Você está na página 1de 25

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA


INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE
MINAS GERAIS CAMPUS MUZAMBINHO

EDITAL

PROCESSO SELETIVO / VESTIBULAR DOS CURSOS


TÉCNICOS E SUPERIORES

2º SEMESTRE 2009

INSTITUTO FEDERAL SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MUZAMBINHO


Caixa Postal- 02 Bairro Morro Preto - CEP 37.890-000 - Muzambinho - MG
Telefone: (35) 3571-1529
Fax: (35) 3571-1529
Home Page: www.eafmuz.gov.br
e-mail: eafmuz@eafmuz.gov.br
APRESENTAÇÃO

Este Edital tem como finalidade proporcionar ao candidato do Processo


Seletivo / Vestibular para os Cursos do Instituto Federal de Educação,
Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais Campus Muzambinho
o conhecimento das normas do concurso.
Sua leitura cuidadosa é imprescindível para o esclarecimento de
todas as etapas a serem cumpridas.
Para melhores esclarecimentos, disponibiliza-se o contato pelo
telefone – 0XX (35) 3571-1529 (ramal – 213), pelo e-mail
eafmuz@eafmuz.gov.br ou pessoalmente, na Secretaria Escolar.

Comissão Responsável pelo Processo Seletivo / Vestibular

2
DIRETOR GERAL
Professor Luiz Carlos Machado Rodrigues

DIRETORA DO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL


Professora Valéria de Rezende Pereira

DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO


Antônio Carlos Guida

COORDENADORA GERAL DE ENSINO


Professora Sandra Helena Miranda

CHEFE DA SEÇÃO DE INTEGRAÇÃO ESCOLA-COMUNIDADE


Professor Fausto Figueiredo Vieira

COORDENADOR/A DO CURSO TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA


Márcio Maltaroli Quidá / Ariana Vieira Silva

COORDENADOR DO CURSO TÉCNICO EM AGROINDÚSTRIA


Evane Silva

COORDENADORA DOS CURSOS TÉCNICO EM INFORMÁTICA, TÉCNICO EM


ENFERMAGEM E SUAS ESPECIALIZAÇÕES TÉCNICAS
Adélia Paulino

COORDENADORA DO CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO


Professora Elisângela Silva

COORDENADOR DOS CURSOS TÉCNICO EM ALIMENTOS E TÉCNICO EM


EDIFICAÇÕES - PROEJA
Marcelo Antônio Morais

COORDENADORA DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM


CAFEICULTURA
Professora Anna Lygia de Rezende Maciel

COORDENADOR DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO


Gustavo José da Silva

COORDENADORA DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS


Cristiane Fortes Gris

COORDENADORA DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CAFEICULTURA


SUSTENTÁVEL
Luciana Maria Vieira Lopes Mendonça

COORDENADORA DOS CURSOS DE EXTENSÃO


Professora Rosângela de Assis Lopes Rodrigues

3
Prezado Candidato.

O ingresso de novos alunos em nossa Instituição é um fato de


grande importância para o Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia do Sul de Minas Gerais Campus Muzambinho, pois temos
oportunidade de concretizar o nosso primordial objetivo institucional,
preparar um cidadão com consciência crítica, apto a atuar de forma ativa
na sociedade e competente para o mercado de trabalho e de produção.
Nosso desejo é que você seja bem sucedido no Processo Seletivo/
Vestibular e que se torne um de nossos alunos.

Prof. Luiz Carlos Machado Rodrigues


Diretor Geral

4
SUMÁRIO

1. Dos Cursos, das Vagas e da Duração dos Cursos ............................................................ 6

2. Do Horário das Aulas .............................................................................................................7

3. Da Inscrição ........................................................................................................................... 7

4. Do Comprovante da Inscrição ............................................................................................ 10

5. Do Local, da Data e do Horário de Realização das Provas ............................................ 10

6. Das Condições de Realização das Provas ........................................................................ 10

7. Das provas, do Número de Questões e da Pontuação Máxima ...................................... 11

8. Da Prova de Redação .......................................................................................................... 12

9. Da Classificação Final e do Resultado Oficial .................................................................. 13

10. Do Critério de Desempate ................................................................................................. 14

11. Dos Recursos ................................................................................................................... 14

12. Da Matrícula ....................................................................................................................... 15

13. Dos Documentos Exigidos para a Matrícula ................................................................... 16

14. Do regime ........................................................................................................................... 16

15. Das Vagas para o Regime de Internato ........................................................................... 17

16. Das Contribuições Anuais ................................................................................................ 17

17. Do Preço Público (Internato e Semi-internato) ............................................................... 18

18. Do Pagamento do Preço Público (Internato e Semi-internato) ..................................... 18

19. Dos Excedentes ................................................................................................................. 19

20. Dos Materiais Didáticos .................................................................................................... 19

21. Do Uniforme ....................................................................................................................... 19

22. Do Enxoval para Alunos Internos .................................................................................... 19

23. Do Início das Aulas ........................................................................................................... 20

24. Das Normas Aplicáveis ..................................................................................................... 20

25. Das Disposições Finais .................................................................................................... 20

Anexo I - Requerimento de Matrícula .................................................................................... 22

Anexo II - Termo de Compromisso ........................................................................................ 23

Quadro de Datas ..................................................................................................................... 25

5
Edital do Processo Seletivo para os cursos Técnicos e Superiores.

O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E


TECNOLOGIA SUL DE MINAS GERAIS CAMPUS MUZAMBINHO, faz saber aos
interessados que, no período de 05 de maio a 30 de junho de 2009, estarão abertas as
inscrições para o Processo Seletivo / Vestibular para ingresso no 2º semestre letivo de 2009
dos cursos TÉCNICOS e SUPERIORES.
O Processo Seletivo / Vestibular será classificatório e realizado em uma única
etapa de prova.

1. Dos Cursos, das Vagas e da Duração dos Cursos.

Nº. de
Cursos Duração Período
vagas
Técnico em Agropecuária 40 1 ano e meio Diurno
Técnico em Informática 30 1 ano e meio Noturno
Técnico em Enfermagem 40 1 ano e meio Noturno
Técnico em Segurança do Trabalho 40 1 ano e meio Noturno
Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho 30 6 meses Noturno
Especialização Técnica em Cuidador de Idosos 30 6 meses Noturno
Superior de Tecnologia em Cafeicultura 40 3 anos Noturno
Ciência da Computação 30 4 anos Noturno
Ciências Biológicas Licenciatura (Bacharelado*) 30 3 anos Noturno
Pós-graduação em Cafeicultura Sustentável 20 1 ano e meio Noturno/Diurno
Técnico em Enfermagem – Capetinga 35 1 ano e meio Noturno
Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho – Botelhos 30 6 meses Noturno

5% das vagas dos Cursos estão reservadas a candidatos com alguma deficiência comprovada.
50% das vagas dos Cursos Superiores serão destinadas aos candidatos que optarem pela composição da nota do
vestibular com a classificação do Enem.

