Você está na página 1de 14

Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

NORMA ABNT NBR


BRASILEIRA 17505-6
Segunda edição
07.02.2013

Válida a partir de
07.03.2013

Armazenamento de líquidos inflamáveis


e combustíveis
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

Parte 6: Requisitos para instalações


e equipamentos elétricos
Storage of flammable and combustible liquids
Part 6: Electrical requirement for installations and electrical equipment

ICS 75.200 ISBN 978-85-07-04021-7

Número de referência
ABNT NBR 17505-6:2013
8 páginas

© ABNT 2013
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

© ABNT 2013
Todos os direitos reservados. A menos que especificado de outro modo, nenhuma parte desta publicação pode ser
reproduzida ou utilizada por qualquer meio, eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópia e microfilme, sem permissão por
escrito da ABNT.

ABNT
Av.Treze de Maio, 13 - 28º andar
20031-901 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: + 55 21 3974-2300
Fax: + 55 21 3974-2346
abnt@abnt.org.br
www.abnt.org.br

ii © ABNT 2013 - Todos os direitos reservados


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

Sumário Página

Prefácio ...............................................................................................................................................iv
Introdução ...........................................................................................................................................vi
1 Escopo ................................................................................................................................1
2 Referências normativas .....................................................................................................1
3 Requisitos gerais ...............................................................................................................2
4 Classificação de áreas .......................................................................................................2
Bibliografia ...........................................................................................................................................8
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

Tabela
Tabela 1 – Definição de zonas e extensões de áreas classificadas ...............................................3

© ABNT 2013 - Todos os direitos reservados iii


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

Prefácio

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o Foro Nacional de Normalização. As Normas


Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB), dos Organismos
de Normalização Setorial (ABNT/ONS) e das Comissões de Estudo Especiais (ABNT/CEE), são
elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos,
delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).

Os Documentos Técnicos ABNT são elaborados conforme as regras da Diretiva ABNT, Parte 2.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) chama atenção para a possibilidade de que
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

alguns dos elementos deste documento podem ser objeto de direito de patente. A ABNT não deve ser
considerada responsável pela identificação de quaisquer direitos de patentes.

A ABNT NBR 17505-6 foi elaborada pelo Organismo de Normalização Setorial de Petróleo
(ABNT/ONS-34), pela Comissão de Estudo de Distribuíção e Armazenamento de Combustíveis
(CE-34:000.04).O Projeto circulou em Consulta Nacional conforme Edital nº 08, de 22.08.2012
a 22.10.2012, com o número de Projeto ABNT NBR 17505-6.

Esta segunda edição cancela e substitui a edição anterior (ABNT NBR 17505-6:2006), a qual foi
tecnicamente revisada.

Esta Norma é baseada na NFPA 30:2012.

A ABNT NBR 17505, sob o título geral “Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis”,
tem previsão de conter as seguintes partes:

— Parte 1: Disposições gerais;

— Parte 2: Armazenamento em tanques, em vasos e em recipientes portáteis com capacidade


superior a 3 000 L;

— Parte 3: Sistemas de tubulações;

— Parte 4: Armazenamento em recipientes e em tanques portáteis;

— Parte 5: Operações;

— Parte 6: Requisitos para instalações e equipamentos elétricos;

— Parte 7: Proteção contra incêndio para parques de armazenamento com tanques estacionários.

Nesta parte da ABNT NBR 17505, onde aparecer (*) após o número ou a letra que designa uma
seção, subseção ou parágrafo, significa que existe um material explanatório, que pode ser encontrado
no Anexo B.

O Escopo desta Norma Brasileira em inglês é o seguinte:

Scope
This Part of ABNT NBR 17505 shall apply to areas where class I liquids are stored or handled and
to areas where class II or class III liquids are stored or handled at or above their flash point.

iv © ABNT 2013 - Todos os direitos reservados


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

This Part of ABNT NBR 17505 shall not apply to items listed in 1.1.1 of ABNT NBR 17505-1:2013.

