Você está na página 1de 3

NOTA:

Área de Integração 10º Ano os materiais da disciplina encontram-se em


1.1 A construção do conhecimento ou o fogo de Prometeu www.areadeintegracao09.wordpress.com
(Ficha 05: Desejos constitutivos do humano).

Texto 1: Articulação dos elementos constitutivos do Texto 3: complementaridade dos elementos constitutivos
humano do humano
Não conseguimos pensar numa vida Os três elementos constitutivos do humano
(1)____________ que não inclua o corpo, a lucidez e a (1)_______________ entre si. Para saciar a vontade de
vontade. O ser humano é de cada vez constituído por estes alimento o corpo socorre-se da capacidade de conhecer e
três (2)____________. Cada um destes elementos tem das (2)_______________ de que a lucidez dispõe. Só
necessidades (3)____________. O (4)____________ assim ele (3)_______________ distinguir as coisas
procura naturalmente a sua satisfação no alimento, na comestíveis das não comestíveis; só desta forma pode
bebida, nas formas de sensualidade (como a arte ou a recorrer a (4)_______________ e a tecnologias que
sexualidade) e também no (5)____________, ou seja, na transformem os alimentos crus em alimentos cozinhados.
capacidade de determinar a vida dos outros. A Quando o alimento começa a escassear, o corpo recorre à
(6)____________ procura naturalmente não só a resposta vontade para que esta accione os meios que lhe permitam
para as suas curiosidades, mas também a resposta a resolver os (5)_______________ associados à falta de
perguntas tão fundamentais para a existência humana alimento. A (6)_______________ também se serve do
como: “Onde estou? De onde vim? Para onde vou? O que corpo e da vontade. Serve-se do corpo não só para as suas
é que me está a fazer falta?” A (7)____________ por sua (7)_______________ académicas, mas também para tomar
vez é a faculdade de avaliar e escolher o que é melhor para conhecimento das coisas do dia a dia como, por exemplo,
mim. É por ela que (8)____________ aquilo que quero e quando se serve das capacidades de (8)_______________
em quem me quero tornar. Em última instância vontade é a (a visão, a audição, o tacto, o olfacto e o gosto). Serve-se
capacidade que (9)____________ a existência humana. da vontade para decidir o que é melhor
Assim podemos dizer que cada um destes elementos da (9)_______________ e o que é de cada vez prioritário que
(10)____________ humana contém um desejo se saiba. A (10)_______________, por sua vez, serve-se
fundamental, a saber, o corpo tem vontade de do corpo para se tornar real no mundo e da lucidez para
(11)____________; a lucidez tem vontade de conhecer os melhores fins e os melhores meios.
(12)____________; a vontade tem vontade de
(13)____________. complementam-se investigações investigar lucidez
percepção problemas sabe técnicas teorias vontade
bem constituição corpo decido elementos
específicas lucidez normal orienta poder poder 1. Com base nos textos anteriores assinale as proposições
verdade vontade verdadeiras com um (V) e as Falsas com um (F).

Texto 2: Desejo natural de cada elemento constitutivo do 1. Nenhum dos elementos da constituição humana
humano tem um objecto para o qual se inclina.
Cada um dos três elementos constitutivos do humano está 2. O corpo inclina-se para o poder.
inclinado para o bem que lhe é (1)____________. O corpo 3. A vontade inclina-se para o bem.
quer poder, ou seja, quer coisas como a saúde, a 4. A lucidez inclina-se para a verdade.
(2)____________ de alimento, o prazer, a mobilidade 5. A vontade é uma faculdade capaz de fazer
desimpedida e de uma forma geral a posse dos bens e dos avaliações.
meios que possam satisfazer estas suas necessidades. A 6. A vontade não toma decisões.
lucidez quer (3)____________ verdadeiro, isto é, tudo 7. As vontades de poder, verdade e bem
aquilo que lhe permita perceber em que situação se complementam-se.
encontra, aquilo que lhe faz falta e como pode servir-se e 8. As vontades de poder, bem e verdade nunca se
transformar as coisas que se encontram à sua disposição. A complementam.
vontade quer o bem, ou seja, a vontade é uma capacidade 9. A vontade de precisa do corpo e da lucidez para
de (4)____________ o melhor e o pior para mim. se satisfazer.
Enquanto tal, a vontade avalia o que é melhor para o meu 10. O corpo é dotado de órgãos de percepção como os
(5)____________ e aquilo que é melhor para satisfazer as ouvidos, os olhos e o nariz.
necessidades do meu ego. É por intermédio dela que temos
o gosto natural de sermos tratados com justiça e sentimos
(6)____________ quando o não somos.

avaliar conhecimento desgosto ego próprio


saciedade
2. Preencha as seguintes palavras-cruzadas com 3. Responda às seguintes questões:
vocabulário e conceitos dos textos. 3.1. Qual é e como se caracteriza cada um dos
objectos das três inclinações constitutivas do
humano?
3.2. A partir de um exemplo explique como se
complementam entre si as três inclinações
humanas.

Horizontais
2. Objecto desejado pela vontade.
7. Elemento da constituição humana que se caracteriza
por ser um continente de órgãos vitais, ossos e músculos.
8. Fenómeno pelo qual se expressa a nossa vontade de
saber algo e que nos leva naturalmente a investigar o que
é.
9. Elemento da constituição humana que avalia a
realidade e toma decisões em direcção ao que julga ser
melhor.
11. Processo natural de tomar conhecimento dos objectos
(acontecimentos ou coisas) por intermédio dos órgãos
sensoriais (olhos, ouvidos, nariz etc.).
13. Ser que é constituído por corpo, lucidez e vontade.

Verticais
1. Sentimento que temos quando nos acontece qualquer
coisa de que não gostamos.
3. É a aplicação prática do conhecimento teórico, ou seja,
é a aplicação organizada dos nossos conhecimentos com
vista à produção de algo ou à resolução de um problema.
4. Objecto do desejo da lucidez.
5. Objecto da vontade do corpo.
6. Elemento da constituição humana que se caracteriza
por doar inteligibilidade à realidade.
10. Conhecimento ou visão mais ou menos organizada
que nos permite saber o que são e como funcionam as
coisas. É também um instrumento que permite prever as
consequências dos acontecimentos.
12. Palavra sinónima de "eu".
NOTA:
Área de Integração 10º Ano os materiais da disciplina encontram-se em
1.1 A construção do conhecimento ou o fogo de Prometeu www.areadeintegracao09.wordpress.com
(Ficha 05: Desejos constitutivos do humano).

lucidez também se serve do corpo e da vontade. Serve-se


do corpo não só para as suas investigações académicas,
Texto 1: Articulação dos elementos constitutivos do mas também para tomar conhecimento das coisas do dia a
humano dia como, por exemplo, quando se serve das capacidades
Não conseguimos pensar numa vida normal que de percepção (a visão, a audição, o tacto, o olfacto e o
não inclua o corpo, a lucidez e a vontade. O ser humano é gosto). Serve-se da vontade para decidir o que é melhor
de cada vez constituído por estes três elementos. Cada um investigar e o que é de cada vez prioritário que se saiba. A
destes elementos tem necessidades específicas. O corpo vontade, por sua vez, serve-se do corpo para se tornar real
procura naturalmente a sua satisfação no alimento, na no mundo e da lucidez para conhecer os melhores fins e os
bebida, nas formas de sensualidade (como a arte ou a melhores meios.
sexualidade) e também no poder, ou seja, na capacidade de
determinar a vida dos outros. A lucidez procura
naturalmente não só a resposta para as suas curiosidades,
mas também a resposta a perguntas tão fundamentais para
a existência humana como: “Onde estou? De onde vim?
Para onde vou? O que é que me está a fazer falta?” A
vontade por sua vez é a faculdade de avaliar e escolher o
que é melhor para mim. É por ela que decido aquilo que
quero e em quem me quero tornar. Em última instância
vontade é a capacidade que orienta a existência humana.
Assim podemos dizer que cada um destes elementos da
constituição humana contém um desejo fundamental, a
saber, o corpo tem vontade de poder; a lucidez tem
vontade de verdade; a vontade tem vontade de bem.

Texto 2: Desejo natural de cada elemento constitutivo do


humano
Cada um dos três elementos constitutivos do
humano está inclinado para o bem que lhe é próprio. O
corpo quer poder, ou seja, quer coisas como a saúde, a
saciedade de alimento, o prazer, a mobilidade desimpedida
e de uma forma geral a posse dos bens e dos meios que
possam satisfazer estas suas necessidades. A lucidez quer
conhecimento verdadeiro, isto é, tudo aquilo que lhe
permita perceber em que situação se encontra, aquilo que
lhe faz falta e como pode servir-se e transformar as coisas
que se encontram à sua disposição. A vontade quer o bem,
ou seja, a vontade é uma capacidade de avaliar o melhor e
o pior para mim. Enquanto tal, a vontade avalia o que é
melhor para o meu ego e aquilo que é melhor para
satisfazer as necessidades do meu ego. É por intermédio
dela que temos o gosto natural de sermos tratados com
justiça e sentimos desgosto quando o não somos.

Texto 3: complementaridade dos elementos constitutivos


do humano
Os três elementos constitutivos do humano
complementam-se entre si. Para saciar a vontade de
alimento o corpo socorre-se da capacidade de conhecer e
das teorias de que a lucidez dispõe. Só assim ele sabe
distinguir as coisas comestíveis das não comestíveis; só
desta forma pode recorrer a técnicas e a tecnologias que
transformem os alimentos crus em alimentos cozinhados.
Quando o alimento começa a escassear, o corpo recorre à
vontade para que esta accione os meios que lhe permitam
resolver os problemas associados à falta de alimento. A