* Ao final de 3 anos o aluno obterá o diploma de Licenciado em Ciências Biológicas,


com opção de cursar o 4º ano para obter o diploma de Bacharel em Ciências
Biológicas.

1.1. Cursos Técnicos Subseqüentes (Pós-médio).


1.2.1. Para candidatos com o Ensino Médio completo ou que estejam cursando a 2ª série do
Ensino Médio, simultaneamente, EM OUTRA ESCOLA (concomitância externa).

1.2. Cursos de Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho e em Cuidador de


Idoso.
1.2.1. Para candidatos com o Curso Técnico em Enfermagem concluído.

1.3. Cursos Superiores de Tecnologia em Cafeicultura, Ciência da Computação e


Ciências Biológicas.
1.3.1. Para candidatos que tenham concluído o Ensino Médio ou equivalente.

1.4. Curso de Pós-graduação em Cafeicultura Sustentável.

1.5. Segunda Opção.


1.5.1. O candidato terá oportunidade de fazer uma segunda opção de curso, indicada no
campo próprio da Ficha de Inscrição, exceto para o curso Superior e para os cursos de
Especialização.

1.5.2. Para a classificação final do candidato, será considerada a primeira opção do curso
escolhido, mencionada na Ficha de Inscrição. A segunda opção somente será considerada
na chamada de candidatos excedentes, nas respectivas vagas não preenchidas (item 1),
respeitando a classificação geral.

6
1.5.3. A escolha da segunda opção deverá ser feita no momento da inscrição, não
podendo ser alterada posteriormente, em hipótese alguma.

1.6. Vagas.
1.6.1. Os cursos oferecidos pelo Instituto só acontecerão caso haja um número de
inscritos suficiente para formação de turma.

2. Do Horário das Aulas

2.1. Curso Técnico em Agropecuária Subseqüente (Pós-médio).


O curso Técnico em Agropecuária Subseqüente (Pós-médio) será ministrado de
segunda a sexta-feira, em período integral, com aulas de manhã e à tarde.

2.2. Cursos Técnicos em Informática, em Enfermagem, em Segurança do Trabalho


Subseqüentes (Pós-médio).
Os cursos técnicos em Informática, em Enfermagem e em Segurança do Trabalho
serão ministrados de segunda a sexta-feira, no período da noite.

2.3. Cursos de Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho e em Cuidador de


Idosos.
Os cursos de Especialização Técnica serão ministrados de segunda a sexta-feira, no
período da noite.

2.4. Cursos Superiores de Tecnologia em Cafeicultura, Ciência da Computação e


Ciências Biológicas.
Os cursos Superiores de Tecnologia em Cafeicultura, Ciência da Computação e
Ciências Biológicas para a turma que ingressar na Escola no 2º semestre de 2009, serão
ministrados de segunda a sexta-feira, dentro do período noturno no horário das 19:00 às
23:00.

2.5. Curso de Pós-graduação em Cafeicultura Sustentável.


O curso de Pós-graduação em Cafeicultura Sustentável será ministrado às sextas-
feiras, das 19:00 às 23:00 e aos sábados, durante o dia.

3. Da Inscrição

3.1. Período de Inscrição: 05 de maio a 30 de junho de 2009.

3.2. Taxa de inscrição.


R$ 25,00 (vinte e cinco reais) – Cursos Técnicos e de Especialização Técnica.
R$ 45,00 (quarenta e cinco reais) – Cursos Superiores e Pós-graduação.

3.3. Documentos exigidos para a Inscrição.

a) Cadastro de Pessoa Física (CPF) – Próprio ou do Responsável. (usar o mesmo


número do CPF na inscrição e no pagamento do boleto da Taxa de Inscrição).
b) Se estrangeiro, os documentos válidos são: Carteira de Estrangeiro ou
passaporte visado.

3.4. A inscrição para o Processo Seletivo deverá ser feita via Internet.
3.4.1. O Instituto disponibilizará na secretaria Escolar, computador para candidatos que não
tenham acesso à Internet.

3.4.2. Procedimentos para a Inscrição:


a) Acessar a página do Instituto www.eafmuz.gov.br, acessar o link “Vestibular” (lado

7
esquerdo da página). Após ler atentamente as “Orientações de Inscrição”, acessar o link
“Inscrições” e preencher todos os campos obrigatórios apresentados na Ficha de Inscrição.
b) O candidato deverá imprimir o boleto bancário da Taxa de Inscrição (acesse o link
“Imprimir Boleto”), no valor de R$ 25,00 para os cursos Técnicos e R$ 45,00 para os cursos
Superiores e Pós-graduação e pagá-lo em qualquer agência bancária, até a data
assinalada no mesmo.
c) Após comprovação do pagamento da Taxa de Inscrição, informada pela agência
bancária, o candidato deverá imprimir o “Comprovante Definitivo de Inscrição”.
Caso não consiga imprimi-lo em até cinco dias úteis, antes da data programada para
realização das provas, o candidato deverá comunicar-se com o Instituto pelo endereço
eletrônico eafmuz@eafmuz.gov.br ou entrar em contato com a Secretaria Escolar pelo
telefone (35) 3571 – 1529, ramal 213, no horário de 7:30 às 10:30 e de 13:30 às 16:00, para
as devidas providências ou apresentar-se, no dia da prova, com o boleto da Taxa de
Inscrição quitado e autenticado.
O não pagamento da Taxa de Inscrição, até a data assinalada no boleto, e/ou
apenas o comprovante de “Agendamento de Pagamento” IMPEDEM A EFETIVAÇÃO DA
INSCRIÇÃO DO CANDIDATO.
Serão de inteira responsabilidade do candidato as informações prestadas na Ficha
de Inscrição, bem como a efetivação do pagamento do boleto da Taxa de Inscrição. A
inscrição só será efetivada após o pagamento, respeitado o prazo determinado.

3.4.3. Inscrição na Secretaria Escolar: Dirigir-se à Secretaria do Instituto Federal Sul de


Minas Gerais Campus Muzambinho, de segunda-feira a sexta-feira, no horário de 07:30 às
10:30 e no horário de 13:30 às 16:00, para que seja efetuada a inscrição, obedecendo às
informações do item 3.4.2 deste Edital.

3.4.4. Os procedimentos para a inscrição no Processo Seletivo do curso de Pós-graduação


em Cafeicultura Sustentável serão divulgados no site do Instituto, no dia 07 de maio.

3.5. Redução da Taxa de Inscrição.


3.5.1. O candidato poderá pleitear junto à Comissão Responsável pelo Processo Seletivo /
Vestibular, através de requerimento próprio, a redução da Taxa de Inscrição, no período de
05 a 22 de maio de 2009.

3.5.2. Os pedidos de redução da Taxa de Inscrição, enviados através dos Correios, serão
válidos, se estiverem dentro do período acima previsto, observada a data de postagem.

3.5.3. Para solicitar redução da Taxa de Inscrição, o candidato deverá dirigir-se à Comissão
Responsável pelo Processo Seletivo / Vestibular, em formulário próprio, obtido na Secretaria
do Instituto Federal Sul de Minas Gerais Campus Muzambinho e anexar a seguinte
documentação:
a) Requerimento de inscrição, devidamente preenchido e assinado.
b) Declaração de ausência de renda de trabalho de todos os membros da família com
mais de 18 anos que não exerçam atividade de trabalho remunerado (inclusive
aposentados e pensionistas), devidamente preenchida e assinada, conforme
documento de identidade.
c) Comprovante de rendimento de todos os membros da família que exerçam
atividades remuneradas e/ou recebam qualquer tipo de benefício. No caso de
produtores rurais, profissionais autônomos ou de atividade informal,
declaração de renda média mensal, devidamente preenchida e assinada,
conforme documento de identidade.
d) Cópia completa da última declaração de imposto de renda de todos os membros da
família obrigados a declarar.
e) Comprovante de matrícula ou mensalidade escolar dos membros da família com
mais de 18 anos que não apresentam comprovante de renda de trabalho ou
benefícios e sejam estudantes.
f) Cópia da certidão de nascimento de todos os membros da família com idade igual ou

8
inferior a 18 anos.
g) Cópia de documento de identidade, que contenha assinatura e foto, de todos os
membros da família com idade superior a 18 anos.
h) Cópia da certidão de casamento ou termo de separação judicial dos pais e/ou
candidato.
i) Cópia de certidão de óbito, no caso de pais falecidos.
j) Comprovante de residência de avós e/ou outros parentes que residam com o
candidato e sua família.
k) Comprovante de despesas com aluguel ou amortização de casa própria.
l) Comprovante de despesas com mensalidades escolares.
m) Comprovante de despesas com medicamentos de uso prolongado (receita médica e
nota de farmácia com valores especificados) e/ou despesas com deficientes físicos
ou mentais.
Obs.: A documentação apresentada não será devolvida.

3.5.4. Após a avaliação dos pedidos de redução da Taxa de Inscrição, a Comissão


Responsável pelo Processo Seletivo / Vestibular divulgará, no dia 01 de junho de 2009,
uma lista com os nomes dos candidatos contemplados com a redução da mesma. A lista
estará disponível na Secretaria do Instituto Federal Sul de Minas Gerais Campus
Muzambinho e no site www.eafmuz.gov.br.

3.5.5. O candidato que obtiver a redução da Taxa de Inscrição, solicitada no período


indicado, junto a Comissão Responsável pelo Processo Seletivo / Vestibular, terá sua
inscrição efetivada, após o preenchimento da Ficha de Inscrição e comprovante de depósito
do valor acordado, até o dia 30 de junho de 2009.

3.6. Isenção da Taxa de Inscrição.


3.6.1. Ficará isento do pagamento da Taxa de Inscrição o candidato inscrito no Cadastro
Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico, desde que na Ficha de
Inscrição conste o Número de Identificação Social – NIS, para comprovação através de
consulta ao órgão gestor.

3.7. O candidato aos cursos Superiores de Tecnologia em Cafeicultura, Ciência da


Computação ou Ciências Biológicas indicará, na Ficha de Inscrição, sua opção de Língua
Estrangeira: Inglês ou Espanhol e pela utilização do resultado da prova de Conhecimentos
Gerais do Enem. Finalizada a inscrição, o candidato que não escolher sua opção fará,
obrigatoriamente, a prova de Inglês, e não haverá possibilidade de alterações nessas
opções. As informações prestadas no requerimento de inscrição são de inteira
responsabilidade do candidato. Caso o número do Enem fornecido pelo candidato esteja
incorreto, será considerado como NÃO OPTANTE.

3.8. Em hipótese alguma, a Taxa de Inscrição será devolvida.

3.9. Candidato portador de necessidades especiais.


3.9.1. Os candidatos portadores de necessidades especiais deverão, obrigatoriamente,
informar e comprovar sua condição através de atestado ou declaração médica recente, junto
à Comissão Responsável pelo Processo Seletivo / Vestibular - no prazo máximo do
encerramento da inscrição, por e-mail, fax ou pessoalmente - e informar ainda as
condições especiais de que necessita para a realização das provas. Na ausência de
comprovação, o candidato não terá assegurado o atendimento necessário.

3.10. O candidato com impedimento de outra natureza deverá, obrigatoriamente, informar a


Comissão Responsável pelo Processo Seletivo e solicitar dela sua participação no exame
de seleção em condição especial, no prazo máximo do encerramento da inscrição, por
e-mail, fax ou pessoalmente. Na ausência de comprovação, o candidato não terá
assegurado o atendimento necessário.
3.11. A declaração falsa ou inexata dos dados constantes na Ficha de Inscrição, bem como

9
a apresentação de documentos falsos ou inexatos, determinarão o cancelamento da
inscrição ou a anulação de todos os atos decorrentes, em qualquer época. O Instituto não se
responsabilizará por quaisquer atos ou fatos decorrentes de informações e/ou endereços
incorretos ou incompletos fornecidos pelo candidato.

3.12. É expressamente proibido efetuar mais de uma inscrição no Processo Seletivo /


Vestibular dos Cursos Técnicos e Superiores do Instituto Federal Sul de Minas Gerais
Campus Muzambinho.

4. Do Comprovante da Inscrição

4.1. O Comprovante Definitivo de Inscrição deverá ser mantido em poder do candidato e


apresentado no local de realização das provas, juntamente com o original da carteira de
identidade (RG). Na hipótese de perda ou roubo da carteira de identidade, o candidato
deverá apresentar registro da ocorrência em órgão policial, juntamente com outro
documento original de identificação com fotografia.

5. Do Local, da Data e do Horário de Realização das Provas

5.1. O Processo Seletivo / Vestibular será realizado no Instituto Federal Sul de Minas Gerais
Campus Muzambinho, localizado no Bairro Morro Preto, a 2,5 km da cidade de
Muzambinho/MG, próximo ao trevo da cidade.

5.2. Caso o candidato queira tomar ciência da sala de aula onde fará a prova, poderá dirigir-
se à Escola, na véspera da prova, dia 03 de julho de 2009, para obter essa informação.

5.3. Cursos Superiores


5.3.1. O Processo Seletivo / Vestibular dos Cursos Superiores será realizado no dia 04 de
julho de 2009, em dois períodos, com provas de manhã, das 8:00 às 11:00 e à tarde, das
14:00 às 17:00.

