Você está na página 1de 17

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS

ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS


NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA
COORDENAÇÃO ADJUNTA DE TRABALHO DE CURSO
PROJETO DE TRABALHO DE CURSO I

BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA


RELATIVIZAÇÃO DO CRITERIO ECONÔMICO PARA FINS DE
OBTENÇÃO DO BENEFÍCIO

ORIENTANDO(A): Marcos Antonio Dias Filho


ORIENTADORA: Profª. MS. Ysabel del Carmen Barba Balmaceda

GOIÂNIA
2018
2
MARCOS ANTONIO DIAS FILHO

BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA


RELATIVIZAÇÃO DO CRITERIO ECONÔMICO PARA FINS DE
OBTENÇÃO DO BENEFÍCIO

Projeto de Artigo Científico apresentado à


disciplina Trabalho de Curso I da Escola de
Direito e Relações Internacionais, Curso de
Direito, da Pontifícia Universidade Católica de
Goiás (PUCGOIÁS).
Profª. Orientadora: Ms. Ysabel del Carmen
Barba Balmaceda

GOIÂNIA
2018
SUMÁRIO

1 JUSTIFICATIVA...................................................................... 3

2 REFERENCIAL TEÓRICO........................................................

3 OBJETIVOS

3.1 GERAL..............................................................................

3.2 ESPECÍFICOS..................................................................

4 PROBLEMAS.............................................................................

5 HIPÓTESES...............................................................................

6 METODOLOGIA........................................................................

7 CRONOGRAMA.........................................................................

8 ESTRUTURA PROVÁVEL.........................................................

9 REFERENCIAS..........................................................................

10 BIBLIOGRAFIA..........................................................................

11 APÊNDICES / ANEXOS............................................................
(OPCIONAL)
1. JUSTIFICATIVA (1 a 2 páginas)

O Estado Democratico de Direito Brasileiro, por meio da seguridade


social, assevera na Constituição Federal, que a assistência social será prestada a
quem dela necessitar independente de contribuição ao sistema. O Ministério Público,
como órgão do Estado, exerce, junto ao Poder Judiciário, a tutela dos interesses
sociais e individuais indisponíveis, conforme preconiza a Constituição Federal. Por
sua vez, o diploma processual civil disciplinou o Ministério Público como agente e
como interveniente. Como agente, o Ministério Público exercerá o direito de ação
nos casos previstos em lei. Na condição de interveniente, compete ao Parquet
intervir em causas em que haja interesse de incapazes, nas causas relativas ao
estado de pessoa, poder familiar, tutela, interdição, casamento, declaração de
ausência, entre outras, em especial nas que o interesse público esteja evidenciado
pela natureza da lide ou pela qualidade da parte.
Neste sentido, cabe questionar a autuação ministerial, diante de tantas
atribuições coletivas sociais.
Este tema é importante na medida em que apresenta a polêmica existente
...(etc)

ORIENTAÇÃO:
 Na justificativa, o aluno deve apontar as razões que o levaram à escolha do tema
e os motivos pelos quais fez a delimitação deste.
 É necessário indicar a relevância do assunto escolhido e a utilidade que a
pesquisa, depois de concluída, pode vir a ter.
 Portanto, a justificativa consiste na apresentação sucinta das razões que levaram
à realização da pesquisa. Nela devem ser apontados os conhecimentos já
existentes sobre o tema e as contribuições que a pesquisa pode dar em relação
aos problemas que foram levantados no Projeto de Pesquisa. Recomenda-se
ainda que a justificativa observe a relevância social do problema investigado.
 Deve ser apresentada em forma de texto de no máximo três páginas.
 Dessa forma, aqui o aluno(a) deverá preocupar-se de defender seu tema,
indicando: relevância; importância do estudo; atualidade da pesquisa, etc.
 2. REFERENCIAL TEÓRICO (texto seguido com no mínimo 3 citações)

A fundamentação teórica deste trabalho apresenta o conhecimento sobre


a literatura básica que se refere ao assunto abordado, XXXXXXXXXXXX (tema do
trabalho). Com base neste marco teórico serão apresentados conceitos, espécies,
contexto teórico e, por fim, a pesquisa a ser desenvolvida.
Para a elaboração, da primeira seção do Artigo - ou primeiro capítulo da
Monografia, que apresentará o contexto histórico, conceitos e espécies de XXXXXX,
será feita a partir da abordagem doutrinária a ser realizada com base em obras da
literatura jurídica bem como em artigos da internet, devidamente referenciados.
Para a elaboração do contexto histórico, foram relacionadas as obras de
Fulano (2011), Fulano (2009) e Fulano (2008).
Segundo Souza (2008, p. 54):
A história da administração pode ser lembrada desde os tempos da
antiguidade, contextualizando essa afirmação com exemplos da construção
de pirâmides, a estrutura de uma cidade como Atenas e a administração de
um império tão vasto como o Império Romano.

Por sua vez, comenta Ribeiro (2011, p. 39):


É a partir do final do séc. XVIII, com a invenção da máquina a vapor por
James Watt (1736 – 1819), que começam a surgir mudanças significativas
econômicas e sociais. Trata-se de uma profunda transformação na cultura
material do Ocidente. Até, então, o século XVII encontrou o mundo
utilizando os mesmos utensílios, as mesmas práticas, as mesmas formas de
comunicação que eram usadas desde os primórdios.

Para o estudo do XXXXX; (ou, para o Capítulo II – ou 2 seção), será


apresentada a abordagem acerca das espécies de xxxxx xxxx xxxxx. Para tanto, a
abordagem realizada tem como base as obras de Fulano (ano) e Fulano (ano).

As espécies de xxxxxxxxxxxxxxxx consagradas pela Constituição Federal


xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxetc...etc...etc... (FULANO,ano, p. )

Por fim, será abordado o xxx; ou, o último capítulo que trata da pesquisa
propriamente dita. O tema será tratado por meio da pesquisa bibliográfica bem como
tendo em vista a pesquisa de campo, com base em entrevistas e coleta de dados
por amostragem, além da análise de estatísticas.
A partir do tema, surgem questionamentos relacionados com a eficácia
das penas impostas aos responsáveis pelos acidentes, refletindo-se sobre o caráter
preventivo e punitivo das penas.
Segundo Santos, o ordenamento jurídico vigente depende da legislação
“correlata e extravagante, no que diz respeito aos crimes que ocorrem no trânsito”.
(Santos apud Mirabete, 2008, p. 35)
No mesmo sentido, Souza Filho (2009, p. 57) assevera que:
Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxx xxxxxxxxxx xxxxxxxxx
xxxxxx xxxxxxxxx

Em entrevista a ser realizada com juristas a respeito da polêmica que o


tema suscita, procurar-se-á questionar a legislação ora vigente, bem como expor as
divergências sobre xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.
3. OBJETIVOS

3.1 GERAL
(apenas um (1) objetivo onde apresenta o tema em geral, ou seja, um só tópico )

(Exemplo)
- Analisar a atuação do Ministério Público do Estado de Goiás no Processo Civil,
verificando-se atuais manifestações e/ou possíveis omissões em questões de
interesse social.
(Outro exemplo)
- Questionar as situações jurídicas advindas das pesquisas com células-tronco no
direito brasileiro e suas implicações com o biodireito.
(Outro exemplo:)
- Analisar a conduta e a punibilidade dos infratores nos delitos de trânsito praticados
com dolo e culpa, bem como a eficácia das sanções em face dos infratores nos
crimes de médio e maior potencial ofensivo.

3.2 ESPECÍFICOS (de 3 a 5 tópicos -mínimo um para cada seção ou capítulo)

- Apresentar o histórico da atuação do Ministério Público nas questões de interesse


social
- Verificar os critérios utilizados para definir a competência da intervenção ministerial
- Diferenciar e sistematizar a culpa consciente e o dolo eventual nos crimes de
trânsito
- Demonstrar, por meio de estatísticas, a sanção aplicável aos infratores nos delitos
de trânsito;
- Avaliar o andamento de processos referentes a crimes de trânsito de médio e maior
potencial ofensivo
4. PROBLEMAS (apresentar topicos em forma de questionamentos. Entre 1 e 3
tópicos)

Exemplos:

- Considerando a jurisprudência e doutrina atual, o papel institucional do Ministério


Público vem alcançando, na sociedade em geral, seu escopo de defender o
interesse público, tendo em vista suas atribuições legalmente previstas?

- O advento da Lei nº 9.503, Código de Trânsito Brasileiro, trouxe benefícios à


sociedade em geral, tendo em vista a punibilidade de determinadas condutas no
trânsito?

- A aprovação da Lei de biossegurança, que libera pesquisas com células-tronco,


acentuando a esperança de cientistas e portadores de terminadas doenças,
encontra na legislação e na sociedade brasileira o respaldo para ser efetivada?

- Quais as implicações morais, éticas, religiosas e jurídicas que podem surgir diante
na legalização das pesquisas com células-tronco? Tais questões podem confrontar-
se com princípios constitucionais preconizados na Lei Maior?

- Como o biodireito tem regulamentado as questões provenientes da transfusão de


sangue, do transplante de órgãos e demais pesquisas científicas que implicam em
possíveis violações de direitos individuais?
5. HIPÓTESES
(apresentar em tópicos, equivalentes aos problemas propostos. Se há “x” problemas
haverão “x” hipoteses)

- O fato de aumentar o caráter punitivo da pena bem como o seu caráter preventivo,
além de investir em educação de trânsito, poderia contribuir para uma melhor
estabilidade no modo de circulação da população, bem como diminuir a incidência
de acidentes.

- A omissão do Ministério Público perante suas atribuições pode trazer prejuízos


irreparáveis ou até mesmo a nulidade do processo, conforme dispõe a legislação
processual civil (arts. 84 e 246)

- O investimento em pesquisas com células-tronco bem como a legalização de tais


condutas poderão contribuir para a cura de diversas enfermidades e melhorar a
qualidade de vida dos portadores de determinadas deficiências físicas.

- Os questionamentos acerca do biodireitio pela sociedade poderá contribuir para


que eventuais violações de direitos sejam previamente coibidas, no intuito de
alcançar-se maior qualidade de vida, amparada em preceitos jurídicos.
6. METODOLOGIA (ADEQUAR AO TEMA PESQUISADO)

Apresentação da metodologia a ser utilizada na pesquisa. Tipo de pesquisa e


método.

(Exemplo)
A metodologia a ser utilizada na elaboração da pesquisa envolverá o método
dedutivo e a pesquisa teórica.
Tendo em vista o tema a ser tratado, o trabalho será realizado.........

