Você está na página 1de 16

2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO

BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA


BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
A União Brasileira de Educação Católica - UBEC, associa- 2. DOS PRÉ-REQUISITOS PARA PARTICIPAÇÃO NO
ção civil, confessional, de direito privado, sem fins econô- PROCESSO SELETIVO DE CONCESSÃO DA BOLSA
micos, de caráter educacional, assistencial, cultural e filan- SOCIAL DE ESTUDO
trópico, fundada em 08 de agosto de 1972, inscrita no CNPJ
nº 00.331.801/0001-30, com atividade preponderante na área 2.1. Para análise da solicitação de concessão, o candidato
da educação e Mantenedora das seguintes Unidades de deverá atender aos seguintes pré-requisitos:
Missão da Educação Básica:
a) ser brasileiro nato ou naturalizado;
a) CECB - Centro Educacional Católica de Brasília; b) estar em processo de conclusão de matrícula ou
b) CECMG - Centro Educacional Católica do Leste de regulamente matriculado na instituição a qual plei-
Minas Gerais; teia o benefício;
c) CPM - Colégio Padre De Man. c) inscrever-se neste processo nas datas previstas no
anexo III;
vem, por meio do seu Programa de Concessão de Benefício - d) não ter a Bolsa Social de Estudo anteriormente
PCB e Unidade de Missão, como lhe faculta a legislação vigente cancelada em decorrência de omissão ou diver-
relativa à concessão de Bolsa Social de Estudo, tornar pública a gência de informações prestadas, inidoneidade de
realização do Processo Seletivo de Concessão da Bolsa So- documentos apresentados, pela ausência ou inde-
cial de Estudo para o ano letivo de 2019, no âmbito interno ferimento da(s) justificativa(s) de rendimento aca-
das Unidades de Missão, com divulgação de cronograma des- dêmico insuficiente;
crito no anexo III do presente Edital Normativo, aplicável à Edu- e) não usufruir de bolsa de estudo com recursos ori-
cação Básica, dentro das modalidades de Ensino Infantil, Ensino undos do Governo (Federal, Estadual, Municipal e
Fundamental, Ensino Médio e Técnico Modularizado, sendo Distrital) para o nível de ensino correspondente
esse último aplicado exclusivamente ao Colégio Padre De Man. àquele que esteja concorrendo.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 2.2. A participação do candidato no processo seletivo, im-


plica na aceitação das normas estabelecidas neste
1.1. O processo seletivo para a concessão da Bolsa Social Edital Normativo.
de Estudo é regido por este Edital Normativo, elaborado
em conformidade com a Lei nº 12.101, de 27 de novem- 3. DAS VAGAS DISPONÍVEIS
bro de 2009, regulamentada pelo Decreto nº 8.242, de
23 de maio de 2014, e Portaria MEC nº 15, de 11 agosto 3.1. O Edital Normativo para concessão da Bolsa Social de
de 2017. Estudo, destina-se ao preenchimento das vagas exis-
tentes, respeitado o limite orçamentário e financeiro de
1.2. A Bolsa Social de Estudo considera todos os descontos cada Unidade de Missão, bem como o cumprimento da
regulares de caráter coletivo, bem como outras modali- gratuidade prevista na legislação que regulamenta a fi-
dades de bolsas concedidas pelas Unidades de Missão, lantropia.
com características de desconto, desde que atendidos
os requisitos para o seu usufruto, conforme disposição 3.2. Será disponibilizada 01 (uma) bolsa integral para cada
dos documentos normativos e Portaria MEC nº 87, de 05 (cinco) alunos pagantes, nos termos da lei que regu-
03 de abril de 2012. lamenta a filantropia.

1.3. A manifestação de interesse para a concessão da Bolsa 3.3. Em complementação às bolsas integrais descritas no
Social de Estudo, será efetivada mediante a inscrição do item 3.2, poderão ser ofertadas bolsas parciais de 50%
candidato/responsável legal e/ou financeiro, por meio (cinquenta por cento), desde que respeitada a propor-
eletrônico, seguida da análise socioeconômica do grupo ção de 01 (uma) bolsa integral para cada 09 (nove) alu-
familiar a que pertence. nos pagantes, em conformidade com o art. 13, § 1º, I da
Lei nº 12.101/2009.
1.4. É vedado aos(às) gestores(as) das Unidades de Missão
agirem em desconformidade com a legislação supra- 3.4. A quantidade de bolsas de estudo a serem ofertadas
mencionada e com o presente instrumento normativo, nas Unidades de Missão de ensino básico do Grupo
de maneira que a UBEC não se responsabilizará por tais UBEC, para o ano letivo de 2019, está vinculada a oferta
ações, devendo o infrator(a) responder por suas práti- de vagas disponíveis, de acordo com o curso e/ou série
cas na esfera pertinente. e/ou turno.

1.5. É vedado aos funcionários do grupo UBEC e aos seus 3.5. O cumprimento de qualquer etapa relativa à concessão
dependentes legais [cônjuges, companheiros, filhos me- da Bolsa Social de Estudo não gera direito adquirido ou
nores de 24 (vinte e quatro) anos], a participação no pre- expectativa de direito com relação à concessão do be-
sente processo seletivo, independentemente da uni- nefício para o período pleiteado, independentemente
dade onde estejam lotados e do efetivo exercício de do resultado obtido na análise socioeconômica.
suas atribuições.

1
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
4. DA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO 4.10. Após o preenchimento completo do formulário, o candi-
dato/responsável financeiro deverá clicar em salvar e
4.1. A inscrição será exclusivamente por meio eletrônico, concluir, conforme orientações constantes no manual
mediante o preenchimento do Formulário Eletrônico de utilização do Sistema de Seleção de Bolsista So-
Socioeconômico Unificado da Bolsa Social de Es- cial, que encontra-se disponível no endereço eletrônico
tudo, disponível em sistema informatizado próprio, do- da Unidade de Missão, para garantir a validade de sua
ravante denominado Sistema de Seleção de Bolsista inscrição.
Social, nas datas previstas no anexo III deste Edital
Normativo. 4.11. Finalizado o preenchimento do formulário eletrônico, o
candidato/responsável legal e/ou financeiro receberá
4.2. O acesso ao Sistema de Seleção de Bolsista Social automaticamente um comunicado, no endereço de e-
se dará pelos seguintes navegadores de internet: Goo- mail cadastrado conforme item 4.5, confirmando a con-
gle Chrome, Mozilla Firefox, Safari e Internet Explorer 9 clusão da inscrição.
ou superior.
4.12. O candidato/responsável legal e/ou financeiro poderá
4.3. O candidato/responsável legal e/ou financeiro deverá realizar alterações em seu cadastro socioeconômico,
acessar o endereço eletrônico da Unidade de Missão somente durante o período estabelecido para a inscri-
onde encontra-se em processo de conclusão de matrí- ção, sendo que será considerada válida as últimas infor-
cula ou matriculado: mações salvas. Finalizado esse período, o sistema não
permitirá a alteração dos dados registrados.
a) CECB - Centro Educacional Católica de Brasília -
http://cecb.catolica.edu.br/; 4.13. O Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado
b) CECMG - Centro Educacional Católica do Leste de da Bolsa Social de Estudo estará disponível para im-
Minas Gerais - cecmg.catolica.edu.br; e pressão no Sistema de Seleção do Bolsista Social.
c) CPM - Colégio Universitário Padre de Man -
https://padredeman.unileste.edu.br/ 4.14. Não ocorrendo a impressão do formulário socioeconô-
mico pelo candidato/responsável legal e/ou financeiro, o
4.4. O candidato/responsável legal e/ou financeiro poderá mesmo não será disponibilizado em hipótese alguma
realizar a sua inscrição nos locais disponíveis em cada pelo PCB, e sua ausência ensejará o desligamento au-
Unidade de Missão, observado o horário de funciona- tomático do mesmo no processo seletivo de renovação
mento da mesma. do benefício.

4.5. É obrigatório o cadastro de endereço de e-mail válido, 4.15. É responsabilidade exclusiva do candidato/responsável
para recebimento de possíveis comunicados relativos financeiro, acompanhar a situação da inscrição e certifi-
ao processo seletivo. car-se de que realizou todos os procedimentos neces-
sários à sua efetivação.
4.6. Os eventuais comunicados referidos no item 4.5 terão
caráter complementar, não afastando a responsabili- 4.16. A UBEC não se responsabilizará pelo não recebimento
dade do candidato/responsável legal e/ou financeiro de de inscrições em razão de fatores externos que impos-
se manter informado pelo endereço eletrônico da Uni- sibilitem o envio dos dados, seja pela execução de pro-
dade de Missão a qual está pleiteando o benefício. cedimentos indevidos, por motivos de ordem técnica, fa-
lha ou congestionamento das linhas de comunicação,
4.7. O candidato/responsável legal e/ou financeiro deverá in- dentre outros motivos alheios ao interesse do candi-
formar no mínimo 02 (duas) referências pessoais, maio- dato/responsável financeiro.
res de 18 (dezoito) anos, absolutamente capazes, que
possuam endereços distintos e que não façam parte do 5. DOS REQUISITOS PARA CONCESSÃO DA BOLSA
grupo familiar do(a) candidato/responsável legal e/ou fi- SOCIAL DE ESTUDO
nanceiro, no momento de sua inscrição.
5.1. Para a concessão do benefício, o candidato deverá
4.8. O preenchimento do referido formulário consiste em atender aos seguintes requisitos:
completar os campos disponíveis no Sistema de Sele-
ção de Bolsista Social, conforme orientações constan- a) comprovar renda familiar per capita1 bruta de até 1
tes no manual de utilização, disponível nos respectivos ½ (um salário mínimo e meio) para os candidatos
endereços eletrônicos das Unidades de Missão, indica- à bolsa integral, e de até 03 (três salários mínimos)
dos no item 4.3. para a bolsa parcial de 50% (cinquenta por cento);
b) no momento de divulgação do resultado final, estar
4.9. O preenchimento correto e verídico das informações em processo de conclusão de matrícula ou matri-
prestadas por ocasião do processo seletivo, é de inteira culado para o ano letivo pleiteado na concessão;
responsabilidade do candidato/responsável financeiro. c) assinar o Termo Aditivo ao Contrato de Prestação
de Serviços Educacionais;

1 Per capita: renda por pessoa

2
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
d) a Bolsa Social de Estudo somente será conside- e lacrado; juntamente com as CÓPIAS LEGÍVEIS de
rada válida e disponível para usufruto, mediante TODOS os documentos solicitados, de TODAS as pes-
assinatura do termo supracitado. soas que compõem o grupo familiar. A AUSÊNCIA de
qualquer um desses documentos, poderá ocasionar
6. DO GRUPO FAMILIAR o indeferimento do processo.

6.1. Entende-se como grupo familiar a unidade nuclear com- 9.3. O grupo familiar incluído no CadÚnico (Cadastro Único
posta por uma ou mais pessoas, eventualmente ampli- para Programas Sociais do Governo Federal) ou em
ada por outras pessoas que contribuam para o rendi- programas de transferência de renda, cujos critérios de
mento ou tenham suas despesas atendidas por aquela seleção sejam comprovadamente compatíveis com os
unidade familiar, todas moradoras em um mesmo domi- da Lei n.º 12.101, de 2009, deverá entregar o Formulá-
cílio, conforme disposto no art. 12 da Portaria MEC nº rio Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa
15, de 11 de agosto de 2017. Social de Estudo na Unidade de Missão a qual está
pleiteando a bolsa, em envelope padronizado - dispo-
6.2. Caso o grupo familiar informado se limite unicamente ao nível na instituição, identificado e lacrado; junta-
candidato, este deverá comprovar rendimento financeiro mente com as CÓPIAS LEGÍVEIS de TODOS os docu-
próprio condizente com o seu padrão de vida e de con- mentos solicitados, de TODAS as pessoas que com-
sumo, capaz de custear as suas despesas. põem o grupo familiar, conforme anexo II, item 1.

6.3. No caso de alteração de endereço ou de composição do 9.4. Caso o grupo familiar incluído no CadÚnico ou em pro-
grupo familiar após concessão/renovação do benefício, gramas de transferência de renda possua alguma alte-
deverá ser informada imediatamente pelo candi- ração em sua composição ou renda per capita posterior
dato/responsável legal e/ou financeiro ao PCB. a inscrição nos programas sociais de distribuição de
renda do Governo Federal, este deverá entregar o For-
6.4. Caso constatada, através de visita domiciliar, o não mulário Eletrônico Socioeconômico Unificado da
atendimento do item 6.3 o benefício poderá ser cance- Bolsa Social de Estudo na Unidade de Missão a qual
lado conforme disposto no item 21.2, alíneas “c)”, “d) está pleiteando a bolsa, juntamente com as CÓPIAS
e “f) ”. LEGÍVEIS de TODOS os documentos solicitados, de
TODAS as pessoas que compõem o grupo familiar, em
7. DA CONVOCAÇÃO DO CANDIDATO envelope padronizado - disponível na instituição,
identificado e lacrado, conforme anexo II, item 2.
7.1. O candidato convocado, deverá entregar toda a docu-
mentação, conforme cronograma anexo, observado os 9.5. O recebimento do envelope padronizado lacrado pela
critérios estabelecidos neste Edital Normativo. Unidade de Missão não implica que os requisitos do Edi-
tal Normativo foram plenamente atendidos, podendo in-
7.2. A lista dos candidatos convocados estará disponível no clusive acarretar no indeferimento do processo, visto
endereço eletrônico de cada Unidade de Missão, nas que a análise da documentação se dará em momento
datas previstas no cronograma anexo III. posterior. Sendo assim, o candidato/responsável legal
e/ou financeiro deverá atentar-se a cada exigência do
processo seletivo.
8. DA CLASSIFICAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO

9.6. A Unidade de Missão não se responsabilizará pela au-


8.1. A classificação do candidato inscrito ocorrerá a partir
sência de qualquer documento exigido por este instru-
das informações prestada no ato da inscrição, respei-
mento normativo, sendo de responsabilidade exclusiva
tada a ordem crescente da renda per capita e o quanti-
do candidato/responsável legal e/ou financeiro.
tativo descritos no anexo I, sendo este ampliado, caso
necessário para atendimento ao item 14.2.
9.7. Todos os documentos entregues ficarão retidos e tor-
nar-se-ão propriedade da Unidade de Missão. Em hipó-
8.2. Os processos serão analisados de acordo com a classi-
tese alguma serão devolvidos, disponibilizados ou copi-
ficação dos candidatos, respeitada a quantidade des-
ados para o candidato/responsável legal e/ou financeiro,
crita no anexo I deste edital.
independentemente do tempo em que foram entregues
ou do resultado da solicitação para a renovação.
9. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO
9.8. Durante o período de recebimento dos processos e aná-
9.1. Fica estabelecido como marco temporal o último dia do
lise da documentação, o atendimento telefônico poderá
prazo previsto no cronograma anexo III de cada Uni-
ser suspenso a critério do PCB, restringindo-se ao pre-
dade de Missão, para a entrega da documentação do
sencial.
presente edital.

10. DO CÁLCULO E DAS DEDUÇÕES FINANCEIRAS


9.2. O Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado
da Bolsa Social de Estudo, deverá ser entregue pelo
10.1. A renda familiar per capita é calculada somando-se a
candidato/responsável legal e/ou financeiro na Unidade
renda bruta dos componentes do grupo familiar, após
de Missão a qual está pleiteando a bolsa, em envelope
deduções, conforme previsto nos itens 10.3 e 10.4, e
padronizado - disponível na instituição, identificado

3
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
dividindo-a pelo número de pessoas que formam este 11.2. A entrevista social objetiva conhecer o contexto social
grupo familiar. Se o resultado for até 1 ½ (um salário em que o candidato está inserido. Caso julgue necessá-
mínimo e meio), o aluno poderá concorrer a uma bolsa rio, o profissional poderá solicitar documentos com-
integral. Se o resultado for até 03 (três salários míni- plementares, de maneira a esclarecer situações diver-
mos), o aluno poderá concorrer a uma bolsa parcial de sas relativas ao perfil socioeconômico do candidato, e
50% (cinquenta por cento). A definição quanto o percen- esses poderão influenciar no resultado do processo.
tual de bolsa a ser concedido dependerá do limite orça-
mentário e financeiro de cada Unidade de Missão, con- 11.3. O candidato/responsável legal e/ou financeiro que tiver
forme previsto no item 3.1. a entrevista social agendada e não puder comparecer,
deverá justificar sua ausência no prazo máximo de 24
10.2. Para análise da renda per capita, será considerada a (vinte e quatro) horas de antecedência, sob pena de in-
soma de todos os rendimentos brutos de qualquer natu- deferimento da solicitação para a concessão ou cance-
reza, inclusive aqueles provenientes de locação ou ar- lamento, caso o benefício já tenha sido concedido.
rendamento de bens móveis e imóveis, auferidos even-
tual ou regularmente por quaisquer integrantes do grupo 11.4. O candidato/responsável legal e/ou financeiro não con-
familiar. vocado para a entrevista social deverá acompanhar as
próximas etapas do processo seletivo, previstas no cro-
10.3. Serão deduzidos os rendimentos percebidos no âmbito nograma anexo III.
dos seguintes programas:
11.5. Não serão aceitos documentos fora do período estabe-
a) Programa de Erradicação do Trabalho Infantil lecido em Edital Normativo, salvo se solicitado pelo
(PETI); PCB.
b) Programa Agente Jovem de Desenvolvimento So-
cial e Humano; 12. DO INDEFERIMENTO DO PROCESSO
c) Programa Bolsa Família e os programas remanes-
centes nele unificados; 12.1. O processo poderá ser indeferido nos seguintes casos:
d) Programa Nacional de Inclusão do Jovem (PRO-
JOVEM); a) não atendimento de qualquer um dos pré-requisi-
e) Auxílio Emergencial Financeiro e outros programas tos listados no itens 2 e 5;
de transferência de renda destinados à população b) quando o candidato/responsável legal e/ou finan-
atingida por desastres, residente em Municípios ceiro não apresentar a documentação solicitada;
em estado de calamidade pública ou situação de c) quando evidenciada alguma incompatibilidade de
emergência; e informação apresentada relativa ao rendimento fi-
f) Demais programas de transferência condicionado nanceiro;
a renda, implementados por estados, municípios d) quando constatada qualquer divergência no cruza-
ou Distrito Federal. mento das informações prestadas pelo candi-
dato/responsável legal e/ou financeiro e não escla-
10.4. Não haverá dedução de nenhuma outra despesa além recida em entrevista social;
destas listadas abaixo: e) pela falsidade e/ou omissão de informações cons-
tatadas a partir da análise documental, da entre-
a) auxílios para alimentação e transporte; vista social, da visita domiciliar, de informações
b) diárias e reembolsos de despesas; prestadas pelas pessoas de referência indicadas,
c) adiantamentos e antecipações; pela denúncia de terceiros ou por meio de consulta
d) estornos e compensações referentes a períodos a quaisquer órgãos da esfera pública e/ou privada;
anteriores; f) pelo descumprimento de qualquer uma das etapas
e) indenizações decorrentes de contratos de seguros; deste processo seletivo.
f) indenizações por danos materiais e morais por
força de decisão judicial; e 13. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE
g) o montante pago a título de pensão alimentícia, ex-
clusivamente no caso de decisão judicial, acordo 13.1. O desempate entre os candidatos será determinado de
homologado judicialmente ou escritura pública que acordo com a seguinte ordem de critérios:
assim o determine.
1º. grupo familiar incluído no CadÚnico;
11. DA ENTREVISTA SOCIAL 2º. menor renda familiar per capita;
3º. maior proximidade entre a residência do candidato
11.1. Após a entrega da documentação, a qualquer tempo, in- e a Unidade de Missão; e
dependentemente da etapa do processo seletivo, os 4º. sorteio.
candidatos/responsáveis legais e/ou financeiros pode-
rão ser submetidos à entrevista com assistente social 14. DO RESULTADO DO PROCESSO SELETIVO
designado pelo PCB, em local e data previamente de-
finidos. 14.1. Os resultados do processo seletivo serão publicados
no endereço eletrônico de cada Unidade de Missão, na
data provável estabelecida no cronograma anexo III.

4
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
14.2. O número de bolsas sociais a serem concedidas, res- deverá ser realizado por seu responsável legal e/ou fi-
peitará o limite orçamentário e financeiro de cada Uni- nanceiro.
dade de Missão, respeitada a proporção de finidade na
Lei nº 12.101/2009. 17.4. As justificativas apresentadas serão analisadas e pode-
rão, a critério do PCB, ser deferida por uma única vez.
14.3. O candidato ingressante na instituição que protocolar a
documentação para análise do perfil socioeconômico e 17.5. Caso o bolsista obtenha o 2º (segundo) rendimento aca-
não tiver a Bolsa Social de Estudo concedida, poderá dêmico insuficiente ao longo do usufruto do benefício,
requerer a restituição dos valores pagos relativo a ma- esse será automaticamente cancelado, independente-
tricula até 10 (dez) dias posteriores a divulgação do re- mente da justificativa apresentada, salvo em caso de re-
sultado final para obter 100% (cem por cento) do valor versão de menção, referente ao rendimento acadêmico
pago, posterior a este prazo seguirá as regras estipula- insuficiente. Nesta situação, o bolsista/responsável legal
das no Contrato de Prestação de Serviços Educacio- e/ou financeiro poderá solicitar a revisão da bolsa e vol-
nais. tar a usufruir o benefício no ano letivo pleiteado, se aten-
didos os demais critérios para a renovação da bolsa.
15. DO RECURSO
18. DO PERÍODO DE UTILIZAÇÃO E VALIDADE DO BE-
15.1. O candidato/responsável legal e/ou financeiro poderá NEFÍCIO
apresentar recurso contra o resultado do processo sele-
tivo, no prazo estipulado no cronograma anexo III. 18.1. O período máximo de utilização da Bolsa Social de Es-
tudo corresponde ao ciclo da educação básica (educa-
15.2. O recurso deverá ser entregue na Unidade de Missão ção infantil, ensino fundamental anos iniciais, anos finais
presencialmente pelo candidato/responsável legal e/ou e ensino médio), subtraído o(s) anos(s) já cursado(s)
financeiro, ou ainda por seu mandatário mediante pro- pelo bolsista, sejam estes na rede pública ou particular
curação particular, desde que com firma reconhecida de ensino, mediante atendimento dos requisitos de re-
em cartório, no prazo e local estabelecido no crono- novação previstos em Edital Normativo.
grama anexo III.
18.2. A Bolsa Social de Estudo objeto desta concessão, será
15.3. Não serão aceitos recursos por correio eletrônico, válida para o ano letivo de 2019, abrangendo, desde a
via postal ou via fax. matrícula até a última parcela do período letivo a que se
refere, desde que atendidos os critérios de permanên-
15.4. O resultado do recurso será divulgado conforme crono- cia.
grama anexo III.
19. DA TRANSFERÊNCIA DE TURNO E CURSO
16. DA LISTA DE ESPERA
19.1. O bolsista das modalidades de Ensino Infantil, Ensino
16.1. A lista de espera será composta pelos candidatos con- Fundamental, Ensino Médio e Técnico Modularizado
vocados e pré-selecionados nas etapas anteriores, ob- que desejar participar da transferência de turno, deverá
servado os critérios elencados no item 13.1. cumprir as exigências acadêmicas previstas pela res-
pectiva Unidade de Missão, no prazo previamente esta-
16.2. A Unidade de Missão, ao seu critério, poderá utilizar a belecido, bem como solicitar a anuência do PCB no que
lista de espera para o preenchimento de vagas exceden- se refere à disponibilização do benefício para o turno de
tes para candidatos deferidos nas etapas regulares, ob- destino.
servada a ordem de classificação.
19.2. Já o bolsista do curso Médio Técnico do Colégio Pa-
16.3. O prazo de validade da lista de espera destinar-se-á ex- dre De Man que desejar realizar a transferência de
clusivamente para o ano letivo de 2019. curso, deverá cumprir as exigências acadêmicas previs-
tas pela respectiva Unidade de Missão, no prazo previ-
17. DO CRITÉRIO DE PERMANÊNCIA NO PROGRAMA amente estabelecido, bem como solicitar a anuência do
PCB no que se refere à disponibilização do benefício
17.1. O bolsista será submetido à análise de rendimento aca- para o turno de destino.
dêmico, a fim de que seja constatada a sua aptidão para
a renovação do benefício. 19.3. É vedada a transferência do benefício para outra Uni-
dade de Missão do Grupo UBEC.
17.2. Para manter-se no programa, o bolsista integral ou par-
cial deverá ser aprovado em no mínimo 75% (setenta e 20. DA RENOVAÇÃO DA BOLSA SOCIAL DE ESTUDO
cinco por cento) da carga horária anual exigida, bem
como ser aprovado no ano letivo. 20.1. A renovação do benefício não ocorrerá automatica-
mente. Anualmente todos os bolsistas que estão com o
17.3. Caso o bolsista não obtenha rendimento acadêmico exi- benefício em utilização deverão participar do processo
gido, esse deverá apresentar justificativa por escrito ao seletivo de renovação e atender às normas previstas em
PCB, salvo se este for menor de 18 (dezoito) anos, onde edital para renovação da Bolsa Social de Estudo.

5
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
20.2. Cabe ao bolsista/responsável legal e/ou financeiro se j) quando o bolsista/responsável legal e/ou financeiro
inscrever nos futuros processos seletivos de renovação, descumprir o regimento interno da Unidade de Mis-
nos prazos previamente fixados em edital. são.

21. DO CANCELAMENTO DO BENEFÍCIO 21.3. Ocorrendo uma das hipóteses do item 21.2, o bol-
sista/responsável legal e/ou financeiro será convocado
21.1. O bolsista/responsável financeiro que tiver a Bolsa So- para entrevista social para maiores esclarecimentos, fi-
cial de Estudo cancelada, tornar-se-á responsável pelo cando a critério do PCB a análise da justificativa e seu
pagamento de todas as parcelas, desde a matrícula até possível acolhimento.
a última mensalidade do ano letivo utilizado indevida-
mente, tendo resguardado o direito de solicitar o cance- 21.4. O não acolhimento da justificativa de que trata o item
lamento da matrícula, no prazo de 20 (vinte) dias corri- 21.3, ensejará no cancelamento da Bolsa Social de Es-
dos após o comunicado de cancelamento da Bolsa So- tudo e, havendo recusa para assinatura do Termo de
cial de Estudo, sem a geração de novas parcelas. Caso Cancelamento por parte do bolsista/responsável finan-
este não realize o cancelamento no prazo estipulado, ceiro, bastará a assinatura do colaborador do PCB para
será considerado aluno pagante e terá as demais parce- torna-se válido.
las do período geradas.
21.5. O bolsista/responsável financeiro que tiver o benefício
21.2. A Bolsa Social de Estudo poderá ser cancelada nas se- cancelado em virtude do descumprimento das alíneas,
guintes situações: “c)”,”d)” e “f)” do item 21.2:

a) quando o bolsista e/ou responsável financeiro dei- a) tornar-se-á responsável pelo pagamento de todas
xar de assinar qualquer um dos termos necessários as parcelas geradas, desde a matrícula até a última
à sua concessão/renovação no período estabele- mensalidade do ano letivo utilizado indevidamente;
cido pelo cronograma anexo III, inclusive o Termo b) ficará impedido de participar de novo processo se-
Aditivo ao Contrato de Prestação de Serviços Edu- letivo, pelo período equivalente à duração regu-
cacionais; lar da modalidade no qual estava matriculado,
b) quando o bolsista/responsável legal e/ou financeiro contado da data de encerramento da Bolsa Social
deixar de apresentar a documentação complemen- de Estudo, este poderá ser responsabilizado pelo
tar solicitada na entrevista social e/ou visita domi- descumprimento do art. 15, § 1º, da Lei n°
ciliar; 12.101/2009 e poderá ser enquadrado no art. 299
c) quando o bolsista/responsável legal e/ou financeiro do Código Penal.
omitir/declarar membros do grupo familiar e/ou
apresentar documentos de terceiros não integran- 21.6. O bolsista/responsável financeiro que tiver o benefício
tes do grupo familiar; cancelado em virtude do descumprimento da alínea,
d) pela falsidade e/ou omissão de informações cons- “e)” do item 21.2:
tatadas a partir da análise documental, da entre-
vista social, da visita domiciliar, de informações a) ficará impedido de participar de novo processo se-
prestadas pelas pessoas de referência indicadas, letivo, pelo período equivalente à duração regu-
pela denúncia de terceiros ou por meio de consulta lar da modalidade no qual estava matriculado,
a quaisquer órgãos da esfera pública e/ou privada contado da data de encerramento da Bolsa Social
que demonstre perfil socioeconômico incompatível de Estudo, este poderá ser responsabilizado pelo
com a Lei nº 12.101/2009; descumprimento do art. 15, § 1º, da Lei n°
e) em virtude de parecer técnico desfavorável, emi- 12.101/2009 e poderá ser enquadrado no art. 299
tido por assistente social vinculado a Coordenação do Código Penal;
de Assistência Social da UBEC; b) poderá, após análise da Coordenação de Assistên-
f) quando constatada qualquer divergência no cruza- cia Social da UBEC, tornar-se responsável pelo pa-
mento das informações prestadas pelo bol- gamento de todas as parcelas geradas, desde a
sista/responsável legal e/ou financeiro com bases matrícula até a última mensalidade do ano letivo
nos dados de quaisquer das Unidades de Missão utilizado indevidamente.
do Grupo UBEC, órgão público e/ou privado, e não
esclarecida em entrevista social e/ou visita domici- 21.7. O bolsista/responsável financeiro que tiver o benefício
liar; cancelado em virtude do descumprimento das alíneas
g) por não comparecimento a entrevista social, con- “h)” e “i)” do item 21.2:
forme item 11.3;
h) quando o bolsista deixar de apresentar rendimento a) ficará impedido de participar de novo processo se-
acadêmico exigido no período de utilização do be- letivo, pelo período equivalente à metade da dura-
nefício; ção da modalidade no qual estava matriculado,
i) pela ausência ou indeferimento da justificativa de contado da data de cancelamento da Bolsa Social
rendimento acadêmico insuficiente conforme itens de Estudo.
17.2 e 17.3;
22. DO ENCERRAMENTO DO BENEFÍCIO

6
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
a) por solicitação formal do bolsista/responsável legal documentação descrita no anexo II nos seguintes ende-
e/ou financeiro; reços e telefones:
b) quando houver o desligamento ou desistência da
modalidade e/ou do processo de renovação da a) PCB CECB - Programa de Concessão de Benefí-
Bolsa Social de Estudo; cio do Centro Educacional Católica de Brasília -
c) caso o responsável legal do menor de 24 (vinte e Sala GB 105 - Térreo - QS 07 Lote 01 EPCT Águas
quatro) anos e/ou cônjuge ou companheiro do bol- Claras/DF, Telefones: (61) 3451-5012 e (61) 3451-
sista torne-se funcionário, terá a bolsa encerrada 5080;
ao final do ano letivo em usufruto, não podendo ser b) PCB CECMG - Programa de Concessão de Bene-
renovada; fício do Centro Educacional Católica do Leste de
d) caso o bolsista torne-se funcionário do grupo Minas Gerais - Av. Monsenhor Rafael, 4A - Timirim
UBEC, independentemente da Unidade de Missão - Timóteo - MG - Telefone: (31) 3846- 5770;
onde for lotado, este e seus dependentes legais c) PCB CPM - Programa de Concessão de Benefício
[cônjuges, companheiros, filhos menores de 24 do Colégio Universitário Padre de Man - Av. Presi-
(vinte e quatro) anos], terão a bolsa encerrada ao dente Tancredo Neves N° 3500 - Bairro Universitá-
final do ano letivo em usufruto, não podendo ser rio - Coronel Fabriciano/MG - Telefone: (31) 3846-
renovada. 5690.

23. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS ATENÇÃO: OS MODELOS DE DECLARAÇÕES DISPONÍ-


VEIS ESTÃO EM CONFORMIDADE COM A LEI Nº 7.115/83.
23.1. O candidato/responsável legal e/ou financeiro é respon-
sável pelo atendimento de TODOS os requisitos do Edi- REALIZAÇÃO
tal Normativo, bem como TODAS as informações pres- União Brasileira de Educação Católica - UBEC.
tadas por ele e pelo grupo familiar, inclusive aquelas Brasília/DF, 19 de novembro de 2018.
prestadas por ocasião da entrevista social.

23.2. Todas as informações obtidas por ocasião do processo


seletivo serão consideradas para a avaliação do candi-
dato, bem como a análise de declarações, documentos,
entrevista social e/ou visita domiciliar.

23.3. A Bolsa Social de Estudo não cobrirá atividades extra-


curriculares, nem as taxas relativas à expedição de do-
cumentos, material didático, ou quaisquer outras despe-
sas que não a mensalidade do curso.

23.4. A Bolsa Social de Estudo é pessoal e intrasferível, sendo


vedada sua utilização por terceiros.

23.5. À Unidade de Missão, por meio do PCB, reserva-se o


direito de realizar visitas domiciliares, sem prévio agen-
damento, a serem efetuadas por assistente social, po-
dendo este ser acompanhado de outro colaborador da
instituição.

23.6. O grupo UBEC resguarda-se o direito de realizar o cru-


zamento das informações fornecidas pelo candi-
dato/responsável legal e/ou financeiro, a qualquer
tempo, com quaisquer de suas Unidades de Missão, po-
dendo incorrer na alínea “f)” do item 21.2.

23.7. Caso julgue necessário, a Unidade de Missão poderá


solicitar, a qualquer tempo, outros documentos que con-
siderar pertinentes.

23.8. Os casos omissos serão resolvidos pela Gerência Admi-


nistrativo-Financeira e Coordenação de Assistência So-
cial da UBEC.

24. CONTATOS DAS UNIDADES DE MISSÃO

24.1. O candidato/responsável legal e/ou financeiro poderá


esclarecer suas dúvidas, quanto ao Edital Normativo e a

7
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
ANEXO I - DA CLASSIFICAÇÃO

1. A UBEC define no presente anexo o quantitativo de candidatos que serão classificados. Os demais candidatos inscritos, irão
compor a lista de espera para o ano letivo de 2019. A UBEC, ao seu critério, poderá utilizar a lista de espera para o preenchi-
mento de vagas excedentes, respeitada a disponibilidade orçamentária e financeira de cada Unidade de Missão.

2. Ressalta-se que a inscrição, convocação, resultado da análise socioeconômica, ou ainda composição da lista de espera, não
gera direito adquirido ou expectativa de direito aos candidatos para a possível concessão da Bolsa Social de Estudo.

3. O número de candidatos classificados não corresponde ao número de bolsas a serem concedidas pela Unidade de Missão, visto
que estas serão concedidas, tendo como base o número de alunos matriculados pagantes de acordo com item art. 13, § 1º, I da
Lei nº 12.101/2009.

NÚMERO DE CANDIDATOS DEFINIDOS PARA A CLASSIFICAÇÃO

UF Nº de Classificados Mantida

DF 80 Centro Educacional Católica de Brasília

MG 40 Centro Educacional Católica do Leste de Minas Gerais

MG 20 Colégio Padre De Man

8
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
ANEXO II - DA DOCUMENTAÇÃO

Para fins de comprovação das informações declaradas no ato da inscrição, o candidato/responsável legal e/ou financeiro deverá
entregar no PCB da Unidade de Missão na qual está pleiteando a bolsa, em envelope padronizado - disponível na instituição, identifi-
cado e lacrado, o Formulário Eletrônico Socioeconômico IMPRESSO, juntamente com as CÓPIAS LEGÍVEIS dos documentos relacio-
nados abaixo:

1. Candidatos que usufruem de benefícios oriundos do CadÚnico ou de programas de transferência de renda.

1.1. Formulário de Inscrição

a) Apresentar Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa Social de Estudo devidamente preenchido, sem
rasuras, datado e assinado pelo candidato/responsável legal e/ou financeiro.

1.2. Cadastro para CadÚnico

a) Apresentar cópia do comprovante de cadastro do CadÚnico atualizado a no máximo 2 (dois) anos.

1.3. Documentação Pessoal

a) Apresentar cópia do RG e CPF de TODOS os membros do grupo familiar maiores de 18 (dezoito) anos;

b) Apresentar cópia da Certidão de Nascimento ou RG de TODOS os membros do grupo familiar menores de 18 (dezoito) anos.

1.4. Comprovante de Estado Civil

a) Caso existam integrantes casados no grupo familiar, esses deverão apresentar cópia da Certidão de Casamento, Escritura
Pública ou Declaração de União Estável;

b) Para os casos de União Estável, os conviventes deverão apresentar cópia da declaração correspondente. Caso a união ainda
não tenha sido judicialmente formalizada, os interessados deverão fazê-la, preenchendo uma declaração específica, com as-
sinatura das partes e reconhecimento de firma. Encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, o modelo
de Declaração de União Estável, em conformidade com a legislação vigente;

c) Nos casos de divórcio, deverá ser apresentada cópia da Certidão de Casamento com a respectiva averbação, ou cópia da
decisão judicial. Caso o divórcio não tenha sido judicialmente formalizado, deverá ser apresentada a Declaração de Separação
de Corpos, com reconhecimento de firma. O modelo encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, em
conformidade com a legislação vigente.

1.5. Comprovação de Endereço

a) Apresentar cópia dos comprovantes de residência emitidos por serviço de postagem ou internet a no máximo 06 (seis) meses
anteriores a data de término da entrega da documentação, em nome de TODOS os membros do grupo familiar maiores de 18
(dezoito) anos, e daqueles com 16 (dezesseis) anos completos, emancipados2 na forma da lei;

b) Caso não haja a comprovação de residência nos moldes acima descritos, encontra-se disponível no endereço eletrônico da
Unidade de Missão, o modelo de Declaração de Residência, em conformidade com a legislação vigente, a ser assinado pelo
proprietário/responsável do imóvel, com firma devidamente reconhecida;

c) Os cônjuges poderão apresentar apenas 01 (uma) cópia do comprovante de residência nominal a um dos dois, desde que
legalmente casados ou em União Estável, conforme estabelecido no item 1.5, alínea “a)”.

1.6. Outros documentos necessários

a) Nos casos de guarda não compartilhada o responsável deverá apresentar a decisão judicial de guarda ou tutela;

b) Caso compartilhada, deverá ser apresentada a cópia da decisão judicial que comprove tal situação;

2
Formas de emancipação previstas em lei: pela concessão dos pais mediante escritura pública ou por sentença judicial, pelo casamento, pelo exercício de emprego público
efetivo, pelo exercício de estabelecimento civil ou comercial, ou pela existência de relação de emprego desde que o menor com 16 (dezesseis) anos completos possua renda
própria decorrente de tal vínculo empregatício.

9
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
c) Caso a guarda não tenha sido judicialmente formalizada, deverá ser apresentada a Declaração de Guarda, com reconheci-
mento de firma. O modelo encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, em conformidade com a
legislação vigente.

2. Candidatos que não usufruem de benefícios oriundos CadÚnico ou de programas de transferência de renda.

2.1. Formulário de Inscrição

a) Apresentar Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa Social de Estudo devidamente preenchido, sem
rasuras, datado e assinado pelo candidato/responsável legal e/ou financeiro.

2.2. Documentação Pessoal

a) Apresentar cópia do RG e CPF de TODOS os membros do grupo familiar maiores de 18 (dezoito) anos;

b) Apresentar cópia da Certidão de Nascimento ou RG de TODOS os membros do grupo familiar menores de 18 (dezoito) anos.

2.3. Comprovante de Estado Civil

a) Caso existam integrantes casados no grupo familiar, esses deverão apresentar cópia da Certidão de Casamento, Escritura
Pública ou Declaração de União Estável;

b) Para os casos de União Estável, os conviventes deverão apresentar cópia da declaração correspondente. Caso a união ainda
não tenha sido judicialmente formalizada, os interessados deverão fazê-la, preenchendo uma declaração específica, com as-
sinatura das partes e reconhecimento de firma. Encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, o modelo
de Declaração de União Estável, em conformidade com a legislação vigente;

c) Nos casos de divórcio, deverá ser apresentada cópia da Certidão de Casamento com a respectiva averbação, ou cópia da
decisão judicial. Caso o divórcio não tenha sido judicialmente formalizado, deverá ser apresentada a Declaração de Separação
de Corpos, com reconhecimento de firma. O modelo encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, em
conformidade com a legislação vigente.