5.4. Cursos Técnicos


5.4.1. O Processo Seletivo/ Vestibular dos Cursos Técnicos será realizado no dia 04 de
julho de 2009, a partir das 13:00.

5.5. Cursos Técnicos nas Unidades de Extensão


5.5.1. O Processo Seletivo / Vestibular para o curso de Especialização Técnica em
Enfermagem do Trabalho da Unidade de Extensão de Botelhos será realizado na Escola
Municipal Isaura Vilela Brasileiro, no dia 04 de julho de 2009, a partir das 13:00.

5.5.2. O Processo Seletivo / Vestibular para o curso Técnico em Enfermagem da Unidade de


Extensão de Capetinga será realizado na Escola Municipal Horácio Faleiros, no dia 04
de julho de 2009, a partir das 13:00.

5.6. As normas específicas do Processo Seletivo para o curso de Pós-graduação em


Cafeicultura Sustentável serão divulgadas no site do Instituto, no dia 19 de maio.

6. Das Condições de Realização das Provas

6.1. O candidato deverá comparecer ao local de realização das provas, com antecedência
mínima de 60 minutos do horário fixado para seu início, munido do Comprovante Definitivo
de Inscrição, do original da Carteira de Identidade (RG).

6.2. Será permitido ao candidato portar somente água potável, em recipiente descartável,

10
durante a realização das provas. Será vedado ao candidato portar qualquer tipo de gênero
alimentício.

6.3. Durante a realização das provas, será permitido ao candidato, o uso de caneta
esferográfica de tinta azul ou preta, lápis preto nº. 2, borracha e o porte de água potável, em
recipiente descartável.

6.4. Após o horário estabelecido para o início das provas, não será permitido o acesso de
candidatos às salas de realização das mesmas.

6.5. Nas provas de múltipla escolha, não serão computadas as questões não assinaladas,
questões com mais de uma resposta, emendas ou qualquer tipo de rasura.

6.6. Durante a realização das provas, não será permitida aos candidatos a comunicação
entre si, o porte de aparelhos eletrônicos (celulares, calculadoras, etc.) e uso de materiais
de consulta.

6.7. Os candidatos deverão permanecer no local de realização das provas durante, no


mínimo, 60 minutos após o início das mesmas.

6.8. A leitura e interpretação das normas contidas no bloco de provas são de inteira
responsabilidade dos candidatos.

6.9. O gabarito e a redação somente serão válidos se realizados com caneta


esferográfica de tinta azul ou preta.

7. Das Provas, do Número de Questões, da Pontuação Máxima e do Conteúdo.

7.1. Cursos Técnicos e Ensino Médio


DISCIPLINAS Nº. DE QUESTÕES PONTOS PESOS PONTOS
Matemática 10 10 3 30
Língua Portuguesa/Literatura 10 10 3 30
Redação --- 10 4 40
TOTAL DE PONTOS --- --- --- 100

7.1.1. Para os Cursos Técnicos as provas serão constituídas de questões de múltipla


escolha de Matemática, Língua Portuguesa/Literatura e uma Redação. Os conhecimentos
de Matemática e Língua Portuguesa/Literatura serão de acordo com conteúdos do Ensino
Médio para os candidatos que já concluíram o Ensino Médio e/ou estão inscritos para os
Cursos Técnicos Subseqüentes (Pós-médio).

7.2. Cursos de Especialização Técnica

DISCIPLINAS Nº. DE QUESTÕES PESO PONTOS


Todas as disciplinas do Curso Técnico Específico 20 01 20

7.2.1. Para os Cursos de Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho e em


Cuidador de Idosos, a seleção será feita em fase única, através de prova constituída de
questões de múltipla escolha Será exigido o conteúdo de todas as disciplinas do Curso
Técnico em Enfermagem.

7.3. Cursos Superiores


7.3.1. Para o Processo Seletivo / Vestibular do Curso Superior de Tecnologia em
Cafeicultura, serão realizadas as seguintes provas, com número de questões e pontuação
máxima descritos a seguir.

11
NÚMERO DE
BLOCOS Disciplinas PONTOS
QUESTÕES
Língua Portuguesa e Literatura Brasileira 15 15
Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol) 10 10
Geografia 10 10
I História 10 10
Sociologia e Filosofia 05 05
Redação - 10
Subtotal 60 60
Matemática 10 10
Química 10 10
II Biologia 10 10
Física 10 10
Subtotal 40 40
Total 90 100

7.3.2. O conhecimento exigido nas provas dos cursos Superiores será de acordo com o
conteúdo programático do ensino médio.
7.3.3. As obras literárias indicadas para os Cursos Superiores são:
• “Memórias de um sargento de milícias” – Manuel Antônio de Almeida
• “Vidas secas” – Graciliano Ramos

7.4. Opção pela utilização do resultado da prova de conhecimentos gerais do Enem.


7.4.1. O candidato poderá optar pela utilização do resultado da prova de Conhecimentos
Gerais do Enem realizada em 2007 ou 2008, para composição da nota final, pelo seguinte
cálculo: Nota Final  nota do Enem + nota vestibular
2

7.4.2. O candidato fará a opção, no ato da inscrição, preenchendo os campos específicos


para esse fim.

7.4.3. O resultado da prova de Conhecimentos Gerais do Enem será obtido diretamente do


Inep/MEC pela Comissão Responsável pelo Processo Seletivo / Vestibular, considerando-se
o número de inscrição no Enem fornecido pelo candidato, no ato de sua inscrição ao
Processo Seletivo.

7.4.4. O candidato que optar pela utilização do resultado da prova de Conhecimentos Gerais
do Enem estará sujeito a todos os dispositivos deste Edital.

8. Da Prova de Redação

8.1. Constituição
8.1.1. Para o Processo Seletivo / Vestibular dos Cursos Técnicos, será apresentada uma
proposta de redação na modalidade de DISSERTAÇÃO, em que o candidato deverá saber
expressar uma opinião sobre o tema a ser definido pelo Instituto.

8.1.2. Para o Processo Seletivo / Vestibular dos Cursos Superiores, a prova de Redação
pretende avaliar a capacidade do candidato de pensar por escrito sobre determinado assunto, o
que implica boa capacidade de leitura e de elaboração de dados e argumentos, além de avaliar
o conhecimento da modalidade culta da língua.

8.1.3. A proposta para a prova de redação será acompanhada de pequenos textos (coletânea)
que fornecerão informações e pontos de vista relevantes sobre o tema.

8.2. Critérios de Correção da Redação

12
A Redação será avaliada segundo os seguintes critérios:
− Adequação: O conteúdo do texto deverá manter relação com o tema determinado. A fuga do
tema fará com que a redação seja anulada.
− Coerência: A capacidade do candidato de relacionar os argumentos e de organizá-los de
forma a tirar conclusões apropriadas.
− Modalidade escrita em norma padrão: Capacidade de exprimir-se de forma adequada ao
estilo escrito e formal, domínio das regras gramaticais da língua culta, do sistema ortográfico
e dos recursos de pontuação.
− Coesão: O texto deverá ser bem estruturado e coeso. Fazer uso adequado de termos na
construção das frases, bem como dos pronomes e das conjunções.

