Você está na página 1de 1

Tiragem: 5000 País: Portugal Period.

: Trimestral

Pág: 65 Cores: Cor Área: 10,68 x 21,97 cm² Corte: 1 de 1

ID: 40823887

01-03-2012
Renault Laguna

Âmbito: Desporto e Veículos

Quatro rodas e 150 cavalos
Renault Laguna recebeu, em Janeiro deste ano, um novo motor de dois litros. Trata-se de um esforço da Renault para reduzir ainda mais o consumo e as emissões, numa volumetria que começa a afastar cada vez mais compradores. Contudo, a marca francesa anuncia 4,6 l/100 km de consumo e emissões de 120 g CO2/km. Mas no mundo real, mesmo com a ajuda do sistema Stop&Start, é quase impossível atingir estes valores. A média que conseguimos nunca se afastou muito dos seis litros, mesmo fazendo um esforço para a descer ao mínimo possível. Em todo o caso, é notável uma redução de consumos em relação ao modelo anterior, mantendo o desempenho do conjunto ao nível do que já existia. Os 150 cavalos de potência estão bem escalonados e as quatro rodas direccionais, que fazem deste um modelo único, trazem, pelo menos, uma experiência diferente de condução. Se ao início se torna um pouco difícil de habituar, depois conseguem-se verdadeiros milagres com um carro de 2.756 mm de distância entre eixos e um comprimento total de 4.695 milímetros. Torna-se possível entrar nas curvas mais perto delas e, em grandes parabólicas, a firmeza do carro é maior, dado que não é exigido tanto ao chassis. É o casamento perfeito. Com uma relação de caixa bem sucedida, bastante estabilidade estrutural e um poder de travagem enorme, este Laguna consegue ser um carro que dá gosto conduzir, mas sem comprometer a poupança de combustível.

O

Ficha Técnica
Renault Laguna Break

Motor (c/c): 4/ 1995 Potência (cv/rpm): 150/4000 Binário (Nm/rpm): 340/2.000 Cons.Médio (l/100Km): 4,6 120 Emissões CO2 (g/km)*: Preço em Euros (desde) *: 40.511 Renda 36/48 meses (Euros)*: 881/806
* Fonte: Leaseplan