2.4. Comprovação de Endereço

a) Apresentar cópia dos comprovantes de residência emitidos por serviço de postagem ou internet a no máximo 06 (seis) meses
anteriores a data de término da entrega da documentação, em nome de TODOS os membros do grupo familiar maiores de
18 (dezoito) anos, e daqueles com 16 (dezesseis) anos completos, emancipados na forma da lei;

b) Caso não haja a comprovação de residência nos moldes acima descritos, encontra-se disponível no endereço eletrônico da
Unidade de Missão, o modelo de Declaração de Residência, em conformidade com a legislação vigente, a ser assinado
pelo proprietário/responsável do imóvel, com firma devidamente reconhecida;

c) Os cônjuges poderão apresentar apenas 01 (um) comprovante de residência nominal a um dos dois, desde que legalmente
casados ou em União Estável, conforme estabelecido no item 2.4, alínea “a)”.

2.5. Outros documentos necessários:

a) Nos casos de guarda não compartilhada o responsável deverá apresentar a decisão judicial de guarda ou tutela;

b) Caso compartilhada, deverá ser apresentada a cópia da decisão judicial que comprove tal situação;

c) Caso a guarda não tenha sido judicialmente formalizada, deverá ser apresentada a Declaração de Guarda, com reconheci-
mento de firma. O modelo encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, em conformidade com a
legislação vigente.

2.6. Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)

a) TODOS os membros do grupo familiar maiores de 18 (dezoito) anos deverão apresentar cópia das seguintes páginas da
CTPS:
I - número de série (página da foto);
II - qualificação civil;
III - contratos de trabalhos (penúltima e última página com registro) e página subsequente (sem registro), alterações sa-
lariais do último contrato de trabalho ativo, se houver;

10
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
IV - Nos casos em que a CTPS nunca foi assinada, apresentar as 02 (duas) primeiras páginas em branco relativas aos
contratos de trabalho.

b) Fica dispensado da apresentação de cópia da CTPS, os integrantes do grupo familiar maiores de 65 (sessenta e cinco) anos
e os aposentados por invalidez.

2.7. Pesquisa da Previdência Social

a) Apresentar cópia do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), informando todas as contribuições previdenciárias e
vínculos empregatícios de TODOS os membros do grupo familiar maiores de 18 (dezoito) anos. As referidas certidões pode-
rão ser obtidas pessoalmente em qualquer agência da Previdência Social ou através do endereço eletrônico:
https://meu.inss.gov.br/central/index.html;

b) Para obtenção do referido documento, o solicitante deverá:


 estar previamente cadastrado no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do
Servidor Público (PASEP); ou
 possuir o Número de Identificação do Trabalhador (NIT) ou o Número de Identificação Social (NIS).

Caso não possua nenhum dos registros acima, o solicitante deverá acessar o endereço eletrônico http://www.previdencia.gov.br/,
ou ligar para o telefone 135 da Previdência Social, a fim de realizar o cadastro.

2.8. Declaração de Imposto de Renda

a) Apresentar cópia de TODAS as páginas e o recibo de entrega da última Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física
(IRPF - Exercício 2018/Ano Calendário 2017), de TODOS os membros do grupo familiar maiores de 18 (dezoito) anos, ou
emancipados na forma da lei;

b) Os maiores de 18 (dezoito) anos não declarantes de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), deverão acessar o endereço:
http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/paginas/mobile/restituicaoMobi.asp e imprimir a con-
sulta, informando que não consta declaração na base de dados do correspondente ano solicitado, a ser entregue com os
demais documentos.

2.9. Comprovantes de rendimento

2.9.1. Para o assalariado, independentemente de ser funcionário público ou empregado de instituição privada:

a) Apresentar cópia dos 03 (três) últimos contracheques, no caso de renda fixa; ou

b) Apresentar cópia dos 06 (seis) últimos contracheques, quando se tratar de empregado horista, e houver recebimento de
comissões, gorjetas e horas extras;

c) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

2.9.2. Para atividade rural:

a) Declaração de Atividade Remunerada assinada, com firma devidamente reconhecida, informando o tipo de atividade e o valor
recebido mensalmente. Encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, o modelo de Declaração de
Atividade Remunerada, em conformidade com a legislação vigente;

b) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

2.9.3. Para aposentados e pensionistas:

a) Caso haja algum integrante do grupo familiar aposentado e/ou pensionista, este deverá apresentar o comprovante do rece-
bimento relativo ao último mês. O comprovante de pagamento poderá ser emitido presencialmente em qualquer agência da
Previdência Social, ou ainda, pelo endereço eletrônico https://meu.inss.gov.br/central/index.html;

b) Apresentar, se for o caso, cópia dos extratos bancários de contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica
pertencentes ao grupo familiar, relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

11
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
2.9.4. Para os autônomos e profissionais liberais:

a) Declaração de Atividade Remunerada assinada, com firma devidamente reconhecida, informando o tipo de atividade e o valor
recebido mensalmente. Encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, o modelo de Declaração de
Atividade Remunerada, em conformidade com a legislação vigente;

b) Caso o integrante do grupo familiar seja autônomo ou profissional liberal e recolha a Previdência Social através da Guia da
Previdência Social (GPS), este deverá apresentar cópia da última guia de recolhimento, compatível com a renda declarada,
acompanhada do comprovante de pagamento;

c) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

2.9.5. Para os microempreendedores individuais:

a) Declaração de Atividade Remunerada assinada, com firma devidamente reconhecida, informando o tipo de atividade e o valor
recebido mensalmente. Encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, o modelo de Declaração de
Atividade Remunerada, em conformidade com a legislação vigente;

b) Apresentar cópia do Certificado de Microempreendedor Individual;

c) Apresentar cópia da Declaração Anual do Simples Nacional de Microempreendedor Individual (DASN-SIMEI);

d) Se for o caso, apresentar cópia da última Guia da Previdência Social (GPS), compatível com a renda declarada, acompa-
nhada do comprovante de pagamento;

e) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

2.9.6. Para os sócios e dirigentes de empresas:

a) Apresentar cópia dos 03 (três) últimos comprovantes de rendimento (PRÓ-LABORE);

b) Apresentar cópia do Requerimento Empresarial e/ou Contrato Social com a composição da empresa e, sendo o caso, as
alterações contratuais;

c) Se for o caso, apresentar cópia da última guia de recolhimento à Previdência Social (GPS), compatível com a renda decla-
rada, acompanhada do comprovante de pagamento;

d) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

2.9.7. Para os estagiários:

a) Apresentar cópia do Contrato de Estágio, Termo Aditivo (se houver) ou declaração de rendimentos do órgão competente,
desde que conste a vigência do contrato e o valor da remuneração;

b) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

2.9.8. Para pensão alimentícia:

a) Apresentar cópia do comprovante atualizado de recebimento de pensão alimentícia e cópia da decisão judicial, do acordo
homologado judicialmente ou da escritura pública que a instituiu;

b) Nos casos de recebimento de pensão alimentícia decorrente de pagamento espontâneo, sem força de decisão judicial, o
candidato/responsável legal e/ou financeiro deverá apresentar declaração pertinente, com firma devidamente reconhecida,
juntamente com o comprovante de depósito atualizado, se for o caso. Encontra-se disponível no endereço eletrônico da
Unidade de Missão, o modelo de Declaração de Recebimento de Pensão Alimentícia para menores ou maiores de 18
(dezoito) anos, em conformidade com a legislação vigente;