9. Da Classificação Final e do Resultado Oficial

9.1. Sistema de Cotas


9.1.1. 5% (cinco por cento) das vagas de todos os cursos do Instituto Federal Sul de Minas
Gerais Campus Muzambinho são reservadas a candidatos com algum tipo de deficiência
comprovada.

9.1.2. Nos Cursos Superiores, 50% (cinqüenta por cento) das vagas estão reservadas para
candidatos que optaram pela classificação considerando o resultado do Enem. As demais
vagas serão preenchidas de acordo com a classificação dos candidatos no Processo
Seletivo / Vestibular.

9.2. Os candidatos serão classificados por ordem decrescente de pontos alcançados no


somatório das pontuações obtidas no processo seletivo e preencherão as vagas oferecidas
até o seu limite.

9.3. Os gabaritos das provas serão publicados no site do Instituto Federal Sul de Minas
Gerais Campus Muzambinho, a partir das 10:00, do dia 06 de julho de 2009.

9.4. A Classificação Final será publicada no dia 07 de julho de 2009, no Campus e no site
do Instituto Federal Sul de Minas Gerais Campus Muzambinho, a partir das 10:00.

9.5. A Classificação Final estará sujeita a alterações por motivo de recursos previstos no
item 11.

9.6. Expirado o prazo de entrega e de análise dos recursos, será divulgado o Resultado
Oficial do Processo Seletivo.

9.7. O Resultado Oficial será publicado no dia 10 de julho de 2009, no Campus e no site
do Instituto Federal Sul de Minas Gerais Campus Muzambinho.

9.8. Sob nenhuma hipótese será fornecido pelo Instituto Federal Sul de Minas Gerais
Campus Muzambinho qualquer tipo de resultado do Processo Seletivo / Vestibular por
telefone.

9.9. Estarão convocados para a matrícula os candidatos classificados de acordo com o


número de vagas oferecidas, em conformidade com o item 1.

10. Do Critério de Desempate

10.1. Nos Cursos Técnicos


10.1.1. Em caso de empate, será classificado o candidato que:
a) obtiver maiores notas nas provas assim seqüenciadas: Redação, Língua Portuguesa/
Literatura e Matemática;

13
b) apresentar idade mais elevada;
c) for casado;
d) apresentar maior número de filhos.

10.2. Nos Cursos de Especialização Técnica


10.2.1. Em caso de empate, será classificado o candidato que:
a) apresentar idade mais elevada;
b) for casado;
c) apresentar maior número de filhos.

10.3. Nos Cursos Superiores


10.3.1. Em caso de empate, será classificado o candidato que:
a) obtiver maiores notas nas provas assim seqüenciadas: Biologia, Química,
Matemática, Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, Física, Geografia, História,
Filosofia, Sociologia, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol) e Redação;
b) apresentar idade mais elevada;
c) for casado;
d) apresentar maior número de filhos.

11. Dos Recursos

11.1. Caberá recurso do resultado, no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas, contado
da data de divulgação do gabarito.

11.2. O recurso deverá ser dirigido, através de requerimento, à Comissão Responsável pelo
Processo Seletivo / Vestibular, em primeira e única instância, devendo o requerimento ser
protocolado na Secretaria Escolar do Instituto Federal do Sul de Munas Gerais Campus
Muzambinho.

11.3. Não caberá recurso da correção de redação.

11.4. O recurso deverá ser apresentado em folhas separadas para cada questão recorrida,
com indicação do número da questão, da resposta marcada pelo candidato e da resposta
divulgada pelo, com argumentação lógica e consistente, bem como a indicação clara da
bibliografia pesquisada pelo candidato referente a cada questão.

11.5. Para cada candidato, será admitido um único recurso por questão. Não serão aceitos
recursos coletivos.

11.6. Não serão analisados os recursos que não estiverem em concordância com as
orientações do Edital.

11.7. Os recursos serão analisados no prazo de 24 (vinte e quatro) horas por uma Banca
Examinadora, que dará decisão terminativa sobre os mesmos, constituindo-se única e última
instância.

11.8. Se o resultado apresentado pela Banca Examinadora recair pela anulação de questão,
a pontuação equivalente ao valor da mesma será atribuída a todos os candidatos,
independente de terem recorrido.
11.9. Se houver alteração do gabarito oficial, por força de provimento de algum recurso, ele
será alterado e as provas serão novamente corrigidas de acordo com o novo gabarito.

11.10. Se houver alteração da classificação final, por força de provimento de algum recurso,
será feita uma reclassificação e, então, divulgado o RESULTADO OFICIAL, conforme prevê
o item 9.6.

14
11.11. Os resultados dos recursos estarão à disposição dos candidatos na Secretaria
Escolar.

12. Da Matrícula

12.1. A Matrícula do (a) candidato (a) será realizada, de acordo com os Cursos e
Cronograma abaixo.
12.1.1. A matrícula, para os cursos ministrados no Instituto Federal Sul de Munas Gerais
Campus Muzambinho, será realizada somente na data determinada, no Auditório I do
prédio pedagógico da Escola, nos horários de 8:00 às 10:30, 13:30 às 16:30 e 19:00 às
21:00.

DIA 13/07/2009 - Técnico em Segurança do Trabalho


- Superior de Tecnologia em Cafeicultura
- Ciência da Computação
- Ciências Biológicas
- Pós-graduação em Cafeicultura Sustentável

DIA 14/07/2009 - Técnico em Enfermagem


- Técnico em Informática
- Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho
- Especialização Técnica em Cuidador de Idosos
- Técnico em Agropecuária

Dia 16/07/2009 - Matrícula dos candidatos excedentes nos horários de 8:00 às


10:30, 13:30 às 16:30.

12.1.2. A matrícula para os cursos ministrados nas Unidades de Extensão de Botelhos e


Capetinga será realizada somente na data, horário e endereço determinados a seguir.

DIA 13/07/2009 – Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho


HORÁRIO – 8:00 às 11:00
LOCAL – Escola Municipal Isaura Vilela Brasileiro
Praça Gabriel Botelho, nº 130
Botelhos/MG

DIA 14/07/2009 – Técnico em Enfermagem


HORÁRIO – 16:00 às 20:00
LOCAL – Escola Municipal Horácio Faleiros
Rua Evaristo Teodoro de Souza, 220
Capetinga/MG

12.2. A Matrícula poderá ser feita por procuração, quando o (a) candidato (a) aprovado (a)
não puder comparecer ao Instituto, na data determinada.

