Você está na página 1de 5

Um mundo sem homens

Resposta ao artigo1:

 ANÁLISE:

Parabéns pela coluna! Gostei muito desse artigo! E concordo que a explicação do seu amigo
psicanalista é bem vanguardista. Apesar de não retratar a realidade da maioria das mulheres da
América Latina, informa o que já está em evolução na atitude feminina da Europa.
Porque aqui ainda há certa hostilidade dos homens que impedem certo nível de igualdade. A mulher
"deve" trabalhar em jornada dupla porque, principalmente no Brasil, o homem entregou as
responsabilidades à mulher. Por isso, dados do IBGE também verificaram que mais mulheres
sustentam a família.

O trabalho é uma necessidade da mulher brasileira, não um luxo! Os homens ainda são a maioria na
compra de automóveis, por vezes, escolhendo por longos financiamentos em prol de um carro zero
quilômetro, seu sonho de infância, mesmo quando a família encontra-se necessitada de fatores
fundamentais à vida, tal como um plano de saúde, uma educação melhor para os filhos, etc.

Então, a mulher não se encaixa na Corrida do Ouro. Vivemos num país com milhares de crianças
sem pai. O sustento e a educação dos filhos depende da mulher e nisso os homens são protegidos
pelas leis criadas por eles mesmos. Não há outra escolha para a mulher, senão trabalhar para o
sustento da prole. Logo, "(...) homens, substituídos por coisas mais confiáveis como contas
bancárias e automóveis zero quilômetro.(...)" não é uma afirmação que condiz com nossa realidade.
Mas sim a violência, contra o gênero dominado, gerada pelo falo ainda dominante, dentre outros
fatores "incômodos" que ele traz consigo e ao seu redor...é algo que carrega grande parcela de culpa
na sutil e gradativa mudança social.

As leis, a mídia e as religiões lutam para manter a mulher numa posição inferior cômoda aos
homens. Porém, ao entregarem as obrigações às mulheres, os homens fizeram-nas constatar que elas
não são inferiores já que elas têm a capacidade de sustentar a si e a família. Então, foi graças ao
homem renunciar a igualdade de deveres que ele próprio se colocou na posição atual.

Fica a Dúvida - Seria só por questões financeiras? Ou somente a liberdade de apenas co-existir com
o homem pacificamente, em gestos simples como andar pelas ruas sem serem violentadas [1 em
cada 3 mulheres no mundo já sofreram estupros], fizeram com que as mulheres começassem a achar
os homens menos "confiáveis"? Um mundo com menos crimes (como mutilação do clitóris em
crianças, abortos, pedofilia), menos guerras, enfim, menos testosterona, tornaria o mundo mais
Humano? Portanto, a obsolência masculina seria mesmo "somente" por fatores econômicos???
Vamos refletir...

1
Sob lei de direitos autorais, não se reproduzirá o artigo em questão.
Imagine um mundo sem Homens...
Seria possível?
Sim.

São vários os fatores, tais como: biológico, psicológico, emocional, etc...que afirmam ser
perfeitamente possível viver num mundo sem homens. Alguns desses fatores são:

→ Sob o ponto de vista prático:

• Há bancos de esperma para inseminação no útero na necessidade de procriação.


• Existem meios de geneticamente escolher o sexo do embrião.
• Há máquinas para carregar peso acima do que um homem seria capaz de fazê-lo.
• Existem mais mulheres do que homens nos cursos de ensino superior.
• Logo, há capital intelectual elevado suficiente para gerenciar organizações.
• Há também instrumentos que abrem tampas resistentes, como abridores de latas.
• Sem contar com os vibradores para suprir alguma necessidade física!

→ Sob o ponto de vista humano:

• Mulheres comprovadamente têm maior quoeficiente emocional e com isso:


- são melhores nas relações humanas.
- tem maior capacidade diplomática.
- é mais propícia ao diálogo, evitando conflitos, como guerras.
- já tem experiência de serem mães e pais ao mesmo tempo já que o homem não participa tão
ativamente da criação da prole tanto quanto uma mulher o faz. Além disso, as mulheres são mais
capazes de lidar com crianças e adolescentes de forma amorosa e paciente.

→ Sob o ponto de vista biológico:

• Por serem mais ligadas à vida e seus ciclos, as mulheres têm mais respeito com a Natureza e dá a
importância devida aos seres viventes. Pois, seu corpo em si está conectado com a geração da Vida!
• Mulheres têm uma dose mínima de testosterona o que as torna menos suscetíveis a rompantes de
violência gratuita. E sequer são elas atraídas por qualquer forma de violência.
• O órgão da mulher é diferente do falo masculino, sendo assim, não as torna possíveis
estupradoras, diminuindo ou até anulando por completo a violência de caráter sexual.
• Em geral, a natureza feminina torna as mulheres mais asseadas com a higiene íntima:
- E, num mundo sem homens, diminui-se drasticamente a ocorrência das DST (Doenças
Sexualmente Transmissíveis).
- Além do fator emocional que as torna menos suscetíveis à infidelidade já que, num mundo sem
homens, o respeito pelos sentimentos alheios se torna mais evidente e geralmente dominante.

E um mundo sem a Mulher?


Seria Possível?
Não.

Religião

"Todos vocês são filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus, pois os que em Cristo foram
batizados, de Cristo se revestiram. Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem
mulher; pois todos são um em Cristo Jesus" (Gálatas 3.26-28).

Para começar, imagine a Bíblia sem A Mulher:

Não haveria uma filhA de faraó para salvar o bebê Moisés, ele morreria. Logo, sequer haveria o
Êxodo contido na Bíblia, no Pentateuco e presente nas 3 mais importantes religiões monoteístas do
mundo: judaísmo, cristianismo e islamismo.

Como seria o mundo???

Sem tantas profissionais dedicadas e com uma visão mais benevolente dos fatos, sem esposas para
dar-lhes o prazer que tanto desejam, esposas que além de contribuir na renda familiar são: suas
trabalhadoras domésticas, cozinheiras, lavadeiras, enfermeiras, babás de seus filhos. Como viver
sem mulheres?
Sem mães, irmãs e esposas para evitar seus surtos de violência? Sem mulheres, quem cuidaria de
vocês para que não se matem uns aos outros ainda mais?
Como nasceriam os homens, sem um ventre para lhes gerar? E uma existência sem filhos, sem
continuidade, sem ninguém para deixar o seu legado.

Como se relacionariam os homens? (caso houvesse mais de um já que gravidez seria impossível!)
Num mundo sem mulheres, quem eles iriam amar, desejar, admirar? Por quem iriam lutar por um
mundo melhor? (sim, existem bons homens por mais raro que seja!) E aqueles homens incapazes de
auto-controlar-se, aqueles que se deixam levar por suas fraquezas? Quem eles iriam escarnecer,
ofender, agredir, xingar, difamar, mutilar, violentar, jogar a culpa de seus próprios pecados de
cobiça e luxúria? Quem iriam queimar nas ‘santas’ fogueiras da Inquisição? Durante as guerras
sanguinárias que os homens criaram, quem cuidaria de seus lares e de seus filhos? Onde iriam jogar
toda sua agressividade? Uns contra os outros. Logo, o bicho homem seria extinto por si mesmo da
face da Terra! Tornaria-se especial! Afinal, seria o único ser vivo a auto-extinguir-se!!!

Caso fosse colocado por escrito, desde os primórdios da (des)humanidade, todas as injustiças
causadas pelo homem contra a mulher, certamente seria um livro ainda mais extenso que a própria
Bíblia. E pior, a violência perpetua-se e cresce a cada dia! Vê? As mulheres são úteis até às mais
vãs intenções masculinas.

Fato é que as mulheres são “imprescindíveis” à Vida, incluindo a vida do homem!

O Apóstolo Paulo não autoriza o marido a tratar sua esposa como pessoa inferior, como se fosse ele
um déspota que reinasse sobre sua mulher. Paulo não autoriza o marido a tratar sua esposa como
uma criança a ser cuidada, porque incapaz. Paulo não admite que o marido possa desrespeitar sua
esposa, humilhando-a (porque ela não trabalha fora, por exemplo), vigiando-a (por causa do ciúme
doentio), proibindo-a disto ou daquilo (estudar, trabalhar fora, participar de uma igreja), tratando-a
como empregada ou prostituta particular, sufocando-a em suas necessidades. Paulo não sinaliza que
o marido pode cometer violência, física ou psicológica, contra sua esposa, porque Deus não é
cúmplice da covardia.
Uma esposa abandonada não pode esperar que o marido ausente lidere a família; esta tarefa tem que
ser assumida por ela, se não quiser que a fome campeie e a desagregação se estabeleça de modo
definitivo.

Uma esposa sabidamente traída precisa assumir sua dignidade, não esperando que um marido
adúltero diga a ela e a seus filhos como devem agir. Um marido infiel está moralmente incapacitado
para liderar a família.

