Você está na página 1de 2

1

“PORTFOLIO”

1. O Tema
O tema deve coincidir com um tópico a ser abordado na aula; delimita a pesquisa.

Ainda quando o tema é proposto pelo professor, cabe ao aluno delimitar, com
precisão, o tema indicado, ou seja, é preciso distingui-lo de temas afins, tendo
presente o domínio sobre o qual vai trabalhar. (SEVERINO, 2000, p. 74)

2. A pergunta
Especifica, dentro do tema, uma indagação. Onde, quando, quanto, como, por que ...

3. A pesquisa

Fonte A - Recorta de um autor uma abordagem sobre o tema, ou sobre a própria pergunta.

Fonte B. - Recorta de outro autor uma abordagem sobre o tema, ou sobre a própria pergunta.

A experiência de colher dados é importante e enriquecedora, porém


corresponde a uma fração bem modesta na formação pós-universitária. É o
exame e a reflexão sobre o nexo que há entre esses dados que correspondem
ao nobre processo da pesquisa científica. (CASTRO, 2002, p.116)

4. Considerações pessoais
Relata sua posição diante às opiniões dos autores pesquisados.

Não se prenda ao que um ou outro pesquisador diz sobre o assunto. Seu


trabalho não será uma “pesquisa” se você simplesmente resumir e aceitar outro
trabalho, sem fazer sua crítica. Quando você conta com pelo menos duas
fontes, quase sempre descobre que elas não concordam inteiramente, e é ai
que sua pesquisa começa. Qual delas tem o melhor argumento? Qual respeita
melhor as evidências? Existe um relato ainda melhor, que abranja ou refute
uma delas ou as duas? Em resumo, nessa fase seja crítico em relação a suas
fontes: não se deixe convencer facilmente por nenhuma delas. (BOOTH, 2000,
p. 105/106)

Material didático de uso exclusivo – Pedro Santo Rossi


2

5. Glossário

Destacam-se palavras novas descobertas nos textos lidos. Principalmente os termos


técnicos do assunto pesquisado ou algum conceito específico do referencial teórico.

Portfolio: conforme HOUAISS (2001), é o conjunto ou coleção daquilo que está ou pode ser guardado
num porta-fólio (fotografias, gravuras etc.). Grafado em itálico por ser uma palavra em inglês, ainda
não aportuguesada.

6. Referências Bibliográficas
Só informar as obras referenciadas (não relacionar toda bibliografia consultada)

BOOTH, Wayne C.; COLOMB, Gregory G.; WILLIAMS, Joseph M. A arte da pesquisa. São Paulo:
Martins Fontes, 2000. 351p.

CASTRO, Cláudio Moura. Memórias de um orientador de tese: um autor relê sua obra depois de um
quarto de século. (pp. 109 -134) In BIANCHETTI, Lucídio e MACHADO, Ana Maria Netto (orgs) A
bússola do escrever. Florianópolis: Ed, da UFSC; São Paulo:Cordtez, 2002, 408p.

HOUAISS, Antonio. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Editora
Objetiva, 2001. CD

SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22ª ed. São Paulo: Cortez, 2002.
333p.

UNIVERSIDADE SÃO MARCOS. Guia para elaboração de trabalhos acadêmicos: monografias,


dissertações e teses. 3ª ed. São Paulo: Unimarco, 2006. 56 p.

7. Autoria: (isto é um documento, deve ser identificado e assinado)


Portfolio da pesquisa realizada como requisito parcial de avaliação na disciplina
“Metodologia Científica e Orientação da Monografia”

_________________ São Paulo, 00/00/2007 ____________________

Nome do pesquisador, local, data, assinatura.

Diagramação: Folha A4, margem superior e margem esquerda com 3 cm; margem direita e margem
inferior com 2 cm. Texto em corpo 12; citação em corpo 10 com recuo e 4cm. (ver Guia para elaboração
de trabalhos acadêmicos da São Marcos)

Material didático de uso exclusivo – Pedro Santo Rossi