Você está na página 1de 1

1Ao anjo da igr em Éfeso escreva: Estas são as palavras daquele q tem as 07 estrelas em sua mão direita e anda

entre os 07 candelabros
de ouro. 2Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança. Sei q vc ñ pode tolerar homens maus, q pôs à prova os
q dizem ser apóstolos mas ñ são, e descobriu q eram impostores. 3Vc tem perseverado e suportado sofrimentos por causa do meu
nome, e ñ tem desfalecido. 4Contra vc, porém, tenho isto: vc abandonou o seu primeiro amor. 5Lembre-se de onde caiu! Arrependa-
se e pratique as obras q praticava no princípio. Se ñ se arrepender, virei a vc e tirarei o seu candelabro do seu lugar. 6Mas há uma
coisa a seu favor: vc odeia as práticas dos nicolaítas, como eu também as odeio. 7Aquele q tem ouvidos ouça o q o Espírito diz às
igrejas. Ao vencedor darei o direito de comer da árvore da vida, q está no paraíso de Deus. Ap 2:1-7

Os atributos do caráter de Cristo, mencionados em cada carta, são escolhidos de forma precisa e perfeita para tratar das
necessidades da igr à qual se destina. A necessidade de cada igr é suprida com uma revelação de quem é Cristo p/aquela
igreja. V1. A soberania está unicamente em Cristo.

V2 Conheço as suas obras, o seu trabalho árduo e a sua perseverança: Nesse contexto oiôa ñ pode ser compreendido
como mero conhecimento de fatos, o termo significa conhecimento incontestável, sempre q o sujeito é Jesus sempre com
a ideia de conhecimento absoluto, de quem observa como acompanhamento e supervisão, com capacidade para julgar e
recompensar.
V2 Conheço... o seu trabalho árduo e a sua perseverança:
Além disso, as epya ñ são simplesmente “boas obras”, elas fazem referência a toda a caminhada espiritual do cristão.
Como indicado pelo sentido de “obras” nas cartas. Esses dois substantivos dirigem a discussão que se segue, com o
“trabalho” sendo expandido no restante de 2.2 e a “perseverança”, em 2.3. Com “trabalho”, João quer transmitir a ideia
de “trabalho pesado”, que exige zelo, dedicação esforçada. O termo é usado por Paulo para designar o trabalho árduo
que ele realizava para se sustentar (cf. lTs 2.9; 2Ts 3.8. É empregado duas vezes em Ap (aqui e em 14.13) para o “trabalho”
cristão que dará recompensas. A “perseverança” é também associada à “obra” e ao “trabalho” em ITs 2.3 (ARC). Não é
uma mãozinha, uma forcinha, é trabalho intenso, árduo... que terá recompensa da ´parte de Deus’.

V2 Sei q vc ñ pode tolerar homens maus: ñ carrega, ñ dá espaço, ñ leva nas costas. Fala tb de trabalho vigilante, ver Ne
4.17, com uma das mãos faz a obra e com a outra segurava a espada... hei hei ñ fala mal que eu estou aqui... >>> isto tb
é lealdade.

3Vc tem perseverado e suportado sofrimentos por causa do meu nome, e ñ tem desfalecido. Não tem perdido a
motivação. O verbo KEKoirtaKeç (kekopiakes, desanimaste) desenvolve outro aspecto da raiz: o cansaço causado pelo
trabalho pesado. A palavra é utilizada aqui figuradamente para a exaustão espiritual resultante da perseguição e das lutas
contra os falsos mestres. Os cristãos de Éfeso tinham não apenas permanecido firmes em favor da ortodoxia, mas também
triunfado sobre os hereges e mantido sua vigilância espiritual.

V4 Não se refere ao amor “primário” ou maior, mas quase certamente significa “o amor que tiveste no início”, isto é, logo
depois da conversão. Eles haviam perdido o primeiro impulso de entusiasmo e empolgação em sua vida cristã e se
acomodado numa fria ortodoxia, que apresentava mais vigor superficial do que profundidade. A segunda geração da
igreja provavelmente falhara em preservar o mesmo fervor da primeira. Eles haviam cumprido a profecia de Cristo em
Mateus 24.12: “o amor de muitos esfriará”.

>>>Provisão: A todos os líderes e ministros estão nas minhas mãos, seu destino está nas minhas mão. Façam sabendo que
eu estou no controle...
>>> Juízo: perde o lugar
>>> Recompensa: sustento contínuo da parte de Deus