Você está na página 1de 2

AGRADECIMENTOS

As minhas primeiras palavras de agradecimento vão para os


orientadores deste trabalho de investigação, ou seja, para o professor
Francisco Rui Cádima e o professor Peter Olaf Looms: ao ver todo o caminho
que percorri, sei que não seria possível aqui chegar sem a vossa sabedoria e
palavras de apoio e de estímulo. Esta experiência foi extremamente
enriquecedora, não só do ponto de vista da aprendizagem de novos
conhecimentos e competências, como também do ponto de vista humano –
faltam-me as palavras para agradecer toda a vossa generosidade e
compreensão.

Os meus agradecimentos ao professor Manuel José Damásio por todo o


apoio que tem vindo a dar não só ao presente trabalho de investigação como a
outros projectos nos quais participei – o seu espírito de iniciativa e a
capacidade de inovar são uma constante fonte de inspiração. Aos meus
colegas das equipas de investigação dos projectos MAU-TVMEDIA e MEDIA-
UCF da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, em particular,
a Conceição Costa, Manuel Chaves, José Oliveira, Rui Henriques, Diogo
Morais, Ana Melo, Luís Santos, Filipe Luz, Filipe Vale e Inês Santa também
estou muito grata: espero que em breve nos reencontremos em novos
projectos, para dar continuidade às intensas experiências de aprendizagem
que foram estes projectos de investigação.

Ainda, devo agradecer a colaboração das dez famílias que amavelmente


participaram no estudo etnográfico, cuja a simpatia e disponibilidade em muito
superaram as minhas melhores expectativas.

Aos conselhos directivos da Escola Secundária de Domingos Sequeira,


Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico da Batalha e Externato Dom
Fuas Roupinho muito obrigado pela colaboração e pela rápida resposta a um
pedido, decerto pouco vulgar, de realização de um estudo de avaliação de um
formato ‘cross-media’ com fins de investigação. De modo particular, gostaria de
agradecer à professora Isabel Gaspar, professor António Carvalho Rodrigues,
professor Formiga, professora Ana Teresa, sem esquecer os 77 jovens
participantes no estudo de avaliação do formato Total Explorer.

Para concretizar o formato ‘cross-media’ Total Explorer – piloto TV e


protótipo web - foi necessária a colaboração de um número significativo de
pessoas para além dos colegas da Universidade Lusófona. Mais de três
dezenas de pessoas que deram o seu testemunho ou, então, contribuíram com
conteúdos ou facultaram acesso a locais de filmagens no âmbito deste projecto
– a todos eles, os meus sinceros agradecimentos: Abílio Santiago, Adolfo
Silveira Martins, Adriano Monteiro, Ana Maria Mendes, António Balau, António
Loureiro de Sousa, António Nabais, Aurélio Faria, Deolinda Anastácio, Emílio
Vasco, Filomena Saraiva, João Veríssimo, João Vitorino, Jorge Barroso, Jorge
Dinis, José Carlos Codinha, José Ramalhal, Júlio Almeida, Laura Anastácio,
Miguel Silvestre, Moisés Espírito-Santo, Maria Mateus Amaro, Meca Castro e a

5
tripulação da embarcação "Nova Estrelinha", Otílio Murranga, Quim Zé Batalha,
Sílvio Escolástico e Zulmira Coelho.

Aos meus colegas do projecto PT Escolas também estou imensamente


grata: esta foi a melhor experiência profissional que tive até hoje, muito graças
à energia e determinação dos meus colegas Tiago Sena, Dalila Martins e Ana
Ramos. Devo ainda agradecer ao professor Arons de Carvalho, que na recta
final deste trabalho deu algumas dicas muito úteis, bem como a Nuno Morais
pela amabilidade do seu apoio na conclusão da dissertação.

Uma palavra final de agradecimento à minha família – Joaquim,


Carolina, Lurdes, Nelson, Vanessa, Cecília e André – na esperança de que me
possam desculpar por não ter lhes dado a devida atenção e tempo, sobretudo
na fase final do trabalho, a eles dedico este trabalho.