Você está na página 1de 5

COLÉGIO ESTADUAL RAPHAEL SERRAVALLE

PAÍSES DE LÍNGIA PORTUGUESA

SALVADOR - BA
2010
COLÉGIO ESTADUAL RAPHAEL SERRAVALLE

CINDIA VIANA DOS SANTOS

PAÍSES DE LÍNGIA PORTUGUESA

Trabalho solicitado pela professora Lourdes


como avaliação da disciplina de História
da turma 2ª G.

SALVADOR - BA
2010
PAÍSES DE LÍNGIA PORTUGUESA

 ANGOLA

Angola é um país da costa ocidental da África, cujo território principal é limitado a norte e a leste pela
República Democrática do Congo, a leste pela Zâmbia, a sul pela Namíbia e a oeste pelo Oceano Atlântico.
Angola inclui também o enclave de Cabinda, através do qual faz fronteira com a República do Congo, a
norte. Para além dos vizinhos já mencionados, Angola é o país mais próximo da colónia britânica de Santa
Helena. Uma antiga colónia de Portugal, foi colonizada no século XV, e permaneceu como sua colónia até à
independência em 1975. O primeiro europeu a chegar a Angola foi o explorador português Diogo Cão. Sua
capital e maior cidade é Luanda.
Apesar da maior parte da população viver em pobreza, o país é o segundo maior produtor de petróleo e
exportador de diamante da África Subsaariana. Segundo o Fundo Monetário Internacional, mais de US$ 4
bilhões teriam sumido da tesouraria de Angola na década de 2000. Em 2000 foi assinado um acordo de paz
com a FLEC, uma guerrilha que luta pela secessão de Cabinda e que ainda está ativa. Daquela região sai
aproximadamente 65% do petróleo de Angola.

 BRASIL

O Brasil, oficialmente República Federativa do Brasil, é uma república federativa presidencialista localizada
na América do Sul, formada pela união de 26 estados federados e por um distrito federal, divididos em 5565
municípios. Faz fronteira a norte com a Venezuela, com a Guiana, com o Suriname e com o departamento
ultramarino da Guiana Francesa; ao sul com o Uruguai; a sudoeste com a Argentina e com o Paraguai; a
oeste com a Bolívia e com o Peru e, por fim a noroeste com a Colômbia. Os únicos países sul-americanos
que não têm uma fronteira comum com o Brasil são o Chile e o Equador. O país é banhado pelo oceano
Atlântico ao longo de toda sua costa norte, nordeste, sudeste e sul. Além do território continental, o Brasil
também possui alguns grandes grupos de ilhas no oceano Atlântico como os Penedos de São Pedro e São
Paulo, Fernando de Noronha (território estadual de Pernambuco), Trindade e Martim Vaz, no Espírito Santo,
e um complexo de pequenas ilhas e corais chamado Atol das Rocas (que pertence ao estado do Rio Grande
do Norte).
Com 8,51 milhões de quilômetros quadrados de área, equivalente a 47% do território sul-americano, e com
cerca de 190 milhões de habitantes, o país possui a quinta maior área territorial do planeta e o quinto maior
contingente populacional do mundo. O Brasil é o único país falante do português das Américas, além de ser
uma das nações mais multiculturais e etnicamente diversas do mundo, resultado da forte imigração vinda de
muitos países.
O Brasil foi uma colônia do Império Português desde o desembarque de Pedro Álvares Cabral em 1500 até
1815, quando se tornou um reino unido com Portugal. Em 1822 o país se tornou independente, formando o
Império do Brasil, época em que esteve sob a soberania da família imperial brasileira, um dos ramos da Casa
de Bragança, por quem era governado desde 1500, no Brasil Colônia. Em 1889 torna-se uma república,
embora a legislatura bicameral, agora chamada de Congresso, remonte à ratificação da primeira Constituição
em 1824. Desde a proclamação da república brasileira em 1889, o Brasil tem sido governado por três
poderes, o judiciário, legislativo e o executivo, em que o chefe do último, eleito a cada quatro anos pelo voto
popular, é o presidente do Brasil.
Nona maior economia do planeta em paridade do poder de compra (2008) e maior economia latino-
americana, o Brasil tem hoje forte influência internacional, seja em âmbito regional ou global.[16] Em 2005,
encontrava-se na 39ª posição entre os países com melhor qualidade de vida do planeta, além de possuir entre
15 e 20% de toda biodiversidade mundial, sendo exemplo desta riqueza a Floresta Amazônica, com 3,6
milhões de km², a Mata Atlântica, o Pantanal e o Cerrado. O Brasil é membro fundador da Organização das
Nações Unidas, do G20, do Mercosul, da União de Nações Sul-Americanas e é um dos países BRIC.
 CABO VERDE

Cabo Verde é um país africano, arquipélago de origem vulcânica, constituído por dez ilhas. Está localizado
no Oceano Atlântico, a 640km a oeste de Dacar, Senegal. Outros vizinhos são a Mauritânia, a Gâmbia e a
Guiné-Bissau, ou seja, todos na faixa costeira ocidental da África que vai do Cabo Branco às ilhas Bijagós.
Curiosamente, o cabo Verde que dá nome ao país não se situa nele, mas a centenas de quilômetros a leste, no
Senegal.
Foi descoberto em 1460 por Diogo Gomes ao serviço da coroa portuguesa, que encontrou as ilhas
desabitadas e aparentemente sem indícios de anterior presença humana. Foi colónia de Portugal desde o
século XV até sua independência em 1975.

