Você está na página 1de 14

SAGE Sistema Aberto de Gerenciamento de Energia

SAGE Sistema Aberto de Gerenciamento de Energia SAGE SNMP: Agente SNMP Av. Horácio Macedo, 354 -

SAGE SNMP: Agente SNMP

Aberto de Gerenciamento de Energia SAGE SNMP: Agente SNMP Av. Horácio Macedo, 354 - Cidade Universitária

Av. Horácio Macedo, 354 - Cidade Universitária

CEP 21941-911

Rio de Janeiro – RJ

Dezembro de 2007

A informação contida neste documento é de propriedade do CEPEL, tendo se originado de trabalho desenvolvido nesta empresa para consulta e referência dos usuários do sistema SAGE, e não poderá ser reproduzida ou utilizada para quaisquer outros fins sem autorização prévia e expressa do CEPEL. Este documento baseia-se em informação disponível na data de sua publicação. Embora sejam feitos esforços para torná-lo preciso, este não se propõe a cobrir todos os detalhes ou particularidades apresentadas pelo sistema. O CEPEL não se responsabiliza por notificar os usuários deste documento de possíveis alterações feitas posteriormente.

Conteúdo

INTRODUÇÃO

3

ARQUITETURA

5

PROCESSOS

7

CONFIGURAÇÃO

9

INFORMAÇÕES ACESSÍVEIS VIA AGENTE SAGE SNMP

11

Lista de variáveis de ambiente disponíveis:

12

- Conteúdo

- Conteúdo

Introdução

O Agente SAGE SNMP tem por objetivo tornar o SAGE gerenciável. Isto significa que o SAGE tem capacidade de responder requisições SNMP e informar características do desempenho e configuração de um sistema SAGE.

- Introdução

- Introdução

Arquitetura

O processo agente SNMP acessa dados diretamente da base de dados de

tempo real.

Um processo monitor coleta periodicamente algumas informações sobre processos do SAGE e coloca dados na base de dados de tempo real do SAGE. O monitor não é imprescindível para o funcionamento do agente SAGE SNMP, mas sem o monitor algumas informações como utilização de CPU e consumo de memória por processos SAGE ficam indisponíveis.

A recomendação do CEPEL é instanciar mais de um agente SNMP em

estação SAGE (servidor ou ihm). Um agente seria o agente SNMP já existente no próprio sistema que poderia ser executado sem a dependência do SAGE. Outra instância de agente SNMP seria o agente SAGE SNMP que depende do sistema SAGE pois depende de acessos à

base de dados de tempo real. GERENTE 3 SAGE SNMP 5 AGENTE SNMP MIB-SAGE MIB-X
base de dados de tempo real.
GERENTE
3
SAGE SNMP
5
AGENTE SNMP
MIB-SAGE
MIB-X
MIB-Y
TRANSPORTADORES
GERENTE
SNMP
4
1
GCD
MCAST
2
1
MONITOR
SISTEMA
OPERACIONAL
BDTR
REQUISIÇÃO
CONSULTA
RESPOSTA
COLETA DE
5
1
2
ARMAZENAMENTO
3
4
SNMP
DE DADOS
SNMP
DADOS

Figura 1 – Agente SNMP – SAGE

- Arquitetura

- Arquitetura

Processos

O processo sage agente SNMP (snmpd) deve ser ativado pelo gcd ou por

scripts próprios do SAGE para tal fim, que são:

ativa sagesnmpd – para ativar agente SAGE SNMP

desativa sagesnmpd – para ativar agente SAGE SNMP

O processo monitor também é configurado com scripts de ativação e

desativação seguindo mesmo padrão:

ativa monitor – para ativar monitor

desativa monitor – para ativar monitor

O

agente SAGE SNMP gera arquivo de log em $LOG/sagesnmpd.log.

O

agente SAGE SNMP por configuração default é executado de maneira

a estar apto a receber dados pela porta 1027.

- Processos

- Processos

Configuração

O arquivo sagesnmpd.conf contém a configuração para instanciação do

agente SAGE SNMP.

Existe uma chamada para o módulo que permite a um agente net-snmp responder a requisições acerca de um sistema SAGE.

A chamada obedece o seguinte formato:

dlmod sagesnmpd $LIB/net-snmp/sagesnmpd.so

onde $LIB é substituído pelo diretório que contém bibliotecas necessárias ao SAGE. $LIB é uma variável de ambiente no SAGE.

Os seguintes campos podem ou devem ser informados no arquivo de configuração sagesnmpd.conf:

rwcommunity (obrigatório)

trapsink e trapcommunity (opcional)

exec e execfix (opcional)

Uma configuração básica é a do seguinte exemplo:

trapcommunity public

trapsink itauba 162 rwcommunity public

Trapcommunity define uma palavra a ser enviada em mensagens trap para garantir um nível fraco de autenticação.

