Você está na página 1de 2

Dia Internacional da Memória do Holocausto

Hoje, dia 27 de Janeiro, é o dia internacional da memória do Holocausto. Esta data faz a homenagem aos seis
milhões de Judeus e às outras vítimas do extremínio nazi., vítimas do Holocausto. No dia 27 de Janeiro de
1945 foram libertados pelas tropas soviéticas, do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, na Polónia,
algumas as vítimas desta barbaridade que marcou a Humanidade.

Como tudo começou...

Os nazis, liderados por Adolfo Hitler, defendiam a raça ariana que


consideravam uma raça pura, por isso despresavam todas as outras,
principalmente a raça semita à qual pertenciam os Judeus e ciganos.
Fruto deste desprezo e ódio, os nazis começaram uma escalada de
perseguição, violência e assassínio em massa, que ficará conhecido na
História como "Genocídio" ou "Holocausto".
A partir de 1939, com o início da 2.ª Guerra Mundial, intensificou-se e
alargou-se o ódio e violência anti-judaica, nos países ocupados pelos
nazis. As prisões, o isolamento dos Judeus em zonas das cidades -
"guetos", o trabalho forçado, os fuzilamentos, tornam-se prática
frequente.

Em 1942, os dirigentes nazis aprovam a chamada


"Solução Final", um plano de extremínio em massa
de todos os Judeus sem deixar vestígios. Foram
construidos campos de concentração para onde
foram levados judeus, ciganos, homossexuais,
deficientes ou resistentes ao nazismo. Nesses
campos eram vítimas de trabalhos forçados,
experiências médicas, fuzilamentos, enterrados em
valas-comuns, sujeitos às câmaras de gás e aos
fornos crematórios.
Toda esta barbaridade e desrespeito
completo pelos direitos mais elementares do
homem, retrata a terror nazi.

(Adaptado de panfleto informativo da Escola E. B.


2, 3 D. António Ferreira Gomes)