Você está na página 1de 5

Mauro Valério da Silva

Prof. Dr. Engenheiro de Segurança do Trabalho e Civil


*CREA 5060500656/D*

Laudo Referente à Eficiência das Máquinas


de Ar Condicionado e Condições de
Instalações Encontradas

Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos Municipais de


Guarulhos

Rua do Rosário, 226, Vila Camargo- Guarulhos - SP.

MAURO VALÉRIO DA SILVA, Doutor em Tecnologia Nuclear, Engenheiro


Especializado em Segurança do Trabalho, com o seguinte registro: CREA 5060500656
respectivamente, tendo efetuado "in loco" a diligência, apresenta o trabalho do seu
resultado impresso e, requerendo que o mesmo seja juntado aos autos para que produza
os fins pertinentes.

1
Mauro Valério da Silva
Prof. Dr. Engenheiro de Segurança do Trabalho e Civil
*CREA 5060500656/D*
INDICE
1- OBJETIVO .............................................................................................................................. 3

2- DIMINUIÇÃO DA POTÊNCIA DAS MAQUINAS...................................................................... 3

3- CONDIÇÕES DE INSTALAÇÕES .............................................................................................. 3

4- CONSIDERAÇÕES FINAIS ....................................................................................................... 5

2
Mauro Valério da Silva
Prof. Dr. Engenheiro de Segurança do Trabalho e Civil
*CREA 5060500656/D*

1- OBJETIVO

O presente Laudo tem como objetivo esclarecer que a diminuição da potencia das
máquinas a serem instaladas não perderá a eficiência de condicionamento do ar e
apontar as condições encontradas referente as instalações elétricas.

2- DIMINUIÇÃO DA POTÊNCIA DAS MAQUINAS

2.1. Metodologia

Segundo NBR 16.401/08, para refrigerar um ambiente, são necessários entre 600 e 800
BTUs por metro quadrado. Você pode usar a base de 600 BTUs quando o ambiente não tiver
incidência de sol. Já os 800 BTUs devem ser considerados em locais onde há raios de luz
diariamente.

Sendo assim, utilizaremos como demonstração, a sala da assistência, com área de 33,65m2
constante no projeto executivo, folha 2, vamos à conta final, sem incidência de sol, cujo uso é
de seis pessoas: (600 x 33,65) + 3.000 = 23.160. Ou seja, você adquire um aparelho que
comporta, aproximadamente, essa capacidade e terá a certeza de um ar condicionado na
medida certa. O ar condicionado sugerido foi de 30.000 BTUs.
A mesma metodologia foi utilizada para todos os compartimentos.

3- CONDIÇÕES DE INSTALAÇÕES

A instalação elétrica encontrada no local não estava concluída, ou seja, estava incompleta,
conforme fotos 01, 02 e 03.

Foto 01: Fiações expostas e péssimo estado de conservação

3
Mauro Valério da Silva
Prof. Dr. Engenheiro de Segurança do Trabalho e Civil
*CREA 5060500656/D*

Foto 02: Instalação incompleta e fora de Norma

Foto 03: Péssimo estado de conservação dos trabalhos executados

4
Mauro Valério da Silva
Prof. Dr. Engenheiro de Segurança do Trabalho e Civil
*CREA 5060500656/D*

4- CONSIDERAÇÕES FINAIS

A alteração da potência das máquinas não comprometerá a eficiência de


refrigeração dos ambientes de trabalho e proporcionará maio economia de
energia elétrica.

As instalações elétricas encontradas nos ambientes para instalações


estavam incompletas e fora de norma.

São Paulo, 12 de Janeiro de 2018.

Mauro Valério da Silva

Engenheiro de Segurança do Trabalho

CREA 5060500656

ART Nº: 28027230180040614