P. 1
Automação - Tipos de compressores

Automação - Tipos de compressores

|Views: 819|Likes:

More info:

Published by: José Mauricio Avilla Carvalho on Oct 20, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/28/2013

pdf

text

original

Sumário (Página 1

)
Página 2 - Definição de compressor - Tipos de compressores (Compressores de êmbolo – de pistão) Página 3 - Compressores de êmbolo (de pistão de 2 ou mais estágio, de membrana) Página 4 - Compressores rotativos (multicelular e de dois parafusos) Página 5 - Turbo compressores e os 4 grandes grupos de compressores Página 6 - Capacidade dos compressores (alternativos) Página 7 - Capacidade dos compressores (parafuso, centrífugos) - Armazenagem do ar comprimido Página 8 - Armazenagem do ar comprimido Página 9 - Distribuição do ar comprimido Página 10 - Escape de ar (perda de carga) Página 11 - Escape de ar (perda de carga) – Continuação - Qualidade do ar comprimido Página 12 - Qualidade do ar comprimido – Continuação Página 13 - Qualidade do ar comprimido – Continuação Página 14 - Outros aspectos importantes Página 15 - Outros aspectos importantes – Continuação Página 16 - Bibliografia

1

Válvulas Compressor a pistão Virabrequim Cruzeta Cilindro + pistão 2 .O que é um compressor? O compressor é. eles são utilizados para proporcionar a elevação da pressão do ar. basicamente. capaz de captar o ar que está no meio ambiente e armazená-lo sob alta pressão num reservatório próprio do mesmo. ou seja. É apropriado para todos os tipos de pressões e pode atingir milhares de KiloPascal. um equipamento eletromecânico. Tipos de compressores: Compressores de Êmbolo Compressor de Pistão – este compressor contém um êmbolo que produz um movimento linear.

Nesta figura são mostrados os elementos básicos de um compressor alternativo: . assim o ar não é contaminado com os resíduos do óleo.Uma ou mais válvulas de sucção e uma ou mais válvulas de descarga: regulam o fluxo de gás que entra e sai do cilindro. . pois o ar é comprimido 2 ou mais vezes. Compressor de Membrana (diafragma) – é parecido com o de pistão.Um cilindro: onde a compressão acontece. Compressor de Pistão de 2 ou Mais Estágios – este compressor consegue comprimir o ar com pressões mais elevadas facilmente. farmacêuticas e químicas.O pistão: normalmente com anéis de vedação.A cruzeta: que guia o movimento do eixo do pistão. . mas fica separado por uma membrana. porém neste compressor o ar não entra em contato com as partes móveis. Este tipo de compressor precisa de um sistema de refrigeração para a eliminação do calor gerado. .O virabrequim: que transforma o movimento rotativo de um eixo de um motor elétrico num movimento linear. . Diafragma Óleo 3 . Estes compressores são utilizados nas indústrias alimentícias.

pelos perfis côncavo e convexo comprimem o ar. com abertura de entrada e saída. há uma diminuição no tamanho dos compartimentos.Compressores Rotativos Compressor Rotativo Multicelular (Palhetas) – em um compartimento cilíndrico. assim. Esse compressor tem a vantagem de manter a pressão contínua. livre de qualquer pulsação e com baixo ruído devido ao seu funcionamento. gerando certa pressão. sem alterações de volume. A compressão ocorre cada vez que o extremo de um dos êmbolos coincide com a cavidade do outro êmbolo. Compressor Tipo Roots – Nesse tipo de compressor. os quais. gira um rotor com palhetas que está alojado excentricamente. Compressor Rotativo Multicelular Compressor Duplo Parafuso (Dois Eixos) – dois parafusos helicoidais. o ar é transportado de um lado para outro. 4 . Devido à excentricidade (afastamento em relação a um centro) do rotor. que é conduzido axialmente.