 GUINÉ-BISSAU

A Guiné-Bissau é um país da costa ocidental de África que se estende desde o cabo Roxo até à ponta Cagete.
Faz fronteira a norte com o Senegal, a este e sudeste com a Guiné-Conacri (ex-francesa) e a sul e oeste com
o oceano Atlântico. Além do território continental, integra ainda cerca de oitenta ilhas que constituem o
arquipélago dos Bijagós, separado do Continente pelos canais do rio Geba, de Pedro Álvares, de Bolama e de
Canhabaque.
Foi uma colónia de Portugal desde o século XV até à sua independência, em 1974. Atualmente faz parte da
Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), das Nações Unidas, dos PALOP e da União Africana.

 MOÇAMBIQUE

Moçambique é um país da costa oriental da África Austral, limitado a norte pela Zâmbia, Malawi e Tanzânia,
a leste pelo Canal de Moçambique e pelo Oceano Índico, a sul e oeste pela África do Sul e a oeste pela
Suazilândia e pelo Zimbabwe. No Canal de Moçambique, tem vários vizinhos, as Comores, Madagáscar, a
coletividade departamental francesa de Mayotte, o departamento francês da Reunião, e as ilhas Juan de
Nova, Bassas da Índia e Ilha Europa do distrito Ilhas Esparsas das Terras Austrais e Antárticas Francesas.
Esta antiga colónia e província ultramarina de Portugal, teve a sua independência a 25 de junho de 1975. Faz
parte da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa), da SADC, da Commonwealth, da
Organização da Conferência Islâmica e da ONU. Sua capital e maior cidade é Maputo.
 PORTUGAL

Portugal, oficialmente República Portuguesa, é um país localizado no sudoeste da Europa, cujo território se
situa na zona ocidental da Península Ibérica e em arquipélagos no Atlântico Norte. Possui uma área total de
92 090 km², e é a nação mais ocidental do continente europeu. O território português é delimitado a Norte e a
Leste por Espanha e a Sul e Oeste pelo Oceano Atlântico, e compreende a parte continental e as regiões
autónomas: os arquipélagos dos Açores e da Madeira.
Com a independência reconhecida em 1143, e a estabilização das fronteiras em 1249, Portugal reclama o
título de mais antigo estado-nação europeu. Durante os séculos XV e XVI, resultado dos chamados
descobrimentos, tornou-se uma potência mundial económica, social e cultural, ao constituir o primeiro e o
mais duradouro império colonial de amplitude global.
Na primeira metade do século XX, quase todos os territórios ultramarinos do Império colonial luso
conquistaram a sua independência, fora os poucos que já tinham proclamado a mesma no século XIX. Em 5
de outubro de 1910, a proclamação da república portuguesa pôs termo ao reino de Portugal, e deu início ao
actual sistema republicano. O último monarca do país foi o rei D. Manuel II, oriundo da Casa de Bragança.
Portugal é hoje um país desenvolvido, economicamente próspero, social e politicamente estável e com Índice
de Desenvolvimento Humano muito elevado. Encontra-se entre os 20 países do mundo com melhor
qualidade de vida, apesar de o seu PIB per capita ser o menor entre os países da Europa Ocidental.
É membro das Nações Unidas e da União Europeia (na altura da sua adesão em 1986, CEE), e membro-
fundador da NATO, da OCDE, da Zona Euro (da União Europeia) e da CPLP. Participa em diversas missões
de manutenção de paz das Nações Unidas. Portugal é também um Estado-Membro do Espaço Schengen.

 SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

São Tomé e Príncipe é um estado insular localizado no Golfo da Guiné, composto por duas ilhas principais
(São Tomé e Príncipe) e várias ilhotas, num total de 964 km², com cerca de 160 mil habitantes. Estado
insular, não tem fronteiras terrestres, mas situa-se relativamente próximo das costas do Gabão, Guiné
Equatorial, Camarões e Nigéria.
As ilhas de São Tomé e Príncipe estiveram desabitadas até 1470, quando os navegadores portugueses João de
Santarém e Pedro Escobar as descobriram. Foi então, uma colónia de Portugal desde o século XV até sua
independência em 1975. É um dos membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

 TIMOR-LESTE

Timor-Leste (oficialmente República Democrática de Timor-Leste) é um dos países mais jovens do mundo, e
ocupa a parte oriental da ilha de Timor na Ásia, além do exclave de Oecussi, na costa norte da banda
ocidental de Timor, da ilha de Ataúro, a norte, e do ilhéu de Jaco ao largo da ponta leste da ilha. As únicas
fronteiras terrestres que o país tem ligam-no à Indonésia, a oeste da porção principal do território, e a leste,
sul e oeste de Oecusse, mas tem também fronteira marítima com a Austrália, no Mar de Timor, a sul. Sua
capital é Díli, situada na costa norte.
Conhecido no passado como Timor Português, foi uma colónia portuguesa até 1975, altura em que se tornou
independente, tendo sido invadido pela Indonésia três dias depois. Permaneceu considerado oficialmente
pelas Nações Unidas como território português por descolonizar até 1999. Foi, porém, considerado pela
Indonésia como a sua 27.ª província com o nome de "Timor Timur". Em 30 de Agosto de 1999, cerca de
80% do povo timorense optou pela independência em referendo organizado pela Organização das Nações
Unidas.
A língua mais falada em Timor-Leste era o indonésio no tempo da ocupação indonésia, sendo hoje o tétum
(mais falado na capital). O tétum e o português formam as duas línguas oficias do país, enquanto o indonésio
e a língua inglesa são consideradas línguas de trabalho pela atual constituição de Timor-Leste. Devido à
recente ocupação indonésia, grande parte da população compreende a língua indonésia mas só uma minoria o
português.