Uma esposa física ou emocionalmente agredida por seu marido está desobrigada em aceitar a
violência como decorrência da liderança masculina. A violência de um homem contra sua esposa é
uma demonstração de insanidade, que o desqualifica como líder. A mulher tem o dever de preservar
sua saúde física e emocional, buscando uma delegacia, se for o caso, para denunciar seu cônjuge.

No plano natural, a legislação brasileira não estabelece mais o marido como chefe da família. Ao
fazê-lo, a lei apenas reconheceu o que acontece em muitas comunidades: há famílias sem maridos e
pais, com as mulheres acumulando as duas funções; há famílias com maridos presentes mas
ausentes nos seus compromissos e deveres. Num documentário recente, na televisão, ouvi uma
mulher dizer: "eu chegava, punha a conta na mesa; se eu não pegasse, o papel ficaria velho; ele só
queria beber".

Quer dizer, além da prole, o marido é um terceiro filho a cuidar e educar? Mas, um filho que não
quer ser aconselhado. Pelo contrário, manda, faz exigências sem sequer cumprir sua obrigação. Um
Peso na vida da Mulher!!! Para que ela precisa de um homem, afinal?

E o contrário... o homem sem a mulher:

Imagine sua vida sem mãe, sem amor, sem perdão, sem beleza e compaixão... consegue imaginar?

Simples: sem mulheres ... o mundo não existiria! Homens não existiriam!!! Por isso, respeite a
Mulher que te deu à LUZ !

A maioria das religiões, tal qual as leis jurídicas, foram impostas à sociedade como regras de
conduta e influenciam ainda as mentes dos menos esclarecidos. Portanto, essas regras, aliadas à
mídia, manipulam a mentalidade da população para que esta creia na inferioridade da mulher.

Houveram publicações e relatos, num passado não tão distante, questionando se a mulher seria ou
não humana. É dessa forma cruel que os homens, líderes em sua maioria das religiões e dos partidos
políticos, perpetuam sua dominação hostil contra o sexo feminino, contra a mulher que lhes
alimentou e protegeu desde o ventre.

Porém, não é possível esconder deles mesmos a realidade gritante da importância da mulher em
suas vidas. No mínimo, deve-se ressaltar que sem a mulher, os homens não geram descendentes.
Porém, o contrário é verdadeiro! A mulher pode fazê-lo sem a presença de um homem.

A Verdade é uma Só! Independente de séculos de perseguição e violência contra as mulheres, ainda
que tentem manipular a verdade, esta não se altera. Até a Bíblia, um dos livros mais vendidos do
planeta, enfoca a importância da figura feminina. Mesmo porque, sem a mulher... a Bíblia não
existiria como a conhecemos. Pois, provavelmente, sem descendência não haveria sequer História.

Conclui-se que é possível sim um mundo sem homens. Porém, não sem mulheres.
Mas, já que ambos existimos, por que não vivermos em paz? Seria o homem incapaz de
compreender o significado dessa palavra? Imagine o holocausto e a bomba atômica sem o homem?
“All we are saying is Give Peace a Chance!”

É preciso que haja respeito mútuo! Respeito e soma das diferenças, não tentar suprimir, ignorar ou
violentar a outra parte. Faz-se necessário que, não só a mulher ouça o homem. Mas, que ambos
levem em consideração as ponderações do outro.

É imprescindível que o homem saiba também ouvir a mulher quando esta o aconselha, tenta
acalmá-lo de seus impulsos primitivos de violência e libido. Isto é consideração e respeito!
Ponham-se uns no lugar do outro o máximo que suas habilidades permitem, o máximo da
Humanidade em si mesmos. Isto é a compaixão! O que o mundo precisa é de mais amor!

“All We Need is Love!”

Nem homem nem mulher é mais importante do que o outro aos olhos de Deus (Gálatas 3.28), pois
Deus os criou à sua imagem (Gênesis 1.27) e os tornou co-herdeiros do dom da graça da vida
manifestado em Cristo Jesus (1Pedro 3.7).

REFERÊNCIAS

BÍBLIA SAGRADA
ARTIGO: UM MUNDO SEM HOMENS
URL - http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI2674101-EI8423,00-
Um+mundo+sem+homens.html
BLOG: PANORAMA TEOLÓGICO
URL - http://panoramateologico.blogspot.com/2009_01_01_archive.html

Interesses relacionados