Você está na página 1de 9

COLÉGIO ESTADUAL NATÁLIA REGINATO

Felipe Domingos Nº 8
Tiago Toler Nº 33

LSD: Características
&
Fungos benéficos para o ser humano

Trabalho da disciplina de Biologia


dos alunos Tiago e Felipe do 2º ano C.

Junho/2016
Curitiba
LSD

Lysergsäurediethylamid, ou LSD, é a palavra alemã para dietilamida do ácido


lisérgico, considerada uma das substâncias mais alucinógenas conhecidas.

Albert Hoffman, em 1943, sintetizou o LSD em sua pesquisa sobre o fungo


ergo. Ele acabou acidentalmente entrando em contrato com a droga e
descobriu seus efeitos alucinógenos.

Albert hofmann

A partir da cravagem de um fungo do centeio (Claviceps purpúrea) a


dietilamida do ácido lisérgico é sintetizada, fazendo primeiramente Ácido
Lisérgico conseguido a partir da hidrolise catalítica da ergotamina, então é feita
uma adição redutiva de Dietilamina no acido formando Dietilamida do Acido
Lisergico (LSD).

A fórmula molecular do LSD é:

Normalmente, o uso é feito pela via oral, onde coloca-se uma pequena gota do
líquido com embaixo da língua. Algumas pessoas preferem colocar a
substância em um pequeno pedaço de papel e, logo após, colocá-la sob a
língua. O LSD é considerado uma droga bastante forte, sendo necessário
pequenas quantidades para que haja um grande efeito. Estimativas dizem que
uma dose de 50 microgramas pode gerar um efeito de até 12 horas.

O LSD prova várias sensações e alterações na capacidade perceptiva. Como a


ampliação na capacidade de perceber cores e alterações na recepção de sons.
Pode ocorrer também a sinestesia, no qual informações sensoriais misturam-
se. A droga causa também modificações na percepção de tempo e espaço. Por
conta desses efeitos, a droga é frequentemente usada em shows e festas,
permitindo ao usuário uma experiência sensorial mais abrangente. Porém, os
efeitos do LSD variam para cada organismo e têm relação com as doses
utilizadas e com o estado emocional do usuário.

Além dos efeitos psíquicos, o uso do LSD pode gerar efeitos físicos como
tremores, aumento da temperatura corporal, aumento da frequência cardíaca,
aumento da pressão arterial, pupilas dilatadas, aumento da glicemia, suores,
perda de apetite, náuseas, tontura, parestesia, boca seca, insônia e convulsão.

Pupilas dilatadas são um dos efeitos do LSD.

Apesar do LSD normalmente não causar comportamentos compulsivos para


sua obtenção, pode ocasionar uma dependência psicológica, visto que alguns
usuários não conseguem viver mais sem a droga.

No entanto, o seu maior risco não encontra-se na toxicidade ao organismo mas


nos efeitos psíquicos que ela causa, pois o usuário torna-se incapaz de avaliar
situações de perigo, julgando-se com capacidade de força irreal, podendo
envolver-se em acidentes, por exemplo.

Imagem de um vídeo de um jovem sobre os efeitos do LSD que viralizou nas redes sociais. No
vídeo o garoto parece confuso e extremamente alucinado.
O uso crônico do LSD pode causar um fenômeno, de causa desconhecida.
chamado de “flashback”, no qual, repentinamente, o indivíduo passa a ter
todos os sintomas psíquicos do uso, porém sem tê-lo feito.

Alguns estudos presume que este fenômeno possa ser desencadeado por
intoxicação alcoólica, pelo uso abusivo da maconha ou por cansaço físico.

Curiosidades sobre o LSD

• 1950 – Atores Gary Grant e Esther Williams usam LSD associado à


psicoterapia nos EUA. Os escritores Aldous Huxley e Anais Nin tornam-se
entusiastas da droga.

• 1955 – A CIA, as Forças Armadas Americanas e os governos do Canadá e


Inglaterra testam LSD para controle da mente em interrogatórios da Guerra fria.

• 1950-1963 – Mais de mil pesquisas clínicas envolvendo 40 mil pessoas são


realizadas. Entre os focos, doenças nervosas e dependência química.

• 1963 – O neurocientista Timothy Leary é demitido da Universidade de Havard


por distribuir a droga a alunos.

• 1967 – Consumo eclode no chamado “Verão do Amor”. Bandas como Pink


Floyd e The Doors se inspiram em viagens psicodélicas. Jovens hippies
recusam a Guerra do Vietnã.

• 1973 – Governo Nixon proíbe pesquisas científicas com LSD. Retomada


acontece, gradualmente, no fim dos anos 1980, por entidades independentes
como a MAPS.
Fungos benéficos ao ser humano

Os fungos são organismos heterótrofos e se alimentam de moléculas orgânicas


retiradas da matéria orgânica. Essa matéria orgânica da qual eles retiram
essas moléculas é proveniente de cadáveres e restos de plantas e animais. Por
esse motivo, eles são chamados de saprófagos e, juntamente com as
bactérias, decompõem a matéria orgânica, fazendo a reciclagem de nutrientes
da natureza e impedindo o acúmulo de lixo orgânico.

Algumas espécies de fungos como o Agaricus campestris e o Lentinus edodes,


conhecidos respectivamente como champignon e shitake, são amplamente
utilizados no preparo de diversos pratos da gastronomia.

Agaricus campestris

Além desses fungos, há os que são utilizados na fabricação de queijos, como o


Penicillium roqueforti, utilizado na produção de queijo roquefort, e o Penicillium
camembertii, utilizado na fabricação do queijo camembert.

Penicillium roqueforti
Já as leveduras, como o Saccharomyces cerevisae, são empregadas na
fabricação de alimentos como pães, roscas, bolos etc. Elas são utilizadas como
fermento, pois conferem à massa leveza e maciez. Em bebidas alcoólicas,
como a cerveja, uísque e saquê, o Saccharomyces cerevisae também é
empregado, mas na produção de vinho, o fungo utilizado é o Saccharomyces
ellipsoideus.

Saccharomyces cerevisae

Além de importantes decompositores e nas indústrias alimentícia e de bebidas,


os fungos também são muito importantes na indústria farmacêutica, na
produção de antibióticos como a penicilina, descoberta o Alexander Fleming no
ano de 1929, que é amplamente empregada nos dias de hoje.
CONCLUSÃO

O trabalho apresenta – através de exemplos diversos – o quão impactante os


fungos são no nosso dia a dia.

Além de decompor a matéria orgânica na natureza, os fungos influenciam em


nossa economia (O Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja do mundo, e
para fazer cerveja, necessita-se de levedura), culinária (Queijos, pães,
cogumelos.), cultura (O impacto que o LSD teve no movimento Hippie foi muito
grande, e esse mesmo movimento Hippie sustentou uma contestação à guerra
do Vietnã), na medicina (criação da penicilina) e até na criminalidade (LSD é
uma das drogas mais caras do planeta, o que enriquece o tráfico).

Atualmente, novos tipos de fungos vêm sendo descobertos e estudados, como


os três fungos (Scleroderma minutispora, Morganella rimosa, Morganella
albostipitata) que foram encontrados em 2012, na Floresta Amazônica.
Cientistas esperam descobrir novas usos e características que esses seres
têm, o que pode permitir novos usos para os fungos.
BIBLIOGRAFIA

- https://pt.wikipedia.org/wiki/Fungi
- https://ppbio.inpa.gov.br/noticias/novasppfungos
- https://pt.wikipedia.org/wiki/LSD
- http://www.fatosdesconhecidos.com.br/impressionante-conheca-16-das-
substancias-mais-caras-mundo/

Interesses relacionados