Você está na página 1de 22

Estrela - Guia

Estrela- Guia
que traz a
esperança
da vinda do
Salvador,
da certeza
de um amanhã
melhor.

A Estrela-Guia brilha
levando consigo
para encontrar o
Messias,
os reis magos ansiosos
de seus presentes
poderem entregar,
esperançosos.

A Estrela-Guia no céu reluz


nos desertos,
nos vales,
nas montanhas,
guiando quem
quer encontrar a Luz.

A Estrela brilhante
abre caminho
ao Menino-Deus nascente,
que é ainda mais Iluminado
que sua própria luz
mesmo fosforescente.
Regina Kalmann

A FESTA NATALINA

Vai chagando o Natal


é um momento
de alegria no ar,
um momento para a nossa
vida reavaliar.
A festa natalina
é um encontro de fraternidade,
um tempo para
se sentir os sentimentos
de humanidade.

Um presente aqui,
outro acolá,
um amigo antigo
que queremos rever
e ir lá.

Os sinos tocam
na igreja do bairro
chamando os fiéis
para rezar e
ver o presépio de barro.

Aquele Nascituro
representado,
significa que podemos
ter esperança trazida por Ele
como um Ser ressuscitado.

É hora de repensar
e toda uma vida
poder reavaliar.
É um dia de renovação
e poder tudo modificar.

Modificar para melhor,


para as mágoas perdoar,
e começar de novo
com a possibilidade
novamente de amar.
__________________________________________________________
Jundiaí, 10/11/07
Poesia publicada in Antologia ILETRAS, nº 18,
Ed.Especial , Jundiaí, Ed. In House s/d
Regina Kalmann
OS SINOS TOCAM

Os sinos tocam
e o eco eclode e
se instala no ser,
naquele que pode ouvir,
que é ainda sensível
à Melodia.

Os sinos tocam
e a melodia invade,
tenta expulsar a indiferença
da insensibilidade que
durante o ano
fez a morada no ser,
resultado das comunicações,
do sistema,
da Vida.

Os sinos tocam,
aproxima-se o Natal
onde só os que podem
sentir a Pureza,
o tilintar dos sinos
é que realmente
sentirão a Paz
que Anunciam.

_________________________________________________________
(Jundiaí, dezembro de 1979)
Publicado:
KALMAN, Regina - " Os Sinos Tocam" in Antologia LETRAS ACADÊMICAS, Vol.3,
AJl, Academia Jundiaiense de Letras, Ed.Literarte, Jundiaí/SP, 1996.

Regina Kalmann

JESUS

Maria , José, Jesus


nomes tão comuns
seres humildes, simples,
que eram iguais
a tantos outros e
Jesus mostrou dotes originais
que assustaram
os que temiam serem fatais.

Um simples carpinteiro
não entendia seu Filho
diferente por inteiro.
assustou-se quando
o Menino entrou no Tempo
e com apenas doze anos,
discutia com os sábios
e doutores daquele tempo.

Já Homem,
falando de coisas estranhas
de um mundo invisível
acreditando nisso
com todas suas entranhas.

Assustou os ricos
ajudou os pobres,
falava de amor e
tocava as almas nobres.

A inveja então
eclodiu,
que os poderosos fizeram
emergir,
era a vingança contre Ele
que surgiu.

Morto foi Jesus


por aqueles que temiam
suas lições,
seu exemplo e
pensavam que
progrediam.

Mas ressuscitou Jesus e


após sua morte
veio realmente Seu Reino,
que vencerá a má sorte.

Passaram-se dois mil anos,


seu nome ainda vive,
e o exemplo de Sua Vida
sempre se revive.

Jesus nasceu
pequenino
numa manjedoura
Morreu na cruz
como os criminosos
de outrora,
mas vive em cada um
que acredita na Sua volta ,e
é isso que realmente
importa!

___________________________________________________________
Poema criado em Jundiaí, dezembro de 1979

Regina Kalmann

Feliz Natal

É Natal hoje, feliz Natal para você,


Pra mim e para todo o mundo
Jesus Cristo nasceu em Belém.
Vamos adora-lo!
Ele é nosso Senhor!
Ele é nosso Salvador!
Com Ele nós teremos amor,
Nós teremos salvação!
Com os anjos nós devemos cantar
Com os pastores nós devemos adorar,
Com os magos nós daremos nossos presentes a Ele.
Nasceu Cristo o Salvador, Jesus nosso Senhor!!!
Feliz Natal!!!!!!!