The provisions of this Part of ABNT NBR 17505 shall not apply to facilities, equipment, structures,
or installations that existed or were approved for construction or installation prior to the effective date
of the Standard. However, any reforms that change the characteristics of the design or (of the)
equipment, and the expansions of the installations, initiated from the effective date of this Part of the
ABNT NBR 17505 shall follow to your provisions. In these situations, shall be evidenced the Standards,
existing in the moment of the fact, for buildings, equipment, structuresor installations already existing
or approved.
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

© ABNT 2013 - Todos os direitos reservados v


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

Introdução

A aplicação desta Norma não dispensa o atendimento a Legislação Nacional aplicável.


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

vi © ABNT 2013 - Todos os direitos reservados


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 17505-6:2013

Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis


Parte 6: Requisitos para instalações e equipamentos elétricos

1 Escopo
1.1 Esta Parte da ABNT NBR 17505 aplica-se às áreas onde líquidos de classe I são armazenados
ou manuseados e às áreas onde líquidos de classe II ou de classe III são armazenados ou manusea-
dos, a temperaturas iguais ou acima de seus pontos de fulgor, mesmo que eventualmente.
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

1.2 Para as restrições ao emprego desta Parte da ABNT NBR 17505, ver ABNT NBR 17505-1:2013, 1.2.

1.3 As disposições desta Parte da ABNT NBR 17505 não se aplicam às edificações, equipamentos,
estruturas ou instalações já existentes ou aprovadas para a construção ou instalação antes da data
da publicação desta Parte da ABNT NBR 17505. Contudo, as reformas que alterem as características
do projeto e/ou equipamentos, e as ampliações de instalações, iniciadas a partir da data da publica-
ção desta Parte da ABNT NBR 17505 devem atender às suas disposições. Nestes casos, devem ser
evidenciadas as normas vigentes, na época do fato, para as edificações, equipamentos, estruturas
ou instalações já existentes ou aprovadas.

2 Referências normativas
Os documentos relacionados a seguir são indispensáveis à aplicação deste documento. Para
referências datadas, aplicam-se somente as edições citadas. Para referências não datadas, aplicam-se
as edições mais recentes do referido documento (incluindo emendas).

ABNT NBR 5410, Instalações elétricas de baixa tensão

ABNT NBR 5419, Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas

ABNT NBR 8602, Misturas de gases ou vapores com o ar, conforme seu interstício máximo experimental
seguro e sua corrente mínima de ignição – Classificação

ABNT NBR 13786, Posto de serviço – Seleção dos equipamentos para sistema para instalações
subterrânes de combustíveis

ABNT NBR 14639, Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis – Posto revendedor veicular
(serviços) e ponto de abastecimento – Instalações elétricas

ABNT NBR 17505-1, Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis – Par te 1:


Disposições gerais

ABNT NBR 17505-5, Armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis – Parte 5: Operações

ABNT NBR IEC 60050-426, Vocabulário eletrotécnico internacional (IEV) – Parte 426: Equipamentos
para atmosferas explosivas

ABNT NBR IEC 60079-10-1, Atmosferas explosivas – Parte 10-1: Classificação de áreas – Atmosferas
explosivas de gás

© ABNT 2013 - Todos os direitos reservados 1


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

ABNT NBR IEC 60079-14, Atmosferas explosivas – Parte 14: Projeto, seleção e montagem
de instalações elétricas

ABNT NBR IEC 60079-17, Atmosferas explosivas – Parte 17: Inspeção e manutenção de instalações
elétricas

ABNT NBR IEC 60079-19, Atmosferas explosivas – Parte 19: Reparo, revisão e recuperação
de equipamentos

3 Requisitos gerais
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

3.1 A utilização de equipamentos e cabeamento elétrico não pode se constituir numa fonte de ignição
para qualquer vapor inflamável que possa estar presente sob condições normais de operação
ou devido a vazamentos. Os requisitos de 3.2 a 4.4 devem ser atendidos.

