Você está na página 1de 24

SUMÁRIO

1.1.1.1. IntroduçãoIntroduçãoIntroduçãoIntrodução

2.2.2.2. TensãoTensãoTensãoTensão elétricaelétricaelétricaelétrica

3.3.3.3. CorrenteCorrenteCorrenteCorrente elétricaelétricaelétricaelétrica

4.4.4.4. ResistênciaResistênciaResistênciaResistência elétricaelétricaelétricaelétrica

5.5.5.5. ExemploExemploExemploExemplo dededede circuitocircuitocircuitocircuito elétricoelétricoelétricoelétrico

6.6.6.6. TabelaTabelaTabelaTabela dededede PrefixosPrefixosPrefixosPrefixos SISISISI

7.7.7.7. ExercíciosExercíciosExercíciosExercícios propostospropostospropostospropostos

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
2

1. INTRODUÇÃO

A
A
B
B

Corpos Condutores Neutros

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
3

1. INTRODUÇÃO

Nível de Equilíbrio

A
A
B
B
A B
A
B

Corpos Condutores Neutros

Analogia Hidráulica

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
4

1. INTRODUÇÃO

1. INTRODUÇÃO Corpos Carregados sem contato físico Analogia Hidráulica T E N S Ã O ,
1. INTRODUÇÃO Corpos Carregados sem contato físico Analogia Hidráulica T E N S Ã O ,
1. INTRODUÇÃO Corpos Carregados sem contato físico Analogia Hidráulica T E N S Ã O ,

Corpos Carregados sem contato físico

Analogia Hidráulica

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
5

1. INTRODUÇÃO

1. INTRODUÇÃO Corpos Carregados ligados por um fio condutor Analogia Hidráulica T E N S Ã
1. INTRODUÇÃO Corpos Carregados ligados por um fio condutor Analogia Hidráulica T E N S Ã

Corpos Carregados ligados por um fio condutor

Analogia Hidráulica

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
6

1. INTRODUÇÃO

1. INTRODUÇÃO Corpos Carregados ligados por um fio condutor Analogia Hidráulica T E N S Ã
1. INTRODUÇÃO Corpos Carregados ligados por um fio condutor Analogia Hidráulica T E N S Ã

Corpos Carregados ligados por um fio condutor

Analogia Hidráulica

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
7

1. INTRODUÇÃO

1. INTRODUÇÃO Corpos Carregados ligados por um fio condutor Analogia Hidráulica T E N S Ã
1. INTRODUÇÃO Corpos Carregados ligados por um fio condutor Analogia Hidráulica T E N S Ã

Corpos Carregados ligados por um fio condutor

Analogia Hidráulica

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
8

1. INTRODUÇÃO

1. INTRODUÇÃO Corpos Condutores Neutros ligados por um fio condutor Analogia Hidráulica T E N S
1. INTRODUÇÃO Corpos Condutores Neutros ligados por um fio condutor Analogia Hidráulica T E N S

Corpos Condutores Neutros ligados por um fio condutor

Analogia Hidráulica

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
9

1. INTRODUÇÃO

NoNoNoNo modelomodelomodelomodelo hidráulicohidráulicohidráulicohidráulico podemospodemospodemospodemos observarobservarobservarobservar que:que:que:que:

somentesomentesomentesomente haveráhaveráhaveráhaverá vazãovazãovazãovazão sesesese houverhouverhouverhouver desníveldesníveldesníveldesnível entreentreentreentre AAAA eeee BBBB,,,, eeee aaaa torneiratorneiratorneiratorneira estiverestiverestiverestiver aberta;aberta;aberta;aberta; sesesese aaaa torneiratorneiratorneiratorneira estiverestiverestiverestiver abertaabertaabertaaberta emememem umaumaumauma posiçãoposiçãoposiçãoposição fixa,fixa,fixa,fixa, aaaa vazãovazãovazãovazão dededede águaáguaáguaágua seráseráseráserá proporcionalproporcionalproporcionalproporcional aoaoaoao desníveldesníveldesníveldesnível entreentreentreentre AAAA eeee B;B;B;B; paraparaparapara umumumum dadodadodadodado desníveldesníveldesníveldesnível inicialinicialinicialinicial entreentreentreentre AAAA eeee B,B,B,B, aaaa vazãovazãovazãovazão dededede águaáguaáguaágua seráseráseráserá proporcionalproporcionalproporcionalproporcional àààà posiçãoposiçãoposiçãoposição dededede aberturaaberturaaberturaabertura dadadada torneira.torneira.torneira.torneira.

