que acontece ao se misturar água e óleo?

Ao se misturar água e óleo, formamos uma mistura heterogênea, isso


ocorre devido à polaridade das substancias, a água é polar e o óleo apolar, a
substância polar é caracterizado por uma estrutura molecular de um lado positivo e
outro negativo (polar), já o óleo constituído de carbono e hidrogênio, que não
possuem pólos definidos em sua estrutura, assim, essas substancias forma uma
mistura heterogênea.

2) O que você entende por tensoativo (surfactantes)?

São substancias que diminuem a tensão superficial ou influencia na


superfície de contato entre dois líquidos (um polar e outro apolar), são substancias
que conseguem manter a emulsão. Emulsão é mistura de dois líquidos imiscíveis.

3) Ao se adicionar um agente tensoativo em uma mistura de água e


óleo o que se observa e por que isso ocorre?

O agente tensoativo quebra a tensão superficial existente entre as duas


substancias, formando a emulsão, dessa forma fazendo com que elas se misturem
até formar uma mistura homogênea, mais ainda há a formação de micela.
4) Dê exemplos do dia a dia onde se podem encontrar agentes
tensoativos?

Detergente, sabão, Shampo, sabonete e outros.

Conclusão

Visualizar na prática o que foi posto em sala de aula é de grande valia para o
aprendizado e fixação do assunto decorrido nesse relatório, assim, conseguimos por
em prática os conhecimentos acerca do assunto estudado, no caso misturas.
Conseguimos realizar experimentos que comprovaram a existência de dois tipo de
misturas, as homogêneas e as heterogêneas, como também as substancias
tensoativos, que tem um papel fundamental nesse processo de mistura e esta muito
presente no nosso dia-a-dia.
Referencias:
ATKINS, P.; JONES. L. Princípios de Química: Questionando a vida moderna e
o meio ambiente, Editora Bookman, Porto Alegre, 2002
http://www.freedom.inf.br/artigos_tecnicos/hc52/ricardopedro.asp
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tensoativo
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20060715182810AAepDL6