Você está na página 1de 3

O Despertar da guia

Esta a histria de uma guia filhote que foi encontrada por um

agricultor, com a asa partida. Para salva-la, ele levou-a para a sua

quinta e no tendo onde coloc-la, juntou-a com as galinhas, num

galinheiro. Deu comida de galinha e cuidou dela como se cuida de

uma galinha.

Ela curou-se, mas foi crescendo como se fosse uma galinha. s

vezes, achava esquisito ser to diferente, no cacarejava, tinha um

bico grande e grandes garras. Mas ali ficava triste, vendo que havia

algo que no estava bem, sem fazer nada.

Um dia passou por ali um homem sbio que, ao ver uma guia, criada

como se fosse uma galinha, apanhou um grande susto. Era preciso

ajuda-la a mudar. Pediu licena ao agricultor para ensin-la a voar e

comeou.

No primeiro dia, pegou na guia colocou-a no brao e disse para ela:

No s uma galinha a rainha dos pssaros, uma guia, bata as asas

e saia voando. A guia no entendeu nada, nunca tinha visto uma

1
guia, ento saltou do brao e voltou para o galinheiro.

No segundo dia, o homem sbio, inconformado, resolveu explicar

melhor. Levou-a ao alto do telhado e mostrou que ela podia voar dali,

que ela tinha asas que a fariam sair voando, que as suas asas eram

maiores que as das galinhas, alem do bico, do seu canto e que as

suas garras foram feitas para alcanar alimento, quando sentisse

fome. Bastava que ela batesse as suas asas e sasse a voar. A guia

entendeu que era diferente, porque assim se sentia, mas ela ainda

no sabia como. E assim, voltou para o galinheiro com todas aquelas

histrias.

No terceiro dia, o homem sbio entendeu que era uma questo de

tempo e oportunidade. Ento ele fez a oportunidade. Levou-a para o

alto de uma montanha, lugar de guias e mostrou-lhe muitas outras

guias a voar. Voltou a dizer. Bata as asas e saia voando. As suas

asas foram feitas para voar bem alto. Voc a rainha dos pssaros.

Ela ficou observando as outras e, de repente, num grito de liberdade,

num grito de guia, saiu voando de asas abertas.


2
Diz a lenda que esta guia nunca fez uma galinha vitima, porque foi

com as galinhas que aprendeu a ter o p no cho, a apanhar os gros

de milho, e de vez em quando, a sentar no galinheiro, esperando pela

sua vez.