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
10

1. INTRODUÇÃO

Analogia entre os modelos Hidráulico e Elétrico

Grandeza Hidráulica

Grandeza Elétrica

Moléculas de água Nível Diferença de nível Vazão Abertura da torneira

Elétrons Potencial Diferença de potencial Corrente Condutância

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
11

2. TENSÃO ELÉTRICA

•Diferença de potencial (d.d.p.) entre 2 pontos;

•Unidade: V (volt);

•Representação: E, v(t), e(t)

•Gerador elétrico = fonte de tensão = mantém a tensão entre 2 pontos independente da carga que foi conectada

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
12

2. TENSÃO ELÉTRICA

Símbolos (fontes de tensão)

+ + E _
+
+
E
_
2. TENSÃO ELÉTRICA Símbolos (fontes de tensão) + + E _ + v(t) _ DC ou
+ v(t) _
+
v(t)
_
DC ou CC (contínua) AC ou CA (alternada) Dependente do tempo T E N S
DC ou CC
(contínua)
AC ou CA
(alternada)
Dependente
do tempo
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
13

3. CORRENTE ELÉTRICA

•Movimento ordenado de cargas elétricas; •Unidade: A (ampère); •Representação: I, i(t), i •Símbolos:

+

I

-

•Representação: I, i(t), i •Símbolos: + I - T E N S Ã O , C
T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
14

3. CORRENTE ELÉTRICA

DefiniçãoDefiniçãoDefiniçãoDefinição matemáticamatemática:matemáticamatemática:::

i ( t ) =

q

t

i(t) = intensidade da corrente elétrica ao longo do tempo [A]; q(t) = Carga elétrica de um corpo ao longo do tempo [C].

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
15

3. CORRENTE ELÉTRICA

Convenção: “Corrente Elétrica = fluxo de cargas positivas (lacunas)”

Na realidade: “Corrente Elétrica = fluxo de cargas negativas (elétrons)”

Elétrica = fluxo de cargas negativas (elétrons)” T E N S Ã O , C O
T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
16

4. RESISTÊNCIA ELÉTRICA

OposiçãoOposiçãoOposiçãoOposição quequequeque umumumum condutorcondutorcondutorcondutor ofereceofereceofereceoferece àààà passagempassagempassagempassagem dededede correntecorrentecorrentecorrente elétrica;elétrica;elétrica;elétrica; DependeDependeDependeDepende dasdasdasdas dimensõesdimensõesdimensõesdimensões eeee dadadada naturezanaturezanaturezanatureza dodododo materialmaterialmaterialmaterial quequequeque compõecompõecompõecompõe oooo condutor;condutor;condutor;condutor;

Unidade:

Unidade:

Unidade:

Unidade:

Representação:Representação:Representação:Representação: RRRR ÉÉÉÉ oooo opostoopostoopostooposto dadadada condutividadecondutividadecondutividadecondutividade elétricaelétricaelétricaelétrica (G),(G),(G),(G), aaaa qualqualqualqual éééé dadadadadadadada emememem SiemensSiemensSiemensSiemens (S).(S).(S).(S).

(ohm);

(ohm);

(ohm);

(ohm);

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
17

5. Associação de resistores

Associação de resistores em série:

I

de resistores Associação de resistores em série: I + V 1 - + V 2 -

+ V 1 -

+ V 2 -

+ V N -

R 1 R 2 R N V Tensão, Corrente e Resistência 1 8
R 1
R 2
R N
V
Tensão, Corrente e Resistência
1 8

Associação de resistores em paralelo:

I

+ + I 1 R V I 2 R 1 2 V _ _
+
+
I 1
R
V
I 2
R
1
2 V
_
_
R N
R N

+

V

_

de resistores em paralelo: I + + I 1 R V I 2 R 1 2

I

I N

Tensão, Corrente e Resistência 1 9
Tensão, Corrente e Resistência
1 9

5. EXEMPLO DE CIRCUITO ELÉTRICO

+ t = 0 segundos R E T E N S Ã O , C
+
t = 0 segundos
R
E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
20

5. EXEMPLO DE CIRCUITO ELÉTRICO

I

Lei

E

de

=

R

Ohm

I

DE CIRCUITO ELÉTRICO I Lei E de = R ⋅ Ohm I + E I =
DE CIRCUITO ELÉTRICO I Lei E de = R ⋅ Ohm I + E I =
+ E I = R R E T E N S Ã O , C
+
E
I =
R
R
E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
21

6. POTÊNCIA ELÉTRICA

Potência é a variação da energia (liberada ou absorvida) em função da variação do tempo;

UnidadeUnidade:UnidadeUnidade::: Watts (W);

RepresentaçãoRepresentação:RepresentaçãoRepresentação::: P, p(t);

EquacionamentoEquacionamento:EquacionamentoEquacionamento:::

= . = = .

= . = = . T E N S Ã O , C O R R
= . = = . T E N S Ã O , C O R R
T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
22

7. TABELA DE PREFIXOS DO SI

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
23

8. EXERCÍCIOS PROPOSTOS

1)Faça as seguintes conversões:

( )82.000Ω a em k Ω; ( )0,028 b A em mA ( )4.783 c
( )82.000Ω
a
em
k
Ω;
( )0,028
b
A
em
mA
( )4.783
c
V
em
kV

2)Se dois resistores apresentam 1mS e 2uS de condutância, quais são as suas resistências?

3)Dois resistores em série (R 1 = 3ke R 2 = 1,5k) são alimentados por uma bateria de 9V DC. Calcule a corrente total nesse circuito e a queda de tensão em cada resistor.

T E N S Ã O , C O R R E N T E
T E N S Ã O ,
C O R R E N T E
E
R E S I S T Ê N C I A
24