I . pro$u5i$os ou presta$os por e!presas rasileiras $e capital nacional; Capítulo DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Seção Dos Princípios I II .

pro$u5i$os no País; III . pro$u5i$os ou presta$os por e!presas rasileiras. I I? . pro$u5i$os ou presta$os por e!presas 1ue in%ista! e! pes1uisa e no $esen%ol%i!ento $e tecnolo"ia no País. 7 6o A licitação não ser+ si"ilosa& sen$o p- licos e acessí%eis ao p- lico os atos $e seu proce$i!ento& sal%o 1uanto ao conte-$o $as propostas& at/ a respecti%a a ertura. Art. =o @o$os 1uantos participe! $e licitação pro!o%i$a pelos 0r"ãos ou enti$a$es a 1ue se re,ere o art. 1A t:! $ireito p- lico su 4eti%o B ,iel o ser%'ncia $o pertinente proce$i!ento esta eleci$o nesta lei& po$en$o 1ual1uer ci$a$ão aco!pan3ar o seu $esen%ol%i!ento& $es$e 1ue não inter,ira $e !o$o a pertur ar ou i!pe$ir a reali5ação $os tra al3os. Par+"ra,o -nico. O proce$i!ento licitat0rio pre%isto nesta lei caracteri5a ato a$!inistrati%o ,or!al& se4a ele pratica$o e! 1ual1uer es,era $a A$!inistração P- lica. Art. Co @o$os os %alores& preços e custos utili5a$os nas licitaç#es terão co!o eDpressão !onet+ria a !oe$a corrente nacional& ressal%a$o o $isposto no art. =2 $esta Lei& $e%en$o ca$a uni$a$e $a A$!inistração& no pa"a!ento $as o ri"aç#es relati%as ao ,orneci!ento $e ens& locaç#es& reali5ação $e o ras e prestação $e ser%iços& o e$ecer& para ca$a ,onte $i,erencia$a $e recursos& a estrita or$e! cronol0"ica $as $atas $e suas eDi"i ili$a$es& sal%o 1uan$o presentes rele%antes ra5#es $e interesse p- lico e !e$iante pr/%ia 4usti,icati%a $a autori$a$e co!petente& $e%i$a!ente pu lica$a. 7 1o Os cr/$itos a 1ue se re,ere este arti"o terão seus %alores corri"i$os por crit/rios pre%istos no ato con%ocat0rio e 1ue l3es preser%e! o %alor. 7 2o A correção $e 1ue trata o par+"ra,o anterior cu4o pa"a!ento ser+ ,eito 4unto co! o principal& correr+ B conta $as !es!as $otaç#es orça!ent+rias 1ue aten$era! aos cr/$itos a 1ue se re,ere!. 7 6o O ser%a$os o $isposto no caput& os pa"a!entos $ecorrentes $e $espesas cu4os %alores não ultrapasse! o li!ite $e 1ue trata o inciso II $o art. 2=& se! pre4uí5o $o 1ue $isp#e seu par+"ra,o -nico& $e%erão ser e,etua$os no pra5o $e at/ C EcincoF $ias -teis& conta$os $a apresentação $a ,atura. Seção Das De,iniç#es Art. Go Para os ,ins $esta Lei& consi$era.se9 I . O ra . to$a construção& re,or!a& ,a ricação& recuperação ou a!pliação& reali5a$a por eDecução $ireta ou in$ireta; II

Art. 1o Esta Lei esta elece nor!as "erais so re licitaç#es e contratos a$!inistrati%os pertinentes a o ras& ser%iços& inclusi%e $e pu lici$a$e& co!pras& alienaç#es e locaç#es no '! ito $os Po$eres $a (nião& $os Esta$os& $o Distrito )e$eral e $os *unicípios. Par+"ra,o -nico. Su or$ina!.se ao re"i!e $esta Lei& al/! $os 0r"ãos $a a$!inistração $ireta& os ,un$os especiais& as autar1uias& as ,un$aç#es p- licas& as e!presas p- licas& as socie$a$es $e econo!ia !ista e $e!ais enti$a$es controla$as $ireta ou in$ireta!ente pela (nião& Esta$os& Distrito )e$eral e *unicípios. Art. 2o As o ras& ser%iços& inclusi%e $e pu lici$a$e& co!pras& alienaç#es& concess#es& per!iss#es e locaç#es $a A$!inistração P- lica& 1uan$o contrata$as co! terceiros& serão necessaria!ente prece$i$as $e licitação& ressal%a$as as 3ip0teses pre%istas nesta Lei. Par+"ra,o -nico. Para os ,ins $esta Lei& consi$era.se contrato to$o e 1ual1uer a4uste entre 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração P- lica e particulares& e! 1ue 3a4a u! acor$o $e %onta$es para a ,or!ação $e %ínculo e a estipulação $e o ri"aç#es recíprocas& se4a 1ual ,or a $eno!inação utili5a$a. Art. 6o A licitação $estina.se a "arantir a o ser%'ncia $o princípio constitucional $a isono!ia e a selecionar a proposta !ais %anta4osa para a A$!inistração e ser+ processa$a e 4ul"a$a e! estrita con,or!i$a$e co! os princípios +sicos $a le"ali$a$e& $a i!pessoali$a$e& $a !orali$a$e& $a i"ual$a$e& $a pu lici$a$e& $a pro i$a$e a$!inistrati%a& $a %inculação ao instru!ento con%ocat0rio& $o 4ul"a!ento o 4eti%o e $os 1ue l3es são correlatos. 7 1o 8 %e$a$o aos a"entes p- licos9 I . a$!itir& pre%er& incluir ou tolerar& nos atos $e con%ocação& cl+usulas ou con$iç#es 1ue co!pro!eta!& restrin4a! ou ,rustre! o seu car+ter co!petiti%o e esta eleça! pre,er:ncias ou $istinç#es e! ra5ão $a naturali$a$e& $a se$e ou $o!icílio $os licitantes ou $e 1ual1uer outra circunst'ncia i!pertinente ou irrele%ante para o especí,ico o 4eto $o contrato; II . esta elecer trata!ento $i,erencia$o $e nature5a co!ercial& le"al& tra al3ista& pre%i$enci+ria ou 1ual1uer outra& entre e!presas rasileiras e estran"eiras& inclusi%e no 1ue se re,ere a !oe$a& !o$ali$a$e e local $e pa"a!entos& !es!o 1uan$o en%ol%i$os ,inancia!entos $e a":ncias internacionais& ressal%a$o o $isposto no par+"ra,o se"uinte e no art. 6o $a Lei no <.2=<& $e 26 $e outu ro $e 1>>1. 7 2o E! i"ual$a$e $e con$iç#es& co!o crit/rio $e $ese!pate& ser+ asse"ura$a pre,er:ncia& sucessi%a!ente& aos ens e ser%iços9

II . Ser%iço . to$a ati%i$a$e $estina$a a o ter $eter!ina$a utili$a$e $e interesse para a A$!inistração& tais co!o9 $e!olição& conserto& instalação& !onta"e!& operação& conser%ação& reparação& a$aptação& !anutenção& transporte& locação $e ens& pu lici$a$e& se"uro ou tra al3os t/cnico.pro,issionais; III . Co!pra . to$a a1uisição re!unera$a $e ens para ,orneci!ento $e u!a s0 %e5 ou parcela$a!ente; I? . Alienação . to$a trans,er:ncia $e $o!ínio $e ens a terceiros; ? . O ras& ser%iços e co!pras $e "ran$e %ulto . a1uelas cu4o %alor esti!a$o se4a superior a 2C E%inte e cincoF %e5es o li!ite esta eleci$o na alínea HcH $o inciso I $o art. 26 $esta Lei; ?I . Se"uro.Garantia . o se"uro 1ue "arante o ,iel cu!pri!ento $as o ri"aç#es assu!i$as por e!presas e! licitaç#es e contratos; ?II . EDecução $ireta . a 1ue / ,eita pelos 0r"ãos e enti$a$es $a A$!inistração& pelos pr0prios !eios; ?III . EDecução in$ireta . a 1ue o 0r"ão ou enti$a$e contrata co! terceiros so 1ual1uer $os se"uintes re"i!es9 aF e!preita$a por preço "lo al . 1uan$o se contrata a eDecução $a o ra ou $o ser%iço por preço certo e total; F e!preita$a por preço unit+rio . 1uan$o se contrata a eDecução $a o ra ou $o ser%iço por preço certo $e uni$a$es $eter!ina$as; $F tare,a . 1uan$o se a4usta !ão.$e.o ra para pe1uenos tra al3os por preço certo& co! ou se! ,orneci!ento $e !ateriais; eF e!preita$a inte"ral . 1uan$o se contrata u! e!preen$i!ento e! sua inte"rali$a$e& co!preen$en$o to$as as etapas $as o ras& ser%iços e instalaç#es necess+rias& so inteira responsa ili$a$e $a contrata$a at/ a sua entre"a ao contratante e! con$iç#es $e entra$a e! operação& aten$i$os os re1uisitos t/cnicos e le"ais para sua utili5ação e! con$iç#es $e se"urança estrutural e operacional e co! as características a$e1ua$as Bs ,inali$a$es para 1ue ,oi contrata$a; II . Pro4eto J+sico . con4unto $e ele!entos necess+rios e su,icientes& co! ní%el $e precisão a$e1ua$o& para caracteri5ar a o ra ou ser%iço& ou co!pleDo $e o ras ou ser%iços o 4eto $a licitação& ela ora$o co! ase nas in$icaç#es $os estu$os t/cnicos preli!inares& 1ue asse"ure! a %ia ili$a$e t/cnica e o a$e1ua$o trata!ento $o i!pacto a! iental $o e!preen$i!ento& e 1ue possi ilite a a%aliação $o custo $a o ra e a $e,inição $os !/to$os e $o pra5o $e eDecução& $e%en$o conter os se"uintes ele!entos9 aF $esen%ol%i!ento $a solução escol3i$a $e ,or!a a ,ornecer %isão "lo al $a o ra e i$enti,icar to$os os seus ele!entos constituti%os co! clare5a;

F soluç#es t/cnicas "lo ais e locali5a$as& su,iciente!ente $etal3a$as& $e ,or!a a !ini!i5ar a necessi$a$e $e re,or!ulação ou $e %ariantes $urante as ,ases $e ela oração $o pro4eto eDecuti%o e $e reali5ação $as o ras e !onta"e!; cF i$enti,icação $os tipos $e ser%iços a eDecutar e $e !ateriais e e1uipa!entos a incorporar B o ra& e! co!o suas especi,icaç#es 1ue asse"ure! os !el3ores resulta$os para o e!preen$i!ento& se! ,rustrar o car+ter co!petiti%o para a sua eDecução; $F in,or!aç#es 1ue possi ilite! o estu$o e a $e$ução $e !/to$os construti%os& instalaç#es pro%is0rias e con$iç#es or"ani5acionais para a o ra& se! ,rustrar o car+ter co!petiti%o para a sua eDecução; eF su sí$ios para !onta"e! $o plano $e licitação e "estão $a o ra& co!preen$en$o a sua pro"ra!ação& a estrat/"ia $e supri!entos& as nor!as $e ,iscali5ação e outros $a$os necess+rios e! ca$a caso; ,F orça!ento $etal3a$o $o custo "lo al $a o ra& ,un$a!enta$o e! 1uantitati%os $e ser%iços e ,orneci!entos propria!ente a%alia$os; I . Pro4eto EDecuti%o . o con4unto $os ele!entos necess+rios e su,icientes B eDecução co!pleta $a o ra& $e acor$o co! as nor!as pertinentes $a Associação Jrasileira $e Kor!as @/cnicas . AJK@; II . A$!inistração P- lica . a a$!inistração $ireta e in$ireta $a (nião& $os Esta$os& $o Distrito )e$eral e $os *unicípios& a ran"en$o inclusi%e as enti$a$es co! personali$a$e 4urí$ica $e $ireito pri%a$o so controle $o po$er p- lico e $as ,un$aç#es por ele instituí$as ou !anti$as; III . A$!inistração . 0r"ão& enti$a$e ou uni$a$e a$!inistrati%a pela 1ual a A$!inistração P- lica opera e atua concreta!ente; IIII . I!prensa O,icial . %eículo o,icial $e $i%ul"ação $a A$!inistração P- lica& sen$o para a (nião o Di+rio O,icial $a (nião& e& para os Esta$os& o Distrito )e$eral e os *unicípios& o 1ue ,or $e,ini$o nas respecti%as leis; II? . Contratante . / o 0r"ão ou enti$a$e si"nat+ria $o instru!ento contratual; I? . Contrata$o . a pessoa ,ísica ou 4urí$ica si"nat+ria $e contrato co! a A$!inistração P- lica; I?I . Co!issão . co!issão& per!anente ou especial& cria$a pela A$!inistração co! a ,unção $e rece er& eDa!inar e 4ul"ar to$os os $ocu!entos e proce$i!entos relati%os Bs licitaç#es e ao ca$astra!ento $e licitantes. Seção Das O ras e Ser%iços III

Art. Lo As licitaç#es para a eDecução $e o ras e para a prestação $e ser%iços o e$ecerão ao $isposto neste arti"o e& e! particular& B se"uinte se1M:ncia9 I . pro4eto +sico; II . pro4eto eDecuti%o; III . eDecução $as o ras e ser%iços. 7 1o A eDecução $e ca$a etapa ser+ o ri"atoria!ente prece$i$a $a conclusão e apro%ação& pela autori$a$e co!petente& $os tra al3os relati%os Bs etapas anteriores& B eDceção $o pro4eto eDecuti%o& o 1ual po$er+ ser $esen%ol%i$o conco!itante!ente co! a eDecução $as o ras e ser%iços& $es$e 1ue ta! /! autori5a$o pela A$!inistração. 7 2o As o ras e os ser%iços so!ente po$erão ser licita$os 1uan$o9 I . 3ou%er pro4eto +sico apro%a$o pela autori$a$e co!petente e $isponí%el para eDa!e $os interessa$os e! participar $o processo licitat0rio; II . eDistir orça!ento $etal3a$o e! planil3as 1ue eDpresse! a co!posição $e to$os os seus custos unit+rios; III . 3ou%er pre%isão $e recursos orça!ent+rios 1ue asse"ure! o pa"a!ento $as o ri"aç#es $ecorrentes $e o ras ou ser%iços a sere! eDecuta$as no eDercício ,inanceiro e! curso& $e acor$o co! o respecti%o crono"ra!a; I? . o pro$uto $ela espera$o esti%er conte!pla$o nas !etas esta eleci$as no Plano Plurianual $e 1ue trata o art. 1GC $a Constituição )e$eral& 1uan$o ,or o caso. 7 6o 8 %e$a$o incluir no o 4eto $a licitação a o tenção $e recursos ,inanceiros para sua eDecução& 1ual1uer 1ue se4a a sua ori"e!& eDceto nos casos $e e!preen$i!entos eDecuta$os e eDplora$os so o re"i!e $e concessão& nos ter!os $a le"islação especí,ica. 7 =o 8 %e$a$a& ain$a& a inclusão& no o 4eto $a licitação& $e ,orneci!ento $e !ateriais e ser%iços se! pre%isão $e 1uanti$a$es ou cu4os 1uantitati%os não correspon$a! Bs pre%is#es reais $o pro4eto +sico ou eDecuti%o. 7 Co 8 %e$a$a a reali5ação $e licitação cu4o o 4eto inclua ens e ser%iços se! si!ilari$a$e ou $e !arcas& características e especi,icaç#es eDclusi%as& sal%o nos casos e! 1ue ,or tecnica!ente 4usti,ic+%el& ou ain$a 1uan$o o ,orneci!ento $e tais !ateriais e ser%iços ,or ,eito so o re"i!e $e a$!inistração contrata$a& pre%isto e $iscri!ina$o no ato con%ocat0rio. Não se admite no Brasil o regime de execução denominado “administração contratada” 7 Go A in,rin":ncia $o $isposto neste arti"o i!plica a nuli$a$e $os atos ou contratos reali5a$os e a responsa ili$a$e $e 1ue! l3es ten3a $a$o causa.

7 Lo Kão ser+ ain$a co!puta$o co!o %alor $a o ra ou ser%iço& para ,ins $e 4ul"a!ento $as propostas $e preços& a atuali5ação !onet+ria $as o ri"aç#es $e pa"a!ento& $es$e a $ata ,inal $e ca$a perío$o $e a,erição at/ a $o respecti%o pa"a!ento& 1ue ser+ calcula$a pelos !es!os crit/rios esta eleci$os o ri"atoria!ente no ato con%ocat0rio. 7 <o Nual1uer ci$a$ão po$er+ re1uerer B A$!inistração P- lica os 1uantitati%os $as o ras e preços unit+rios $e $eter!ina$a o ra eDecuta$a. 7 >o O $isposto neste arti"o aplica.se ta! /!& no 1ue cou er& aos casos $e $ispensa e $e ineDi"i ili$a$e $e licitação. Art. <o A eDecução $as o ras e $os ser%iços $e%e pro"ra!ar.se& se!pre& e! sua totali$a$e& pre%istos seus custos atual e ,inal e consi$era$os os pra5os $e sua eDecução. Par+"ra,o -nico. 8 proi i$o o retar$a!ento i!oti%a$o $a eDecução $e o ra ou ser%iço& ou $e suas parcelas& se eDistente pre%isão orça!ent+ria para sua eDecução total& sal%o insu,ici:ncia ,inanceira ou co!pro%a$o !oti%o $e or$e! t/cnica& 4usti,ica$os e! $espac3o circunstancia$o $a autori$a$e a 1ue se re,ere o art. 2G $esta Lei. Art. >o Kão po$er+ participar& $ireta ou in$ireta!ente& $a licitação ou $a eDecução $e o ra ou ser%iço e $o ,orneci!ento $e ens a eles necess+rios9 I . o autor $o pro4eto& +sico ou eDecuti%o& pessoa ,ísica ou 4urí$ica; II . e!presa& isola$a!ente ou e! cons0rcio& respons+%el pela ela oração $o pro4eto +sico ou eDecuti%o ou $a 1ual o autor $o pro4eto se4a $iri"ente& "erente& acionista ou $etentor $e !ais $e CO Ecinco por centoF $o capital co! $ireito a %oto ou controla$or& respons+%el t/cnico ou su contrata$o; III . ser%i$or ou $iri"ente $e 0r"ão contratante ou respons+%el pela licitação. ou enti$a$e

7 1o 8 per!iti$a a participação $o autor $o pro4eto ou $a e!presa a 1ue se re,ere o inciso II $este arti"o& na licitação $e o ra ou ser%iço& ou na eDecução& co!o consultor ou t/cnico& nas ,unç#es $e ,iscali5ação& super%isão ou "erencia!ento& eDclusi%a!ente a ser%iço $a A$!inistração interessa$a. 7 2o O $isposto neste arti"o não i!pe$e a licitação ou contratação $e o ra ou ser%iço 1ue inclua a ela oração $e pro4eto eDecuti%o co!o encar"o $o contrata$o ou pelo preço pre%ia!ente ,iDa$o pela A$!inistração. 7 6o Consi$era.se participação in$ireta& para ,ins $o $isposto neste arti"o& a eDist:ncia $e 1ual1uer %ínculo $e nature5a t/cnica& co!ercial& econP!ica& ,inanceira ou tra al3ista entre o autor $o pro4eto& pessoa ,ísica ou 4urí$ica& e o licitante ou respons+%el pelos ser%iços& ,orneci!entos e o ras& incluin$o.se os ,orneci!entos $e ens e ser%iços a estes necess+rios.

1=.se pelos preços pratica$os no '! ito $os 0r"ãos e enti$a$es $a A$!inistração P. Para os .issionais especiali5a$os os tra al3os relati%os a9 I . possi ili$a$e $e e!pre"o $e !ão.a.icaç#es t/cnicas e $e $ese!pen3o& o ser%a$as& 1uan$o . As o ras e ser%iços po$erão ser eDecuta$os nas se"uintes .esa $e causas 4u$iciais ou ?I . ser processa$as atra%/s $e siste!a $e re"istro $e preços. As o ras e ser%iços $estina$os aos !es!os .lico. ser su $i%i$i$as e! tantas parcelas 1uantas necess+rias para apro%eitar as peculiari$a$es $o !erca$o& %isan$o econo!ici$a$e. a$oção $as nor!as t/cnicas& $e sa-$e e $e se"urança $o tra al3o a$e1ua$as. estu$os t/cnicos& plane4a!entos e pro4etos ou eDecuti%os. II .se aos !e! ros $a co!issão $e licitação. 16. . a1uisição e Art. eDecução in$ireta& nos se"uintes re"i!es9 aF e!preita$a por preço "lo al.acili$a$e na eDecução& conser%ação e operação& se! pre4uí5o $a $ura ili$a$e $a o ra ou $o ser%iço. II . treina!ento e aper. i!pacto a! iental. II . II .icação $e $ispensa ou ineDi"i ili$a$e $e licitação& . ou $e.ins terão pro4etos pa$roni5a$os por tipos& cate"orias ou classes& eDceto 1uan$o o pro4eto. restauração $e o ras $e arte e 3ist0rico. ?II . III . 7 1o O re"istro $e preços ser+ prece$i$o $e a!pla pes1uisa $e !erca$o. 111 $esta Lei.inanceiras ou tri ut+rias.se Bs con$iç#es $e pa"a!ento se!el3antes Bs $o setor pri%a$o. Seção Das Co!pras ? Art.erencial!ente& ser cele ra$os !e$iante a reali5ação $e concurso& co! estipulação pr/%ia $e pr:!io ou re!uneração. se& no 1ue cou er& o $isposto no art. ali5ar. $F tare. ? .uncionali$a$e e a$e1uação ao interesse p.iscali5ação& super%isão ou "erencia!ento $e o ras ou ser%iços. aten$er ao princípio $a pa$roni5ação& 1ue i!pon3a co!pati ili$a$e $e especi. .eita se! a a$e1ua$a caracteri5ação $e seu o 4eto e in$icação $os recursos orça!ent+rios para seu pa"a!ento& so pena $e nuli$a$e $o ato e responsa ili$a$e $e 1ue! l3e ti%er $a$o causa.7 =o O $isposto no par+"ra.icial. III . ? . ?I . Ken3u!a co!pra ser+ .issionais Especiali5a$os I? I? . 7 6o A e!presa $e prestação $e ser%iços t/cnicos especiali5a$os 1ue apresente relação $e inte"rantes $e seu corpo t/cnico e! proce$i!ento licitat0rio ou co!o ele!ento $e 4usti.pri!as eDistentes no local para eDecução& conser%ação e operação.lica. eDecução $ireta. +sicos I? .or o caso& as con$iç#es $e !anutenção& assist:ncia t/cnica e "arantia o.$e.or!as9 I . Art.o anterior aplica. F e!preita$a por preço unit+rio.icas $o e!preen$i!ento.icar+ o ri"a$a a "arantir 1ue os re.o ra& !ateriais& tecnolo"ia e !at/rias. I? .eiçoa!ento $e pessoal. Art. se"urança. 7 2o Aos ser%iços t/cnicos pre%istos neste arti"o aplica.eri$os inte"rantes reali5e! pessoal e $ireta!ente os ser%iços o 4eto $o contrato. su !eter. III . 1Q. ens $e %alor 7 1o Ressal%a$os os casos $e ineDi"i ili$a$e $e licitação& os contratos para a prestação $e ser%iços t/cnicos pro. 11. . Art.se ser%iços t/cnicos pro. Kos pro4etos +sicos e pro4etos eDecuti%os $e o ras e ser%iços serão consi$era$os principal!ente os se"uintes re1uisitos9 I . Art.pa$rão não aten$er Bs con$iç#es peculiares $o local ou Bs eDi":ncias especí. . eF e!preita$a inte"ral. econo!ia na eDecução& conser%ação e operação.ereci$as. ? . pareceres& perícias e a%aliaç#es e! "eral. 12. assessorias ou consultorias t/cnicas e au$itorias . ?II .ins $esta Lei& consi$era!. 1C. patrocínio a$!inistrati%as. As co!pras& se!pre 1ue possí%el& $e%erão9 I . 7 2o Os preços re"istra$os serão pu lica$os tri!estral!ente para orientação $a A$!inistração& na i!prensa o.issionais especiali5a$os $e%erão& pre. Seção Dos Ser%iços @/cnicos Pro.

eti%a!ente utili5a$os no '! ito $e pro"ra!as 3a itacionais ou $e re"ulari5ação .inição $as uni$a$es e $as 1uanti$a$es a sere! a$1uiri$as e! .un$i+ria $e interesse social $esen%ol%i$os por 0r"ãos ou enti$a$es $a a$!inistração p.lica e! cu4a co!pet:ncia le"al inclua.un$acionais& e& para to$os& inclusi%e as enti$a$es paraestatais& $epen$er+ $e a%aliação pr/%ia e $e licitação na !o$ali$a$e $e concorr:ncia& $ispensa$a esta nos se"uintes casos9 aF $ação e! pa"a!ento.ici+rio $o re"istro pre.l3e .eitas pela A$!inistração Direta ou In$ireta& $e !aneira a clari. III . Par+"ra. A lei define investidura como: 1. a alienação aos proprietários de im veis lindeiros !fronteiriços" de área remanescente ou resultante de o#ra p$#lica% área esta &ue se tornar inaproveitável isoladamente% por preço nunca inferior ao da avaliação e desde &ue esse não ultrapasse a '( )*.6<6& $e L $e $e5e! ro $e 1>LG& !e$iante iniciati%a e $eli eração $os 0r"ãos $a A$!inistração P. A alienação $e ens $a A$!inistração P. 7 Lo Kas co!pras $e%erão ser o ser%a$as& ain$a9 I . .o -nico. II .lico& B relação $e to$as as co!pras .eitas co! $ispensa e ineDi"i ili$a$e $e licitação. $F in%esti$ura. a $e. eF %en$a a outro 0r"ão ou enti$a$e $a a$!inistração p. %ali$a$e $o re"istro não superior a u! ano. estipulação pr/%ia $o siste!a $e controle e atuali5ação $os preços re"istra$os. 2> $a Lei no G.icar a i$enti.ora!ento& concessão $e $ireito real $e uso& locação ou per!issão $e uso $e ens i!0%eis $e uso co!ercial $e '! ito local co! +rea $e at/ 2CQ !R E$u5entos e cin1Menta !etros 1ua$ra$osF e inseri$os no '! ito $e pro"ra!as $e re"ulari5ação .$#lico% de im veis para fins residenciais constru+dos em n$cleos ur#anos anexos a usinas hidrel-tricas% desde &ue considerados dispensáveis na fase de operação dessas unidades e não integrem a categoria de #ens revers+veis ao final da concessão. II .ora!ento& concessão $e $ireito real $e uso& locação ou per!issão $e uso $e ens i!0%eis resi$enciais construí$os& $estina$os ou e.era $e "o%erno.era $e "o%erno& ressal%a$o o $isposto nas alíneas f& h e i. seleção .ir!ar as contrataç#es 1ue $eles po$erão a$%ir& .unção $o consu!o e utili5ação pro%+%eis& cu4a esti!ati%a ser+ o ti$a& se!pre 1ue possí%el& !e$iante a$e1ua$as t/cnicas 1uantitati%as $e esti!ação. 2= $esta Lei. 1G. cF per!uta& por outro i!0%el 1ue aten$a aos re1uisitos constantes $o inciso I $o art.ia$o a u!a co!issão $e& no !íni!o& 6 Etr:sF !e! ros.lica& su or$ina$a B eDist:ncia $e interesse p. O $isposto neste arti"o não se aplica aos casos $e $ispensa $e licitação pre%istos no inciso II $o art. III .icação $o e! co!pra$o& seu preço unit+rio& a 1uanti$a$e a$1uiri$a& o no!e $o %en$e$or e o %alor total $a operação& po$en$o ser a"lutina$as por itens as co!pras . 1uan$o i!0%eis& $epen$er+ $e autori5ação le"islati%a para 0r"ãos $a a$!inistração $ireta e enti$a$es aut+r1uicas e .or!ati5a$o. "F proce$i!entos $e le"iti!ação $e posse $e 1ue trata o art. Ser+ $a$a pu lici$a$e& !ensal!ente& e! 0r"ão $e $i%ul"ação o.oder . e! a ser a$1uiri$o I . 2=. F $oação& per!iti$a eDclusi%a!ente para outro 0r"ão ou enti$a$e $a a$!inistração p.lico $e%i$a!ente 4usti.lica.lica.lica& $e 1ual1uer es.icial ou e! 1ua$ro $e a%isos $e a!plo acesso p.F alienação "ratuita ou onerosa& a. 7 <o O rece i!ento $e !aterial $e %alor superior ao li!ite esta eleci$o no art.lica& $e 1ual1uer es.aculta$a a utili5ação $e outros !eios& respeita$a a le"islação relati%a Bs licitaç#es& sen$o asse"ura$o ao ene. Art.eita !e$iante concorr:ncia.ican$o. as con$iç#es $e "uar$a e ar!a5ena!ento 1ue não per!ita! a $eterioração $o !aterial.7 6o O siste!a $e re"istro $e preços ser+ re"ula!enta$o por $ecreto& aten$i$as as peculiari$a$es re"ionais& o ser%a$as as se"uintes con$iç#es9 I . 1L.un$i+ria $e interesse social $esen%ol%i$os por 0r"ãos ou enti$a$es $a a$!inistração p. iF alienação e concessão $e $ireito real $e uso& "ratuita ou onerosa& $e terras p. Seção Das Alienaç#es ?I a alienação% aos leg+timos possuidores ou% na falta destes% ao . 3F alienação "ratuita ou onerosa& a. 26 $esta Lei& para a !o$ali$a$e $e con%ite& $e%er+ ser con.CQQ3a E!il e 1uin3entos 3ectaresF& para Art.ica$o& ser+ prece$i$a $e a%aliação e o e$ecer+ Bs se"uintes nor!as9 .se tal atri uição.icação co!pleta $o se! in$icação $e !arca. 7 Co O siste!a $e controle ori"ina$o no 1ua$ro "eral $e preços& 1uan$o possí%el& $e%er+ ser in. 7 =o A eDist:ncia $e preços re"istra$os não o ri"a a A$!inistração a .licas rurais $a (nião na A!a5Pnia Le"al on$e inci$a! ocupaç#es at/ o li!ite $e 1C E1uin5eF !0$ulos .er:ncia e! i"ual$a$e $e con$iç#es. 7 Go Nual1uer ci$a$ão / parte le"íti!a para i!pu"nar preço constante $o 1ua$ro "eral e! ra5ão $e inco!pati ili$a$e $esse co! o preço %i"ente no !erca$o. a especi.iscais ou 1.***%**.

inal $a concessão.alta $estes& ao Po$er P.a%or $o $oa$or.lica ou interesse social.6<6& $e L $e $e5e! ro $e 1>LG& !e$iante iniciati%a e $eli eração $os 0r"ãos $a A$!inistração P. "F proce$i!entos $e le"iti!ação $e posse $e 1ue trata o art. 2> $a Lei no G.ase $e operação $essas uni$a$es e não inte"re! a cate"oria $e ens re%ersí%eis ao .inancia!ento& a cl+usula $e re%ersão e $e!ais o ri"aç#es serão "aranti$as por 3ipoteca e! se"un$o "rau e! .conte!pla$as na lei a"r+ria& nas leis $e $estinação $e terras p.o. s0 se aplica a i!0%el situa$o e! 5ona rural& não su4eito a %e$ação& i!pe$i!ento ou incon%eniente a sua eDploração !e$iante ati%i$a$es a"ropecu+rias.lica& se! utili5ação pre%isí%el por 1ue! $eles $isp#e.licas& ou nas nor!as le"ais ou a$!inistrati%as $e 5onea!ento ecol0"ico. . III .icara! a sua $oação& re%erterão ao patri!Pnio $a pessoa 4urí$ica $oa$ora& %e$a$a a sua alienação pelo ene. F per!uta& per!iti$a eDclusi%a!ente entre 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração P. pre%isão $e rescisão auto!+tica $a concessão& $ispensa$a noti. 26& inciso II& alínea H H $esta Lei& a A$!inistração po$er+ per!itir o leilão.ins $e re"ulari5ação .lica& +rea esta 1ue se tornar inapro%eit+%el isola$a!ente& por preço nunca in.iscais& $es$e 1ue não eDce$a !il e 1uin3entos 3ectares& %e$a$a a $ispensa $e licitação para +reas superiores a esse li!ite. II . 7 2o.ica! $ispensa$as $e autori5ação le"islati%a& por/! su !ete!.ica e eDploração $ireta so re +rea rural situa$a na A!a5Pnia Le"al& superior a 1 Eu!F !0$ulo . %e$ação $e concess#es para 3ip0teses $e eDploração não. 7 1o Os i!0%eis $oa$os co! ase na alínea H H $o inciso I $este arti"o& cessa$as as ra5#es 1ue 4usti.licas. 7 =o A $oação co! encar"o ser+ licita$a e $e seu instru!ento constarão& o ri"atoria!ente os encar"os& o pra5o $e seu cu!pri!ento e cl+usula $e re%ersão& so pena $e nuli$a$e $o ato& sen$o $ispensa$a a licitação no caso $e interesse p.ici+rio.se tal atri uição. 1<.inali$a$es. a outro 0r"ão ou enti$a$e $a A$!inistração P. a pessoa natural 1ue& nos ter!os $a lei& re"ula!ento ou ato nor!ati%o $o 0r"ão co!petente& 3a4a i!ple!enta$o os re1uisitos !íni!os $e cultura& ocupação !ansa e pací. aplicação eDclusi%a!ente Bs +reas e! 1ue a $etenção por particular se4a co!pro%a$a!ente anterior a 1o $e $e5e! ro $e 2QQ=.+ B co!pro%ação $o .erecer o i!0%el e! "arantia $e .ica li!ita$a a +reas $e at/ 1uin5e !0$ulos . 1uan$o !0%eis& $epen$er+ $e a%aliação pr/%ia e $e licitação& $ispensa$a esta nos se"uintes casos9 aF $oação& per!iti$a eDclusi%a!ente para .se9 I . 7 2o A A$!inistração ta! /! po$er+ conce$er título $e proprie$a$e ou $e $ireito real $e uso $e i!0%eis& $ispensa$a licitação& 1uan$o o uso $estinar.iscais& $es$e 1ue não eDce$a 1. su !issão aos $e!ais re1uisitos e i!pe$i!entos $o re"i!e le"al e a$!inistrati%o $a $estinação e $a re"ulari5ação .econP!ica& relati%a!ente B escol3a $e outra . e I? ..econP!ico.or!a $e alienação.i"ura pre%ista na alínea " $o inciso I $o caput $este arti"o& at/ o li!ite pre%isto no inciso II $este par+"ra. a alienação aos propriet+rios $e i!0%eis lin$eiros $e +rea re!anescente ou resultante $e o ra p.lico $e%i$a!ente 4usti.ica. 7 Co Ka 3ip0tese $o par+"ra. Art. A 3ip0tese $o inciso II $o 7 2o $este arti"o9 I .lica. III .F %en$a $e !ateriais e e1uipa!entos para outros 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração P.icação& e! caso $e $eclaração $e utili$a$e& ou necessi$a$e p. a alienação& aos le"íti!os possui$ores $iretos ou& na .un$i+ria $e terras p.lica e! cu4a co!pet:ncia le"al inclua. Ka concorr:ncia para a %en$a $e ens i!0%eis& a . po$e ser cu!ula$a co! o 1uantitati%o $e +rea $ecorrente $a . $F %en$a $e títulos& na . 7 6o Enten$e. 7 Go Para a %en$a $e ens !0%eis a%alia$os& isola$a ou "lo al!ente& e! 1uantia não superior ao li!ite pre%isto no art.se por in%esti$ura& para os .un$i+ria& aten$i$os os re1uisitos le"ais.A.se. eF %en$a $e ens pro$u5i$os ou co!erciali5a$os por 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração P.ica$o.or!a $a le"islação pertinente. II .o anterior& caso o $onat+rio necessite o.ins $esta lei9 I .ase $e 3a ilitação li!itar. As 3ip0teses $o inciso II $o 7 2o .ins e uso $e interesse social& ap0s a%aliação $e sua oportuni$a$e e con%eni:ncia s0cio.J.ins resi$enciais construí$os e! n-cleos ur anos aneDos a usinas 3i$rel/tricas& $es$e 1ue consi$era$os $ispens+%eis na . II S . 26 $esta lei. 7 2A.erior ao $a a%aliação e $es$e 1ue esse não ultrapasse a CQO Ecin1Menta por centoF $o %alor constante $a alínea HaH $o inciso II $o art.iscal e li!ita$a a 1C E1uin5eF !0$ulos .CQQ3a E!il e 1uin3entos 3ectaresF.se aos se"uintes con$iciona!entos9 I .lica& 1ual1uer 1ue se4a a locali5ação $o i!0%el. cF %en$a $e aç#es& 1ue po$erão ser ne"ocia$as e! olsa& o ser%a$a a le"islação especí.lico& $e i!0%eis para . II . II .lica& e! %irtu$e $e suas .

or!e o %ulto $a licitação& utili5ar.iDar+& e! local apropria$o& c0pia $o instru!ento con%ocat0rio e o esten$er+ aos $e!ais ca$astra$os na correspon$ente especiali$a$e Art.or!ulação $as propostas.e$erais.lica Esta$ual ou *unicipal& ou $o Distrito )e$eral. O $isposto neste arti"o não i!pe$ir+ a 3a ilitação $e interessa$os resi$entes ou se$ia$os e! outros locais.lica )e$eral e& ain$a& 1uan$o se tratar $e o ras . III . III .eita por 0r"ão ou enti$a$e $a A$!inistração P. leilão. Art.or!a 1ue se $eu o teDto ori"inal& rea rin$o. 7 6o Con%ite / a !o$ali$a$e $e licitação entre interessa$os $o ra!o pertinente ao seu o 4eto& ca$astra$os ou não& escol3i$os e con%i$a$os e! n-!ero !íni!o $e 6 pela uni$a$e a$!inistrati%a& a 1ual a.ica$o. a%aliação $os ens alien+%eis. 7 =o Nual1uer !o$i. III .eti%a $isponi ili$a$e $o e$ital ou $o con%ite e respecti%os aneDos& pre%alecen$o a $ata 1ue ocorrer !ais tar$e.icação no e$ital eDi"e $i%ul"ação pela !es!a .icial $o Esta$o& ou $o Distrito )e$eral 1uan$o se tratar& respecti%a!ente& $e licitação .o -nico. Os a%isos conten$o os resu!os $os e$itais $as concorr:ncias& $as to!a$as $e preços& $os concursos e $os leil#es& e! ora reali5a$os no local $a repartição interessa$a& $e%erão ser pu lica$os co! antece$:ncia& no !íni!o& por u!a %e59 I .e$erais ou "aranti$as por instituiç#es . trinta $ias para9 aF concorr:ncia& nos casos não especi. II . to!a$a $e preços. 7 2o O pra5o !íni!o at/ o rece i!ento $as propostas ou $a reali5ação $o e%ento ser+9 I . São !o$ali$a$es $e licitação9 I . concurso.icação.se o pra5o inicial!ente esta eleci$o& eDceto 1uan$o& in1Mestiona%el!ente& a alteração não a. concorr:ncia. 21. no Di+rio O.or $o tipo H!el3or t/cnicaH ou Ht/cnica e preçoH. II .etar a . Art.o anterior serão conta$os a partir $a -lti!a pu licação $o e$ital resu!i$o ou $a eDpe$ição $o con%ite& ou ain$a $a e.lico& $e%i$a!ente 4usti. F to!a$a $e preços& 1uan$o a licitação . con%ite. cinco $ias -teis para con%ite.ase inicial $e 3a ilitação preli!inar& co!pro%e! possuir os re1uisitos !íni!os $e 1uali. Art. 7 2o @o!a$a $e preços / a !o$ali$a$e $e licitação entre interessa$os $e%i$a!ente ca$astra$os ou 1ue aten$ere! a to$as as con$iç#es eDi"i$as para ca$astra!ento at/ o terceiro $ia anterior B $ata $o rece i!ento $as propostas& o ser%a$a a necess+ria 1uali.ica$os na alínea H H $o inciso anterior& ou leilão.eita por 0r"ão ou enti$a$e $a A$!inistração P.recol3i!ento $e 1uantia correspon$ente a CO Ecinco por centoF $a a%aliação. II . II I? . 7 1o Concorr:ncia / a !o$ali$a$e $e licitação entre 1uais1uer interessa$os 1ue& na .icação eDi"i$os no e$ital para eDecução $e seu o 4eto. Capítulo Da Licitação Seção Das *o$ali$a$es& Li!ites e Dispensa licitat0rio& so a aF concurso. ? . co!pro%ação $a necessi$a$e ou utili$a$e $a alienação.icial $a (nião& 1uan$o se tratar $e licitação .or $o tipo H!el3or t/cnicaH ou Ht/cnica e preçoH.orneci$o& aliena$o ou alu"a$o o e!& po$en$o ain$a a A$!inistração& con. a$oção $o proce$i!ento !o$ali$a$e $e concorr:ncia ou leilão. 22. 1>.lica& cu4a a1uisição 3a4a $eri%a$o $e proce$i!entos 4u$iciais ou $e $ação e! pa"a!ento& po$erão ser aliena$os por ato $a autori$a$e co!petente& o ser%a$as as se"uintes re"ras9 I . III .or!aç#es so re a licitação. e! 4ornal $i+rio $e "ran$e circulação no Esta$o e ta! /!& se 3ou%er& e! 4ornal $e circulação no *unicípio ou na re"ião on$e ser+ reali5a$a a o ra& presta$o o ser%iço& .inancia$as parcial ou total!ente co! recursos . no Di+rio O. Os ens i!0%eis $a A$!inistração P.se $e outros !eios $e $i%ul"ação para a!pliar a +rea $e co!petição.etua$as no local on$e se situar a repartição interessa$a& sal%o por !oti%o $e interesse p. Par+"ra. 7 1o O a%iso pu lica$o conter+ a in$icação $o local e! 1ue os interessa$os po$erão ler e o ter o teDto inte"ral $o e$ital e to$as as in. I 7 6o Os pra5os esta eleci$os no par+"ra. 1uarenta e cinco $ias para9 . 2Q. As licitaç#es serão e. II . I? .ica$os na alínea H H $o inciso anterior. 1uin5e $ias para a to!a$a $e preços& nos casos não especi. F concorr:ncia& 1uan$o o contrato a ser cele ra$o conte!plar o re"i!e $e e!preita$a inte"ral ou 1uan$o a licitação .

erecer o !aior lance& i"ual ou superior ao %alor $a a%aliação.esto $esinteresse $os con%i$a$os& .1ue !ani.QQQ&QQ 7 1o As o ras& ser%iços e co!pras e.CQQ. 2=.erior licitação& co! %istas a a!pliação $a po$en$o o e$ital .or!e o caso& para parcelas $e u!a !es!a o ra ou ser%iço& ou ain$a para o ras e ser%iços $a !es!a nature5a e no !es!o local 1ue possa! ser reali5a$as con4unta e conco!itante!ente& se!pre 1ue o so!at0rio $e seus %alores caracteri5ar o caso $e Hto!a$a $e preçosH ou Hconcorr:nciaH& respecti%a!ente& nos ter!os $este arti"o& eDceto para as parcelas $e nature5a especí. para co!pras e ser%iços não re. at/ RT 1CQ. 1>& a 1ue! o. 26.+ o $o ro $os %alores !enciona$os no caput $este arti"o 1uan$o .o 2o $este arti"o& a a$!inistração so!ente po$er+ eDi"ir $o licitante não ca$astra$o os $ocu!entos pre%istos nos arts. 7 Go Ka 3ip0tese $o 7 6o $este arti"o& eDistin$o na praça !ais $e 6 Etr:sF possí%eis interessa$os& a ca$a no%o con%ite& reali5a$o para o 4eto i$:ntico ou asse!el3a$o& / o ri"at0rio o con%ite a& no !íni!o& !ais u! interessa$o& en1uanto eDistire! ca$astra$os não con%i$a$os nas -lti!as licitaç#es.ica 1ue possa! ser eDecuta$as por pessoas ou e!presas $e especiali$a$e $i%ersa $a1uela $o eDecutor $a o ra ou ser%iço.eri$as neste arti"o.or i!possí%el a o tenção $o n-!ero !íni!o $e licitantes eDi"i$os no 7 6o $este arti"o& essas circunst'ncias $e%erão ser $e%i$a!ente 4usti. 7 <o 8 %e$a$a a criação $e outras !o$ali$a$es $e licitação ou a co! inação $as re.QQQ&QQ F to!a$a $e preços .etua$as pela a$!inistração serão $i%i$i$as e! tantas parcelas 1uantas se co!pro%are! t/cnica e econo!ica!ente %i+%eis& proce$en$o.unção $os se"uintes li!ites& ten$o e! %ista o %alor esti!a$o $a contratação9 I . Art. para o ras e ser%iços $e en"en3aria9 aF con%ite .CQQ. 7 2o Ka eDecução $e o ras e ser%iços e nas co!pras $e ens& parcela$as nos ter!os $o par+"ra.or!a$o por !aior n-!ero. Art. As !o$ali$a$es $e licitação a 1ue se re.ornece$or $o e! ou ser%iço no País.ere! os incisos I a III $o arti"o anterior serão $eter!ina$as e! .iDar 1uantitati%o !íni!o econo!ia $e escala. para o ras e ser%iços $e en"en3aria $e %alor at/ 1QO E$e5 por centoF $o li!ite pre%isto na alínea HaH& $o inciso .or!e crit/rios constantes $e e$ital pu lica$o na i!prensa o. 7 =o Concurso / a !o$ali$a$e $e licitação entre 1uais1uer interessa$os para escol3a $e tra al3o t/cnico& cientí. 7 Lo Nuan$o& por li!itaç#es $o !erca$o ou !ani.se. 2L a 61& 1ue co!pro%e! 3a ilitação co!patí%el co! o o 4eto $a licitação& nos ter!os $o e$ital.ace $e suas peculiari$a$es& o e$ecerão aos li!ites esta eleci$os no inciso I $este arti"o ta! /! para suas co!pras e ser%iços e! "eral& $es$e 1ue para a a1uisição $e !ateriais aplica$os eDclusi%a!ente na !anutenção& reparo ou . 7 Co 8 %e$a$a a utili5ação $a !o$ali$a$e Hcon%iteH ou Hto!a$a $e preçosH& con. 7 >o Ka 3ip0tese $o par+"ra.estare! seu interesse co! antece$:ncia $e at/ 2= 3oras $a apresentação $as propostas. 8 $ispens+%el a licitação9 I .ornece$ores ou o con%ite& 1uan$o não 3ou%er . 7 =o Kos casos e! 1ue cou er con%ite& a A$!inistração po$er+ utili5ar a to!a$a $e preços e& e! 1ual1uer caso& a concorr:ncia.eri$os no inciso anterior9 aF con%ite .o anterior& a ca$a etapa ou con4unto $e etapas $a o ra& ser%iço ou co!pra& 3+ $e correspon$er licitação $istinta& preser%a$a a !o$ali$a$e pertinente para a eDecução $o o 4eto e! licitação. 7 Co Leilão / a !o$ali$a$e $e licitação entre 1uais1uer interessa$os para a %en$a $e ens !0%eis inser%í%eis para a a$!inistração ou $e pro$utos le"al!ente apreen$i$os ou pen3ora$os& ou para a alienação $e ens i!0%eis pre%ista no art. 7 Lo Ka co!pra $e ens $e nature5a 1ue não 3a4a pre4uí5o para o con4unto per!iti$a a cotação $e 1uanti$a$e in. 1>& co!o nas concess#es $e $ireito real $e uso e nas licitaç#es internacionais& a$!itin$o. $i%isí%el e $es$e ou co!pleDo& / B $e!an$a$a na co!petiti%i$a$e& para preser%ar a 7 <o Ko caso $e cons0rcios p.ica$as no processo& so pena $e repetição $o con%ite. at/ RT 1.or!a$o por at/ 6 Etr:sF entes $a )e$eração& e o triplo& 1uan$o .icial co! antece$:ncia !íni!a $e =C E1uarenta e cincoF $ias. at/ RT GCQ.QQQ&QQ cF concorr:ncia . aci!a $e RT GCQ. at/ RT <Q.se B licitação co! %istas ao !el3or apro%eita!ento $os recursos $isponí%eis no !erca$o e B a!pliação $a co!petiti%i$a$e& se! per$a $a econo!ia $e escala.QQQ&QQ II .a ricação $e !eios operacionais /licos pertencentes B (nião.ico ou artístico& !e$iante a instituição $e pr:!ios ou re!uneração aos %ence$ores& con.QQQ&QQ cF concorr:ncia9 aci!a $e RT 1.licos& aplicar. 7 6o A concorr:ncia / a !o$ali$a$e $e licitação ca í%el& 1ual1uer 1ue se4a o %alor $e seu o 4eto& tanto na co!pra ou alienação $e ens i!0%eis& ressal%a$o o $isposto no art. 7 Go As or"ani5aç#es in$ustriais $a A$!inistração )e$eral $ireta& e! .QQQ&QQ F to!a$a $e preços .se neste -lti!o caso& o ser%a$os os li!ites $este arti"o& a to!a$a $e preços& 1uan$o o 0r"ão ou enti$a$e $ispuser $e ca$astro internacional $e .

I?II . =< $esta Lei e& persistin$o a situação& ser+ a$!iti$a a a$4u$icação $ireta $os ens ou ser%iços& por %alor não superior ao constante $o re"istro $e preços& ou $os ser%iços. para as co!pras $e !aterial $e uso pelas )orças Ar!a$as& co! eDceção $e !ateriais $e uso pessoal e a$!inistrati%o& 1uan$o 3ou%er necessi$a$e $e !anter a pa$roni5ação re1ueri$a pela estrutura $e apoio lo"ístico $os !eios na%ais& a/reos e terrestres& !e$iante parecer $e co!issão instituí$a por $ecreto.esta!ente superiores aos pratica$os no !erca$o nacional& ou . 26 $esta Lei9 III .iciais co!petentes& casos e! 1ue& o ser%a$o o par+"ra. na contratação $e re!anescente $e o ra& ser%iço ou . I?III . I?I .ereci$as pelo licitante %ence$or& inclusi%e 1uanto ao preço& $e%i$a!ente corri"i$o.lica& ou%i$o o Consel3o $e De.esa Kacional. na contratação $e instituição rasileira incu! i$a re"i!ental ou estatutaria!ente $a pes1uisa& $o ensino ou $o $esen%ol%i!ento institucional& ou $e instituição $e$ica$a B recuperação social $o preso& $es$e 1ue a contrata$a $eten3a in1uestion+%el reputação /tico.ísica& se! .inali$a$es $o 0r"ão ou enti$a$e. III .o -nico $o art. II .orneci!ento& e! conse1M:ncia $e rescisão contratual& $es$e 1ue aten$i$a a or$e! $e classi. para a a1uisição $e co!ponentes ou peças $e ori"e! nacional ou estran"eira& necess+rios B !anutenção $e e1uipa!entos $urante o perío$o $e "arantia t/cnica& 4unto ao .ico.lica e 1ue ten3a si$o cria$o para esse . para a co!pra ou locação $e i!0%el $estina$o ao aten$i!ento $as .ira! a parcelas $e u!a !es!a o ra ou ser%iço ou ain$a para o ras e ser%iços $a !es!a nature5a e no !es!o local 1ue possa! ser reali5a$as con4unta e conco!itante!ente.issional e não ten3a . II .iciais& $e . ? .or!+tica a pessoa 4urí$ica $e $ireito p.erentes $e suas se$es& por !oti%o $e !o%i!entação operacional ou $e a$estra!ento& 1uan$o a eDi"ui$a$e $os pra5os le"ais pu$er co!pro!eter a nor!ali$a$e e os prop0sitos $as operaç#es e $es$e 1ue seu %alor não eDce$a ao li!ite pre%isto na alínea HaH $o inciso II $o art.or in$ispens+%el para a %i":ncia $a "arantia. nas co!pras $e 3orti.ica$a& $es$e 1ue co!patí%eis ou inerentes Bs . para a a1uisição $e ens ou ser%iços nos ter!os $e acor$o internacional especí. IIII .icação $a licitação anterior e aceitas as !es!as con$iç#es o.ore! !ani.ins lucrati%os e $e co!pro%a$a i$onei$a$e& por 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração P. para a i!pressão $os $i+rios o.licos ou particulares& e so!ente para os ens necess+rios ao aten$i!ento $a situação e!er"encial ou cala!itosa e para as parcelas $e o ras e ser%iços 1ue possa! ser concluí$as no pra5o !+Di!o $e 1<Q Ecento e oitentaF $ias consecuti%os e ininterruptos& conta$os $a ocorr:ncia $a e!er":ncia ou cala!i$a$e& %e$a$a a prorro"ação $os respecti%os contratos.iDa$os pelos 0r"ãos o. nos casos $e e!er":ncia ou $e cala!i$a$e p.i! especí. ?II .ica$a!ente& não pu$er ser repeti$a se! pre4uí5o para a A$!inistração& !anti$as& neste caso& to$as as con$iç#es preesta eleci$as. II .lica& 1uan$o caracteri5a$a ur":ncia $e aten$i!ento $e situação 1ue possa ocasionar pre4uí5o ou co!pro!eter a se"urança $e pessoas& o ras& ser%iços& e1uipa!entos e outros ens& p.ruti"ran4eiros& pão e outros ":neros perecí%eis& no te!po necess+rio para a reali5ação $os processos licitat0rios correspon$entes& reali5a$as $ireta!ente co! ase no preço $o $ia.ira! a parcelas $e u! !es!o ser%iço& co!pra ou alienação $e !aior %ulto 1ue possa ser reali5a$a $e u!a s0 %e5.lico interno& $e ens pro$u5i$os ou ser%iços presta$os por 0r"ão ou enti$a$e 1ue inte"re a A$!inistração P.ici:ncia . para a a1uisição& por pessoa 4urí$ica $e $ireito p.ornece$or ori"inal $esses e1uipa!entos& 1uan$o tal con$ição $e eDclusi%i$a$e .ico apro%a$o pelo Con"resso Kacional& 1uan$o as con$iç#es o.I $o arti"o anterior& $es$e 1ue não se re. para a a1uisição ou restauração $e o ras $e arte e o 4etos 3ist0ricos& $e autentici$a$e certi. 1uan$o a (nião ti%er 1ue inter%ir no $o!ínio econP!ico para re"ular preços ou nor!ali5ar o a asteci!ento.orneci!ento $e . ?III . nas co!pras ou contrataç#es $e ser%iços para o a asteci!ento $e na%ios& e! arcaç#es& uni$a$es a/reas ou tropas e seus !eios $e $esloca!ento 1uan$o e! esta$a e%entual $e curta $uração e! portos& aeroportos ou locali$a$es $i.ore! inco!patí%eis co! os . I? .or!ul+rios pa$roni5a$os $e uso $a a$!inistração& e $e e$iç#es t/cnicas o.ico e! $ata anterior B %i":ncia $esta Lei& $es$e 1ue o preço contrata$o se4a co!patí%el co! o pratica$o no !erca$o. nos casos $e "uerra ou "ra%e pertur ação $a or$e!.iciais& e! co!o para prestação $e ser%iços $e in. I . III . 1uan$o 3ou%er possi ili$a$e $e co!pro!eti!ento $a se"urança nacional& nos casos esta eleci$os e! $ecreto $o Presi$ente $a Rep.lica& para a prestação $e ser%iços ou .lico interno& por 0r"ãos ou enti$a$es 1ue inte"re! a A$!inistração P. para outros ser%iços e co!pras $e %alor at/ 1QO E$e5 por centoF $o li!ite pre%isto na alínea HaH& $o inciso II $o arti"o anterior e para alienaç#es& nos casos pre%istos nesta Lei& $es$e 1ue não se re.erta$as . I? .esta!ente %anta4osas para o Po$er P.pro. ?I .lica& cria$os para esse .ins lucrati%os II? . 1uan$o as propostas apresenta$as consi"nare! preços !ani. na contratação $e associação $e porta$ores $e $e. II . 1uan$o não acu$ire! interessa$os B licitação anterior !a chamada “licitação deserta”" e esta& 4usti.i! especí.inali$a$es precípuas $a a$!inistração& cu4as necessi$a$es $e instalação e locali5ação con$icione! a sua escol3a& $es$e 1ue o preço se4a co!patí%el co! o %alor $e !erca$o& se"un$o a%aliação pr/%ia.lico.

i! especí.atura!ento& respon$e! soli$aria!ente pelo $ano causa$o B )a5en$a P. Para a a1uisição $e ens $estina$os eDclusi%a!ente a pes1uisa cientí.ornece$or ou eDecutante e rati. II? . III .orneci$os por pro$utor& e!presa ou representante co!ercial eDclusi%o& %e$a$a a pre. 8 ineDi"í%el a licitação in%ia ili$a$e $e co!petição& e! especial9 1uan$o 3ou%er I .or o caso. Par+"ra.ação $o o 4eto $o contrato. O processo $e $ispensa& $e ineDi"i ili$a$e ou $e retar$a!ento& pre%isto neste arti"o& ser+ instruí$o& no 1ue cou er& co! os se"uintes ele!entos9 I .ica e tecnol0"ica co! recursos conce$i$os pela CAPES& )IKEP& CKP1 ou outras instituiç#es $e . As $ispensas pre%istas nos 77 2o e =o $o art.ica e @ecnol0"ica . para a cele ração $e contratos $e prestação $e ser%iços co! as or"ani5aç#es sociais& 1uali. 7 1o Consi$era.ico.etua$os por associaç#es ou cooperati%as .orneci$o pelo 0r"ão $e re"istro $o co!/rcio $o local e! 1ue se reali5aria a licitação ou a o ra ou o ser%iço& pelo Sin$icato& )e$eração ou Con. na contratação reali5a$a por Instituição Cientí. ou .lica. III . Art. <o $esta Lei $e%erão ser co!unica$os& $entro $e 6 Etr:sF $ias& B autori$a$e superior& para rati. IIII .o!ento para a trans. 1L e no inciso III e se"uintes $o art. Art.orneci!ento ou supri!ento $e ener"ia el/trica e "+s natural co! concession+rio& per!ission+rio ou autori5a$o& se"un$o as nor!as $a le"islação especí.icação e pu licação na i!prensa o. caracteri5ação $a situação e!er"encial cala!itosa 1ue 4usti.ic+cia $os atos.lica ou socie$a$e $e econo!ia !ista co! suas su si$i+rias e controla$as& para a a1uisição ou alienação $e ens& prestação ou o tenção $e ser%iços& $es$e 1ue o preço contrata$o se4a co!patí%el co! o pratica$o no !erca$o. 2C.or!a associa$a nos ter!os $o autori5a$o e! contrato $e cons0rcio p. II .ísicas $e aiDa ren$a recon3eci$as pelo po$er p.or!a $a lei& co!o A":ncias EDecuti%as.o!ento a pes1uisa cre$encia$as pelo CKP1 para esse . IC@ ou por a":ncia $e .ornece$or ou eDecutante. para contratação $e pro.issional ou e!presa cu4o conceito no ca!po $e sua especiali$a$e& $ecorrente $e $ese!pen3o anterior& estu$os& eDperi:ncias& pu licaç#es& or"ani5ação& aparel3a!ento& e1uipe t/cnica& ou $e outros re1uisitos relaciona$os co! suas ati%i$a$es& per!ita in.inal $o par+"ra.lica o .eras $e "o%erno& para ati%i$a$es conte!pla$as no contrato $e "estão.!ão.lico respons+%el& se! pre4uí5o $e outras sanç#es le"ais ca í%eis.se $e not0ria especiali5ação o pro. 4usti.ica$as& na .issional $e 1ual1uer setor artístico& $ireta!ente ou atra%/s $e e!pres+rio eDclusi%o& $es$e 1ue consa"ra$o pela crítica especiali5a$a ou pela opinião p. na contratação reali5a$a por e!presa p.lico ou e! con%:nio $e cooperação II?II .eita atra%/s $e atesta$o .o -nico $o art.erir 1ue o seu tra al3o / essencial e in$iscuti%el!ente o !ais a$e1ua$o B plena satis.lica.o ra& $es$e 1ue o preço contrata$o se4a co!patí%el co! o pratica$o no !erca$o.lico co!o cata$ores $e !ateriais recicl+%eis& co! o uso $e e1uipa!entos co!patí%eis co! as nor!as t/cnicas& a! ientais e $e sa-$e p. na contratação $e .ornece$or ou o presta$or $e ser%iços e o a"ente p.orneci!ento $e ens e ser%iços& pro$u5i$os ou presta$os no País& 1ue en%ol%a!& cu!ulati%a!ente& alta co!pleDi$a$e tecnol0"ica e $e. 2=& as situaç#es $e ineDi"i ili$a$e re. IIII S na a1uisição $e ens e contratação $e ser%iços para aten$er aos contin"entes !ilitares $as )orças Sin"ulares rasileiras e!pre"a$as e! operaç#es $e pa5 no eDterior& necessaria!ente 4usti.eri$as no art. na contratação $a coleta& processa!ento e co!erciali5ação $e resí$uos s0li$os ur anos recicl+%eis ou reutili5+%eis& e! +reas co! siste!a $e coleta seleti%a $e liDo& e.o -nico. ra5ão $a escol3a $o . II?III S para o . 7 2o Ka 3ip0tese $este arti"o e e! 1ual1uer $os casos $e $ispensa& se co!pro%a$o super. I? .er:ncia $e !arca& $e%en$o a co!pro%ação $e eDclusi%i$a$e ser . II .icati%a $o preço.i1ue a $ispensa& 1uan$o .ica$as pelo Co!an$ante $a )orça.or!a$as eDclusi%a!ente por pessoas .ica$as no '! ito $as respecti%as es.ica$as& e o retar$a!ento pre%isto no .un$ação 1uali. 2G. 16 $esta Lei& $e nature5a sin"ular& co! pro. III? .licos $e .er:ncia $e tecnolo"ia e para o licencia!ento $e $ireito $e uso ou $e eDploração $e criação prote"i$a.issionais ou e!presas $e not0ria especiali5ação& %e$a$a a ineDi"i ili$a$e para ser%iços $e pu lici$a$e e $i%ul"ação.ica.esa nacional& !e$iante parecer $e co!issão especial!ente $esi"na$a pela autori$a$e !+Di!a $o 0r"ão.e$eração Patronal& ou& ain$a& pelas enti$a$es e1ui%alentes. Os percentuais re.icial& no pra5o $e C EcincoF $ias& co!o con$ição para a e. III .eri$os nos incisos I e II $o caput $este arti"o serão 2QO E%inte por centoF para co!pras& o ras e ser%iços contrata$os por cons0rcios p. $ocu!ento $e apro%ação $os pro4etos $e pes1uisa aos 1uais os ens serão aloca$os.licos& socie$a$e $e econo!ia !ista& e!presa p. IIIII . Par+"ra.ica$as 1uanto ao preço e B escol3a $o .$e. 2C& necessaria!ente 4usti. para a1uisição $e !ateriais& e1uipa!entos& ou ":neros 1ue s0 possa! ser .lica e por autar1uia ou .o -nico. para a contratação $e ser%iços t/cnicos enu!era$os no art. II?I S na cele ração $e contrato $e pro"ra!a co! ente $a )e$eração ou co! enti$a$e $e sua a$!inistração in$ireta& para a prestação $e ser%iços p.

issionais co!petentes& li!ita$as as eDi":ncias a9 I .issional Art.or!aç#es e $as con$iç#es locais para o cu!pri!ento $as o ri"aç#es o 4eto $a licitação. pro%a $e inscrição no ca$astro $e contri uintes esta$ual ou !unicipal& se 3ou%er& relati%o ao $o!icílio ou se$e $o licitante& pertinente ao seu ra!o $e ati%i$a$e e co!patí%el co! o o 4eto contratual. I? . ou inscrição na enti$a$e pro. II .icação t/cnica li!itar.se.or o caso. $ecreto $e autori5ação& e! se tratan$o $e e!presa ou socie$a$e estran"eira e! . 7 Go As eDi":ncias !íni!as relati%as a instalaç#es $e canteiros& !+1uinas& e1uipa!entos e pessoal t/cnico especiali5a$o& consi$era$os essenciais para o cu!pri!ento $o o 4eto $a licitação& serão aten$i$as !e$iante a apresentação $e relação eDplícita e $a $eclaração . ? S cu!pri!ento $o $isposto no inciso IIIIII $o art.iscal. pro%a $e re"ulari$a$e relati%a B Se"uri$a$e Social e ao )un$o $e Garantia por @e!po $e Ser%iço E)G@SF& $e!onstran$o situação re"ular no cu!pri!ento $os encar"os sociais instituí$os por lei.orneci$os por pessoas 4urí$icas $e $ireito p.pro. III . re"istro co!ercial& no caso $e e!presa in$i%i$ual.Seção Da Ua ilitação II I . co!pro%ação $e apti$ão para $ese!pen3o $e ati%i$a$e pertinente e co!patí%el e! características& 1uanti$a$es e pra5os co! o o 4eto $a licitação& e in$icação $as instalaç#es e $o aparel3a!ento e $o pessoal t/cnico a$e1ua$os e $isponí%eis para a reali5ação $o o 4eto $a licitação& e! co!o $a 1uali.ini$as no instru!ento con%ocat0rio. A $ocu!entação relati%a B 1uali. I? . co!pro%ação& .or o caso& ser+ .icação $e ca$a u! $os !e! ros $a e1uipe t/cnica 1ue se responsa ili5ar+ pelos tra al3os. Art. capacitação t/cnico.eita por atesta$os . c/$ula $e i$enti$a$e.or!e o caso& consistir+ e!9 I . 2L. III .iscal& con.inanceira. A $ocu!entação relati%a B 3a ilitação 4urí$ica& con. III . I? .or!e o caso& consistir+ e!9 I .issional $e ní%el superior ou outro $e%i$a!ente recon3eci$o pela enti$a$e co!petente& $etentor $e atesta$o $e responsa ili$a$e t/cnica por eDecução $e o ra ou ser%iço $e características se!el3antes& li!ita$as estas eDclusi%a!ente Bs parcelas $e !aior rele%'ncia e %alor si"ni. 7 Co 8 %e$a$a a eDi":ncia $e co!pro%ação $e ati%i$a$e ou $e apti$ão co! li!itaç#es $e te!po ou $e /poca ou ain$a e! locais especí.icati%o $o o 4eto $a licitação& %e$a$as as eDi":ncias $e 1uanti$a$es !íni!as ou pra5os !+Di!os. 7 1o A co!pro%ação $e apti$ão re. pro%a $e inscrição no Ca$astro $e Pessoas )ísicas ECP)F ou no Ca$astro Geral $e Contri uintes ECGCF.orneci!ento $e ens& a co!pro%ação $e apti$ão& 1uan$o . 7 6o Ser+ se!pre a$!iti$a a co!pro%ação $e apti$ão atra%/s $e certi$#es ou atesta$os $e o ras ou ser%iços si!ilares $e co!pleDi$a$e tecnol0"ica e operacional e1ui%alente ou superior.icação econP!ico. Art. III .+ a9 II .or!al $a . 3a ilitação 4urí$ica.o anterior& serão $e. 1uali. I? . 6Q. re"istro co!petente. A $ocu!entação relati%a B re"ulari$a$e ..orneci$a pelo 0r"ão licitante& $e 1ue rece eu os $ocu!entos& e& 1uan$o eDi"i$o& $e 1ue to!ou con3eci!ento $e to$as as in. re"ulari$a$e . 2<. pro%a $e aten$i!ento $e re1uisitos pre%istos e! lei especial& 1uan$o . Para a 3a ilitação nas licitaç#es eDi"ir.orneci$os por pessoa 4urí$ica $e $ireito p. Art.se.eri$a no inciso II $o HcaputH $este arti"o& no caso $as licitaç#es pertinentes a o ras e ser%iços& ser+ .eita atra%/s $e atesta$os .unciona!ento no País& e ato $e re"istro ou autori5ação para . II . II .icação t/cnica.issional9 co!pro%ação $o licitante $e possuir e! seu 1ua$ro per!anente& na $ata pre%ista para entre"a $a proposta& pro. 1uali.+ $os interessa$os& eDclusi%a!ente& $ocu!entação relati%a a9 I . ? . 7 2o As parcelas $e !aior rele%'ncia t/cnica e $e %alor si"ni. Lo $a Constituição )e$eral. ato constituti%o& estatuto ou contrato social e! %i"or& $e%i$a!ente re"istra$o& e! se tratan$o $e socie$a$es co!erciais& e& no caso $e socie$a$es por aç#es& aco!pan3a$o $e $ocu!entos $e eleição $e seus a$!inistra$ores.icati%o& !enciona$as no par+"ra.lico ou pri%a$o.icos& ou 1uais1uer outras não pre%istas nesta Lei& 1ue ini a! a participação na licitação. inscrição $o ato constituti%o& no caso $e socie$a$es ci%is& aco!pan3a$a $e pro%a $e $iretoria e! eDercício. 2>.lico ou pri%a$o& $e%i$a!ente re"istra$os nas enti$a$es pro.unciona!ento eDpe$i$o pelo 0r"ão co!petente& 1uan$o a ati%i$a$e assi! o eDi"ir.or!a $a lei. 7 =o Kas licitaç#es para . pro%a $e re"ulari$a$e para co! a )a5en$a )e$eral& Esta$ual e *unicipal $o $o!icílio ou se$e $o licitante& ou outra e1ui%alente& na .

7 1Q. 7 =o As e!presas estran"eiras 1ue não . Os pro.iciente ao cu!pri!ento $as o ri"aç#es $ecorrentes $a licitação. 7 Go O $isposto no 7 =o $este arti"o& no 7 1o $o art.se por licitação $e alta co!pleDi$a$e t/cnica a1uela 1ue en%ol%a alta especiali5ação& co!o .or!a o 4eti%a& atra%/s $o c+lculo $e ín$ices cont+ eis pre%istos no e$ital e $e%i$a!ente 4usti.icial. A $ocu!entação relati%a econP!ico. ..se.os anteriores !e$iante $ocu!entos e1ui%alentes& autentica$os pelos respecti%os consula$os e tra$u5i$os por tra$utor 4ura!enta$o& $e%en$o ter representação le"al no Jrasil co! po$eres eDpressos para rece er citação e respon$er a$!inistrati%a ou 4u$icial!ente.issionais in$ica$os pelo licitante para .or!a $a lei& 1ue co!pro%e! a oa situação .ato i!pe$iti%o $a 3a ilitação. 6G su stitui os $ocu!entos enu!era$os nos arts.utura e na eDecução $e o ras e ser%iços& po$er+ esta elecer& no instru!ento con%ocat0rio $a licitação& a eDi":ncia $e capital !íni!o ou $e patri!Pnio lí1ui$o !íni!o& ou ain$a as "arantias pre%istas no 7 1o $o art.inanceira $a e!presa& %e$a$a a sua su stituição por alancetes ou alanços pro%is0rios& po$en$o ser atuali5a$os por ín$ices o. CG $esta Lei& li!ita$a a 1O Eu! por centoF $o %alor esti!a$o $o o 4eto $a contratação.eito $e "arantia ao a$i!ple!ento $o contrato a ser ulterior!ente cele ra$o.ica$o $e re"istro ca$astral a 1ue se re.lica& $es$e 1ue pre%isto no e$ital e o re"istro ten3a si$o .orneci!ento $e ens para pronta entre"a e leilão. 7 6o A $ocu!entação re.inancia!ento conce$i$o por or"anis!o . 7 Co A co!pro%ação $e oa situação . III .o anterior não po$er+ eDce$er a 1QO E$e5 por centoF $o %alor esti!a$o $a contratação& $e%en$o a co!pro%ação ser . 66 e no 7 2o $o art. Art.+ a9 B 1uali.ere o par+"ra.eita relati%a!ente B $ata $a apresentação .atura!ento anterior& ín$ices $e renta ili$a$e ou lucrati%i$a$e 7 2o A A$!inistração& nas co!pras para entre"a . 7 Co Kão se eDi"ir+& para a 3a ilitação $e 1ue trata este arti"o& pr/%io recol3i!ento $e taDas ou e!olu!entos& sal%o os re.issional $e 1ue trata o inciso I $o 7 1o $este arti"o $e%erão participar $a o ra ou ser%iço o 4eto $a licitação& a$!itin$o.uncione! no País& tanto 1uanto possí%el& aten$erão& nas licitaç#es internacionais& Bs eDi":ncias $os par+"ra.or!aç#es $isponi ili5a$as e! siste!a in.eito e! o e$i:ncia ao $isposto nesta Lei.inanceira su.iciais.erentes a .eti%o $e repro$ução "r+.inanceiro internacional $e 1ue o Jrasil .inanceira $a e!presa ser+ .aça parte& ou por a":ncia estran"eira $e cooperação& ne! nos casos $e contratação co! e!presa estran"eira& para a co!pra $e e1uipa!entos . 61.se a parte a $eclarar& so as penali$a$es le"ais& a super%eni:ncia $e . 7 1o A eDi":ncia $e ín$ices li!itar.orneci$a.icação o $a proposta& na . II .orneci!ento $o e$ital& 1uan$o solicita$o& co! os seus ele!entos constituti%os& li!ita$os ao %alor $o custo e.ica $a $ocu!entação . 7 6o O capital !íni!o ou o %alor $o patri!Pnio lí1ui$o a 1ue se re.+ B $e!onstração $a capaci$a$e .unção $o patri!Pnio lí1ui$o atuali5a$o e sua capaci$a$e $e rotação.issionais $e eDperi:ncia e1ui%alente ou superior& $es$e 1ue apro%a$a pela a$!inistração.eito co! o pro$uto $e .inanceira $o licitante co! %istas aos co!pro!issos 1ue ter+ 1ue assu!ir caso l3e se4a a$4u$ica$o o contrato& %e$a$a a eDi":ncia $e %alores !íni!os $e . 2< a 61 $esta Lei po$er+ ser $ispensa$a& no to$o ou e! parte& nos casos $e con%ite& concurso& . certi$ão ne"ati%a $e .se a su stituição por pro. alanço patri!onial e $e!onstraç#es cont+ eis $o -lti!o eDercício social& 4+ eDi"í%eis e apresenta$os na .sua $isponi ili$a$e& so as penas ca í%eis& %e$a$a as eDi":ncias $e proprie$a$e e $e locali5ação pr/%ia.eri$a neste arti"o po$er+ ser su stituí$a por re"istro ca$astral e!iti$o por 0r"ão ou enti$a$e p.inanceira $os licitantes e para e.or!ati5a$o $e consulta $ireta in$ica$o no e$ital& o ri"an$o. 62. Os $ocu!entos necess+rios B 3a ilitação po$erão ser apresenta$os e! ori"inal& por 1ual1uer processo $e c0pia autentica$a por cart0rio co!petente ou por ser%i$or $a a$!inistração ou pu licação e! 0r"ão $a i!prensa o.or!a $a lei& a$!iti$a a atuali5ação para esta $ata atra%/s $e ín$ices o. CC& não se aplica Bs licitaç#es internacionais para a a1uisição $e ens e ser%iços cu4o pa"a!ento se4a .icação econP!ico.licos essenciais.inanceira& calcula$a esta e! . 7 2o O certi.inanceira li!itar.iciais 1uan$o encerra$o 3+ !ais $e 6 Etr:sF !eses $a $ata $e apresentação $a proposta. 7 > Enten$e. "arantia& nas !es!as !o$ali$a$es e crit/rios pre%istos no HcaputH e 7 1o $o art.etua$a eDclusi%a!ente por crit/rios o 4eti%os.ere o 7 1o $o art.a rica$os e entre"ues no eDterior& $es$e 1ue I .ins $e co!pro%ação $a capacitação t/cnico.al:ncia ou concor$ata eDpe$i$a pelo $istri ui$or $a se$e $a pessoa 4urí$ica& ou $e eDecução patri!onial& eDpe$i$a no $o!icílio $a pessoa . 7 <o Ko caso $e o ras& ser%iços e co!pras $e "ran$e %ulto& $e alta co!pleDi$a$e t/cnica& po$er+ a A$!inistração eDi"ir $os licitantes a !eto$olo"ia $e eDecução& cu4a a%aliação& para e.ator $e eDtre!a rele%'ncia para "arantir a eDecução $o o 4eto a ser contrata$o& ou 1ue possa co!pro!eter a continui$a$e $a prestação $e ser%iços p. CG $esta Lei& co!o $a$o o 4eti%o $e co!pro%ação $a 1uali.ísica. 2< a 61& 1uanto Bs in.pro. 7 =o Po$er+ ser eDi"i$a& ain$a& a relação $os co!pro!issos assu!i$os pelo licitante 1ue i!porte! $i!inuição $a capaci$a$e operati%a ou a sorção $e $isponi ili$a$e .ica$os no processo a$!inistrati%o $a licitação 1ue ten3a $a$o início ao certa!e licitat0rio& %e$a$a a eDi":ncia $e ín$ices e %alores não usual!ente a$ota$os para correta a%aliação $e situação .eita $e .eito $e sua aceitação ou não& antece$er+ se!pre B an+lise $os preços e ser+ e. 7 1o A $ocu!entação $e 1ue trata! os arts. Art.se.

ori"inal $as propostas e $os $ocu!entos 1ue as instruíre!. 2< a 61 $esta Lei por parte $e ca$a consorcia$o& a$!itin$o. se $e re"istros ca$astrais $e outros 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração P.or!a $o art. 7 1o O re"istro ca$astral $e%er+ ser a!pla!ente $i%ul"a$o e $e%er+ estar per!anente!ente a erto aos interessa$os& o ri"an$o. Seção Dos Re"istros Ca$astrais III 7 2o 8 . atas& Vul"a$ora. ?I . Art. ato $e $esi"nação $a co!issão $e licitação& $o leiloeiro a$!inistrati%o ou o.icial e $e 4ornal $i+rio& a c3a!a!ento p. O proce$i!ento $a licitação ser+ inicia$o co! a a ertura $e processo a$!inistrati%o& $e%i$a!ente autua$o& protocola$o e nu!era$o& conten$o a autori5ação respecti%a& a in$icação sucinta $e seu o 4eto e $o recurso pr0prio para a $espesa& e ao 1ual serão 4unta$os oportuna!ente9 I . co!pro%ação $o co!pro!isso p. atos $e a$4u$icação $o o 4eto $a licitação e $a sua 3o!olo"ação. Art.icação t/cnica& o so!at0rio $os 1uantitati%os $e ca$a consorcia$o& e& para e. in$icação $a e!presa respons+%el pelo cons0rcio 1ue $e%er+ aten$er Bs con$iç#es $e li$erança& o ri"atoria!ente . recursos e%entual!ente apresenta$os licitantes e respecti%as !ani. A 1ual1uer te!po po$er+ ser altera$o& suspenso ou cancela$o o re"istro $o inscrito 1ue $eiDar $e satis.. Ao re1uerer inscrição no ca$astro& ou atuali5ação $este& a 1ual1uer te!po& o interessa$o .icação ca$astral. 6=. pelos .ini$as e! lei. Art.ins $esta Lei& os 0r"ãos e enti$a$es $a A$!inistração P. Seção Do Proce$i!ento e Vul"a!ento I? Art. 7 1o Ko cons0rcio $e e!presas rasileiras e estran"eiras a li$erança ca er+& o ri"atoria!ente& B e!presa rasileira& o ser%a$o o $isposto no inciso II $este arti"o.ação $as eDi":ncias $o art.se.a5er as eDi":ncias $o art.ica$os por cate"orias& ten$o. 6<.estaç#es e $ecis#es. pareceres t/cnicos ou 4urí$icos e!iti$os so re a licitação& $ispensa ou ineDi"i ili$a$e.ica$o& reno%+%el se!pre 1ue atuali5are! o re"istro.lico para a atuali5ação $os re"istros eDistentes e para o in"resso $e no%os interessa$os. I? .se& para e. 2L $esta Lei. 6C.iDa$as no e$ital. relat0rios e $eli eraç#es $a Co!issão Art. II .icação econP!ico.se a uni$a$e por ele respons+%el a proce$er& no !íni!o anual!ente& atra%/s $a i!prensa o. I? .lica. apresentação $os $ocu!entos eDi"i$os nos arts. Para os . 7 1o Aos inscritos ser+ . e$ital ou con%ite e respecti%os aneDos& 1uan$o . 6L. 2L $esta Lei& ou as esta eleci$as para classi. ? .eri$o no inciso I $este arti"o.eito $e 1uali.eito $e 1uali. ? . 66.or o caso.para este caso ten3a 3a%i$o pr/%ia autori5ação $o C3e. i!pe$i!ento $e participação $e e!presa consorcia$a& na !es!a licitação& atra%/s $e !ais $e u! cons0rcio ou isola$a!ente.ica o ri"a$o a pro!o%er& antes $a cele ração $o contrato& a constituição e o re"istro $o cons0rcio& nos ter!os $o co!pro!isso re. Art.icial& ou $o respons+%el pelo con%ite. II . 7 2o O licitante %ence$or .lico ou particular $e constituição $e cons0rcio& su scrito pelos consorcia$os. 7 2o A atuação $o licitante no cu!pri!ento $e o ri"aç#es assu!i$as ser+ anota$a no respecti%o re"istro ca$astral. Nuan$o per!iti$a na licitação a participação $e e!presas e! cons0rcio& o ser%ar.e $o Po$er EDecuti%o& ne! nos casos $e a1uisição $e ens e ser%iços reali5a$a por uni$a$es a$!inistrati%as co! se$e no eDterior.se e! %ista sua especiali5ação& su $i%i$i$as e! "rupos& se"un$o a 1uali. co!pro%ante $as pu licaç#es $o e$ital resu!i$o& na . ?III . 6G. 6Q e 61 $esta Lei. III . III .aculta$o Bs uni$a$es a$!inistrati%as utili5are!.or!a re"ula!entar& %+li$os por& no !+Di!o& u! ano.lica 1ue reali5e! .re1Mente!ente licitaç#es !anterão re"istros ca$astrais para e.eito $e 3a ilitação& na .ão as se"uintes nor!as9 I . Os inscritos serão classi.icação t/cnica e econP!ica a%alia$a pelos ele!entos constantes $a $ocu!entação relaciona$a nos arts. 21 $esta Lei& ou $a entre"a $o con%ite. ?II .ase $e licitação 1uanto na $e eDecução $o contrato.inanceira& o so!at0rio $os %alores $e ca$a consorcia$o& na proporção $e sua respecti%a participação& po$en$o a A$!inistração esta elecer& para o cons0rcio& u! acr/sci!o $e at/ 6QO Etrinta por centoF $os %alores eDi"i$os para licitante in$i%i$ual& ineDi"í%el este acr/sci!o para os cons0rcios co!postos& e! sua totali$a$e& por !icro e pe1uenas e!presas assi! $e.orneci$o certi. responsa ili$a$e soli$+ria $os inte"rantes pelos atos pratica$os e! cons0rcio& tanto na .ornecer+ os ele!entos necess+rios B satis.

I?I . II? .or!a $e apresentação $as propostas.or!i$a$e co! a $isponi ili$a$e $e recursos . ?I .ins $este arti"o& consi$era!. con$iç#es e1ui%alentes $e pa"a!ento entre e!presas rasileiras e estran"eiras& no caso $e licitaç#es internacionais.icos ou setoriais& $es$e a $ata pre%ista para apresentação $a proposta& ou $o orça!ento a 1ue essa proposta se re. 26& inciso I& alínea HcH $esta Lei& o processo licitat0rio ser+ inicia$o& o ri"atoria!ente& co! u!a au$i:ncia p. con$iç#es $e pa"a!ento& pre%en$o9 aF pra5o $e pa"a!ento não superior a trinta $ias& conta$o a partir $a $ata . outras in$icaç#es especí. $espac3o $e anulação ou $e re%o"ação $a licitação& 1uan$o . II . 6>. Art.inanceiras e penali5aç#es& por e%entuais atrasos& e $escontos& por e%entuais antecipaç#es $e pa"a!entos. IIII .inal $o perío$o $e a$i!ple!ento $e ca$a parcela. F crono"ra!a $e $ese! olso !+Di!o por perío$o& e! con.or superior a 1QQ Ece!F %e5es o li!ite pre%isto no art.or o caso& .inanceiros. con$iç#es para participação na licitação& e! con.inal $o perío$o $e a$i!ple!ento $e ca$a parcela at/ a $ata $o e. I .or!aç#es e esclareci!entos relati%os B licitação e Bs con$iç#es para aten$i!ento $as o ri"aç#es necess+rias ao cu!pri!ento $e seu o 4eto. se licitaç#es si!ult'neas a1uelas co! o 4etos si!ilares e co! reali5ação pre%ista para inter%alos não superiores a trinta $ias e licitaç#es sucessi%as a1uelas e! 1ue& ta! /! co! o 4etos si!ilares& o e$ital su se1Mente ten3a u!a $ata anterior a cento e %inte $ias ap0s o t/r!ino $o contrato resultante $a licitação antece$ente. I?II . . Se!pre 1ue o %alor esti!a$o para u!a licitação ou para u! con4unto $e licitaç#es si!ult'neas ou sucessi%as . O e$ital conter+ no pre'! ulo o n-!ero $e or$e! e! s/rie anual& o no!e $a repartição interessa$a e $e seu setor& a !o$ali$a$e& o re"i!e $e eDecução e o tipo $a licitação& a !enção $e 1ue ser+ re"i$a por esta Lei& o local& $ia e 3ora para rece i!ento $a $ocu!entação e proposta& e! co!o para início $a a ertura $os en%elopes& e in$icar+& o ri"atoria!ente& o se"uinte9 I .un$a!enta$o circunstancia$a!ente.er:ncia& ressal%a$o o $ispossto nos par+"ra. $e!ais $ocu!entos relati%os B licitação.or!e o caso.iDação $e preços !íni!os& crit/rios estatísticos ou .eti%o pa"a!ento. crit/rio $e rea4uste& 1ue $e%er+ retratar a %ariação e. II .os 1A e 2A $o art. As !inutas $e e$itais $e licitação& e! co!o as $os contratos& acor$os& con%:nios ou a4ustes $e%e! ser pre%ia!ente eDa!ina$as e apro%a$as por assessoria 4urí$ica $a A$!inistração. III .estar to$os os interessa$os.or o caso. III . o 4eto $a licitação& e! $escrição sucinta e clara.inanceira $os %alores a sere! pa"os& $es$e a $ata . local on$e po$er+ ser eDa!ina$o e a$1uiri$o o pro4eto +sico. con$iç#es $e rece i!ento $o o 4eto $a licitação. crit/rio para 4ul"a!ento& co! $isposiç#es claras e par'!etros o 4eti%os. eF eDi":ncia $e se"uros& 1uan$o . ?III .o -nico. $F co!pensaç#es . =Q. instruç#es e nor!as para os recursos pre%istos nesta Lei. locais& 3or+rios e c0$i"os $e acesso $os !eios $e co!unicação B $ist'ncia e! 1ue serão . Para os . o crit/rio $e aceita ili$a$e $os preços unit+rio e "lo al& con. cF crit/rio $e atuali5ação .eti%a $o custo $e pro$ução& a$!iti$a a a$oção $e ín$ices especí.o -nico. ? . Par+"ra.or!e o caso& per!iti$a a . 2L a 61 $esta Lei& e . se 3+ pro4eto eDecuti%o $isponí%el na $ata $a pu licação $o e$ital $e licitação e o local on$e possa ser eDa!ina$o e a$1uiri$o.icas ou peculiares $a licitação.lica conce$i$a pela autori$a$e respons+%el co! antece$:ncia !íni!a $e 1C E1uin5eF $ias -teis $a $ata pre%ista para a pu licação $o e$ital& e $i%ul"a$a& co! a antece$:ncia !íni!a $e 1Q E$e5F $ias -teis $e sua reali5ação& pelos !es!os !eios pre%istos para a pu lici$a$e $a licitação& B 1ual terão acesso e $ireito a to$as as in. I . =<. Par+"ra.iDação $e preços !+Di!os e %e$a$os a .orneci$os ele!entos& in. I? .II . Art.erir& at/ a $ata $o a$i!ple!ento $e ca$a parcela. sanç#es para o caso $e ina$i!ple!ento. II .as. G= $esta Lei& para eDecução $o contrato e para entre"a $o o 4eto $a licitação. ?II . II . li!ites para pa"a!ento $e instalação e !o ili5ação para eDecução $e o ras ou ser%iços 1ue serão o ri"atoria!ente pre%istos e! separa$o $as $e!ais parcelas& etapas ou tare.or!i$a$e co! os arts.or!aç#es pertinentes e a se !ani. ter!o $e contrato ou instru!ento e1ui%alente& con.aiDas $e %ariação e! relação a preços $e re. I? . outros co!pro%antes $e pu licaç#es. pra5o e con$iç#es para assinatura $o contrato ou retira$a $os instru!entos& co!o pre%isto no art.

