Você está na página 1de 1

64º Congresso Nacional de Botânica

Belo Horizonte, 10-15 de Novembro de 2013

RUBIACEAE DA MATA DA CAZUZINHA, CRUZ DAS ALMAS, BAHIA
1

Silvana dos Santos Simões *, Lucimara Reis de Oliveira Silva¹, Marcio Lacerda Lopes Martins¹
1

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. *silvanasimoesbio@gmail.com

Introdução
Rubiaceae é a quarta família de angiospermas mais
representativa em número de espécies [1]. Apresenta
aproximadamente 550 gêneros e 9000 espécies, sendo
que no Brasil ocorrem cerca de 120 gêneros e 1400
espécies, representando uma das principais famílias da
flora brasileira normalmente bem representada em quase
todas as formações naturais [2]. As espécies de
Rubiaceae possuem como principais características
folhas opostas com estípulas interpeciolares que facilitam
seu reconhecimento em campo. A Mata da Cazuzinha
representa um importante fragmento de Mata Atlântica do
Recôncavo da Bahia, em meio à área urbana do
município de Cruz das Almas. Apesar do crescimento
urbano e do desmatamento causado pelo avanço
habitacional as margens da mata, ela ainda apresenta
uma vegetação razoavelmente preservada e que pode
gerar dados que contribuam para a adoção de estratégias
de conservação e preservação de suas espécies e
consequentemente do bioma Mata Atlântica. O estudo
taxonômico das espécies deste fragmento faz parte de um
conjunto de ações que visam ampliar o conhecimento
sobre essa vegetação e subsidiar a tomada de decisões
políticas e ambientais dentro do município de Cruz das
Almas. Sendo assim o objetivo deste trabalho é conhecer
as espécies de Rubiaceae do estrato herbáceo-arbustivo
da Mata da Cazuzinha.

A família Rubiaceae se destaca como uma das famílias
mais ricas do extrato arbustivo em vegetação de Mata
Atlântica. Em estudos realizados numa Floresta do Estado
de São Paulo [4] e em um remanescente florestal em
Minas Gerais [5] Rubiaceae aparece entre as famílias que
apresentam o maior número de espécies. E se destaca
ainda com relação à riqueza em áreas de floresta
atlântica, figurando entre as famílias mais representativas
na
maioria
dos
levantamentos
florísticos
de
remanescentes para este tipo de vegetação.

Conclusões
Até o momento, foram identificadas nove espécies, sendo
cinco espécies de hábito arbustivo e uma subarbustivo.
Foram feitas chave de identificação, descrições e
registros fotográficos para as espécies encontradas.

Agradecimentos
Os autores agradecem ao Jomar Gomes jardim pela
confirmação das espécies.

Metodologia

Referências Bibliográficas

A área em estudo está localizada no Recôncavo Sul da
Bahia, município de Cruz das Almas, Bahia, a menos de
100 km do litoral e ca. 150 km da capital, Salvador. A
Mata da cazuzinha apresenta ca. de 15 ha. com
coordenadas 12° 39' 59.30" S, 39° 06' 25.80" W GR, a
uma altitude média de 220 m acima do nível do mar. O
material foi coletado por meio de caminhadas aleatórias
mensais, no período de março a dezembro de 2011,
janeiro a outubro de 2012 e janeiro a abril de 2013,
quando foram coletados materiais em floração e/ou
frutificação. Após a coleta o material foi processado
segundo Fidalgo & Bononi [3] e depositado no Herbário
da Universidade do Recôncavo da Bahia (HURB). A
identificação do material foi feita seguindo literatura
especializada, comparação com exsicatas de herbário e
consulta a especialistas.

[1] Delprete, P.G & Jardim, J.G. 2012. Systematics, taxonomy
and floristics of Brazilian Rubiaceae: an overview about the
current status and future challenges. Rodriguésia 63(1): 101128.
[2] Souza, V.C. & Lorenzi, H. 2012. Botânica Sistemática: Guia
ilustrado para identificação das famílias de Fanerógamas
nativas e exóticas, baseado em APG III. 3. ed. Nova Odessa:
Instituto Plantarum. 768 p.
[3] Fidalgo, O. & Bononi, V.L.R. 1989. Técnica de coleta,
preservação e herborização de material botânico. São Paulo,
Série Documentos. 62p.
[4] Zipparro, V.B; Guilherme, F.A.G; Almeida-Scabbia, R.J;
Morrelato, L.P.C. 2005. Levantamento florístico de Floresta
Atlântica no Sul do estado de São Paulo, Parque Estadual
Intervales, Base Sibadela. Biota Neotropica 5(1): 147-170.
[5] Lombardi, J.A; Gonçalves, M. 2000. Composição florística de
dois remanescentes de Mata Atlântica do sudeste de Minas
Gerais, Brasil. Revista Brasileira de Botânica 23(3): 255-282.

Resultados e Discussão
Foram coletadas nove espécies de Rubiaceae para a
Mata da Cazuzinha. São elas: Borreria verticillata (L.)
G.Mey.,
Faramea
axilliflora
DC.,
Margaritopsis
chaenotricha (DC.) C.M.Taylor., Palicourea sp., Rudgea
sp.1, Rudgea sp.2 e três espécies que até o momento não
foram identificadas. Todas as espécies coletadas são de
hábito arbustivo exceto B. verticillata, um subarbusto.