Você está na página 1de 2

Fisioterapia:

Neste texto iremos falar sobre a origem do curso de fisioterapia,


como ele é atualmente, qual o papel do fisioterapeuta nos dias atuais, os
recursos que podem ser usados por ele e entre outros. Falaremos também de
dois conselhos que está intimamente ligado a vida profissional de um
fisioterapeuta formado.
Primeiramente, a fisioterapia no Brasil foi regulamentada como
profissão no dia 13 de outubro de 1969, que caracterizava o fisioterapeuta
como um profissional de nível superior, delegando como atividade privativa
deste, a execução de métodos e técnicas fisioterapêuticas. O primeiro
documento oficial que define a ocupação do fisioterapeuta é o parecer n°
388/63 que designa o fisioterapeuta como auxiliar medico, restringindo-o a
desempenhar tarefas sob a orientação e a responsabilidade do medico,
caracterizando-o como técnico em fisioterapia, porém com uma formação de
nível superior. Este parecer limitava as ações do fisioterapeuta, impondo
restrições às suas atividades profissionais, mas com a evolução da profissão,
este parecer foi substituído, concedendo a este autonomia profissional.
A evolução histórica desta profissão afirma que o fisioterapeuta como
um profissional da área da saúde, com conhecimentos interdisciplinares e
intercomplementares necessários a sua ação, são profissionais capacitados
para trabalhar nas disfunções cinéticas funcionais do indivíduo, tanto na
prevenção quanto na reabilitação, sendo comprometido com o seu meio, com
questões relacionadas à política de saúde e na busca de novas técnicas de
aplicação para diversos tipos de tratamento, através do incentivo a pesquisa.
Pode-se ainda destacar que o papel dos profissionais da área da
saúde, em especial do Fisioterapeuta, torna-se cada vez mais complexo face à
constante qualificação dos serviços de assistência à saúde, que não se limitam
mais a garantir sobrevida, mas a oferecer qualidade de vida às pessoas. Em
decorrência disso cresce a cada dia a área de atuação profissional do
Fisioterapeuta. Assim, no processo pelo qual evolui a humanidade, a atuação
do Fisioterapeuta no processo saúde-doença assume papel decisivo para
garantir, principalmente qualidade de vida à população.
Como citado acima hoje os profissionais fisioterapeutas tem um
amplo conhecimento que contribuem para a prevenção, cura e recuperação da
saúde. Por isso, podemos citar vários recursos terapêuticos que podem ser
utilizados pelos fisioterapeutas e que devem estar à disposição da população
que procura um profissional habilitado e preocupado com o bem-estar de seus
pacientes. Entre eles estão: a cinesioterapia que é uma terapia com
movimentos que são procedimentos onde se usa o movimento com os
músculos, articulações, ligamentos, tendões e estruturas do sistema nervoso
central e periférico, que têm como objetivo recuperar a função dos mesmos. A
reeducação postural é um princípio da cinesioterapia que trata deformidades da
coluna ou problemas de postura com exercícios de alongamento e de
fortalecimento muscular. A eletrotermofototerapia que é a eletroterapia,
termoterapia e fototerapia que são procedimentos com aparelhos geradores de
energia elétrica, térmica e luminosa, como o ultra-som, o LASER, tens, dentre
outros o qual facilita a recuperação de estruturas e funções comprometidas.
Temos também a Mecanoterapia que são procedimentos com aparelhos
mecânicos para fortalecer, alongar, repotencializar a musculatura e reeducar
movimentos comprometidos. A massoterapia que é um conjunto de abordagens
terapêuticas visando à mobilização e manipulação de segmentos articulares,
músculos, nervos e trações segmentares e axiais. Os procedimentos
manipulativos estimulam a dinâmica circulatória e a mobilidade dos tecidos e
segmentos. Ainda a hidroterapia que é realizada em ambiente aquático. E a
termoterapia que é o Procedimento com administração de modalidades
biotérmicas, incluindo a crioterapia, que é o emprego de gelo como
procedimento terapêutico, geralmente em segmentos para tratamento de
contusões e torções.
Como citado no inicio do texto após o profissional de fisioterapia ter
se formado ele deve estar habilitado e credenciado com o COFFITO E O
CREFITO 5. Então o COFFITO é um Conselho Federal de Fisioterapia e
Terapia Ocupacional e é Autarquia Federal criada no dia 17 de dezembro de
1975; com objetivos de normatizar e exercer o controle ético, científico e social
das atividades da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional, das profissões de
Fisioterapeuta e de Terapeuta Ocupacional e das empresas prestadoras de tais
tipicidades assistenciais ao meio social. E o CREFITO é um Conselho Regional
de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 5ª Região e é uma Autarquia Federal
dotada de personalidade jurídica de Direito Público.
Além disso, a função social da Fisioterapia na busca da saúde
integral do ser humano é enfatizada em todas as disciplinas, atividades e ações
do curso, sendo a preocupação principal dos responsáveis pela administração
garantir as condições para tal propósito para que todos nós sejamos
profissionais éticos, responsáveis e habilitados para realizar nossas funções de
forma correta.