Você está na página 1de 9

POLUIÇÃO

ATMOSFÉRICA

Tema de Vida Ambiente


Índice

INTRODUÇÃO ................................................................................................................................ 3
A poluição atmosférica.................................................................................................................. 4
Em Portugal ................................................................................................................................... 5
Causas............................................................................................................................................ 6
Consequências .............................................................................................................................. 7
Soluções ........................................................................................................................................ 8
Conclusão ...................................................................................................................................... 9

Trabalho elaborado por: Catarina Godinho Pág. 2


INTRODUÇÃO
Com este trabalho pretendi dar a conhecer as consequências da poluição
atmosférica, assim como soluções para atenuar os seus efeitos.

Trabalho elaborado por: Catarina Godinho Pág. 3


A poluição atmosférica

Refere-se às alterações da atmosfera susceptíveis de causar impacto a


nível ambiental ou de saúde humana, através da contaminação por gases,
partículas sólidas, liquidas em suspensão, material biológico ou energia.
A adição dos contaminantes pode provocar danos directamente na saúde
humana ou no ecossistema, podendo estes danos ser causados por
elementos resultantes dos contaminantes. Para além de prejudicar a
saúde, pode igualmente reduzir a visibilidade, diminuir a intensidade da
luz ou provocar odores desagradáveis.

Trabalho elaborado por: Catarina Godinho Pág. 4


Em Portugal

Os problemas da qualidade do ar não afectam o território de uma forma


sistemática, encontrando-se localizados em algumas áreas onde é maior
a concentração urbana e a presença de grandes unidades industriais
(Sines, Setúbal, Barreiro - Seixal, Lisboa, Estarreja e Porto). No entanto,
a poluição do ar, devido às características da circulação atmosférica e
devido à permanência de alguns poluentes na atmosfera por largos
períodos de tempo, apresenta um carácter transfronteiras e é responsável
por alterações ao nível planetário, o que obriga à conjugação de esforços
a nível internacional.

Central do Pego

Trabalho elaborado por: Catarina Godinho Pág. 5


Causas
A poluição do ar resulta fundamentalmente da produção de gases e de
partículas sólidas provenientes:
- da actividade industrial, que em algumas regiões já tem provocado a
diminuição da transparência do ar;
- dos lares domésticos;
- dos veículos motorizados;
- da alteração de matéria orgânica;
- queimadas de lixos;
- incêndios.

Trabalho elaborado por: Catarina Godinho Pág. 6


Consequências
A poluição atmosférica (degradação da qualidade do ar) nas grandes
cidades está a afectar seriamente o ser humano. Em Portugal o cenário
não é dos melhores, nomeadamente nas cidades, como: Sines, Setúbal,
Lisboa,....

No nosso país registam-se quatro mil mortes prematuras por ano e uma
perda de esperança média de vida de alguns meses.
Na actualidade, quase todos os organismos vivos estão sujeitos a um ar
poluído, nas grandes cidades, que:
- afecta a segurança;
- compromete as culturas;
- corrói os edifícios

- Afecta o bem-estar;
- afecta a saúde: dores de cabeça, vertigens, irritação nos olhos, nariz e
garganta, ou mesmo contribuir para o agravamento de algumas doenças
(asma).

Trabalho elaborado por: Catarina Godinho Pág. 7


Soluções
Para reduzir a concentração dos poluentes atmosféricos, em Portugal são
necessárias tanto medidas preventivas como correctivas, assumindo a
informação um papel fundamental na mobilização dos cidadãos. Entre os
principais meios de intervenção disponíveis contam-se:

- Estabelecimento de limites de qualidade ambiental;


- Definição de normas de emissão;
- Licenciamento das fontes poluidoras;
- Incentivo à utilização de novas tecnologias;
- utilização de equipamento de redução de emissões (por exemplo os
canalizadores nos automóveis e a utilização de equipamento de
despoluição de efluentes gasosos nas indústrias);
- controlo dos locais de deposição de resíduos sólidos, impedindo os
fogos espontâneos e a queima de resíduos perigosos;
- utilização de redes de monitorização da qualidade do ar;
- incentivo à florestação;
- estabelecimento de Planos de Emergência para situações de poluição
atmosférica graves;
- criação de serviços de informação e de auxílio às populações sujeitas
ou afectadas pela poluição atmosférica

A poluição atmosférica provoca o smog, as chuvas ácidas, o efeito de


estufa, a destruição da camada de ozono e alterações climáticas. Estes
problemas têm vindo a agravar-se, devido à constante emissão de
dióxido de carbono proveniente dos automóveis, das fábricas, dos
incêndios e da utilização de pesticidas.

Se este problema se continuar a agravar, provavelmente haverá a


destruição da camada de ozono, o que vai terminar com a vida no
planeta Terra.

Trabalho elaborado por: Catarina Godinho Pág. 8


Conclusão
A poluição atmosférica é o efeito provocado na atmosfera por diferentes
elementos sólidos, líquidos, ou gasosos, provenientes sobretudo da
actividade do Homem.

Os problemas mais graves de contaminação do ar surgem nas cidades e


áreas com um grande nível de industrialização, embora cada vez mais se
generalizem por todo o planeta, facto que merece a nossa preocupação.

Trabalho elaborado por: Catarina Godinho Pág. 9