Você está na página 1de 2

Paulo Paranhos Questões de Homônimos e Parônimos - FCC 1

MPE-SE – Analista – 2013


Isso ajuda a explicar por que o bonde urbano e grandes projetos de transporte público estão com toda a
força.
O elemento grifado acima preenche corretamente a lacuna da frase:
(A) Detroit acaba de pedir resgate ao governo do Estado de Michigan porque está soterrada em dívidas.
(B) Ao se constatar que o capital se movimenta nas grandes cidades, com suas redes de conexão,
compreende-se por que há interesse na revitalização dos centros urbanos.
(C) Porque encarecem rapidamente, os bairros revitalizados acabam expulsando dali as classes mais
baixas.
(D) Os embates em Istambul começaram porque se cogitou transformar um parque em shopping center.
(E) A perda de mobilidade explica em parte o porquê de algumas metrópoles brasileiras estarem
cedendo às ideias de um urbanismo mais saudável.
TJ-RJ – Técnico Judiciário - 2012
Diz o autor que ...... pelo menos cinco anos vem contando os dias para sua aposentadoria (daqui ......
seis meses, segundo seus cálculos), ...... partir da qual pensa em dedicar-se ..... jardinagem.
Completam adequadamente as lacunas da frase acima, na ordem dada:
(A) há - a - a - à
(B) a - há - a - à
(C) há - a - à - a
(D) a - há - à - à
(E) há - há - a – a
TCE-SP – Agente de Fiscalização Financeira – 2012
Isso talvez nos explique por que os gregos, estes que teriam inventado a democracia ocidental com seus
valores, na verdade, legaram-nos apenas um valor fundamental: a suspeita de si.
O que se destaca na frase acima está grafado em conformidade com o padrão culto escrito, assim como
o está o destacado em:
(A) Cumprimentou-o efusivamente por que tem por ele grande carinho.
(B) Vive me remedando, não sei bem o porque.
(C) Porque você fez isso eu nem imagino.
(D) Isso quer dizer exatamente o quê?
(E) Em quê eu posso ajudá-lo?
TRE/PE/Técnico Judiciário Administrativo/2011
O par grifado que constitui exemplo de parônimos está em:
(A) No espaço de uma noite, o rio havia transbordado e inundado o quintal da casa.
Pela manhã, foi possível constatar a força destrutiva das águas.
(B) O rio se convertera em um caudaloso fluxo de águas sujas.
O menino se assustou com a violência barrenta das águas.
(C) Famílias eminentes podiam ir para o campo, fugindo do bulício da cidade.
Eram iminentes os riscos causados pela inundação das águas barrentas do rio.
(D) Era urgente a necessidade de obras para a contenção do rio.
Havia heroísmo na concentração dos homens que lutavam contra a corrente.
(E) No pomar atrás da casa havia frutas, entre elas, mangas e cajus.
Em mangas de camisa, homens tentavam salvar o que as águas levavam. polissemia
TRT 22ª Região/PI/Analista Administrativo/2010
Está plenamente adequado o emprego de ambos os elementos em destaque na frase:
(A) À medida em que a ciência avança, fenômenos de cuja causa desconhecíamos passam a ser
explicados.
(B) Por hora, a ciência tem ainda muito que caminhar, já que o homem não renunciou a inflingir sua
curiosidade ao mundo.
Paulo Paranhos Questões de Homônimos e Parônimos - FCC 2

(C) Se sobrevir ao homem alguma calamidade em escala planetária, somente a ciência disporá os
meios de enfrentá-la. Sobrevier / disporá dos meios
(D) A arrogância de que muitos homens são acometidos não parece estar entre os defeitos que se
poderiam assacar ao autor.
(E) É por vezes mais preferível ignorar a razão de um fenômeno do que imaginá-lo esclarecido por
um atalho místico.
TRF 1ª Região/Analista Administrativo/2006
Estão corretos o emprego e a flexão dos verbos na frase:
(A) A polêmica que o editorial tinha aceso entre os latino-americanos também acerrou os ânimos de
intelectuais progressistas europeus.
(B) Atitudes colonialistas costumam insulflar ressentimentos entre os povos que buscam imergir de
suas fundas penúrias.
(C) A revista The Lancer descriminou os cubanos, tratando-os como bem lhe aprouveu.
(D) Se os cubanos interviessem em outros países do modo como já intervieram as grandes
potências, seriam duramente rechaçados.
(E) Que ninguém se surprenda se os cubanos recomporem seu estilo de vida, após uma eventual
ruptura política.

1. Assinale a frase onde houve erro de 2. Complete com PORQUE, POR QUE, PORQUÊ ou
POR QUÊ:
concordância:
a) _____ você viajou?
1. a) Deve haver muitos problemas.
b) Você viajou _____?
b) Deve existir muitos problemas.
c) Quero saber _____ você viajou.
c) Devem acontecer fatos incríveis.
d) Não sei _____ você viajou.
d) Devem ocorrer fatos incríveis.
e) Não sei a razão _____ você viajou.
e) Deve haver fatos incríveis.
f) Não sei o motivo _____ você viajou.
2. a) Deve fazer três anos que não é visto.
g) Não sei o _____ de sua viagem.
b) Devem decorrer três anos que fugiu.
h) Ele viajou _____ foi transferido.
c) Devem fazer verões quentíssimos.
i) Não sei o _____ você viajou.
d) Devem haver-se os alunos com os professores.
j) Não conheço os caminhos _____ você veio.
e) Deve haver mais precaução.
k) Descobri _____ razão você foi reprovado.
3. a) Pode haver problemas.
l) Sei o _____ choras.
b) Podem existir problemas.
m) Você deseja um _____ para tudo.
c) Pode acontecer fatos imprevistos.
n) Eis o _____ de tudo.
d) Pode haver fatos imprevistos.
o) Ele gostaria de saber _____ eu faltei.
e) Pode haver aulas até janeiro.
p) Saia daí, _____ você acaba caindo.
4. a) Podem decorrer anos até sua volta.
q) _____ estava velho, o livro foi jogado fora.
b) Podem existir muitas reprovações.
r) Desconheço as causas _____ ele faltou.
c) Podem haver-se com dignidade todos os presentes.
s) Daí ele perguntou: “_____ está reclamando?”
d) Podem fazer os alunos, aqui mesmo, seus
trabalhos.
_____ razão você está se queixando?
e) Podem haver faltas no ano que vem.
5. a) Parece que eles se houveram com dignidade.
b) Creio que os alunos se houveram bem nos exames.
c) Os juízes houveram por bem condená-lo.
d) Quem fizer isto, comigo se haverá.
e) Seria bom que eles houvesse se retirado.

Interesses relacionados