Você está na página 1de 3

O exame de glicose, também conhecido como teste da glicose, é feito com objetivo

de verificar a quantidade de açúcar no sangue, sendo o principal exame realizado


para diagnosticar a diabetes. Veja quais são os sintomas de diabetes.
Para realizar o exame é preciso que a pessoa esteja em jejum, para que o
resultado não seja influenciado e o resultado possa ser um falso-positivo para
diabetes, por exemplo. A partir do resultado do exame, o médico poderá indicar
reajuste da dieta, uso de medicamentos antidiabéticos, como a Metformina, por
exemplo, ou até mesmo insulina.
Valores de referência do exame da glicose em jejum
Os valores de referência do exame da glicose em jejum são:
 Normal: inferior a 99 mg/dl;
 Pré-diabetes: entre 100 e 125 mg/dl;
 Diabetes: superior a 126 mg/dl em dois dias diferentes.
O tempo de jejum para o exame da glicose em jejum é de 8 horas, e a pessoa não
deve comer nem beber nada durante este período. Além disso, a pessoa não deve
fumar antes do exame e deve evitar fazer esforços.

Teste de intolerância à glicose


O teste de tolerância à glicose, também chamado de exame de curva glicêmia ou
TOTG, é feito em jejum e consiste na ingestão de glicose ou dextrosol após a
primeira coleta. Nesse exame são feitas várias dosagens da glicose: em jejum, 1, 2
e 3 horas após a ingestão do líquido açucarado fornecido pelo laboratório, sendo
necessário que a pessoa permaneça no laboratório praticamente o dia todo.
Esse teste ajuda o médico a fazer o diagnóstico da diabetes e normalmente é feito
durante a gestação, já que é comum os níveis de glicose aumentarem durante
esse período. Veja como é feito o teste de tolerância à glicose.
Valores de referência do TOTG
Os valores de referência do teste de intolerância à glicose referem-se ao valor da
glicose 2 horas ou 120 minutos após a ingestão da glicose e são:
 Normal: inferior a 140 mg/dl;
 Pré-diabetes: entre 140 e 199 mg/dl;
 Diabetes: igual ou superior a 200 mg/dl.
Desta forma, se o indivíduo apresentar uma glicemia em jejum superior a 126
mg/dl e uma glicemia igual ou superior a 200 mg/dl 2h após ingerir glicose ou
dextrosol, é provável que a pessoa tenha diabetes, devendo o médico indicar o
tratamento.
Exame da glicose na gravidez
Durante a gravidez é possível que a mulher apresente alterações nos seus níveis
glicêmicos, por isso é importante que o obstetra solicite a dosagem da glicose para
verificar se a mulher possui diabetes gestacional. Veja quais são os sintomas e
riscos da diabetes gestacional.
O exame solicitado pode ser tanto a glicose em jejum ou o teste de tolerância à
glicose, cujos valores de referência são diferentes. Entenda como é feito o exame
para o diagnóstico de diabetes gestacional.
Sintomas de Diabetes
Os principais sintomas da diabetes costumam ser sede intensa, urina em excesso
e coceira no corpo, e podem se manifestar em qualquer idade. No entanto, a
diabetes tipo 1 costuma surgir principalmente durante a infância e adolescência,
enquanto a diabetes tipo 2 está mais relacionada com o excesso de peso e a má
alimentação, aparecendo principalmente após os 35 anos de idade.
Assim, na presença destes sintomas, principalmente se também existirem casos
de diabetes na família, é recomendado fazer o exame de glicemia de jejum para
verificar a taxa de açúcar no sangue. Caso seja diagnosticado diabetes ou pré-
diabetes, o tratamento deve ser iniciado para controlar a doença e evitar suas
complicações. Para ajudar no controle, veja um bom exemplo de remédio caseiro
para diabetes.
O tratamento da diabetes é feito de acordo com a orientação do endocrinologista
ou clínico geral e normalmente é feito com o uso de medicamentos que ajudam a
diminuir a concentração de glicose no sangue, como a Metformina, por exemplo, e
aplicação de insulina sintética em alguns casos. No entanto, é importante ter uma
dieta adequada e praticar atividades físicas periódicas. Entenda como é feito
o tratamento da diabetes.
Sinais e sintomas de diabetes tipo 2
Os sinais e sintomas iniciais da diabetes tipo 2 são mais comuns em pessoas com
excesso de peso, obesidade ou alimentação rica em açúcar e gordura.

Para saber se pode estar com diabetes tipo 2, selecione aqui os seus sintomas:
1. 1. Aumento da sede
Sim
Não
2. 2. Boca constantemente seca
Sim
Não
3. 3. Vontade frequente para urinar
Sim
Não
4. 4. Cansaço frequente
Sim
Não
5. 5. Visão turva ou embaçada
Sim
Não
6. 6. Feridas que cicatrizam lentamente
Sim
Não
7. 7. Formigamento nos pés ou mãos
Sim
Não
8. 8. Infecções frequentes, como candidíase ou infecção urinária
Sim
Não
exame da curva glicêmica
O exame da curva glicêmica, também chamado de teste oral de tolerância à
glicose, ou TOTG, é um exame que pode ser solicitado pelo médico com o objetivo
de auxiliar no diagnóstico de diabetes, pré-diabetes, resistência à insulina ou
outras alterações relacionadas às células pancreáticas.
Esse exame é feito a partir da análise da concentração de glicose no sangue em
jejum e depois da ingestão de um líquido açucarado fornecido pelo laboratório.
Assim, o médico pode avaliar como o organismo funciona frente a elevadas
concentrações de glicose. O TOTG é um exame importante durante a gestação,
sendo incluído na lista de exames pré-natais, pois a diabetes gestacional pode
representar risco tanto para a mãe quanto para o bebê.
O exame da curva glicêmica é disponibilizado pelo SUS, não havendo qualquer
gasto para a realização desse exame, mas quando feito em clínicas particulares,
pode custar aproximadamente R$ 30,00.

Como é feito o exame


O exame é feito com o objetivo de verificar como o organismo reage frente a
elevadas concentrações de glicose. Para isso, a primeira coleta de sangue deve
ser feita com o paciente em jejum de pelo menos 8 horas. Após a primeira coleta,
o paciente deve beber um líquido açucarado que contém cerca de 75 g de glicose,
no caso dos adultos, ou 1,75g de glicose por cada quilo da criança.
Após o consumo do líquido são feitas algumas coletas de acordo com a
recomendação médica. Normalmente são realizadas 4 coletas de sangue até que
sejam completados 2 horas da ingestão da bebida, ou seja, são feitas coletas 30,
60, 90 e 120 minutos após o consumo do líquido. Em alguns casos, o médico pode
solicitar apenas uma única dosagem após 2 horas do consumo do líquido.
As amostras coletadas são enviadas para o laboratório, em que são feitas análises
com o objetivo de identificar a quantidade de açúcar no sangue. O resultado pode
ser liberado em forma de gráfico, indicando a quantidade de glicose no sangue em
cada momento, o que permite uma visão mais direta do caso, ou em forma de
resultados individuais, devendo o médico fazer o gráfico para avaliar a condição de
saúde do paciente.
Valores de referência
A interpretação da curva glicêmica após 2 horas é da seguinte forma:
 Normal: inferior a 140 mg/dl;
 Tolerância diminuída à glicose: entre 140 e 199 mg/dl;
 Diabetes: igual ou superior a 200 mg/dl.
Quando o resultado é a tolerância diminuída à glicose, significa que há um grande
risco de desenvolver diabetes, podendo ser considerada uma pré-diabetes. Além
disso, somente uma amostra deste exame não é suficiente para o diagnóstico da
doença, devendo-se ter uma coleta da glicemia de jejum em outro dia para
confirmar.