Você está na página 1de 2

A vaca foi pro brejo

A vaca foi pro brejo é uma expressão popular usada quando uma situação inicialmente boa ou neutra
fica ruim. É comum dizer que a vaca foi pro brejo quando alguma coisa má acontece ou quando algo dá
errado.

O projeto estava indo bem, até que chegou a Joaquina e a vaca foi pro brejo.

Originalmente, esta expressão faz referência a tempos difíceis, de seca, quando o gado parte em direção
aos brejos ou terrenos pantanosos em busca de água. Se uma vaca for para o brejo, ela pode morrer e,
consequentemente, dar muito trabalho aos seus donos, principalmente para desatolá-la da lama.

Não existe uma tradução literal dessa expressão popular para o idioma inglês. Na língua inglesa, as
expressões que mais se aproximam do significado de a vaca foi pro brejo seria: bite the dust, go down
the drain ou go to the dogs, se Quebrar o galho

A expressão quer dizer resolver ou ajudar a resolver um problema. Também pode significar fazer um
favor para alguém ou improvisar. Um quebra-galho pode ser uma pessoa, uma coisa ou uma maneira
para resolver situações complicadas. Também se pode chamar de quebra-galho uma pessoa que tem
habilidade para resolver diferentes problemas, quase sempre de maneira criativa e rápida.

"Quebrar o galho"

Em inglês: lend a hand, help someone out.

Origem da expressão

A história mais conhecida sobre a origem do termo "quebrar o galho" diz que a expressão vem da
religião Umbanda. Conta-se que uma das entidades espirituais mais conhecidas e procuradas para
solucionar problemas é o Exu Quebra-Galho, que tem esse nome por ser um dominador das matas e
florestas.

Exemplos

• Fica na fila e quebra o galho pra mim, senão eu vou passar a tarde toda aqui.

• O encanamento estourou, precisamos chamar o quebra-galho.

• Se você puder ir ao supermercado vai ser um grande quebrar-galho.

ndo que todas assumem o sentido de "estar arruinado".

Amigo da onça

Amigo da onça é uma expressão popular brasileira, usada para se referir ao indivíduo que não é de
confiança e tenta enganar seus "amigos" para levar a melhor sobre os outros.
Um amigo da onça é alguém que finge ser amigo apenas para satisfazer os seus interesses pessoais.
Neste sentido, a expressão costuma ser vista como pejorativa e insultuosa. Porém, em determinados
casos, pode também ser usada de modo descontraído, como uma brincadeira entre verdadeiros amigos.

Se aquele amigo da onça tivesse me dito que eu seria mandado embora, eu já teria procurado outro
emprego.

Não conte pra ele o seu segredo, ele é um amigo da onça.

Quando os problemas surgiram, o amigo da onça desapareceu.

A brincadeira Amigo da Onça é similar ao tradicional Amigo Oculto, onde o objetivo é trocar presentes
entre as pessoas envolvidas, mas mantendo o segredo da pessoa a ser presenteada.

No entanto, os presentes do amigo da onça são considerados inúteis ou sarcásticos, servindo apenas
para o entretenimento momentâneo das pessoas, ao contrário do Amigo Oculto, onde os presentes
devem majoritariamente agradar.

Origem do Amigo da Onça

No entanto, a expressão se popularizou a partir da personagem Amigo da Onça, criada pelo cartunista
Péricles Maranhão (1924 - 1961), em 1943. O Amigo da Onça era uma figura debochada e irônica,
conhecida por colocar as pessoas em situações desagradáveis, com o objetivo de tirar proveito delas.

amigo da onça

A personagem Amigo da Onça, criação do cartunista Péricles Maranhão.

Péricles se inspirou na história popular de um caçador que foi perseguido por uma enorme onça, sendo
que esta foi espantada pelos gritos do homem. Ao contar o fato a um amigo, que duvidou da história, o
caçador perguntou: você é meu amigo ou amigo da onça?