Trapsink define o endereço de rede a receber traps originários do agente SAGE SNMP.

Rwcommunity define também uma palavra a ser enviada em mensagens trap para garantir um nível fraco de autenticação.

É facultativo definir ativação e desativação de processos para o agente

SAGE SNMP. Tais pontos terão OIDs associados a entradas na extTable

encontrada na MIB UCD-SNMP. Tal procedimento é configurado pelas

linhas:

exec nome_referência comando_status execfix nome_referência comando_executar

- Configuração

- Configuração

Para a linha exec define-se um comando que será executado a cada leitura (mensagem SNMP GET) no OID assinalado para o referido nome_referência. Para a linha com configuração execfix define-se um comando a ser executado a partir de uma mensagem SNMP SET com valor 1.

Um exemplo para o processo referente ao conversor de protocolos do ICCP é dado a seguir:

exec iccp_on /bin/ps -C iccp execfix iccp_on /bin/csh /home/sage/sage/bin/scripts/iccp_on.rc exec iccp_off /bin/ps -C iccp execfix iccp_off /bin/csh /home/sage/sage/bin/scripts/iccp_off.rc

Neste exemplo uma leitura (SNMP GET) no oid referente a iccp_on

retorna o resultado do comando unix para status de processo (os). Já

o comando definido em execfix executa a ativação/desativação do

processo.

A fim de facilitar o processo de criação do arquivo de configuração, está disponível um script (gensagesnmpdconf.pl) que permite criar um arquivo de configuração $SAGE/sagesnmpd.conf. Para isto é necessário um arquivo básico de configuração básico ($SAGE/snmpd_basico.conf) que contém apenas dados sobre trapcommunity (opcional), trapsink (opcional) e rwcommunity. Um arquivo $SAGE/processos_snmpd.conf define os processos em linha separadas a serem configurados para ter uma interfaces para ativação e desativação.

O próprio script de ativação do agente SAGE SNMP executa o script

para criar o arquivo sagesnmpd.conf.

Informações acessíveis via agente SAGE SNMP

Um gerente SNMP pode acessar informações referentes a:

nós em um sistema SAGE

processos do SAGE

comunicação em um sistema SAGE

variáveis de ambiente

referências de tempo

O documento para consulta sobre qualquer informação acessível pelo agente SAGE SNMP está disponível na MIB SAGE. Este documento descreve de uma forma geral como a MIB SAGE está organizada.

Para nós de um sistema SAGE as informações estão disponíveis em

tabela noh (tabela descrita na MIB SAGE). seguintes informações:

Esta tabela contém as

nome

estado

descrição

endereço IP

número de processos

número de MCDs

hora da última ativação

memória disponível

swap disponível

Para processos as informações estão disponíveis em tabelas separadas para gmcd, sac, alr etc. Para qualquer dos processos com tabela disponível as informações disponibilizadas são:

estado do processo

número de restarts

tempo de operação do processo

consumo de memória

consumo de CPU

número de page faults

PID do processo

- Informações acessíveis via agente SAGE SNMP

- Informações acessíveis via agente SAGE SNMP

PID do processo pai

Para informações sobre comunicação há uma série de dados disponibilizados em várias tabelas que organizam os dados referentes a várias entidades que constam na base de referência do SAGE:

Tabela referente a LSC (ligações)

Tabela referente a CXU (Conexões)

Tabela referente a ENU (enlace UTR)

Tabela referente a UTR

Tabela referente a MUL (Multiligação)

Tabela referente a ENM (enlace de multiligação)

Tabela referente a CNM (canal lógico)

Para informações sobre variáveis de ambiente, há um conjunto de variáveis de ambiente que são informadas com o comando var do SAGE.

Lista de variáveis de ambiente disponíveis:

SAGE

HOST

CPU

SGBD

HOME

VERSAO

BASE

CONTEXTO

MODO

ARQS

LOG

MODELO

NOH

METODO_DIFUSAO

LOCAL

REMOTO

SAC_HOST1 SAC_HOST2

 

Para referência de tempo o agente pode buscar informações coletadas sobre status de NTP no sistema SAGE. Está disponibilizada uma tabela com as seguintes informações:

Atraso com servidor NTP

Jitter na comunicação com servidor NTP

NTP offset que servidor NTP

Outros dados

é

a

diferença entre a hora local e a hora

do

Por fim, o documento de referência para informações acessíveis via MIB SAGE é a própria descrição no documento SAGE-MIB.txt.