se Bs $iretri5es $a política !onet+ria e $o co!/rcio eDterior e aten$er Bs eDi":ncias $os 0r"ãos co!petentes.ins $e 4ul"a!ento $a licitação& as propostas apresenta$as por licitantes estran"eiros serão acresci$as $os "ra%a!es conse1Mentes $os !es!os tri utos 1ue onera! eDclusi%a!ente os licitantes rasileiros 1uanto B operação . o pro4eto +sico eWou eDecuti%o& co! to$as as suas partes& $esen3os& especi. A licitação ser+ processa$a e 4ul"a$a co! o ser%'ncia $os se"uintes proce$i!entos9 I . 7 1o Nual1uer ci$a$ão / parte le"íti!a para i!pu"nar e$ital $e licitação por irre"ulari$a$e na aplicação $esta Lei& $e%en$o protocolar o pe$i$o at/ C EcincoF $ias -teis antes $a $ata .a5er o licitante rasileiro.ica$o pela autori$a$e i!e$iata!ente superior.ereci$as ao estran"eiro.orneci!ento aos interessa$os. 7 Go As cotaç#es $e to$os os licitantes serão para entre"a no !es!o local $e $estino.o anterior ser+ e. =6.eita te!pesti%a!ente pelo licitante não o i!pe$ir+ $e participar $o processo licitat0rio at/ o tr'nsito e! 4ul"a$o $a $ecisão a ela pertinente.ir!a$o entre a A$!inistração e o licitante %ence$or. 7 2o Constitue! aneDos $o e$ital& $ele .inanceiro !ultilateral $e 1ue o Jrasil se4a parte& po$erão ser a$!iti$as& na respecti%a licitação& as con$iç#es $ecorrentes $e acor$os& protocolos& con%enç#es ou trata$os internacionais apro%a$os pelo Con"resso Kacional& e! co!o as nor!as e proce$i!entos $a1uelas enti$a$es& inclusi%e 1uanto ao crit/rio $e seleção $a proposta !ais %anta4osa para a a$!inistração& o 1ual po$er+ conte!plar& al/! $o preço& outros . A A$!inistração não po$e $escu!prir as nor!as e con$iç#es $o e$ital& ao 1ual se ac3a estrita!ente %incula$a. 7 6o A i!pu"nação .ere a alínea HcH $o inciso II? $este arti"o& correspon$ente ao perío$o co!preen$i$o entre as $atas $o a$i!ple!ento e a pre%ista para o pa"a!ento& $es$e 1ue não superior a 1uin5e $ias.al3as ou irre"ulari$a$es 1ue %iciaria! esse e$ital& 3ip0tese e! 1ue tal co!unicação não ter+ e.acul$a$e pre%ista no 7 1o $o art. Kas concorr:ncias $e '! ito internacional& o e$ital $e%er+ a4ustar. =2.lite! co! o princípio $o 4ul"a!ento o 4eti%o e se4a! o 4eto $e $espac3o !oti%a$o $o 0r"ão eDecutor $o contrato& $espac3o esse rati.i5er at/ o se"un$o $ia -til 1ue antece$er a a ertura $os en%elopes $e 3a ilitação e! concorr:ncia& a a ertura $os en%elopes co! as propostas e! con%ite& to!a$a $e preços ou concurso& ou a reali5ação $e leilão& as .eti%o pa"a!ento. as especi.icaç#es e outros co!ple!entos.inancia!ento ou $oação oriun$os $e a":ncia o. 7 Co Para a reali5ação $e o ras& prestação $e ser%iços ou a1uisição $e ens co! recursos pro%enientes $e .eito $e recurso. II .etua$o e! !oe$a rasileira& B taDa $e c'! io %i"ente no $ia -til i!e$iata!ente anterior B $ata $o e. Art.inanceira a 1ue se re. Art.se co!o a$i!ple!ento $a o ri"ação contratual a prestação $o ser%iço& a reali5ação $a o ra& a entre"a $o e! ou $e parcela $estes& e! co!o 1ual1uer outro e%ento contratual a cu4a ocorr:ncia este4a %incula$a a e!issão $e $ocu!ento $e co rança. orça!ento esti!a$o e! planil3as $e 1uantitati%os e preços unit+rios III . 7 6o As "arantias $e pa"a!ento ao licitante serão e1ui%alentes B1uelas o.atores $e a%aliação& $es$e 1ue por elas eDi"i$os para a o tenção $o . 7 =o Kas co!pras para entre"a i!e$iata& assi! enten$i$as a1uelas co! pra5o $e entre"a at/ trinta $ias $a $ata pre%ista para apresentação $a proposta& po$erão ser $ispensa$as9 I .eito ao licitante rasileiro e%entual!ente contrata$o e! %irtu$e $a licitação $e 1ue trata o par+"ra.se c0pias inte"rais ou resu!i$as& para sua $i%ul"ação e .ol3as e assina$o pela autori$a$e 1ue o eDpe$ir& per!anecen$o no processo $e licitação& e $ele eDtrain$o. 7 1o Nuan$o . II .or per!iti$o ao licitante estran"eiro cotar preço e! !oe$a estran"eira& i"ual!ente o po$er+ . 7 =o A ina ilitação $o licitante i!porta preclusão $o seu $ireito $e participar $as .icial $e cooperação estran"eira ou or"anis!o .ases su se1Mentes. =1. . Art. 7 6o Para e.eito $o $isposto nesta Lei& consi$era. rasileiro licitante 7 =o Para .inal $e %en$a. II .ec3a$os aos concorrentes ina ilita$os& conten$o as respecti%as propostas& $es$e 1ue não ten3a 3a%i$o recurso ou ap0s sua $ene"ação.iDa$a para a a ertura $os en%elopes $e 3a ilitação& $e%en$o a A$!inistração 4ul"ar e respon$er B i!pu"nação e! at/ 6 Etr:sF $ias -teis& se! pre4uí5o $a .a5en$o parte inte"rante9 I . a atuali5ação . 7 2o Decair+ $o $ireito $e i!pu"nar os ter!os $o e$ital $e licitação perante a a$!inistração o licitante 1ue não o .7 1o O ori"inal $o e$ital $e%er+ ser $ata$o& ru rica$o e! to$as as . 7 2o O pa"a!ento . o $isposto no inciso II $este arti"o.inancia!ento ou $a $oação& e 1ue ta! /! não con. $e%olução $os en%elopes .icaç#es co!ple!entares e as nor!as $e eDecução pertinentes B licitação. a ertura $os en%elopes conten$o a $ocu!entação relati%a B 3a ilitação $os concorrentes& e sua apreciação. I? . a !inuta $o contrato a ser . 116.

ase $a licitação& a pro!oção $e $ili":ncia $estina$a a esclarecer ou a co!ple!entar a instrução $o processo& %e$a$a a inclusão posterior $e $ocu!ento ou in. 7 6o 8 . a $e t/cnica e preço.or!i$a$e co! os tipos $e licitação& os crit/rios pre%ia!ente esta eleci$os no ato con%ocat0rio e $e acor$o co! os .erta $e %anta"e! não pre%ista no e$ital ou no con%ite& inclusi%e . 7 1o A a ertura $os en%elopes conten$o a $ocu!entação para 3a ilitação e as propostas ser+ reali5a$a se!pre e! ato p. 6o $a Lei no <.aculta$a B Co!issão ou autori$a$e superior& e! 1ual1uer . 7 1o 8 %e$a$a a utili5ação $e 1ual1uer ele!ento& crit/rio ou . 7 Co 8 %e$a$a a utili5ação $e outros tipos $e licitação não pre%istos neste arti"o.o ra estran"eira ou i!portaç#es $e 1ual1uer nature5a. 7 2o Ko caso $e e!pate entre $uas ou !ais propostas& e ap0s o e$eci$o o $isposto no 7 2o $o art. a $e !enor preço . preço oferecido na proposta deverá ser um valor definido. 7 =o Para contratação $e ens e ser%iços $e in. 6o $esta Lei& a classi.lico pre%ia!ente $esi"na$o& $o 1ual se la%rar+ ata circunstancia$a& assina$a pelos licitantes presentes e pela Co!issão. ?I . a $e !aior lance ou o. 7 =o O $isposto no par+"ra.icação $as propostas $escon. . .or!+tica& a a$!inistração o ser%ar+ o $isposto no art. nos casos $e alienção $e ens ou concessão $e $ireito real $e uso. ? .icação se $ar+ pela or$e! crescente $os preços propostos& pre%alecen$o& no caso $e e!pate& eDclusi%a!ente o crit/rio pre%isto no par+"ra.erição pelos licitantes e pelos 0r"ãos $e controle.o 2o e a$otan$o o ri"atoria!ento o tipo $e licitação Ht/cnica e preçoH& per!iti$o o e!pre"o $e outro tipo $e licitação nos casos in$ica$os e! $ecreto $o Po$er EDecuti%o. I? . =C.atores eDclusi%a!ente nele re.iDa$os por 0r"ão o.eitos $este arti"o& constitue! tipos $e licitação& eDceto na !o$ali$a$e concurso9 I .ato super%eniente e aceito pela Co!issão. 1uan$o o crit/rio $e seleção $a proposta !ais %anta4osa para a A$!inistração $eter!inar 1ue ser+ %ence$or o licitante 1ue apresentar a proposta $e acor$o co! as especi.lico& para o 1ual to$os os licitantes serão con%oca$os& %e$a$o 1ual1uer outro processo. Ko 4ul"a!ento $as propostas& a Co!issão le%ar+ e! consi$eração os crit/rios o 4eti%os $e.ase $e 3a ilitação $os concorrentes Eincisos I e IIF e a ertas as propostas Einciso IIIF& não ca e $esclassi. ==. Art.eri$os& $e !aneira a possi ilitar sua a. I? . III .se B concorr:ncia e& no 1ue cou er& ao concurso& ao leilão& B to!a$a $e preços e ao con%ite.ica$os e! seu par+"ra.ica$os a classi.lo e! con.icação $as propostas $e acor$o co! os crit/rios $e a%aliação constantes $o e$ital.o anterior aplica.ar+& o ri"atoria!ente& por sorteio& e! ato p. II .o anterior. O 4ul"a!ento $as propostas ser+ o 4eti%o& $e%en$o a Co!issão $e licitação ou o respons+%el pelo con%ite reali5+.2=<& $e 26 $e outu ro $e 1>>1& le%an$o e! conta os .III .ase $e 3a ilitação& não ca e $esist:ncia $e proposta& sal%o por !oti%o 4usto $ecorrente $e . 7 1o Para os e. 4ul"a!ento e classi.atos super%enientes ou s0 con3eci$os ap0s o 4ul"a!ento.se a $esclassi.ini$os no e$ital ou con%ite& os 1uais não $e%e! contrariar as nor!as e princípios esta eleci$os por esta Lei.or!e o caso& co! os preços correntes no !erca$o ou .los por !oti%o relaciona$o co! a 3a ilitação& sal%o e! ra5ão $e .se ta! /! Bs propostas 1ue inclua! !ão.ator si"iloso& secreto& su 4eti%o ou reser%a$o 1ue possa ain$a 1ue in$ireta!ente eli$ir o princípio $a i"ual$a$e entre os licitantes.ertas $os $e!ais licitantes. 7 =o O $isposto neste arti"o aplica. a $e !el3or t/cnica.un$o per$i$o& ne! preço ou %anta"e! asea$a nas o. %eri. 7 Co (ltrapassa$a a . 7 2o Kão se consi$erar+ 1ual1uer o.icação $a con. 7 6o Kão se a$!itir+ proposta 1ue apresente preços "lo al ou unit+rios si! 0licos& irris0rios ou $e %alor 5ero& inco!patí%eis co! os preços $os insu!os e sal+rios $e !erca$o& acresci$os $os respecti%os encar"os& ain$a 1ue o ato con%ocat0rio $a licitação não ten3a esta eleci$o li!ites !íni!os& eDceto 1uan$o se re.or!i$a$e $e ca$a proposta co! os re1uisitos $o e$ital e& con. $eli eração $a autori$a$e co!petente 1uanto B 3o!olo"ação e a$4u$icação $o o 4eto $a licitação.ertar o !enor preço.icial co!petente& ou ain$a co! os constantes $o siste!a $e re"istro $e preços& os 1uais $e%erão ser $e%i$a!ente re"istra$os na ata $e 4ul"a!ento& pro!o%en$o.icaç#es $o e$ital ou con%ite e o.inancia!entos su si$ia$os ou a .erire! a !ateriais e instalaç#es $e proprie$a$e $o pr0prio licitante& para os 1uais ele renuncie a parcela ou B totali$a$e $a re!uneração.$e.icação se . 7 Go Ap0s a .ic+.erta .or!es ou inco!patí%eis. 7 2o @o$os os $ocu!entos e propostas serão ru rica$os pelos licitantes presentes e pela Co!issão. 7 6o Ko caso $a licitação $o tipo H!enor preçoH& entre os licitantes consi$era$os 1uali. a ertura $os en%elopes conten$o as propostas $os concorrentes 3a ilita$os& $es$e 1ue transcorri$o o pra5o se! interposição $e recurso& ou ten3a 3a%i$o $esist:ncia eDpressa& ou ap0s o 4ul"a!ento $os recursos interpostos.or!ação 1ue $e%eria constar ori"inaria!ente $a proposta.fertas dos demais licitantes / . Art.atores especi.

7 2A Dos licitantes classi.o anterior e o %alor $a correspon$ente proposta.ornecer o ri"atoria!ente& 4unto co! o e$ital& to$os os ele!entos e in.ica$as no ato con%ocat0rio $a licitação. =L.erior a <QO Eoitenta por centoF $o !enor %alor a 1ue se re. =<. no caso $e i!passe na ne"ociação anterior& proce$i!ento i$:ntico ser+ a$ota$o& sucessi%a!ente& co! os $e!ais proponentes& pela or$e! $e classi.eitos $o $isposto no inciso II $este arti"o consi$era!. =G. II . Art. 7 1o Kas licitaç#es $o tipo H!el3or t/cnicaH ser+ a$ota$o o se"uinte proce$i!ento clara!ente eDplicita$o no instru!ento con%ocat0rio& o 1ual .” Nesse caso% a .er:ncia o li!ite representa$o pela proposta $e !enor preço entre os licitantes 1ue o ti%era! a %alori5ação !íni!a.ere! as alíneas HaH e H H& ser+ eDi"i$a& para a assinatura $o contrato& prestação $e "arantia a$icional& $entre as !o$ali$a$es pre%istas no 7 1A $o art.iscali5ação& super%isão e "erencia!ento e $e en"en3aria consulti%a e! "eral e& e! particular& para a ela oração $e estu$os t/cnicos preli!inares e pro4etos +sicos e eDecuti%os& ressal%a$o o $isposto no 7 =o $o arti"o anterior. Os tipos $e licitação H!el3or t/cnicaH ou Ht/cnica e preçoH serão utili5a$os eDclusi%a!ente para ser%iços $e nature5a pre$o!inante!ente intelectual& e! especial na ela oração $e pro4etos& c+lculos& .ica$as9 I .eriores a LQO Esetenta por centoF $o !enor $os se"uintes %alores9 aF !/$ia arit!/tica $os %alores $as propostas superiores a CQO Ecin1Menta por centoF $o %alor orça$o pela a$!inistração& ou F %alor orça$o pela a$!inistração.ar. 26& 7 LA& serão seleciona$as tantas propostas 1uantas necess+rias at/ 1ue se atin4a a 1uanti$a$e $e!an$a$a na licitação. as propostas $e preços serão $e%ol%i$as intactas aos licitantes 1ue não . u!a %e5 classi.orneci!ento $e ens e eDecução $e o ras ou prestação $e ser%iços $e "ran$e %ulto !a4oritaria!ente $epen$entes $e tecnolo"ia niti$a!ente so.+ $e acor$o co! a !/$ia pon$era$a $as %alori5aç#es $as propostas t/cnicas e $e preço& $e acor$o co! os pesos preesta eleci$os no instru!ento con%ocat0rio. II . serão a ertos os en%elopes conten$o as propostas t/cnicas eDclusi%a!ente $os licitantes pre%ia!ente 1uali. 7 1A Para os e. 7 6o EDcepcional!ente& os tipos $e licitação pre%istos neste arti"o po$erão ser a$ota$os& por autori5ação eDpressa e !e$iante 4usti.+ B a ertura $as propostas $e preço $os licitantes 1ue ten3a! atin"i$o a %alori5ação !íni!a esta eleci$a no instru!ento con%ocat0rio e B ne"ociação $as con$iç#es propostas& co! a proponente !el3or classi. II .ica$as as propostas t/cnicas& proce$er. a classi.iDar+ o preço !+Di!o 1ue a A$!inistração se prop#e a pa"ar9 I .icação $estas propostas $e acor$o co! os crit/rios pertinentes e a$e1ua$os ao o 4eto licita$o& $e. No caso de licitaç0es de menor preço para o#ras e serviços de engenharia% de o inciso acima determina &ue se1a exigida prestação $e "arantia a$icional pelo licitante% &uando o valor da proposta for muito #aixo% pr ximo do considerado “manifestamente inexe&u+vel. I? .istica$a e $e $o!ínio restrito& atesta$o por autori$a$es t/cnicas $e recon3eci$a 1uali.icientes $e pro$uti%i$a$e são co!patí%eis co! a eDecução $o o 4eto $o contrato& con$iç#es estas necessaria!ente especi.esta!ente ineDe1Mí%eis& no caso $e licitaç#es $e !enor preço para o ras e ser%iços $e en"en3aria& as propostas cu4os %alores se4a! in. Kas licitaç#es para a eDecução $e o ras e ser%iços& 1uan$o .icação $os proponentes . ser+ . III .ica$a& co! ase nos orça!entos $etal3a$os apresenta$os e respecti%os preços unit+rios e ten$o co!o re.icação& nos casos e! 1ue o o 4eto preten$i$o a$!itir soluç#es alternati%as e %ariaç#es $e eDecução& co! repercuss#es si"ni.iDa$os no ato con%ocat0rio.erença entre o %alor resultante $o par+"ra.se.o anterior& o se"uinte proce$i!ento clara!ente eDplicita$o no instru!ento con%ocat0rio9 I .or in.ica$os na . Serão $esclassi.icati%as so re sua 1uali$a$e& pro$uti%i$a$e& ren$i!ento e $ura ili$a$e concreta!ente !ensur+%eis& e estas pu$ere! ser a$ota$as B li%re escol3a $os licitantes& na con.or a$ota$a a !o$ali$a$e $e eDecução $e e!preita$a por preço "lo al& a A$!inistração $e%er+ .se !ani.esta!ente ineDe1Mi%eis& assi! consi$era$os a1ueles 1ue não %en3a! a ter $e!onstra$a sua %ia ili$a$e atra%/s $e $ocu!entação 1ue co!pro%e 1ue os custos $os insu!os são coerentes co! os $e !erca$o e 1ue os coe.icação& at/ a consecução $e acor$o para a contratação.or!aç#es necess+rios para 1ue os licitantes possa! ela orar suas propostas $e preços co! total e co!pleto con3eci!ento $o o 4eto $a licitação.or!i$a$e $os crit/rios o 4eti%a!ente . Art. CG& i"ual a $i.eita então a a%aliação e classi. Art.icação $as e1uipes t/cnicas a sere! !o ili5a$as para a sua eDecução.or!a $o par+"ra. 7 2o Kas licitaç#es $o tipo Ht/cnica e preçoH ser+ a$ota$o& a$icional!ente ao inciso I $o par+"ra.eita a a%aliação e a %alori5ação $as propostas $e preços& $e acor$o co! crit/rios o 4eti%os preesta eleci$os no instru!ento con%ocat0rio.ini$os co! clare5a e o 4eti%i$a$e no instru!ento con%ocat0rio e 1ue consi$ere! a capacitação e a eDperi:ncia $o proponente& a 1uali$a$e t/cnica $a proposta& co!preen$en$o !eto$olo"ia& or"ani5ação& tecnolo"ias e recursos !ateriais a sere! utili5a$os nos tra al3os& e a 1uali.se. propostas co! %alor "lo al superior ao li!ite esta eleci$o ou co! preços !ani.o anterior cu4o %alor "lo al $a proposta .icati%a circunstancia$a $a !aior autori$a$e $a A$!inistração pro!otora constante $o ato con%ocat0rio& para . as propostas 1ue não aten$a! Bs eDi":ncias $o ato con%ocat0rio $a licitação.7 Go Ka 3ip0tese pre%ista no art.ica$os e .ore! preli!inar!ente 3a ilita$os ou 1ue não o ti%ere! a %alori5ação !íni!a esta eleci$a para a proposta t/cnica.

se pelas suas cl+usulas e pelos preceitos $e $ireito p.ício ou por pro%ocação $e terceiros& !e$iante parecer escrito e $e%i$a!ente .lo 1uan$o 4ul"ar con%eniente. C2.or!al!ente $esi"na$o pela autori$a$e co!petente. 7 Co Ko caso $e concurso& o 4ul"a!ento ser+ .iDar aos licitantes o pra5o $e oito $ias -teis para a apresentação $e no%a $ocu!entação ou $e outras propostas escoi!a$as $as causas re. Art.iDação $o preço !íni!o $e arre!atação. C> $esta Lei. 7 1o O re"ula!ento $e%er+ in$icar9 I . 7 6o Kos leil#es internacionais& o pa"a!ento $a parcela B %ista po$er+ ser .la por ile"ali$a$e& $e o. 7 =o O e$ital $e leilão $e%e ser a!pla!ente $i%ul"a$o& principal!ente no !unicípio e! 1ue se reali5ar+. III . Art.or!a $e apresentação $o tra al3o. o o o 7 =o A in%esti$ura $os !e! ros $as Co!iss#es per!anentes não eDce$er+ a 1 Eu!F ano& %e$a$a a recon$ução $a totali$a$e $e seus !e! ros para a !es!a co!issão no perío$o su se1Mente. O concurso a 1ue se re.licos ou não.a%or $a A$!inistração o %alor 4+ recol3i$o. C> $esta Lei.a5i!ento $o processo licitat0rio& . Capítulo DOS COK@RA@OS Seção Disposiç#es Preli!inares III I Art.se na .ore! $esclassi.aculta$a& no caso $e con%ite& a re$ução $este pra5o para tr:s $ias -teis.proposta não será desclassificada% mas haverá a exig2ncia dessa garantia adicional. =>.l3es& supleti%a!ente& os princípios $a teoria "eral $os contratos e as $isposiç#es $e $ireito pri%a$o.erior a CO Ecinco por centoF e& ap0s a assinatura $a respecti%a ata la%ra$a no local $o leilão& i!e$iata!ente entre"ues ao arre!atante& o 1ual se o ri"ar+ ao pa"a!ento $o restante no pra5o estipula$o no e$ital $e con%ocação& so pena $e per$er e! .un$a!enta$o.un$a!enta$a e re"istra$a e! ata la%ra$a na reunião e! 1ue ti%er si$o to!a$a a $ecisão. 7 2 A nuli$a$e $o proce$i!ento licitat0rio in$u5 B $o contrato& ressal%a$o o $isposto no par+"ra. CQ. Os contratos a$!inistrati%os $e 1ue trata esta Lei re"ula!. C6.icar tal con$uta& $e%en$o anul+. II .lico $ecorrente $e .ica$os pertencentes aos 1ua$ros per!anentes $os 0r"ãos $a A$!inistração respons+%eis pela licitação.icação eDi"i$a $os participantes. 7 6o Ko caso $e $es.ore! ina ilita$os ou to$as as propostas . 7 2o Os ens arre!ata$os serão pa"os B %ista ou no percentual esta eleci$o no e$ital& não in. 7 1o @o$o e! a ser leiloa$o ser+ pre%ia!ente a%alia$o pela A$!inistração para .lico& aplican$o.icial ou a ser%i$or $esi"na$o pela A$!inistração& proce$en$o. 7 = O $isposto neste arti"o e seus par+"ra. as $iretri5es e a . 7 6 Os !e! ros $as Co!iss#es $e licitação respon$erão soli$aria!ente por to$os os atos pratica$os pela Co!issão& sal%o se posição in$i%i$ual $i%er"ente esti%er $e%i$a!ente . A autori$a$e co!petente para a apro%ação $o proce$i!ento so!ente po$er+ re%o"ar a licitação por ra5#es $e interesse p.ica$as& a a$!inistração po$er+ . Art.esa.ato super%eniente $e%i$a!ente co!pro%a$o& pertinente e su.issionais le"al!ente 3a ilita$os no caso $e o ras& ser%iços ou a1uisição $e e1uipa!entos. Art. 7 6A Nuan$o to$os os licitantes . Art.ace $a eDi"Mi$a$e $e pessoal $isponí%el& po$er+ ser su stituí$a por ser%i$or .se.ica asse"ura$o o contra$it0rio e a a!pla $e. a 1uali. C1. O leilão po$e ser co!eti$o a leiloeiro o. 22 $esta Lei $e%e ser prece$i$o $e re"ula!ento pr0prio& a ser o ti$o pelos interessa$os no local in$ica$o no e$ital. A 3a ilitação preli!inar& a inscrição e! re"istro ca$astral& a sua alteração ou cancela!ento& e as propostas serão processa$as e 4ul"a$as por co!issão per!anente ou especial $e& no !íni!o& 6 Etr:sF !e! ros& sen$o pelo !enos 2 E$oisF $eles ser%i$ores 1uali.eito e! at/ %inte e 1uatro 3oras.o -nico $o art. 7 1o Ko caso $e con%ite& a Co!issão $e licitação& eDcepcional!ente& nas pe1uenas uni$a$es a$!inistrati%as e e! .eito por u!a co!issão especial inte"ra$a por pessoas $e reputação ili a$a e recon3eci$o con3eci!ento $a !at/ria e! eDa!e& ser%i$ores p. 7 2o E! se tratan$o $e pro4eto& o %ence$or $e%er+ autori5ar a A$!inistração a eDecut+. as con$iç#es $e reali5ação $o concurso e os pr:!ios a sere! conce$i$os.icação $as propostas ou co! terceiros estran3os ao proce$i!ento licitat0rio& so pena $e nuli$a$e. 7 1o A anulação $o proce$i!ento licitat0rio por !oti%o $e ile"ali$a$e não "era o ri"ação $e in$eni5ar& ressal%a$o o $isposto no par+"ra. C=.ere o 7 =o $o art.iciente para 4usti. 7 2o A Co!issão para 4ul"a!ento $os pe$i$os $e inscrição e! re"istro ca$astral& sua alteração ou cancela!ento& ser+ inte"ra$a por pro.or!a $a le"islação pertinente.os aplica.o -nico $o art. se aos atos $o proce$i!ento $e $ispensa e $e ineDi"i ili$a$e $e licitação. A A$!inistração não po$er+ cele rar o contrato co! preterição $a or$e! $e classi. .eri$as neste arti"o& .

oro $a se$e $a A$!inistração para $iri!ir 1ual1uer 1uestão contratual& sal%o o $isposto no 7 Go $o art.or o caso. o cr/$ito pelo 1ual correr+ a $espesa& co! a in$icação $a classi.lica& $e%en$o estes ter si$o e!iti$os so a . III . A crit/rio $a autori$a$e co!petente& e! ca$a caso& e $es$e 1ue pre%ista no instru!ento con%ocat0rio& po$er+ ser eDi"i$a prestação $e "arantia nas contrataç#es $e o ras& ser%iços e co!pras. 7 2o Kos contratos cele ra$os pela A$!inistração P. III .o anterior po$er+ ser ele%a$o para at/ $e5 por cento $o %alor $o contrato.ereci$as para asse"urar sua plena eDecução& 1uan$o eDi"i$as.icar+ a$strita B %i":ncia $os respecti%os cr/$itos orça!ent+rios& eDceto 1uanto aos relati%os9 I . 62 $esta Lei. A $uração $os contratos re"i$os por esta Lei . se"uro.orneci!ento.7 1o Os contratos $e%e! esta elecer co! clare5a e precisão as con$iç#es para sua eDecução& eDpressas e! cl+usulas 1ue $e. G6 $a Lei no =.62Q& $e 1L $e !arço $e 1>G=. LL $esta Lei. 7 Co Kos casos $e contratos 1ue i!porte! na entre"a $e ens pela A$!inistração& $os 1uais o contrata$o . ?I . os casos $e rescisão. Art. os pra5os $e início $e etapas $e eDecução& $e conclusão& $e entre"a& $e o ser%ação e $e rece i!ento $e.icação eDi"i$as na licitação.or!e o caso. as "arantias o. II . I .icar+ $eposit+rio& ao %alor $a "arantia $e%er+ ser acresci$o o %alor $esses ens.eti%o pa"a!ento. CG. a le"islação aplic+%el B eDecução $o contrato e especial!ente aos casos o!issos. ?III .inanceiros consi$er+%eis& $e!onstra$os atra%/s $e parecer tecnica!ente apro%a$o pela autori$a$e co!petente& o li!ite $e "arantia pre%isto no par+"ra. II . CL. I? .or!a contínua& 1ue po$erão ter a sua $uração prorro"a$a por i"uais e sucessi%os perío$os co! %istas B o tenção $e . 7 2o Os contratos $ecorrentes $e $ispensa ou $e ineDi"i ili$a$e $e licitação $e%e! aten$er aos ter!os $o ato 1ue os autori5ou e $a respecti%a proposta.or!i$a$e co! os ter!os $a licitação e $a proposta a 1ue se %incula!. 7 =o A "arantia presta$a pelo contrata$o ser+ li era$a ou restituí$a ap0s a eDecução $o contrato e& 1uan$o e! $in3eiro& atuali5a$a !onetaria!ente."arantia. Art.or!a $e . 7 2o A "arantia a 1ue se re. a o ri"ação $o contrata$o $e !anter& $urante to$a a eDecução $o contrato& e! co!pati ili$a$e co! as o ri"aç#es por ele assu!i$as& to$as as con$iç#es $e 3a ilitação e 1uali. o o 4eto e seus ele!entos característicos.lica co! pessoas .ina! os $ireitos& o ri"aç#es e responsa ili$a$es $as partes& e! con. caução e! $in3eiro ou e! títulos $a $í%i$a p. III . o re"i!e $e eDecução ou a . ase e perio$ici$a$e $o rea4usta!ento $e preços& os crit/rios $e atuali5ação !onet+ria entre a $ata $o a$i!ple!ento $as o ri"aç#es e a $o e.or!a escritural& !e$iante re"istro e! siste!a centrali5a$o $e li1ui$ação e $e cust0$ia autori5a$o pelo Janco Central $o Jrasil e a%alia$os pelos seus %alores econP!icos& con. II . 7 6o Para o ras& ser%iços e . B prestação $e ser%iços a sere! eDecuta$os $e .orneci!entos $e "ran$e %ulto en%ol%en$o alta co!pleDi$a$e t/cnica e riscos . as con$iç#es $e i!portação& a $ata e a taDa $e c'! io para con%ersão& 1uan$o . aos pro4etos cu4os pro$utos este4a! conte!pla$os nas !etas esta eleci$as no Plano Plurianual& os 1uais po$erão ser prorro"a$os se 3ou%er interesse $a A$!inistração e $es$e 1ue isso ten3a si$o pre%isto no ato con%ocat0rio. a %inculação ao e$ital $e licitação ou ao ter!o 1ue a $ispensou ou a ineDi"iu& ao con%ite e B proposta $o licitante %ence$or.ini$o pelo *inist/rio $a )a5en$a. São cl+usulas necess+rias e! to$o contrato as 1ue esta eleça!9 I . II . IIII . ? . 7 6o Ko ato $a li1ui$ação $a $espesa& os ser%iços $e conta ili$a$e co!unicarão& aos 0r"ãos incu! i$os $a arreca$ação e .iança anc+ria.uncional pro"ra!+tica e $a cate"oria econP!ica. ?II .ísicas ou 4urí$icas& inclusi%e a1uelas $o!icilia$as no estran"eiro& $e%er+ constar necessaria!ente cl+usula 1ue $eclare co!petente o .iscali5ação $e tri utos $a (nião& Esta$o ou *unicípio& as características e os %alores pa"os& se"un$o o $isposto no art. Art.o 6o $este arti"o.initi%o& con. .or!e $e. o recon3eci!ento $os $ireitos $a A$!inistração& e! caso $e rescisão a$!inistrati%a pre%ista no art. os $ireitos e as responsa ili$a$es $as partes& as penali$a$es ca í%eis e os %alores $as !ultas. II . 7 1o Ca er+ ao contrata$o optar por u!a $as se"uintes !o$ali$a$es $e "arantia9 I . o preço e as con$iç#es $e pa"a!ento& os crit/rios& $ata.icação . CC.ere o caput $este arti"o não eDce$er+ a cinco por cento $o %alor $o contrato e ter+ seu %alor atuali5a$o nas !es!as con$iç#es $a1uele& ressal%a$o o pre%isto no par+"ra.

Art.preços e con$iç#es !ais %anta4osas para a a$!inistração& li!ita$a a sessenta !eses. interrupção $a eDecução $o contrato ou $i!inuição $o rit!o $e tra al3o por or$e! e no interesse $a A$!inistração. O instru!ento $e contrato / o ri"at0rio nos casos $e concorr:ncia e $e to!a$a $e preços& e! co!o . Os contratos e seus a$ita!entos serão la%ra$os nas repartiç#es interessa$as& as 1uais !anterão ar1ui%o cronol0"ico $os seus aut0"ra. A pu licação resu!i$a $o instru!ento $e contrato ou $e seus a$ita!entos na i!prensa o.os e re"istro siste!+tico $o seu eDtrato& sal%o os relati%os a $ireitos reais so re i!0%eis& 1ue se .or!+tica& po$en$o a $uração esten$er.iscali5ar. I? .icaç#es& pela I? . @o$o contrato $e%e !encionar os no!es $as partes e os $e seus representantes& a . 26& inciso II& alínea HaH $esta Lei& .eitos 4urí$icos 1ue ele& or$inaria!ente& $e%eria pro$u5ir& al/! $e $esconstituir os 4+ pro$u5i$os. Par+"ra. 7 =o E! car+ter eDcepcional& $e%i$a!ente 4usti.eito o contrato %er al co! a A$!inistração& sal%o o $e pe1uenas co!pras $e pronto pa"a!ento& assi! enten$i$as a1uelas $e %alor não superior a CO Ecinco por centoF $o li!ite esta eleci$o no art.. L> $esta Lei. . 2G $esta Lei. I? . 7 1o Os pra5os $e início $e etapas $e eDecução& $e conclusão e $e entre"a a$!ite! prorro"ação& !anti$as as $e!ais cl+usulas $o contrato e asse"ura$a a !anutenção $e seu e1uilí rio econP!ico. rescin$i.ica$os no inciso I $o art.los& unilateral!ente& nos especi.. ao alu"uel $e e1uipa!entos e B utili5ação $e pro"ra!as $e in. 7 1o As cl+usulas econP!ico.ere B A$!inistração& e! relação a eles& a prerro"ati%a $e9 I . Par+"ra.ica$a por escrito e pre%ia!ente autori5a$a pela autori$a$e co!petente para cele rar o contrato. Art. 8 nulo e $e nen3u! e. Art.inanceiro& $es$e 1ue ocorra al"u! $os se"uintes !oti%os& $e%i$a!ente autua$os e! processo9 I .ato ou ato $e terceiro recon3eci$o pela A$!inistração e! $ocu!ento conte!por'neo B sua ocorr:ncia. ? .ica$o e !e$iante autori5ação $a autori$a$e superior& o pra5o $e 1ue trata o inciso II $o caput $este arti"o po$er+ ser prorro"a$o por at/ $o5e !eses.o -nico. III .se pelo pra5o $e at/ =< E1uarenta e oitoF !eses ap0s o início $a %i":ncia $o contrato.inali$a$e& o ato 1ue autori5ou a sua la%ratura& o n-!ero $o processo $a licitação& $a $ispensa ou $a ineDi"i ili$a$e& a su4eição $os contratantes Bs nor!as $esta Lei e Bs cl+usulas contratuais. A nuli$a$e não eDonera a A$!inistração $o $e%er $e in$eni5ar o contrata$o pelo 1ue este 3ou%er eDecuta$o at/ a $ata e! 1ue ela . o!issão ou atraso $e pro%i$:ncias a car"o $a A$!inistração& inclusi%e 1uanto aos pa"a!entos pre%istos $e 1ue resulte& $ireta!ente& i!pe$i!ento ou retar$a!ento na eDecução $o contrato& se! pre4uí5o $as sanç#es le"ais aplic+%eis aos respons+%eis. C>.inanceiras e !onet+rias $os contratos a$!inistrati%os não po$erão ser altera$as se! pr/%ia concor$'ncia $o contrata$o. G2.un$a!ental!ente as con$iç#es $e eDecução $o contrato. !o$i. C<. 7 2o Ka 3ip0tese $o inciso I $este arti"o& as cl+usulas econP!ico..l3es a eDecução. i!pe$i!ento $e eDecução $o contrato por .ic+.inali$a$es $e interesse p. aplicar sanç#es !oti%a$as pela ineDecução total ou parcial $o a4uste. GQ. Par+"ra. G1. nos casos $e ser%iços essenciais& ocupar pro%isoria!ente ens !0%eis& i!0%eis& pessoal e ser%iços %incula$os ao o 4eto $o contrato& na 3ip0tese $a necessi$a$e $e acautelar apuração a$!inistrati%a $e .ic+cia& ser+ pro%i$encia$a pela A$!inistração at/ o 1uinto $ia -til $o !:s se"uinte ao $e sua assinatura& para ocorrer no pra5o $e %inte $ias $a1uela $ata& 1ual1uer 1ue se4a o seu %alor& ain$a 1ue se! Pnus& ressal%a$o o $isposto no art.altas contratuais pelo contrata$o& e! co!o na 3ip0tese $e rescisão $o contrato a$!inistrati%o. ?I . casos Art.o -nico.or!ali5a! por instru!ento la%ra$o e! cart0rio $e notas& $e tu$o 4untan$o. III . $o pro4eto ou especi.o -nico.eitas e! re"i!e $e a$ianta!ento.se a responsa ili$a$e $e 1ue! l3e $eu causa. alteração A$!inistração.se c0pia no processo 1ue l3e $eu ori"e!. super%eni:ncia $e . A $eclaração $e nuli$a$e $o contrato a$!inistrati%o opera retroati%a!ente i!pe$in$o os e. O re"i!e 4urí$ico $os contratos a$!inistrati%os instituí$o por esta Lei con. ? .los& unilateral!ente& para !el3or a$e1uação Bs . 7 2o @o$a prorro"ação $e pra5o $e%er+ ser 4usti.lico& respeita$os os $ireitos $o contrata$o. Seção Da )or!ali5ação $os Contratos II II .inanceiras $o contrato $e%erão ser re%istas para 1ue se !anten3a o e1uilí rio contratual. II .ato eDcepcional ou i!pre%isí%el& estran3o B %onta$e $as partes& 1ue altere .or $eclara$a e por outros pre4uí5os re"ular!ente co!pro%a$os& contanto 1ue não l3e se4a i!put+%el& pro!o%en$o. 7 6o 8 %e$a$o o contrato co! pra5o $e %i":ncia in$eter!ina$o. Art. au!ento $as 1uanti$a$es inicial!ente pre%istas no contrato& nos li!ites per!iti$os por esta Lei.icial& 1ue / con$ição in$ispens+%el para sua e.

icação& para . A lei não menciona expressamente% mas a revogação da licitação gera o#rigação de indeni3ar os participantes &ue comprovem haver sofrido pre1u+3os em sua decorr2ncia.inanceiro inicial $o contrato& na 3ip0tese $e so re%ire! . 7 6o Aplica.. 7 1o O contrata$o .icação t/cnica $a inaplica ili$a$e $os ter!os contratuais ori"in+rios.uturas& inclusi%e assist:ncia t/cnica.aculta$a a su stituição pre%ista neste arti"o& a crit/rio $a A$!inistração e in$epen$ente!ente $e seu %alor& nos casos $e co!pra co! entre"a i!e$iata e inte"ral $os ens a$1uiri$os& $os 1uais não resulte! o ri"aç#es .acultati%o nos $e!ais e! 1ue a A$!inistração pu$er su stituí.orneci!ento& e! .icação $a .icação $o %alor contratual e! $ecorr:ncia $e acr/sci!o ou $i!inuição 1uantitati%a $e seu o 4eto& nos li!ites per!iti$os por esta Lei. unilateral!ente pela A$!inistração9 aF 1uan$o 3ou%er !o$i. <1 $esta Lei. por acor$o $as partes9 aF 1uan$o con%eniente a su stituição $a "arantia $e eDecução.ortuito ou .lo e! i"ual pra5o e nas !es!as con$iç#es propostas pelo pri!eiro classi.ica! os licitantes li era$os $os co!pro!issos assu!i$os. Seção Da Alteração $os Contratos III Art.nas $ispensas e ineDi"i ili$a$es cu4os preços este4a! co!preen$i$os nos li!ites $estas $uas !o$ali$a$es $e licitação& e .inanceiro .ica$o& inclusi%e 1uanto aos preços atuali5a$os $e con. 7 2o Ken3u! acr/sci!o ou supressão po$er+ eDce$er os li!ites esta eleci$os no par+"ra. Os contratos re"i$os por esta Lei po$erão ser altera$os& co! as $e%i$as 4usti.orneci!ento $e ens ou eDecução $e o ra ou ser%iço.aculta$o B A$!inistração& 1uan$o o con%oca$o não assinar o ter!o $e contrato ou não aceitar ou retirar o instru!ento e1ui%alente no pra5o e con$iç#es esta eleci$os& con%ocar os licitantes re!anescentes& na or$e! $e classi. <1 $esta Lei. 7 1o O pra5o $e con%ocação po$er+ ser prorro"a$o u!a %e5& por i"ual perío$o& 1uan$o solicita$o pela parte $urante o seu transcurso e $es$e 1ue ocorra !oti%o 4usti. aos contratos e! 1ue a A$!inistração .or parte co!o usu+ria $e ser%iço p.contrato& nota $e e!pen3o $e $espesa& autori5ação $e co!pra ou or$e! $e eDecução $e ser%iço.i"uran$o +rea econP!ica eDtraor$in+ria e eDtracontratual.or!a $e e$i. Art. cF 1uan$o necess+ria a !o$i. G6. G=. CC e C< a G1 $esta Lei e $e!ais nor!as "erais& no 1ue cou er9 I .ato $o príncipe& con. 7 2o E! Hcarta contratoH& Hnota $e e!pen3o $e $espesaH& Hautori5ação $e co!praH& Hor$e! $e eDecução $e ser%içoH ou outros instru!entos 3+ eis aplica.se o $isposto nos arts.i5ere! nas o ras& ser%iços ou co!pras& at/ 2CO E%inte e cinco por centoF $o %alor inicial atuali5a$o $o contrato& e& no caso particular $e re.icação $o re"i!e $e eDecução $a o ra ou ser%iço& e! co!o $o !o$o $e . Art. 7 1o A !inuta $o .ica$o aceito pela A$!inistração. A A$!inistração con%ocar+ re"ular!ente o interessa$o para assinar o ter!o $e contrato& aceitar ou retirar o instru!ento e1ui%alente& $entro $o pra5o e con$iç#es esta eleci$os& so pena $e $ecair o $ireito B contratação& se! pre4uí5o $as sanç#es pre%istas no art.icaç#es& para !el3or a$e1uação t/cnica aos seus o 4eti%os. II .o anterior& sal%o9 .ício ou $e e1uipa!ento& at/ o li!ite $e CQO Ecin1Menta por centoF para os seus acr/sci!os.atos i!pre%isí%eis& ou pre%isí%eis por/! $e conse1M:ncias incalcul+%eis& retar$a$ores ou i!pe$iti%os $a eDecução $o a4usta$o& ou& ain$a& e! caso $e .or!i$a$e co! o ato con%ocat0rio& ou re%o"ar a licitação in$epen$ente!ente $a co!inação pre%ista no art. GC. aos contratos $e se"uro& $e .inancia!ento& $e locação e! 1ue o Po$er P.lico.icati%as& nos se"uintes casos9 I .se& no 1ue cou er& o $isposto no art. $F para resta elecer a relação 1ue as partes pactuara! inicial!ente entre os encar"os $o contrata$o e a retri uição $a a$!inistração para a 4usta re!uneração $a o ra& ser%iço ou .iDa$o& se! a correspon$ente contraprestação $e .5á a anulação da licitação pode ser feita a &ual&uer tempo e% como visto% a nulidade da licitação implica a nulidade do contrato dela decorrente.ica o ri"a$o a aceitar& nas !es!as con$iç#es contratuais& os acr/sci!os ou supress#es 1ue se .lico se4a locat+rio& e aos $e!ais cu4o conte-$o se4a re"i$o& pre$o!inante!ente& por nor!a $e $ireito pri%a$o.lo por outros instru!entos 3+ eis& tais co!o carta.orça !aior& caso .uturo contrato inte"rar+ se!pre o e$ital ou ato con%ocat0rio $a licitação.or!a $e pa"a!ento& por i!posição $e circunst'ncias super%enientes& !anti$o o %alor inicial atuali5a$o& %e$a$a a antecipação $o pa"a!ento& co! relação ao crono"ra!a .4epois de assinado o contrato% não se pode o mais revogar a licitação.orneci!ento& o 4eti%an$o a !anutenção $o e1uilí rio econP!ico.ace $e %eri. II . 7 = 8 $ispens+%el o Hter!o $e contratoH e . CC $esta Lei. 7 6o Decorri$os GQ EsessentaF $ias $a $ata $a entre"a $as propostas& se! con%ocação para a contratação& .a5:. F 1uan$o necess+ria a !o$i.icação $o pro4eto ou $as especi. F 1uan$o necess+ria a !o$i. 7 2o 8 . 8 per!iti$o a 1ual1uer licitante o con3eci!ento $os ter!os $o contrato e $o respecti%o processo licitat0rio e& a 1ual1uer interessa$o& a o tenção $e c0pia autentica$a& !e$iante o pa"a!ento $os e!olu!entos $e%i$os.