12.3. Perderá a vaga o(a) candidato(a) que não efetuar a Matrícula na data estabelecida
pelo Instituto.

12.4. A Matrícula será efetivada, se o(a) candidato(a) apresentar TODOS os documentos


solicitados e comprovante de pagamento das Contribuições.

12.5. A matrícula será realizada de acordo com a opção do candidato, indicada na


Inscrição.

15
13. Dos Documentos Exigidos para a Matrícula

13.1. Cópia da Certidão de Nascimento.

13.2. Cópia da Carteira de Identidade.

13.3. Cópia do CPF – Cadastro de Pessoa Física.

13.4. Cópia do Título Eleitoral.

13.5. Cópia do Certificado de Alistamento Militar (CAM) – para candidato da Classe de


1991/1992.

13.6. Cópia do Certificado de Dispensa de Incorporação (CDI) - para candidato das Classes
de 1990 ou anteriores.

13.7. Documentos Escolares

Curso Cópia dos documentos


Histórico Escolar ou Comprovante de
Técnico em Agropecuária, Informática, Conclusão do Ensino Médio ou Comprovante
Enfermagem e Segurança do Trabalho. de Matrícula da 3ª Série do Ensino Médio em
outra escola.
Curso de Especialização Técnica em Comprovante de Conclusão ou Diploma do
Enfermagem do Trabalho. Curso Técnico em Enfermagem.
Curso de Especialização Técnica em Comprovante de Conclusão ou Diploma do
Cuidador de Idosos. Curso Técnico em Enfermagem.

Cursos Superiores. Comprovante de Conclusão do Ensino Médio.

13.8. 2 (duas) fotos 3x4 recentes.

13.9. Atestado médico, comprovando que o(a) candidato(a) está em boas condições físicas
e mentais e apto à pratica de Esportes e Lazer e ao desenvolvimento de atividades práticas
inerentes ao Curso.

13.10.Comprovantes de pagamento das contribuições.

13.11. Documentos preenchidos e assinados pelo(a) candidato(a) e/ou pelo pai ou


responsável que poderão ser obtidos via internet, no site www.eafmuz.gov.br (Anexo I e
Anexo II).

14. Do regime

14.1. Para os cursos TÉCNICOS, o Instituto oferece os regimes de internato, semi-


internato e externato.

14.2. O regime de INTERNATO e SEMI-INTERNATO será oferecido apenas para alunos do


sexo masculino que se matricularem no Curso Técnico em Agropecuária.
14.2.1. No regime de internato, o Instituto oferece ao aluno: alojamento, lavanderia e
refeições (café da manhã, almoço e jantar).
14.2.2. No regime de semi-internato, o Instituto oferece ao(à) aluno(a) apenas uma refeição
– almoço – e dependência com instalação sanitária, chuveiro e armário.

16
14.3. O regime de EXTERNATO será oferecido para alunos de ambos os sexos que se
matricularem em qualquer Curso, sendo OBRIGATÓRIO para aqueles dos Cursos
Técnicos Noturnos (Informática, Enfermagem, Segurança no Trabalho, Especialização
Técnica em Enfermagem do Trabalho, Especialização Técnica em Cuidador de Idosos) e
Cursos Superiores.
14.3.1. No regime de externato, o Instituto não oferece refeições, alojamento, lavanderia e
transporte. Caso o aluno queira tomar refeição (almoço) no Instituto, deverá adquirir o ticket,
com antecedência, na Cooperativa-escola.

15. Das Vagas para o Regime de Internato

15.1. As vagas oferecidas pelo Instituto para o Regime de Internato são para os alunos do
sexo masculino, do Curso Técnico em Agropecuária Subseqüente (Pós-médio): 40
vagas.

16. Das Contribuições Anuais

As Contribuições serão efetuadas conforme as seguintes observações:

16.1. Regime de Externato

16.1.1. Cursos Técnicos Noturnos (Informática, Enfermagem, Segurança no Trabalho,


Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho, Especialização Técnica em Cuidador
de Idosos) e Cursos Superiores.
Recolhimento na FAET (Fundação de Apoio à Educação Tecnológica):
R$ 3,00 – Taxa adesão à Cooperativa-escola
R$ 27,00 – Contribuição de material de expediente.
R$ 5,00 – Carteira de Estudante

16.1.2. Técnico em Informática


Recolhimento na FAET (Fundação de Apoio à Educação Tecnológica):
R$ 230,00 (referentes à contribuição de material didático que será entregue ao aluno no
início das aulas)
R$ 12,00 (aquisição de bolsa do curso)

16.1.3. Técnico em Enfermagem


Recolhimento na FAET (Fundação de Apoio à Educação Tecnológica):
R$ 65,00 (aquisição de 5 apostilas para o 1º Módulo do curso de Enfermagem).

16.1.4. Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho


Recolhimento na FAET (Fundação de Apoio à Educação Tecnológica):
R$ 65,00 (4 apostilas aquisição de apostilas).

16.2. Regime de Internato e Semi-internato

16.2.1. Técnico em Agropecuária


Recolhimento na FAET (Fundação de Apoio a Educação Tecnológica):
R$ 3,00 – Taxa adesão à Cooperativa-escola
R$ 10,00 – Contribuição de manutenção de utensílios do refeitório
R$ 27,00 – Contribuição de manutenção de material de expediente.
R$ 10,00 – Carteira de Estudante e aquisição de caneca.
R$ 135,00 – Aquisição de cinco apostilas de Informática – 03 módulos.

OBSERVAÇÃO: Todos os pagamentos relacionados acima deverão ser efetuados no

17
dia e local da matrícula.

17. Do Preço Público (Internato e Semi-internato)

17.1. Regime de Internato (Moradia e Alimentação)


R$ 540,00 / ano
À vista – R$ 500,00 ou
2 (duas) parcelas de R$ 260,00 – 1ª à vista e 2ª com 30 dias ou
4 (quatro) parcelas de R$135,00 – 1ª à vista, 2ª com 30 dias, 3ª com 60 dias e 4ª com 90
dias.

17.2. Regime de Semi-internato (Alimentação)


R$ 300,00 / ano
À vista – 280,00 ou
2 (duas) parcelas de R$150,00 – 1ª à vista e 2ª com 30 dias.

17.3. Regime de Externato


Isento

18. Do Pagamento do Preço Público (Internato e Semi-internato)

18.1. Local para o pagamento: Somente nas Agências do Banco do Brasil S/A, através de
Guia de Recolhimento Único (GRU), preenchida pelo candidato.

18.2. Impressão da GRU - Guia de Recolhimento Único


18.2.1. Entrar no Site do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais Campus Muzambinho:
www.eafmuz.gov.br, acessar a opção Imprimir GRU matrícula e, na tela seguinte, digitar o
Número da Inscrição do Exame de Seleção e preencher os valores.