3.2 Os equipamentos e cabeamento dos sistemas elétricos, de automação, instrumentação


e telecomunicações devem ser especificados e instalados de acordo com os requisitos aplicáveis
indicados na ABNT NBR 5410 e ABNT NBR IEC 60079-14 e outras Norma Técnicas Brasileiras
aplicáveis. Nos casos omissos devem ser atendidos os requisitos aplicáveis da NFPA 70.

3.3 A Tabela 1 deve ser utilizada para a definição das zonas das áreas classificadas, bem como
definir as extensões das áreas classificadas ao redor das fontes de risco. Estas definições devem ser
baseadas nas condições normais de operação das instalações, de acordo com os requisitos indicados
na ABNT NBR IEC 60079-10-1.

3.4 Na elaboração da classificação de áreas, projeto, seleção dos equipamentos, montagem e


inspeção de instalações de armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis deve-se consi-
derar no mínimo os requisitos aplicáveis nas ABNT NBR 5410, ABNT NBR 5419, ABNT NBR 8602,
ABNT NBR 13786, ABNT NBR 14639, ABNT NBR IEC 60050-426, ABNT NBR IEC 60079-10-1,
ABNT NBR IEC 60079-14, ABNT NBR IEC 60079-17 e ABNT NBR IEC 60079-19 e atender os demais
requisitos mencionados na Seção 4.

4 Classificação de áreas
4.1 Para fins de definição das áreas classificadas, deve-se adotar o estabelecido na Tabela 1.

NOTA 1 A Tabela 1 foi baseada na NFPA 70.

NOTA 2 Alternativamente, podem ser utilizados os critérios indicados na ABNT NBR IEC 60079-10-1,
desde que sejam demonstrados em memória de cálculo os critérios utilizados para a definição de zonas,
incluindo taxas de ventilação, taxa de liberação de produtos, tamanhos dos furos ou das trincas. Conforme
requerido na ABNT NBR IEC 60079-10-1, as normas aplicáveis também são indicadas para a determinação
das extensões das áreas classificadas ao redor das fontes de risco.

NOTA 3 Para informações adicionais relativas a magnitudes pequenas e médias ver NFPA 497.

4.2 A classificação de área não pode se estender além do piso, parede, teto ou outras barreiras
sólidas que não tenham aberturas para a área classificada.

4.3 As classificações de área listadas na Tabela 1 são baseadas na premissa de que a instalação
atende a todos os requisitos aplicáveis desta Parte da ABNT NBR 17505 em todos os seus aspectos.
Se não for o caso, a autoridade competente deve classificar a extensão da área.

2 © ABNT 2013 - Todos os direitos reservados


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

4.4 Onde as provisões contidas em 3.1 a 4.3 estabelecerem a instalação de equipamentos elétricos
adequados às áreas classificadas como zona 1 ou 2, pode ser aceita a colocação dos equipamentos
elétricos comuns, incluindo disjuntores, desde que estes sejam instalados em um recinto ou clausura
que possa ser mantido sob pressão positiva adequada à classificação de área.

A reposição (make-up) do ar de ventilação deve estar isenta de vapores inflamáveis e contaminantes


em geral.

4.5 A designação de zonas segue os critérios adotados na ABNT NBR IEC 60079-10-1.

4.6 A classificação de áreas constantes na Tabela 1 é baseada na premissa de que todos os requi-
sitos da ABNT NBR IEC 60079-10-1 sejam atendidos.
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

Tabela 1 – Definição de zonas e extensões de áreas classificadas

Local Zona Extensão da área classificada

Toda a área associada ao equipamento, onde gases


0 ou vapores inflamáveis estejam presentes continuamente
ou por longos períodos de tempo

Área compreendida dentro de um raio de 1,5 m a partir


Equipamento situado no interior de 1 de qualquer borda do equipamento, estendendo-se
edificações, instalado de acordo com em todas as direções
as Seções 3 e 4, onde possam existir
misturas inflamáveis vapor-ar, sob Área compreendida entre os raios de 1,5 m e 2,5 m
condições normais de operação de qualquer borda do equipamento, estendendo-se
em todas as direções; também o espaço situado até
2 a elevação de 1,0 m acima do piso ou do nível de
referência, compreendido entre os raios de 1,5 m e 7,5 m
horizontalmente de qualquer borda do equipamento
(ver Nota 1)

Toda a área associada ao equipamento onde gases


0 ou vapores inflamáveis estejam presentes continuamente
ou por longos períodos de tempo

Área compreendida dentro de um raio de 1,0 m a partir


Equipamento situado em local externo
1 de qualquer borda do equipamento, estendendo-se
do tipo instalado de acordo com as
em todas as direções
Seções 3 e 4, onde possam existir
misturas inflamáveis vapor-ar, sob
Área compreendida entre os raios de 1,0 m e 2,5 m
condições normais de operação
de qualquer borda de equipamento, estendendo-se
em todas as direções, também o espaço situado até
2 a elevação de 1,0 m acima do piso ou do nível de
referência, compreendido entre os raios de 1,0 m e 3,0 m
horizontalmente de qualquer borda do equipamento
(ver Nota 1)

Instalações de tanques 1 Todos os equipamentos situados abaixo do nível do solo


de armazenamento no interior
Qualquer equipamento situado no nível do solo ou acima
de edificações 2
deste

© ABNT 2013 - Todos os direitos reservados 3


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

Tabela 1 (continuação)
Local Zona Extensão da área classificada

0 Interior de tanque de teto fixo

Área interna da bacia de contenção, circundada por


diques, onde a altura do dique for maior que a distância
1 do costado do tanque até o dique e quando esta situação
abranger mais do que 50 % do perímetro externo do
tanque

Até 3,0 m do costado, das extremidades ou teto do


2 tanque; também a área no interior da bacia até a altura
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

do topo do dique
Tanques de superfície com teto fixo
0 Área no interior do bocal ou da tubulação do respiro

Área compreendida em um raio de até 1,5 m a partir


1 da extremidade aberta do respiro, estendendo-se em
todas as direções

Área compreendida entre os raios de 1,5 m e 3,0 m


2 a partir da extremidade aberta do respiro, estendendo-se
em todas as direções

Tanque de superfície com teto flutuante


Área entre a seção compreendida entre os tetos fixos
ou selo flutuante interno com teto fixo 0
e tetos/selos flutuantes no interior do costado
externo

Tanque de superfície com teto flutuante,


1 Área acima do teto flutuante e no interior do costado
sem teto fixo externo

Qualquer poço, caixa ou espaço abaixo do nível do


1 solo se qualquer parte estiver localizada dentro de área
classificada como Zona 1 ou 2
Bocal de enchimento de tanque Até 0,50 m acima do nível do solo, dentro de uma área
subterrâneo compreendida em um raio de 3,0 m a partir de uma
2 conexão de enchimento livre ou dentro de uma área
compreendida em um raio de 1,5 m a partir de uma
conexão de enchimento fixa

0 Área no interior do bocal ou da tubulação do respiro

Área compreendida em um raio até 1,0 m a partir da


1 extremidade aberta do respiro, estendendo-se em todas
Respiro com descarga para cima as direções

Área compreendida entre os raios de 1,0 m e 1,5 m,


2 a partir da extremidade aberta do respiro, estendendo-se
em todas as direções

4 © ABNT 2013 - Todos os direitos reservados


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

Tabela 1 (continuação)

Local Zona Extensão da área classificada

0 Área no interior do tambor ou do recipiente


Enchimento de tambores e recipientes
– operações externas ou no interior de Área compreendida em um raio de 1,0 m a partir de
edificações 1 bocais de respiro ou de enchimento, estendendo-se em
todas as direções

Área compreendida entre os raios de 1,0 m e 1,5 m,


a partir de bocais de respiro ou de enchimento,
Enchimento de tambores e recipientes
estendendo-se em todas as direções e também até uma
– operações externas ou no interior de 2
altura de 0,50 m acima do piso ou do nível de referência,
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

edificações
dentro de um raio horizontal de 3,0 m, a partir de bocais
de respiro ou de enchimento

Área compreendida em um raio de 1,5 m a partir de


qualquer borda de tais dispositivos, estendendo-se em
Bombas, drenos, acessórios para
todas as direções e também uma área situada em uma
drenagem e desaerador 2
elevação de até 1,0 m acima do piso ou do nível de
Instalação no interior de edificações
referência dentro de uma área com um raio de 7,5 m
horizontalmente, a partir da borda de tais dispositivo

Área compreendida em um raio de 1,0 m a partir de


qualquer borda de tais dispositivos, estendendo-se
Bombas, drenos, acessórios para
em todas as direções e também uma área situada em
drenagem e desaerador 2
uma elevação de até 0,50 m acima do piso ou do nível
Instalação externa às edificações
de referência dentro de uma área com raio de 3,0 m
horizontalmente, a partir da borda de tais dispositivos

Toda a área no interior do poço ou da caixa coletora, se


Poços e caixas coletoras sem
1 alguma parte estiver dentro de área classificada como
ventilação mecânica
zona 1 ou 2

Poços e caixas coletoras com Toda a área no interior do poço ou da caixa coletora, se
ventilação mecânica adequada (ver da 2 alguma parte estiver dentro de área classificada como
ABNT NBR 17505-5:2013,4.7) zona 1 ou 2

Poços e caixas coletoras contendo


válvulas, acessórios ou tubulações,
2 Todo o poço ou caixa coletora
e que não estejam dentro de área
classificada como zona 1 ou 2

Área com uma altura de até 0,50 m acima dos canais de


Canais de drenagem, caixas drenagem, das caixas separadoras ou bacias e também
separadoras e bacias de contenção 2 uma área situada em uma elevação de até 0,50 m acima
Instalação externa às edificações do piso ou do nível de referência, compreendida por um
raio de 4,5 m horizontalmente, a partir de qualquer borda

Canais de drenagem, caixas


separadoras e bacias de contenção, Toda a área no interior dos canais de drenagem, caixas
instaladas no interior de edificações: 1 separadoras e bacias de contenção, se alguma parte
estiver dentro de área classificada como zona 1 ou 2
– sem ventilação mecanica

Toda a área no interior dos canais de drenagem, caixas


– com ventilação mecânica adequada
2 separadoras e bacia de contenção, se alguma parte
(ver ABNT NBR 17505-5:2013, 1.9)
estiver dentro de área classificada como zona 1 ou 2

© ABNT 2013 - Todos os direitos reservados 5


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

Tabela 1 (continuação)
Local Zona Extensão da área classificada

– Contendo válvulas, acessórios ou


2 Todo o canal de drenagem, caixa separadora e bacia
tubulações, e que não estejam dentro
de contenção
de área classificada como zona 1 ou 2

0 Área no interior do tanque

Área compreendida por um raio de 1,0 m a partir


Carregamento de caminhões-tanque 1 da extremidade do domo, estendendo-se em todas
e de vagões-tanque através de domo as direções
aberto (ver Nota 2)
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

Área compreendida entre os raios de 1,0 m e 4,5 m


2 a partir da extremidade do domo, estendendo-se em todas
as direções

0 Área no interior do tanque

Área compreendida por um raio de 1,0 m a partir


1 do respiro para a atmosfera, estendendo-se em todas
as direções
Carregamento através de conexões de
fundo (Bottomloading), com ventilação Área compreendida entre os raios de 1,0 m e 4,5 m
natural a partir do ponto de respiro para atmosfera, estendendo-
se em todas as direções e também uma área situada
2
em uma elevação de até 0,50 m acima do piso ou do nível
de referência, compreendida por um raio horizontal
de 3,0 m do ponto de conexão de carregamento

Área compreendida num raio de 1,0 m a partir da


1 extremidade aberta do respiro, estendendo-se em todas
as direções
Carregamento através de domo Área compreendida entre os raios de 1,0 m e 4,5 m
fechado com ventilação natural a partir do ponto de ventilação aberto, estendendo-se
2 em todas as direções e também em uma área
compreendida por um raio de 1,0 m a partir da borda do
domo, estendendo-se em todas as direções

Área compreendida por um raio de 1,0 m a partir dos


Carregamento através de domo
2 pontos da conexão de enchimento e da conexão com
fechado com controle de vapor
as linhas de vapor, estendendo-se em todas as direções

Área compreendida num raio de 1,0 m a partir dos pontos


Carregamento pelo fundo com controle das conexões, estendendo-se em todas as direções;
de vapor ou qualquer descarregamento 2 e também uma área situada numa elevação de até 0,50 m
pelo fundo acima do piso ou do nível de referência, compreendida por
raio horizontal de 3,0 m a partir dos pontos de conexão

Todos os poços ou espaços situados abaixo do nível


1
do piso
Estacionamentos e oficinas de
manutenção de veículos-tanque Área situada numa elevação de até 0,50 m acima do piso
2 ou do nível de referência para todo o estacionamento
e oficina de veículos-tanque

6 © ABNT 2013 - Todos os direitos reservados


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

Tabela 1 (continuação)

Local Zona Extensão da área classificada

Se houver alguma abertura destes recintos para


Não a extensão da área externa classificada, todo o recinto
Garagens para outros tipos de veículos
classificada deve ter a mesma classificação a partir do ponto
de comunicação

Não
Armazenamento externo de tambores
classificada

Salas internas às edificações ou


Toda a sala interna à edificação ou cubículo de estocagem
cubículos de estocagem, utilizados para 2
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

a armazenagem de líquidos de classe I

Se houver alguma abertura nestes recintos dentro


Armazenamento interno, onde não Não da extensão da área classificada, o recinto deve ter
haja manuseio de líquidos inflamáveis classificada a mesma classificação, como se não houvesse paredes,
lombadas ou divisórias

Se houver alguma abertura nestes recintos dentro


da extensão de uma área classificada interna, o ambiente
Não
Escritórios e banheiros deve ser classificado da mesma forma como se não
classificada
houvesse parede, divisória, lombada ou compartimento
isolado

Cais/píer Ver ABNT NBR 17505-5:2013, Figura 1

NOTA 1 A liberação de líquidos de classe I pode gerar vapores em tais proporções que podem afetar toda a edificação e,
possivelmente, a zona em seu redor, podendo, neste caso, ser considerada para efeito de classificação como zona 2.
NOTA 2 Quando da classificação da extensão da área, deve ser levado em consideração que vagões-tanque
e caminhões-tanque podem ser carregados e/ou descarregados em diversos pontos da área. Portanto, devem ser
adotadas as extremidades das posições limite para carga e descarga.
NOTA 3 Para líquidos de classe II e III ver 1.1.

© ABNT 2013 - Todos os direitos reservados 7


Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

ABNT NBR 17505-6:2013

Bibliografia

[1] NFPA 70, National electrical code

[2] NFPA 497, Recommended practice for the classification of flammable liquids, gases or vapors and
of hazardous (classified) locations for electrical installations in chemical process areas
Arquivo de impressão gerado em 19/10/2017 14:59:57 de uso exclusivo de ABB LTDA - OSASCO

8 © ABNT 2013 - Todos os direitos reservados