(Outro exemplo)
A pesquisa fará uso de métodos científicos para melhor compreensão do
tema. Sempre nos limites dos objetivos propostos, a pesquisa se desenvolverá da
seguinte forma: será utilizado o método indutivo, na medida em que serão
observadas várias condutas de trânsito, no sentido de gerar enunciados sobre as
causas do aumento dos crimes de trânsito na atualidade.
A pesquisa bibliográfica será essencial, considerando que fornece um
estudo teórico, embasado na lei e na jurisprudência, acerca dos princípios
constitucionais bem como sobre as espécies de etc...etc.... Serão realizados vários
procedimentos metodológicos, a partir da pesquisa bibliográfica, a saber:
levantamento bibliográfico referente a cada um dos objetivos, a fim de apresentar-se
o contexto histórico, as características etc...etc...; identificação das fontes de
regulamentação dos bens intelectuais...etc...etc; obtenção e análise da legislação
nacional e tratados internacionais pertinentes, a fim de propiciar a abordagem de
direito comparado; aquisição e análise da motivação legislativa na proposição e
elaboração da legislação nacional; estudo crítico do material doutrinário sobre etc...;
seleção e análise de decisões jurisprudenciais dos principais tribunais nacionais
sobre ......; artigos publicados em revistas especializadas, acórdãos de tribunais
superiores, textos publicados na internet, anais de congressos, anais dos debates
legislativos, tudo com o propósito de determinar, com base na doutrina e legislação
pertinentes e decisões judiciais existentes, a titularidade original da produção
intelectual nos institutos de ensino e pesquisa.
(Opcional)
Por sua vez, o método estatístico será de grande validade, na medida em
que poderá fornecer os dados concretos acerca de delitos e infrações....etc...
A pesquisa de campo também será realizada, visto que serão elaborados
questionários e entrevistas com diversos estudiosos do assunto, como professores,
advogados e juristas em geral, para identificar os problemas e necessidades para a
efetivação da proteção jurídica aos bens intelectuais, a fim de apontar os caminhos
para viabilizar a soluções para os problemas e necessidades encontrados referentes
à efetivação da proteção jurídica aos bens intelectuais. Após o levantamento, será
feita a análise dos dados, informações e documentos levantados.
7. CRONOGRAMA (adequar os meses)

ATIVIDADES AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN
Leituras para escolha
1 X
do tema
Levantamento da
2 literatura do tema X X
Pesquisa de Campo
Elaboração do projeto -
3 N1 e entrega do Projeto X X
em PDF
Entrevistas, relatórios
4 de pesquisa. Redação X X X
1º capitulo
Leituras e Fichamentos.
5 Redação 1º capitulo X X X
Redação do esboço
6 X X X
do trabalho
Esboço do trabalho
7 X X
(1ª. Versão)
Revisão do texto e
8 X X
redação final
Entrega do trabalho –
9 X X
N2
Continuação das
10 leituras e redação do X X X X
trabalho
Redação dos demais
11 X X X X
capítulos/seções
Entrega da 1ª. versão
12 X X X
do trabalho
Preparação e Exame
13 X X
de qualificação – N1
Preparação para a
14 X X X
Defesa
Banca de
15 X X
apresentação
8. ESTRUTURA PROVÁVEL
(para Monografia)

RESUMO

INTRODUÇÃO

CAPÍTULO I – O PRINCÍPIO DO CONTRADITÓRIO


1.1 A LEI E O DIREITO
1.2 BREVE HISTÓRICO
1.3 A REALIDADE ATUAL
1.3.1 Casos de Aplicabilidade

CAPÍTULO II - O DIREITO PROCESSUAL PENAL


2.1. OS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS
2.2. OS PRINCÍPIOS PROCESSUAIS PENAIS

CAPÍTULO III - A VISÃO DOS JURISTAS


3.1. A VIGÊNCIA DA LEGISLAÇÃO ESPECIAL
3.2. A EFICÁCIA DA LEI
3.2.1 - O Julgamento de Casos Passionais
3.2 2 - Tratamento Jurídico Diferenciado

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

APÊNDICES/ ANEXOS
(opcional)
8. ESTRUTURA PROVÁVEL

(para Artigo Científico)

RESUMO

INTRODUÇÃO

1 DIREITOS DA PERSONALIDADE
1.1 TEORIAS DO INÍCIO DA PERSONALIDADE
1.2 CASOS

2 FETO ANENCÉFALO E O DIREITO À VIDA


2.1 PRINCÍPIOS
2.2 TEORIAS

3 ABORTO DE FETO ANENCÉFALO


3.1 DIVERGÊNCIAS DOUTRINÁRIAS E JURISPRUDENCIAIS
3.2 DIREITO COMPARADO

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

APÊNDICES/ANEXOS
9. REFERÊNCIAS (o que foi citado no projeto de pesquisa – mínimo 8 entre
leis e obras)

AMARAL, Luís H.; GALVÃO, E. Marcha contra o trabalho infantil parte de São Paulo.
Folha de São Paulo, São Paulo, 25 fev. 2010, p. 1-6.

