Você está na página 1de 22

Equipe de Certificação

(21) 2179-2029 | 2179-2030


email: certifica@crea-rj.org.br
www.crea-rj.org.br
CertificaÇÃo de
Conformidade com
o Exercício Profissional

DOCUMENTO GUIA
PARA EMPRESAS
(junho/2015)

cartilhacapaok.indd 1 12/06/2015 13:59:15


CERTIFICAÇÃO DE CONFORMIDADE
COM O EXERCÍCIO PROFISSIONAL

DOCUMENTO GUIA PARA EMPRESAS


junho/2015
Presidente 2º Diretor-administrativo
Eng. Eletricista Fernando Siqueira
Eng. Eletricista e de Segurança do Trabalho
Reynaldo Barros 3º Diretor-administrativo
Eng. de Operação – fab. mecânica, de Seg. do Trabalho
Diretoria - 2015 e Técnico em Mecânica Aureo Salles
1º Vice-presidente 1º Diretor-financeiro
Eng. Civil Rogerio Salomão Musse Meteorologista Alfredo Silveira
2º Vice-presidente 2º Diretor-financeiro
Eng. Civil Palmira Maria de Oliveira Geólogo Benedicto Humberto
1º Diretor-administrativo 3º Diretor-financeiro
Eng. Civil Eduardo König Eng. Civil Carlos Eduardo Schuch

Elaboração Informações
João Lustosa - Gerente Operacional
Equipe de Certificação/Gerência Operacional-GEOP
João Vicente - Advogado
e-mail: certifica@crea-rj.org.br
Tânia Laura Maia Flôres - Chefe de Gabinete
endereço: Rua Buenos Aires 40 - 6º andar
Equipe de Certificação do Crea-RJ telefone: (21) 2179-2029 | 2179-2030
Jussara Lemos
Ficha técnica
Adriana Aluotto
Eliza André Produção: Coordenação de Marketing e Comunicação
Jacqueline Frinhani Franco Paulino Projeto gráfico: Carlos Negreiros

2
APRESENTAÇÃO

A Certificação de Conformidade com o Exercício Profissional é um atestado de reconhecimento de regularidade


emitido pelo Crea-RJ para as empresas que atuam nas áreas da Engenharia, da Agronomia, da Geologia, da
Geografia e da Meteorologia que cumprem os requisitos previstos na legislação que regula o exercício das
profissões fiscalizadas pelo Crea-RJ.

Ao retomar este projeto de sucesso iniciado em 2005, que distinguiu cerca de trezentas empresas, o faço
com muita consciência de sua importância para o profissional e empresas que desenvolvem atividades
relacionadas às profissões fiscalizadas pelo Crea-RJ. Não se trata, apenas, de uma simples emissão de
certificado. É um reconhecimento de que os produtos e serviços oferecidos pelas empresas fiscalizadas pelo
Crea-RJ são produzidos por pessoal técnico habilitado, com respeito ao meio ambiente, à ética profissional
e aos padrões de qualidade exigidos para cada uma das atividades desenvolvidas, visando a agregar valor
às boas práticas das empresas.

Com este projeto acreditamos estar contribuindo para a valorização das atividades na área tecnológica,
ressaltando a importância dos profissionais integrantes do Sistema Confea/Crea e, também, colaborando
para a melhoria contínua da qualidade dos produtos e serviços ofertados pelas empresas de nosso Estado.

Reynaldo Barros
Eng. Eletricista e de Seg. do Trabalho
Presidente do Crea-RJ

3
DOCUMENTO GUIA PARA A OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE CONFORMIDADE COM
O EXERCÍCIO PROFISSIONAL
I. CONSIDERAÇÕES

A qualidade, a durabilidade, a segurança e o custo dos produtos/serviços oferecidos pelas empresas influem
na sua competitividade e estão diretamente relacionados ao exercício profissional. É dispensável dizer que os
processos de melhoria contínua da qualidade de produtos/serviços vinculam-se estreitamente à habilitação
do quadro técnico das empresas, ampliando sua competitividade no mercado.

O desenvolvimento do processo produtivo, bem como as mudanças nele ocorridas colocam as questões da
qualidade do produto, da organização do processo produtivo, da gestão desse processo e as condições em
que ocorre essa produção como focos para a competitividade.

O objetivo das ações do Crea-RJ é garantir à sociedade que os produtos e serviços a ela disponibilizados
pelas empresas cumpram as premissas legais vigentes, garantindo a atuação profissional competente no
âmbito de suas atribuições e observados os princípios éticos. O cumprimento dos requisitos técnicos, legais
e éticos permitem inferir que as obras e serviços oferecidos à sociedade sejam de qualidade superior.

II. O QUE É O CERTIFICADO DE CONFORMIDADE COM O EXERCÍCIO PROFISSIONAL

O Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional é um atestado emitido para as pessoas jurídicas
que desenvolvem atividades de Engenharia, de Agronomia, de Geologia, de Geografia e ou de Meteorologia.
Esse certificado será concedido àquelas empresas que cumprem os requisitos previstos na legislação que
regula o exercício das profissões fiscalizadas pelo Crea-RJ.

4
III. FINALIDADE DO DOCUMENTO GUIA

O Documento Guia contém as orientações e os requisitos necessários para que as empresas solicitem e
obtenham do Crea-RJ o Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional.

Os requisitos deste Documento Guia são aplicáveis às empresas registradas no Crea-RJ, independentemente
da atividade desenvolvida, tamanho ou localização, atingindo todos os setores da economia brasileira.

Primário: a agricultura, a pecuária, a silvicultura, produção de flores, a pesca, as atividades de extração e


todas as indústrias a elas relacionadas;

Secundário: as indústrias de transformação e a indústria da construção civil;

Terciário: comércio, transporte, armazenagem, comunicações, manutenção, saúde, saneamento, educação,


elaboração de projetos, emissão de laudos e pareceres etc.

IV. NÍVEIS DA CERTIFICAÇÃO


O Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional será emitido em três níveis:
PRIMEIRO NÍVEL:
• para as empresas que estiverem em conformidade com os requisitos deste Documento Guia;
SEGUNDO NÍVEL:
• para as empresas que estiverem em conformidade com os requisitos deste Documento Guia;
• e que os requisitos estejam incluídos em seu processo de gestão, comprovado por meio de procedimentos
que demonstrem o nível de certificação.

5
TERCEIRO NÍVEL:
• para as empresas que estiverem em conformidade com os requisitos deste Documento Guia;
• que tais requisitos estejam incluídos em seu processo de gestão; e
• que exijam dos seus fornecedores a comprovação do cumprimento dos requisitos deste Documento
Guia, como requisito para a contratação.

V. REQUISITOS PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE CONFORMIDADE COM O EXERCÍCIO


PROFISSIONAL

PRIMEIRO NÍVEL

O Crea-RJ emitirá o Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional – Primeiro Nível para as
empresas que atenderem aos seguintes requisitos:

1. Registro da empresa em situação regular e atualizado no Crea-RJ;

2. Anuidade da empresa quite;

3. Regularidade da situação financeira com o Crea-RJ de todos os profissionais do seu quadro técnico;

4. Quadro técnico compatível com as atividades exercidas pela empresa;

5. Comprovação do registro de todas as ARTs de obra/serviço executados ou em execução pela empresa a


partir do seu comprometimento com o processo de certificação;

6. Regularidade do quadro técnico da empresa no Crea-RJ – profissionais de nível técnico e superior que
exerçam atividades fiscalizadas pelo Sistema Confea/Crea, conforme se segue:

6
6.1. Registro/visto no Crea-RJ de cada um dos profissionais do quadro técnico da empresa;

6.2. Compatibilidade entre os serviços executados pelos profissionais do quadro técnico e suas atribuições
legais;

6.3. Registro das ARTs de cargo ou função de todos os profissionais do quadro técnico;

6.4. Cumprimento da Lei Federal nº 4.950-A, de 1966, relativo ao Salário Mínimo Profissional, no momento
da contratação e sua posterior adequação, quando necessário.

7. Registro regular de profissionais estrangeiros.

Observação:

• No caso de substituição do responsável técnico, no período de validade do Certificado de Conformidade


com o Exercício Profissional, seu substituto deverá ratificar ou retificar as informações prestadas
anteriormente.

SEGUNDO NÍVEL

O Crea-RJ emitirá o Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional – Segundo Nível para as
empresas que, além de atenderem aos requisitos específicos do Primeiro Nível, demonstrem por meio de
evidências objetivas, que em seu sistema de gestão, possuem:

1. Registro em padrão normativo interno de procedimento para atender, sistematicamente, a todos os


requisitos deste Documento Guia;

7
2. Agente controlador do processo de certificação;
3. Visibilidade do padrão de certificação em locais estratégicos da empresa. Ex: acesso, tela de descanso dos
computadores, dentre outros.
4. Na rede intranet, se houver, ou outro veículo de comunicação com os funcionários, uma página com formato
visual de fácil leitura (dinâmico, em tópicos, caixas, cor) o entendimento da valorização da empresa através
da valorização profissional, da valorização do acervo técnico dos serviços realizados e da importância do
registro das ARTs ao início de cada contrato, assegurando que os requisitos expressos neste documento
guia sejam entendidos e implementados em todos os níveis da organização;
5. Determinação para que o corpo técnico anualmente revise e atualize seu cadastro de informações pessoais
e profissionais anualmente, como: e-mail, endereço, telefone , cursos técnicos realizados, com o objetivo
de permitir comunicação entre o Crea-RJ e os profissionais, considerando a atualização do sistema
informatizado do Conselho e adequação dos seus currículos;
6. Espaço para programação anual de palestras orientativas, por parte do corpo técnico do Crea-RJ;
7. Avaliação anual do processo de certificação de conformidade da empresa, apontando as dificuldades
e as não conformidades encontradas após a implantação e as formas de adequação, assegurando o
tratamento das questões relativas à conformidade com os requisitos do documento guia, procedendo
as ações corretivas e preventivas das não conformidades que possam vir a ocorrer, de acordo com a
orientação do Crea-RJ;
8. Livre acesso para se verificar a conformidade com os requisitos deste Documento Guia, quando solicitado
pelo Crea-RJ ou auditores credenciados.

8
TERCEIRO NÍVEL

O Crea-RJ emitirá o Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional – Terceiro Nível para as
empresas que, além de atenderem aos requisitos específicos do segundo nível:

1. Exijam de seus fornecedores a conformidade com o exercício profissional relativo ao primeiro nível, como
requisito para sua contratação e;

2. Demonstrem, por meio de evidências objetivas, que em seu sistema de gestão:

2.1 Está estabelecido e mantido procedimento para seleção de fornecedores de bens e serviços que
atendem aos requisitos de conformidade com o exercício profissional - primeiro nível.

2.2 Que no contrato com os fornecedores, possui cláusula exigindo apresentação do certificado de
conformidade com o exercício profissional, emitido pelo Crea-RJ;

2.3 Seja assegurado ao Crea-RJ ou auditores credenciados o acesso às informações concernentes a


fornecedores e subcontratados, visando à verificação da conformidade com requisitos deste Documento
Guia.

VI. INTERRUPÇÃO DO PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO

O processo de Certificação de Conformidade com o Exercício Profissional será interrompido pelo Crea-RJ
caso seja constatado que a empresa:

1. Não atende aos requisitos universais de responsabilidade social:

9
1.1. Trabalho Infantil

1.1.1. A empresa não deve utilizar ou apoiar a utilização de trabalho infantil;

1.1.2. A empresa não deve expor trabalhadores jovens, dentro ou fora do ambiente do trabalho, a
situações perigosas, inseguras, insalubres ou estafantes.

1.2. Trabalho forçado

1.2.1. A empresa não deve utilizar ou apoiar trabalho forçado e nem deve se apossar de documentos
ou de qualquer bem do colaborador, visando não lhe dar opção de recusar o trabalho ou a demissão;

1.3. Saúde e Segurança

1.3.1. A empresa deve garantir ambiente de trabalho seguro e saudável, adotando medidas
adequadas para prevenir acidentes e danos à saúde de seus colaboradores no curso de sua jornada.
Deve minimizar, tanto quanto seja praticável, a causa de perigos inerentes ao ambiente de trabalho,
estabelecendo sistemas para detectar, evitar ou reagir às ameaças à saúde e à segurança de todos
os colaboradores;

1.3.2. A empresa deve assegurar que todos os colaboradores recebam capacitação regular e
registrada sobre saúde e segurança e também para os novos colaboradores e aqueles designados
para novas funções.

1.4. Discriminação

1.4.1. A empresa não deve discriminar ou apoiar a discriminação na contratação, na remuneração, no

10
acesso à capacitação ou promoção, no encerramento do contrato de trabalho ou na aposentadoria,
com base na raça, classe social, nacionalidade, naturalidade, religião, deficiência física e mental,
obesidade, sexo, orientação sexual, associação a sindicato, tendência partidária ou ideológica.

2. Não atenda às leis nacionais e às convenções internacionais das quais o Brasil é signatário.

VII. VALIDADE DO CERTIFICADO

O Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional, emitido pelo Crea-RJ, em qualquer nível, terá
validade de doze meses, contados a partir da data de sua emissão.

No caso de substituição de profissional do quadro técnico no período de validade do Certificado de


Conformidade com o Exercício Profissional, seu substituto deverá ratificar ou retificar as informações
prestadas anteriormente.

VIII. CANCELAMENTO

O cancelamento do Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional poderá se dar quando:

1. Ocorrer solicitação da empresa, pura e simplesmente, não necessitando, para isto, justificar os motivos;

2. Ocorrer encerramento das atividades da empresa ou troca de seu objetivo social para atividades não
fiscalizadas pelo Sistema Confea/Crea;

3. Ocorrência de fraudes ou de prática de atos delituosos, cabendo ao Crea-RJ a análise dos fatos, de
denúncias, de evidências objetivas e comprovadas e do julgamento por comissão especialmente designada
pelo presidente do Crea-RJ.

11
IX. SELO DIGITAL DE CONFORMIDADE

É a marca registrada de garantia de regularidade com o exercício profissional. A utilização do selo digital de
conformidade com o exercício profissional visa a publicidade da situação de regularidade da empresa que
integrar o processo de conformidade. Poderá ser utilizado pela empresa certificada em comunicações com
seus clientes, mediante termo de compromisso firmado com o Crea-RJ.

X. RENOVAÇÃO DO CERTIFICADO

A renovação do Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional será concedida por solicitação
da empresa e após a verificação pelo Crea-RJ da manutenção da conformidade com os requisitos deste
Documento Guia.

XI. COMPETÊNCIA PARA CONCEDER O CERTIFICADO

O processo para a emissão do Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional dar-se-á mediante
requerimento e apresentação de documentos pela parte interessada. A análise documental será realizada
pela Gerência Operacional e a concessão do certificado será feita pelo presidente do Crea-RJ.

XII. DIVULGAÇÃO DA CONCESSÃO DO CERTIFICADO

A concessão do Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional será divulgada em Diário Oficial de
União, jornal de grande circulação e veículos de comunicação do Crea-RJ.

12
XIII. ELEMENTOS NORMATIVOS QUE NORTEIAM A EMISSÃO DO CERTIFICADO

Para a obtenção do Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional, as empresas devem atender
às leis nacionais e às convenções internacionais das quais o Brasil é signatário, bem como preencher os
requisitos deste Documento Guia. São consideradas referências normativas dos requisitos para emissão do
Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional:

• Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de 1966, que regula o exercício das profissões de Engenheiro e
Engenheiro Agrônomo;

• Lei nº 4.076, de 23 de junho de 1962, que regula o exercício da profissão de Geólogo;

• Lei nº 5.524, de 5 de novembro de 1968, que dispõe sobre o exercício da profissão de Técnico Industrial
de nível médio;

• Decreto nº 90.922, de 6 de fevereiro de 1985, e Decreto nº 4.560, de 30 de dezembro de 2002, que


regulamenta a Lei nº 5.524, de 1968, que dispõe sobre o exercício da profissão de técnico industrial e
técnico agrícola de nível médio ou de 2º grau;

• Lei nº 6.664, de 26 de junho de 1979, e Lei nº 7.399, de 4 de novembro de 1985, que disciplina a
profissão de Geógrafo;

• Lei nº 6.835, de 14 de outubro de 1980, que dispõe sobre o exercício da profissão de Meteorologista;

• Código de Ética Profissional (Resolução nº 1.002, de 26 de novembro de 2002);

13
• Lei nº 4.950-A, de 22 de abril de 1966, que dispõe sobre a remuneração de profissionais diplomados em
Engenharia e Agronomia;

• Lei nº 6.496, de 7 de dezembro de 1977, que institui a Anotação de Responsabilidade Técnica na


prestação de serviços de Engenharia e Agronomia;

• Lei nº 7.410, de 27 de novembro de 1985, que dispõe sobre a especialização de Engenheiros em


Engenharia de Segurança do Trabalho e a profissão de Técnico de Segurança do Trabalho;

• Resoluções e Decisões do Confea; e

• Decisões do Crea-RJ.

XIV. NORMAS LEGAIS QUE FUNDAMENTAM OS REQUISITOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO


CERTIFICADO DE CONFORMIDADE COM O EXERCÍCIO PROFISSIONAL

Os requisitos para a concessão do Certificado de Conformidade com o Exercício Profissional estão


fundamentados nos seguintes dispositivos legais:

• Obrigações legais de registro da empresa e dos profissionais de seu quadro técnico junto ao Crea-RJ
(arts. 59 e 61 da Lei 5.194/66)

Art. 59. As firmas, sociedades, associações, companhias, cooperativas e empresas em geral, que se
organizarem para executar obras ou serviços relacionados na forma estabelecida nesta lei, só poderão iniciar
suas atividades depois de promoverem o competente registro nos Conselhos Regionais, bem como o dos
profissionais do seu quadro técnico.

14
Art. 61. Quando os serviços forem executados em lugares distantes da sede da entidade, deverá esta manter
junto a cada um dos serviços um profissional devidamente habilitado naquela jurisdição.

• Registro/visto de todos os profissionais de seu quadro técnico (arts. 55 e 58 da Lei nº 5.194/66);

Art. 55. Os profissionais habilitados na forma estabelecida nesta lei só poderão exercer a profissão após o
registro no Conselho Regional sob cuja jurisdição se achar o local de sua atividade.

Art. 58. Se o profissional, firma ou organização, registrado em qualquer Conselho Regional, exercer atividade
em outra Região, ficará obrigado a visar, nela, o seu registro.

• Anuidade da empresa e do quadro técnico quitada (art. 63 da Lei nº 5.194/66);

Art. 63. Os profissionais e pessoas jurídicas registrados de conformidade com o que preceitua a presente lei
são obrigados ao pagamento de uma anuidade ao Conselho Regional a cuja jurisdição pertencerem.

• Registro das ARTs de todas as obras e ou serviços realizados pela empresa (art.1º da Lei nº 6.496/77);

• Registro das ARTs de cargo ou função de todo o seu quadro técnico (art.1º da Lei nº 6.496/77);

Art. 1º Todo contrato, escrito ou verbal, para a execução de obras ou prestação de quaisquer serviços
profissionais referentes à Engenharia, à Arquitetura (*) e à Agronomia fica sujeito à “Anotação de
Responsabilidade Técnica” (ART).

• Seleção e contratação de profissionais observadas as atribuições, o registro e a plena habilitação junto


ao Crea-RJ (art. 7º da Lei 5.194/66 e Resolução nº 218 do Confea);

15
Art. 7º As atividades e atribuições profissionais do engenheiro, do arquiteto (*) e do engenheiro-agrônomo
consistem em:

a) desempenho de cargos, funções e comissões em entidades estatais, paraestatais, autárquicas e de


economia mista e privada;

b) planejamento ou projeto, em geral, de regiões, zonas, cidades, obras, estruturas, transportes,


explorações de recursos naturais e desenvolvimento da produção industrial e agropecuária;

c) estudos, projetos, análises, avaliações, vistorias, perícias, pareceres e divulgação técnica;

d) ensino, pesquisa, experimentação e ensaios;

e) fiscalização de obras e serviços técnicos;

f) direção de obras e serviços técnicos;

g) execução de obras e serviços técnicos;

h) produção técnica especializada, industrial ou agropecuária.