5 . radial e os centrífugos. Os turbo compressores são destinados para o funcionamento onde existe grande vazão. e funcionam na base da energia de uma corrente de gases a alta velocidade e alta pressão. Compressor Radial – o ar é impelido para as paredes da câmara e posteriormente em direção ao eixo e saí no sentido radial para outra câmara sucessivamente em direção à saída. que “suga”.Os rotativos: como os de hélice. cilíndrico ou não.As turbomáquinas. . . Estes últimos pertencem a uma outra categoria. São aqueles em que energia cinética é conferida ao gás mediante palhetas rotativas confinadas numa carcaça.Turbo Compressores Compressor Axial – a compressão é feita pela aceleração do ar aspirado. São aqueles nos quais o gás é movimentado pelo movimento linear de um pistão num espaço confinado. A energia cinética é transformada depois em energia de pressão. são estáticos. numa câmara.Os alternativos ou a pistão (que inclui os de diafragma). Esta categoria inclui os de fluxo axial. ele se baseia na energia de movimento que é transformada em energia pneumática. Nestes o ar é impelido pela ação de lóbulos rotativos ou por outro tipo de impelidor. .Os ejetores. de lóbulos rotativos ou outros tipos. Na realidade os compressores se dividem em quatro grandes grupos: . sem peças móveis. uma outra corrente de menor pressão e velocidade.

mas sim de massa.Capacidade de compressores: Os parâmetros básicos que definem a capacidade de um compressor são a pressão e a vazão de ar que ele pode fornecer. Isso equivale a aproximadamente 1. Para a pressão.um estágio  até 15bar . Outras unidades e condições podem ser especificadas.três estágios Em geral. é usual a indicação em metro cúbico normal por hora (nm³/h) . Para a vazão.01325 bar). pois fazem a compressão em dois ou mais estágios. pois é definida como a quantidade de ar que ocupa o volume de 1 metro cúbico nas condições normais (1atm.dois estágios  até 220bar . Mas outras como CV e HP ainda podem ser vistas. com resfriamento intermediário em um trocador de calor (intercooler). lubrificação ou isento de óleo e outras características para atender as mais diversas necessidades. Em princípio deve ser usada a unidade SI quilowatt (KW). Note que não é uma medida de volume. 0ºC). 6 . mas a praxe ainda permanece.é uma unidade não SI.293 Kg de ar. Outro parâmetro. A seguir algumas considerações sobre os tipos mais usados:  Compressores alternativos: Capacidade e estágios necessário de compressão:  até 4bar .dois estágios  acima de 15bar . mas nem sempre econômicas:  até 12bar . descontada a pressão atmosférica padrão (1.três ou mais estágios Outras condições possíveis de uso. Podem ser de ação simples (apenas um lado do pistão comprime) ou de dupla ação (há compressão nos dois lados do pistão). é a potência do motor. Podem ter refrigeração a ar ou a água. é comum a unidade bar (=105 Pascal) em termos relativos.um estágio  até 30bar . É importante para o dimensionamento da ligação elétrica. ou seja. os de maior porte. que em princípio não deveria ser usada. dependendo do fabricante do compressor. que é consequência dos anteriores.

 Compressores centrífugos: Como já dito. pois a lubrificação dos mancais é isolada da câmara de compressão. 7 .garantir reserva de ar. Normalmente são refrigerados à água.estabilizar a distribuição do ar comprimido. resfriamento a ar ou a água. Valores típicos na faixa de 700 a 25000 nm3/h. Compressores de parafuso: É o tipo de compressor rotativo mais usado. . pois não há vibrações como nos alternativos. Podem ter lubrificação com óleo ou ser isentos de óleo. A instalação é mais simples. Podem ser encontrados com vazões de aproximadamente 50 a 5000 nm3/h. Alguns são de dois estágios para maiores pressões. Armazenagem de ar comprimido Reservatório de ar comprimido Observação: nem todos os compressores estão aptos à armazenagem do ar comprimido.eliminar oscilações de pressão na rede. A armazenagem têm as seguintes funções: . Em geral são de vários estágios e o ar é isento de óleo. . .separar parte da umidade existente no ar. são apropriados para altas vazões. etc.

000 Nm3/h.da diferença de pressão na rede.De diafragma: pressões até 300 MPa. .da regulagem do compressor.De pistão: pressões até uns 400 MPa e vazões até 5.do volume de ar fornecido pelo compressor. .000 Nm3/h. .000 Nm3/h 8 . vazões até uns 200 Nm3/h. .000.da rede de distribuição. No gráfico abaixo.Centrífugos: pressões até uns 70 MPa e vazões até uns 350.Axiais: pressões de até 10 bares e vazões até 1. .O tamanho do reservatório depende: .do consumo de ar. . podem ser mais bem identificadas as faixas de trabalho dos diferentes tipos de compressores: . .

