Você está na página 1de 6

07/08/18

Professor: Wellington Werneck

Pirâmide de Kelsen

Todas as normas abaixo (infraconstitucionais) da CF devem estar em acordo com a mesma.

Formal: Procedimento da norma - Processo de produção.


Material: Matéria que se retrata no texto normativo.
Recepção: Fenômeno que permite que normas anteriores a CF passem a integrar o ordenamento desde
que compatíveis materialmente.

Poder constituinte

Originário: Dá origem a uma nova constituição. (ilimitado)


Derivado: Poder reformador (limitado)
Decorrente: O congresso detém o poder de mudar a CF.

Poder bicameral: Senadores (81) e Câmara dos Deputados ( Estados + DF)


Camara: Povo
Senado: Estados

Poder constituinte originário e decorrente - Estados / Constituições estaduais

Reformador: Limite circunstancial - Não pode haver mudanças na CF durante estado de sítio, estado de
defesa e intervenção.
Limite material: Cláusula pétrea

PEC - Proposta de Emenda Constitucional​: Proposição pelo Presidente da República, por ⅓ dos Deputados
Federais ou dos Senadores ou por mais da metade das assembléias legislativas (estados). Não podem ser
apresentadas PECs para suprimir as cláusulas pétreas (forma federativa de Estado; voto direto, secreto,
universal e periódico; separação dos poderes e direitos e garantias individuais). A PEC é discutida e votada
em dois turnos, em cada Casa do Congresso, e será aprovada se obtiver, na Câmara e no Senado, três
quintos dos votos dos deputados (308) e dos senadores (49).

Origem de uma Constituição

Outorgada - Imposta - Nasce de uma intervenção.


Czarista - Imposta e submetida a vontade popular.
Promulgada:

Classificação da CF/88 quanto:

● à origem: Promulgada
● ao conteúdo: Formal
● ao método de elaboração: Dogmática
● à mudança: Rígida
● à extensão: Analítica
● à forma: Escrita

Promulgada: Conta com a participação popular, seja para elaborá-la, quanto para escolher seus
representantes e/ou por efeito de lei maior.
Outorgada: Fruto de atos unilaterais de poder. Sem participação popular.
Czarista (bonapartista): Elaborada unilateralmente, porém se submete a ratificação por meio de referendo.

Formal: Considera-se apenas o modo de elaboração da norma. Se ela passou por um processo mais solene,
mais dificultoso de formação, será formalmente constitucional.

Material: É irrelevante o modo de elaboração da norma. Tratando-se de estabelecimento de poder e sua


limitação será materialmente constitucional.

Extensão

Sintética: Versa apenas normas essenciais à estrutura do Estado, sua organização e funcionamento, bem
como divisão de poderes e direitos fundamentais.

Análitica / Prolixa: De conteúdo extenso, trata de termos estranhos ao funcionamento do Estados, trazendo
minúcias que encontrariam maior adequação fora da constituição, em normas infraconstitucionais.

Elaboração: Dogmática: Elaboradas em um momento determinado, refletem os valores e dogmas daquela


época. São sempre escritas.
Históricas: Forma-se a partir da evolução de uma sociedade, dos seus costumes. Não são escritas.

Ideologia: Eclética / Pragmática: São CF dogmáticas as que se fundam em várias ideologias.


Ortodoxas: Fundadas em apenas 1 ideologia.

Finalidade:

Garantia: sintética, busca garantir a limitação dos poderes estatais frente aos indivíduos.
Dirigente: Caracteriza-se pela existência de normas programáticas (de cunho social, dirigindo a atuação
futura dos órgãos governamentais.
Balanço: Sua função é disciplinar a realidade dos Estados num determinado período, retratando o arranjo
das forças sociais que estruturam o Poder.

Ontologia? Normativa: Em plena consonância com a realidade social, conseguindo regular os fatos da vida
política do Estado.
Semântica: Tem a finalidade de legitimar o poder daqueles que já o exercem. Regimes autoritários.
Nominativa: Finalidade de regular a vida política do Estado, porém não alcança seu objetivo.

Flexibilidade: Rígida: Prevê um procedimento solene, mais dificultoso para a alteração das leis ordinárias.
Flexível: Para alterar a constituição utiliza-se o mesmo processo legislativo de elaboração e alteração de leis
ordinárias.
Semi-rígida: Algumas normas da constituição só podem ser modificados por um procedimento mais
dificultoso, enquanto que outros se submetem ao mesmo processo legislativo infraconstitucional.

Forma: Escrita: Formadas por um conjunto de regras formalizadas por órgão constituinte, em documentos
escritos. Positivada.
Não-escrita / Costumeiras / Consuetudinária: Não são elaboradas por órgãos estatais.

CONSTITUIÇÕES DO BRASIL

● 1824
✓ Única constituição da Monarquia no Brasil
✓ Outorgada
✓ Poderes: legislativo, executivo, judiciário e moderador

● 1891
✓ Promulgada
✓ Estabeleceu o sistema presidencialista
✓ Voto secreto para homens a partir dos 21 anos
✓ Eleições diretas para Presidente da República, Câmara do Deputados e Senado Federal
✓ Criou o Habeas Corpus
✓ Proibiu a pena de morte
✓ Fim do poder moderador

● 1934
✓ Promulgada
✓ Voto obrigatório a partir dos 18 anos
✓ Garantiu o direito de voto das mulheres
✓ Criou o salário mínimo e o Mandado de Segurança

● 1937
✓ Outorgada - Estado Novo
✓ Permissão: pena de prisão para quem se opuser ao governo, eleição indireta para
Presidente, pena de morte, censura aos meios de comunicação
✓ Eliminação do cargo de Vice-Presidente

● 1946
✓ Promulgada (volta do regime democrático)
✓ Extinguiu a pena de morte
✓ Proibiu a censura aos meios de comunicação

● 1967
✓ Outorgada - Ditadura Militar
✓ Eleições indiretas
✓ Estabeleceu a pena de morte para crimes de segurança nacional
✓ Houve uma grande mudança em 1969, porém não é considerada nova constituição

● 1988
✓ Promulgada - Fim da Ditadura - Início do Estado Social-Democrata - CF Cidadã
✓ Garantiu o direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade
✓ Objetivo: Diminuir o poder do Estado ao atribuir direitos aos cidadãos.

D.E.O.​ = Direitos, Estrutura e Organização.

ADCT​: Ato das Disposições Constitucionais Transitórias.

Plebiscito​: Forma de consulta popular anterior ao ato normativo.

Referendo​: Forma de consulta posterior ao ato normativo.

Preâmbulo​: Não tem força de norma constitucional. Tem natureza jurídica informativa / apresentação.

Mutação constitucional​: Mudança na interpretação da norma sem modificar a letra da lei.

DOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS


Art. 1º. A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do
Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:

I - a soberania;

II - a cidadania

III - a dignidade da pessoa humana;

IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;

V - o pluralismo político.

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou
diretamente, nos termos desta Constituição.

Art. 2º. São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o
Judiciário.

Função do Legislativo:

● Típica: Legislar e fiscalizar o executivo


● Atípica: Julgar e administrar

Função do Executivo:

● Típica: Administrar
● Atípica: Legislar e julgar

Função do Judiciário:

● Típica: Julgar
● Atípica: Legislar e administrar
CNJ: Corno não julga - 15 letras
STF: Somos um time de futebol - 11
STJ: Somos todos Jesus - 33
TST: Trinta sem três - 27
TSE: Todos sete - 7
TSM:Todos são moças - 15

Congresso Nacional

Câmara: Proporcional = Q = nº de votos válidos / nº de cadeiras


Senado: Majoritário

Repristinação​: LINDB - Art. 2º § 3º Salvo disposição em contrário, a lei revogada não se restaura por ter a
lei revogadora perdido a vigência.

Desconstitucionalização​: Uma norma que tinha caráter constitucional passar a ser recepcionada como
infraconstitucional.

Recepção​: Fenômeno que permite que as normas anteriores a CF passem a integrar o ordenamento
jurídico desde que compatíveis materialmente.

APLICABILIDADE DAS NORMAS

OBJETIVOS DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL


● Construir ​uma sociedade livre, justa e solidária
● Garantir ​o desenvolvimento nacional
● Erradicar ​a pobreza e a marginalização, reduzir as desigualdades sociais e regionais
● Promover ​o bem de todos, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade ou quaisquer outras
formas de discriminação.

HABEAS CORPUS

Remédio constitucional, ao tutelar o direito fundamental da liberdade de locomoção, pressuposto para o


exercício de tantos outros direitos fundamentais, pode ser entendido então enquanto garante
indiretamente de todos esses. Desse modo, é inegável que o habeas corpus é uma ação assegurada como
cláusula pétrea da Constituição Federal nos termos do artigo 60, §4º, IV (segundo o qual não será objeto de
deliberação a proposta de emenda tendente a abolir os direitos e garantias individuais).

DOS DIREITOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS

● Direitos individuais e coletivos: Art. 5.


● Direitos sociais: 6º a 11.
● Da nacionalidade: 12 e 13.
● Dos direitos políticos: 14 a 16.
● Dos Partidos políticos: 17.

Características dos direitos fundamentais

Universalidade: Deve possuir como sujeito ativo todos os indivíduos.


Imprescritibilidade: Não se perde com o tempo.