18.2.2. No espaço para Valor Principal: Internato: digitar R$ 500, 00, quando o pagamento
for à vista. Quando parcelado, digitar o valor das parcelas. Em seguida, imprimir as parcelas
subseqüentes, digitando no espaço correspondente o valor das parcelas. No espaço da
data, digitar o dia do vencimento do recolhimento de cada parcela ou a opção à vista. No
espaço “Valor Total”, digitar valor à vista ou da parcela.

18.2.3. No espaço para Valor Principal: Semi-internato: Usar o mesmo procedimento para
imprimir GRU, digitando o Valor Principal de R$ 280,00, para pagamento à vista ou o valor
de cada parcela. No espaço “Valor Total”, digitar valor à vista ou da parcela.

18.2.4. Realizar o pagamento diretamente no Caixa do Banco do Brasil S/A, através de GRU
(Guia de Recolhimento de Receitas da União), com as seguintes informações:
Código –153205
Gestão – 26322
Nome da Unidade – Escola Agrotécnica Federal de Muzambinho
Código de Recolhimento – 28832-2
Descrição do Recolhimento – Serviços Educacionais
Número de Referência – Número da Inscrição no Exame de Seleção
Competência – 07/2009
Vencimento – dia do preenchimento.
CNPJ/ CPF – usar o mesmo da Inscrição
Nome do Contribuinte – Nome do Candidato
Valor Principal – Regime de Internato: R$ 500,00 ou Regime de Semi-internato R$280,00
Valor Total – mesmo valor acima.

18
OBSERVAÇÕES

a) É necessário apresentar, na Escola, a GRU QUITADA no dia da matrícula.

b) Não haverá, em hipótese alguma, a devolução de pagamentos efetuados.

19. Dos Excedentes

19.1. A relação dos candidatos EXCEDENTES será publicada no site do Instituto, no dia 15
de julho de 2009.

19.2. Esses candidatos deverão comparecer ao Instituto, no dia 16 de julho de 2009 para
efetuarem a matrícula em data e horário pré-estabelecidos pelo Instituto e publicados no seu
site. Caso contrário, perderão o direito à vaga.

20. Dos Materiais Didáticos

20.1. O(a) aluno(a) matriculado no Ensino Médio e Cursos Técnicos deverá adquirir os
materiais didáticos necessários ao desenvolvimento do Curso, antes do início do semestre
letivo.

21. Do Uniforme

21.1. Curso Técnico em Agropecuária:


• Calça jeans azul, sapatão ou bota ou botina e camiseta cinza (mínimo 3).
• As camisetas serão adquiridas na Cooperativa-escola.

21.2. Cursos Técnicos Noturnos, Especializações Técnicas e Cursos Superiores:


• Calça jeans azul, sapato e camiseta branca (mínimo 2).
• As camisetas serão adquiridas na Cooperativa-escola.

21.3. Para o aluno que desejar praticar esportes:


• A Escola oportuniza a prática de várias modalidades esportivas. O aluno que desejar
praticar esportes deverá usar o vestuário adequado: short, camiseta e tênis.

22. Do Enxoval para os Alunos Internos

• 2 (dois) jogos de roupa de cama (cada jogo com 2 lençóis e uma fronha).
• (dois) jogos de toalhas (cada jogo com uma toalha de rosto e outra de banho).
• 1 (um) travesseiro.
• 2 (duas) colchas para cama de solteiro.
• Cobertores.
• 1 (um) colchão de espuma com as medidas: 1,88m x 80 cm.
• Artigos de higiene pessoal.
• 1 (um) cadeado resistente para armário, com duas chaves.

23. Do Início das Aulas

23.1. O aluno matriculado em regime de internato deverá comparecer ao Instituto no dia 26


de julho de 2009, domingo, a partir das 14:00, ou no dia 27 de julho de 2009, segunda-feira,
das 7:30 às 10:30, para ocupar o alojamento e organizar os seus objetos.

19
23.2. As aulas do curso Técnico em Agropecuária terão início no dia 27 de julho de 2009.
Os alunos e seus pais deverão dirigir-se ao Auditório do Instituto, a partir das 13:00, para
participar de Reunião com o Diretor Geral, Professores e Servidores da Instituição. Logo
após, será feita uma visita aos setores do Instituto.

23.3. As aulas dos Cursos Técnicos Noturnos, Especializações Técnicas e Cursos


Superiores – terão início no dia 27 de julho de 2009, às 19:00, no Auditório do Instituto,
com a presença do Diretor Geral, Professores, Servidores e Alunos.

24. Das Normas Aplicáveis

24.1. A Comissão Responsável pelo Processo Seletivo / Vestibular terá amplos poderes
para orientação, realização, apuração, divulgação e fiscalização dos trabalhos.

24.2. A inscrição dos candidatos no Processo Seletivo / Vestibular implica na aceitação das
normas estabelecidas por este Edital, pelo Regimento do Instituto Federal do Sul de Minas
Gerais Campus Muzambinho e pela legislação específica, que regem o referido concurso,
matrícula e funcionamento dos cursos.

24.3. Será impedido de participar do Processo Seletivo / Vestibular o candidato que praticar
qualquer ato incompatível, fraudulento e/ou ilegal para a sua realização.

24.4. As normas que regem as resoluções das provas constarão no respectivo bloco de
provas e, juntamente com as que foram explicitadas neste edital, constituem o escopo geral
das normas reguladoras do processo seletivo.

24.5. Perderá o direito à vaga, o candidato que não se apresentar no dia fixado para a
matrícula ou que não entregar quaisquer dos documentos mencionados no item 13 deste
Edital. A vaga decorrente será preenchida pelo candidato convocado em próxima chamada,
obedecendo ao Resultado Oficial.

24.6. Não caberão recursos contra decisões da Comissão Responsável pelo Processo
Seletivo / Vestibular.

25. Das Disposições Finais

25.1. Este Edital entra em vigor na data de sua publicação, tendo sua validade encerrada
depois de decorridos 25% (vinte e cinco por cento) das aulas previstas para o segundo
semestre letivo do ano 2009.

25.2. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Responsável pelo Processo
Seletivo / Vestibular.

Para conhecimento de todos, o presente Edital será afixado em lugar próprio e publicado no
site do Instituto: http://www.eafmuz.gov.br/.

20
Muzambinho, 05 de maio de 2009.

Luiz Carlos Machado Rodrigues


Diretor Geral

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE
MINAS – CAMPUS MUZAMBINHO

ANEXO I - REQUERIMENTO DE MATRÍCULA

21
Ilmo.Sr. Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul de Minas
Gerais Campus Muzambinho.

_________________________________________________________________________,

natural de ____________________________________________, Estado _____________,

residindo na Rua _________________________________________________, nº. ______,

Bairro ___________________________, Cidade __________________________________,

Estado __________________________, CEP _______________________, requer de V.Sa.


MATRÍCULA para o ano letivo de 200_____, no(s) seguinte(s) CURSO(S) e REGIME:

a ) CURSOS b ) REGIME

( ) Ensino Médio ( ) Internato


( ) Técnico em Agropecuária ( ) Semi-internato
( ) Técnico em Agroindústria ( ) Externato
( ) Técnico em Informática
( ) Técnico em Enfermagem
( ) Técnico em Segurança do Trabalho
( ) Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho
( ) Especialização Técnica em Cuidador de Idosos
( ) Especialização Técnica em Linguagem Java
( ) Técnico em Alimentos (Modalidade EJA)
( ) Técnico em Edificações (Modalidade EJA)
( ) Superior de Tecnologia em Cafeicultura
( ) Licenciatura para Graduados
( ) Ciência da Computação
( ) Ciências Biológicas
( ) Pós-graduação em Cafeicultura Sustentável

Nestes termos,
Pede deferimento.

_________________________________, ______ de _____________________ de 200___.

__________________________________________________________________________
Assinatura do aluno

__________________________________________________________________________
Assinatura do Pai ou Responsável (grau de parentesco)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE
MINAS – CAMPUS MUZAMBINHO

22
ANEXO II - TERMO DE COMPROMISSO

Ao matricular-me neste Instituto, estando consciente das minhas obrigações


escolares, dos meus direitos de cidadão e das características peculiares deste
estabelecimento, comprometo-me a:

01. Conhecer os Regulamentos Internos do Instituto e obedecer-lhes.

02. Contribuir com idéias, sugestões, críticas e efetiva participação, para a concretização
dos objetivos a que se propõe o estabelecimento.

03. Obedecer rigorosamente às Normas do Regulamento, como: afastar-me do Instituto,


apenas com autorização expressa; assistir a todas as aulas e programações curriculares;
não faltar a qualquer atividade didática; participar de todos os eventos culturais, recreativos,
cívicos, sociais e/ou outros aqui promovidos; comunicar à Direção a presença de qualquer
pessoa estranha ao Instituto, fora dos horários normais da administração; respeitar os
horários de refeições, de chegada ao Instituto, nos dias em que são permitidas as saídas, e
de silêncio no dormitório. Comprometo-me ainda a contribuir com a limpeza e organização
dos alojamentos, salas de aula, corredores, pátios, refeitório e demais dependências do
estabelecimento, tornando-o um ambiente saudável e acolhedor.

04. Dignificar o nome do Instituto, com atos de probidade, boas maneiras, educação,
cooperação e observância dos princípios de humanidade e socialização.

05. Contribuir sistemática e rigorosamente para que não ocorra o uso de bebidas alcoólicas
e outras drogas, não permitindo a mim ou a meus colegas atos de embriaguez,
delinqüência, vandalismo ou agressões físicas e pessoais.

06. Acatar e usar, nas formas determinadas, os uniformes estabelecidos pelo Instituto.

07. Respeitar as decisões da Direção do estabelecimento, do Conselho de Professores e de


outros Conselhos, acatando-as, enquanto permanecerem, mesmo reconhecendo e
exercitando o direito de revisão dessas decisões.

08. Respeitar filas, direitos e objetos alheios.

09. Participar, de forma efetiva e consciente, das eleições dos representantes dos vários
segmentos da classe discente, exercendo atitudes de reivindicação e realização de
atividades, sem comprometer o equilíbrio social, a disciplina e o bem-estar geral, tornando-
me exemplo vivo de liderança positiva, ordeira e conciliadora.

10. Cooperar para que o Instituto se fortaleça como casa de educação e formadora da
pessoa humana.

11 - Utilizar veículo próprio somente para entrar e sair do Instituto, estando ciente de que é
vedado seu uso próximo dos alojamentos, de áreas de produção e outras áreas que não o
estacionamento.

12 – Na condição de aluno matriculado no Instituto em regime de externato, não freqüentar,


de forma alguma, os alojamentos.

13 - Respeitar as normas citadas e ser assistido pelo Instituto, enquanto estiver dentro do
mesmo na condição de aluno.

23
Na condição de Responsável pelo(a) Aluno(a) __________________________________
__________________________________________________________________________

01 - Faculto ao Instituto Federal Sul de Minas Gerais Campus Muzambinho o direito de


autorizar a saída do(a) aluno(a) do Instituto, todas as vezes que a família solicitar por
escrito, observando o Regulamento Disciplinar Interno, em qualquer dia e horário,
isentando-a de quaisquer incidentes que possam ocorrer durante esse afastamento.

02 – Comprometo-me a acompanhar a vida escolar do(a) aluno(a), participando das


reuniões programadas, visitando o Instituto Federal Sul de Minas Gerais Campus
Muzambinho periodicamente e, quando não for possível a presença, fazendo contato
telefônico, assim como, autorizando a Instituição a comunicar-me, por telefonema a cobrar,
sobre qualquer ocorrência que mereça destaque.

03 - Autorizo o(a) aluno(a) a participar de eventos esportivos, técnicos ou culturais


promovidos pelo Instituto Federal Sul de Minas Gerais Campus Muzambinho, ou a Ele
integrados, assim como de viagens para esses fins, sem atribuir a essa Instituição de Ensino
responsabilidade por qualquer acidente que possa ocorrer.

Muzambinho, ______ de ____________________________________________ de 200___.

Nome do Aluno: ____________________________________________________________.

Assinatura do Aluno: ________________________________________________________ .

Nome do Responsável: _____________________________________________________ .

Grau de Parentesco do Responsável : __________________________________________ .

Assinatura do Responsável : __________________________________________________.

QUADRO DE DATAS
2º VESTIBULAR 2009

EVENTO DATA/PERÍODO
Inscrição para o Processo Seletivo. 05 de maio a 30 de junho
Prazo máximo para informação de Até 48 horas após

24
encerramento das
candidatos com necessidades especiais.
inscrições.
Período para requerimento de redução da
05 a 22 de maio
taxa de inscrição
Divulgação da resposta ao requerimento de
01 de junho
redução da taxa de inscrição
Processo Seletivo 04 de julho
Divulgação dos gabaritos
06 de julho
das provas no site da Escola.
Data limite para recurso em 24 horas após divulgação
relação aos gabaritos divulgados. do gabarito.
Divulgação da
07 de julho
Classificação Final.
Matrículas para Técnico em Segurança do
Trabalho, Superior de Tecnologia em
Cafeicultura, Ciência da Computação, 13 de julho
Ciências Biológicas e Pós-graduação em
Cafeicultura Sustentável
Matrículas para Técnico em Enfermagem,
Técnico em Informática, Especialização
Técnica em Enfermagem do Trabalho, 14 de julho
Especialização Técnica em Cuidador de
Idosos e Técnico em Agropecuária.
Divulgação dos excedentes 15 de julho
Matrícula dos candidatos excedentes. 16 de julho

25