Você está na página 1de 1

404 ISSN 1677-7042 1 Nº 245, sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

elegíveis (ver item 35E), pode aplicar, posteriormente, a abor- (a) pode julgar que o valor contábil do ativo financeiro (ii) a quantia que teria sido apresentada no resultado para
dagem de sobreposição quando possuir ativos financeiros ele- mensurado, conforme aplicação da NBC TG 38, é uma apro- os ativos financeiros designados, se a seguradora tivesse aplicado
gíveis. ximação razoável do seu valor justo, se a seguradora não for a NBC TG 38;
35L. O item 30 desta norma permite a prática que é obrigada a divulgar o valor justo, aplicando o item 29(a) da NBC (e) o efeito da reclassificação, descrito nos itens 35B e
algumas vezes descrita como shadow accounting. Se a seguradora TG 40 (por exemplo, contas a receber em curto prazo); e 35M, sobre cada item do resultado afetado; e
aplicar a abordagem de sobreposição, a prática de shadow ac- (b) deve considerar o nível de detalhe necessário para (f) se, durante o período das demonstrações contábeis, a
counting pode ser aplicável. permitir que os usuários das demonstrações contábeis entendam as seguradora mudou a designação de ativos financeiros:
35M. A reclassificação de valor da demonstração do características dos ativos financeiros. (i) o valor reclassificado da demonstração do resultado
resultado para outros resultados abrangentes, aplicando o item 39G. Para cumprir o item 39B(b), a seguradora deve para outros resultados abrangentes, no período relativo aos ativos
35B, pode ter efeito consequente de incluir outros valores em divulgar informações sobre a exposição ao risco de crédito, in- financeiros recém-designados para aplicação da abordagem de
outros resultados abrangentes, tais como tributos. A seguradora cluindo concentrações significativas de risco de crédito, inerentes sobreposição (ver item 35F(b));
deve aplicar as normas relevantes, como, por exemplo, a NBC TG aos ativos financeiros descritos no item 39E(a). No mínimo, a (ii) a quantia que teria sido reclassificada da demonstração
32 - Tributos sobre o Lucro, para determinar qualquer efeito seguradora deve divulgar a seguinte informação para esses ativos do resultado para outros resultados abrangentes, no período em
consequente. financeiros no final do período das demonstrações contábeis: análise, se os ativos financeiros não tivessem tido a designação
35N. Se a entidade adotante pela primeira vez optar por (a) por classificação do grau de risco de crédito, tal como retirada (ver item 35I(a)); e
definido na NBC TG 40, os valores contábeis aplicáveis pela NBC (iii) o valor, reclassificado no período, de outros re-
aplicar a abordagem de sobreposição, deve refazer a informação
TG 38 (no caso de ativos financeiros mensurados pelo custo sultados abrangentes acumulados para o resultado, relativo aos
comparativa para refletir a abordagem de sobreposição, se, e
amortizado, antes de quaisquer ajustes para perdas por redução ao ativos financeiros cuja designação foi retirada (ver item 35J).
somente se, ela reapresentar a informação comparativa para cum- 39M. Se a entidade aplicou a abordagem de sobreposição
prir a NBC TG 48. valor recuperável);
(b) para os ativos financeiros descritos no item 39E(a) ao contabilizar o seu investimento em coligada ou empreendimento
39B. A seguradora, que optar pela aplicação da isenção controlado em conjunto, usando o método da equivalência pa-
temporária da NBC TG 48, deve divulgar informações que per- que, no final do período das demonstrações contábeis, não pos-
suem baixo risco de crédito, valor justo e valor contábil, aplicando trimonial, a entidade deve divulgar o seguinte, além da informação
mitam aos usuários das demonstrações contábeis: requerida pela NBC TG 45:
a NBC TG 38 (no caso de ativos financeiros mensurados pelo
(a) entender como a seguradora se qualificou para a (a) as informações descritas nos itens 39K e 39L para
custo amortizado, antes de quaisquer ajustes para perdas por
isenção temporária; e cada coligada ou empreendimento controlado em conjunto que seja
redução ao valor recuperável). Para efeitos dessa divulgação, o
(b) comparar as seguradoras, que aplicam a isenção tem- item B5.5.22 da NBC TG 48 fornece os requisitos relevantes para relevante para a entidade. Os valores divulgados são aqueles
porária, com entidades que aplicam a NBC TG 48. avaliar se o risco de crédito do instrumento financeiro é con- incluídos nas demonstrações contábeis, elaboradas em conformi-
39C. Para cumprir o item 39B(a), a seguradora deve siderado baixo. dade com as normas, interpretações e comunicados do CFC, da
divulgar que está aplicando a isenção temporária da NBC TG 48 39H. Para cumprir o item 39B(b), a seguradora deve coligada ou empreendimento controlado em conjunto, após refletir
e ainda como concluiu, na data especificada no item 20B(b), que divulgar o local em que o usuário das demonstrações contábeis eventuais ajustes realizados pela entidade ao usar o método da
se qualifica para a isenção temporária da NBC TG 48, in- pode obter qualquer informação publicamente disponível, requerida equivalência patrimonial (ver item B14(a) da NBC TG 45), em
cluindo: pela NBC TG 48, que diga respeito à entidade que faça parte do vez da parcela da entidade sobre esses montantes;
(a) se o valor contábil de seus passivos decorrentes de grupo e que não sejam fornecidas nas demonstrações contábeis (b) a informação quantitativa descrita nos itens 39K e
contratos dentro do âmbito desta norma (ou seja, as respon- consolidadas desse grupo para o período. Por exemplo, essas 39L(d) e (f), e o efeito da reclassificação descrito no item 35B
sabilidades descritas no item 20E(a)) foi inferior ou igual a 90% informações requeridas pela NBC TG 48 podem ser obtidas nas sobre a demonstração do resultado e outros resultados abrangentes
do valor contábil total de todos os seus passivos, a natureza e o demonstrações contábeis individuais ou separadas disponíveis pu- de forma agregada para todas as coligadas ou empreendimentos
valor contábil das obrigações relacionadas com seguro que não são blicamente da entidade dentro do grupo que aplicou a NBC TG controlados em conjunto, individualmente imateriais. Os valores
passivos decorrentes de contratos dentro do âmbito desta norma 48. agregados:
(ou seja, aqueles passivos descritos nos itens 20E(b) e 20E(c)); 39I. Se a entidade optou por aplicar a isenção prevista no (i) divulgados devem refletir a parcela da entidade sobre
(b) se o percentual do valor contábil total de suas obri- item 20O para os requisitos específicos descritos na NBC TG 18, esses montantes; e
gações relacionadas com seguro em relação ao valor contábil total deve divulgar esse fato. (ii) para as coligadas, devem ser divulgados separada-
de todos os seus passivos era inferior ou igual a 90%, mas 39J. Se a entidade aplicou a isenção temporária da NBC mente dos montantes agregados divulgados para empreendimento
superior a 80%, como a seguradora determinou que não se envolve TG 48 ao contabilizar o seu investimento em coligada ou em- controlado em conjunto.
em atividade significativa não relacionada com seguro, incluindo preendimento controlado em conjunto, utilizando o método da 45. Não obstante o item 4.4.1 da NBC TG 48, quando a
as informações que considerou; e equivalência patrimonial (por exemplo, ver o item 20O(a)), a seguradora (...) financeiros para que eles sejam mensurados ao
(c) se a seguradora se classificou para a isenção tem- entidade deve divulgar o seguinte, além da informação requerida valor justo por meio do resultado. (...)
46. A primeira revisão desta norma, que permite às se-
porária da NBC TG 48 baseada em reavaliação de qualificação, pela NBC TG 45 - Divulgação de Participações em Outras En-
guradoras, que atendam aos critérios especificados, aplicar a isen-
aplicando o item 20G(b): tidades:
ção temporária da NBC TG 48, para períodos anuais com início
(i) a razão para a reavaliação de qualificação; (a) as informações descritas nos itens 39B a 39H para
em, ou após, 1º de janeiro de 2018, alterou os itens 3 e 5, e
(ii) a data em que a mudança relevante em suas atividades cada coligada ou empreendimento controlado em conjunto que seja
incluiu os itens 20A a 20Q, 35A e 39B a 39J e seus títulos após
ocorreu; e relevante para a entidade. Os valores divulgados devem ser aque-
os itens 20, 20K, 20N e 39A. A entidade deve aplicar essas
(iii) uma explicação detalhada da alteração em suas ati- les incluídos nas demonstrações contábeis, elaboradas em con- alterações quando os órgãos reguladores aprovarem a NBC TG 48
vidades e a descrição qualitativa do efeito dessa alteração sobre as formidade com as normas, interpretações e comunicados do CFC, e a mencionada revisão, recomendando-se aos reguladores a vi-
demonstrações contábeis da seguradora. da coligada ou empreendimento controlado em conjunto depois de gência para os períodos anuais com início em ou após 1º de
39D. Se, ao aplicar o item 20G(a), a entidade concluir que refletir eventuais ajustes realizados pela entidade ao usar o método janeiro de 2018.
as suas atividades não são mais predominantemente relacionadas da equivalência patrimonial (ver item B14(a) da NBC TG 45), em 47. A entidade, que divulgar a informação exigida pelos
com seguro, deve divulgar as seguintes informações em cada vez da parcela da entidade sobre esses montantes; itens 39B a 39J, deve utilizar as disposições transitórias da NBC
período das demonstrações contábeis, antes de começar a aplicar a (b) a informação quantitativa descrita nos itens 39B a TG 48, que são relevantes, para fazer as alterações requeridas
NBC TG 48: 39H, de modo agregado, para todas as coligadas ou empre- nessas divulgações. A data da aplicação inicial para esse efeito
(a) o fato de que a entidade não se qualifica mais para a endimentos controlados em conjunto, individualmente imateriais. deve ser o início do primeiro período anual com início em, ou
isenção temporária da NBC TG 48; Os valores agregados: após, 1º de janeiro de 2018.
(b) a data em que ocorreu a alteração relevante em suas (i) divulgados devem refletir a parcela da entidade sobre 48. A primeira revisão desta norma, que permite às se-
atividades; e esses montantes; e guradoras aplicar a abordagem de sobreposição para ativos fi-
(c) uma explicação detalhada da alteração de suas ati- (ii) para as coligadas devem ser divulgados separadamente nanceiros designados, alterou os itens 3 e 5 e incluiu os itens 35A
vidades e a descrição qualitativa do efeito dessa mudança sobre as dos montantes agregados, divulgados para empreendimento con- a 35N e 39K a 39M e seus títulos após os itens 35A, 35K, 35M
demonstrações contábeis da entidade. trolado em conjunto. e 39J. A entidade deve aplicar essas alterações, que permitem às
39E. Para cumprir o item 39B(b), a seguradora deve 39K. A seguradora, que aplicar a abordagem de so- seguradoras aplicarem a abordagem de sobreposição para ativos
divulgar o valor justo ao final do período das demonstrações breposição, deve divulgar informações que permitam aos usuários financeiros designados, quando, após aprovação da mencionada
das demonstrações contábeis compreender: revisão pelos reguladores, aplicar pela primeira vez a NBC TG 48
contábeis e o valor da alteração no valor justo durante esse
(a) como o montante total reclassificado da demonstração (ver item 35C).
período para os dois grupos de ativos financeiros seguintes, de
do resultado para outros resultados abrangentes no período das 49. A entidade que opte por aplicar a abordagem de
forma separada: demonstrações contábeis foi calculado; e
(a) ativos financeiros com termos contratuais que dão sobreposição deve:
(b) o efeito dessa reclassificação sobre as demonstrações (a) aplicar essa abordagem retrospectivamente aos ativos
origem, em datas especificadas, a fluxos de caixa que constituam, contábeis.
exclusivamente, pagamentos de principal e juros sobre o valor financeiros designados na transição para a NBC TG 48. Assim,
39L. Para cumprir o item 39K, a seguradora deve di- por exemplo, a entidade deve reconhecer, como ajuste ao saldo de
principal em aberto (ou seja, ativos financeiros que atendam à vulgar:
condição descrita nos itens 4.1.2(b) e 4.1.2A(b) da NBC TG 48), abertura de outros resultados abrangentes acumulados, o montante
(a) o fato de que está aplicando a abordagem de so- igual à diferença entre o valor justo dos ativos financeiros de-
exceto qualquer ativo financeiro que satisfaça à definição de breposição; signados determinados pela aplicação da NBC TG 48 e o res-
mantidos para negociação da NBC TG 48, ou que seja gerenciado (b) o valor, escriturado no fim do período das demons- pectivo valor contábil determinado pela aplicação da NBC TG
e cujo desempenho seja avaliado com base no valor justo (ver trações contábeis, dos ativos financeiros, por classe, aos quais a 38;
item B4.1.6 da NBC TG 48); seguradora aplica a abordagem de sobreposição; (b) refazer a informação comparativa para refletir a abor-
(b) todos os outros ativos financeiros que não os es- (c) o fundamento para designação dos ativos financeiros dagem de sobreposição se, e somente se, a entidade reapresentar a
pecificados no item 39E(a), isto é, qualquer ativo financeiro: aos quais foi aplicada a abordagem de sobreposição, incluindo informação comparativa na aplicação da NBC TG 48.
(i) com termos contratuais que não dão origem, em datas uma explicação de quaisquer ativos financeiros designados, que Em razão dessas alterações, as disposições não alteradas
especificadas, a fluxos de caixa que constituam exclusivamente são mantidos fora da entidade jurídica que emite contratos dentro desta norma são mantidas, e a sigla da NBC TG 11 (R1),
pagamentos de principal e juros sobre o valor principal em aber- do âmbito desta norma; publicada no DOU, Seção 1, de 20/12/2013, passa a ser NBC TG
to; (d) uma explicação do montante total, reclassificado da 11 (R2).
(ii) que satisfaça à definição de mantido para negociação demonstração do resultado para outros resultados abrangentes, no As alterações desta norma entram em vigor na data de sua
da NBC TG 48; ou período das demonstrações contábeis, de forma que permita aos publicação, produzindo seus efeitos a partir de 1º de janeiro de
(iii) que seja gerenciado e cujo desempenho seja avaliado usuários das demonstrações contábeis compreenderem como esse 2018.
com base no valor justo. valor foi calculado, incluindo:
39F. Ao divulgar a informação descrita no item 39E, a (i) o valor apresentado no resultado para os ativos fi- JOSÉ MARTONIO ALVES COELHO
seguradora: nanceiros designados, que aplicam a NBC TG 48; e Presidente do Conselho

Este documento pode ser verificado no endereço eletrônico http://www.in.gov.br/autenticidade.html, Documento assinado digitalmente conforme MP nº 2.200-2 de 24/08/2001, que institui a
pelo código 00012017122200404 Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil.