Você está na página 1de 22
R EGULAMENTAÇÃO DA P ROFISSÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil –
R EGULAMENTAÇÃO DA P ROFISSÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil –

REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO

Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil – 1º Período – Turma B03 Disc. Introdução à Engenharia Civil

MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil – 1º Período – Turma B03 Disc. Introdução
P ROFISSÃO R EGULAMENTADA Sujeita a fiscalização, que é ou que age conforme as regras,

PROFISSÃO REGULAMENTADA

Sujeita a fiscalização, que é ou que age conforme as regras, as normas, as leis,
Sujeita a
fiscalização, que é
ou que age
conforme as regras,
as normas, as leis,
as praxes, e é
dirigida por meio de
disposições
que é ou que age conforme as regras, as normas, as leis, as praxes, e é

Razõe s:

Razõe s: P ROFISSÃO R EGULAMENTADA • Serviços prestados de melhor qualidade • Estabelecimento de ética

PROFISSÃO REGULAMENTADA

Razõe s: P ROFISSÃO R EGULAMENTADA • Serviços prestados de melhor qualidade • Estabelecimento de ética
• Serviços prestados de melhor qualidade • Estabelecimento de ética profissional • Ter normas técnicas
• Serviços prestados de melhor
qualidade
• Estabelecimento de ética profissional
• Ter normas técnicas
• Conhecimento técnico-científico,
especializado
• Profissões de interesse público
• Ter normas técnicas • Conhecimento técnico-científico, especializado • Profissões de interesse público
• Ter normas técnicas • Conhecimento técnico-científico, especializado • Profissões de interesse público
O S ISTEMA C ONFEA / C REA ’ S Finalidade: defender a coletividade Não

O SISTEMA CONFEA / CREAS

Finalidade: defender a coletividade
Finalidade: defender a coletividade
Não são sistemas ou entidades de defesa de classe!
Não são sistemas ou entidades de defesa
de classe!
O CREA não tem dono e nem sócio, é uma autarquia federal, ou seja, uma
O CREA não tem dono e nem sócio, é uma
autarquia federal, ou seja, uma parte, um
departamento da Presidência da República
não tem dono e nem sócio, é uma autarquia federal, ou seja, uma parte, um departamento
CONSTITUIÇÃO FEDERAL Título II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais Capítulo I - Dos Direitos
CONSTITUIÇÃO FEDERAL Título II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais Capítulo I - Dos Direitos
CONSTITUIÇÃO FEDERAL
Título II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais
Capítulo
I
-
Dos
Direitos
e
Deveres
Individuais
e
Coletivos
Art.5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de
qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos
estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito
à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à
propriedade, nos termos seguintes:
XIII - É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou
profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei
estabelecer;
C ONSTITUIÇÃO F EDERAL Título III - Da Organização do Estado Capítulo II - Da
C ONSTITUIÇÃO F EDERAL Título III - Da Organização do Estado Capítulo II - Da

CONSTITUIÇÃO FEDERAL

Título III - Da Organização do Estado
Título III - Da Organização do Estado
Capítulo II - Da União
Capítulo II - Da União
Art.22 Compete privativamente à União legislar sobre:
Art.22 Compete privativamente à União legislar
sobre:
XVI - organização do sistema nacional de emprego e condições para o exercício de profissões;
XVI - organização do sistema nacional de
emprego e condições para o exercício de
profissões;
E NGENHARIA É UMA DAS P ROFISSÕES R EGULAMENTADAS Decreto Federal nº 23.569, de 11
E NGENHARIA É UMA DAS P ROFISSÕES R EGULAMENTADAS Decreto Federal nº 23.569, de 11

ENGENHARIA É UMA DAS PROFISSÕES REGULAMENTADAS

Decreto Federal nº 23.569, de 11 de dezembro de 1.933
Decreto Federal nº 23.569, de 11 de
dezembro de 1.933
Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de1.966
Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de1.966

• Regula o exercício das profissões de Engenheiro, Arquiteto e Engenheiro-Agrônomo

5.194, de 24 de dezembro de1.966 • Regula o exercício das profissões de Engenheiro, Arquiteto e
E NGENHARIA É UMA DAS P ROFISSÕES R EGULAMENTADAS Engenharia, Arquitetura e Agronomia são modalidades

ENGENHARIA É UMA DAS PROFISSÕES REGULAMENTADAS

Engenharia, Arquitetura e Agronomia são modalidades Engenharia Civil, Engenharia Cartográfica, etc, são
Engenharia,
Arquitetura e
Agronomia são
modalidades
Engenharia
Civil,
Engenharia
Cartográfica,
etc, são
especialidades
Arquitetura e Agronomia são modalidades Engenharia Civil, Engenharia Cartográfica, etc, são especialidades
L EI 5194/66 –A RT . 1 º Art. 1º- As profissões de engenheiro caracterizadas
L EI 5194/66 –A RT . 1 º Art. 1º- As profissões de engenheiro caracterizadas

LEI 5194/66 –ART. 1º

Art. 1º- As profissões de engenheiro

caracterizadas pelas realizações empreendimentos:

são dos seguintes

aproveitamento e utilização de recursos naturais
aproveitamento e utilização
de recursos naturais
meios de locomoção e comunicações
meios de locomoção e
comunicações
desenvolvimento industrial e agropecuário
desenvolvimento industrial
e agropecuário
L EI 5194/66 –A RT . 1 º Art. 1º- As profissões de engenheiro caracterizadas
L EI 5194/66 –A RT . 1 º Art. 1º- As profissões de engenheiro caracterizadas

LEI 5194/66 –ART. 1º

Art. 1º- As profissões de engenheiro

caracterizadas pelas realizações empreendimentos:

são dos seguintes

edificações, serviços e equipamentos urbanos nos seus aspectos técnicos e artísticos
edificações, serviços e
equipamentos urbanos nos
seus aspectos técnicos e
artísticos
instalações e meios de acesso a costas, cursos, e massas de água e extensões terrestres
instalações e meios de acesso
a costas, cursos, e massas de
água e extensões terrestres
L EI 5194/66 –A RT . 2 º Art. 2º - O exercício, no País,
L EI 5194/66 –A RT . 2 º Art. 2º - O exercício, no País,

LEI 5194/66 –ART. 2º

Art. 2º - O exercício, no País, da profissão de engenheiro , é assegurado:
Art. 2º - O exercício, no País, da profissão
de engenheiro
, é assegurado:

• aos que possuam,

diploma de faculdade ou existentes no

escola superior de Engenharia, País;

• aos que possuam, devidamente revalidado e registrado no País, diploma de faculdade ou escola estrangeira de ensino superior de Engenharia,

• aos estrangeiros contratados que, a critério dos

Conselhos

temporariamente.

tenham seus títulos registrados

L EI 5194/66 –A RT . 6 º Fala do exercício ilegal da profissão de

LEI 5194/66 –ART. 6º

Fala do exercício ilegal da profissão de engenheiro
Fala do
exercício ilegal
da profissão
de engenheiro
L EI 5194/66 –A RT . 6 º Fala do exercício ilegal da profissão de engenheiro
LEI 5194/66 –ART. 7º Art. 7º - Atividades e atribuições planejamento ou projeto de obras,
LEI 5194/66 –ART. 7º Art. 7º - Atividades e atribuições planejamento ou projeto de obras,
LEI 5194/66 –ART. 7º
Art. 7º - Atividades e atribuições
planejamento ou projeto de
obras, estruturas, transportes
estudos, avaliações, vistorias,
perícias e pareceres
ensino, pesquisa,
experimentação e ensaios
L EI 5194/66 –A RT . 7 º fiscalização de obras e serviços técnicos direção
L EI 5194/66 –A RT . 7 º fiscalização de obras e serviços técnicos direção

LEI 5194/66 –ART. 7º

fiscalização de obras e serviços técnicos
fiscalização de obras e serviços
técnicos
direção de obras e serviços técnicos
direção de obras e serviços
técnicos
execução de obras e serviços técnicos
execução de obras e serviços
técnicos
produção técnica especializada, industrial
produção técnica especializada,
industrial
R ESOLUÇÃO 218/73
R ESOLUÇÃO 218/73

RESOLUÇÃO 218/73

A RT . 1°- A TIVIDADES Supervisão, coordenação e orientação técnica Estudo, planejamento, projeto e

ART. 1°- A TIVIDADES

Supervisão, coordenação e orientação técnica
Supervisão, coordenação e orientação
técnica
Supervisão, coordenação e orientação técnica Estudo, planejamento, projeto e especificação Estudo de
Estudo, planejamento, projeto e especificação
Estudo, planejamento, projeto e
especificação
técnica Estudo, planejamento, projeto e especificação Estudo de viabilidade técnico- econômica Assistência,
Estudo de viabilidade técnico- econômica
Estudo de viabilidade técnico-
econômica
projeto e especificação Estudo de viabilidade técnico- econômica Assistência, assessoria e consultoria
Assistência, assessoria e consultoria
Assistência, assessoria e consultoria
projeto e especificação Estudo de viabilidade técnico- econômica Assistência, assessoria e consultoria
A RT . 1°- A TIVIDADES Direção e execução de obra e serviço técnico Vistoria,

ART. 1°- A TIVIDADES

Direção e execução de obra e serviço técnico
Direção e execução de obra e serviço
técnico
Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico Desempenho de cargo e função técnica Ensino,
Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento,
laudo e parecer técnico
Desempenho de cargo e função técnica
Ensino, pesquisa, análise,
experimentação e extensão
e parecer técnico Desempenho de cargo e função técnica Ensino, pesquisa, análise, experimentação e extensão
A RT . 1°- A TIVIDADES Elaboração de orçamento Padronização, mensuração e controle de qualidade

ART. 1°- A TIVIDADES

Elaboração de orçamento
Elaboração de orçamento
Padronização, mensuração e controle de qualidade Fiscalização de obra e serviço técnico Produção técnica e
Padronização, mensuração e controle de
qualidade
Fiscalização de obra e serviço técnico
Produção técnica e especializada
mensuração e controle de qualidade Fiscalização de obra e serviço técnico Produção técnica e especializada
A RT . 7 º - C OMPETÊNCIA DO E NGENHEIRO C IVIL Edificações Estradas,

ART. 7º - COMPETÊNCIA DO ENGENHEIRO CIVIL

Edificações
Edificações
Estradas, pistas de rolamento Aeroportos Sistemas de transportes
Estradas, pistas de
rolamento
Aeroportos
Sistemas de transportes
- C OMPETÊNCIA DO E NGENHEIRO C IVIL Edificações Estradas, pistas de rolamento Aeroportos Sistemas de
A RT . 7 º - C OMPETÊNCIA DO E NGENHEIRO C IVIL Sistemas de

ART. 7º - COMPETÊNCIA DO ENGENHEIRO CIVIL

Sistemas de abastecimento de água
Sistemas de
abastecimento de água
Sistemas de saneamento
Sistemas de saneamento
Portos, rios, canais Barragens, diques
Portos, rios, canais
Barragens, diques
DO E NGENHEIRO C IVIL Sistemas de abastecimento de água Sistemas de saneamento Portos, rios, canais
A RT . 7 º - C OMPETÊNCIA DO E NGENHEIRO C IVIL Drenagem, irrigação

ART. 7º - COMPETÊNCIA DO ENGENHEIRO CIVIL

Drenagem, irrigação
Drenagem, irrigação
- C OMPETÊNCIA DO E NGENHEIRO C IVIL Drenagem, irrigação Pontes e grandes estruturas Serviços afins
Pontes e grandes estruturas
Pontes e grandes
estruturas
- C OMPETÊNCIA DO E NGENHEIRO C IVIL Drenagem, irrigação Pontes e grandes estruturas Serviços afins
Serviços afins e correlatos
Serviços afins e
correlatos
- C OMPETÊNCIA DO E NGENHEIRO C IVIL Drenagem, irrigação Pontes e grandes estruturas Serviços afins
ATÉ A PRÓXIMA SEMANA! BOA NOITE!
ATÉ A PRÓXIMA SEMANA! BOA NOITE!

ATÉ A PRÓXIMA SEMANA!

BOA NOITE!