Você está na página 1de 6

Ficha de Avaliação

ENGENHARIAS IV
Tipo de Avaliação: AVALIAÇÃO DE PROGRAMAS
Instituição de Ensino: UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO (UFMA)
Programa: ENGENHARIA DE ELETRICIDADE (20001010005P9)
Modalidade: ACADÊMICO
Área de Avaliação: ENGENHARIAS IV
Período de Avaliação: Avaliação Quadrienal
Data da Publicação: 20/09/2017

Parecer da comissão de área


1 – Proposta do Programa

Itens de Avaliação Peso Avaliação


1.1. Coerência, consistência, abrangência e atualização das áreas de concentração, 40.0 Muito Bom
linhas de pesquisa, projetos em andamento e proposta curricular.
1.2. Planejamento do programa com vistas a seu desenvolvimento futuro, contemplando
os desafios internacionais da área na produção do conhecimento, seus propósitos na 40.0 Muito Bom
melhor formação de seus alunos, suas metas quanto à inserção social mais rica dos seus
egressos, conforme os parâmetros da área.
1.3. Infraestrutura para ensino, pesquisa e, se for o caso, extensão. 20.0 Muito Bom

Conceito da Comissão: Muito Bom


Apreciação: A proposta do programa detalha coerentemente o histórico de formação do programa e sua evolução,
apresentando de forma satisfatória seus impactos regionais e a preocupação com seus egressos.

A coordenação apresenta claramente suas preocupações em relação à melhoria do programa, o que inclui o
aumento de publicação em artigos de maior impacto por parte de seus docentes.

Em relação à infraestrutura, observa-se que o discente da UFMA tem acesso a laboratórios de bom nível, capazes de
suprir as necessidades de sua pesquisa.

2 – Corpo Docente

Itens de Avaliação Peso Avaliação


2.1. Perfil do corpo docente, consideradas titulação, diversificação na origem de formação,
aprimoramento e experiência, e sua compatibilidade e adequação à Proposta do 30.0 Bom
Programa.
2.2. Adequação e dedicação dos docentes permanentes em relação às atividades de 30.0 Muito Bom
pesquisa e de formação do programa.
2.3. Distribuição das atividades de pesquisa e de formação entre os docentes do 30.0 Bom
programa.

08/01/2019 18:08:00 1
Ficha de Avaliação

Itens de Avaliação Peso Avaliação


2.4. Contribuição dos docentes para atividades de ensino e/ou de pesquisa na graduação,
com atenção tanto à repercussão que este item pode ter na formação de futuros
ingressantes na PG, quanto (conforme a área) na formação de profissionais mais 10.0 Muito Bom
capacitados no plano da graduação. Obs.: este item só vale quando o PPG estiver ligado
a curso de graduação; se não o estiver, seu peso será redistribuído proporcionalmente
entre os demais itens do quesito.

Conceito da Comissão: Bom


Apreciação: O corpo docente ainda não se encontra completamente consolidado, conforme demonstrado pelo baixo
percentual de professores bolsistas de produtividade de pesquisa, muito embora o percentual de professores
permanentes do quadro seja bom. Observa-se que estes índices variaram pouco ao longo do quadriênio, mas
apresentam uma redução em relação ao quadriênio anterior.

A carga horária na pós-graduação apresenta um bom índice. O percentual de docentes envolvidos em orientação,
publicação e aulas também é bastante satisfatório. Este último tópico apresentou expressiva melhoria em relação à
avaliação anterior, mostrando comprometimento do quadro docente.

A distribuição de orientações e publicações entre os docentes apresenta uma boa relação. A participação em
publicações apresenta uma pequena variação no ano de 2015, mas em geral, estes índices apresentam valores
coerentes ao longo do quadriênio.

A carga horária na graduação apresenta um valor muito bom, permitindo aos docentes a dedicação na pós-
graduação. A dedicação na formação de pesquisadores, através da participação em Iniciação Científica, também
apresenta um índice muito bom.

3 – Corpo Discente, Teses e Dissertações

Itens de Avaliação Peso Avaliação


3.1. Quantidade de teses e dissertações defendidas no período de avaliação, em relação 30.0 Bom
ao corpo docente permanente e à dimensão do corpo discente.
3.2. Distribuição das orientações das teses e dissertações defendidas no período de 10.0 Bom
avaliação em relação aos docentes do programa.
3.3. Qualidade das Teses e Dissertações e da produção de discentes autores da pós-
graduação e da graduação (no caso de IES com curso de graduação na área) na 40.0 Regular
produção científica do programa, aferida por publicações e outros indicadores pertinentes
à área.
3.4. Eficiência do Programa na formação de mestres e doutores bolsistas: Tempo de 20.0 Bom
formação de mestres e doutores e percentual de bolsistas titulados.

Conceito da Comissão: Bom


Apreciação: O número de defesas de mestrado e doutorado em relação ao número de docentes permanentes
apresenta boa relação. A tendência dos dois primeiros anos do quadriênio era excelente, mas esta foi prejudicada

08/01/2019 18:08:00 2
Ficha de Avaliação

pelos dois últimos anos. Ressalta-se a melhoria em relação à avaliação anterior.

A distribuição de orientações por docente apresenta um bom índice durante todo o quadriênio, observando-se uma
oscilação no ano de 2015.

A qualidade das teses de doutorado e dissertações de mestrado resulta em um índice regular. Isso é medido em
função da produção científica dos alunos de doutorado em boas revistas qualificadas (nível A1, A2 e B1) e pela
publicação de discentes de mestrado em revistas e conferências. A produção dos discentes de doutorado apresentou
ligeira melhoria em relação à avaliação anterior, mas a produção de mestrado indicou uma redução na produtividade.

4 – Produção Intelectual

Itens de Avaliação Peso Avaliação


4.1. Publicações qualificadas do Programa por docente permanente. 50.0 Regular
4.2. Distribuição de publicações qualificadas em relação ao corpo docente permanente do 30.0 Bom
Programa.
4.3. Produção técnica, patentes e outras produções consideradas relevantes. 20.0 Bom

Conceito da Comissão: Bom


Apreciação: A produção intelectual docente, aferida pelo indicador DPI, descrito no documento de área, apresenta
nível regular, com pequenas oscilações ao longo do quadriênio e uma ligeira elevação em relação à avaliação Trienal
anterior.

O percentual do corpo docente com publicações em periódicos na faixa A1-B1 se encontra em um nível bom, sem
muitas alterações ao longo do quadriênio. Este índice permanece quase inalterado em relação à avaliação anterior.

A produção técnica, aferida pelo indicador DPT do documento de área, se encontra em patamar "bom".

5 – Inserção Social

Itens de Avaliação Peso Avaliação


5.1. Inserção e impacto regional e (ou) nacional do programa. 40.0 Muito Bom
5.2. Integração e cooperação com outros programas e centros de pesquisa e
desenvolvimento profissional relacionados à área de conhecimento do programa, com 40.0 Muito Bom
vistas ao desenvolvimento da pesquisa e da pós-graduação.
5.3 - Visibilidade ou transparência dada pelo programa a sua atuação. 20.0 Bom

Conceito da Comissão: Muito Bom

08/01/2019 18:08:00 3
Ficha de Avaliação

Apreciação: O programa apresenta grande importância regional em função da formação de profissionais e de


interação com o setor produtivo. Em nível nacional, o programa busca sua consolidação, mas já se nota a presença
de pesquisadores em editorias de revistas e conselhos.

Observa-se um esforço em desenvolver pesquisa de qualidade, como observado na tentativa de internacionalização


do programa.

A página do programa na internet, disponível apenas em português, apresenta as informações fundamentais para o
entendimento do programa e das áreas de concentração. Não contém um banco de teses, mas as informações
disponíveis são de fácil acesso.

Qualidade dos Dados

Quesitos de Avaliação Peso Avaliação


1 – Proposta do Programa - Muito Bom
2 – Corpo Docente 20.0 Muito Bom
3 – Corpo Discente, Teses e Dissertações 35.0 Muito Bom
4 – Produção Intelectual 35.0 Muito Bom
5 – Inserção Social 10.0 Muito Bom

Conceito da Comissão: Muito Bom

Apreciação: Esta Comissão julga a qualidade dos dados como satisfatória, não requerendo nenhum dado adicional.

Parecer da comissão de área sobre o mérito do programa

Quesitos de Avaliação Peso Avaliação


1 – Proposta do Programa 0.0 Muito Bom
2 – Corpo Docente 20.0 Bom
3 – Corpo Discente, Teses e Dissertações 35.0 Bom
4 – Produção Intelectual 35.0 Bom
5 – Inserção Social 10.0 Muito Bom

Nota: 4
Apreciação
O programa apresentou, de forma consistente, um bom desempenho global. Isso se manifesta através dos
diversos índices utilizados por esta Comissão, que defende a manutenção da nota 4.

08/01/2019 18:08:00 4
Ficha de Avaliação

Membros da Comissão de Avaliação


Nome Instituição
ANTONIO-CARLOS GUIMARAES DE ALMEIDA Universidade Federal de São João del-Rei
ALCIMAR BARBOSA SOARES UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
JOAO BATISTA VIEIRA JUNIOR UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
ADSON FERREIRA DA ROCHA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA
EMANOEL PAIVA DE OLIVEIRA COSTA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE
JANEIRO
RENATO DA ROCHA LOPES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS
ANTONIO CARLOS SEABRA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
JOAO CRISOSTOMO WEYL ALBUQUERQUE COSTA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
ADAILDO GOMES D ASSUNCAO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
MARCELO EDUARDO VIEIRA SEGATTO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
RENATO CARDOSO MESQUITA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS
JOSE LUIZ REZENDE PEREIRA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA
CECILIO JOSE LINS PIMENTEL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
ALEXANDRE SANFELICE BAZANELLA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
MARCELO SOARES LUBASZEWSKI UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
HELIO LEAES HEY UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA
CHARLES CASIMIRO CAVALCANTE (Coordenador Adjunto de UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
Programas Profissionais)
RUI SEARA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
RENATO CARLSON (Coordenador Adjunto de Programas UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
Profissionais)
JURANDIR NADAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
AMIT BHAYA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
HYPOLITO JOSE KALINOWSKI (Coordenador de Área) UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ
TAKASHI YONEYAMA INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA
MURILO ARAUJO ROMERO (Coordenador de Área) UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ( SÃO CARLOS )
ANTONIO PADILHA FELTRIN UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA
FILHO ( ILHA SOLTEIRA )
ANTONIO CARLOS ZAMBRONI DE SOUZA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ
RUBEN AUGUSTO ROMERO LÁZARO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA
FILHO - DUPLICIDADE COM CÓD 56

Complementos
Apreciações ou sugestões complementares sobre a situação ou desempenho do programa.

Recomendações da Comissão ao Programa.


Esta comissão recomenda à coordenação do curso especial atenção no desempenho dos docentes no
quesito publicações. A esse respeito, pede-se para focar nas publicações em revistas de alto nível,
preferencialmente com a participação de discentes na autoria.
A CAPES deve promover visita de consultores ao Programa?
Não

08/01/2019 18:08:00 5
Ficha de Avaliação

A Comissão recomenda mudança de área de avaliação?


Não
A Comissão recomenda a mudança de modalidade do programa?
Não

Parecer do CTC sobre o mérito da proposta


Parecer Final
Nota: 4

Apreciação
O CTC-ES ampliado, em sua 172ª reunião, destinada a avaliar os programas analisados durante a
Quadrienal 2017, aprova as deliberações e recomendações elaboradas pela Comissão de Área ratificando
a nota por ela atribuída.

08/01/2019 18:08:00 6