razão pela qual os tubos devem ser de tamanho generoso. A queda de pressão entre o reservatório e o consumidor não pode ultrapassar 10 KPa (0. as empresas precisam continuamente de mais ar comprimido. O diâmetro da tubulação deve ser trocado à medida que a necessidade do consumo aumenta. se exceder este valor a rentabilidade do sistema será ameaçada e o desempenho cairá consideravelmente.Distribuição de ar comprimido Como resultado da racionalização e da automação dos dispositivos de manufatura. A montagem de uma grande rede de ar comprimido possui grandes custos. 9 . No planejamento de novas instalações deve ser fornecida a expansão futura da demanda de ar.1 bar). Cada máquina e mecanismo requer certa quantidade de ar que é fornecido por um compressor através de uma rede de tubulação.

As tabelas a seguir apresentam o desperdício de energia provocado por vazamentos. a uma determinada pressão. que você tenha o diâmetro do furo e a pressão do ar. é preciso consultar o diagrama de escape de ar (figura abaixo). Para sabermos qual o volume de ar perdido com um vazamento. no entanto ele não deve exceder a 5% da capacidade instalada. Basta. Na prática é impossível eliminar totalmente os vazamentos de um sistema.Escape de ar (Perda de carga) Os custos do ar comprimido podem crescer consideravelmente quando ocorrer vazamento na rede distribuidora. No diagrama está registrado o volume de ar que pode escapar por uma abertura. então. 10 .

fuligem ou partículas sólidas. b) água. e um fator importantíssimo é a qualidade do ar comprimido que se espera.Alguns fatores influenciam na escolha de um compressor. etc. Para assegurar a operação confiável do compressor. pois. e consequentemente 11 . Qualidade do ar comprimido A questão referente à qualidade do ar é muito importante e envolve: a) impurezas sob a forma de partículas sólidas. c) óleo (proveniente da lubrificação) Cada equipamento que consome ar comprimido possui suas exigências específicas quanto à qualidade do ar. ar para pintura deve ser seco. poeira ou ferrugem. Essas exigências devem ser atendidas para que o equipamento possa ter um desempenho adequado. esses poluentes ficarão em suspensão no óleo lubrificante ocasionando desgaste excessivo dos cilindros. o ar aspirado deve ser limpo e não conter poeira. Por exemplo: ar para instrumentação deve ser extremamente limpo. caso contrário. mancais. anéis dos pistões. isento de óleo e limpo.

Os compressores possuem uma unidade de conservação do ar comprimido que é composta de: 1 .Regulador de pressão (figura2) O regulador de pressão mantém constante a pressão de trabalho (secundária) e independe da pressão da rede (primária) e da pressão de consumo do ar. visando redução no custo da tubulação e menor perda de pressão. 12 . Em relação à tubulação de descarga do ar. Em linhas de aspiração muito longas. Devem ser instalados diretamente na entrada do compressor. 3 . Esmiunçando cada um. Outro aspecto importante para assegurar a aspiração de um ar limpo é a instalação no compressor de um filtro de admissão de ar (no mínimo a 2 metros acima do solo e 2. 2 . Sua localização ideal é próxima dos principais pontos de consumo do ar.5 metros de distância de qualquer parede). deve-se evitar que a casa dos compressores fique localizada perto de chaminés. 2 .lubrificador de ar comprimido.filtro de ar comprimido. aconselha-se o uso de separadores de umidade antes do cilindro. No caso de várias máquinas deve-se usar de preferência.Filtro de ar comprimido (figura1) A função do filtro de ar comprimido é de reter as partículas sólidas e a umidade condensada existente no ar comprimido. fornos ou equipamentos de jatos de areia. Assim. caldeiras. poderá haver condensação de água e nesse caso. um duto para cada uma.regulador de pressão. esta deve ser de diâmetro igual ou superior ao da saída do compressor e ser a mais curta possível até o resfriador posterior ou ao reservatório pulmão.aumentando os custos de manutenção. temos as seguintes características e funções: 1 .

3 . Figura 1 Figura 2 Figura 3 13 .Lubrificador de ar comprimido (figura3) O lubrificador acrescenta ao ar comprimido uma fina névoa de óleo que irá se depositar nas válvulas e cilindros. proporcionando a esses elementos a necessária lubrificação.

Uma das causas da baixa pressão nos locais de consumo pode ser a produção de uma quantidade insuficiente de ar comprimido (é comum acrescentar novas ferramentas a uma linha já existente. sem verificar se isso afeta o desempenho do sistema). Para obtenção da carga máxima do compressor será necessário somar o consumo total de todos os equipamentos consumidores existentes (em litros/s). resultando aumento no tempo de operação e consequentemente aumentando os custos de produção. A carga média do compressor é obtida multiplicando-se o consumo total de ar pelo fator de utilização (tempo estimado de trabalho de cada ferramenta durante uma hora). 14 . Uma pressão de trabalho muito baixa. diminui a potência dessas ferramentas. Devemos ter uma pressão de ar suficiente nos pontos de consumo. Uma estimativa abaixo dessa capacidade resultará em pressões inadequadas nos pontos de consumo e estimativas muito altas acarretarão grande investimento inicial e baixa eficiência do sistema. A maioria dos equipamentos pneumáticos opera a 6 bar de pressão manométrica e para se conseguir esse nível de pressão no equipamento final é necessário um cuidadoso cálculo para se determinar a pressão de trabalho do compressor.OUTROS ASPECTOS IMPORTANTES: Capacidade de ar necessária É de fundamental importância o conhecimento da quantidade exata de ar necessária para todos os equipamentos pneumáticos existentes. A pressão do ar exerce uma influencia muito grande no desempenho das ferramentas pneumáticas. trabalhando além da capacidade original provocará uma baixa pressão nos locais de consumo. Um sistema sobrecarregado. devemos sempre ter um compressor de capacidade adequada a fim de manter a pressão nos pontos de consumo. Para evitarmos isso. Convém admitir uma tolerância de 10 a 15% da capacidade do compressor devido aos vazamentos e estimar o aumento da capacidade do sistema para futuras expansões também entre 10 a 15% ao ano.

filtro de ar. . . Manutenção do Compressor Os custos operacionais são afetados diretamente pela eficiência de um sistema de manutenção.manômetro.válvula de segurança. Uma manutenção adequada evita paradas de emergência aumentando a disponibilidade do equipamento para a operação. . . 15 . Para uma manutenção adequada deve-se seguir as orientações do fabricante.verificar o nível de óleo lubrificante.drenar o condensado. pois desse modo o trabalho do compressor é ajustado em função da demanda de ar.Tipo de Controle do Compressor O sistema mais indicado para racionalizar o consumo de energia é através da utilização dos inversores de frequência. mas existem algumas verificações periódicas a serem seguidas: .

pdf 16 .com/apuntes/ingenieria_mecanica/compresores/  http://www.com/doc/5jgjHcgN/preview.br/arquivos/eletroeletronica/Controle_Eletrohidrau lico_e_Eletropneumatico.unicamp.com/fisica/mecanica/compressores-de-ar-comprimido  http://www.com/apuntes/ingenieria_mecanica/compresores/default2.ufba.br/~em672/Aulas%2015-16%20-2003%20%20compressores%20alternativos.fotoacustica.pdf  http://www.elprisma.blogspot.html  http://www.fis.shtml  http://www.fem.com/2011/02/compilacao-deorientacoes-gerais-dicas_26.com.mspc.pdf  http://dc130.elprisma.br/daniele/Instrumenta%C3%A7%C3%A3o/arCom primido.Bibliografia:  http://www.eng.4shared.br/fldetc/arcompr_110.asp  http://radicalmenteinconformada.trajanocamargo.coladaweb.html  http://www.

com/apuntes/ingenieria_mecanica/compresores/default2.elprisma.mspc.html ➢ http://www.com/apuntes/ingenieria_mecanica/compresores/ ➢ http://www.trajanocamargo.shtml ➢ http://www.➢ http://www.br/daniele/Instrumenta %C3%A7%C3%A3o/arComprimido.com/2011/02/compilacao-de- orientacoes-gerais-dicas_26.pdf .com.elprisma.com/doc/5jgjHcgN/preview.fem.unicamp.pdf ➢ http://dc130.eng.html ➢ http://www.pdf ➢ http://www.fotoacustica.ufba.br/~em672/Aulas%2015-16%20-2003%20- %20compressores%20alternativos.4shared.asp ➢ http://radicalmenteinconformada.fis.blogspot.br/arquivos/eletroeletronica/Controle_Eletrohidrau lico_e_Eletropneumatico.br/fldetc/arcompr_110.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->