BRASIL, Supremo Tribunal Federal. Deferimento de pedido de extradição.


Extradição n. 410. Relator: Ministro Rafael Mayer. 21. mar. 1984. Revista Trimestral
de Jurisprudência, Brasília, DF, v. 109, p. 870-879, set. 1984.

BRASIL. Código de Processo Penal Anotado. Organização dos textos por Damasio
E. de Jesus. 17. ed. São Paulo: Saraiva, 2000.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil.


Brasília, DF: senado, 1988.

BRASIL. Leis ordinárias de 2002. Brasília, DF: Casa Civil, Subchefia para Assuntos
Jurídicos, 2002. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/>. Acesso em: 30 abr.
2010.

CAMARANO, Ana Amélia. O idoso brasileiro no mercado de trabalho. Disponível em:


< http://www.ipea.gov.br/pub/td/2001/td_0830.pdf > Acesso em: 6 abr.2011

COMITÊ INTERNACIONAL DE EDITORES DE REVISTAS MÉDICAS. Requisitos


uniformes para originais submetidos a revistas médicas. Disponível em:
www.wame.org. Acesso em: 22 abr.2011.

DEMO, Pedro. Pesquisa: princípio científico e educativo. São Paulo: Cortez, 1991.

FERREIRA, A. B. de H. Aurélio século XXI: o dicionário da língua portuguesa.


Coordenação e edição Margarida dos Anjos, Marina Baird Ferreira. 3. ed. Rio de
Janeiro: Nova Fronteira, 1999.

OS ANOS 70. Disponível em: < http://www.bio2000.hpg.ig.com.br/historia.htm >


Acesso em: 14 jul.2011.
10. BIBLIOGRAFIA (fontes bibliográficas projetadas para todo o trabalho)

AMARAL, Luís H.; GALVÃO, E. Marcha contra o trabalho infantil parte de São Paulo.
Folha de São Paulo, São Paulo, 25 fev. 2010, p. 1-6.

BRASIL. Código de Processo Penal Anotado. Organização dos textos por Damásio
E. de Jesus. 17. ed. São Paulo: Saraiva, 2011.

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. Resolução 1482/1997, dispõe sobre


procedimentos e demais intervenções. In
http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/cfm/1997.htm. Acesso em: 07/2012

DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil Brasileiro: Teoria Geral do Direito Civil,
20, ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

______________. O Estado Atual do Biodireito. 6ª ed. Revisada, aumentada e


atualizada. São Paulo: Saraiva, 2009. dos Tribunais, 2010.

FARIAS, Cristiano Chaves de. Direito Civil: teoria geral. 3 ed. Rio de Janeiro: Lumen
Juris, 2010.

GODOY, Cláudio Luiz Bueno de. A liberdade de imprensa e os direitos da jurídica


nota dez. Porto Alegre, ano 49, n. 284, p. 05-17, jun. 2001.

JABUR, Gilberto Haddad. Liberdade de pensamento e o direito à vida privada. São


Paulo: RT, 2000.

LENZA, Pedro. Direito Constitucional Esquematizado. 13 ed. revista, atualizada e


ampliada. São Paulo: Saraiva, 2009.

LOPES, J. R. L. Justiça e poder judiciário ou a virtude confronta a instituição. Revista


Usp. Dossiê Judiciário. Nº 21, 2008.

VENOSA, Silvio de Salvo. Direito Civil: parte Geral. Vol I, 2 a. ed. São Paulo: Atlas,
2011.
11. ANEXOS/APÊNDICES (OPCIONAL)

ANEXO 01 – LEI N. ....

ANEXO 02 – ACÓRDÃO N.....

ANEXO 03 – ROTEIRO DE ENTREVISTA – JURISTAS (Juiz, Advogado, Promotor)

ANEXO 04 – ROTEIRO DE ENTREVISTA - MÉDICOS

ANEXO 05 – ROTEIRO DE ENTREVISTA - APENADOS