• Cumprir a Lei nº 4.950-A/66, no que se refere ao Salário Mínimo Profissional;

16
• Adotar, quando for administração pública indireta, critérios técnicos para designação de ocupantes
de cargos em unidades administrativas cujas atividades desenvolvidas requeiram conhecimentos
técnicos específicos (art. 1º da Resolução nº 430, de 1999, do Confea);

Art. 1º Os cargos e funções, comissionados ou não, dos órgãos da administração direta e indireta da
União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, para cujo exercício se exijam conhecimentos
técnicos específicos de Engenharia, de Arquitetura (*) e de Agronomia, são privativos dos profissionais
registrados nos Conselhos Regionais de Engenharia, de Arquitetura (*) e Agronomia - CREAs, nos
termos da Lei 5.194, de 24 de dezembro de 1966 e legislação posterior.

• Atender aos preceitos legais na contratação de profissionais estrangeiros, conforme a Lei nº 5.194/66
e normas complementares.

* A partir de dezembro de 2011, as questões relativas aos arquitetos e urbanistas constantes das Leis
Federais nº 5.194/1966 e nº 6.496/1977, passaram a ser reguladas pela Lei Federal nº 12.378/2010,
conforme determina seu art. 66.

17
18
Protocolo

Requerimento para Certificação de Conformidade


com o Exercício Profissional - RECEP

Ao senhor Presidente do CREA-RJ

01 - Razão Social da Pessoa Jurídica (Sem abreviações)

02 - Endereço (logradouro, rua, avenida, número e complemento)

03 - Bairro 04 - Município 05 - UF 06 - CEP

07 - Telefone 08 - CNPJ 09 - Nº Registro no Crea-RJ

10 - Nome do Representante Legal da Empresa (contato)

11 - Cargo / Função na Empresa 12 - E-mail


Modelo de Requerimento disponível no portal www.crea-rj.org.br

Vem pelo presente instrumento requerer a emissão da Certificação de Conformidade com o Exercício
Profissional.
Declara para todos os efeitos seu compromisso de prestar todas as informações necessárias para o
fim proposto e de assegurar a veracidade dessas informações, de acordo com todos os termos
definidos no "Documento Guia para Empresas - Certificado de Conformidade com o Exercício
Profissional".

13 - Local e Data 14 - Assinatura do requerente

Parabéns!
Ao solicitar sua participação para avaliação das condições de conformidade com o exercício
profissional, sua empresa estará contribuindo para a melhoria contínua do processo produtivo da
Engenharia, da Agronomia, da Geologia, da Geografia e da Meteorologia no Estado do Rio de Janeiro.
O certificado que será emitido, após o cumprimento dos requisitos, proporcionará à sua empresa
maior credibilidade no mercado.

Mod. XXXXXX
Modelo do Selo de Certificação de Conformidade - Normas de utilização disponíveis em www.crea-rj.org.br/certificacao

19
A ART - Anotação de
Responsabilidade Técnica
define a autoria e os limites
da responsabilidade e
participação técnica do
profissional em toda obra
ou serviço. Para a
sociedade, ART é segurança,
garantia de qualidade e de
participação, no trabalho, de
um profissional habilitado.
Para o profissional, a ART é
a sua história, o seu acervo
técnico, prestígio, valorização
no mercado.

DE RECARGA/
RETESTE
EXTINTORES

www.crea-rj.org.br
DE DE6,16(TIZAÇÃO/
DESRATIZAÇÃO
Equipe de Certificação
(21) 2179-2029 | 2179-2030
email: certifica@crea-rj.org.br
www.crea-rj.org.br
CertificaÇÃo de
Conformidade com
o Exercício Profissional

DOCUMENTO GUIA
PARA EMPRESAS
(junho/2015)

cartilhacapaok.indd 1 12/06/2015 13:59:15