JÁ NASCEU...

Já nasceu...
Nasceu um menino,
Esperança do mundo.
Não nasceu em berço de ouro
Como um verdadeiro rei;
Não nasceu entre nobres
Para ser o herdeiro de tudo!
Já nasceu...
Nasceu um menino
Só para querer o bem.
O seu futuro já está traçado.
O seu futuro é morrer por todos
Em nome no amor, um amor por nós,
A sua morte será humilhante e sofredora!
Nasceu um menino,
O menino Jesus,
O filho de Deus Pai
Para morrer em um cruz.
Mas como tem futuro traçado pelo Pai,
Ele ressuscitará para dar
Paz, alegria e vida eterna
A todos que nEle crer...
Basta dos pecados se arrepender
E a sua vontade com prazer fazer!
Peter Parker

Natal

Data tão querida das crianças,


Natal é um dia de fé e esperança,
Dia de lembrança do nascimento de Jesus,
Pois o mundo estava em trevas, mas nasceu a luz.

É o momento de grande alegria,


De lembrarmos que Jesus nasceu de Maria,
Cristo nasceu em Belém de Judá
Para ser nosso irmão e nos salvar.

O Salvador nasceu em Belém


E nós dizemos: Aleluia! Amém!
Louvado seja nosso Rei celestial
Neste dia tão lindo que é Natal.

Vamos todos orar


Com os magos e pastores
Assim como os anjos louvar,
Vamos cantar salmos e louvores.

Jesus Cristo nasceu,


Ele é o filho de Deus,
É nosso Senhor e salvador,
Como é grande o seu amor!

Cadu Lima Santos.

NATAL E A TRAJETÓRIA DE JESUS

Nasceste Jesus
Lindo, meigo, humilde
Num abrigo de animais
Numa manjedoura.
Dorme, descansa...
Hoje Tu vieste
Dando cumprimento às Escrituras
Nasceste
Nosso Rei
Nosso Salvador
Nosso Senhor
Jesus, nome poderoso
Pelo anjo anunciado
Pois Tu salvas
O homem do pecado.
Dorme tranqüilo...
Tu és Maravilhoso
Conselheiro
Deus Forte
Pai da Eternidade
Príncipe da Paz.
Emanuel
Deus conosco
Tu és.

II

Dorme... descansa...
Uma longa caminhada
Te aguarda
Para o Egito...
Vais ter que fugir
O rei Herodes
Quer o Teu fim
Mas não vai conseguir
Mas... as profecias
Terão que se cumprirem
Um lindíssimo ministério
Terás
Muitos enfermos
Curarás
Lindas lições
Ministrarás
Milagres operarás
O amor sublime
Nos ensinarás.

III

Dorme em paz...
Pois a ingratidão dos homens
Vais suportar
Teu coração vai doer de tristeza
O povo
Vai te rejeitar
Tu serás...
Por um dos apóstolos, traído
Por apenas trinta moedas de pratas
Serás por ele vendido
Tamanha agonia
Vais passar
Em gotas de sangue
Teu suor
Há de se transformar
Teus amigos
No momento mais difícil
Vão te deixar
Um deles... ah!
Vai te negar
Pelo caminho do monte
Chamado Calvário
Com uma coroa de espinhos...
Sobre a cabeça...
Carregando uma cruz
Terás que passar
Até ao Gólgota
O lugar da Caveira...
Vais chegar.

IV

Dorme em paz...
Descansa...
Meu amado Salvador
Meu Senhor...
Meu Rei...
Tu... vais sentir os cravos...
Nas mãos a perfurar
O próprio Pai...
Por um instante
Vai te abandonar
A zombaria
Vai imperar
O pecado e a doença
Vais carregar
Lá no alto da cruz
Tu vais gritar
Eloí, Eloí
Lamá sabactani
Ou seja...
Deus meu... Deus meu...
Por que me desamparaste?
Mas resposta...
Não vais ter...
Como um assassino...
Um mal feitor...
Pela horrível morte de cruz...
Vais ter que passar...

Dorme, dorme...
Descansa por enquanto
No humilde berço de palha...
Os homens te negaram hospedagem
Mas os animais te acolheram
A jornada é pesada...
É dolorosa...
O sepulcro emprestado
Te aguarda
Mas...
Ao terceiro dia...
Aleluia! Ressuscitarás
A morte vencerás
Vitória sobre ela terás
No túmulo...
Te procurarão
Mas não Te encontrarão
Porque vivo estarás
E ainda por quarenta dias
Com os discípulos falarás
Seus corações
Confortarás
E então...
Aos Céus subirás
E à destra do Pai...
Te assentarás
E reinarás.

VI

Dorme em paz...
Meu Rei Eterno
Todo o Universo
Com justiça regerás
E um dia...
Com grande poder e glória...
Voltarás
E...
Diante de Ti
Todo o joelho se dobrará
E toda a língua confessará
Que...
Tu és o Cristo...
O Filho do Deus Vivo
O Senhor...
E assim...
Será a Tua trajetória
E só Tu és merecedor
De toda honra
Todo poder
E toda glória
Para todo o sempre.

Amém.

Christiano Nunes

É Natal

É Natal, é Natal!
Tempo de vivermos
Com amor fraternal
E esquecermos um do outro
Tudo o que é mau
Por que esta data
É muito especial!
Foi neste dia
Que Cristo nasceu,
O Primogênito,
O Filho de Deus,
O Salvador,
O Rei dos judeus.
Vamos festejar
Em plena harmonia
Com muita alegria
Este lindo dia
Com nossos amigos
E nossa família.

Cadu Lima Santos

MESA FARTA

FELIZ NATAL..QUE NOSSA MESA SEJA FARTA!


Mesa farta
frutas diversas, suculentas e saborosas,
flores perfumadas, adubadas com amor,
felicidade e amizade.
Mesa farta de
carinho, amor, serenidade,
fraternidade.
Mesa farta com
família
sem família
com amigos
sem amigos
mas com coração solene.
Mesa farta
nossos olhos,
estejam atentos
à frente
ao lado
do outro lado,
para trás.
Mesa farta,
enxerguemos,
àqueles que nenhum pão tem para comer,
pão enquanto alimento,
sustento.
Mesa farta, o ano todo,
mesa farta, todos os anos,
mesa farta, não miragem.
mesa farta,
de fé e de coragem,
mesa farta,
de perdão,
ser perdoada
ser amada,
mesa farta
de amigos,
virtuais ou reais
Minha mesa é farta!
autoria: Antonia Aleixo
Tonia Aleixo

25 de Dezembro, Uma Data Inesquecível

Este dia é o mais sagrado


Em todos os tempos da nossa História.
Porque ele é sempre guardado
Dentro da nossa grande memória.

Aconteceu neste dia feliz


Quando nasceu o menino em Belém.
Assim que a Estrela surgiu no Céu
E que os Anjos declaram também.

Os Reis Magos vieram de longe


Levaram os presentes para presentear.
Sabe quais são os nomes deles:
São Baltazar, Melchior e Gaspar.

Aqueles presentes que eles deram a Ele


Não pensam que é uma mentira.
O que eles deram foram estes:
O Ouro, O incenso e a Mirra.

Os Pastores estavam felizes


Com a Boa Notícia que queriam escutar.
Foi assim que os Anjos contaram a Eles
Para que eles também pudessem adorar.

Os Anjos Cantavam nesta hora


Com toda a sua sinceridade.
"Glória a Deus Nas Alturas
E Paz na Terra aos Homens de Boa Vontade!"

Esta é a linda história maravilhosa


Que eu escrevi de maneira possível.
Sabeis, Meus Amigos o que é:
25 de Dezembro, Uma Data Inesquecível.
Roberto Leal

Muito Prazer, Eu sou o Natal!

Sou criado nos Tempos antigos


Quando chegou o dia da comemoração.
Pois esta data importante
Ficou gravada em cada coração.

Foi assim que aconteceu


Pois esta data eu me lembro
Porque Jesus nasceu em Belém
No dia 25 de Dezembro.

Pois isto comemora o Nascimento


De um Salvador do Mundo.
Com a sua Sabedoria que Deus te deu
E com o seu amor profundo.

Agora que sabe de toda a História


Que marcou na Minha Memória.
Na Noite que os Anjos Cantaram
Com Louvor e Gloria.

Pois sou muito amado e respeitado


Pelo Mundo que sempre está feliz.
Pois este é o meu dia maravilhoso
Porque tudo eu sempre quis.

Termino esta poesia intitulada


Que não se viu nada igual.
Permita-me que me apresente:
"Muito Prazer, Eu sou o Natal!"

Roberto Leal

Natal

NATAL É TEMPO DE REFLEXÃO.


DE TER TERNURA, DE EXPANDIR O AMOR.
É TEMPO DE COMPAIXÃO.
DE GANHAR E DAR PRESENTES.
É PARABENIZAR O SENHOR...
É NÃO FICAR SÓ, AUSENTE.

NATAL É TEMPO DE SE UNIR A CRISTO.


DE SOLTAR AS ALGEMAS DA DOR.
DA VIDA - NUNCA DESISTIR.
É VIVER TODO MOMENTO COM AMOR.
É APERTAR A MÃO,
PEDIR PERDÃO!

NATAL É TEMPO DE FELICIDADE.


DE CORTAR O MAL PELA RAIZ.
DE AMAR SEU SEMELHANTE DE VERDADE.
DE REESCREVER O SONHO SEM O GIZ...
DE ORAR AOS MEUS, AOS SEUS, POR ESSE DIA...
E, AGRADECER A JESUS POR TODA A VIDA.
Osmar Soares Fernandes

Canto de Natal

O nosso menino
Nasceu em Belém.
Nasceu tão-somente
Para querer bem.

Nasceu sobre as palhas


O nosso menino.
Mas a mãe sabia
Que ele era divino.

Vem para sofrer


A morte na cruz,
O nosso menino.
Seu nome é Jesus.

Por nós ele aceita


O humano destino:
Louvemos a glória
De Jesus menino.

Fonte: www.releituras.com.br
Manuel CS Bandeira

Um Menino Nasceu de Ti, Belém!

Cidade mais maravilhosa como Tu


Orgulhaste de Seu Filho Ilustre de Coragem.
Deus fes este ser Humano em Virtude
Como a Sua Melhor Imagem.

Na Noite em que aconteceu


Quando Seus Pais viajaram para o deserto.
Sua Mãe estava Grávida e Feliz
Sabendo que o dia está chegando perto.

Sentada em uma jumenta e carregada pelo esposo


As dores, ela não conseguia suportar.
Quando o Menino pulava no seu ventre
Porque no momento começou se alegrar.

Foi assim que surgiu uma Estrela Brilhante


Aparecendo naquela Cidade Bonita.
Seus moradores não percebiam de uma coisa
Que ela era muito infinita.

Seus Pais chegaram em Ti


Para que eles possam habitar.
Mas o Bebê chutou muito a sua barriga
Mas começou a comemorar.

A Estrela Cadente que está no Céu


Na estribaria o seus pais e o Bebê estavam lá.
Ela parou em cima da casa
Para que ela possa brilhar.

Os Três Reis Magos vieram para Ti


Quando Viram a Estrela Brilhar.
Os seus presentes trouxeram
Para que eles possam compartilhar.

Os Pastores estavam felizes


Quando estavam ouvindo Anjos Cantar.
Mas assustavam com o brilho forte
Por isso, Pensavam em festejar.

Anjos cantaram este Louvor


Declararam Com toda a sinceridade:
Gloria a Deus Nas Alturas
E Paz na terra aos Homens de Boa Vontade!

E assim Nasceu esta Criança


Para ser o Rei da Humanidade.
Que pode nos ensinar muito
O caminho da Grande Verdade.

Esta é a minha maneira simples


De querer muito em expressar.
Pois é linda a história esplendorosa
Que agora acabei de contar.

Termino esta Poesia bonita


Que eu escrevi hoje também.
Cidade Bela, declaro isto, dizendo:
Um Menino Nasceu de Ti, Belém!
Roberto Leal

Dia especial
Neste dia tão especial
Não comemoramos apenas o nascimento de Jesus
Não falamos apenas do seu martírio na cruz
Falamos do nosso renascimento como seres humanos
Refletimos sobre nossas realizações e desenganos
Colocamos na balança o que somos e o que temos
O que ganhamos e o que sabemos
Simplesmente por que é Natal

Neste dia tão especial


Não abraçamos apenas os nossos familiares e amigos
Não brindamos somente com os entes queridos
Comemoramos um instante de paz no mundo
Fartamos-nos de amizades, abraços, beijos, mesmo que por um segundo
E nos solidarizamos com irmãos adoentados
Rezamos de mãos dadas, uma prece para os menores abandonados
Simplesmente por que é Natal

Neste dia tão especial


Uma dúvida cruel me abrande
Somos capazes de tudo, somos grande
Podemos remover montanhas, colorir o céu
Adoçar o halita e apimentar o mel
E porque não transformar este dia de janeiro à janeiro
E teríamos Natal o ano inteiro
Simplesmente por que é Natal.
Sérgio Murilo

OUTRA VEZ, COMO CRIANÇA...

Depois de um ano bem tumultuado,


Assisto, após as tristezas e as dores,
2007, em seus últimos estertores.

Lanço um olhar sobre o caminho trilhado


Mas, no meu íntimo, alguma coisa diz:
2008 será um ano mais feliz!

E, assim, me renasce a esperança,


Que me embala, que me acalma o coração,
E me permite ver o "outro" como irmão.

Olhar brilhando, outra vez, como criança,


Quero esquecer que, no mundo, há tanto mal,
Pelo menos, nestes tempos de Natal...

(*) Dezembro de 2007.


mestreescola

O sentido do nosso natal

Natal
Data especial
Dia angelical.
Nascimento do próprio Deus que homem se fez, se tornou
E ao mundo amou, sua vida doou e ao ser humano salvou.
Festa alegre
Nasce o grandioso, o célebre.
Criança especial
Nascida no natal.
Vem ao mundo para guiar as vias
O Messias
O Caminho, a Verdade e a Vida
Sua vinda
Foi essencial
Sem ele não haveria nenhuma celebração, nenhum natal.
Troca de presentes, sinos, renas e papai Noel
Nada disso tem sentido sem lembrar o rei do céu.
Os símbolos e a ceia têm a finalidade de levar as famílias à união,
À oração e à comunhão.
Infelizmente em nosso meio social
O sentido verdadeiro do natal
Foi, por muitos, perdido
E hoje até se encontra pelas pessoas esquecido.
A religião, a espiritualidade, a unidade, e o humilde irmão
Foram substituídos pela ganância, pelo desperdício, pela gandaia e pela exclusão.
Os pobres estão nas calçadas desprezados mendigando um prato de comida
Procurando o Deus da vida.
E as pessoas pouco se importam
O nariz logo entortam
E vão comemorar
“Esse natal” sem nada partilhar.
Eu penso: que tipo é esse de natal só de shoppings e compras, sem nenhuma
irmandade?
Esse não é o Natal de verdade.
De dinheiro a gastança,
De alimentos a comilança.
E onde fica o lindo e maravilhoso bebê da manjedoura?
Ele deveria ser a coroa,
O centro dessa festa. Ele que com seu jeito manso e carinhoso
Plantou sonhos e gotas de um mundo mais zeloso, de um ser humano mais
bondoso.
Vamos nos encontrar com Jesus Cristo, filho de José e de Maria, nascido
humildemente entre os animais
Mas contente, pois para ele tanto faz.
Não importam as coisas materiais,
Mas sim os bens espirituais, as amizades e as sementes de justiça e de paz.
Vamos deixar ele plantar essa semente em nós, a reguemos, e deixemos ela
florescer
Ela crescer, para que no céu e até mesmo na terra nós possamos colher.
Que esse natal seja diferente
Não sejamos um consumidor demente.
Sejamos um cristão consciente, vivamos de maneira descente.
Festejemos o natal como um marco: o marco do homem que dividiu a história da
humanidade
Aquele que deixou marcas na posteridade.
Que o natal
Seja a esperança de um mundo menos desigual, um mundo sem reclamação, sem
desaforos contra Deus, um mundo de fé, um mundo em que não exista o mal.
E, por fim, que o natal...
Sirva como chave fundamental para a construção de um mundo ideal.
Amadeu Júnior

O sentido do nosso natal

Natal
Data especial
Dia angelical.
Nascimento do próprio Deus que homem se fez, se tornou
E ao mundo amou, sua vida doou e ao ser humano salvou.
Festa alegre
Nasce o grandioso, o célebre.
Criança especial
Nascida no natal.
Vem ao mundo para guiar as vias
O Messias
O Caminho, a Verdade e a Vida
Sua vinda
Foi essencial
Sem ele não haveria nenhuma celebração, nenhum natal.
Troca de presentes, sinos, renas e papai Noel
Nada disso tem sentido sem lembrar o rei do céu.
Os símbolos e a ceia têm a finalidade de levar as famílias à união,
À oração e à comunhão.
Infelizmente em nosso meio social
O sentido verdadeiro do natal
Foi, por muitos, perdido
E hoje até se encontra pelas pessoas esquecido.
A religião, a espiritualidade, a unidade, e o humilde irmão
Foram substituídos pela ganância, pelo desperdício, pela gandaia e pela exclusão.
Os pobres estão nas calçadas desprezados mendigando um prato de comida
Procurando o Deus da vida.
E as pessoas pouco se importam
O nariz logo entortam
E vão comemorar
“Esse natal” sem nada partilhar.
Eu penso: que tipo é esse de natal só de shoppings e compras, sem nenhuma
irmandade?
Esse não é o Natal de verdade.
De dinheiro a gastança,
De alimentos a comilança.
E onde fica o lindo e maravilhoso bebê da manjedoura?
Ele deveria ser a coroa,
O centro dessa festa. Ele que com seu jeito manso e carinhoso
Plantou sonhos e gotas de um mundo mais zeloso, de um ser humano mais
bondoso.
Vamos nos encontrar com Jesus Cristo, filho de José e de Maria, nascido
humildemente entre os animais
Mas contente, pois para ele tanto faz.
Não importam as coisas materiais,
Mas sim os bens espirituais, as amizades e as sementes de justiça e de paz.
Vamos deixar ele plantar essa semente em nós, a reguemos, e deixemos ela
florescer
Ela crescer, para que no céu e até mesmo na terra nós possamos colher.
Que esse natal seja diferente
Não sejamos um consumidor demente.
Sejamos um cristão consciente, vivamos de maneira descente.
Festejemos o natal como um marco: o marco do homem que dividiu a história da
humanidade
Aquele que deixou marcas na posteridade.
Que o natal
Seja a esperança de um mundo menos desigual, um mundo sem reclamação, sem
desaforos contra Deus, um mundo de fé, um mundo em que não exista o mal.
E, por fim, que o natal...
Sirva como chave fundamental para a construção de um mundo ideal.
Amadeu Júnior

"NATAL"

"NATAL"
Natal tempo de esperança;
Oportunidade de salvação;
E busca de conversão;
A quem almeja a paz e união.

Natal tempo de compartilhar;


E seu irmão abraçar;
Para assim o amparar;
E nunca se desanimar.

Natal não só se troca presentes;


Mas sim se faz presente
Na vida de seu irmão;
Aquecendo seu coração.

Natal é Jesus que chegou;


Misericordioso nos tocou;
Grandioso foi seu nascimento;
Para nos ungir ao crescimento.

Autora: Vera Lúcia Patriarcha (direitos Autorais Reservado a Autora)


Vera Patriarcha

Natal Abençoado

Nasceu Jesus ! Nasceu Jesus !


Anunciam os Anjos Redentores ,
Tocando suas trompetes sagradas ,
Aclamando o Salvador Divino ,
Lembrando que é tempo de Paz e Amor

Alegria , Compreensão e Amor ,


Bálsamos de Alivio de Força e de Paz ,
Esperança de Serenidade nos caminhos da vida ,
Natal é pureza de coração ,
Compartilhando Compreensão , Inteligencia e Razão .
O Mundo estende a mão à procura de bênçãos ,
A voz dos sinos invoca a Fé renovadora ,
Dando Paz , Força e Coragem
Oblação Divina , (Abençoado Natal . )
compiegne

Felizes A Comemorar

Este dia é a data tão preciosa


A alegria esta em cada lugar
Fazendo aquecer o momento na mesa
Todos felizes a comemorar
Dificilmente é esquecida essa realeza
Soltando bombas sem parar
Vibrando nosso coração
Natal é sensação
De mais uma recordação
O começo a mudar.
japones