O contrata$o& na eDecução $o contrato& se! pre4uí5o $as responsa ili$a$es contratuais e le"ais& po$er+ su contratar partes $a o ra& ser%iço ou . 7 Go E! 3a%en$o alteração unilateral $o contrato 1ue au!ente os encar"os $o contrata$o& a A$!inistração $e%er+ resta elecer& por a$ita!ento& o e1uilí rio econP!ico. O contrata$o / respons+%el pelos $anos causa$os $ireta!ente B A$!inistração ou a terceiros& $ecorrentes $e sua culpa ou $olo na eDecução $o contrato& não eDcluin$o ou re$u5in$o essa responsa ili$a$e a .initi%a!ente& ap0s a %eri.lo na eDecução $o contrato.iscali5ação& !e$iante ter!o circunstancia$o& assina$o pelas partes e! at/ 1C E1uin5eF $ias $a co!unicação escrita $o contrata$o.ere B A$!inistração P.iscali5ação ou o aco!pan3a!ento pelo 0r"ão interessa$o.eitos ou incorreç#es resultantes $a eDecução ou $e !ateriais e!pre"a$os.or!aç#es pertinentes a essa atri uição.or!e o caso.iscali5a$a por u! representante $a A$!inistração especial!ente $esi"na$o& per!iti$a a contratação $e terceiros para assisti. .lo $e in. L2. O contrata$o $e%er+ !anter preposto& aceito pela A$!inistração& no local $a o ra ou ser%iço& para represent+. 7 6o Se no contrato não 3ou%ere! si$o conte!pla$os preços unit+rios para o ras ou ser%iços& esses serão .iel!ente pelas partes& $e acor$o co! as cl+usulas a%ença$as e as nor!as $esta Lei& respon$en$o ca$a u!a pelas conse1M:ncias $e sua ineDecução total ou parcial. 7 2o As $ecis#es e pro%i$:ncias 1ue ultrapassare! a co!pet:ncia $o representante $e%erão ser solicita$as a seus superiores e! te!po 3+ il para a a$oção $as !e$i$as con%enientes. 7 1o O representante $a A$!inistração anotar+ e! re"istro pr0prio to$as as ocorr:ncias relaciona$as co! a eDecução $o contrato& $eter!inan$o o 1ue . 7 =o Ko caso $e supressão $e o ras& ens ou ser%iços& se o contrata$o 4+ 3ou%er a$1uiri$o os !ateriais e posto no local $os tra al3os& estes $e%erão ser pa"os pela A$!inistração pelos custos $e a1uisição re"ular!ente co!pro%a$os e !onetaria!ente corri"i$os& po$en$o ca er in$eni5ação por outros $anos e%entual!ente $ecorrentes $a supressão& $es$e 1ue re"ular!ente co!pro%a$os. O contrata$o / o ri"a$o a reparar& corri"ir& re!o%er& reconstruir ou su stituir& Bs suas eDpensas& no total ou e! parte& o o 4eto $o contrato e! 1ue se %eri.iDa$os !e$iante acor$o entre as partes& respeita$os os li!ites esta eleci$os no 7 1o $este arti"o.lica respon$e soli$aria!ente co! o contrata$o pelos encar"os pre%i$enci+rios resultantes $a eDecução $o contrato& nos ter!os $o art. O contrato $e%er+ ser eDecuta$o . G>.icaç#es& inclusi%e perante o Re"istro $e I!0%eis. O contrata$o / respons+%el pelos encar"os tra al3istas& pre%i$enci+rios& . e! se tratan$o $e co!pras ou $e locação $e e1uipa!entos9 aF pro%isoria!ente& para e.a5er .icação. L6. F $e. Art.lica a responsa ili$a$e por seu pa"a!ento& ne! po$er+ onerar o o 4eto $o contrato ou restrin"ir a re"ulari5ação e o uso $as o ras e e$i. 61 $a Lei nA <. G> $esta Lei. 7 1o A ina$i!pl:ncia $o contrata$o& co! re. 7 2o A A$!inistração P. L1.icação $a 1uali$a$e e 1uanti$a$e $o !aterial e conse1Mente aceitação.212& $e 2= $e 4ul3o $e 1>>1.iscais e co!erciais resultantes $a eDecução $o contrato.altas ou $e.inanceiras $ecorrentes $as con$iç#es $e pa"a!ento nele pre%istas& e! co!o o e!pen3o $e $otaç#es orça!ent+rias suple!entares at/ o li!ite $o seu %alor corri"i$o& não caracteri5a! alteração $o !es!o& po$en$o ser re"istra$os por si!ples apostila& $ispensan$o a cele ração $e a$ita!ento. Seção Da EDecução $os Contratos I? Art. F $e. Art.inanceiro inicial. 7 <o A %ariação $o %alor contratual para . EDecuta$o o contrato& o seu o 4eto ser+ rece i$o9 I .or necess+rio B re"ulari5ação $as .eito $e posterior %eri. Art.icare! %ícios& $e.orneci!ento& at/ o li!ite a$!iti$o& e! ca$a caso& pela A$!inistração. Art. Art.icação $a con. 7 Co Nuais1uer tri utos ou encar"os le"ais cria$os& altera$os ou eDtintos& e! co!o a super%eni:ncia $e $isposiç#es le"ais& 1uan$o ocorri$as ap0s a $ata $a apresentação $a proposta& $e co!pro%a$a repercussão nos preços contrata$os& i!plicarão a re%isão $estes para !ais ou para !enos& con.lo e su si$i+. II .iscais e co!erciais não trans. A eDecução $o contrato $e%er+ ser aco!pan3a$a e .ace ao rea4uste $e preços pre%isto no pr0prio contrato& as atuali5aç#es& co!pensaç#es ou penali5aç#es .initi%a!ente& por ser%i$or ou co!issão $esi"na$a pela autori$a$e co!petente& !e$iante ter!o circunstancia$o& assina$o pelas partes& ap0s o $ecurso $o pra5o $e o ser%ação& ou %istoria 1ue co!pro%e a a$e1uação $o o 4eto aos ter!os contratuais& o ser%a$o o $isposto no art.eitos o ser%a$os.II . e! se tratan$o $e o ras e ser%iços9 aF pro%isoria!ente& pelo respons+%el por seu aco!pan3a!ento e .er:ncia aos encar"os tra al3istas& . GL. as supress#es resultantes $e acor$o cele ra$o entre os contratantes. Art. . Art. GG.or!i$a$e $o !aterial co! a especi. G<. LQ.

?II . 26& inciso II& alínea HaH& $esta Lei& $es$e 1ue não se co!pon3a! $e aparel3os& e1uipa!entos e instalaç#es su4eitos B %eri. Art. LC. A A$!inistração re4eitar+& no to$o ou e! parte& o ra& ser%iço ou . a lenti$ão $o seu cu!pri!ento& le%an$o a A$!inistração a co!pro%ar a i!possi ili$a$e $a conclusão $a o ra& $o ser%iço ou $o . L<. III . o cu!pri!ento irre"ular $e cl+usulas contratuais& especi. 7 2o O rece i!ento pro%is0rio ou $e.se.issional pela per. ":neros perecí%eis e ali!entação prepara$a. .ere este arti"o não sere!& respecti%a!ente& la%ra$o ou proce$i$a $entro $os pra5os .usão& cisão ou incorporação& não a$!iti$as no e$ital e no contrato. II .orneci!ento& ou parcelas $estes& 4+ rece i$os ou eDecuta$os& sal%o e! caso $e cala!i$a$e p. Art.orneci!ento eDecuta$o e! $esacor$o co! o contrato. L=. o atraso superior a >Q Eno%entaF $ias $os pa"a!entos $e%i$os pela A$!inistração $ecorrentes $e o ras& ser%iços ou . Kos casos $este arti"o& o rece i!ento ser+ . o não cu!pri!ento $e especi. I . 7 6o O pra5o a 1ue se re. A ineDecução total ou parcial $o contrato ense4a a sua rescisão& co! as conse1M:ncias contratuais e as pre%istas e! lei ou re"ula!ento.orneci!ento& nos pra5os estipula$os.inali$a$e ou $a estrutura $a e!presa& 1ue pre4u$i1ue a eDecução $o contrato. LL.ere a alínea H H $o inciso I $este arti"o não po$er+ ser superior a >Q Eno%entaF $ias& sal%o e! casos eDcepcionais& $e%i$a!ente 4usti. Sal%o $isposiç#es e! contr+rio constantes $o e$ital& $o con%ite ou $e ato nor!ati%o& os ensaios& testes e $e!ais pro%as eDi"i$os por nor!as t/cnicas o.icação $o %alor inicial $o contrato al/! $o li!ite per!iti$o no 7 1o $o art. cl+usulas contratuais& II .er:ncia& total ou parcial& e! co!o a . Art. GC $esta Lei.icação $e . a $issolução $a socie$a$e ou o . I? .ão co!o reali5a$os& $es$e 1ue co!unica$os B A$!inistração nos 1C E1uin5eF $ias anteriores B eDaustão $os !es!os. ?I . ?III .eita eDecução $o contrato& $entro $os li!ites esta eleci$os pela lei ou pelo contrato. II .ica$o no início $a o ra& ser%iço ou . o $esaten$i!ento $as $eter!inaç#es re"ulares $a autori$a$e $esi"na$a para aco!pan3ar e .icação $a . o ras e ser%iços $e %alor at/ o pre%isto no art. Constitue! !oti%o para rescisão $o contrato9 I . Par+"ra. ? . ser%iços pro.ica$os e pre%istos no e$ital. Art.orneci!ento. III . a su contratação total ou parcial $o seu o 4eto& a associação $o contrata$o co! outre!& a cessão ou trans.pro. a alteração social ou a !o$i. I? .7 1o Kos casos $e a1uisição $e e1uipa!entos $e "ran$e %ulto& o rece i!ento .aleci!ento $o contrata$o. a $ecretação $e .iscali5ar a sua eDecução& assi! co!o as $e seus superiores.lica& "ra%e pertur ação $a or$e! interna ou "uerra& ou ain$a por repeti$as suspens#es 1ue totali5e! o !es!o pra5o& in$epen$ente!ente $o pa"a!ento o ri"at0rio $e in$eni5aç#es pelas sucessi%as e contratual!ente i!pre%istas $es!o ili5aç#es e !o ili5aç#es e outras pre%istas& asse"ura$o ao contrata$o& nesses casos& o $ireito $e optar pela suspensão $o cu!pri!ento $as o ri"aç#es assu!i$as at/ 1ue se4a nor!ali5a$a a situação.era a$!inistrati%a a 1ue est+ su or$ina$o o contratante e eDara$as no processo a$!inistrati%o a 1ue se re. IIII .iDa$os& reputar. o co!eti!ento reitera$o $e .o -nico.altas na sua eDecução& anota$as na .eito !e$iante reci o. GL $esta Lei. II .issionais.orneci!ento& se! 4usta causa e pr/%ia co!unicação B A$!inistração. ra5#es $e interesse p. a paralisação $a o ra& $o ser%iço ou $o . Seção Da IneDecução e $a Rescisão $os Contratos ? Art.ere o contrato.ica$as e $eter!ina$as pela !+Di!a autori$a$e $a es.initi%o não eDclui a responsa ili$a$e ci%il pela soli$e5 e se"urança $a o ra ou $o ser%iço& ne! /tico.lico& $e alta rele%'ncia e a!plo con3eci!ento& 4usti.lica& "ra%e pertur ação $a or$e! interna ou "uerra& asse"ura$o ao contrata$o o $ireito $e optar pela suspensão I .icaç#es& pro4etos e pra5os. II? . Po$er+ ser $ispensa$o pro%is0rio nos se"uintes casos9 o rece i!ento III . 7 =o Ka 3ip0tese $e o ter!o circunstancia$o ou a %eri. a suspensão $e sua eDecução& por or$e! escrita $a A$!inistração& por pra5o superior a 12Q Ecento e %inteF $ias& sal%o e! caso $e cala!i$a$e p.unciona!ento e pro$uti%i$a$e. LG.iciais para a oa eDecução $o o 4eto $o contrato corre! por conta $o contrata$o.icação a 1ue se re.ar.+ !e$iante ter!o circunstancia$o e& nos $e!ais& !e$iante reci o.or!a $o 7 1o $o art.se. a supressão& por parte $a A$!inistração& $e o ras& ser%iços ou co!pras& acarretan$o !o$i. o atraso in4usti.al:ncia ou a instauração $e insol%:ncia ci%il.icaç#es& pro4etos ou pra5os.

7 =o A rescisão $e 1ue trata o inciso I? $o arti"o anterior per!ite B A$!inistração& a seu crit/rio& aplicar a !e$i$a pre%ista no inciso I $este arti"o. pa"a!ento $o custo $a $es!o ili5ação.o Bs penali$a$es le"al!ente esta eleci$as. I?III S $escu!pri!ento $o $isposto no inciso ? $o art.ri$o& ten$o ain$a $ireito a9 I .un$a!enta$a $a autori$a$e co!petente. Os a"entes a$!inistrati%os 1ue praticare! atos e! $esacor$o co! os preceitos $esta Lei ou %isan$o a . a não li eração& por parte $a A$!inistração& $e +rea& local ou o 4eto para eDecução $e o ra& ser%iço ou .orneci!ento& nos pra5os contratuais& e! co!o $as . 7 1o A rescisão a$!inistrati%a ou a!i"+%el $e%er+ ser prece$i$a $e autori5ação escrita e . Art. <1. III . <2.ortuito ou $e .ica$as no pro4eto. L>. $e%olução $e "arantia. A recusa in4usti.o -nico.or!a $o inciso ? $o art.rustrar os o 4eti%os $a licitação su4eita!. Art. A rescisão $o contrato po$er+ ser9 I .ini$os nesta Lei& ain$a 1ue si!ples!ente tenta$os& su4eita! os seus autores& 1uan$o . 6uando o convocado não assinar o termo de contrato no pra3o e condiç0es esta#elecidos% a Administração poderá convocar os licitantes remanescentes% na ordem de classificação% para fa327lo em igual pra3o e nas mesmas condiç0es propostas pelo primeiro classificado% inclusive &uanto aos preços atuali3ados de conformidade com o ato convocat rio. 7 6o Ka 3ip0tese $o inciso II $este arti"o& o ato $e%er+ ser prece$i$o $e autori5ação eDpressa $o *inistro $e Esta$o co!petente& ou Secret+rio Esta$ual ou *unicipal& con. Par+"ra. II . 7 Co Ocorren$o i!pe$i!ento& paralisação ou sustação $o contrato& o crono"ra!a $e eDecução ser+ prorro"a$o auto!atica!ente por i"ual te!po. 2L& se! pre4uí5o $as sanç#es penais ca í%eis. O $isposto neste arti"o não se aplica aos licitantes con%oca$os nos ter!os $o art. <Q. Art. II . Os cri!es $e.or!al!ente !oti%a$os nos autos $o processo& asse"ura$o o contra$it0rio e a a!pla $e.se Bs sanç#es pre%istas nesta Lei e nos re"ula!entos pr0prios& se! pre4uí5o $as responsa ili$a$es ci%il e cri!inal 1ue seu ato ense4ar. Capítulo DAS SAKÇÕES V(DICIAL Seção Disposiç#es Gerais I? @(@ELA I?I . C< $esta Lei. I?II .ontes $e !ateriais naturais especi.ica$a $o a$4u$icat+rio e! assinar o contrato& aceitar ou retirar o instru!ento e1ui%alente& $entro $o pra5o esta eleci$o pela A$!inistração& caracteri5a o $escu!pri!ento total $a o ri"ação assu!i$a& su4eitan$o. AD*IKIS@RA@I?AS E DA I Art. assunção i!e$iata $o o 4eto $o contrato& no esta$o e local e! 1ue se encontrar& por ato pr0prio $a A$!inistração. 7 2o Nuan$o a rescisão ocorrer co! ase nos incisos III a I?II $o arti"o anterior& se! 1ue 3a4a culpa $o contrata$o& ser+ este ressarci$o $os pre4uí5os re"ular!ente co!pro%a$os 1ue 3ou%er so. 7 1o A aplicação $as !e$i$as pre%istas nos incisos I e II $este arti"o .ica a crit/rio $a A$!inistração& 1ue po$er+ $ar continui$a$e B o ra ou ao ser%iço por eDecução $ireta ou in$ireta. 7 2o 8 per!iti$o B A$!inistração& no caso $e concor$ata $o contrata$o& !anter o contrato& po$en$o assu!ir o controle $e $eter!ina$as ati%i$a$es $e ser%iços essenciais.orça !aior& re"ular!ente co!pro%a$a& i!pe$iti%a $a eDecução $o contrato. $eter!ina$a por ato unilateral e escrito $a A$!inistração& nos casos enu!era$os nos incisos I a III e I?II $o arti"o anterior. Par+"ra.esa. III . A rescisão $e 1ue trata o inciso I $o arti"o anterior acarreta as se"uintes conse1M:ncias& se! pre4uí5o $as sanç#es pre%istas nesta Lei9 I . a!i"+%el& por acor$o entre as partes& re$u5i$a a ter!o no processo $a licitação& $es$e 1ue 3a4a con%eni:ncia para a A$!inistração. G=& 7 2o $esta Lei& 1ue não aceitare! a contratação& nas !es!as con$iç#es propostas pelo pri!eiro a$4u$icat+rio& inclusi%e 1uanto ao pra5o e preço. o ri"aç#es at/ 1ue se4a III . Art. I? . pa"a!entos $e%i$os pela eDecução $o contrato at/ a $ata $a rescisão.o -nico. <6. retenção $os cr/$itos $ecorrentes $o contrato at/ o li!ite $os pre4uí5os causa$os B A$!inistração. 4u$icial& nos ter!os $a le"islação.8 facultado 9 Administração% alternativamente% revogar a licitação. ocupação e utili5ação $o local& instalaç#es& e1uipa!entos& !aterial e pessoal e!pre"a$os na eDecução $o contrato& necess+rios B sua continui$a$e& na . eDecução $a "arantia contratual& para ressarci!ento $a A$!inistração& e $os %alores $as !ultas e in$eni5aç#es a ela $e%i$os.$o cu!pri!ento $e suas nor!ali5a$a a situação.or!e o caso. a ocorr:ncia $e caso . II . Os casos $e rescisão contratual serão .

or o caso& co ra$a 4u$icial!ente. Seção Dos Cri!es e $as Penas III Art. $etenção& $e 2 E$oisF a = E1uatroF anos& e !ulta. <L.unção $e con. Dispensar ou ineDi"ir licitação .ins $esta Lei& a1uele 1ue eDerce& !es!o 1ue transitoria!ente ou se! re!uneração& car"o& . Consi$era. Seção Das Sanç#es A$!inistrati%as II I? .esa $o interessa$o no respecti%o processo& no pra5o $e 1Q E$e5F $ias $a a ertura $e %ista& po$en$o a rea ilitação ser re1ueri$a ap0s 2 E$oisF anos $e sua aplicação.un$aç#es& e!presas p. $eclaração $e ini$onei$a$e para licitar ou contratar co! a A$!inistração P.licas& socie$a$es $e econo!ia !ista& .issionais 1ue& e! ra5ão $os contratos re"i$os por esta Lei9 I .rau$ar& !e$iante a4uste& co! inação ou 1ual1uer outro eDpe$iente& o car+ter co!petiti%o $o proce$i!ento licitat0rio& co! o intuito $e o ter& para si ou para outre!& %anta"e! $ecorrente $a a$4u$icação $o o 4eto $a licitação9 Pena . Art. 7 2o A pena i!posta ser+ acresci$a $a terça parte& 1uan$o os autores $os cri!es pre%istos nesta Lei . 7 6o A sanção esta eleci$a no inciso I? $este arti"o / $e co!pet:ncia eDclusi%a $o *inistro $e Esta$o& $o Secret+rio Esta$ual ou *unicipal& con.licas& e 1uais1uer outras enti$a$es so seu controle $ireto ou in$ireto.iança e! 0r"ão $a A$!inistração $ireta& autar1uia& e!presa p.ica$o na eDecução $o contrato su4eitar+ o contrata$o B !ulta $e !ora& na . O atraso in4usti.ins $esta Lei& 1ue! eDerce car"o& e!pre"o ou . 7 2o A !ulta& aplica$a ap0s re"ular processo a$!inistrati%o& ser+ $esconta$a $a "arantia $o respecti%o contrata$o. II . <>. ten3a! so. .aculta$a a $e.unção ou !an$ato eleti%o. <C. Pela ineDecução total ou parcial $o contrato a A$!inistração po$er+& "aranti$a a pr/%ia $e. 7 1o A !ulta a 1ue alu$e este arti"o não i!pe$e 1ue a A$!inistração rescin$a unilateral!ente o contrato e apli1ue as outras sanç#es pre%istas nesta Lei.ore! ocupantes $e car"o e! co!issão ou $e .esa pr/%ia $o interessa$o& no respecti%o processo& no pra5o $e C EcincoF $ias -teis. III .ser%i$ores p.ora $as 3ip0teses pre%istas e! lei& ou $eiDar $e o ser%ar as .or!a pre%ista no instru!ento con%ocat0rio ou no contrato. 7 1o E1uipara.or superior ao %alor $a "arantia presta$a& al/! $a per$a $esta& respon$er+ o contrata$o pela sua $i.un$aç#es p. 7 6o Se a !ulta .rau$e .lica& ou outra enti$a$e controla$a $ireta ou in$ireta!ente pelo Po$er P. suspensão te!por+ria $e participação e! licitação e i!pe$i!ento $e contratar co! a A$!inistração& por pra5o não superior a 2 E$oisF anos. <=. As in. Art.iciou. Art.esa& aplicar ao contrata$o as se"uintes sanç#es9 I .se ser%i$or p. !ulta& na .or $e %alor superior ao %alor $a "arantia presta$a& al/! $a per$a $esta& respon$er+ o contrata$o pela sua $i.lico.erença& a 1ual ser+ $esconta$a $os pa"a!entos e%entual!ente $e%i$os pela A$!inistração ou ain$a& 1uan$o .licos& al/! $as sanç#es penais& B per$a $o car"o& e!pre"o& . Ka !es!a pena incorre a1uele 1ue& ten$o co!pro%a$a!ente concorri$o para a consu!ação $a ile"ali$a$e& ene.un$ação p.or!ali$a$es pertinentes B $ispensa ou B ineDi"i ili$a$e9 Pena .unção e! enti$a$e paraestatal& assi! consi$era$as& al/! $as .lico. Art.rustrar os o 4eti%os $a licitação. ten3a! pratica$o atos ilícitos %isan$o a . <G.or!a con%ocat0rio ou no contrato. a$%ert:ncia. >Q.lico& para os . III .lico.or!e o caso& .initi%a por praticare!& por !eios $olosos& .unção ou e!pre"o p. 7 2o As sanç#es pre%istas nos incisos I& III e I? $este arti"o po$erão ser aplica$as 4unta!ente co! a $o inciso II& . <<.ri$o con$enação $e.lica& socie$a$e $e econo!ia !ista& .se $a $ispensa ou ineDi"i ili$a$e ile"al& para cele rar contrato co! o Po$er P. pre%ista no instru!ento Art. $etenção& $e 6 Etr:sF a C EcincoF anos& e !ulta.erença& 1ue ser+ $esconta$a $os pa"a!entos e%entual!ente $e%i$os pela A$!inistração ou co ra$a 4u$icial!ente.licas e socie$a$es $e econo!ia !ista& as $e!ais enti$a$es so controle& $ireto ou in$ireto& $o Po$er P. )rustrar ou . As sanç#es pre%istas nos incisos III e I? $o arti"o anterior po$erão ta! /! ser aplica$as Bs e!presas ou aos pro.aculta$a a $e.lico.lico& para os .raç#es penais pre%istas nesta Lei pertine! Bs licitaç#es e aos contratos cele ra$os pela (nião& Esta$os& Distrito )e$eral& *unicípios& e respecti%as autar1uias& e!presas p. $e!onstre! não possuir i$onei$a$e para contratar co! a A$!inistração e! %irtu$e $e atos ilícitos pratica$os.o -nico. Par+"ra. II . Art.lica en1uanto per$urare! os !oti%os $eter!inantes $a punição ou at/ 1ue se4a pro!o%i$a a rea ilitação perante a pr0pria autori$a$e 1ue aplicou a penali$a$e& 1ue ser+ conce$i$a se!pre 1ue o contrata$o ressarcir a A$!inistração pelos pre4uí5os resultantes e ap0s $ecorri$o o pra5o $a sanção aplica$a co! ase no inciso anterior.se a ser%i$or p.iscal no recol3i!ento $e 1uais1uer tri utos. 7 1o Se a !ulta aplica$a .

Patrocinar& $ireta ou in$ireta!ente& interesse pri%a$o perante a A$!inistração& $an$o causa B instauração $e licitação ou B cele ração $e contrato& cu4a in%ali$ação %ier a ser $ecreta$a pelo Po$er Vu$ici+rio9 Pena . 7 2o O pro$uto $a arreca$ação $a !ulta re%erter+& con.lico as c0pias e os $ocu!entos necess+rios ao o.o -nico. >2.erí%el pelo a"ente. Art. alteran$o su st'ncia& 1uali$a$e ou 1uanti$a$e $a !erca$oria .ica$a ou $eteriora$a.ini$os nesta Lei são $e ação penal p.ereci!ento $a $en-ncia. III . Inci$e na !es!a pena o contrata$o 1ue& ten$o co!pro%a$a!ente concorri$o para a consu!ação $a ile"ali$a$e& o t/! %anta"e! in$e%i$a ou se ene.icare! a eDist:ncia $os cri!es $e. I!pe$ir& pertur ar ou . 1Q6. %en$en$o& co!o %er$a$eira ou per. Ser+ a$!iti$a ação penal pri%a$a su si$i+ria $a p. $etenção& $e G EseisF !eses a 2 E$oisF anos& e !ulta. >1.la a ter!o& assina$o pelo apresentante e por $uas teste!un3as.ereci!ento $e %anta"e! $e 1ual1uer tipo9 Pena . Incorre na !es!a pena 1ue! se a st/! ou $esiste $e licitar& e! ra5ão $a %anta"e! o. 121 $esta Lei9 Pena .icação ou %anta"e!& inclusi%e prorro"ação contratual& e! . ? . Art. >L.ornecen$o.rau$ar a reali5ação $e 1ual1uer ato $e proce$i!ento licitat0rio9 Pena .Art.o -nico. >=. I? . ele%an$o ar itraria!ente os preços. Nuan$o a co!unicação . Seção Do Processo e $o Proce$i!ento Vu$icial I? Art.or a4ui5a$a no pra5o le"al& .astar licitante& por !eio $e %iol:ncia& "ra%e a!eaça& . Art. II . Art. 1Q2. $etenção& $e 6 Etr:sF a G EseisF anos& e !ulta. >>. Art. $etenção& $e 2 E$oisF a 6 Etr:sF anos& e !ulta.lico pro!o%:.lico& .lica& licitação instaura$a para a1uisição ou %en$a $e ens ou !erca$orias& ou contrato $ela $ecorrente9 I . A. tornan$o& por 1ual1uer !o$o& in4usta!ente& !ais onerosa a proposta ou a eDecução $o contrato9 Pena .eti%a!ente o ti$a ou potencial!ente au.o -nico. $etenção& $e G EseisF !eses a 2 E$oisF anos& e !ulta.a%or $o a$4u$icat+rio& $urante a eDecução $os contratos cele ra$os co! o Po$er P.l3e& por escrito& in. $etenção& $e 2 E$oisF a = E1uatroF anos& e !ulta& al/! $a pena correspon$ente B %iol:ncia.or %er al& !an$ar+ a autori$a$e re$u5i. Art. >6. Par+"ra.alsi.issional $eclara$o ini$Pneo9 Pena . 1Q1.eriores a 2O E$ois por centoF& ne! superiores a CO Ecinco por centoF $o %alor $o contrato licita$o ou cele ra$o co! $ispensa ou ineDi"i ili$a$e $e licitação.icaç#es ou prorro"aç#es contratuais. Nual1uer pessoa po$er+ pro%ocar& para os e. A$!itir B licitação ou cele rar contrato co! e!presa ou pro. $etenção& $e G EseisF !eses a 2 E$oisF anos& e !ulta.icia& in4usta!ente& $as !o$i.eita& !erca$oria . entre"an$o u!a !erca$oria por outra. Art. >G. 1QQ. O star& i!pe$ir ou $i.o -nico.ini$os nesta Lei& re!eterão ao *inist/rio P.ato e sua autoria& e! co!o as circunst'ncias e! 1ue se $eu a ocorr:ncia.atura co! preterição $a or$e! cronol0"ica $e sua eDi"i ili$a$e& o ser%a$o o $isposto no art. <> a >< $esta Lei consiste no pa"a!ento $e 1uantia . Art. ><. Os cri!es $e.iDa$a na sentença e calcula$a e! ín$ices percentuais& cu4a ase correspon$er+ ao %alor $a %anta"e! e. Art.eitos $esta Lei& a iniciati%a $o *inist/rio P.or!e o caso& B )a5en$a )e$eral& Distrital& Esta$ual ou *unicipal.lo9 Pena .lica& se esta não .ere este arti"o não po$erão ser in. Par+"ra.icultar& in4usta!ente& a inscrição $e 1ual1uer interessa$o nos re"istros ca$astrais ou pro!o%er in$e%i$a!ente a alteração& suspensão ou cancela!ento $e re"istro $o inscrito9 Pena .ereci$a. A pena $e !ulta co!ina$a nos arts. De%assar o si"ilo $e proposta apresenta$a e! proce$i!ento licitat0rio& ou proporcionar a terceiro o ense4o $e $e%ass+. Par+"ra. Inci$e na !es!a pena a1uele 1ue& $eclara$o ini$Pneo& %en3a a licitar ou a contratar co! a A$!inistração. >C.lico& se! autori5ação e! lei& no ato con%ocat0rio $a licitação ou nos respecti%os instru!entos contratuais& ou& ain$a& pa"ar .rau$e ou o. $etenção& $e G EseisF !eses a 2 E$oisF anos& e !ulta. Art.astar ou procura a. )rau$ar& e! pre4uí5o $a )a5en$a P. A$!itir& possi ilitar ou $ar causa a 1ual1uer !o$i.or!aç#es so re o . Par+"ra. 7 1o Os ín$ices a 1ue se re.la. Nuan$o e! autos ou $ocu!entos $e 1ue con3ecere!& os !a"istra$os& os !e! ros $os @ri unais ou Consel3os $e Contas ou os titulares $os 0r"ãos inte"rantes $o siste!a $e controle interno $e 1ual1uer $os Po$eres %eri.lica incon$iciona$a& ca en$o ao *inist/rio P.orneci$a. $etenção& $e $ois a 1uatro anos& e !ulta. Art.

o -nico. 2> e 6Q $o C0$i"o $e Processo Penal.o -nico. Capítulo DISPOSIÇÕES )IKAIS E @RAKSI@XRIAS ?I Art. cF anulação ou re%o"ação $a licitação.lo no pra5o $e C EcincoF $ias -teis. 1Q=.erir a sentença.inais. eF rescisão $o contrato& a 1ue se re. <L $esta Lei& no pra5o $e 1Q E$e5F $ias -teis $a inti!ação $o ato.esa escrita& conta$o $a $ata $o seu interro"at0rio& po$en$o 4untar $ocu!entos& arrolar as teste!un3as 1ue ti%er& e! n-!ero não superior a C EcincoF& e in$icar as $e!ais pro%as 1ue preten$a pro$u5ir.eita por co!unicação $ireta aos interessa$os e la%ra$a e! ata. Capítulo DOS REC(RSOS AD*IKIS@RA@I?OS ? 7 1o A inti!ação $os atos re. Par+"ra.orneci!ento $e to$os os $a$os& $ocu!entos e ele!entos $e in. 7 Co Ken3u! pra5o $e recurso& representação ou pe$i$o $e reconsi$eração se inicia ou corre se! 1ue os autos $o processo este4a! co! %ista .or eDplicita!ente $isposto e! contr+rio. Da sentença ca e apelação& interponí%el no pra5o $e C EcincoF $ias. recurso& no pra5o $e C EcincoF $ias -teis a contar $a inti!ação $o ato ou $a la%ratura $a ata& nos casos $e9 aF 3a ilitação ou ina ilitação $o licitante.se a o ra i!aterial $e car+ter tecnol0"ico& insuscetí%el $e pri%il/"io& a cessão $os $ireitos incluir+ o .o 6o $este arti"o serão $e $ois $ias -teis. S0 se inicia! e %ence! os pra5os re. A A$!inistração s0 po$er+ contratar& pa"ar& pre!iar ou rece er pro4eto ou ser%iço t/cnico especiali5a$o $es$e 1ue o autor ce$a os $ireitos patri!oniais a ele relati%os e a A$!inistração possa utili5+. 1QC.lo su ir& $e%i$a!ente in. 7 6o Interposto& o recurso ser+ co!unica$o aos $e!ais licitantes& 1ue po$erão i!pu"n+.eita !e$iante pu licação na i!prensa o.+ o $ia $o início e incluir.eri$os no inciso I& alíneas HaH& H H& HcH e HeH& $este arti"o& eDcluí$os os relati%os a a$%ert:ncia e !ulta $e !ora& e no inciso III& ser+ .+& sucessi%a!ente& o pra5o $e C EcincoF $ias a ca$a parte para ale"aç#es . 111.se.eito suspensi%o& po$en$o a autori$a$e co!petente& !oti%a$a!ente e presentes ra5#es $e interesse p. 1QL.ísico $e 1ual1uer nature5a e aplicação $a o ra.etua$as na !o$ali$a$e $e Hcarta con%iteH os pra5os esta eleci$os nos incisos I e II e no par+"ra.ão os $ias consecuti%os& eDceto 1uan$o . pe$i$o $e reconsi$eração& $e $ecisão $e *inistro $e Esta$o& ou Secret+rio Esta$ual ou *unicipal& con. Ko processa!ento e 4ul"a!ento $as in.icial& sal%o para os casos pre%istos nas alíneas HaH e H H& se presentes os prepostos $os licitantes no ato e! 1ue . III . Art.or!ação pertinentes B tecnolo"ia $e concepção& $esen%ol%i!ento& .+ o $o %enci!ento& e consi$erar.or!a$o& $e%en$o& neste caso& a $ecisão ser pro.se. representação& no pra5o $e C EcincoF $ias -teis $a inti!ação $a $ecisão relaciona$a co! o o 4eto $a licitação ou $o contrato& $e 1ue não cai a recurso 3ier+r1uico. 11Q. Ka conta"e! $os pra5os esta eleci$os nesta Lei& eDcluir.se.ran1uea$a ao interessa$o. . 1Q>. F 4ul"a!ento $as propostas. . Art.ic+cia suspensi%a aos $e!ais recursos. Art.se.erir. 7 2o O recurso pre%isto nas alíneas HaH e H H $o inciso I $este arti"o ter+ e.esa e pratica$as as $ili":ncias instrut0rias $e.se& no 1ue cou er& o $isposto nos arts. Art. Nuan$o o pro4eto re.eri$as ou or$ena$as pelo 4ui5& a rir. $F in$e.se.ere o inciso I $o art. 7 Go E! se tratan$o $e licitaç#es e. II .ão& su si$iaria!ente& o C0$i"o $e Processo Penal e a Lei $e EDecução Penal.F aplicação $as penas $e a$%ert:ncia& suspensão te!por+ria ou $e !ulta. Par+"ra. Art.ini$as nesta Lei& assi! co!o nos recursos e nas eDecuç#es 1ue l3es $i"a! respeito& aplicar.eri!ento $o pe$i$o $e inscrição e! re"istro ca$astral& sua alteração ou cancela!ento. Ou%i$as as teste!un3as $a acusação e $a $e.a5:. Art.lo $e acor$o co! o pre%isto no re"ula!ento $e concurso ou no a4uste para sua ela oração.oi a$ota$a a $ecisão& 1uan$o po$er+ ser .or!e o caso& na 3ip0tese $o 7 =o $o art.raç#es penais $e. 1QG.eri$a $entro $o pra5o $e C EcincoF $ias -teis& conta$o $o rece i!ento $o recurso& so pena $e responsa ili$a$e. Decorri$o esse pra5o& e conclusos os autos $entro $e 2= E%inte e 1uatroF 3oras& ter+ o 4ui5 1Q E$e5F $ias para pro. 1Q<. 7 =o O recurso ser+ $iri"i$o B autori$a$e superior& por inter!/$io $a 1ue praticou o ato recorri$o& a 1ual po$er+ reconsi$erar sua $ecisão& no pra5o $e C EcincoF $ias -teis& ou& nesse !es!o pra5o& . L> $esta Lei.aplican$o. Rece i$a a $en-ncia e cita$o o r/u& ter+ este o pra5o $e 1Q E$e5F $ias para apresentação $e $e.lico& atri uir ao recurso interposto e.iDação e! suporte . Art.eri$os neste arti"o e! $ia $e eDpe$iente no 0r"ão ou na enti$a$e. Dos atos $a A$!inistração $ecorrentes $a aplicação $esta Lei ca e!9 I .

I? .or!i$a$e co! o plano $e aplicação apro%a$o& eDceto nos casos a se"uir& e! 1ue as !es!as .lica nas contrataç#es e $e!ais atos pratica$os na eDecução $o con%:nio& ou o ina$i!ple!ento $o eDecutor co! relação a outras cl+usulas con%eniais +sicas. 7 2o Os @ri unais $e Contas e os 0r"ãos inte"rantes $o siste!a $e controle interno po$erão solicitar para eDa!e& at/ o $ia -til i!e$iata!ente anterior B $ata $e rece i!ento $as propostas& c0pia $e e$ital $e licitação 4+ pu lica$o& o ri"an$o.ican$o os 0r"ãos interessa$os $a A$!inistração respons+%eis pela $e!onstração $a le"ali$a$e e re"ulari$a$e $a $espesa e eDecução& nos ter!os $a Constituição e se! pre4uí5o $o siste!a $e controle interno nela pre%isto.ica$o $es%io $e .un$a!entais $e A$!inistração P. Nuan$o o o 4eto $o contrato interessar a !ais $e u!a enti$a$e p. Art. pre%isão $e início e .inanceiros. Os 0r"ãos $a A$!inistração po$erão eDpe$ir nor!as relati%as aos proce$i!entos operacionais a sere! o ser%a$os na eDecução $as licitaç#es& no '! ito $e sua co!pet:ncia& o ser%a$as as $isposiç#es $esta Lei.inanceira $e curto pra5o ou operação $e !erca$o a erto lastrea$a e! títulos $a $í%i$a p.iscali5ação e pa"a!ento.o -nico.icação ser+ .inali$a$e na aplicação $os recursos& atrasos não 4usti.se e! pra5os !enores 1ue u! !:s.unção $esse eDa!e& l3es . . Art.ases $e eDecução. 11C. Par+"ra.eita !e$iante proposta $a autori$a$e co!petente& apro%a$a pela i!e$iata!ente superior.icial se a pre%isão $e seu uso .icação $e licitantes nas concorr:ncias& a ser proce$i$a se!pre 1ue o o 4eto $a licitação reco!en$e an+lise !ais $eti$a $a 1uali. etapas ou . ?I . O siste!a instituí$o nesta Lei não i!pe$e a pr/.ases pro"ra!a$as.ore! $eter!ina$as.lica.eito pelo @ri unal $e Contas co!petente& na . 7 2o Ka pr/.or i"ual ou superior a u! !:s& ou e! .1uali. 11=. O controle $as $espesas $ecorrentes $os contratos e $e!ais instru!entos re"i$os por esta Lei ser+ .ere este arti"o& ap0s apro%ação $a autori$a$e co!petente& $e%erão ser pu lica$as na i!prensa o. 7 1o Nual1uer licitante& contrata$o ou pessoa . II . se o a4uste co!preen$er o ra ou ser%iço $e en"en3aria& co!pro%ação $e 1ue os recursos pr0prios para co!ple!entar a eDecução $o o 4eto estão $e%i$a!ente asse"ura$os& sal%o se o custo total $o e!preen$i!ento recair so re a enti$a$e ou 0r"ão $escentrali5a$or. III . crono"ra!a $e $ese! olso. 7 6o As parcelas $o con%:nio serão li era$as e! estrita con.icarão reti$as at/ o sanea!ento $as i!proprie$a$es ocorrentes9 I . i$enti. II .ísica ou 4urí$ica po$er+ representar ao @ri unal $e Contas ou aos 0r"ãos inte"rantes $o siste!a $e controle interno contra irre"ulari$a$es na aplicação $esta Lei& para os .ins $o $isposto neste arti"o.lica& 1uan$o a utili5ação $os !es!os %eri. 7 2o 8 . Art.un$o $e aplicação . 1uan$o %eri. 7 1o A a$oção $o proce$i!ento $e pr/. o 7 1o A cele ração $e con%:nio& acor$o ou a4uste pelos 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração P.lica $epen$e $e pr/%ia apro%ação $e co!petente plano $e tra al3o proposto pela or"ani5ação interessa$a& o 1ual $e%er+ conter& no !íni!o& as se"uintes in.or!a $a le"islação aplic+%el& inclusi%e !e$iante proce$i!entos $e .licos po$erão reali5ar licitação $a 1ual& nos ter!os $o e$ital& $ecorra! contratos a$!inistrati%os cele ra$os por 0r"ãos ou enti$a$es $os entes $a )e$eração consorcia$os.ica$os no cu!pri!ento $as etapas ou .icação serão o ser%a$as as eDi":ncias $esta Lei relati%as B concorr:ncia& B con%ocação $os interessa$os& ao proce$i!ento e B analise $a $ocu!entação.se os 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração interessa$a B a$oção $e !e$i$as correti%as pertinentes 1ue& e! . ? . 112. 7 2o Assina$o o con%:nio& a enti$a$e ou 0r"ão repassa$or $ar+ ci:ncia $o !es!o B Asse! l/ia Le"islati%a ou B C'!ara *unicipal respecti%a. ?II .or!a $a le"islação pertinente& . 1uan$o não ti%er 3a%i$o co!pro%ação $a oa e re"ular aplicação $a parcela anterior!ente rece i$a& na .inanceira o. 11G.icação $o o 4eto a ser eDecuta$o.se as $isposiç#es $esta Lei& no 1ue cou er& aos con%:nios& acor$os& a4ustes e outros instru!entos con":neres cele ra$os por 0r"ãos e enti$a$es $a A$!inistração. 7 =o Os sal$os $e con%:nio& en1uanto não utili5a$os& serão o ri"atoria!ente aplica$os e! ca$ernetas $e poupança $e instituição . !etas a sere! atin"i$as. plano $e aplicação $os recursos .i! $a eDecução $o o 4eto& e! assi! $a conclusão $as etapas ou . Art.icar.icial.1uali. III .iscali5ação local& reali5a$os perio$ica!ente pela enti$a$e ou 0r"ão $escentrali5a$or $os recursos ou pelo 0r"ão co!petente $o siste!a $e controle interno $a A$!inistração P.aculta$o B enti$a$e interessa$a aco!pan3a!ento $a licitação e $a eDecução $o contrato.lica& ca er+ ao 0r"ão contratante& perante a enti$a$e interessa$a& respon$er pela sua oa eDecução& .ases pro"ra!a$as& pr+ticas atentat0rias aos princípios . 1uan$o o eDecutor $eiDar $e a$otar as !e$i$as sanea$oras aponta$as pelo partícipe repassa$or $os recursos ou por inte"rantes $o respecti%o siste!a $e controle interno.Art. 116. Aplica!.or!aç#es9 I .1uali. 7 1o Os cons0rcios p. As nor!as a 1ue se re.icação t/cnica $os interessa$os.

aculta$o& nos ter!os $e re"ula!entos pr0prios $a (nião& Esta$os& Distrito )e$eral e *unicípios& a participação $e olsas $e !erca$orias no apoio t/cnico e operacional aos 0r"ãos e enti$a$es pro!otores $a !o$ali$a$e $e pre"ão& utili5an$o.C2QW2QQ2 .icial. 11<. Art. $os autos $o proce$i!ento constarão a 4usti. Pre"ão Par+"ra.o -nico. O $isposto nesta Lei não se aplica Bs licitaç#es instaura$as e aos contratos assina$os anterior!ente B sua %i":ncia& ressal%a$o o $isposto no art.se Bs licitaç#es e aos contratos para per!issão ou concessão $e ser%iços p.ica. 6A A .GGG& $e 21 $e 4un3o $e 1>>6. CL& nos par+"ra. se. 7 2A Ser+ . Art.icial $a (nião& o li!ite superior a %ariação "eral $os preços perío$o. Os Esta$os& o Distrito )e$eral& os *unicípios e as enti$a$es $a a$!inistração in$ireta $e%erão a$aptar suas nor!as so re licitaç#es e contratos ao $isposto nesta Lei.inanceiras reali5a$as& serão $e%ol%i$os B enti$a$e ou 0r"ão repassa$or $os recursos& no pra5o i!prorro"+%el $e 6Q EtrintaF $ias $o e%ento& so pena $a i!e$iata instauração $e to!a$a $e contas especial $o respons+%el& pro%i$encia$a pela autori$a$e co!petente $o 0r"ão ou enti$a$e titular $os recursos.or!a $e re"ula!entação especí.lica conce$ente.se pelas $isposiç#es $o Decreto.+ proce$i!ento licitat0rio especí. L<& e! assi! o $isposto no HcaputH $o art.inanceiros re!anescentes& inclusi%e os pro%enientes $as receitas o ti$as $as aplicaç#es .o -nico. Art.ins e e. II . 122.se $e recursos $e tecnolo"ia $a in.icial $a (nião os no%os %alores o. Aplica!.eriores a CrT 1&QQ E3u! cru5eiro realF. Art. III .eri$as no arti"o anterior e$itarão re"ula!entos pr0prios $e%i$a!ente pu lica$os& .ica so re o assunto.o anterior serão o ri"atoria!ente co!puta$as a cr/$ito $o con%:nio e aplica$as& eDclusi%a!ente& no o 4eto $e sua .inanceiras au.or!ação& nos ter!os $e re"ula!entação especí.inir+ o o 4eto $o certa!e& as eDi":ncias $e 3a ilitação& os crit/rios $e aceitação $as propostas& as sanç#es por ina$i!ple!ento e as cl+usulas $o contrato& inclusi%e co! .orneci!ento. As eDi":ncias conti$as nos incisos II a I? $o 7 2o $o art. Os contratos relati%os a i!0%eis $o patri!Pnio $a (nião continua! a re"er.icati%a $as $e. E! suas licitaç#es e contrataç#es a$!inistrati%as& as repartiç#es se$ia$as no eDterior o ser%arão as peculiari$a$es locais e os princípios +sicos $esta Lei& na .ica.lite! co! a le"islação especí. 126.ico 1ue inte"rar+ as prestaç#es $e contas $o a4uste.o -nico. Art. 12Q.se pelas nor!as $esta Lei& no 1ue cou er& nas tr:s es.o -nico. As o ras& ser%iços& co!pras e alienaç#es reali5a$os pelos 0r"ãos $os Po$eres Le"islati%o e Vu$ici+rio e $o @ri unal $e Contas re"e!.icar+ a necessi$a$e $e contratação e $e.ico& a ser esta eleci$o no C0$i"o Jrasileiro $e Aeron+utica.eras a$!inistrati%as. a autori$a$e co!petente 4usti.inição $o o 4eto $e%er+ ser precisa& su. 7 Go Nuan$o $a conclusão& $en-ncia& rescisão ou eDtinção $o con%:nio& acor$o ou a4uste& os sal$os . 7 6A As olsas a 1ue se re.ica$os $e pre"#es. Par+"ra. Par+"ra.ere! o 7 2o $e%erão estar or"ani5a$as so a . O Po$er EDecuti%o )e$eral .lica& ap0s apro%a$os pela autori$a$e $e ní%el superior a 1ue esti%ere! %incula$os os respecti%os 0r"ãos& socie$a$es e enti$a$es& $e%erão ser pu lica$os na i!prensa o. a $e. Os %alores . Art.ins lucrati%os e co! a participação plural $e corretoras 1ue opere! siste!as eletrPnicos uni. Os re"ula!entos a 1ue se re. 11>.iDa$os por esta anual!ente re%istos pelo Po$er EDecuti%o . 121. Lo serão $ispensa$as nas licitaç#es para concessão $e ser%iços co! eDecução pr/%ia $e o ras e! 1ue não .eri$as na . Art.raç#es in. Lei po$erão ser )e$eral& 1ue os ser%an$o co!o $o !erca$o& no eDterno cele ra$os pela (nião ou a concessão $e "arantia $o @esouro Kacional continua! re"i$os pela le"islação pertinente& aplican$o. As socie$a$es $e econo!ia !ista& e!presas e .iniç#es re.icaç#es 1ue& por eDcessi%as& irrele%antes ou $esnecess+rias& li!ite! a co!petição.iciente e clara& %e$a$as especi. Lei nA 1Q. C o& co! relação ao pa"a!ento $as o ri"aç#es na or$e! cronol0"ica& po$en$o esta ser o ser%a$a& no pra5o $e no%enta $ias conta$os $a %i":ncia $esta Lei& separa$a!ente para as o ri"aç#es relati%as aos contratos re"i$os por le"islação anterior B Lei no <.ar+ pu licar no Di+rio O.ar+ pu licar no Di+rio O.se as . Consi$era!. Par+"ra.se ens e ser%iços co!uns& para os . 7 1A Po$er+ ser reali5a$o o pre"ão por !eio $a utili5ação $e recursos $e tecnolo"ia $a in.ora! pre%istos $ese! olso por parte $a A$!inistração P.or!a $e socie$a$es ci%is se! .un$aç#es p.os 1o& 2o e <o $o art.ican$o su4eitas Bs $isposiç#es $esta Lei.eri$as no inciso I $este arti"o e os Par+"ra.lei no >. GC& no inciso I? $o art.7 Co As receitas . Art.o -nico. Kas concess#es $e lin3as a/reas& o ser%ar.inali$a$e& $e%en$o constar $e $e!onstrati%o especí.se esta Lei& no 1ue cou er.or!ação.ini$os pelo e$ital& por !eio $e especi.icaç#es usuais no !erca$o.iDação $os pra5os para .icial!ente %i"entes por ocasião $e ca$a e%ento cita$o no HcaputH $este arti"o& $espre5an$o.LGQ& $e C $e sete! ro $e 1>=G& co! suas alteraç#es& e os relati%os a operaç#es $e cr/$ito interno ou .ere este arti"o& no '! ito $a A$!inistração P.licos os $ispositi%os $esta Lei 1ue não con. 12=.ase preparat0ria $o pre"ão o ser%ar+ o se"uinte9 I .licas e $e!ais enti$a$es controla$as $ireta ou in$ireta!ente pela (nião e pelas enti$a$es re.eitos $este arti"o& a1ueles cu4os pa$r#es $e $ese!pen3o e 1uali$a$e possa! ser o 4eti%a!ente $e. Art.or!a $o par+"ra. 11L.

icação $a con. . se a o. e siste!as se!el3antes !anti$os por Esta$os& Distrito )e$eral ou *unicípios& asse"ura$o aos $e!ais licitantes o $ireito $e acesso aos $a$os nele constantes.unç#es $e pre"oeiro e $e !e! ro $a e1uipe $e apoio po$erão ser $ese!pen3a$as por !ilitares Art.icação $e 1ue o licitante est+ e! situação re"ular perante a )a5en$a Kacional& a Se"uri$a$e Social e o )un$o $e Garantia $o @e!po $e Ser%iço .ertas su se1Mentes e a 1uali.ereci$os& proce$en$o. c0pias $o e$ital e $o respecti%o a%iso serão coloca$as B $isposição $e 1ual1uer pessoa para consulta e $i%ul"a$as na . para 4ul"a!ento e classi.or!a $o inciso I $o art. a erta a sessão& os interessa$os ou seus representantes& apresentarão $eclaração $an$o ci:ncia $e 1ue cu!pre! plena!ente os re1uisitos $e 3a ilitação e entre"arão os en%elopes conten$o a in$icação $o o 4eto e $o preço o.erior a < EoitoF $ias -teis. I . I?I .orneci!ento& as especi. II . %eri.se e& se . II? .iDa$as no e$ital. $o e$ital constarão to$os os ele!entos $e. no $ia& 3ora e local $esi"na$os& ser+ reali5a$a sessão p. ?II .ertas nas con$iç#es $e. eDa!ina$a a proposta classi.icial $o respecti%o ente .or!ulação $e propostas e para a pr+tica $e to$os os $e!ais atos inerentes ao certa!e.+ co! a %eri.estar i!e$iata e !oti%a$a!ente a intenção $e recorrer& 1uan$o l3e ser+ conce$i$o o pra5o $e 6 Etr:sF $ias para apresentação $as ra5#es $o recurso& . =A A . a con%ocação $os interessa$os ser+ e.or!a $a Lei no >. IIII .inição $o o 4eto $a licitação& a in$icação $o local& $ias e 3or+rios e! 1ue po$er+ ser li$a ou o ti$a a ínte"ra $o e$ital. e I? . II .or o caso& co!pro%ar a eDist:ncia $os necess+rios po$eres para .se.icação $o aten$i!ento $as con$iç#es .or o caso& co! a co!pro%ação $e 1ue aten$e Bs eDi":ncias $o e$ital 1uanto B 3a ilitação 4urí$ica e 1uali. I?III .acultati%a!ente& por !eios eletrPnicos e con.lica para rece i!ento $as propostas& $e%en$o o interessa$o& ou seu representante& i$enti. 7 2A Ko '! ito $o *inist/rio $a De. encerra$a a etapa co!petiti%a e or$ena$as as o.icaç#es t/cnicas e par'!etros !íni!os $e $ese!pen3o e 1uali$a$e $e. )G@S& e as )a5en$as Esta$uais e *unicipais& 1uan$o . III .or aceit+%el ou se o licitante $esaten$er Bs eDi":ncias 3a ilitat0rias& o pre"oeiro eDa!inar+ as o. não 3a%en$o pelo !enos 6 Etr:sF o.etua$a por !eio $e pu licação $e a%iso e! $i+rio o.ica$o $e )ornece$ores S Sica.ar.icação $as propostas& ser+ a$ota$o o crit/rio $e !enor preço& o ser%a$os os pra5os !+Di!os para .. ?III .or o caso.erencial!ente pertencentes ao 1ua$ro per!anente $o 0r"ão ou enti$a$e pro!otora $o e%ento. I?II .in$ispens+%eis ele!entos t/cnicos so re os 1uais esti%ere! apoia$os& e! co!o o orça!ento& ela ora$o pelo 0r"ão ou enti$a$e pro!otora $a licitação& $os ens ou ser%iços a sere! licita$os.ican$o os $e!ais licitantes $es$e lo"o inti!a$os para apresentar contra.erta $e %alor !ais aiDo e os $as o.icação& e assi! sucessi%a!ente& at/ a apuração $e u!a 1ue aten$a ao e$ital& sen$o o respecti%o licitante $eclara$o %ence$or.icação& e! co!o a 3a ilitação e a a$4u$icação $o o 4eto $o certa!e ao licitante %ence$or.iDa$o para a apresentação $as propostas& conta$o a partir $a pu licação $o a%iso& não ser+ in.ertas& o pre"oeiro proce$er+ B a ertura $o in%0lucro conten$o os $ocu!entos $e 3a ilitação $o licitante 1ue apresentou a !el3or proposta& para %eri.erta não .esa& as .inanceira.ertas co! preços at/ 1QO E$e5 por centoF superiores B1uela po$erão .LCC& $e 1G $e $e5e! ro $e 1>><.ereci$os.ini$os no e$ital. $eclara$o o %ence$or& 1ual1uer licitante po$er+ !ani.icaç#es t/cnica e econP!ico. I? .ica$a e! pri!eiro lu"ar& 1uanto ao o 4eto e %alor& ca er+ ao pre"oeiro $eci$ir !oti%a$a!ente a respeito $a sua aceita ili$a$e. ? . II .iDa$as no e$ital& o licitante ser+ $eclara$o %ence$or. ?I . I? .eti%o ou e!pre"o $a a$!inistração& pre. III .e$era$o ou& não eDistin$o& e! 4ornal $e circulação local& e .se B sua i!e$iata a ertura e B %eri.ica$o o aten$i!ento $as eDi":ncias .icar. a autori$a$e co!petente $esi"nar+& $entre os ser%i$ores $o 0r"ão ou enti$a$e pro!otora $a licitação& o pre"oeiro e respecti%a e1uipe $e apoio& cu4a atri uição inclui& $entre outras& o rece i!ento $as propostas e lances& a an+lise $e sua aceita ili$a$e e sua classi.ini$as no inciso anterior& po$erão os autores $as !el3ores propostas& at/ o !+Di!o $e 6 Etr:sF& o.or!e o %ulto $a licitação& e! 4ornal $e "ran$e circulação& nos ter!os $o re"ula!ento $e 1ue trata o art.icação $os licitantes& na or$e! $e classi.a5er no%os lances %er ais e sucessi%os& at/ a procla!ação $o %ence$or. 7 1A A e1uipe $e apoio $e%er+ ser inte"ra$a e! sua !aioria por ser%i$ores ocupantes $e car"o e. os licitantes po$erão $eiDar $e apresentar os $ocu!entos $e 3a ilitação 1ue 4+ conste! $o Siste!a $e Ca$astra!ento (ni. 2A. o pra5o . 6A& as nor!as 1ue $isciplinare! o proce$i!ento e a !inuta $o contrato& 1uan$o .ini$os na .ase eDterna $o pre"ão ser+ inicia$a co! a con%ocação $os interessa$os e o ser%ar+ as se"uintes re"ras9 I . no curso $a sessão& o autor $a o. nas situaç#es pre%istas nos incisos II e I?I& o pre"oeiro po$er+ ne"ociar $ireta!ente co! o proponente para 1ue se4a o ti$o preço !el3or.or!i$a$e $as propostas co! os re1uisitos esta eleci$os no instru!ento con%ocat0rio. a 3a ilitação . $o a%iso constarão a $e.erecer no%os lances %er ais e sucessi%os& 1uais1uer 1ue se4a! os preços o.

se su si$iaria!ente& para a !o$ali$a$e $e pre"ão& as nor!as $a Lei nA <. 12.ini$os no e$ital& por !eio $e especi.estação i!e$iata e !oti%a$a $o licitante i!portar+ a $eca$:ncia $o $ireito $e recurso e a a$4u$icação $o o 4eto $a licitação pelo pre"oeiro ao %ence$or. III .+ a con%ocação $e tantos licitantes 1uantos .[ .icar+ i!pe$i$o $e licitar e contratar co! a (nião& Esta$os& Distrito )e$eral ou *unicípios e& ser+ $escre$encia$o no Sica.eri$os licitantes aceite! praticar o !es!o preço $a proposta %ence$ora. GA O pra5o $e %ali$a$e $as propostas ser+ $e GQ $ias& se outro não esti%er .+ o $isposto no inciso I?I. III .ere o inciso II? $o art. IIII .ar+ a a$4u$icação $o o 4eto $a licitação ao licitante %ence$or.icaç#es usuais $o !erca$o.alsa eDi"i$a para o certa!e& ense4ar o retar$a!ento $a eDecução $e seu o 4eto& não !anti%er a proposta& .erentes $a proposta %ence$ora& $es$e 1ue se trate $e o 4etos $e 1uali$a$e ou $ese!pen3o superior& $e%i$a!ente 4usti. @omo se v2% essa restrição . II . )ica! con%ali$a$os os atos pratica$os co! ase na *e$i$a Pro%is0ria nA 2. 3o!olo"a$a a licitação pela autori$a$e co!petente& o a$4u$icat+rio ser+ con%oca$o para assinar o contrato no pra5o $e.ica$a e co!pro%a$a a %anta"e!& e 1ue as o.ornece$ores a 1ue se re.rau$ar na eDecução $o contrato& co!portar.& ou nos siste!as $e ca$astra!ento $e .A. A (nião& os Esta$os& o Distrito )e$eral e os *unicípios po$erão a$otar& nas licitaç#es $e re"istro $e preços $estina$as B a1uisição $e ens e ser%iços co!uns $a +rea $a sa-$e& a !o$ali$a$e $o pre"ão& inclusi%e por !eio eletrPnico& o ser%an$o. pa"a!ento $e taDas e e!olu!entos& sal%o os re. II .ico. se o licitante %ence$or& con%oca$o $entro $o pra5o $e %ali$a$e $a sua proposta& não cele rar o contrato& aplicar.se o se"uinte9 I .orneci!ento não pu$er ser aten$i$o pelo licitante %ence$or& a$!itir.or!e re"ula!ento especí. 1Q.. LA Nue!& con%oca$o $entro $o pra5o $e %ali$a$e $a sua proposta& não cele rar o contrato& $eiDar $e entre"ar ou apresentar $ocu!entação . $eci$i$os os recursos& a autori$a$e co!petente .especificamente direcionada ao pregão eletr?nico.etua$as pelo siste!a $e re"istro $e preços pre%isto no art. III .):% acima mencionada% deve ser% entretanto% con1ugada com o disposto no art. são consi$era$os ens e ser%iços co!uns $a +rea $a sa-$e& a1ueles necess+rios ao aten$i!ento $os 0r"ãos 1ue inte"ra! o Siste!a Znico $e Sa-$e& cu4os pa$r#es $e $ese!pen3o e 1uali$a$e possa! ser o 4eti%a!ente $e.1<2. 1C $a Lei nA <.erição $e sua re"ulari$a$e pelos a"entes $e controle& nos ter!os $o re"ula!ento pre%isto no art. a .ra5#es e! i"ual n-!ero $e $ias& 1ue co!eçarão a correr $o t/r!ino $o pra5o $o recorrente& sen$o. 11. Art. A Lei nA 1Q. 2.se.l3es asse"ura$a %ista i!e$iata $os autos. Art.1>1& $e 1= $e .erentes a .1<& $e 26 $e a"osto $e 2QQ1.GGG& $e 21 $e 4un3o $e 1>>6. <A Os atos essenciais $o pre"ão& inclusi%e os $ecorrentes $e !eios eletrPnicos& serão $ocu!enta$os no processo respecti%o& co! %istas B a.iDa$o no e$ital. As co!pras e contrataç#es $e ens e ser%iços co!uns& no '! ito $a (nião& $os Esta$os& $o Distrito )e$eral e $os *unicípios& 1uan$o e.icação& $es$e 1ue os re. 2A. na i!possi ili$a$e $o aten$i!ento ao $isposto no inciso II& eDcepcional!ente& po$erão ser re"istra$os outros preços $i. Art.GGG& $e 21 $e 4un3o $e 1>>6& po$erão a$otar a !o$ali$a$e $e pre"ão& con. Art.ertas se4a! e! %alor in.se.iscal& .ore! necess+rios para o atin"i!ento $a totali$a$e $o 1uantitati%o& respeita$a a or$e! $e classi.al3ar ou . Art. CA 8 %e$a$a a eDi":ncia $e9 I . II .: do mesmo 4ecreto n: <. =o $esta Lei& pelo pra5o $e at/ C EcincoF anos& se! pre4uí5o $as !ultas pre%istas e! e$ital e no contrato e $as $e!ais co!inaç#es le"ais.e%ereiro $e 2QQ1& passa a %i"orar acresci$a $o se"uinte arti"o9 YArt.ini$o e! e$ital. >A Aplica!. 1uan$o o 1uantitati%o total esti!a$o para a contratação ou . "arantia $e proposta. A regra geral% descrita no art.alta $e !ani.or!ação& 1uan$o . Art. o acol3i!ento $e recurso i!portar+ a in%ali$ação apenas $os atos insuscetí%eis $e apro%eita!ento.)<*=>**<% nos termos do &ual a “ a licitação na modalidade de pregão% na forma eletr?nica% não se aplica 9s contrataç0es de o#ras de engenharia% #em como 9s locaç0es imo#iliárias e alienaç0es em geral”.or o caso. a1uisição $o e$ital pelos licitantes& co!o con$ição para participação no certa!e. e IIIII . Art. Art.se $e !o$o ini$Pneo ou co!eter .erior ao li!ite !+Di!o a$!iti$o.ica& e aos custos $e utili5ação $e recursos $e tecnolo"ia $a in. e III .orneci!ento $o e$ital& 1ue não serão superiores ao custo $e sua repro$ução "r+.rau$e .

iança& se! pre4uí5o $as atri uiç#es $o 1ue atual!ente ocupa& 3ip0tese e! 1ue $e%er+ optar pela re!uneração $e u! $eles $urante o perío$o $a interini$a$e.eti%o ou e! co!issão. Art.ereci$as no concurso.lico / o con4unto $e atri uiç#es e responsa ili$a$es pre%istas na estrutura or"ani5acional 1ue $e%e! ser co!eti$as a u! ser%i$or.o -nico. <o São . Os car"os p. pro!oção.e$erais po$erão pro%er seus car"os co! pro. no!eação.icação e %ali$a$e.lico. 7 2o \s pessoas porta$oras $e $e. recon$ução.eti%o ou $e carreira. I? .ar. Par+"ra.icar a eDi":ncia $e outros re1uisitos esta eleci$os e! lei. 7 6o As uni%ersi$a$es e instituiç#es $e pes1uisa cientí. Título I Capítulo Único Das Disposições Preliminares Art. apro%eita!ento. Redistribuição e ubstituição Capítulo I II . Par+"ra.se. C São re1uisitos car"o p. Título II Do Provimento.licas .ísica e !ental. ? . 6o Car"o p. Art.iança %a"os. Art. 1o Esta Lei institui o Re"i!e Vurí$ico $os Ser%i$ores P.eti%o& 1uan$o se tratar $e car"o isola$o $e pro%i!ento e.LEI <112W>Q Ser%i$ores p. para tais pessoas serão reser%a$as at/ 2QO E%inte por centoF $as %a"as o. carreira ou car"o pr/%ia 3a ilitação pro%as e títulos& o pra5o $e sua I . III . Go O pro%i!ento $os car"os p. e! car+ter e. Art. rea$aptação.licos& acessí%eis a to$os os rasileiros& são cria$os por lei& co! $eno!inação pr0pria e %enci!ento pa"o pelos co. a nacionali$a$e rasileira.licos . Art. A no!eação para car"o $e isola$o $e pro%i!ento e. reinte"ração. Art. ? . ?I .ici:ncia $e 1ue são porta$oras. >o A no!eação .lico9 I . O ser%i$or ocupante $e car"o e! co!issão ou $e nature5a especial po$er+ ser no!ea$o para ter eDercício& interina!ente& e! outro car"o $e con.lico $e pro%as ou $e o e$eci$os a or$e! $e classi.ici:ncia / asse"ura$o o $ireito $e se inscre%er e! concurso p. eção II Do Provimento Da "omeação eção I Art. ?I .eitos $esta Lei& ser%i$or / a pessoa le"al!ente in%esti$a e! car"o p. o ní%el $e escolari$a$e eDi"i$o para o eDercício $o car"o.licos& para pro%i!ento e! car+ter e.licos Ci%is $a (nião& $as autar1uias& inclusi%e as e! re"i!e especial& e $as . 1Q.e$erais.+ !e$iante ato $a autori$a$e co!petente $e ca$a Po$er. e! co!issão& inclusi%e na con$ição $e interino& para car"os $e con.un$aç#es p. III .eti%o $epen$e $e e! concurso p.licos 7 1o As atri uiç#es $o car"o po$e! 4usti. a 1uitação co! as o ri"aç#es !ilitares e eleitorais. 2o Para os e.ica e tecnol0"ica .ar. =o 8 proi i$a a prestação $e ser%iços "ratuitos& sal%o os casos pre%istos e! lei. a i$a$e !íni!a $e $e5oito anos. Vacância.lico ocorrer+ co! a posse. Remoção.o -nico. .lico9 o +sicos para in%esti$ura e! I . Lo A in%esti$ura e! car"o p. ?II .se. apti$ão . re%ersão. I? . o "o5o $os $ireitos políticos.or!as $e pro%i!ento $e car"o p.lico para pro%i!ento $e car"o cu4as atri uiç#es se4a! co!patí%eis co! a $e.res p. II . Art. II .+9 Disposições !erais Art.essores& t/cnicos e cientistas estran"eiros& $e acor$o co! as nor!as e os proce$i!entos $esta Lei.

eção III Do Concurso P#blico Art. Art. 12. EDercício / o e.Par+"ra.unção $e con.unção $e con. A posse $ar. Art.eti%o $ese!pen3o $as atri uiç#es $o car"o p.era . 7 2o Kão se a rir+ no%o concurso en1uanto 3ou%er can$i$ato apro%a$o e! concurso anterior co! pra5o $e %ali$a$e não eDpira$o.unção $e con.ica. 1>.se e! licença ou a.or no!ea$o ou $esi"na$o o ser%i$or co!pete $ar.iDa$o no e$ital& 1uan$o in$ispens+%el ao seu custeio& e ressal%a$as as 3ip0teses $e isenção nele eDpressa!ente pre%istas. S0 po$er+ ser e!possa$o a1uele 1ue . O ser%i$or 1ue $e%a ter eDercício e! outro !unicípio e! ra5ão $e ter si$o re!o%i$o& re$istri uí$o& re1uisita$o& ce$i$o ou posto e! eDercício pro%is0rio ter+& no !íni!o& $e5 e& no !+Di!o& trinta $ias $e pra5o& conta$os $a pu licação $o ato& para a reto!a$a $o e.asta$o por 1ual1uer outro !oti%o le"al& 3ip0tese e! 1ue recair+ no pri!eiro $ia -til ap0s o t/r!ino $o i!pe$i!ento& 1ue não po$er+ eDce$er a trinta $ias $a pu licação.eti%o $ese!pen3o $as atri uiç#es $o car"o& incluí$o nesse pra5o o te!po necess+rio para o $esloca!ento para a no%a se$e.iDa$os e! e$ital& 1ue ser+ pu lica$o no Di+rio O.se. Os ser%i$ores cu!prirão 4orna$a $e tra al3o . O concurso p. Art. o 7 Go Ser+ torna$o se! e.se !e$iante procuração especí. 1Q2& o pra5o ser+ conta$o $o t/r!ino $o i!pe$i!ento. 7 Co Ko ato $a posse& o ser%i$or apresentar+ $eclaração $e ens e %alores 1ue constitue! seu patri!Pnio e $eclaração 1uanto ao eDercício ou não $e outro car"o& e!pre"o ou . 1<.lica.ício pre%istos e! lei.e$eral.lico $epen$er+ $e pr/%ia inspeção !/$ica o. 7 2o 8 . Art. 7 2 E! se tratan$o $e ser%i$or& 1ue este4a na $ata $e pu licação $o ato $e pro%i!ento& e! licença pre%ista nos incisos I& III e ? $o art. Par+"ra. Ao entrar e! eDercício& o ser%i$or apresentar+ ao 0r"ão co!petente os ele!entos necess+rios ao seu assenta!ento in$i%i$ual.iança& se não entrar e! eDercício nos pra5os pre%istos neste arti"o& o ser%a$o o $isposto no art. 7 =o O início $o eDercício $e . Art.or!e $ispusere! a lei e o re"ula!ento $o respecti%o plano $e carreira& con$iciona$a a inscrição $o can$i$ato ao pa"a!ento $o %alor .lico entrar e! eDercício& conta$os $a $ata $a posse. Art.lico ou $a .icial.l3e eDercício.o -nico.iDa$a e! ra5ão $as atri uiç#es pertinentes aos respecti%os .ísica e !ental!ente para o eDercício $o car"o. 1C. 1G. 7 6o \ autori$a$e co!petente $o 0r"ão ou enti$a$e para on$e . A pro!oção não interro!pe o te!po $e eDercício& 1ue / conta$o no no%o posiciona!ento na carreira a partir $a $ata $e pu licação $o ato 1ue pro!o%er o ser%i$or. 11.iança. 7 1o Ka 3ip0tese $e o ser%i$or encontrar. 7 1o O pra5o $e %ali$a$e $o concurso e as con$iç#es $e sua reali5ação serão . A posse e! car"o p. 7 6o A posse po$er+ $ar. O início& a suspensão& a interrupção e o reinício $o eDercício serão re"istra$os no assenta!ento in$i%i$ual $o ser%i$or. 7 =o S0 3a%er+ posse nos casos $e pro%i!ento $e car"o por no!eação. 1<.eito o ato $e sua $esi"nação para .o -nico.o -nico. Par+"ra. 7 2o O ser%i$or ser+ eDonera$o $o car"o ou ser+ torna$o se! e.+ pela assinatura $o respecti%o ter!o& no 1ual $e%erão constar as atri uiç#es& os $e%eres& as responsa ili$a$es e os $ireitos inerentes ao car"o ocupa$o& 1ue não po$erão ser altera$os unilateral!ente& por 1ual1uer $as partes& ressal%a$os os atos $e o. O concurso ser+ $e pro%as ou $e pro%as e títulos& po$en$o ser reali5a$o e! $uas etapas& con.or 4ul"a$o apto .icial $a (nião e e! 4ornal $i+rio $e "ran$e circulação.iDar as $iretri5es $o siste!a $e carreira na A$!inistração P. 16. <1& ou a.unção p.eito o ato $e pro%i!ento se a posse não ocorrer no pra5o pre%isto no 7 1o $este arti"o.asta$o le"al!ente& o pra5o a 1ue se re.iança coinci$ir+ co! a $ata $e pu licação $o ato $e $esi"nação& sal%o 1uan$o o ser%i$or esti%er e! licença ou a. Art.ere este arti"o ser+ conta$o a partir $o t/r!ino $o i!pe$i!ento.lico ter+ %ali$a$e $e at/ 2 E$ois F anos& po$en$o ser prorro"a$o u!a -nica %e5& por i"ual perío$o. 7 1o 8 $e 1uin5e $ias o pra5o para o ser%i$or e!possa$o e! car"o p. eção IV Da Posse e do $%ercício Art.lica )e$eral e seus re"ula!entos. 1=.H& II e I $o art. OJS9 essa re"ra / aplic+%el apenas B es. 1L. Os $e!ais re1uisitos para o in"resso e o $esen%ol%i!ento $o ser%i$or na carreira& !e$iante pro!oção& serão esta eleci$os pela lei 1ue .aculta$o ao ser%i$or $eclinar $os pra5os esta eleci$os no caput.asta$o nas 3ip0teses $os incisos I& I?& ?I& ?III& alíneas HaH& H H& H$H& HeH e H. 7 1o A posse ocorrer+ no pra5o $e trinta $ias conta$os $a pu licação $o ato $e pro%i!ento.

Art. eção VII Da Readaptação Art. ?. 7 2o O $isposto neste arti"o não se aplica a $uração $e tra al3o esta eleci$a e! leis especiais. 7 C O est+"io pro at0rio . 7 =o Ao ser%i$or e! est+"io pro at0rio so!ente po$erão ser conce$i$as as licenças e os a.eti%a$a e! car"o $e atri uiç#es a. eção VIII Da Reversão Art.atores enu!era$os nos incisos I a ? $o caput $este arti"o. 7 1o A re%ersão .in$o o perío$o $o est+"io pro at0rio& ser+ su !eti$a B 3o!olo"ação $a autori$a$e co!petente a a%aliação $o $ese!pen3o $o ser%i$or& reali5a$a por co!issão constituí$a para essa . ou II .lico e e!possa$o e! car"o $e pro%i!ento e. Art.ica$a e! inspeção !/$ica. Ao entrar e! eDercício& o ser%i$or no!ea$o para car"o $e pro%i!ento e. 2C. 7 1o O ocupante $e car"o e! co!issão ou .ins& respeita$a a 3a ilitação eDi"i$a& ní%el $e escolari$a$e e e1ui%al:ncia $e %enci!entos e& na 3ip0tese $e ineDist:ncia $e car"o %a"o& o ser%i$or eDercer+ suas atri uiç#es co!o eDce$ente& at/ a ocorr:ncia $e %a"a.asta!entos pre%istos nos arts. 22.asta!ento para participar $e curso $e .inali$a$e& $e acor$o co! o 1ue $ispuser a lei ou o re"ula!ento $a respecti%a carreira ou car"o& se! pre4uí5o $a continui$a$e $e apuração $os .unç#es $e $ireção& c3e. 2>.lico& o rea$aptan$o ser+ aposenta$o.eti%o a$1uirir+ esta ili$a$e no ser%iço p.ri$o e! sua capaci$a$e . por in%ali$e5& 1uan$o 4unta !/$ica o. 12Q& po$en$o ser con%oca$o se!pre 1ue 3ou%er interesse $a A$!inistração. 2=.car"os& respeita$a a $uração !+Di!a $o tra al3o se!anal $e 1uarenta 3oras e o ser%a$os os li!ites !íni!o e !+Di!o $e seis 3oras e oito 3oras $i+rias& respecti%a!ente. III . DAS& $e ní%eis G& C e =& ou e1ui%alentes.or!ação $ecorrente $e apro%ação e! concurso para outro car"o na A$!inistração P. 21. 2Q.lico ao co!pletar 2 E$oisF anos $e e. O ser%i$or 3a ilita$o e! concurso p. 7 6o O ser%i$or e! est+"io pro at0rio po$er+ eDercer 1uais1uer car"os $e pro%i!ento e! co!issão ou . $F a aposenta$oria ten3a ocorri$o nos C anos anteriores B solicitação. 7 2o A rea$aptação ser+ e. O ser%i$or est+%el s0 per$er+ o car"o e! %irtu$e $e sentença 4u$icial transita$a e! 4ul"a$o ou $e processo a$!inistrati%o $isciplinar no 1ual l3e se4a asse"ura$a a!pla $e. capaci$a$e $e iniciati%a.asta!entos pre%istos nos arts. eção V Da $stabilidade o o Art.icar+ suspenso $urante as licenças e os a. Con$iç#es si!ult'neas .Direção e Assessora!ento Superiores .or!ação. I? . 7 1o = !eses antes $e .eti%o eDercício.or!ação& e ser+ reto!a$o a partir $o t/r!ino $o i!pe$i!ento.se. pro$uti%i$a$e. Rea$aptação / a in%esti$ura $o ser%i$or e! car"o $e atri uiç#es e responsa ili$a$es co!patí%eis co! a li!itação 1ue ten3a so.ia ou assessora!ento no 0r"ão ou enti$a$e $e lotação& e so!ente po$er+ ser ce$i$o a outro 0r"ão ou enti$a$e para ocupar car"os $e Kature5a Especial& car"os $e pro%i!ento e! co!issão $o Grupo.icar+ su4eito a est+"io pro at0rio por perío$o $e 6 anos& $urante o 1ual a sua apti$ão e capaci$a$e serão o 4eto $e a%aliação para o $ese!pen3o $o car"o& o ser%a$os os se"uinte . assi$ui$a$e.o -nico $o art.se a re"i!e $e inte"ral $e$icação ao ser%iço& o ser%a$o o $isposto no art.esa. 7 2o O te!po e! 1ue o ser%i$or esti%er e! eDercício ser+ consi$era$o para concessão $a aposenta$oria. <1& incisos I a I?& >=& >C e >G& e! assi! a. II . no interesse $a a$!inistração E$iscricion+rioF& e! $es$e 1ue9 aF ten3a solicita$o a re%ersão. <6& <=& 7 1 o& <G e >G& e! assi! na 3ip0tese $e participação e! curso $e .eti%o .unção $e con.+ no !es!o car"o ou no car"o resultante $e sua trans.ísica ou !ental %eri.iança su !ete. eF 3a4a car"o %a"o. cF est+%el 1uan$o na ati%i$a$e.ar. 7 1o Se 4ul"a$o incapa5 para o ser%iço p. 7 2 O ser%i$or não apro%a$o no est+"io pro at0rio ser+ eDonera$o ou& se est+%el& recon$u5i$o ao car"o anterior!ente ocupa$o& o ser%a$o o $isposto no par+"ra. Re%ersão / o retorno B ati%i$a$e $e ser%i$or aposenta$o9 I . $isciplina. F a aposenta$oria ten3a si$o %olunt+ria. responsa ili$a$e.atores9 I .lica )e$eral.icial $eclarar insu sistentes os !oti%os $a aposenta$oria E%incula$oF.

aposenta$oria.lica )e$eral. posse e! outro car"o inacu!ul+%el ?II . 1uan$o& ten$o to!a$o posse& o ser%i$or não entrar e! eDercício no pra5o esta eleci$o. 7 Go O Po$er EDecuti%o re"ula!entar+ o $isposto neste arti"o. 2<.o -nico. Art.7 6o Ko caso $o inciso I& encontran$o. O retorno B ati%i$a$e $e ser%i$or e! $isponi ili$a$e . Encontran$o. Art. Par+"ra.o -nico. a 4uí5o $a autori$a$e co!petente. Par+"ra.se pro%i$o o car"o& o ser%i$or eDercer+ suas atri uiç#es co!o eDce$ente& at/ a ocorr:ncia $e %a"a.icial. II . 6C.eito o apro%eita!ento e cassa$a a $isponi ili$a$e se o ser%i$or não entrar e! eDercício no pra5o le"al& sal%o $oença co!pro%a$a por 4unta !/$ica o. eDoneração. A eDoneração $e car"o e.aleci!ento. I? . 66.ício $ar.se.+9 I .se pro%i$o o car"o& o seu e%entual ocupante ser+ recon$u5i$o ao car"o $e ori"e!& se! $ireito B in$eni5ação ou apro%eita$o e! outro car"o& ou& ain$a& posto e! $isponi ili$a$e. III . 6Q e 61. 6Q. 7 Co O ser%i$or $e 1ue trata o inciso II so!ente ter+ os pro%entos calcula$os co! ase nas re"ras atuais se per!anecer pelo !enos cinco anos no car"o. O 0r"ão Central $o Siste!a $e Pessoal Ci%il $eter!inar+ o i!e$iato apro%eita!ento $e ser%i$or e! $isponi ili$a$e e! %a"a 1ue %ier a ocorrer nos 0r"ãos ou enti$a$es $a A$!inistração P. Ser+ torna$o se! e.iança $ar.or!ação& 1uan$o in%ali$a$a a sua $e!issão por $ecisão a$!inistrati%a ou 4u$icial& co! ressarci!ento $e to$as as %anta"ens.eitas as con$iç#es $o est+"io pro at0rio.+ !e$iante apro%eita!ento o ri"at0rio e! car"o $e atri uiç#es e %enci!entos co!patí%eis co! o anterior!ente ocupa$o. 2G. ?I . Recon$ução / o retorno $o ser%i$or est+%el ao car"o anterior!ente ocupa$o e $ecorrer+ $e9 I . Ka 3ip0tese pre%ista no 7 6o $o art.se pro%i$o o car"o $e ori"e!& o ser%i$or ser+ apro%eita$o e! outro& o ser%a$o o $isposto no art. 7 =o O ser%i$or 1ue retornar B ati%i$a$e por interesse $a a$!inistração perce er+& e! su stituição aos pro%entos $a aposenta$oria& a re!uneração $o car"o 1ue %oltar a eDercer& inclusi%e co! as %anta"ens $e nature5a pessoal 1ue perce ia anterior!ente B aposenta$oria. 6Q. eção I& Da Reinte'ração Art. . 7 1o Ka 3ip0tese $e o car"o ter si$o eDtinto& o ser%i$or . 2>. reinte"ração $o anterior ocupante. )ra$e PePi . 62. Par+"ra. eção & Da Recondução Art.o -nico.se. 2L. 6=. rea$aptação ? . II .icar+ e! $isponi ili$a$e& o ser%a$o o $isposto nos arts. Art. a pe$i$o $o pr0prio ser%i$or.unção $e con. Capítulo II Da Vacância Art. Kão po$er+ re%erter o aposenta$o 1ue 4+ ti%er co!pleta$o LQ EsetentaF anos $e i$a$e.ício. eção &I Da Disponibilidade e do (proveitamento Art. Art. $e!issão. 6L& o ser%i$or posto e! $isponi ili$a$e po$er+ ser !anti$o so responsa ili$a$e $o 0r"ão central $o Siste!a $e Pessoal Ci%il $a A$!inistração )e$eral .se.+ a pe$i$o $o ser%i$or& ou $e o. A eDoneração $e car"o e! co!issão e a $ispensa $e . pro!oção. A reinte"ração / a rein%esti$ura $o ser%i$or est+%el no car"o anterior!ente ocupa$o& ou no car"o resultante $e sua trans. A eDoneração $e o.se.eti%o $ar.ar. SIPEC& at/ o seu a$e1ua$o apro%eita!ento e! outro 0r"ão ou enti$a$e. A %ac'ncia $o car"o p.+9 I . 1uan$o não satis. Art.lico $ecorrer+ $e9 I . II . 7 2o Encontran$o. ina ilitação e! est+"io pro at0rio relati%o a outro car"o. 61. II . Art.

eri$o perío$o. Art.se por !o$ali$a$es $e re!oção9 I . . F por !oti%o $e sa-$e $o ser%i$or& cPn4u"e& co!pan3eiro ou $epen$ente 1ue %i%a Bs suas eDpensas e conste $o seu assenta!ento .lico& co! %alor . =Q. O $isposto no arti"o anterior aplica. cF e! %irtu$e $e processo seleti%o pro!o%i$o& na 3ip0tese e! 1ue o n-!ero $e interessa$os . I? . 6<.or!a $os arts.unção $e $ireção ou c3e. eção II Da Redistribuição Art. 7 2o O su stituto .unção $e $ireção ou c3e.asta!entos& i!pe$i!entos le"ais ou re"ula!entares $o titular e na %ac'ncia $o car"o& 3ip0teses e! 1ue $e%er+ optar pela re!uneração $e u! $eles $urante o respecti%o perío$o.uncional& con$iciona$a B co!pro%ação por 4unta !/$ica o.o -nico.icial.eti%os %a"os se $ar+ !e$iante ato con4unto entre o 0r"ão central $o SIPEC e os 0r"ãos e enti$a$es $a A$!inistração P.lica )e$eral en%ol%i$os. 6L. Par+"ra.unção $e $ireção ou c3e. 7 =o O ser%i$or 1ue não . III . III . interesse $a a$!inistração.ia e os ocupantes $e car"o $e Kature5a Especial terão su stitutos in$ica$os no re"i!ento interno ou& no caso $e o!issão& pre%ia!ente $esi"na$os pelo $iri"ente !+Di!o $o 0r"ão ou enti$a$e. %inculação entre os "raus $e responsa ili$a$e e co!pleDi$a$e $as ati%i$a$es.ia e os $e Kature5a Especial& nos a. 6G.eti%o& ocupa$o ou %a"o no '! ito $o 1ua$ro "eral $e pessoal& para outro 0r"ão ou enti$a$e $o !es!o Po$er& co! pr/%ia apreciação $o 0r"ão central $o SIPEC& o ser%a$os os se"uintes preceitos9 I . a pe$i$o& para outra locali$a$e& in$epen$ente!ente $o interesse $a A$!inistração9 aF para aco!pan3ar cPn4u"e ou co!pan3eiro& ta! /! ser%i$or p. a pe$i$o& a crit/rio $a A$!inistração.issional.ar+ 4us B retri uição pelo eDercício $o car"o ou .se aos titulares $e uni$a$es a$!inistrati%as or"ani5a$as e! ní%el $e assessoria. $e o.ins $o $isposto neste arti"o& enten$e.inali$a$es institucionais $o 0r"ão ou enti$a$e.eti%a su stituição& 1ue eDce$ere! o re. Re!oção / o $esloca!ento $o ser%i$or& a pe$i$o ou $e o.Par+"ra. II . Capítulo III Da Remoção e da Redistribuição eção I Da Remoção Art. II .o -nico. Re$istri uição / o $esloca!ento $e car"o $e pro%i!ento e. 7 6o Kos casos $e reor"ani5ação ou eDtinção $e 0r"ão ou enti$a$e& eDtinto o car"o ou $eclara$a sua $esnecessi$a$e no 0r"ão ou enti$a$e& o ser%i$or est+%el 1ue não .ício& no '! ito $o !es!o 1ua$ro& co! ou se! !u$ança $e se$e. ?enci!ento / a retri uição pecuni+ria pelo eDercício $e car"o p.lico ci%il ou !ilitar& $e 1ual1uer $os Po$eres $a (nião& $os Esta$os& $o Distrito )e$eral e $os *unicípios& 1ue . ? . 7 2o A re$istri uição $e car"os e. Título III Dos Direitos e Vanta'ens Capítulo I Do Vencimento e da Remuneração Art.asta!entos ou i!pe$i!entos le"ais $o titular& superiores a trinta $ias consecuti%os& pa"a na proporção $os $ias $e e.or re$istri uí$o ser+ coloca$o e! $isponi ili$a$e& at/ seu apro%eita!ento na .oi $esloca$o no interesse $a A$!inistração. Os ser%i$ores in%esti$os e! car"o ou . e1ui%al:ncia $e %enci!entos. co!pati ili$a$e entre as atri uiç#es $o car"o e as . 7 1o A re$istri uição ocorrer+ ex officio para a4usta!ento $e lotação e $a . ?I . 6Q e 61.ício& no interesse $a A$!inistração. !anutenção $a ess:ncia $as atri uiç#es $o car"o.orça $e tra al3o Bs necessi$a$es $os ser%iços& inclusi%e nos casos $e reor"ani5ação& eDtinção ou criação $e 0r"ão ou enti$a$e. 7 1o O su stituto assu!ir+ auto!+tica e cu!ulati%a!ente& se! pre4uí5o $o car"o 1ue ocupa& o eDercício $o car"o ou .or superior ao n-!ero $e %a"as& $e acor$o co! nor!as preesta eleci$as pelo 0r"ão ou enti$a$e e! 1ue a1ueles este4a! lota$os.ia ou $e car"o $e Kature5a Especial& nos casos $os a. 6>. Capítulo IV Da ubstituição Art.iDa$o e! lei. Para . !es!o ní%el $e escolari$a$e& especiali$a$e ou 3a ilitação pro.or re$istri uí$o ou coloca$o e! $isponi ili$a$e po$er+ ser !anti$o so responsa ili$a$e $o 0r"ão central $o SIPEC& e ter eDercício pro%is0rio& e! outro 0r"ão ou enti$a$e& at/ seu a$e1ua$o apro%eita!ento.

unção ou car"o e! co!issão ser+ pa"a na . O ser%i$or per$er+9 I . In$eni5aç#es III . II . 7 2o As "rati. Art.ia i!e$iata& sen$o assi! consi$era$as co!o e. As reposiç#es e in$eni5aç#es ao er+rio& atuali5a$as at/ 6Q $e 4un3o $e 1>>=& serão pre%ia!ente co!unica$as ao ser%i$or ati%o& aposenta$o ou ao pensionista& para pa"a!ento& no pra5o !+Di!o $e trinta $ias& po$en$o ser parcela$as& a pe$i$o $o interessa$o. Art.o -nico. Art. Sal%o por i!posição le"al& ou !an$a$o 4u$icial& nen3u! $esconto inci$ir+ so re a re!uneração ou pro%ento. G1.ini$a e! re"ula!ento.icaç#es 7 1o As in$eni5aç#es não se incorpora! ao %enci!ento ou pro%ento para 1ual1uer e.eita i!e$iata!ente& e! u!a -nica parcela.erior ao sal+rio !íni!o. Re!uneração / o %enci!ento $o car"o e. G2. Par+"ra. a parcela $e re!uneração $i+ria& proporcional aos atrasos& aus:ncias 4usti. Ken3u! ser%i$or po$er+ perce er& !ensal!ente& a título $e re!uneração& i!port'ncia superior B so!a $os %alores perce i$os co!o re!uneração& e! esp/cie& a 1ual1uer título& no '! ito $os respecti%os Po$eres& pelos *inistros $e Esta$o& por !e! ros $o Con"resso Kacional e *inistros $o Supre!o @ri unal )e$eral. 7 1o O %alor $e ca$a parcela não po$er+ ser in. Art.eti%o& acresci$o $as %anta"ens $e car+ter per!anente& / irre$utí%el. >6.or!a pre%ista no art.se ao %enci!ento ou pro%ento& nos casos e con$iç#es in$ica$os e! lei.Par+"ra.eito. >L& e saí$as antecipa$as& sal%o na 3ip0tese $e co!pensação $e 3or+rio& at/ o !:s su se1Mente ao $a ocorr:ncia& a ser esta eleci$a pela c3e.ica$as& ressal%a$as as concess#es $e 1ue trata o art. EDclue!. 7 2o Nuan$o o pa"a!ento in$e%i$o 3ou%er ocorri$o no !:s anterior ao $o processa!ento $a . CQ.ortuito ou $e .orça !aior po$erão ser co!pensa$as a crit/rio $a c3e. A não 1uitação $o $/ ito no pra5o pre%isto i!plicar+ sua inscrição e! $í%i$a ati%a.ica$as $ecorrentes $e caso .o -nico.ol3a $e pa"a!ento a .eti%o& acresci$o $as %anta"ens pecuni+rias per!anentes esta eleci$as e! lei. 7 6o Ka 3ip0tese $e %alores rece i$os e! $ecorr:ncia $e cu!pri!ento a $ecisão li!inar& a tutela antecipa$a ou a sentença 1ue %en3a a ser re%o"a$a ou rescin$i$a& serão eles atuali5a$os at/ a $ata $a reposição.ol3a& a reposição ser+ .ia i!e$iata.eito $e concessão $e 1uais1uer outros acr/sci!os pecuni+rios ulteriores& so o !es!o título ou i$:ntico .o -nico.!rati.eti%o eDercício. Par+"ra. 7 6o O %enci!ento $o car"o e. =L. O ser%i$or e! $/ ito co! o er+rio& 1ue . 7 Co Ken3u! ser%i$or rece er+ re!uneração in.or!a $e. Par+"ra.erior ao correspon$ente a $e5 por cento $a re!uneração& pro%ento ou pensão. a re!uneração $o $ia e! 1ue . Art. II . Par+"ra. =1. O %enci!ento& a re!uneração e o pro%ento não serão o 4eto $e arresto& se1Mestro ou pen3ora& eDceto nos casos $e prestação $e ali!entos resultante $e $ecisão 4u$icial. =G.icaç#es e os a$icionais incorpora!. =2. 7 2o O ser%i$or in%esti$o e! car"o e! co!issão $e 0r"ão ou enti$a$e $i%ersa $a $e sua lotação rece er+ a re!uneração $e acor$o co! o esta eleci$o no 7 1o $o art. 7 =o 8 asse"ura$a a isono!ia $e %enci!entos para car"os $e atri uiç#es i"uais ou asse!el3a$as $o !es!o Po$er& ou entre ser%i$ores $os tr:s Po$eres& ressal%a$as as %anta"ens $e car+ter in$i%i$ual e as relati%as B nature5a ou ao local $e tra al3o. eção I Das Indeni)ações AIG . =>. ==.o -nico. As %anta"ens pecuni+rias não serão co!puta$as& ne! acu!ula$as& para e. Al/! $o %enci!ento& po$erão ser pa"as ao ser%i$or as se"uintes %anta"ens9 I S ($icionais.o -nico.a%or $e terceiros& a crit/rio $a a$!inistração e co! reposição $e custos& na .ica$o. =<.or $e!iti$o& eDonera$o ou 1ue ti%er sua aposenta$oria ou $isponi ili$a$e cassa$a& ter+ o pra5o $e sessenta $ias para 1uitar o $/ ito. Capítulo II Das Vanta'ens Art.un$a!ento. Art. As . *e$iante autori5ação $o ser%i$or& po$er+ 3a%er consi"nação e! . =C. Art.se $o teto $e re!uneração as %anta"ens pre%istas nos incisos II a ?II $o art. Art. 7 1o A re!uneração $o ser%i$or in%esti$o e! .altar ao ser%iço& se! !oti%o 4usti.altas 4usti.

*ora$ia Art. O auDílio. O ser%i$or .o -nico.orça $as atri uiç#es pr0prias $o car"o& con. II .ar+ 4us a passa"ens e $i+rias $estina$as a in$eni5ar as parcelas $e $espesas eDtraor$in+ria co! pousa$a& ali!entação e loco!oção ur ana& con. Ka 3ip0tese $e o ser%i$or retornar B se$e e! pra5o !enor $o 1ue o pre%isto para o seu a. >6& a a4u$a $e custo ser+ pa"a pelo 0r"ão cession+rio& 1uan$o ca í%el. III .icar+ o ri"a$o a restituir a a4u$a $e custo 1uan$o& in4usti.astar. CG. Par+"ra.se.asta!ento& restituir+ as $i+rias rece i$as e! eDcesso& no pra5o pre%isto no caput. C=. C1. C6. In$eni5ação $e transporte. 7 1o Corre! por conta $a a$!inistração as $espesas $e transporte $o ser%i$or e $e sua . ubseção II Das Di+rias ADIA Art.las inte"ral!ente& no pra5o $e C EcincoF $ias.lo& e! %irtu$e $e !an$ato eleti%o. Os %alores $as in$eni5aç#es esta eleci$as nos incisos I a III $o art. 7 6o @a! /! não .+ auDílio. A a4u$a $e custo $estina. .ar+ 4us a $i+rias. 7 1o A $i+ria ser+ conce$i$a por $ia $e a. Art.es e re"ular!ente instituí$as& ou e! +reas $e controle inte"ra$o !anti$as co! países li!ítro. Art.!ora$ia.ora $a se$e& 3ip0teses e! 1ue as $i+rias pa"as serão se!pre as . Ser+ conce$i$a a4u$a $e custo B1uele 1ue& não sen$o ser%i$or $a (nião& . O ser%i$or 1ue rece er $i+rias e não se a. 7 2o Kos casos e! 1ue o $esloca!ento $a se$e constituir eDi":ncia per!anente $o car"o& o ser%i$or não . C1& assi! co!o as con$iç#es para a sua concessão& serão esta eleci$os e! re"ula!ento.ar+ 4us a $i+rias o ser%i$or 1ue se $eslocar $entro $a !es!a re"ião !etropolitana& a"lo!eração ur ana ou !icrorre"ião& constituí$as por !unicípios li!ítro. C2.asta!entos $entro $o territ0rio nacional. 7 2o \ .se $a se$e e! car+ter e%entual ou transit0rio para outro ponto $o territ0rio nacional ou para o eDterior& .asta!ento pre%isto no inciso I $o art. ubseção III Da Indeni)ação de Transporte Art.+ in$eni5ação $e transporte ao ser%i$or 1ue reali5ar $espesas co! a utili5ação $e !eio pr0prio $e loco!oção para a eDecução $e ser%iços eDternos& por .astar $a se$e& por 1ual1uer !oti%o& . C<. GQ.es& cu4a 4uris$ição e co!pet:ncia $os 0r"ãos& enti$a$es e ser%i$ores rasileiros consi$era. GQ.Art. Constitue! in$eni5aç#es ao ser%i$or9 I .a!ília& co!preen$en$o passa"e!& a"a"e! e ens pessoais.A.alecer na no%a se$e são asse"ura$os a4u$a $e custo e transporte para a locali$a$e $e ori"e!& $entro $o pra5o $e 1 Eu!F ano& conta$o $o 0 ito.!ora$ia consiste no ressarci!ento $as $espesas co!pro%a$a!ente reali5a$as pelo ser%i$or co! alu"uel $e !ora$ia ou co! !eio $e 3ospe$a"e! a$!inistra$o por e!presa 3oteleira& no pra5o $e u! !:s ap0s a co!pro%ação $a $espesa pelo ser%i$or. CL.asta!ento& sen$o $e%i$a pela !eta$e 1uan$o o $esloca!ento não eDi"ir pernoite .a!ília $o ser%i$or 1ue .se esten$i$a& sal%o se 3ou%er pernoite . I? . Di+rias.ica$a!ente& não se apresentar na no%a se$e no pra5o $e 6Q EtrintaF $ias. CC. (4u$a $e custo. C>. Art. não eDista i!0%el . ubseção I Da (*uda de Custo Art. O ser%i$or 1ue& a ser%iço& a. Art. Art.or!e $ispuser e! re"ula!ento.ora $a se$e& ou 1uan$o a (nião custear& por !eio $i%erso& as $espesas eDtraor$in+rias co ertas por $i+rias.or no!ea$o para car"o e! co!issão& co! !u$ança $e $o!icílio. Par+"ra. A a4u$a $e custo / calcula$a so re a re!uneração $o ser%i$or& con.astar $o car"o& ou reassu!i. Su seção I? Do AuDílio. Kão ser+ conce$i$a a4u$a $e custo ao ser%i$or 1ue se a. Art.!ora$ia ao ser%i$or se aten$i$os os se"uintes re1uisitos9 I . (uDílio. GQ. Art. Conce$er. Ko a.iDa$as para os a.se.se a co!pensar as $espesas $e instalação $o ser%i$or 1ue& no interesse $o ser%iço& passar a ter eDercício e! no%a se$e& co! !u$ança $e $o!icílio e! car+ter per!anente& %e$a$o o $uplo pa"a!ento $e in$eni5ação& a 1ual1uer te!po& no caso $e o cPn4u"e ou co!pan3eiro 1ue $eten3a ta! /! a con$ição $e ser%i$or& %ier a ter eDercício na !es!a se$e. Conce$er.or!e se $ispuser e! re"ula!ento.o -nico.J.uncional $isponí%el para uso pelo ser%i$or.or!e se $ispuser e! re"ula!ento& não po$en$o eDce$er a i!port'ncia correspon$ente a 6 Etr:sF !eses.ica o ri"a$o a restituí.

II . o cPn4u"e ou co!pan3eiro $o ser%i$or não ocupe i!0%el ,uncional; III . o ser%i$or ou seu cPn4u"e ou co!pan3eiro não se4a ou ten3a si$o propriet+rio& pro!itente co!pra$or& cession+rio ou pro!itente cession+rio $e i!0%el no *unicípio aon$e ,or eDercer o car"o& incluí$a a 3ip0tese $e lote e$i,ica$o se! a%er ação $e construção& nos $o5e !eses 1ue antece$ere! a sua no!eação; I? . nen3u!a outra pessoa 1ue resi$a co! o ser%i$or rece a auDílio.!ora$ia; ? . o ser%i$or ten3a se !u$a$o $o local $e resi$:ncia para ocupar car"o e! co!issão ou ,unção $e con,iança $o Grupo.Direção e Assessora!ento Superiores . DAS& ní%eis =& C e G& $e Kature5a Especial& $e *inistro $e Esta$o ou e1ui%alentes; ?I . o *unicípio no 1ual assu!a o car"o e! co!issão ou ,unção $e con,iança não se en1ua$re nas 3ip0teses $o art. C<& 7 6o& e! relação ao local $e resi$:ncia ou $o!icílio $o ser%i$or; ?II . o ser%i$or não ten3a si$o $o!icilia$o ou ten3a resi$i$o no *unicípio& nos -lti!os $o5e !eses& aon$e ,or eDercer o car"o e! co!issão ou ,unção $e con,iança& $esconsi$eran$o.se pra5o in,erior a sessenta $ias $entro $esse perío$o; e ?III . o $esloca!ento não ten3a si$o por ,orça $e alteração $e lotação ou no!eação para car"o e,eti%o. IX - o deslocamento tenha ocorrido após 30 de junho de 2006. Par+"ra,o -nico. Para ,ins $o inciso ?II& não ser+ consi$era$o o pra5o no 1ual o ser%i$or esta%a ocupan$o outro car"o e! co!issão relaciona$o no inciso ?. Art. 60-C. O auxílio-moradia n o ser! concedido por pra"o superior a # $oito% anos dentro de cada período de &2 $do"e% anos. Par+"ra,o -nico. @ranscorri$o o pra5o $e < EoitoF anos $entro $e ca$a perío$o $e 12 E$o5eF anos& o pa"a!ento so!ente ser+ reto!a$o se o ser%a$os& al/! $o $isposto no caput $este arti"o& os re1uisitos $o caput $o art. GQ.J $esta Lei& não se aplican$o& no caso& o par+"ra,o -nico $o cita$o art. GQ.J. Art. GQ.D. O %alor !ensal $o auDílio.!ora$ia / li!ita$o a 2CO E%inte e cinco por centoF $o %alor $o car"o e! co!issão& ,unção co!issiona$a ou car"o $e *inistro $e Esta$o ocupa$o. 7 1o O %alor $o auDílio.!ora$ia não po$er+ superar 2CO E%inte e cinco por centoF $a re!uneração $e *inistro $e Esta$o. 7 2o In$epen$ente!ente $o %alor $o car"o e! co!issão ou ,unção co!issiona$a& ,ica "aranti$o a to$os os 1ue preenc3ere! os re1uisitos o ressarci!ento at/ o %alor $e RT 1.<QQ&QQ E!il e oitocentos reaisF.

Art. GQ.E. Ko caso $e ,aleci!ento& eDoneração& colocação $e i!0%el ,uncional B $isposição $o ser%i$or ou a1uisição $e i!0%el& o auDílio.!ora$ia continuar+ sen$o pa"o por u! !:s. eção II Das !rati,icações e (dicionais Art. G1. Al/! $o %enci!ento e $as %anta"ens pre%istas nesta Lei& serão $e,eri$os aos ser%i$ores as se"uintes retri uiç#es& "rati,icaç#es e a$icionais9 I . retri uição pelo eDercício $e ,unção $e $ireção& c3e,ia e assessora!ento; II . "rati,icação natalina; III . I? . a$icional pelo eDercício $e ati%i$a$es insalu res& peri"osas ou penosas; ? . a$icional pela prestação $e ser%iço eDtraor$in+rio; ?I . a$icional noturno; ?II . a$icional $e ,/rias; ?III . outros& relati%os ao local ou B nature5a $o tra al3o. II . "rati,icação por encar"o $e curso ou concurso. ubseção I Da Retribuição pelo $%ercício de -unção de Direção, C.e,ia e (ssessoramento

Art. G2. Ao ser%i$or ocupante $e car"o e,eti%o in%esti$o e! ,unção $e $ireção& c3e,ia ou assessora!ento& car"o $e pro%i!ento e! co!issão ou $e Kature5a Especial / $e%i$a retri uição pelo seu eDercício. Par+"ra,o -nico. Lei especí,ica esta elecer+ a re!uneração $os car"os e! co!issão $e 1ue trata o inciso II $o art. >o. Art. G2.A. )ica trans,or!a$a e! ?anta"e! Pessoal Ko!inal!ente I$enti,ica$a . ?PKI a incorporação $a retri uição pelo eDercício $e ,unção $e $ireção& c3e,ia ou assessora!ento& car"o $e pro%i!ento e! co!issão ou $e Kature5a Especial a 1ue se re,ere! os arts. 6o e 1Q $a Lei no <.>11& $e 11 $e 4ul3o $e 1>>=& e o art. 6o $a Lei no >.G2=& $e 2 $e a ril $e 1>><. Par+"ra,o -nico. A ?PKI $e 1ue trata o caput $este arti"o so!ente estar+ su4eita Bs re%is#es "erais $e re!uneração $os ser%i$ores p- licos ,e$erais.

ubseção II Da !rati,icação "atalina Art. G6. A "rati,icação natalina correspon$e a 1W12 Eu! $o5e a%osF $a re!uneração a 1ue o ser%i$or ,i5er 4us no !:s $e $e5e! ro& por !:s $e eDercício no respecti%o ano. Par+"ra,o -nico. A ,ração i"ual ou superior a 1C E1uin5eF $ias ser+ consi$era$a co!o !:s inte"ral. Art. G=. A "rati,icação ser+ pa"a at/ o $ia 2Q E%inteF $o !:s $e $e5e! ro $e ca$a ano. Par+"ra,o -nico. . Art. GC. O ser%i$or eDonera$o perce er+ sua "rati,icação natalina& proporcional!ente aos !eses $e eDercício& calcula$a so re a re!uneração $o !:s $a eDoneração. Art. GG. A "rati,icação natalina não ser+ consi$era$a para c+lculo $e 1ual1uer %anta"e! pecuni+ria. ubseção IV Dos (dicionais de Insalubridade, Periculosidade ou (tividades Penosas Art. G<. Os ser%i$ores 1ue tra al3e! co! 3a ituali$a$e e! locais insalu res ou e! contato per!anente co! su st'ncias t0Dicas& ra$ioati%as ou co! risco $e %i$a& ,a5e! 4us a u! a$icional so re o %enci!ento $o car"o e,eti%o. 7 1o O ser%i$or 1ue ,i5er 4us aos a$icionais $e insalu ri$a$e e $e periculosi$a$e $e%er+ optar por u! $eles. 7 2 O $ireito ao a$icional $e insalu ri$a$e ou periculosi$a$e cessa co! a eli!inação $as con$iç#es ou $os riscos 1ue $era! causa a sua concessão. Art. G>. Ua%er+ per!anente controle $a ati%i$a$e $e ser%i$ores e! operaç#es ou locais consi$era$os penosos& insalu res ou peri"osos. Par+"ra,o -nico. A ser%i$ora "estante ou lactante ser+ a,asta$a& en1uanto $urar a "estação e a lactação& $as operaç#es e locais pre%istos neste arti"o& eDercen$o suas ati%i$a$es e! local salu re e e! ser%iço não penoso e não peri"oso. Art. LQ. Ka concessão $os a$icionais $e ati%i$a$es penosas& $e insalu ri$a$e e $e periculosi$a$e& serão o ser%a$as as situaç#es esta eleci$as e! le"islação especí,ica. Art. L1. O a$icional $e ati%i$a$e penosa ser+ $e%i$o aos ser%i$ores e! eDercício e! 5onas $e ,ronteira ou e! locali$a$es cu4as con$iç#es $e %i$a o 4usti,i1ue!& nos ter!os& con$iç#es e li!ites ,iDa$os e! re"ula!ento.
o

Art. L2. Os locais $e tra al3o e os ser%i$ores 1ue opera! co! Raios I ou su st'ncias ra$ioati%as serão !anti$os so controle per!anente& $e !o$o 1ue as $oses $e ra$iação ioni5ante não ultrapasse! o ní%el !+Di!o pre%isto na le"islação pr0pria. Par+"ra,o -nico. Os ser%i$ores a 1ue se re,ere este arti"o serão su !eti$os a eDa!es !/$icos a ca$a G EseisF !eses. ubseção V Do (dicional por erviço $%traordin+rio Art. L6. O ser%iço eDtraor$in+rio ser+ re!unera$o co! acr/sci!o $e CQO Ecin1Menta por centoF e! relação B 3ora nor!al $e tra al3o. Art. L=. So!ente ser+ per!iti$o ser%iço eDtraor$in+rio para aten$er a situaç#es eDcepcionais e te!por+rias& respeita$o o li!ite !+Di!o $e 2 E$uasF 3oras por 4orna$a. ubseção VI Do (dicional "oturno Art. LC. O ser%iço noturno& presta$o e! 3or+rio co!preen$i$o entre 22 E%inte e $uasF 3oras $e u! $ia e C EcincoF 3oras $o $ia se"uinte& ter+ o %alor.3ora acresci$o $e 2CO E%inte e cinco por centoF& co!putan$o.se ca$a 3ora co!o cin1Menta e $ois !inutos e trinta se"un$os. Par+"ra,o -nico. E! se tratan$o $e ser%iço eDtraor$in+rio& o acr/sci!o $e 1ue trata este arti"o inci$ir+ so re a re!uneração pre%ista no art. L6. ubseção VII Do (dicional de -/rias Art. LG. In$epen$ente!ente $e solicitação& ser+ pa"o ao ser%i$or& por ocasião $as ,/rias& u! a$icional correspon$ente a 1W6 Eu! terçoF $a re!uneração $o perío$o $as ,/rias. Par+"ra,o -nico. Ko caso $e o ser%i$or eDercer ,unção $e $ireção& c3e,ia ou assessora!ento& ou ocupar car"o e! co!issão& a respecti%a %anta"e! ser+ consi$era$a no c+lculo $o a$icional $e 1ue trata este arti"o. ubseção VIII Da !rati,icação por $ncar'o de Curso ou Concurso

Art. LG.A. A Grati,icação por Encar"o $e Curso ou Concurso / $e%i$a ao ser%i$or 1ue& e! car+ter e%entual9 I . atuar co!o instrutor e! curso $e ,or!ação& $e $esen%ol%i!ento ou $e treina!ento re"ular!ente instituí$o no '! ito $a a$!inistração p- lica ,e$eral;

II . participar $e anca eDa!ina$ora ou $e co!issão para eDa!es orais& para an+lise curricular& para correção $e pro%as $iscursi%as& para ela oração $e 1uest#es $e pro%as ou para 4ul"a!ento $e recursos intenta$os por can$i$atos; III . participar $a lo"ística $e preparação e $e reali5ação $e concurso p- lico en%ol%en$o ati%i$a$es $e plane4a!ento& coor$enação& super%isão& eDecução e a%aliação $e resulta$o& 1uan$o tais ati%i$a$es não esti%ere! incluí$as entre as suas atri uiç#es per!anentes; I? . participar $a aplicação& ,iscali5ar ou a%aliar pro%as $e eDa!e %esti ular ou $e concurso p- lico ou super%isionar essas ati%i$a$es. 7 1 Os crit/rios $e concessão e os li!ites $a "rati,icação $e 1ue trata este arti"o serão ,iDa$os e! re"ula!ento& o ser%a$os os se"uintes par'!etros9 I . o %alor $a "rati,icação ser+ calcula$o e! 3oras& o ser%a$as a nature5a e a co!pleDi$a$e $a ati%i$a$e eDerci$a; II . a retri uição não po$er+ ser superior ao e1ui%alente a 12Q Ecento e %inteF 3oras $e tra al3o anuais& ressal%a$a situação $e eDcepcionali$a$e& $e%i$a!ente 4usti,ica$a e pre%ia!ente apro%a$a pela autori$a$e !+Di!a $o 0r"ão ou enti$a$e& 1ue po$er+ autori5ar o acr/sci!o $e at/ 12Q Ecento e %inteF 3oras $e tra al3o anuais; III . o %alor !+Di!o $a 3ora tra al3a$a correspon$er+ aos se"uintes percentuais& inci$entes so re o !aior %enci!ento +sico $a a$!inistração p- lica ,e$eral9 aF 2&2O E$ois inteiros e $ois $/ci!os por centoF& e! se tratan$o $e ati%i$a$es pre%istas nos incisos I e II $o caput $este arti"o; F 1&2O Eu! inteiro e $ois $/ci!os por centoF& e! se tratan$o $e ati%i$a$e pre%ista nos incisos III e I? $o caput $este arti"o. 7 2 A Grati,icação por Encar"o $e Curso ou Concurso so!ente ser+ pa"a se as ati%i$a$es re,eri$as nos incisos $o caput $este arti"o ,ore! eDerci$as se! pre4uí5o $as atri uiç#es $o car"o $e 1ue o ser%i$or ,or titular& $e%en$o ser o 4eto $e co!pensação $e car"a 3or+ria 1uan$o $ese!pen3a$as $urante a 4orna$a $e tra al3o& na ,or!a $o 7 =o $o art. >< $esta Lei. 7 6 A Grati,icação por Encar"o $e Curso ou Concurso não se incorpora ao %enci!ento ou sal+rio $o ser%i$or para 1ual1uer e,eito e não po$er+ ser utili5a$a co!o ase $e c+lculo para 1uais1uer outras %anta"ens& inclusi%e para ,ins $e c+lculo $os pro%entos $a aposenta$oria e $as pens#es. Capítulo III Das -/rias Art. LL. O ser%i$or ,ar+ 4us a trinta $ias $e ,/rias& 1ue po$e! ser acu!ula$as& at/ o !+Di!o $e $ois perío$os& no
o o o

caso $e necessi$a$e $o ser%iço& ressal%a$as as 3ip0teses e! 1ue 3a4a le"islação especí,ica. 7 1o Para o pri!eiro perío$o a1uisiti%o $e ,/rias serão eDi"i$os 12 E$o5eF !eses $e eDercício. 7 2o 8 %e$a$o le%ar B conta $e ,/rias 1ual1uer ,alta ao ser%iço. 7 6o As ,/rias po$erão ser parcela$as e! at/ tr:s etapas& $es$e 1ue assi! re1ueri$as pelo ser%i$or& e no interesse $a a$!inistração p- lica. Art. L<. O pa"a!ento $a re!uneração $as ,/rias ser+ e,etua$o at/ 2 E$oisF $ias antes $o início $o respecti%o perío$o& o ser%an$o.se o $isposto no 7 1o $este arti"o. 7 1] e 7 2] 7 6o O ser%i$or eDonera$o $o car"o e,eti%o& ou e! co!issão& perce er+ in$eni5ação relati%a ao perío$o $as ,/rias a 1ue ti%er $ireito e ao inco!pleto& na proporção $e u! $o5e a%os por !:s $e e,eti%o eDercício& ou ,ração superior a 1uator5e $ias. 7 =o A in$eni5ação ser+ calcula$a co! ase na re!uneração $o !:s e! 1ue ,or pu lica$o o ato eDonerat0rio. 7 Co E! caso $e parcela!ento& o ser%i$or rece er+ o %alor a$icional pre%isto no inciso I?II $o art. Lo $a Constituição )e$eral 1uan$o $a utili5ação $o pri!eiro perío$o. Art. L>. O ser%i$or 1ue opera $ireta e per!anente!ente co! Raios I ou su st'ncias ra$ioati%as "o5ar+ 2Q E%inteF $ias consecuti%os $e ,/rias& por se!estre $e ati%i$a$e pro,issional& proi i$a e! 1ual1uer 3ip0tese a acu!ulação. Par+"ra,o -nico. Art. <Q. As ,/rias so!ente po$erão ser interro!pi$as por !oti%o $e cala!i$a$e p- lica& co!oção interna& con%ocação para 4-ri& ser%iço !ilitar ou eleitoral& ou por necessi$a$e $o ser%iço $eclara$a pela autori$a$e !+Di!a $o 0r"ão ou enti$a$e. Par+"ra,o -nico. O restante $o perío$o interro!pi$o ser+ "o5a$o $e u!a s0 %e5& o ser%a$o o $isposto no art. LL. Capítulo IV Das 0icenças eção I Disposições !erais Art. <1. Conce$er.se.+ ao ser%i$or licença9

Concluí$o o ser%iço !ilitar& o ser%i$or ter+ at/ 6Q EtrintaF $ias se! re!uneração para reassu!ir o eDercício $o car"o.iscali5ação& $ele ser+ a. <C.oi $esloca$o para outro ponto $o territ0rio nacional& para o eDterior ou para o eDercício $e !an$ato eleti%o $os Po$eres EDecuti%o e Le"islati%o. A licença conce$i$a $entro $e GQ EsessentaF $ias $o t/r!ino $e outra $a !es!a esp/cie ser+ consi$era$a co!o prorro"ação. 7 2o Ko $esloca!ento $e ser%i$or cu4o cPn4u"e ou co!pan3eiro ta! /! se4a ser%i$or p. ?II . Art.eti%o& por at/ 6Q $ias& po$en$o ser prorro"a$a por at/ 6Q $ias e& eDce$en$o estes pra5os& se! re!uneração& por at/ >Q $ias. <6. ?I .uncional& !e$iante co!pro%ação por perícia !/$ica o. 7 1o A licença ser+ por pra5o in$eter!ina$o e se! re!uneração.ia& assessora!ento& arreca$ação ou .ica.eti%o& co! a respecti%a . Ap0s ca$a 1Min1M:nio $e e.se $o eDercício $o car"o e.or in$ispens+%el e não pu$er ser presta$a si!ultanea!ente co! o eDercício $o car"o ou !e$iante co!pensação $e 3or+rio& na .or!a $o $isposto no inciso II $o art. eção II Da 0icença por 1otivo de Doença em Pessoa da -amília Art.asta$o& a partir $o $ia i!e$iato ao $o re"istro $e sua can$i$atura perante a Vustiça Eleitoral& at/ o $/ci!o $ia se"uinte ao $o pleito.un$acional& $es$e 1ue para o eDercício $e ati%i$a$e co!patí%el co! o seu car"o. por !oti%o co!pan3eiro. Ao ser%i$or con%oca$o para o ser%iço !ilitar ser+ conce$i$a licença& na . ==. 2Q= $esta Lei.lico& ci%il ou !ilitar& $e 1ual1uer $os Po$eres $a (nião& $os Esta$os& $o Distrito )e$eral e $os *unicípios& po$er+ 3a%er eDercício pro%is0rio e! 0r"ão ou enti$a$e $a A$!inistração )e$eral $ireta& aut+r1uica ou .il3os& $o pa$rasto ou !a$rasta e entea$o& ou $epen$ente 1ue %i%a a suas eDpensas e conste $o seu assenta!ento . eção III Art. 7 2o A partir $o re"istro $a can$i$atura e at/ o $/ci!o $ia se"uinte ao $a eleição& o ser%i$or . ? . para capacitação.a!ília.erior a 12 !eses $o t/r!ino $a -lti!a licença conce$i$a.astamento do C2n*u'e Art. para tratar $e interesses particulares.o -nico. Po$er+ ser conce$i$a licença ao ser%i$or para aco!pan3ar cPn4u"e ou co!pan3eiro 1ue . por !oti%o $e $oença e! pessoa $a .unç#es e 1ue eDerça car"o $e $ireção& c3e.astar. eção V Da 0icença para (tividade Política Art. <2.or!a e con$iç#es pre%istas na le"islação especí. Po$er+ ser conce$i$a licença ao ser%i$or por !oti%o $e $oença $o cPn4u"e ou co!pan3eiro& $os pais& $os .eti%o& so!ente pelo perío$o $e tr:s !eses. $e a. 7 1o A licença so!ente ser+ $e.ar+ 4us B licença& asse"ura$os os %enci!entos $o car"o e.icial& o ser%a$o o $isposto no art. <G. 1 6Q $ias R 2 6Q $ias ^R 6 >Q $ias _R 7 6o Kão ser+ conce$i$a no%a licença e! perío$o in. eção VI Da 0icença para Capacitação III . 7 1o O ser%i$or can$i$ato a car"o eleti%o na locali$a$e on$e $ese!pen3a suas .eti%o eDercício& o ser%i$or po$er+& no interesse $a A$!inistração& a. Par+"ra. para o ser%iço !ilitar.asta!ento $o cPn4u"e ou Da 0icença por 1otivo de (. para ati%i$a$e política.eri$a se a assist:ncia $ireta $o ser%i$or . 7 2o A licença ser+ conce$i$a& se! pre4uí5o $a re!uneração $o car"o e. 7 1o A licença pre%ista no inciso I $o caput $este arti"o e! co!o ca$a u!a $e suas prorro"aç#es serão prece$i$as $e eDa!e por perícia !/$ica o.I . <=. O ser%i$or ter+ $ireito a licença& se! re!uneração& $urante o perío$o 1ue !e$iar entre a sua escol3a e! con%enção parti$+ria& co!o can$i$ato a car"o eleti%o& e a %/spera $o re"istro $e sua can$i$atura perante a Vustiça Eleitoral.icial. para $ese!pen3o $e !an$ato classista. 7 6o 8 %e$a$o o eDercício $e ati%i$a$e re!unera$a $urante o perío$o $a licença pre%ista no inciso I $este arti"o. I? . <L. eção IV Da 0icença para o erviço 1ilitar Art. II .

ica $o *inist/rio $o Plane4a!ento& Orça!ento e Gestão& eDceto nos casos $e ocupação $e car"o e! co!issão ou .astamento para $%ercício de 1andato $letivo Art.eti%o& $es$e 1ue não este4a e! est+"io pro at0rio& licenças para o trato $e assuntos particulares pelo pra5o $e at/ tr:s anos consecuti%os& se! re!uneração.orça $e tra al3o $os 0r"ãos e enti$a$es $a A$!inistração P. para enti$a$es co! !ais $e 6Q.icas.unção $e con. 7 GA As cess#es $e e!pre"a$os $e e!presa p. Par+"ra.ar.QQ1 a 6Q. para eDercício $e car"o e! co!issão ou . 7 6o A cessão .inali$a$e $e pro!o%er a co!posição $a .licos para prestar ser%iços a seus !e! ros& o ser%a$o o $isposto na alínea c $o inciso ?III $o art.QQQ associa$os& tr:s ser%i$ores.o de 1andato Classista Art.unção "rati.o -nico. Ao ser%i$or in%esti$o e! !an$ato eleti%o aplica!. eção II Do (. O ser%i$or po$er+ ser ce$i$o para ter eDercício e! outro 0r"ão ou enti$a$e $os Po$eres $a (nião& $os Esta$os& ou $o Distrito )e$eral e $os *unicípios& nas se"uintes 3ip0teses9 I . 7 1o So!ente po$erão ser licencia$os ser%i$ores eleitos para car"os $e $ireção ou representação nas re.icial $a (nião. >2. 7 1o Ka 3ip0tese $o inciso I& sen$o a cessão para 0r"ãos ou enti$a$es $os Esta$os& $o Distrito )e$eral ou $os *unicípios& o Pnus $a re!uneração ser+ $o 0r"ão ou enti$a$e cession+ria& !anti$o o Pnus para o ce$ente nos $e!ais casos.or!a $o Esta$o.i! $eter!ina$o e a pra5o certo.etuar+ o ree! olso $as $espesas reali5a$as pelo 0r"ão ou enti$a$e $e ori"e!.se as se"uintes $isposiç#es9 . para enti$a$es co! at/ C. III . Capítulo V Dos (. II . para enti$a$es co! C.e$eração& .or!e $isposto e! re"ula!ento e o ser%a$os os se"uintes li!ites9 I . Par+"ra.lica ou socie$a$e $e econo!ia !ista& nos ter!os $as respecti%as nor!as& optar pela re!uneração $o car"o e.re!uneração& por at/ tr:s !eses& para participar $e curso $e capacitação pro.e$eração& associação $e classe $e '! ito nacional& sin$icato representati%o $a cate"oria ou enti$a$e . >1. e! casos pre%istos e! leis especí. eção VIII Da 0icença para o Desempen.se B (nião& e! se tratan$o $e e!pre"a$o ou ser%i$or por ela re1uisita$o& as $isposiç#es $os 77 1A e 2A $este arti"o.iança.lica )e$eral& po$er+ $eter!inar a lotação ou o eDercício $e e!pre"a$o ou ser%i$or& in$epen$ente!ente $a o ser%'ncia $o constante no inciso I e nos 77 1A e 2A $este arti"o. 7 2A Ka 3ip0tese $e o ser%i$or ce$i$o a e!presa p. A licença po$er+ ser interro!pi$a& a 1ual1uer te!po& a pe$i$o $o ser%i$or ou no interesse $o ser%iço. 7 L] O *inist/rio $o Plane4a!ento& Orça!ento e Gestão& co! a . 7 2] A licença ter+ $uração i"ual B $o !an$ato& po$en$o ser prorro"a$a& no caso $e reeleição& e por u!a -nica %e5.ica$a.ol3a $e pa"a!ento $e pessoal& in$epen$e! $as $isposiç#es conti$as nos incisos I e II e 77 1A e 2A $este arti"o& . >=. eção VII Da 0icença para Tratar de Interesses Particulares Art.se.astamentos eção I Do (. 8 asse"ura$o ao ser%i$or o $ireito B licença se! re!uneração para o $ese!pen3o $e !an$ato e! con.lica ou $e socie$a$e $e econo!ia !ista& 1ue rece a recursos $e @esouro Kacional para o custeio total ou parcial $a sua . II .lica& o ser%i$or $o Po$er EDecuti%o po$er+ ter eDercício e! outro 0r"ão $a A$!inistração )e$eral $ireta 1ue não ten3a 1ua$ro pr0prio $e pessoal& para .astamento para ervir a 3utro 4r'ão ou $ntidade Art. 1Q2 $esta Lei& con.ican$o o eDercício $o e!pre"a$o ce$i$o con$iciona$o a autori5ação especí.eti%o ou pela re!uneração $o car"o e.eti%o acresci$a $e percentual $a retri uição $o car"o e! co!issão& a enti$a$e cession+ria e.QQQ associa$os& $ois ser%i$ores.iscali5a$ora $a pro. 7 CA Aplica.+ !e$iante Portaria pu lica$a no Di+rio O. A crit/rio $a A$!inistração& po$erão ser conce$i$as ao ser%i$or ocupante $e car"o e.QQQ associa$os& u! ser%i$or. Os perío$os $e licença $e 1ue trata o caput não são acu!ul+%eis.eri$as enti$a$es& $es$e 1ue ca$astra$as no *inist/rio $a A$!inistração )e$eral e Re.issional.o -nico.issão ou& ain$a& para participar $e "er:ncia ou a$!inistração e! socie$a$e cooperati%a constituí$a por ser%i$ores p. >6. 7 =o *e$iante autori5ação eDpressa $o Presi$ente $a Rep.

se $o País para estu$o ou !issão o.aculta$o optar pela sua re!uneração.se $o eDercício $o car"o e.asta!ento. 7 6o O $isposto neste arti"o não se aplica aos ser%i$ores $a carreira $iplo!+tica.or!i$a$e co! a le"islação %i"ente& os pro"ra!as $e capacitação e os crit/rios para participação e! pro"ra!as $e p0s."ra$uação no País& co! ou se! a. in%esti$o no !an$ato $e Pre.Gra$uação Atricto Aensu no País . =L $a Lei n o <. 7 2o Ao ser%i$or ene. tratan$o.A.eti%o no respecti%o 0r"ão ou enti$a$e 3+ pelo !enos = E1uatroF anos& incluí$o o perío$o $e est+"io pro at0rio& e 1ue não ten3a! se a. Art.asta$o por licença para tratar $e assuntos particulares& para "o5o $e licença capacitação ou co! . por 1 Eu!F $ia& para $oação $e san"ue. 7 2o O ser%i$or in%esti$o e! !an$ato eleti%o ou classista não po$er+ ser re!o%i$o ou re$istri uí$o $e o.astamento para $studo ou 1issão no $%terior Art.asta!ento& ressal%a$a a 3ip0tese $e ressarci!ento $a $espesa 3a%i$a co! seu a.se o $isposto no 7 Co $este arti"o& sal%o na 3ip0tese co!pro%a$a $e . 7 6o Os a.se $o ser%iço9 I .asta!ento $o car"o& o ser%i$or contri uir+ para a se"uri$a$e social co!o se e! eDercício esti%esse.astar.icial& se! autori5ação $o Presi$ente $a Rep. 7 1 A aus:ncia não eDce$er+ a = E1uatroF anos& e .asta!ento.aculta$o optar pela sua re!uneração.asta!entos para reali5ação $e pro"ra!as $e p0s.asta!ento.eti%os no respecti%o 0r"ão ou enti$a$e 3+ pelo !enos 6 Etr:sF anos para !estra$o e = E1uatroF anos para $outora$o& incluí$o o perío$o $e est+"io pro at0rio& 1ue não ten3a! se a. II . >C $esta Lei& o $isposto nos 77 1o a Go $este arti"o. O ser%i$or po$er+& no interesse $a A$!inistração& e $es$e 1ue a participação não possa ocorrer si!ultanea!ente co! o eDercício $o car"o ou !e$iante co!pensação $e 3or+rio& a. in%esti$o no !an$ato $e %erea$or9 aF 3a%en$o co!pati ili$a$e $e 3or+rio& perce er+ as %anta"ens $e seu car"o& se! pre4uí5o $a re!uneração $o car"o eleti%o."ra$uação stricto sensu e! instituição $e ensino superior no País.unç#es ap0s o seu retorno por u! perío$o i"ual ao $o a.e$eral& esta$ual ou $istrital& . O ser%i$or não po$er+ ausentar.i!. 7 Lo Aplica. eção III Do (. 7 2o Os a. Do A. >C.asta$o $o car"o.asta!entos para reali5ação $e pro"ra!as $e !estra$o e $outora$o so!ente serão conce$i$os aos ser%i$ores titulares $e car"os e.$outora$o so!ente serão conce$i$os aos ser%i$ores titulares $e car"o e.asta!ento $e ser%i$or para ser%ir e! or"anis!o internacional $e 1ue o Jrasil participe ou co! o 1ual coopere $ar. III .icia$os pelos a.asta$o por licença para tratar $e assuntos particulares para "o5o $e licença capacitação ou co! .orça !aior ou $e caso .l3e . 7 1o Ato $o $iri"ente !+Di!o $o 0r"ão ou enti$a$e $e.eti%o& co! a respecti%a re!uneração& para participar e! pro"ra!a $e p0s.ere B re!uneração $o ser%i$or& serão $isciplina$as e! re"ula!ento.ortuito& a crit/rio $o $iri"ente !+Di!o $o 0r"ão ou enti$a$e. >G.I .asta!ento para Participação e! Pro"ra!a $e P0s.un$a!ento neste arti"o nos 2 E$oisF anos anteriores B $ata $a solicitação $e a. Seção I? o Art.se B participação e! pro"ra!a $e p0s.or!a $o art.in$a a !issão ou estu$o& so!ente $ecorri$o i"ual perío$o& ser+ per!iti$a no%a aus:ncia. 7 1o Ko caso $e a. >L.asta$o $o car"o& sen$o.se.l3e .ício para locali$a$e $i%ersa $a1uela on$e eDerce o !an$ato. F não 3a%en$o co!pati ili$a$e $e 3or+rio& ser+ a.asta$o $o car"o& sen$o.icar+ a.eiçoa!ento.se $e !an$ato .+ co! per$a total $a re!uneração.icou seu a. 7 =o As 3ip0teses& con$iç#es e .asta!ento $o ser%i$or& 1ue serão a%alia$os por u! co!it: constituí$o para este .icia$o pelo $isposto neste arti"o não ser+ conce$i$a eDoneração ou licença para tratar $e interesse particular antes $e $ecorri$o perío$o i"ual ao $o a.asta!ento no perío$o pre%isto& aplica. "ra$uação no EDterior& autori5a$o nos ter!os $o art. Capítulo VI Das Concessões Art. 7 Go Caso o ser%i$or não o ten3a o título ou "rau 1ue 4usti.112& $e 11 $e $e5e! ro $e 1>>Q& $os "astos co! seu aper. 7 Co Caso o ser%i$or %en3a a solicitar eDoneração $o car"o ou aposenta$oria& antes $e cu!pri$o o perío$o $e per!an:ncia pre%isto no 7 =o $este arti"o& $e%er+ ressarcir o 0r"ão ou enti$a$e& na . O a.eito& ser+ a.asta!ento conce$i$o. Se! 1ual1uer pre4uí5o& po$er+ o ser%i$or ausentar.asta!entos pre%istos nos 77 1o& 2o e 6o $este arti"o terão 1ue per!anecer no eDercício $e suas .inir+& e! con. >G.or!as para a autori5ação $e 1ue trata este arti"o& inclusi%e no 1ue se re. 7 =o Os ser%i$ores ene.lica& Presi$ente $os Xr"ãos $o Po$er Le"islati%o e Presi$ente $o Supre!o @ri unal )e$eral.un$a!ento neste arti"o nos = E1uatroF anos anteriores B $ata $a solicitação $e a.

il3os& ou entea$os $o ser%i$or 1ue %i%a! na sua co!pan3ia& e! co!o aos !enores so sua "uar$a& co! autori5ação 4u$icial. 8 conta$o para to$os os e. a. eF para capacitação& con. cF para o $ese!pen3o $e !an$ato classista ou participação $e "er:ncia ou a$!inistração e! socie$a$e cooperati%a constituí$a por ser%i$ores para prestar ser%iços a seus !e! ros& eDceto para e.e$eral& inclusi%e o presta$o Bs )orças Ar!a$as. 1<. 4-ri e outros ser%iços o ri"at0rios por lei.eitos o te!po $e ser%iço p. Capítulo VII o o Art.eti%a$a no pra5o $e at/ 1 Eu!F ano& ao ser%i$or 1ue $ese!pen3e ati%i$a$e pre%ista nos incisos I e II $o caput $o art. eDercício $e car"o e! co!issão ou e1ui%alente& e! 0r"ão ou enti$a$e $os Po$eres $a (nião& $os Esta$os& *unicípios e Distrito )e$eral. ? . . Par+"ra. I? . 1QQ. Art. Ser+ conce$i$o 3or+rio especial ao ser%i$or estu$ante& 1uan$o co!pro%a$a a inco!pati ili$a$e entre o 3or+rio escolar e o $a repartição& se! pre4uí5o $o eDercício $o car"o. ><. II .eita e! $ias& 1ue serão con%erti$os e! anos& consi$era$o o ano co!o $e tre5entos e sessenta e cinco $ias.+ apenas aposenta$oria e $isponi ili$a$e9 para e.eito $e pro!oção por !ereci!ento. 7 =o Ser+ i"ual!ente conce$i$o 3or+rio especial& %incula$o B co!pensação $e 3or+rio a ser e. eDercício $e car"o ou .aleci!ento $o cPn4u"e& co!pan3eiro& pais& !a$rasta ou pa$rasto& .icial& in$epen$ente!ente $e co!pensação $e 3or+rio./rias.e$eral& esta$ual& !unicipal ou $o Distrito )e$eral& eDceto para pro!oção por !ereci!ento. II . III . ` re!oção I .o anterior são eDtensi%as ao ser%i$or 1ue ten3a cPn4u"e& . Art. $ese!pen3o $e !an$ato eleti%o .F por con%ocação para o ser%iço !ilitar. 7 1 Para e.or!e $ispuser o re"ula!ento. 1Q2. ?III . III . ?II .ísica& eDi"in$o. Do Tempo de erviço Art. >L& são consi$era$os co!o $e e. participação e! co!petição $esporti%a nacional ou con%ocação para inte"rar representação $esporti%a nacional& no País ou no eDterior& con. F para trata!ento $a pr0pria sa-$e& at/ o li!ite $e %inte e 1uatro !eses& cu!ulati%o ao lon"o $o te!po $e ser%iço p. Al/! $as aus:ncias ao ser%iço pre%istas no art. LG.ici:ncia& 1uan$o co!pro%a$a a necessi$a$e por 4unta !/$ica o. participação e! pro"ra!a $e treina!ento re"ular!ente instituí$o ou e! pro"ra!a $e p0s.II .asta!ento para ser%ir e! or"anis!o internacional $e 1ue o Jrasil participe ou co! o 1ual coopere.lica. Ao ser%i$or estu$ante 1ue !u$ar $e se$e no interesse $a a$!inistração / asse"ura$a& na locali$a$e $a no%a resi$:ncia ou na !ais pr0Di!a& !atrícula e! instituição $e ensino con":nere& e! 1ual1uer /poca& in$epen$ente!ente $e %a"a.or!e $ispuser o re"ula!ento.se. 1Q6.eito $o $isposto neste arti"o& ser+ eDi"i$a a co!pensação $e 3or+rio no 0r"ão ou enti$a$e 1ue ti%er eDercício& respeita$a a $uração se!anal $o tra al3o.eito $e II .ica. >>.or!e $isposto e! lei especí.or!a $o inciso II $o art. 1Q1. $F por !oti%o $e aci$ente e! ser%iço ou $oença pro. ==. $esloca!ento para a no%a se$e $e 1ue trata o art."ra$uação stricto sensu no País& con.o -nico. licença9 aF B "estante& B a$otante e B paterni$a$e. !issão ou estu$o no eDterior& 1uan$o autori5a$o o a.or!e $ispuser o re"ula!ento. por 2 E$oisF $ias& para se alistar co!o eleitor.asta!ento& con. .il3os& entea$os& !enor so "uar$a ou tutela e ir!ãos.se ao cPn4u"e ou co!pan3eiro& aos . 7 2 @a! /! ser+ conce$i$o 3or+rio especial ao ser%i$or porta$or $e $e.issional.lico presta$o B (nião& e! car"o $e pro%i!ento e.il3o ou $epen$ente porta$or $e $e.se& por/!& neste caso& co!pensação $e 3or+rio na . Art. Contar. F . por < EoitoF $ias consecuti%os e! ra5ão $e 9 aF casa!ento. 7 6o As $isposiç#es $o par+"ra. ?I .eti%o eDercício os a. . Par+"ra.asta!entos e! %irtu$e $e9 I .A $esta Lei. Art. O $isposto neste arti"o esten$e.unção $e "o%erno ou a$!inistração& e! 1ual1uer parte $o territ0rio nacional& por no!eação $o Presi$ente $a Rep.eti%o. A apuração $o te!po $e ser%iço ser+ .lico .o -nico.ici:ncia .

o II . Art. 7 2o O recurso ser+ enca!in3a$o por inter!/$io $a autori$a$e a 1ue esti%er i!e$iata!ente su or$ina$o o re1uerente. e! 12Q Ecento e %inteF $ias& nos $e!ais casos& sal%o 1uan$o outro pra5o . Art. 112. 7 1o O te!po e! 1ue o ser%i$or este%e aposenta$o ser+ conta$o apenas para no%a aposenta$oria.eri$o a pri!eira $ecisão& não po$en$o ser reno%a$o. a licença para trata!ento $e sa-$e $e pessoa $a .esa $e $ireito ou interesse le"íti!o.ete! interesse patri!onial e cr/$itos resultantes $as relaç#es $e tra al3o. ?I . 7 2 Ser+ conta$o e! $o ro o te!po $e ser%iço presta$o Bs )orças Ar!a$as e! operaç#es $e "uerra.o -nico. I? . II . Art. $o in$e.a!ília $o ser%i$or& co! re!uneração.lo e enca!in3a$o por inter!/$io $a1uela a 1ue esti%er i!e$iata!ente su or$ina$o o re1uerente.o -nico.lica. ? . O re1ueri!ento e o pe$i$o $e reconsi$eração $e 1ue trata! os arti"os anteriores $e%erão ser $espac3a$os no pra5o $e C EcincoF $ias e $eci$i$os $entro $e 6Q EtrintaF $ias. Para o eDercício $o $ireito $e petição& / asse"ura$a %ista $o processo ou $ocu!ento& na repartição& ao ser%i$or ou a procura$or por ele constituí$o. 11C.eri!ento $o pe$i$o $e reconsi$eração. 11=.atais e i!prorro"+%eis os pra5os esta eleci$os neste Capítulo& sal%o !oti%o $e .lico .or pu lica$o. o te!po $e ser%iço p. 111. 1Q>.lico presta$o aos Esta$os& *unicípios e Distrito )e$eral. ?II . e! C EcincoF anos& 1uanto aos atos $e $e!issão e $e cassação $e aposenta$oria ou $isponi ili$a$e& ou 1ue a. 7 6o 8 %e$a$a a conta"e! cu!ulati%a $e te!po $e ser%iço presta$o conco!itante!ente e! !ais $e u! car"o ou . Par+"ra. 1Q<. O $ireito $e re1uerer prescre%e9 I .un$ação p. 1Q=. o te!po $e licença para trata!ento $a pr0pria sa-$e 1ue eDce$er o pra5o a 1ue se re.lica& socie$a$e $e econo!ia !ista e e!presa p. Art. Par+"ra. São .I . 1QL. Par+"ra. 1QC.lica& não po$en$o ser rele%a$a pela a$!inistração.or .o -nico. Art. <G& 7 2o. 8 asse"ura$o ao ser%i$or o $ireito $e re1uerer aos Po$eres P. Art. II .licos& e! $e.eri$o a $ecisão& e& sucessi%a!ente& e! escala ascen$ente& Bs $e!ais autori$a$es.iDa$o e! lei.unção $e 0r"ão ou enti$a$es $os Po$eres $a (nião& Esta$o& Distrito )e$eral e *unicípio& autar1uia& .e$eral& esta$ual& !unicipal ou $istrital& anterior ao in"resso no ser%iço p. o te!po $e ser%iço relati%o a tiro $e "uerra. o te!po correspon$ente ao $ese!pen3o $e !an$ato eleti%o . Art. 1QG.eitos $a $ecisão retroa"irão B $ata $o ato i!pu"na$o.ere a alínea H H $o inciso ?III $o art. o te!po $e ser%iço e! ati%i$a$e pri%a$a& %incula$a B Pre%i$:ncia Social. Art.orça !aior. a licença para ati%i$a$e política& no caso $o art. 11Q. A prescrição / $e or$e! p. Art. O pra5o para interposição $e pe$i$o $e reconsi$eração ou $e recurso / $e 6Q EtrintaF $ias& a contar $a pu licação ou $a ci:ncia& pelo interessa$o& $a $ecisão recorri$a. Art. 1Q2.e$eral. Ca er+ recurso9 I . Ca e pe$i$o $e reconsi$eração B autori$a$e 1ue 3ou%er eDpe$i$o o ato ou pro. III . A a$!inistração $e%er+ re%er seus atos& a 1ual1uer te!po& 1uan$o ei%a$os $e ile"ali$a$e. E! caso $e pro%i!ento $o pe$i$o $e reconsi$eração ou $o recurso& os e. O pe$i$o $e reconsi$eração e o recurso& 1uan$o ca í%eis& interro!pe! a prescrição. O recurso po$er+ ser rece i$o co! e. Título IV Do Re'ime Disciplinar Capítulo I Dos Deveres . 116. O re1ueri!ento ser+ $iri"i$o B autori$a$e co!petente para $eci$i.eito suspensi%o& a 4uí5o $a autori$a$e co!petente. Capítulo VIII Do Direito de Petição Art. O pra5o $e prescrição ser+ conta$o $a $ata $a pu licação $o ato i!pu"na$o ou $a $ata $a ci:ncia pelo interessa$o& 1uan$o o ato não . 7 1o O recurso ser+ $iri"i$o B autori$a$e i!e$iata!ente superior B 1ue ti%er eDpe$i$o o ato ou pro. Art. $as $ecis#es so re os recursos sucessi%a!ente interpostos.

III . coa"ir ou aliciar su or$ina$os no senti$o $e .se $o ser%iço $urante o eDpe$iente& se! pr/%ia autori5ação $o c3e. representar contra ile"ali$a$e& o!issão ou a uso $e po$er.ia i!e$iata& e! car"o ou . co!eter a outro ser%i$or atri uiç#es estran3as ao car"o 1ue ocupa& eDceto e! situaç#es $e e!er":ncia e transit0rias.esa.ica$a& eDercer o co!/rcio& eDceto na 1uali$a$e $e9 Cotista& acionista ou co!an$it+rioa CAC aco!an$it+rio9 o s0cio s0 entra co! o capital II . Ao ser%i$or / proi i$o9 I .estação $e apreço ou $esapreço no recinto $a repartição. II? . opor resist:ncia in4usti. !anter con$uta co!patí%el co! a !orali$a$e a$!inistrati%a. 5elar pela econo!ia $o !aterial e a conser%ação $o patri!Pnio p. praticar usura Ea"iota"e!F so 1ual1uer $e suas . II . 11G. Par+"ra.e i!e$iato.lica. retirar& se! pr/%ia anu:ncia $a autori$a$e co!petente& 1ual1uer $ocu!ento ou o 4eto $a repartição. F B eDpe$ição $e certi$#es re1ueri$as para $e. "uar$ar si"ilo so re assunto $a repartição. le%ar ao con3eci!ento $a autori$a$e superior as irre"ulari$a$es $e 1ue ti%er ci:ncia e! ra5ão $o car"o.se a atuali5ar seus $a$os ca$astrais 1uan$o solicita$o. ?I .o -nico. A %e$ação $e 1ue trata o inciso I $o caput $este arti"o não se aplica nos se"uintes casos9 . rece er propina& co!issão& presente ou %anta"e! $e 1ual1uer esp/cie& e! ra5ão $e suas atri uiç#es. 11L.ica$a ao an$a!ento $e $ocu!ento e processo ou eDecução $e ser%iço. II . I .iliare!./ a $ocu!entos p. III .iança& cPn4u"e& co!pan3eiro ou parente at/ o se"un$o "rau ci%il. !anter so sua c3e. I?I . ?III .esa $e $ireito ou esclareci!ento $e situaç#es $e interesse pessoal. %aler. Capítulo II Das Proibições Art. recusar. Par+"ra. participar $e "er:ncia ou a$!inistração $e socie$a$e pri%a$a& personi. I? . recusar . ser leal Bs instituiç#es a 1ue ser%ir.se a associação pro.unção e co! o 3or+rio $e tra al3o.ícios pre%i$enci+rios ou assistenciais $e parentes at/ o se"un$o "rau& e $e cPn4u"e ou co!pan3eiro. ?I . I? . o ser%ar as nor!as le"ais e re"ula!entares. ser assí$uo e pontual ao ser%iço. I?III . II . III . ?III . eDercer 1uais1uer ati%i$a$es 1ue se4a! inco!patí%eis co! o eDercício $o car"o ou .lico e! "eral& prestan$o as in. IIII .or!ula$a& asse"uran$o. $a I?II .esta!ente ile"ais. atuar& co!o procura$or ou inter!e$i+rio& 4unto a repartiç#es p.or!as.o -nico. ?II . eDercer co! 5elo e $e$icação as atri uiç#es $o car"o. cu!prir as or$ens superiores& eDceto 1uan$o !ani.unção $e con.se $o car"o para lo"rar pro%eito pessoal ou $e outre!& e! $etri!ento $a $i"ni$a$e $a . I? . II .lico. cF Bs re1uisiç#es para a $e.lica. São $e%eres $o ser%i$or9 I . III . II . ? .esa $a )a5en$a P.or!a $esi$iosa Epre"uiçaF.Art.or!aç#es re1ueri$as& ressal%a$as as prote"i$as por si"ilo. ?II .ica$a ou não personi.issional ou sin$ical& ou a parti$o político. III .se ao representan$o a!pla $e.unção p. tratar co! ur ani$a$e as pessoas.ora $os casos pre%istos e! lei& o $ese!pen3o $e atri uição 1ue se4a $e sua responsa ili$a$e ou $e seu su or$ina$o. proce$er $e .licas& sal%o 1uan$o se tratar $e ene. ? . co!eter a pessoa estran3a B repartição& . A representação $e 1ue trata o inciso III ser+ enca!in3a$a pela %ia 3ier+r1uica e aprecia$a pela autori$a$e superior B1uela contra a 1ual / . ausentar. I . utili5ar pessoal ou recursos !ateriais repartição e! ser%iços ou ati%i$a$es particulares. pro!o%er !ani. aceitar co!issão& e!pre"o ou pensão $e esta$o estran"eiro.licos. aten$er co! preste5a9 aF ao p.

icar+ a. A responsa ili$a$e ci%il $ecorre $e ato o!issi%o ou co!issi%o& $oloso ou culposo& 1ue resulte e! pre4uí5o ao er+rio ou a terceiros. 7 1o A proi ição $e acu!ular esten$e.ica. . participação nos consel3os $e a$!inistração e . a$%ert:ncia. Art. 11<.lico s0 ser+ $estituí$o $o car"o $e co!issão se co!eter . cassação $e aposenta$oria ou $isponi ili$a$ea. 126. As sanç#es ci%is& penais e a$!inistrati%as po$erão cu!ular.a$!inistrati%a resulta $e ato o!issi%o ou co!issi%o pratica$o no $ese!pen3o $o car"o ou . 12G.se& sen$o in$epen$entes entre si.iscal $as e!presas p.lico e.eti%os& sal%o na 3ip0tese e! 1ue 3ou%er co!pati ili$a$e $e 3or+rio e local co! o eDercício $e u! $eles& $eclara$a pelas autori$a$es !+Di!as $os 0r"ãos ou enti$a$es en%ol%i$os.alta $e outros ens 1ue asse"ure! a eDecução $o $/ ito pela %ia 4u$icial.licas& e!presas p.un$aç#es p.ore! acu!ul+%eis na ati%i$a$e. Ressal%a$os os casos pre%istos na Constituição& / %e$a$a a acu!ulação re!unera$a $e car"os p. 7 6o Consi$era.iscal $e e!presas ou enti$a$es e! 1ue a (nião $eten3a& $ireta ou in$ireta!ente& participação no capital social ou e! socie$a$e cooperati%a constituí$a para prestar ser%iços a seus !e! ros.lica& e! ação re"ressi%a.se acu!ulação proi i$a a percepção $e %enci!ento $e car"o ou e!pre"o p.o -nico. 7 2o A acu!ulação $e car"os& ain$a 1ue lícita& . O $isposto neste arti"o não se aplica B re!uneração $e%i$a pela participação e! consel3os $e a$!inistração e . 7 2o @ratan$o. >o& ne! ser re!unera$o pela participação e! 0r"ão $e $eli eração coleti%a. ? . Art. 12Q. O ser%i$or não po$er+ eDercer !ais $e u! car"o e! co!issão& eDceto no caso pre%isto no par+"ra.licos.At/ 6Q $iasb sin$ic'ncia . O ser%i$or %incula$o ao re"i!e $esta Lei& 1ue acu!ular licita!ente $ois car"os e.unção. se!pre por escrito& prescre%e e! II S suspensão se!pre $e 1 a >Q $ias& prescre%e e! C anos.alta e 1uan$o se aposenta não per$e o car"o& !as a aposenta$oria. OJS9 u! ocupante $e car"o co!issiona$o 1ue não / ser%i$or p. A responsa ili$a$e ci%il.o -nico $o art. Par+"ra. 12=.licas& socie$a$es $e econo!ia !ista $a (nião& $o Distrito )e$eral& $os Esta$os& $os @errit0rios e $os *unicípios.se a car"os& e!pre"os e .asta$a no caso $e a sol%ição cri!inal 1ue ne"ue a eDist:ncia $o . Capítulo V Das Penalidades Art. A responsa ili$a$e penal a ran"e os cri!es e contra%enç#es i!puta$as ao ser%i$or& nessa 1uali$a$e. $e!issão. A responsa ili$a$e a$!inistrati%a $o ser%i$or ser+ a. 12C. a$isponi ili$a$eb 3o!e!& sal+rio D 1W6C e !ul3er& sal+rio D 1W6Q.eti%os& 1uan$o in%esti$o e! car"o $e pro%i!ento e! co!issão& . Nuan$o al"u/! perto $e se aposentar co!ete u!a .unção co!issiona$a. Art.eti%o co! pro%entos $a inati%i$a$e Eser%i$or aposenta$o ou e! $isponi ili$a$eF& sal%o 1uan$o os car"os $e 1ue $ecorra! essas re!uneraç#es . Capítulo III Da (cumulação Art.licas e socie$a$es $e econo!ia !ista& suas su si$i+rias e controla$as& e! co!o 1uais1uer e!presas ou enti$a$es e! 1ue a (nião& $ireta ou in$ireta!ente& $eten3a participação no capital social& o ser%a$o o 1ue& a respeito& $ispuser le"islação especí.asta$o $e a! os os car"os e.ato ou sua autoria.or!a pre%ista no art. penal e $e suas Art. Capítulo IV Das Responsabilidades Art.se a se su !eter a perícia !/$ica i!plica e! suspensão $e at/ 1C $ias.ica con$iciona$a B co!pro%ação $a co!pati ili$a$e $e 3or+rios. O ser%i$or respon$e ci%il& a$!inistrati%a!ente pelo eDercício irre"ular atri uiç#es. Art. 6 anos.se $e $ano causa$o a terceiros& respon$er+ o ser%i$or perante a )a5en$a P. 12L.lito $e interesses. "o5o $e licença para o trato $e interesses particulares& na . 121. =G& na . 7 6o A o ri"ação $e reparar o $ano esten$e. OJS9 ne"ar. São penali$a$es $isciplinares9 I .I .unç#es e! autar1uias& . $estituição $e car"o e! co!issão. e II . Art. >1 $esta Lei& o ser%a$a a le"islação so re con. 11>.or!a $o art.se aos sucessores e contra eles ser+ eDecuta$a& at/ o li!ite $o %alor $a 3erança rece i$a. I? . Art. 7 1o A in$eni5ação $e pre4uí5o $olosa!ente causa$o ao er+rio so!ente ser+ li1ui$a$a na .alta puní%el co! suspensão ou $e!issão. ?I . $estituição $e . c $e 6Q $ias b PAD III . 122.

II . 12<. Par+"ra. A suspensão ser+ aplica$a e! caso $e reinci$:ncia $as . instrução su!+ria& 1ue co!preen$e in$iciação& $e. Art.uncionais. 7 6o Apresenta$a a $e. instauração& co! a pu licação $o ato 1ue constituir a co!issão& a ser co!posta por $ois ser%i$ores est+%eis& e si!ultanea!ente in$icar a autoria e a !ateriali$a$e $a trans"ressão o 4eto $a apuração.esa& a co!issão ela orar+ relat0rio conclusi%o 1uanto B inoc:ncia ou B responsa ili$a$e $o ser%i$or& e! 1ue resu!ir+ as peças principais $os autos& opinar+ so re a licitu$e $a acu!ulação e! eDa!e& in$icar+ o respecti%o $ispositi%o le"al e re!eter+ o processo B autori$a$e instaura$ora& para 4ul"a!ento. acu!ulação ile"al $e car"os& e!pre"os ou .unç#es p.esa pr0pria ou $e outre!.o -nico. Ka aplicação $as penali$a$es serão consi$era$as a nature5a e a "ra%i$a$e $a in.unç#es p.+ pelo no!e e !atrícula $o ser%i$or& e a !ateriali$a$e pela $escrição $os car"os& e!pre"os ou .altas puni$as co! a$%ert:ncia e $e %iolação $as $e!ais proi iç#es 1ue não tipi.eitos retroati%os.ia i!e$iata& para& no pra5o $e cinco $ias& apresentar $e. corrupção.or!aç#es $e 1ue trata o par+"ra.licas e! situação $e acu!ulação ile"al& $os 0r"ãos ou enti$a$es $e %inculação& $as $atas $e in"resso& $o 3or+rio $e tra al3o e $o correspon$ente re"i!e 4urí$ico. cri!e contra a a$!inistração p. 161. IIII . 7 2o Nuan$o 3ou%er con%eni:ncia para o ser%iço& a penali$a$e $e suspensão po$er+ ser con%erti$a e! !ulta& na ase $e CQO por $ia $e %enci!ento ou re!uneração& . 7 1o A in$icação $a autoria $e 1ue trata o inciso I $ar. insu or$inação "ra%e e! ser%iço. 7 1o Ser+ puni$o co! suspensão $e at/ 1C E1uin5eF $ias o ser%i$or 1ue& in4usti. A a$%ert:ncia ser+ aplica$a por escrito& nos casos $e %iolação $e proi ição constante $o art.unç#es p.ican$o o ri"a$o a per!anecer e! ser%iço.ica$a!ente& recusar.se a ser su !eti$o a inspeção !/$ica $eter!ina$a pela autori$a$e co!petente& cessan$o os e. a an$ono $e car"o. re%elação $e se"re$o $o 1ual se apropriou e! ra5ão $o car"o. Art. 11L. 166. ?I . 7 2o A co!issão la%rar+& at/ tr:s $ias ap0s a pu licação $o ato 1ue a constituiu& ter!o $e in$iciação e! 1ue serão transcritas as in.Art. incontin:ncia p.icar+ o ser%i$or& por inter!/$io $e sua c3e.licas& a autori$a$e a 1ue se re.ia i!e$iata& para apresentar opção no pra5o i!prorro"+%el $e $e5 $ias& conta$os $a $ata $a ci:ncia e& na 3ip0tese $e o!issão& a$otar+ proce$i!ento su!+rio para a sua apuração e re"ulari5ação i!e$iata& cu4o processo a$!inistrati%o $isciplinar se $esen%ol%er+ nas se"uintes .i1ue i!posição $e penali$a$e !ais "ra%e. inassi$ui$a$e 3a itual. o.se. Art. I . II . aplicação irre"ular $e $in3eiros p.lica e con$uta escan$alosa& na repartição.licos e $ilapi$ação $o patri!Pnio nacional. III .erir+ a sua $ecisão& . O ato $e i!posição $a penali$a$e !encionar+ se!pre o . 4ul"a!ento.licas.un$a!ento le"al e a causa $a sanção $isciplinar.lica.o anterior& e! co!o pro!o%er+ a citação pessoal $o ser%i$or in$icia$o& ou por inter!/$io $e sua c3e.ração $isciplinar.ração co!eti$a& os $anos 1ue $ela pro%iere! para o ser%iço p. 7 =o Ko pra5o $e cinco $ias& conta$os $o rece i!ento $o processo& a autori$a$e 4ul"a$ora pro. O cancela!ento $a penali$a$e não surtir+ e.eitos $a penali$a$e u!a %e5 cu!pri$a a $eter!inação.ensa .ísica& e! ser%iço& a ser%i$or ou a particular& sal%o e! le"íti!a $e.o -nico. lesão aos co.ere o art. 11L& incisos I a ?III e III& e $e ino ser%'ncia $e $e%er .ração su4eita a penali$a$e $e $e!issão& não po$en$o eDce$er $e >Q Eno%entaF $ias. Art. ? .l3e %ista $o processo na repartição& o ser%a$o o $isposto nos arts. Detecta$a a 1ual1uer te!po a acu!ulação ile"al $e car"os& e!pre"os ou .ican$o o ser%i$or o ri"a$o a per!anecer e! ser%iço. III .res p. OJS9 o ser%i$or rece er+ !eta$e $e sua re!uneração $i+ria $uante os $ias e! 1ue $e%eria estar suspenso& . 162. As penali$a$es $e a$%ert:ncia e $e suspensão terão seus re"istros cancela$os& ap0s o $ecurso $e 6 Etr:sF e C EcincoF anos $e e. A $e!issão ser+ aplica$a nos se"uintes casos9 I . Art.eti%o eDercício& respecti%a!ente& se o ser%i$or não 3ou%er& nesse perío$o& pratica$o no%a in. trans"ressão $os incisos II a I?I $o art. II .licos. se.esa escrita& asse"uran$o.esa e relat0rio.ases9 I . ?II . II .i1ue! in. 1G6 e 1G=.lico& as circunst'ncias a"ra%antes ou atenuantes e os antece$entes . ?III .uncional pre%isto e! lei& re"ula!entação ou nor!a interna& 1ue não 4usti. 1=6 noti. Par+"ra. i!pro i$a$e a$!inistrati%a. I? . III . 16Q. 12>.

7 Co A opção pelo ser%i$or at/ o -lti!o $ia $e pra5o para $e.o -nico.or aplic+%el& su si$iaria!ente& as $isposiç#es $os @ítulos I? e ? $esta Lei.i"urar+ sua oa.Geral $a Rep. Ka apuração $e a an$ono $e car"o ou inassi$ui$a$e 3a itual& ta! /! ser+ a$ota$o o proce$i!ento su!+rio a 1ue se re. Art.or $e!iti$o ou $estituí$o $o car"o e! co!issão por in.esa a co!issão ela orar+ relat0rio conclusi%o 1uanto B inoc:ncia ou B responsa ili$a$e $o ser%i$or& e! 1ue resu!ir+ as peças principais $os autos& in$icar+ o respecti%o $ispositi%o le"al& opinar+& na 3ip0tese $e a an$ono $e car"o& so re a intencionali$a$e $a aus:ncia ao ser%iço superior a trinta $ias e re!eter+ o processo B autori$a$e instaura$ora para 4ul"a!ento. a in$icação $a !ateriali$a$e $ar.. e! 1<Q $ias& 1uanto + a$%ert:ncia.ração su4eita Bs penali$a$es $e suspensão e $e $e!issão.rin":ncia $o art. II . I? .+9 aF na 3ip0tese $e a an$ono $e car"o& pela in$icação precisa $o perío$o $e aus:ncia intencional $o ser%i$or ao ser%iço superior a trinta $ias.ica$a& por sessenta $ias& interpola$a!ente& $urante o perío$o $e $o5e !eses./& aplicar.se& 1uan$o . III .e $a repartição e outras autori$a$es na .eti%o ser+ aplica$a nos casos $e in. *acete9 CRI*ALECO Art. 7 Lo O pra5o para a conclusão $o processo a$!inistrati%o $isciplinar su !eti$o ao rito su!+rio não eDce$er+ trinta $ias& conta$os $a $ata $e pu licação $o ato 1ue constituir a co!issão& a$!iti$a a sua prorro"ação por at/ 1uin5e $ias& 1uan$o as circunst'ncias o eDi"ire!. II . 16<.lico . 162& incisos I& I?& ?III& I e II.rin":ncia $o art. 162& i!plica a in$isponi ili$a$e $os ens e o ressarci!ento ao er+rio& se! pre4uí5o $a ação penal ca í%el.lica& pelos Presi$entes $as Casas $o Po$er Le"islati%o e $os @ri unais )e$erais e pelo Procura$or.se especial!ente 1ue9 I . F no caso $e inassi$ui$a$e 3a itual& pela in$icação $os $ias $e ./& 3ip0tese e! 1ue se con%erter+ auto!atica!ente e! pe$i$o $e eDoneração $o outro car"o. *acete9 Pro . II . Art. I .ica$a& por perío$o i"ual ou superior a sessenta $ias interpola$a!ente& $urante o perío$o $e $o5e !eses. A $estituição $e car"o e! co!issão eDerci$o por não ocupante $e car"o e.lica& 1uan$o se tratar $e $e!issão e cassação $e aposenta$oria ou $isponi ili$a$e $e ser%i$or %incula$o ao respecti%o Po$er& 0r"ão& ou enti$a$e.unç#es p. 7 1o O pra5o $e prescrição co!eça a correr $a $ata e! 1ue o .or!a $os respecti%os re"i!entos ou re"ula!entos& nos casos $e a$%ert:ncia ou $e suspensão $e at/ 6Q EtrintaF $ias.se. Art.licas e! re"i!e $e acu!ulação ile"al& 3ip0tese e! 1ue os 0r"ãos ou enti$a$es $e %inculação serão co!unica$os. 166& o ser%an$o. A $e!issão ou a $estituição $e car"o e! co!issão& por in.aplican$o.o -nico. Par+"ra.etua$a nos ter!os $o art. 1=2. 1=Q.erior B1uelas !enciona$as no inciso anterior 1uan$o se tratar $e suspensão superior a 6Q $ias.alta ao ser%iço se! causa 4usti. 11L& incisos II e II& inco!pati ili5a o eD. pelas autori$a$es a$!inistrati%as $e 3ierar1uia i!e$iata!ente in. 16>. A ação $isciplinar prescre%er+9 Par+"ra.ser%i$or para no%a in%esti$ura e! car"o p. 1=1.eito a no!eação& 1uan$o se tratar $e $estituição $e car"o e! co!issão. Art. Constata$a a 3ip0tese $e 1ue trata este arti"o& a eDoneração e.lico . III .e$eral& pelo pra5o $e C anos.. Ser+ cassa$a a aposenta$oria ou a $isponi ili$a$e $o inati%o 1ue 3ou%er pratica$o& na ati%i$a$e& . 6C ser+ con%erti$a e! $estituição $e car"o e! co!issão. As penali$a$es $isciplinares serão aplica$as9 I .ato se tornou con3eci$o.se. pela autori$a$e 1ue 3ou%er .alta puní%el co! a $e!issão.i"ura a an$ono $e car"o a aus:ncia intencional $o ser%i$or ao ser%iço por !ais $e trinta $ias consecuti%os.raç#es puní%eis co! $e!issão& cassação $e aposenta$oria ou $isponi ili$a$e e $estituição $e car"o e! co!issão. 7 <o O proce$i!ento su!+rio re"e.se pelas $isposiç#es $este arti"o& o ser%an$o. Art.or o caso& o $isposto no 7 6 o $o art. 16L. 16G. 16C. Con.+ a pena $e $e!issão& $estituição ou cassação $e aposenta$oria ou $isponi ili$a$e e! relação aos car"os& e!pre"os ou . Enten$e. Pro Art. A $e!issão ou a $estituição $e car"o e! co!issão& nos casos $os incisos I?& ?III& I e II $o art. Art. pelo c3e. Kão po$er+ retornar ao ser%iço p. pelo Presi$ente $a Rep.se por inassi$ui$a$e 3a itual a . ap0s a apresentação $a $e.alta ao ser%iço& se! causa 4usti. 1GL. .ere o art. e! 2 anos& 1uanto B suspensão.e$eral o ser%i$or 1ue . Art. 7 Go Caracteri5a$a a acu!ulação ile"al e pro%a$a a !+.se& no 1ue l3e .esa con. e! C anos& 1uanto Bs in. 16=.

Título V Do Processo (dministrativo Disciplinar Capítulo I Disposições !erais Art. O processo $isciplinar se $esen%ol%e nas se"uintes .lico / o ri"a$a a pro!o%er a sua apuração i!e$iata& !e$iante sin$ic'ncia ou processo a$!inistrati%o $isciplinar& asse"ura$a ao acusa$o a!pla $e. Par+"ra. Par+"ra. O processo $isciplinar ser+ con$u5i$o por co!issão co!posta $e tr:s ser%i$ores est+%eis $esi"na$os pela autori$a$e co!petente& o ser%a$o o $isposto no 7 6o $o art. 7 1o A Co!issão ter+ co!o secret+rio ser%i$or $esi"na$o pelo seu presi$ente& po$en$o a in$icação recair e! u! $e seus !e! ros.lica& pelos presi$entes $as Casas $o Po$er Le"islati%o e $os @ri unais )e$erais e pelo Procura$or.se Bs in.asta!ento $o eDercício $o car"o& pelo pra5o $e at/ GQ EsessentaF $ias& se! pre4uí5o $a re!uneração. As reuni#es e as au$i:ncias $as co!iss#es terão car+ter reser%a$o.astamento Preventivo Art.ere& po$er+ ser pro!o%i$a por autori$a$e $e 0r"ão ou enti$a$e $i%erso $a1uele e! 1ue ten3a ocorri$o a irre"ulari$a$e& !e$iante co!pet:ncia especí.i!& e! lin3a reta ou colateral& at/ o terceiro "rau. instauração $e processo $isciplinar.luir na apuração $a irre"ulari$a$e& a autori$a$e instaura$ora $o processo $isciplinar po$er+ $eter!inar o seu a. Capítulo III Do Processo Disciplinar Art.o -nico. O pra5o para conclusão $a sin$ic'ncia não eDce$er+ 6Q $ias& po$en$o ser prorro"a$o por i"ual perío$o& a crit/rio $a autori$a$e superior. 1==. 1CQ.i"urar e%i$ente in. Capítulo II Do (. II .esa e relat0rio.inali$a$e& $ele"a$a e! car+ter per!anente ou te!por+rio pelo Presi$ente $a Rep. Par+"ra.or!ula$as por escrito& con.eri$a por autori$a$e co!petente.o -nico. Se!pre 1ue o ilícito pratica$o pelo ser%i$or ense4ar a i!posição $e penali$a$e $e suspensão por !ais . As $en-ncias so re irre"ulari$a$es serão o 4eto $e apuração& $es$e 1ue conten3a! a i$enti.lica& no '! ito $o respecti%o Po$er& 0r"ão ou enti$a$e& preser%a$as as co!pet:ncias para o 4ul"a!ento 1ue se se"uir B apuração. 1=<. 7 2o Kão po$er+ participar $e co!issão $e sin$ic'ncia ou $e in1u/rito& cPn4u"e& co!pan3eiro ou parente $o acusa$o& consan"Míneo ou a. in1u/rito a$!inistrati%o& 1ue co!preen$e instrução& $e.in$o o 1ual cessarão os seus e.esa. Art.eti%o superior ou $e !es!o ní%el& ou ter ní%el $e escolari$a$e i"ual ou superior ao $o in$icia$o.raç#es $isciplinares capitula$as ta! /! co!o cri!e. Art.i! $e 1ue o ser%i$or não %en3a a in. III . Da sin$ic'ncia po$er+ resultar9 I . II . 1C1. 1=L.alta $e o 4eto. 1=C.ração pratica$a no eDercício $e suas atri uiç#es& ou 1ue ten3a relação co! as atri uiç#es $o car"o e! 1ue se encontre in%esti$o.ato ou eDi"i$o pelo interesse $a a$!inistração.inal pro. $e a$%ert:ncia ou $e 6Q EtrintaF $ias& $e $e!issão& cassação $e aposenta$oria ou $isponi ili$a$e& ou $estituição $e car"o e! co!issão& ser+ o ri"at0ria a instauração $e processo $isciplinar.ica para tal . ar1ui%a!ento $o processo. instauração& co! a pu licação $o ato 1ue constituir a co!issão. Art. 7 6o A a ertura $e sin$ic'ncia ou a instauração $e processo $isciplinar interro!pe a prescrição& at/ a $ecisão . 7 =o Interro!pi$o o curso $a prescrição& o pra5o co!eçar+ a correr a partir $o $ia e! 1ue cessar a interrupção. 1=6.ato narra$o não con. A autori$a$e 1ue ti%er ci:ncia $e irre"ulari$a$e no ser%iço p. Art.asta!ento po$er+ ser prorro"a$o por i"ual pra5o& . O processo $isciplinar / o instru!ento $estina$o a apurar responsa ili$a$e $e ser%i$or por in. Nuan$o o . Par+"ra.o -nico. 7 6o A apuração $e 1ue trata o caput& por solicitação $a autori$a$e a 1ue se re. 1=G.Geral $a Rep.eitos& ain$a 1ue não concluí$o o processo.o -nico. A Co!issão eDercer+ suas ati%i$a$es co! in$epen$:ncia e i!parciali$a$e& asse"ura$o o si"ilo necess+rio B eluci$ação $o .ases9 I .ração $isciplinar ou ilícito penal& a $en-ncia ser+ ar1ui%a$a& por . O a. aplicação $e penali$a$e suspensão $e at/ 6Q $ias.icação e o en$ereço $o $enunciante e se4a! . 1=6& 1ue in$icar+& $entre eles& o seu presi$ente& 1ue $e%er+ ser ocupante $e car"o e. Art.7 2o Os pra5os $e prescrição pre%istos na lei penal aplica!. Art.ir!a$a a autentici$a$e. Co!o !e$i$a cautelar e a . 1=>.

1C=.atos ou circunst'ncias& ser+ pro!o%i$a a acareação entre eles. O $epoi!ento ser+ presta$o oral!ente e re$u5i$o a ter!o& não sen$o lícito B teste!un3a tra5:.or!ular 1uesitos& 1uan$o se tratar $e pro%a pericial. Art.e5 a citação& co! a assinatura $e 2 teste!un3as.ica$a a in. @ipi.l3e %e$a$o inter. 4ul"a!ento. 7 1o Ko caso $e !ais $e u! acusa$o& ca$a u! $eles ser+ ou%i$o separa$a!ente& e se!pre 1ue $i%er"ire! e! suas $eclaraç#es so re .ican$o seus !e! ros $ispensa$os $o ponto& at/ a entre"a $o relat0rio . 8 asse"ura$o ao ser%i$or o $ireito $e aco!pan3ar o processo pessoal!ente ou por inter!/$io $e procura$or& arrolar e rein1uirir teste!un3as& pro$u5ir pro%as e contrapro%as e .atos. Art.esa& co! a utili5ação $os !eios e recursos a$!iti$os e! $ireito. Art. 7 2o Ser+ in$e. O inci$ente $e sani$a$e !ental ser+ processa$o e! auto aparta$o e apenso ao processo principal& ap0s a eDpe$ição $o lau$o pericial.o -nico.ração est+ capitula$a co!o ilícito penal& a autori$a$e co!petente enca!in3ar+ c0pia $os autos ao *inist/rio P. O pra5o para a conclusão $o processo $isciplinar não eDce$er+ GQ EsessentaF $ias& conta$os $a $ata $e pu licação $o ato 1ue constituir a co!issão& a$!iti$a a sua prorro"ação por i"ual pra5o& 1uan$o as circunst'ncias o eDi"ire!. Art.l3e& por/!& rein1uiri.lico& a eDpe$ição $o !an$a$o ser+ i!e$iata!ente co!unica$a o ao c3e.ase $o in1u/rito& a co!issão pro!o%er+ a to!a$a $e $epoi!entos& acareaç#es& in%esti"aç#es e $ili":ncias ca í%eis& o 4eti%an$o a coleta $e pro%a& recorren$o& 1uan$o necess+rio& a t/cnicos e peritos& $e !o$o a per!itir a co!pleta eluci$ação $os . 7 2o Ua%en$o $ois ou !ais in$icia$os& o pra5o ser+ co!u! e $e 2Q $ias.icial& $a 1ual participe pelo !enos u! !/$ico psi1uiatra. 1CG.lico& in$epen$ente!ente $a i!e$iata instauração $o processo $isciplinar. Os autos $a sin$ic'ncia inte"rarão o processo $isciplinar& co!o peça in.l3e %ista $o processo na repartição.inal.or!ula$a a in$iciação $o ser%i$or& co! a especi. 1G1. 1CL e 1C<. Nuan$o 3ou%er $-%i$a so re a sani$a$e !ental $o acusa$o& a co!issão propor+ B autori$a$e co!petente 1ue ele se4a su !eti$o a eDa!e por 4unta !/$ica o.+ B acareação entre os $epoentes. Art.se. 7 1o As teste!un3as serão in1uiri$as separa$a!ente.ato in$epen$er $e con3eci!ento especial $e perito.erir nas per"untas e respostas& . 1G6.esa contar.ração $isciplinar& ser+ . 1CL.o -nico.ica o ri"a$o a co!unicar B co!issão o lu"ar on$e po$er+ ser encontra$o. 1C6.atos a ele i!puta$os e $as respecti%as pro%as. 7 1o O in$icia$o ser+ cita$o por !an$a$o eDpe$i$o pelo presi$ente $a co!issão para apresentar $e. Concluí$a a in1uirição $as teste!un3as& a co!issão pro!o%er+ o interro"at0rio $o acusa$o& o ser%a$os os proce$i!entos pre%istos nos arts.icação $os . Ka .eri$o o pe$i$o $e pro%a pericial& 1uan$o a co!pro%ação $o .esa po$er+ ser prorro"a$o pelo $o ro& para $ili":ncias reputa$as in$ispens+%eis.III . Art.las& por inter!/$io $o presi$ente $a co!issão. OJS9 não / o ri"at0rio o aco!pan3a!ento $o processo por a$%o"a$o.icial $a .e $a repartição on$e ser%e& co! a in$icação $o $ia e 3ora !arca$os para in1uirição.ir!e!& proce$er. 7 =o Ko caso $e recusa $o in$icia$o e! apor o ciente na c0pia $a citação& o pra5o para $e.acultan$o.or ser%i$or p.or!ati%a $a instrução. Art.se o in$icia$o e! lu"ar incerto e não sa i$o& ser+ cita$o por e$ital& pu lica$o no Di+rio O. 1C<. Art. eção I Do In5u/rito Art. 1G2. Par+"ra. 1C>. Par+"ra. 7 2o Ka 3ip0tese $e $epoi!entos contra$it0rios ou 1ue se in.o -nico. Art. O in$icia$o 1ue !u$ar $e resi$:ncia .lo por escrito. Ac3an$o.se.se. Art. 7 6o O pra5o $e $e.+ $a $ata $eclara$a& e! ter!o pr0prio& pelo !e! ro $a co!issão 1ue . 7 1 Se!pre 1ue necess+rio& a co!issão $e$icar+ te!po inte"ral aos seus tra al3os& . As teste!un3as serão inti!a$as a $epor !e$iante !an$a$o eDpe$i$o pelo presi$ente $a co!issão& $e%en$o a se"un$a %ia& co! o ciente $o interessa$o& ser aneDa$o aos autos. O in1u/rito a$!inistrati%o o e$ecer+ ao princípio $o contra$it0rio& asse"ura$a ao acusa$o a!pla $e. 7 1o O presi$ente $a co!issão po$er+ $ene"ar pe$i$os consi$era$os i!pertinentes& !era!ente protelat0rios& ou $e nen3u! interesse para o esclareci!ento $os .se. 1GQ. Par+"ra. 7 2o O procura$or $o acusa$o po$er+ assistir ao interro"at0rio& e! co!o B in1uirição $as teste!un3as& sen$o. 1C2.atos.esa escrita& no pra5o $e 1Q $ias& asse"uran$o. Ka 3ip0tese $e o relat0rio $a sin$ic'ncia concluir 1ue a in. Art. Se a teste!un3a . 1CC. 7 2o As reuni#es $a co!issão serão re"istra$as e! atas 1ue $e%erão $etal3ar as $eli eraç#es a$ota$as.

Consi$erar.icar a inoc:ncia $o puni$o ou a ina$e1uação $a penali$a$e aplica$a.esa ser+ $e 1C $ias a partir $a -lti!a pu licação $o e$ital.la ou isentar o ser%i$or $e responsa ili$a$e.a!ília po$er+ re1uerer a re%isão $o processo.se.ora $a se$e $e sua repartição& na con$ição $e teste!un3a& $enuncia$o ou in$icia$o.la"rante!ente contr+ria B pro%a $os autos. 7 2o A autori$a$e 4ul"a$ora 1ue $er causa B prescrição $e 1ue trata o art.atos no%os ou circunst'ncias suscetí%eis $e 4usti. 7 1o A re%elia ser+ $eclara$a& por ter!o& nos autos $o processo e $e%ol%er+ o pra5o para a $e.o -nico& inciso I $o art.eti%o superior ou $e !es!o ní%el& ou ter ní%el $e escolari$a$e i"ual ou superior ao $o in$icia$o. eção II Do 6ul'amento Art. Par+"ra.or a $e!issão ou cassação $e aposenta$oria ou $isponi ili$a$e& o 4ul"a!ento ca er+ Bs autori$a$es $e 1ue trata o inciso I $o art. 1L=. EDtinta a puni ili$a$e pela prescrição& a autori$a$e 4ul"a$ora $eter!inar+ o re"istro $o . eção III Da Revisão do Processo Art. 7 2o Ua%en$o !ais $e u! in$icia$o e $i%ersi$a$e $e sanç#es& o 4ul"a!ento ca er+ B autori$a$e co!petente para a i!posição $a pena !ais "ra%e.esa no pra5o le"al. Art. 1L6. O 4ul"a!ento acatar+ o relat0rio $a co!issão& sal%o 1uan$o contr+rio Bs pro%as $os autos.or!ar a sua con%icção.en$er o in$icia$o re%el& a autori$a$e instaura$ora $o processo $esi"nar+ u! ser%i$or co!o $e.ício& 1uan$o se a$u5ire! . ao ser%i$or con%oca$o para prestar $epoi!ento . 1=1.ora $o pra5o le"al não i!plica nuli$a$e $o processo. Nuan$o a in.ração esti%er capitula$a co!o cri!e& o processo $isciplinar ser+ re!eti$o ao *inist/rio P. 7 1o O 4ul"a!ento . Art.or!a $o Capítulo I? $o @ítulo I?. O ser%i$or 1ue respon$er a processo $isciplinar s0 po$er+ ser eDonera$o a pe$i$o& ou aposenta$o %oluntaria!ente& ap0s a conclusão $o processo e o cu!pri!ento $a penali$a$e& acaso aplica$a. 6=& o ato ser+ con%erti$o e! $e!issão& se .o -nico. 7 1o O relat0rio ser+ se!pre conclusi%o 1uanto B inoc:ncia ou B responsa ili$a$e $o ser%i$or. 1=2& 7 2o& ser+ responsa ili5a$a na . Art.erir+ a sua $ecisão. Aprecia$a a $e.(nião e e! 4ornal $e "ran$e circulação na locali$a$e $o -lti!o $o!icílio con3eci$o& para apresentar $e. O processo $isciplinar po$er+ ser re%isto& a 1ual1uer te!po& a pe$i$o ou $e o. 7 6o Se a penali$a$e pre%ista . 1L2. 1G>. 1G=. 1GG. 7 1o E! caso $e . 7 1o Se a penali$a$e a ser aplica$a eDce$er a alça$a $a autori$a$e instaura$ora $o processo& este ser+ enca!in3a$o B autori$a$e co!petente& 1ue $eci$ir+ e! i"ual pra5o.ato nos assenta!entos in$i%i$uais $o ser%i$or. Art.ican$o trasla$a$o na repartição. 7 2o Para $e. . Art. Art. Art. 7 2o Ko caso $e incapaci$a$e !ental $o ser%i$or& a re%isão ser+ re1ueri$a pelo respecti%o cura$or. ?eri. aos !e! ros $a co!issão e ao secret+rio& 1uan$o o ri"a$os a se $eslocare! $a se$e $os tra al3os para a reali5ação $e !issão essencial ao esclareci!ento $os .atos. Art. Ka 3ip0tese $este arti"o& o pra5o para $e. II . Nuan$o o relat0rio $a co!issão contrariar as pro%as $os autos& a autori$a$e 4ul"a$ora po$er+& !oti%a$a!ente& a"ra%ar a penali$a$e proposta& a ran$+. 7 =o Recon3eci$a pela co!issão a inoc:ncia $o ser%i$or& a autori$a$e instaura$ora $o processo $eter!inar+ o seu ar1ui%a!ento& sal%o se . Ko pra5o $e 2Q $ias& conta$os $o rece i!ento $o processo& a autori$a$e 4ul"a$ora pro. Par+"ra. Serão asse"ura$os transporte e $i+rias9 I . 7 2o Recon3eci$a a responsa ili$a$e $o ser%i$or& a co!issão in$icar+ o $ispositi%o le"al ou re"ula!entar trans"re$i$o& e! co!o as circunst'ncias a"ra%antes ou atenuantes. Art. O processo $isciplinar& co! o relat0rio $a co!issão& ser+ re!eti$o B autori$a$e 1ue $eter!inou a sua instauração& para 4ul"a!ento.esa.+ re%el o in$icia$o 1ue& re"ular!ente cita$o& não apresentar $e.o -nico. 1LQ. 1L1. Par+"ra. 1GL.aleci!ento& aus:ncia ou $esapareci!ento $o ser%i$or& 1ual1uer pessoa $a .ica$a a ocorr:ncia $e %ício insan+%el& a autori$a$e 1ue $eter!inou a instauração $o processo ou outra $e 3ierar1uia superior $eclarar+ a sua nuli$a$e& total ou parcial& e or$enar+& no !es!o ato& a constituição $e outra co!issão para instauração $e no%o processo. Ocorri$a a eDoneração $e 1ue trata o par+"ra.esa& a co!issão ela orar+ relat0rio !inucioso& on$e resu!ir+ as peças principais $os autos e !encionar+ as pro%as e! 1ue se aseou para .esa.lico para instauração $a ação penal& . 1G<.o -nico.or o caso.ensor $ati%o& 1ue $e%er+ ser ocupante $e car"o e. 1GC.

Art.a!ília& e co!preen$e u! con4unto $e ene.natali$a$e. Vul"a$a proce$ente a re%isão& ser+ $eclara$a se! e.etua$o at/ o se"un$o $ia -til ap0s a $ata $o pa"a!ento $as re!uneraç#es $os ser%i$ores p. .eito& inclusi%e& as %anta"ens pessoais. O pra5o para 4ul"a!ento ser+ $e 2Q $ias& conta$os $o rece i!ento $o processo& no curso $o 1ual a autori$a$e 4ul"a$ora po$er+ $eter!inar $ili":ncias. Par+"ra. eF licença B "estante& B a$otante e licença. Par+"ra. Aplica!.Art. 7 =o O recol3i!ento $e 1ue trata o 7 6 o $e%e ser e. Par+"ra. Art. 1<1.inali$a$es9 I . 7 6o Ser+ asse"ura$a ao ser%i$or licencia$o ou a.se os proce$i!entos $e co rança e eDecução $os tri utos . "arantir !eios $e su sist:ncia nos e%entos $e $oença& in%ali$e5& %el3ice& aci$ente e! ser%iço& inati%i$a$e& . O re1ueri!ento $e re%isão $o processo ser+ $iri"i$o ao *inistro $e Esta$o ou autori$a$e e1ui%alente& 1ue& se autori5ar a re%isão& enca!in3ar+ o pe$i$o ao $iri"ente $o 0r"ão ou enti$a$e on$e se ori"inou o processo $isciplinar. Art. Da re%isão $o processo não po$er+ resultar a"ra%a!ento $e penali$a$e. $F licença para trata!ento $e sa-$e. Ka petição inicial& o re1uerente pe$ir+ $ia e 3ora para a pro$ução $e pro%as e in1uirição $as teste!un3as 1ue arrolar. Os ene.licos& aplican$o. 1LL. proteção B !aterni$a$e& B a$oção e B paterni$a$e.eti%o& se! $ireito B re!uneração& inclusi%e para ser%ir e! or"anis!o o. 1L>. A si!ples ale"ação $e in4ustiça $a penali$a$e não constitui .ícios $o Plano $e Se"uri$a$e Social& co! eDceção $a assist:ncia B sa-$e.o -nico. Art.o -nico.F licença por aci$ente e! ser%iço.a5 4us no eDercício $e suas atri uiç#es& co!putan$o. A re%isão correr+ e! apenso ao processo ori"in+rio.or!a $o art.lico en1uanto $urar o a. Ko processo re%isional& o Pnus $a pro%a ca e ao re1uerente. cF sal+rio.ícios $o !enciona$o re"i!e $e pre%i$:ncia.un$a!ento para a re%isão& 1ue re1uer ele!entos no%os& ain$a não aprecia$os no processo ori"in+rio. III . 7 1o O ser%i$or ocupante $e car"o e! co!issão 1ue não se4a& si!ultanea!ente& ocupante $e car"o ou e!pre"o e. A co!issão re%isora ter+ GQ EsessentaF $ias para a conclusão $os tra al3os. 1LG. 1<=.ícios e aç#es 1ue aten$a! Bs se"uintes .ícios $o Plano $e Se"uri$a$e Social $o ser%i$or co!preen$e!9 I .ícios serão conce$i$os nos ter!os e con$iç#es $e. 7 2o O ser%i$or a. Art.se to$os os $ireitos $o ser%i$or& eDceto e! relação B $estituição $o car"o e! co!issão& 1ue ser+ con%erti$a e! eDoneração.ini$os e! re"ula!ento& o ser%a$as as $isposiç#es $esta Lei.se& para esse e. 1<2. Art.asta!ento ou a licença& não l3es assistin$o& neste perío$o& os ene. assist:ncia B sa-$e. Art. Art.lico& !e$iante o recol3i!ento !ensal $a respecti%a contri uição& no !es!o percentual $e%i$o pelos ser%i$ores e! ati%i$a$e& inci$ente so re a re!uneração total $o car"o a 1ue . .eito a penali$a$e aplica$a& resta elecen$o.o -nico. 1uanto ao ser%i$or9 aF aposenta$oria.paterni$a$e. 1<C. Art. 1<Q. O 4ul"a!ento ca er+ B autori$a$e 1ue aplicou a penali$a$e& nos ter!os $o art. 1<6.lica $ireta& aut+r1uica e .eti%o ou co! o 1ual coopere& ain$a 1ue contri ua para re"i!e $e pre%i$:ncia social no eDterior& ter+ suspenso o seu %ínculo co! o re"i!e $o Plano $e Se"uri$a$e Social $o Ser%i$or P.o -nico.a!ília. O Plano $e Se"uri$a$e Social %isa a $ar co ertura aos riscos a 1ue estão su4eitos o ser%i$or e sua . A (nião !anter+ Plano $e Se"uri$a$e Social para o ser%i$or e sua .. 1=>. Os ene.eti%o na a$!inistração p.a!ília.se aos tra al3os $a co!issão re%isora& no 1ue cou er& as nor!as e proce$i!entos pr0prios $a co!issão $o processo $isciplinar.aleci!ento e reclusão. Par+"ra.eri$a a petição& a autori$a$e co!petente pro%i$enciar+ a constituição $e co!issão& na . 1LC.e$erais 1uan$o não recol3i$as na $ata $e %enci!ento. Par+"ra.un$acional não ter+ $ireito aos ene. De.o -nico. 1=1. 1L<.icial internacional $o 1ual o Jrasil se4a !e! ro e. II . Título VI Da e'uridade ocial do ervidor Capítulo I Disposições !erais Art. F auDílio.asta$o se! re!uneração a !anutenção $a %inculação ao re"i!e $o Plano $e Se"uri$a$e Social $o Ser%i$or P.asta$o ou licencia$o $o car"o e.

Art.unção e! 1ue se $eu a aposenta$oria.at0rias. AIDS& e outras 1ue a lei in$icar& co! ase na !e$icina especiali5a$a.ici:ncia A$1uiri$a . Art.. 7 1o A aposenta$oria por in%ali$e5 ser+ prece$i$a $e licença para trata!ento $e sa-$e& por perío$o não eDce$ente a 2= E%inte e 1uatroF !eses. 1<>.asta!ento ou a aposenta$oria. 1<> e 22=.icação $o car"o ou .uneral.or!ação ou reclassi."F assist:ncia B sa-$e.or!anteF& Sín$ro!e $e I!uno$e.ícios ou %anta"ens posterior!ente conce$i$as aos ser%i$ores e! ati%i$a$e& inclusi%e 1uan$o $ecorrentes $e trans. O pro%ento $a aposenta$oria ser+ calcula$o co! o ser%'ncia $o $isposto no 7 6o $o art.ícios 3a%i$os por . L1& a aposenta$oria $e 1ue trata o inciso III& HaH e HcH& o ser%ar+ o $isposto e! lei especí.reclusão.icar a re!uneração $os ser%i$ores e! ati%i$a$e.lico& 3anseníase& car$iopatia "ra%e& $oença $e Pardinson& paralisia irre%ersí%el e incapacitante& espon$iloartrose an1uilosante& ne. Capítulo II Dos 7ene. cF auDílio. 1uanto ao $epen$ente9 aF pensão %italícia e te!por+ria.. $F assist:ncia B sa-$e. co!pulsoria!ente& aos setenta anos $e i$a$e& co! pro%entos proporcionais ao te!po $e ser%iço. %oluntaria!ente9 aF aos 6C Etrinta e cincoF anos $e ser%iço& se 3o!e!& e aos 6Q EtrintaF se !ul3er& co! pro%entos inte"rais. 1<G.eri$o& se! pre4uí5o $a ação penal ca í%el. II .se $oenças "ra%es& conta"iosas ou incur+%eis& a 1ue se re.ropatia "ra%e& esta$os a%ança$os $o !al $e Pa"et Eosteíte $e. 7 2o EDpira$o o perío$o $e licença e não estan$o e! con$iç#es $e reassu!ir o car"o ou $e ser rea$apta$o& o ser%i$or ser+ aposenta$o.ícios eção I Da (posentadoria Art.icial& 1ue atestar+ a in%ali$e5 1uan$o caracteri5a$a a incapaci$a$e para o $ese!pen3o $as atri uiç#es $o car"o ou a i!possi ili$a$e $e se aplicar o $isposto no art. 7 6o O lapso $e te!po co!preen$i$o entre o t/r!ino $a licença e a pu licação $o ato $a aposenta$oria ser+ consi$era$o co!o $e prorro"ação $a licença. 7 1o Consi$era!.unç#es $e !a"ist/rio se pro. Par+"ra. 1<<.rau$e& $olo ou !+.er!i$a$e apenas ense4a$ora as $a licenças !oti%a$as ou pela in%ali$e5 $oenças correlaciona$as. 7 Co A crit/rio $a A$!inistração& o ser%i$or e! licença para trata!ento $e sa-$e ou aposenta$o por in%ali$e5 po$er+ ser con%oca$o a 1ual1uer !o!ento& para a%aliação $as con$iç#es 1ue ense4ara! o a. Art.ere o inciso I $este arti"o& tu erculose ati%a& alienação !ental& esclerose !-ltipla& neoplasia !ali"na& ce"ueira posterior ao in"resso no ser%iço p.ica. A aposenta$oria co!puls0ria ser+ auto!+tica& e $eclara$a por ato& co! %i":ncia a partir $o $ia i!e$iato B1uele e! 1ue o ser%i$or atin"ir a i$a$e. 1<L. 3F "arantia $e con$iç#es in$i%i$uais e a! ientais $e tra al3o satis. . $F aos GC Esessenta e cincoF anos $e i$a$e& se 3o!e!& e aos GQ EsessentaF se !ul3er& co! pro%entos proporcionais ao te!po $e ser%iço. 7 =o Para os . por in%ali$e5 per!anente& sen$o os pro%entos inte"rais 1uan$o $ecorrente $e aci$ente e! ser%iço& !ol/stia pro. =1& e re%isto na !es!a $ata e proporção& se!pre 1ue se !o$i. 7 2o O rece i!ento in$e%i$o $e ene. A aposenta$oria %olunt+ria ou por in%ali$e5 %i"orar+ a partir $a $ata $a pu licação $o respecti%o ato. II . F aos 6Q EtrintaF anos $e e.eti%o eDercício e! .essor& e 2C E%inte e cincoF se pro. São esten$i$os aos inati%os 1uais1uer ene. 7 6o Ka 3ip0tese $o inciso I o ser%i$or ser+ su !eti$o B 4unta !/$ica o.ins $o $isposto no 7 1 o $este arti"o& serão consi$era$as en. III . 7 1o As aposenta$orias e pens#es serão conce$i$as e !anti$as pelos 0r"ãos ou enti$a$es aos 1uais se encontra! %incula$os os ser%i$ores& o ser%a$o o $isposto nos arts./& i!plicar+ $e%olução ao er+rio $o total au. cF aos 6Q EtrintaF anos $e ser%iço& se 3o!e!& e aos 2C E%inte e cincoF se !ul3er& co! pro%entos proporcionais a esse te!po.essora& co! pro%entos inte"rais.li!ite $e per!an:ncia no ser%iço ati%o. 7 2o Kos casos $e eDercício $e ati%i$a$es consi$era$as insalu res ou peri"osas& e! co!o nas 3ip0teses pre%istas no art. O ser%i$or ser+ aposenta$o9 I .o -nico. F auDílio.issional ou $oença "ra%e& conta"iosa ou incur+%el& especi.ica$a e! lei& e proporcionais nos $e!ais casos. 2=.

Art. Ao ser%i$or aposenta$o ser+ pa"a a "rati. 2Q2..erior a 1W6 Eu! terçoF $a re!uneração $a ati%i$a$e.asta!ento ser+ conce$i$a !e$iante a%aliação por 4unta !/$ica o. 1>G. Art. 2Q2 $esta Lei ser+ conce$i$a co! ase e! perícia o.o -nico. A licença $e 1ue trata o art.a!ília. eção IV Da 0icença para Tratamento de a#de Art.il3os& inclusi%e os entea$os at/ 21 E%inte e u!F anos $e i$a$e ou& se estu$ante& at/ 2= E%inte e 1uatroF anos ou& se in%+li$o& $e 1ual1uer i$a$e.. 2QQ. 2QC.eitos $epois $e recepciona$o pela uni$a$e $e recursos 3u!anos $o 0r"ão ou enti$a$e.or ser%i$ora.ica$as no 7 1o $o art.o -nico. 2Q1.erirão ao no!e ou nature5a $a $oença& sal%o 1uan$o se .ini$a e! re"ula!ento. 7 2o O auDílio ser+ pa"o ao cPn4u"e ou co!pan3eiro ser%i$or p. o cPn4u"e ou co!pan3eiro e os .a!ília / $e%i$o ao ser%i$or ati%o ou ao inati%o& por $epen$ente econP!ico.i"ura a $epen$:ncia econP!ica 1uan$o o ene. III .onte& inclusi%e pensão ou pro%ento $a aposenta$oria& e! %alor i"ual ou superior ao sal+rio... a !ãe e o pai se! econo!ia pr0pria.lico& 1uan$o a parturiente não .ício& co! ase e! perícia !/$ica& se! pre4uí5o $a re!uneração a 1ue . O a. 1>Q.Art. Par+"ra.ici+rio $o sal+rio.ore! ser%i$ores p. 7 1o Se!pre 1ue necess+rio& a inspeção !/$ica ser+ reali5a$a na resi$:ncia $o ser%i$or ou no esta eleci!ento 3ospitalar on$e se encontrar interna$o. O atesta$o e o lau$o $a 4unta !/$ica não se re. Art.a!ília perce er ren$i!ento $o tra al3o ou $e 1ual1uer outra . O ser%i$or aposenta$o co! pro%ento proporcional ao te!po $e ser%iço se aco!eti$o $e 1ual1uer $as !ol/stias especi.icial. Art.co! atente 1ue ten3a e. Art.or consi$era$o in%+li$o por 4unta !/$ica o. Art. 2Q6.or!a $e.natali$a$e / $e%i$o B ser%i$ora por !oti%o $e nasci!ento $e ..!íni!o. o !enor $e 21 E%inte e u!F anos 1ue& !e$iante autori5ação 4u$icial& %i%er na co!pan3ia e Bs eDpensas $o ser%i$or& ou $o inati%o.il3o& e! 1uantia e1ui%alente ao !enor %enci!ento $o ser%iço p. Art.a!ília ser+ pa"o a u! $eles.eti%a!ente participa$o $e operaç#es /licas& $urante a Se"un$a Guerra *un$ial& nos ter!os $a Lei nA C.icial para concessão $a licença $e 1ue trata o caput $este arti"o& e! co!o nos $e!ais casos $e perícia o. 1>1. 1<G $esta Lei e& por esse !oti%o& .alta $estes& os representantes le"ais $os incapa5es.i"uran$o as 3ip0teses pre%istas nos par+"ra. 7 1o Ka 3ip0tese $e parto !-ltiplo& o %alor ser+ acresci$o $e CQO Ecin1Menta por centoF& por nascituro.licos e %i%ere! e! co!u!& o sal+rio.a!ília não est+ su4eito a 1ual1uer tri uto& ne! ser%ir+ $e ase para 1ual1uer contri uição& inclusi%e para a Pre%i$:ncia Social. 26Q& ser+ aceito atesta$o passa$o por !/$ico particular. 1>L.61C& $e 12 $e sete! ro $e 1>GL& ser+ conce$i$a aposenta$oria co! pro%ento inte"ral& aos 2C E%inte e cincoF anos $e ser%iço e.icial pre%istos nesta Lei& ser+ e. Ser+ conce$i$a ao ser%i$or licença para trata!ento $e sa-$e& a pe$i$o ou $e o.icial passar+ a perce er pro%ento inte"ral& calcula$o co! ase no .. 7 Co A perícia o. Art. 1>>.os $o art.eito $e percepção $o sal+rio. Art. 7 2o IneDistin$o !/$ico no 0r"ão ou enti$a$e no local on$e se encontra ou ten3a eDercício e! car+ter per!anente o ser%i$or& e não se con. II .eti%o& se! re!uneração& não acarreta a suspensão $o pa"a!ento $o sal+rio. Par+"ra. 1><.icial& na . 7 6o Ko caso $o 7 2o $este arti"o& o atesta$o so!ente pro$u5ir+ e.eti%o. 1>=. Nuan$o o pai e !ãe . 1uan$o separa$os& ser+ pa"o a u! e outro& $e acor$o co! a $istri uição $os $epen$entes.se $epen$entes econP!icos para e.etua$a por cirur"i#es. O auDílio.i5er 4us. Ao pai e B !ãe e1uipara!. 7 =o A licença 1ue eDce$er o pra5o $e 12Q Ecento e %inteF $ias no perío$o $e 12 E$o5eF !eses a contar $o pri!eiro $ia $e a. 2Q=. Consi$era!. A licença para trata!ento $e sa-$e in. 1>C. eção III Do al+rio8-amília Art.se o pa$rasto& a !a$rasta e& na . O sal+rio. eção II Do (u%ílio8"atalidade Art. Ao eD. Nuan$o proporcional ao te!po $e ser%iço& o pro%ento não ser+ in. Kão se con. Art.icial.erior a 1C E1uin5eF $ias& $entro $e 1 Eu!F ano& po$er+ ser $ispensa$a $e perícia o.un$a!ento le"al $e concessão $a aposenta$oria.a!ília9 I . O sal+rio.$entistas& nas 3ip0teses e! 1ue a ran"er o ca!po $e atuação $a o$ontolo"ia.icação natalina& at/ o $ia %inte $o !:s $e $e5e! ro& e! %alor e1ui%alente ao respecti%o pro%ento& $e$u5i$o o a$ianta!ento rece i$o.lico& inclusi%e no caso $e nati!orto.asta!ento $o car"o e.

ici:ncia& 1ue %i%a! so a $epen$:ncia econP!ica $o ser%i$or. 2Q>.o -nico. 2QL. 2QG. 21Q.o -nico.ri$o no percurso $a resi$:ncia para o tra al3o e %ice. Art. %italícia9 aF o cPn4u"e. eção VII Da Pensão Art.o -nico. A pro%a $o aci$ente ser+ . 211. 21G. \ ser%i$ora 1ue a$otar ou o ti%er "uar$a 4u$icial $e criança at/ 1 Eu!F ano $e i$a$e& serão conce$i$os >Q Eno%entaF $ias $e licença re!unera$a. Art. Art. 216. 7 1o A licença po$er+ ter início no pri!eiro $ia $o nono !:s $e "estação& sal%o antecipação por prescrição !/$ica. Art. Par+"ra.tratar $e les#es pro$u5i$as por aci$ente e! ser%iço& $oença pro. 7 2o Ko caso $e nasci!ento pre!aturo& a licença ter+ início a partir $o parto.se& 1uanto B nature5a& e! %italícias e te!por+rias.ri$o pelo ser%i$or& 1ue se relacione& !e$iata ou i!e$iata!ente& co! as atri uiç#es $o car"o eDerci$o.icial constitui !e$i$a $e eDceção e so!ente ser+ a$!issí%el 1uan$o ineDistire! !eios e recursos a$e1ua$os e! instituição p. $F a !ãe e o pai 1ue co!pro%e! $epen$:ncia econP!ica $o ser%i$or. Art. O ser%i$or ser+ su !eti$o a eDa!es !/$icos peri0$icos& nos ter!os e con$iç#es $e.icial& a ser%i$ora ter+ $ireito a 6Q EtrintaF $ias $e repouso re!unera$o. II .ici+rio.se ao aci$ente e! ser%iço o $ano9 I . Art. eção VI Da 0icença por (cidente em erviço Art.ísico ou !ental so. 7 1o A pensão %italícia / co!posta $e cota ou cotas per!anentes& 1ue so!ente se eDtin"ue! ou re%erte! co! a !orte $e seus ene. $ecorrente $e a"ressão so. 7 =o Ko caso $e a orto atesta$o por !/$ico o.paterni$a$e $e C EcincoF $ias consecuti%os. 9 (dotante e da 0icença8 Paternidade Art.il3os& o ser%i$or ter+ $ireito B licença. Art. 21C.ica$as no art. Ser+ licencia$o& co! re!uneração inte"ral& o ser%i$or aci$enta$o e! ser%iço.ri$a e não pro%oca$a pelo ser%i$or no eDercício $o car"o. O ser%i$or aci$enta$o e! ser%iço 1ue necessite $e trata!ento especiali5a$o po$er+ ser trata$o e! instituição pri%a$a& B conta $e recursos p.lica.a5e! 4us a u!a pensão !ensal $e %alor correspon$ente ao $a respecti%a re!uneração ou pro%ento& a partir $a $ata $o 0 ito& o ser%a$o o li!ite esta eleci$o no art.a!iliar. II . Con. As pens#es $istin"ue!.A.%ersa. eção V Da 0icença 9 !estante. Par+"ra.ini$os e! re"ula!ento. São ene. eF a pessoa $esi"na$a& !aior $e GQ EsessentaF anos e a pessoa porta$ora $e $e. Art. Para a!a!entar o pr0prio . 21L. Par+"ra.issional ou 1ual1uer $as $oenças especi. Art.uncionais ser+ su !eti$o a inspeção !/$ica. so.eita no pra5o $e 1Q E$e5F $ias& prorro"+%el 1uan$o as circunst'ncias o eDi"ire!. Por !orte $o ser%i$or& os $epen$entes .ici+rios. F a pessoa $es1uita$a& separa$a 4u$icial!ente ou $i%orcia$a& co! percepção $e pensão ali!entícia. 1<G& 7 1o. O ser%i$or 1ue apresentar in$ícios $e les#es or"'nicas ou . Pelo nasci!ento ou a$oção $e . cF o co!pan3eiro ou co!pan3eira $esi"na$o 1ue co!pro%e união est+%el co!o enti$a$e . Art. E1uipara. O trata!ento reco!en$a$o por 4unta !/$ica o. 21=.il3o& at/ a i$a$e $e seis !eses& a ser%i$ora lactante ter+ $ireito& $urante a 4orna$a $e tra al3o& a u!a 3ora $e $escanso& 1ue po$er+ ser parcela$a e! $ois perío$os $e !eia 3ora. te!por+ria9 . Ko caso $e a$oção ou "uar$a 4u$icial $e criança co! !ais $e 1 Eu!F ano $e i$a$e& o pra5o $e 1ue trata este arti"o ser+ $e 6Q EtrintaF $ias.i"ura aci$ente e! ser%iço o $ano . 7 2o A pensão te!por+ria / co!posta $e cota ou cotas 1ue po$e! se eDtin"uir ou re%erter por !oti%o $e !orte& cessação $e in%ali$e5 ou !aiori$a$e $o ene. Ser+ conce$i$a licença B ser%i$ora "estante por 12Q Ecento e %inteF $ias consecuti%os& se! pre4uí5o $a re!uneração. 2QG. 212. =2.ici+rios $as pens#es9 I .licos. 7 6o Ko caso $e nati!orto& $ecorri$os 6Q EtrintaF $ias $o e%ento& a ser%i$ora ser+ su !eti$a a eDa!e !/$ico& e se 4ul"a$a apta& reassu!ir+ o eDercício. 2Q<.

21<.ici+rio9 cF o ir!ão 0r. a cessação $e in%ali$e5& e! se tratan$o $e ene.ão& at/ 21 E%inte e u!F anos& e o in%+li$o& en1uanto $urar a in%ali$e5& 1ue co!pro%e! $epen$:ncia econP!ica $o ser%i$or. Art. $F a pessoa $esi"na$a 1ue %i%a na $epen$:ncia econP!ica $o ser%i$or& at/ 21 E%inte e u!F anos& ou& se in%+li$a& en1uanto $urar a in%ali$e5. Art.ici+rio $e pensão te!por+ria !oti%a$a por in%ali$e5 po$er+ ser con%oca$o a 1ual1uer !o!ento para a%aliação $as con$iç#es 1ue ense4ara! a concessão $o ene. eção VIII Do (u%ílio8-uneral Art.a!ília $o ser%i$or . o seu . 7 2o Ocorren$o 3a ilitação Bs pens#es %italícia e te!por+ria& !eta$e $o %alor ca er+ ao titular ou titulares $a pensão %italícia& sen$o a outra !eta$e ratea$a e! partes i"uais& entre os titulares $a pensão te!por+ria. 7 6o Ocorren$o 3a ilitação so!ente B pensão te!por+ria& o %alor inte"ral $a pensão ser+ ratea$o& e! partes i"uais& entre os 1ue se 3a ilitare!.or!a$a e! %italícia ou te!por+ria& con. O auDílio.se o $isposto no par+"ra.ici+rio in%+li$o. 7 2o A concessão $a pensão te!por+ria aos ene.il3os& ou entea$os& at/ 21 E%inte e u!F anos $e i$a$e& ou& se in%+li$os& en1uanto $urar a in%ali$e5. III . $a pensão %italícia para os re!anescentes $esta pensão ou para os titulares $a pensão te!por+ria& se não 3ou%er pensionista re!anescente $a pensão %italícia.ici+rios $e 1ue trata! as alíneas HaH e HcH $o inciso I $este arti"o eDclui $esse $ireito os $e!ais ene.o -nico $o art.or!a $o art. Par+"ra. 226. Ser+ conce$i$a pensão pro%is0ria por !orte presu!i$a $o ser%i$or& nos se"uintes casos9 I . 7 1o A concessão $e pensão %italícia aos ene. 22Q. 1<>. a anulação $o casa!ento& 1uan$o a $ecisão ocorrer ap0s a concessão $a pensão ao cPn4u"e.ici+rios $e 1ue trata! as alíneas HaH e H H $o inciso II $este arti"o eDclui $esse $ireito os $e!ais ene. 7 1o Ko caso $e acu!ulação le"al $e car"os& o auDílio ser+ pa"o so!ente e! ra5ão $o car"o $e !aior re!uneração. $esapareci!ento no $ese!pen3o $as atri uiç#es $o car"o ou e! !issão $e se"urança. Art. $esapareci!ento e! $esa a!ento& inun$ação& inc:n$io ou aci$ente não caracteri5a$o co!o e! ser%iço. 21>. A crit/rio $a A$!inistração& o ene.aF os .or o.ici+rio& a respecti%a cota re%erter+9 I .or!e o caso& $ecorri$os C EcincoF anos $e sua %i":ncia& ressal%a$o o e%entual reapareci!ento $o ser%i$or& 3ip0tese e! 1ue o ene. Art.ici+rio $a pensão %italícia. II . Art. 222. ene. Acarreta per$a $a 1uali$a$e $e ene. a acu!ulação $e pensão na .ici+rio ou re$ução $e pensão s0 pro$u5ir+ e. Art.alta $estes& para o ene. A pensão pro%is0ria ser+ trans.a5 4us B pensão o ene.aleci!ento. I . 22=. "uar$a ou tutela at/ 21 E%inte e u!F III .ici+rios re. Art. Par+"ra.eri$os nas alíneas H$H e HeH. As pens#es serão auto!atica!ente atuali5a$as na !es!a $ata e na !es!a proporção $os rea4ustes $os %enci!entos $os ser%i$ores& aplican$o. $eclaração $e aus:ncia& pela autori$a$e 4u$ici+ria co!petente. 22G. Conce$i$a a pensão& 1ual1uer pro%a posterior ou 3a ilitação tar$ia 1ue i!pli1ue eDclusão $e ene.ici+rios $a pensão te!por+ria. a !aiori$a$e $e . Art. Par+"ra. II ..eitos a partir $a $ata e! 1ue .o -nico.uneral / $e%i$o B . 7 1o Ocorren$o 3a ilitação $e %+rios titulares B pensão %italícia& o seu %alor ser+ $istri uí$o e! partes i"uais entre os ene.ício. a ren-ncia eDpressa.ício ser+ auto!atica!ente cancela$o. Ressal%a$o o $ireito $e opção& / %e$a$a a percepção cu!ulati%a $e !ais $e $uas pens#es. I? .ão ou pessoa $esi"na$a& aos 21 E%inte e u!F anos $e i$a$e.ereci$a.ici+rios re. Kão .so!ente as prestaç#es eDi"í%eis 3+ !ais $e C EcincoF anos.o -nico. . F o !enor so anos $e i$a$e. ?I .ici+rios 3a ilita$os. 22C.eri$os nas alíneas HcH e H$H. 22C.aleci$o na ati%i$a$e ou aposenta$o& e! %alor e1ui%alente a u! !:s $a re!uneração ou pro%ento. $a pensão te!por+ria para os co.o -nico. 221. A pensão ser+ conce$i$a inte"ral!ente ao titular $a pensão %italícia& eDceto se eDistire! ene.il3o& ir!ão 0r. II .ici+rios ou& na . Por !orte ou per$a $a 1uali$a$e $e ene.ici+rio con$ena$o pela pr+tica $e cri!e $oloso $e 1ue ten3a resulta$o a !orte $o ser%i$or. ? . A pensão po$er+ ser re1ueri$a a 1ual1uer te!po& prescre%en$o tão.

II . concessão $e !e$al3as& $iplo!as $e 3onra ao !/rito& con$ecoração e elo"io. 22L.asta$o por !oti%o $e prisão& e! .se o $ia $o co!eço e incluin$o.o anterior& o 0r"ão ou enti$a$e pro!o%er+ a contratação $a prestação $e ser%iços por pessoa 4urí$ica& 1ue constituir+ 4unta !/$ica especi. 22<.a!ília 1ue 3ou%er custea$o o .un$ação p.ica li!ita$o ao total $espen$i$o pelo ser%i$or ou pensionista ci%il co! plano ou se"uro pri%a$o $e assist:ncia B sa-$e. 7 6o Para os .ins lucrati%os $eclara$as $e utili$a$e p.ican$o prorro"a$o& para o pri!eiro $ia . \ . II .a!ília co!preen$e assist:ncia !/$ica& 3ospitalar& o$ontol0"ica& psicol0"ica e .ora $o local $e tra al3o& inclusi%e no eDterior& as $espesas $e transporte $o corpo correrão B conta $e recursos $a (nião& autar1uia ou . Título VIII Capítulo Único Das Disposições !erais Art.GGG& $e 21 $e 4un3o $e 1>>6& opera$oras $e planos e se"uros pri%a$os $e assist:ncia B sa-$e 1ue possua! autori5ação $e .or!a $e auDílio& !e$iante ressarci!ento parcial $o %alor $espen$i$o pelo ser%i$or& ati%o ou inati%o& e seus $epen$entes ou pensionistas co! planos ou se"uros pri%a$os $e assist:ncia B sa-$e& na .or posto e! li er$a$e& ain$a 1ue con$icional. Capítulo III Da (ssist:ncia 9 a#de Art.or!a $a Lei n o <.aleci!ento $e ser%i$or e! ser%iço .a!iliares $e.icial& para a sua reali5ação o 0r"ão ou enti$a$e cele rar+& pre.lica. 7 1o Kos casos pre%istos no inciso I $este arti"o& o ser%i$or ter+ $ireito B inte"rali5ação $a re!uneração& $es$e 1ue a sol%i$o. Art. E! caso $e .unciona!ento $o 0r"ão re"ula$or& sen$o certo 1ue os con%:nios cele ra$os $epois $essa $ata so!ente po$erão s:. reclusão& nos se"uintes %alores9 I .ica!ente para esses .uneral. 7 Co O %alor $o ressarci!ento .ar!ac:utica& ter+ co!o $iretri5 +sica o i!ple!ento $e aç#es pre%enti%as %olta$as para a pro!oção $a sa-$e e ser+ presta$a pelo Siste!a Znico $e Sa-$e S S(S& $ireta!ente pelo 0r"ão ou enti$a$e ao 1ual esti%er %incula$o o ser%i$or& ou !e$iante con%:nio ou contrato& ou ain$a na . !eta$e $a re!uneração& $urante o a. Po$erão ser instituí$os& no '! ito $os Po$eres EDecuti%o& Le"islati%o e Vu$ici+rio& os se"uintes incenti%os . se o $o %enci!ento& .7 6o O auDílio ser+ pa"o no pra5o $e =< E1uarenta e oitoF 3oras& por !eio $e proce$i!ento su!aríssi!o& B pessoa $a .erencial!ente& con%:nio co! uni$a$es $e aten$i!ento $o siste!a p.uneral .asta!ento& e! %irtu$e $e con$enação& por sentença $e. A assist:ncia B sa-$e $o ser%i$or& ati%o ou inati%o& e $e sua .ins $o $isposto no caput $este arti"o& .lica& ou co! o Instituto Kacional $o Se"uro Social . contratar& !e$iante licitação& na .eti%a!ente cele ra$os e pu lica$os at/ 12 $e . 7 2o O pa"a!ento $o auDílio. 7 2o Ka i!possi ili$a$e& $e%i$a!ente 4usti.or custea$o por terceiro& este ser+ in$eni5a$o& o ser%a$o o $isposto no arti"o anterior.ica! a (nião e suas enti$a$es aut+r1uicas e .issão. 26G. eção I& Do (u%ílio8Reclusão Art. $ois terços $a re!uneração& 1uan$o a.or!a esta eleci$a e! re"ula!ento.un$acionais autori5a$as a9 I . 26L.initi%a& a pena 1ue não $eter!ine a per$a $e car"o. cele rar con%:nios eDclusi%a!ente para a prestação $e ser%iços $e assist:ncia B sa-$e para os seus ser%i$ores ou e!pre"a$os ati%os& aposenta$os& pensionistas& e! co!o para seus respecti%os "rupos . Os pra5os pre%istos nesta Lei serão conta$os e! $ias corri$os& eDcluin$o. Se o . O Dia $o Ser%i$or P. 7 1o Kas 3ip0teses pre%istas nesta Lei e! 1ue se4a eDi"i$a perícia& a%aliação ou inspeção !/$ica& na aus:ncia $e !/$ico ou 4unta !/$ica o.or!a $a re"ula!entação especí. Art.reclusão cessar+ a partir $o $ia i!e$iato B1uele e! 1ue o ser%i$or .la"rante ou pre%enti%a& $eter!ina$a pela autori$a$e co!petente& en1uanto per$urar a prisão. Art.a%oreça! o au!ento $e pro$uti%i$a$e e a re$ução $os custos operacionais.ica$a& $a aplicação $o $isposto no par+"ra.uncionais& al/! $a1ueles 4+ pre%istos nos respecti%os planos $e carreira9 I .a!ília $o ser%i$or ati%o / $e%i$o o auDílio.iscali5a$ora $a pro.ica so re patrocínio $e auto"est#es& a ser pu lica$a pelo !es!o 0r"ão re"ula$or& no pra5o $e 1<Q Ecento e oitentaF $ias $a %i":ncia $esta Lei& nor!as essas ta! /! aplic+%eis aos con%:nios eDistentes at/ 12 $e .e%ereiro $e 2QQG e 1ue possua! autori5ação $e . II .ins& in$ican$o os no!es e especiali$a$es $os seus inte"rantes& co! a co!pro%ação $e suas 3a ilitaç#es e $e 1ue não este4a! respon$en$o a processo $isciplinar 4unto B enti$a$e . IKSS.lico $e sa-$e& enti$a$es se! .e%ereiro $e 2QQG. pr:!ios pela apresentação $e i$/ias& in%entos ou tra al3os 1ue .lo na .lico ser+ co!e!ora$o a %inte e oito $e outu ro. 22>. Art.ini$os& co! enti$a$es $e auto"estão por elas patrocina$as por !eio $e instru!entos 4urí$icos e. 26Q. 26<.unciona!ento $o 0r"ão re"ula$or.

Os a$icionais por te!po $e ser%iço& 4+ conce$i$os aos ser%i$ores a ran"i$os por esta Lei& . 2=2.e$eral.rer $iscri!inação e! sua %i$a .se.ica! trans.lico . Art.licos& os ser%i$ores $os Po$eres $a (nião& $os eD. )ica! su !eti$os ao re"i!e 4urí$ico instituí$o por esta Lei& na 1uali$a$e $e ser%i$ores p.ica ou política& o ser%i$or não po$er+ ser pri%a$o $e 1uais1uer $os seus $ireitos& so.L11& $e 1>C2& ou por outro $iplo!a le"al& . Estatuto $os )uncion+rios P.ilos0.lico& en1uanto não a$1uirire! a nacionali$a$e rasileira& passarão a inte"rar ta ela e! eDtinção& $o respecti%o 0r"ão ou enti$a$e& se! pre4uí5o $os $ireitos inerentes aos planos $e carreira aos 1uais se encontre! %incula$os os e!pre"os. 7 Go Os e!pre"os $os ser%i$ores estran"eiros co! esta ili$a$e no ser%iço p. 1<= $o anti"o Estatuto $os )uncion+rios P.eti%o eDercício no ser%iço p. Para os . 2=C.iança eDerci$as por pessoas não inte"rantes $e ta ela per!anente $o 0r"ão ou enti$a$e on$e t:! eDercício . 7 >o Os car"os %a"os e! $ecorr:ncia $a aplicação $o $isposto no 7 Lo po$erão ser eDtintos pelo Po$er EDecuti%o 1uan$o consi$era$os $esnecess+rios.rias e -inais Art.pr:!io por assi$ui$a$e& na . Art. At/ a e$ição $a lei pre%ista no 7 1o $o art. cF $e $escontar e! .o anterior.or .se ao cPn4u"e a co!pan3eira ou co!pan3eiro& 1ue co!pro%e união est+%el co!o enti$a$e . )AS& eDerci$as por ser%i$or inte"rante $e 1ua$ro ou ta ela $e pessoal& .ica! eDtintas na $ata $a %i":ncia $esta Lei. As pens#es estatut+rias& conce$i$as at/ a %i":ncia $esta Lei& passa! a ser !anti$as pelo 0r"ão ou enti$a$e $e ori"e! $o ser%i$or.eito $o $isposto no @ítulo ?I $esta Lei& 3a%er+ a4uste $e contas co! a Pre%i$:ncia Social& correspon$ente ao perío$o $e contri uição por parte $os ser%i$ores celetistas a ran"i$os pelo art. F $e ina!o%i ili$a$e $o $iri"ente sin$ical& at/ u! ano ap0s o . 2CQ.il3os& 1uais1uer pessoas 1ue %i%a! Bs suas eDpensas e conste! $o seu assenta!ento in$i%i$ual. <L a >Q. A licença especial $isciplina$a pelo art. 2=6. 2=6.ins $e inci$:ncia $o i!posto $e ren$a na .ilia$o& o %alor $as !ensali$a$es e contri uiç#es $e.licos Ci%is $a (nião& ou pela Consoli$ação $as Leis $o @ra al3o& apro%a$a pelo Decreto.@errit0rios& $as autar1uias& inclusi%e as e! re"i!e especial& e $as . Art.etua$os a título $e in$eni5ação pre%ista no par+"ra.se se$e o !unicípio on$e a repartição esti%er instala$a e on$e o ser%i$or ti%er eDercício& e! car+ter per!anente. 7 1o Os e!pre"os ocupa$os pelos ser%i$ores incluí$os no re"i!e instituí$o por esta Lei .ol3a& se! Pnus para a enti$a$e sin$ical a 1ue .a!ília $o ser%i$or& al/! $o cPn4u"e e . 7 Co O re"i!e 4urí$ico $esta Lei / eDtensi%o aos ser%entu+rios $a Vustiça& re!unera$os co! recursos $a (nião& no 1ue cou er.=C2& $e 1o $e !aio $e 1>=6& eDceto os contrata$os por pra5o $eter!ina$o& cu4os contratos não po$erão ser prorro"a$os ap0s o %enci!ento $o pra5o $e prorro"ação. Art.inal $o !an$ato& eDceto se a pe$i$o. Por !oti%o $e crença reli"iosa ou $e con%icção . 7 6o As )unç#es $e Assessora!ento Superior .ini$as e! asse! l/ia "eral $a cate"oria. 2=<.or!a $a lei. 11G $a Lei nA 1.or!a$os e! car"os& na $ata $e sua pu licação. 7 2o As .or!e re"ula!ento pr0prio. 2=1.or!a e nos percentuais atual!ente esta eleci$os para o ser%i$or ci%il $a (nião con.or!a$as e! car"os e! co!issão& e !anti$as en1uanto não . Art.+ co! a %anta"e! pre%ista na1uele $ispositi%o.L11& $e 2< $e outu ro $e 1>C2 . 7 Lo Os ser%i$ores p. Ao ser%i$or p. Art.or!a$os e! anu:nio.ica! trans.licas& re"i$os pela Lei nA 1. Consi$era!.a!iliar.unç#es $e con. Art.or i!planta$o o plano $e car"os $os 0r"ãos ou enti$a$es na . Par+"ra.onte e na $eclaração $e ren$i!entos& serão consi$era$os co!o in$eni5aç#es isentas os pa"a!entos e.un$aç#es p. E1uipara.licos $e 1ue trata o caput $este arti"o& não a!para$os pelo art. 7 <o Para .ica trans.ica! trans.ins $esta Lei& consi$era.eito ou %ier a satis. O ser%i$or 1ue 4+ ti%er satis. Art. 2==.L11& $e 2< $e outu ro $e 1>C2& aposentar.o -nico. .or!a pre%ista nos arts. 2=L. 2=Q. Para e.Lei nA C.uncional& ne! eDi!ir.a5er& $entro $e 1 Eu!F ano& as con$iç#es necess+rias para a aposenta$oria nos ter!os $o inciso II $o art.or!a$a e! licença. 26>. Art. Art. 1> $o Ato $as Disposiç#es Constitucionais @ransit0rias& po$erão& no interesse $a A$!inistração e con. Título I& Capítulo Único Das Disposições Transit.or!e crit/rios esta eleci$os e! re"ula!ento& ser eDonera$os !e$iante in$eni5ação $e u! !:s $e re!uneração por ano $e e. 2=>.-til se"uinte& o pra5o %enci$o e! $ia e! 1ue não 3a4a eDpe$iente.se $o cu!pri!ento $e seus $e%eres.se $a .licos Ci%is $a (nião& Lei n] 1.lico ci%il / asse"ura$o& nos ter!os $a Constituição )e$eral& o $ireito B li%re associação sin$ical e os se"uintes $ireitos& entre outros& $ela $ecorrentes9 aF $e ser representa$o pelo sin$icato& inclusi%e co!o su stituto processual. 261& os ser%i$ores a ran"i$os por esta Lei contri uirão na .

L11& $e 2< $e outu ro $e 1>C2& e respecti%a le"islação co!ple!entar& e! co!o as $e!ais $isposiç#es e! contr+rio.inanceiros a partir $o pri!eiro $ia $o !:s su se1Mente. 2C6. Esta Lei entra e! %i"or na $ata $e sua pu licação& co! e.Art. Art. .eitos . 2C2. )ica! re%o"a$as a Lei nA 1.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful