2ª JORNADAS DA ESPECIALIZAÇÃO EM DIREÇÃO E GESTÃO DA CONSTRUÇÃO

ENGENHARIA CIVIL – OS NOVOS DESAFIOS
O PAPEL DA CONSTRUÇÃO NO FUTURO
Índice:
Onde Estamos
Europa 2020 e Crescimento da Construção em Portugal
Internacionalização como Realidade Permanente

RICARDO PEDROSA GOMES
Presidente da AECOPS, da FEPICOP e Vice-Presidente da FIEC
Ordem dos Engenheiros – 30 de Outubro 2014

Onde Estamos EVOLUÇÃO DO VOLUME DE NEGÓCIOS DA CONSTRUÇÃO NO EXTERIOR Em Crise Profunda no Mercado Interno O sector perdeu cerca de 340 mil empregos desde o início da crise Em Expansão Acelerada nos Mercados Externos Evolução do Volume de Negócios no Exterior Evolução dos Novos Contratos no Exterior A crescer 18% ao ano A crescer 13% ao ano .

2020 Oportunidades a Explorar 1 Centralidade Atlântica Redes Transeuropeias Transportes Energia Telecomunicações 2 4 Impulso Europeu ao Investimento Pacote de Investimento Junckers 2015 3 Economia Verde Cidades Reabilitação Urbana Cidades Inteligentes 2020 Alterações Climáticas Eficiência Energética Energias Renováveis Água Resíduos .EUROPA 2020 E CRESCIMENTO DA CONSTRUÇÃO EM PORTUGAL ENTRE 2015 .

Novos Desafios – Novas Soluções Como encontrar novas formas de financiamento? Como atrair capital e Investidores internacionais? Como financiar os investimentos sem aumentar a dívida do Estado e dos privados? Alternativas a Explorar Fundos Comunitários de Gestão Direta: → Mecanismo Interligar Europa (MIE) → “Incentivos Junckers” Financiamento Externo: →Acesso aos mercados internacionais →Novos instrumentos financeiros →IDE – Investidores Institucionais .O PROBLEMA ESTÁ NO FINANCIAMENTO Contexto interno desfavorável Elevado nível de Endividamento: (Estado – Empresas – Famílias) Limites ao Investimento Público Crise do Sistema Bancário Má Notação do País nos Mercados Internacionais Financiamento bloqueado Impossibilidade de aproveitar as oportunidades para o relançamento da construção no período 2015 -2020 sem encontrar novas fontes de financiamento e novos investidores.

+) “Improvável” .Acesso Mercados Financeiros + Fundos Comunitários .Acesso Mercados Financeiros 3 Mil Milhões de Euros 5 Mil Milhões de Euros .Fundos Comunitários .2020 .-) Cenário D (+ -) “Menos do Mesmo” “Mais do Mesmo” .Fundos Comunitários + Acesso Mercados Financeiros 10 Mil Milhões de Euros Acesso Mercados Financeiros Importância da Estratégia num Contexto de Financiamento Escasso Cenário B (+ +) “Oportunidade Europeia” + Fundos Comunitários + Acesso Mercados Financeiros 30 Mil Milhões de Euros Fundos Comunitários Cenário C (.Plano Investimentos em Construção 2015 .4 Cenários Alternativos Cenário A (.

Como Beneficiar da “Oportunidade Europeia”? O Cenário B (+ +) Plano de Investimentos Construção 2015 .2020 Pilares e Fontes de Financiamento do Plano Visão Global Mais Fundos Comunitários Economia Verde 5 15 Centralidade Atlântica Redes Transeuropeias Mecanismo Interligar Europa 30 Mil Milhões Euros “Portugal 2020” IDE Pacote Junckers 5 Cidades 5 Impulso Europeu ao Investimento Mais Acesso aos Mercados Internacionais Plano de Investimento em Construção dinamizado por Fundos Comunitários e Financiado por Investidores Internacionais com Apoio e Garantias da União Europeia .

3 470. Os resultados dependem dos Projetos e da Estratégia Nacional Podem variar entre 0 e 15 mil milhões de euros .Os fundos são concebidos como alavanca para o financiamento nos mercados internacionais. Redes Transeuropeias (RTE’s) Transportes (RTE-T) Energia e Telecomunicações Total das RTE’s Investimento Fundos Comunitários (MIE) 500.0 Unidade: Milhares de Milhões Euros 33.0 26.2 De acordo com o princípio da proporcionalidade Portugal seria o destinatário de cerca de 15 mil milhões de euros deste pacote europeu de investimentos.Como Beneficiar da “Oportunidade Europeia”? Exemplo Prático: Como aceder aos Fundos Comunitários das Redes Transeuropeias? O que está em causa? Um volume de investimento global de um trilião de euros até 2020 em redes transeuropeias e fundos comunitários de 33.2 mil milhões de euros. . .Os privados passam a poder candidatar-se diretamente com o apoio dos Estados. . Mas as regras europeias mudaram: .0 6. Portugal necessita de lutar pelo acesso aos fundos e ao investimento: .Os fundos deixaram de ser distribuídos pelos Estados Membros.Em concorrência direta com os restantes Estados Membros e pelos investidores globais.9 970.Utilizar os instrumentos financeiros comunitários para aceder aos mercados financeiros.

atrair investidores 1. identificar consórcios. Criação de uma Agência de Investimento Uma Agência de Investimento que: Defina prioridades. montar Definir prioridades. nos próximos seis anos necessita de aprender a lutar por incentivos comunitários e pelo financiamento dos projetos nos mercados financeiros internacionais. 2. Promova os investimento juntos dos potenciais investidores e estabeleça relações estratégicas com os grandes investidores institucionais. desde o processo de adesão. identifique oportunidades e estruture projetos.Como Beneficiar da “Oportunidade Europeia”? Que Fazer para concretizar o Plano de Investimentos Construção 20152020 de 30 miloportunidade. milhões de estruturar euros projetos. . Posicionamento pró ativo no quadro da UE Nos últimos 25 anos. a economia portuguesa habituou-se a receber subsídios. com base numa articulação entre o Estado e as Empresas. assegure o financiamento de longo prazo nos mercados internacionais com recurso aos novos instrumentos financeiros comunitários. Contribua para uma nova articulação entre o Estado e as empresas que atuam em Portugal . Atraia investimento e investidores.

Aprender com as boas práticas internacionais .Como Beneficiar da “Oportunidade Europeia”? Papel Agência de Investimento do Reino Unido .

Como Beneficiar da “Oportunidade Europeia”? Papel Agência de Investimento do Reino Unido .Aprender com as boas práticas internacionais UK Infrastructure: Atrai Investidores em Portugal para Concretizar Projeto no Reino Unido .

conseguiram resistir e “transferir” a sua capacidade produtiva para o exterior.7 = 31% do total da produção 69% > Habitação em Portugal 31% > Edifícios Não Residenciais 100% Semelhante à Engenharia Civil Os números demonstram a capacidade de adaptação.2 18% = 44% da produção em Portugal Produção Interna Produção no Exterior Total da Produção 11994. perante a dimensão da crise no mercado nacional.2 17315. a versatilidade e a competitividade das empresas portuguesas que.INTERNACIONALIZAÇÃO COMO REALIDADE PERMANENTE A relevância da internacionalização da construção para as empresas e para a economia nacional.4 Internacionalização como 34% motor do setor em 2013: Habitação 2951. Total da Produção da Construção em 2013 Engenharia Civil 5852.9 17% Edifício Não Residenciais 3190. Internacionalização Construção / PIB 3% Contratos Internacionais / PIB 4% Internacionalização Construção / Exportações 8% Prioridade para a consolidação do processo de internacionalização da construção no horizonte 2020 .5 5321.

INTERNACIONALIZAÇÃO COMO REALIDADE PERMANENTE A atividade da construção no exterior está localizada. com elevadas taxas e perspetivas de crescimento. essencialmente. Distribuição Geográfica do Volume de Negócios da Construção no Exterior Ambição 2020: Afirmar a engenharia e a construção portuguesa como o player europeu de referência em África Consolidar a presença na América Central e Latina . em economias emergentes africanas e da américa latina e central.

CONCLUSÕES: O PAPEL DA CONSTRUÇÃO NO FUTURO Internacionalização como realidade permanente Plano de Investimentos em Construção 2015 – 2020 para dinamizar o mercado interno Reabilitação Urbana Oportunidades Economia Verde Centralidade Atlântica Fundos Comunitários Financiamento ALIAR Atrair Capital e Investidores Mercados Internacionais O FUTURO DA CONSTRUÇÃO ENGENHARIA. Empresas e Universidades . ENGENHARIA Centro de Excelência Atrair Jovens e Talentos Fator de Competitividade PRIORIDADE Pólo de Internacionalização Empresas Competitivas e Internacionalizadas Consolidar a Excelência da Engenharia Portuguesa Afirmar Portugal como Centro de Competências de Engenharia para o Mundo Cooperação Estratégica Estado. ENGENHARIA.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful