Você está na página 1de 3
Aula: 09 Temática: Estequiometria de Soluções – Reações de Neutralização Estaremos agora estudando as
Aula: 09
Temática: Estequiometria de Soluções – Reações de
Neutralização
Estaremos agora estudando as reações de neutralização,
por se tratarem de reações que envolvem ácidos e bases em
soluções aquosas. Aqui poderemos usar os conhecimentos
adquiridos na aula passada na resolução de exercícios.
Ácidos e bases estão entre as substâncias químicas mais comuns e im-
portantes. Ácido é um composto capaz de fornecer íons de hidrogênio,
H + , em solução aquosa. Base é um composto capaz de fornecer íons hi-
dróxidos, OH – , em solução aquosa. Um ácido reage com uma base e vice-
versa. Íon é um átomo ou grupo de átomos que carrega uma carga elétrica.
Estudaremos estes conceitos com mais detalhes na aula 19.
Em uma reação ácido-base, ou também denominada reação de neutra-
lização, íons hidrogênio de um reagente ácido com íons hidróxido de uma
base formam água:
H + (aq) + OH – (aq)
H 2 O
A água é um produto em todas as reações de neutralização. A seguir estão
apresentados alguns exemplos de equações químicas que correspondem
a reações de neutralização. Vamos verificar duas características nestes
exemplos: o balanceamento das equações e a presença de água como
produto.
HCl (aq) + NaOH (aq)
NaCl (aq) + H 2 O
2 HCl (aq) + Ba(OH) 2 (aq)
BaCl 2 (aq) + 2 H 2 O
A primeira equação consiste na reação ácido-base entre ácido clorídrico e
hidróxido de sódio, ambos em solução aquosa. Neste caso, 1 mol de íons
H + (do HCl) combina-se com 1 mol de íons OH – (do NaOH) para formar 1
mol de moléculas de H 2 O. A razão estequiométrica é 1:1.
Na segunda equação a neutralização acontece pela reação entre ácido
clorídrico e hidróxido de bário, ambos também em solução aquosa. Desta
vez a razão estequiométrica (ácido para base) é 2:1.
As reações de neutralização são de grande importância em um procedi-
UNIMES VIRTUAL
QUÍMICA GERAL
35
 

mento de laboratório chamado titulação ácido-base. Neste processo, a concentração molar de um ácido em uma solução aquosa é determinada pela adição vagarosa de uma solução básica de concentração conhecida.

Para a realização de tal procedimento, partimos de uma solução de ácido com volume conhecido. A solução de base vai sendo transferida para o re- cipiente onde se encontra o ácido, através de uma bureta (utensílio usado em laboratório com marcação de volume por toda sua extensão, tornando a medida precisa). A adição da solução de base é interrompida quando o número de mols de íons H + do ácido torna-se igual ao número de mols de íons OH da base, que foram misturados. Este fenômeno é denomina- do ponto de equivalência ou ponto de viragem, geralmente observado por uma mudança de cor de um composto, o indicador, do qual uma pequena quantidade foi adicionada previamente na mistura reagente.

No ponto de equivalência, a razão do número de mols de ácidos no início para mols da base que foi adicionada é igual à razão estequiométrica. De posse dos valores dos volumes da base adicionada e da solução inicial de ácido, juntamente com a concentração da solução de base, podemos calcular a concentração da solução de ácido.

Pode-se inverter as posições do ácido e da base, sendo possível a deter- minação da concentração de uma solução de base por titulação com uma solução de ácido de concentração conhecida.

Exemplo

Exemplo

25 mL de uma solução de ácido sulfúrico, H 2 SO 4 , de concentração desco- nhecida, é titulada com uma solução de hidróxido de sódio, NaOH, 0,12 mol/L. A reação pode ser representada pela equação:

H 2 SO 4 (aq) + 2 NaOH (aq)

H 2 SO 4 (aq) + 2 NaOH (aq)

2 H 2 O + Na 2 SO 4 (aq)

Se forem necessários 38,14 mL de solução NaOH para atingir o ponto de equivalência, qual é a concentração molar do ácido?

Solução

Solução

Iniciamos a resolução encontrando o número de mols de base adicionada:

UNIMES VIRTUAL

0,1200 mol/L x 0,03814L = 4,577 x 10 3 mols base adicionada

36

 

QUÍMICA GERAL

Razão estequiométrica, a partir da equação balanceada:

 

1 mol H 2 SO 4

2 mol NaOH

2 mol NaOH

1molH 2 SO 4

Usamos o fator unitário de H 2 SO 4 .

2molNaOH

1molH 2 SO 4

para encontrar o número de mols

4,577 x 10 3 molNaOH x

2molNaOH

= 2,288 x 10 3 mol H 2 SO 4

Como o número de mols de ácido é constante determinamos a molaridade inicial:

2,288 x 10 3 mol

 

molaridade= mols V inicial H 2 SO 4

=

0,025L

 
 

=0,092 mol/L solução ácida

Para terminar o conteúdo referente a estequiometria, foram apresentadas reações onde os compostos são soluções ácidas e básicas, as reações de neutralização. Os cálculos envolvendo este assunto também requerem uma equação balanceada cor- retamente, sendo possível assim, basear-se nas razões estequiométricas. Não deixe de participar dos Fóruns e das demais atividades interativas. Conto com você!

nas razões estequiométricas. Não deixe de participar dos Fóruns e das demais atividades interativas. Conto com

UNIMES VIRTUAL

 

QUÍMICA GERAL

 

37