Você está na página 1de 35

CURSO INSTALADOR E

REPARADOR DE REDES DE
COMPUTADORES – PRONATEC

Planejamento e Projeto de Redes


de Computadores
Profª Karlise Soares
karlise.nascimento@iffarroupilha.edu.br

Aula 03 – Metodologia Top-Down e Análise das


Metas do Negócio do Cliente
Roteiro
• Revisão
• Metodologias de Projeto
• Metodologias de Projeto Top-Down
• Análise das Metas e das Restrições do Negócio
• Atividade 03
Sobre a aula anterior
A Gestão de Projetos estabelece estratégias e
metodologias para o desenvolvimento de projetos
buscando atender os aspectos que devem ser
considerados, e assim, atingir o objetivo de forma
eficiente e satisfatória.

Durante o ciclo de vida de um projeto as seguintes


áreas de conhecimento são aplicadas na gestão do
projeto: Gestão da Integração, do Escopo, do Tempo,
do Custo, da Qualidade, dos Recursos Humanos, das
Comunicações, dos Riscos e de Aquisições.
Metodologias de Projeto
Um projeto, por definição, é um esforço temporário
que possui início, meio e fim bem definidos e é
empreendido para criar um produto ou serviço, que
depende de alguns fatores-chave para seu sucesso:
• Um objetivo claramente delimitado;
• Concentração de esforços e administração de
conflitos;
• Equipe habilitada para a resolução dos problemas;

Continua...
Metodologias de Projeto
• Planejamento técnico e estratégico (utilização de
ferramentas de análise);
• Gerência de projeto sobre os objetivos, custos,
prazos e qualidade de execução, com controle e
avaliação dos resultados obtidos;
• Atendimento das necessidades dos clientes.
A Metodologia Top-Down
É um processo sistemático de criação de redes que
tem seu foco nos aplicativos, nas metas técnicas e
na finalidade dos negócios de uma organização.

É uma metodologia que ajuda a projetar uma visão


lógica da rede, antes de desenvolver uma visão física.

A ênfase está no planejamento antes da execução.


Ajuda a analisar as metas globais e depois adaptar a
estrutura de rede proposta à medida que obtém mais
detalhes sobre necessidades específicas.
A Metodologia Top-Down
O produto de um projeto de desenvolvimento deve
ser um modelo de um sistema completo. Um
modelo lógico do sistema permite que usuários e
projetistas vejam como o sistema inteiro funciona e de
que maneira as partes se encaixam. Um modelo
fornece uma referência comum para utilização durante
a discussão das funções lógicas do sistema.
Fases do projeto de redes
Top-Down
Esta metodologia consiste possui quatro fases:
• Identificação das necessidades e das metas dos
clientes;
• Projeto da rede lógica;
• Projeto da rede física;
• Testes, otimização e documentação do projeto de
rede.
Fases do projeto de redes
Top-Down
1) Identificação das necessidades e
das metas dos clientes
Tem foco na análise de requisitos, começando com a
identificação das metas do negócio e dos requisitos
técnicos. A tarefa de caracterizar a rede existente,
inclusive a estrutura física e o desempenho dos
principais segmentos e roteadores da rede, vem em
seguida. A última etapa desta fase é analisar o tráfego
da rede, inclusive o fluxo de tráfego e a carga, o
comportamento do protocolo e os requisitos de
Qualidade de Serviço (QoS).
Fases do projeto de redes
Top-Down
2) Projeto da rede lógica
Nesta fase o projetista da rede desenvolve uma
topologia de rede. Dependendo do tamanho da rede e
das características do tráfego, a topologia pode ser
plana ou hierárquica.
O projetista de redes também elabora um modelo de
endereçamento de camadas de rede e seleciona
protocolos de enlace, comutação e roteamento. O
projeto lógico também inclui o projeto de segurança e
gerenciamento da rede.
Fases do projeto de redes
Top-Down
3) Projeto da rede física
Esta fase começa com a seleção de tecnologias e
dispositivos para redes locais ou de campus, inclusive
as tecnologias Ethernet, FDDI e ATM; roteadores,
switches, hubs e cabeamento para implementar as
tecnologias.
Segue-se a seleção de tecnologias e dispositivos
para a rede corporativa da empresa. Estas
tecnologias incluem Frame Relay, ATM, xDSL e dial-
up; roteadores, switches de WAN e servidores de
acesso remoto para implementar as tecnologias.
Fases do projeto de redes
Top-Down
3) Projeto da rede física
Layout dos equipamentos:
Existem diversos fatores que devem ser
considerados no projeto físico de uma rede de
computadores. Nesse aspecto, o layout dos
equipamentos pode ser influenciado pelos seguintes
fatores: Custos; Distâncias envolvidas; Expectativa de
crescimento da rede; Localização física dos dispositivos;
Segurança física; Alternativas para recuperação em
caso de acidentes...
Fases do projeto de redes
Top-Down
3) Projeto da rede física
Definição da Infra-estrutura
Um componente de rede básico é o cabeamento,
mesmo para redes que utilizam tecnologias sem fio.
Afinal, mesmo uma rede sem fios, em alguma parte,
necessita conectar equipamentos como antenas,
placas de rede, servidores, pontos de acesso, etc.
Fases do projeto de redes
Top-Down
3) Projeto da rede física
Definição da Infra-estrutura
O projeto físico da rede deve optar por um esquema de
infraestrutura apropriado, levando em consideração os
custos com aquisição de cabos, acessórios, material
de identificação, etc, bem como as limitações de
distância de cada tipo de mídia (cabos de par trançado,
cabo coaxial, fibra óptica), obstáculos, restrições do
local, entre outros.
Fases do projeto de redes
Top-Down
4) Testes, otimização e documentação do projeto de
rede
A etapa final é descrever e implementar um plano de
testes, elaborar um protótipo ou piloto, otimizar o
projeto da rede e documentar o trabalho com uma
proposta de projeto de rede.
Se os resultados dos testes indicarem quaisquer
problemas de desempenho, então durante essa fase o
projeto deverá ser atualizado, citando a otimização que
deve ser implementada.
Fases do projeto de redes
Top-Down
4) Testes, otimização e documentação do projeto de
rede
Por último deve ser elaborada a documentação do
projeto da rede, que inclui a descrição dos requisitos de
seu cliente e explica como o projeto atende a esses
requisitos. Também se documentam a rede existente,
o projeto lógico e físico, o orçamento e despesas
associadas com o projeto.
Análise das metas e
das restrições do negócio
A compreensão das metas e das restrições de negócio
do cliente é um aspecto crítico do projeto de rede.
Análise das metas
Antes de marcar uma reunião com o cliente para
discutir as metas do negócio correspondentes ao
projeto de rede, é interessante (1) pesquisar sobre
o negócio do cliente, ou seja, descobrir em que
mercado ele se encontra, quais são seus produtos,
fornecedores e suas vantagens competitivas.
Análise das metas e
das restrições do negócio
Com o conhecimento do negócio do cliente e de suas
relações externas será possível determinar as
tecnologias e os produtos para ajudar a fortalecer o
status do cliente no mercado em que ele participa.

Na primeira reunião com o cliente é necessário (2)


entender sua estrutura organizacional. É provável que
o projeto final de interligação das redes refletirá a
estrutura corporativa. Entender essa estrutura
também ajudará a localizar as comunidades de usuários
mais importantes para caracterizar o fluxo de tráfego.
Análise das metas e
das restrições do negócio
Entender a estrutura da empresa também auxilia a
entender a hierarquia da tomada de decisões. Uma
das principais metas nos estágios iniciais em um
projeto de rede deve ser (3) determinar quais são
os responsáveis pela tomada de decisões em relação
à proposta do projeto de redes.

Solicite ao cliente para (4) definir uma meta global


para o projeto da rede.
Continua...
Análise das metas e
das restrições do negócio
São exemplos típicos de metas de negócio em um
projeto de rede:
• Aumentar a receita e o lucro;
• Melhorar as comunicações na empresa;
• Encurtar o ciclo de desenvolvimento de produtos;
• Aumentar a produtividade dos funcionários;
• Expandir para outros mercados;
• Modernizar tecnologias desatualizadas;
• Reduzir os custos de telecomunicações e redes;
• Oferecer novos serviços aos clientes
Análise das metas e
das restrições do negócio
Identificando Riscos
Com as metas alcançadas o sucesso estará garantido.
Mas é necessário também (5) definir os riscos e as
consequências do fracasso do projeto.
• O quê acontecerá se o projeto falhar ou a rede
não atender às especificações?
• Existirá impacto nas operações da organização?
• O sucesso / fracasso do projeto será visível para os
executivos?
Análise das metas e
das restrições do negócio
Identificação do escopo de um projeto de rede
Esta atividade ajuda a entender se o projeto se destina:
• A um único segmento de rede;
• A um conjunto de LAN’s;
• A uma WAN;
• A redes de acesso remoto;
• Ou ainda à rede da empresa inteira.
Análise das metas e
das restrições do negócio
Identificação do escopo de um projeto de rede
Os projetistas de rede raramente têm a chance de
projetar uma rede a partir do zero. Normalmente, um
projeto de rede envolve uma versão aperfeiçoada da
rede existente, ou uma rede nova conectada a uma
rede existente.
Toda a expectativa do cliente em relação ao projeto de
rede pode ser trazida à realidade quando o escopo do
projeto fica bem definido.
Análise das metas e
das restrições do negócio
Identificação dos aplicativos de rede do cliente
Os aplicativos são a verdadeira razão para a existência
das redes. A identificação dos aplicativos deve incluir
tanto os existentes quanto os novos. Uma forma
simples de começar a identificar os aplicativos é criar
uma planilha semelhante à mostrada na figura:
Análise das metas e
das restrições do negócio
Análise das restrições do negócio
Existem três aspectos organizacionais que podem
influenciar negativamente no projeto da rede:
• Políticas e Normas: é necessário conhecer
qualquer trabalho oculto, hostilidades, tendências,
relações de grupo ou histórico por trás do projeto que
poderiam fazê-lo fracassar. Existe algum projeto
semelhante que fracassou? Quais foram as razões
do fracasso? O projeto eliminará empregos?
Osuncionários possuem reação a mudanças? Qual é a
disposição para assumir riscos?
Análise das metas e
das restrições do negócio
Existem políticas de padronização ou adoção de
padrões abertos? Existe padronização de marcas de
equipamentos? Os departamentos controlam suas
próprias aquisições? Os usuários finais estão
envolvidos na escolha dos aplicativos?

Na ânsia de chegar aos requisitos técnicos, às vezes os


projetistas ignoram detalhes não técnicos, e isto é
um grande equívoco para o sucesso do projeto.
Análise das metas e
das restrições do negócio
Restrições orçamentárias e de pessoal
O projeto de rede deve se adaptar ao orçamento do
cliente. O orçamento deve incluir a previsão de compra
de equipamentos, licenças de software, contratos de
manutenção e suporte, testes e treinamentos.
Também pode incluir serviços de consultoria e
despesas com terceirização de algum serviço. A
formação e as habilidades do pessoal da equipe de
rede devem ser avaliadas. Qual é o nível de
experiência do pessoal interno envolvido no projeto?
Análise das metas e
das restrições do negócio
Cronograma
O prazo de entrega de cada subproduto em cada fase
do projeto deve estar bem acordado com o cliente.
Existem diversas ferramentas para o desenvolvimento
de cronogramas que incluem marcos, atribuições de
recursos, análise de caminho crítico, amarrações entre
atividades, entre outros. Entre as ferramentas temos
o Microsoft Project, Project Builder, etc.
Análise das metas e
das restrições do negócio
Cronograma
Um cronograma macro pode ser elaborado na etapa
de desenvolvimento do projeto, podendo ser
detalhado à medida que se planeja a execução de uma
determinada fase do projeto.
Análise das metas e
das restrições do negócio
Lista de verificação das metas de negócio
• Pesquisei o mercado e os concorrentes do cliente?
• Entendo a estrutura corporativa do cliente?
• Compilei uma lista das metas de negócios do cliente,
começando por uma meta global de negócios que
explica a finalidade principal do projeto de rede?
• O cliente identificou todas as operações de missão
crítica?
• Compreendo os critérios do cliente para o
sucesso e a identificação de falhas?
Análise das metas e
das restrições do negócio
Lista de verificação das metas de negócio
• Compreendo o escopo do projeto de rede?
• Identifiquei os aplicativos de rede do cliente?
• O cliente explicou as normas relacionadas com
fornecedores, protocolos administrativos ou
plataformas tecnológicas aprovadas?
• O cliente explicou quaisquer normas relacionadas
com soluções abertas x soluções patenteadas?
Análise das metas e
das restrições do negócio
Lista de verificação das metas de negócio
• O cliente explicou quaisquer normas relacionadas
com a distribuição de autoridade referente ao
projeto e à implementação da rede?
• Conheço o orçamento para esse projeto?
• Conheço o cronograma para esse projeto e acredito
que ele seja prático?
• Tenho uma boa noção sobre a experiência técnica
de meus clientes e de qualquer equipe interna ou
externa participante do projeto?
Análise das metas e
das restrições do negócio
Lista de verificação das metas de negócio
• Discuti com meus clientes um plano de treinamento
da equipe?
• Estou ciente de todas as políticas corporativas
que poderiam afetar o projeto de rede?
Atividade 03
Exercícios de fixação: Responda.
1) Para a elaboração de um projeto de rede, qual a importância
da análise da Viabilidade de Projeto?
2) O Ciclo de Vida do projeto possui quatro fases distintas,
quais são elas e o que significam?
3) Defina Projeto e Gestão de Projetos.
4) Quais são as Áreas de Conhecimento que devem ser
aplicadas na Gestão de Projetos?
5) Por que é importante gerir o Tempo, o Custo, os Recursos
Humanos e Financeiros durante a elaboração de um projeto
de rede?
Atividade 03
Exercícios de fixação: Responda.
6) Qual o objetivo da Metodologia Top-down? Quais são
suas fases?
7) No Projeto de Rede Lógica, quais são os aspectos a serem
observados?
8) E no Projeto de Rede Física?
9) Por que devemos Analisar as Metas do Negócio do
Cliente? O que deve ser feito para atingir esse objetivo?
10) A partir da Lista de Verificação das Metas do Negócio,
indique 5 itens que você considera essencial e justifique.