12
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
c) Caso não receba pensão alimentícia ou ajuda financeira, o membro do grupo familiar deverá apresentar declaração compro-
vando tal situação, com firma devidamente reconhecida. Encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Mis-
são, o modelo de Declaração de Não Recebimento de Pensão Alimentícia e Ajuda Financeira em conformidade com a
legislação vigente;

d) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

2.9.9. Para rendimentos oriundos de aluguel ou arrendamento de bens móveis e imóveis:

a) Apresentar cópia do contrato de locação ou arrendamento devidamente registrado em cartório; e

b) Apresentar cópia dos 03 (três) últimos comprovantes de recebimento;

c) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

2.9.10. Para outros rendimentos:

a) Nos casos de recebimento de ajuda financeira, deverá ser apresentada a Declaração de Ajuda Financeira, com reconheci-
mento de firma. O modelo encontra-se disponível no endereço eletrônico da Unidade de Missão, em conformidade com a
legislação vigente;

b) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

c) Existindo outros tipos de rendimento não abrangidos por este Edital Normativo, o candidato deverá verificar com a Unidade
de Missão a documentação necessária a ser apresentada, no intuito de comprovar a origem de tais recebimentos.

2.9.11. Para desempregados:

a) Caso tenha ficado desempregado nos últimos 5 (cinco) meses que antecederam o período de inscrição, o candidato ou
quaisquer membros do grupo familiar maiores de 18 (dezoito) anos, deverão apresentar cópia da rescisão do contrato de
trabalho, bem como os comprovantes de recebimento do Seguro Desemprego, quando for o caso;

b) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

2.9.12. Para inexistência de atividade remunerada:

a) Nos casos de inexistência de atividade remunerada para os maiores de 18 (dezoito) anos ou menores emancipados na forma
da legislação vigente, estes deverão apresentar declaração individual informando tal situação, com reconhecimento de firma.
Está disponível o modelo de Declaração de Inexistência de Atividade Remunerada no endereço eletrônico da Unidade de
Missão, em conformidade com a legislação vigente;

b) O integrante do grupo familiar que possui contas correntes e/ou poupanças de pessoa física e jurídica deverá apresentar,
cópia dos extratos bancários relativos aos 03 (três) últimos meses, inclusive para os casos de não movimentação financeira.

13
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
ANEXO II - DO CRONOGRAMA

A) CENTRO EDUCACIONAL CATÓLICA DE BRASÍLIA - CECB

DATA ETAPA LOCAL/HORÁRIO

Publicação do Edital Unificado para a Educação Básica - Pro-


19/11/2018 cesso de Concessão da Bolsa Social de Estudo o ano letivo de Site: http://cecb.catolica.edu.br
2019.

Inscrição - Disponibilização do Formulário Eletrônico Socioe-


22/11/2018 a 25/11/2018 conômico Unificado da Bolsa Social de Estudo para ser pre- Site: http://cecb.catolica.edu.br
enchido, via sistema eletrônico.

28/11/2018 Publicação da Lista de Convocados no endereço eletrônico da


Site: http://cecb.catolica.edu.br
(Data Provável) Unidade de Missão.

Sala GB - 105 Térreo (PCB/CECB)


03/12/2018 a 06/12/2018 Retirada do kit para entrega da documentação juntamente com o
Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa
(Data Provável) Horário: 08:30 às 12:00 e das 13:00 às
Social de Estudo já preenchido.
17:30
Entrega da documentação em envelope padronizado - disponível Sala GB - 105 Térreo (PCB/CECB)
10/12/2018 a 13/12/2018 na instituição, identificado e lacrado, juntamente com o Formulá-
(Data Provável) rio Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa Social de Es- Horário: 08:30 às 12:00 e das 13:00 às
tudo já preenchido. 17:30

Sala GB - 105 Térreo (PCB/CECB)


10/01/2019 a 11/01/2019
Entrevista com o(a) Assistente Social
(Data Provável)
Horário: Conforme agendamento

16/01/2019 Divulgação do Resultado Preliminar para a Renovação da


Site: http://cecb.catolica.edu.br
(Data Provável) Bolsa Social de Estudo.

Sala GB - 105 Térreo (PCB/CECB)


17/01/2019 a 18/01/2019 Solicitação de Recurso por meio de Formulário
(Data Provável) Protocolado. Horário: 08:30 às 12:00 e das 13:00 às
17:30

23/01/2019 Divulgação do Resultado Final, após esta data não haverá mais
Site: http://cecb.catolica.edu.br
(Data Provável) recurso.

Sala GB - 105 Térreo (PCB/CECB)


24/01/2019 a 17/02/2019 Assinatura do Termo Aditivo ao Contrato de Prestação de Servi-
(Data Provável) ços Educacionais. Horário: 08:30 às 12:00 e das 13:00 às
17:30

*Os documentos devem ser entregues em envelope padronizado - disponível na instituição, identificado e lacrado, juntamente com o
Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa Social de Estudo já preenchido.

14
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
B) CENTRO EDUCACIONAL CATÓLICA DO LESTE DE MINAS GERAIS (CECMG)

DATA ETAPA LOCAL/HORÁRIO

Publicação do Edital Unificado para a Educação Básica - Pro-


19/11/2018 cesso de Concessão da Bolsa Social de Estudo o ano letivo de Site: https://cecmg.catolica.edu.br
2019.

Inscrição - Disponibilização do Formulário Eletrônico Socioe-


21/11/2018 a 28/11/2018 conômico Unificado da Bolsa Social de Estudo para ser pre- Site: https://cecmg.catolica.edu.br/
enchido, via sistema eletrônico.

29/11/2018 Publicação da Lista de Convocados no endereço eletrônico da


Site: https://cecmg.catolica.edu.br/
(Data Provável) Unidade de Missão.

CECMG
Retirada do kit para entrega da documentação juntamente com o
30/11/2018 e 03/12/2018 Horário: 9h00mim às 12h00min e
Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa
(Data Provável) 13h00mim às 17h00min
Social de Estudo já preenchido.
Atendimento por ordem de chegada

CECMG
Entrega da documentação em envelope padronizado - disponível
07/12/2018 e 10/12/2018 na instituição, identificado e lacrado, juntamente com o Formulá- Horário: 9h00mim às 12h00min e
(Data Provável) rio Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa Social de 13h00mim às 17h00min
Estudo já preenchido. Atendimento por ordem de chegada

Programa de Concessão de Benefí-


17/01/2019 cio - PCB Unileste
Entrevista com o(a) Assistente Social
(Data Provável)
Horário: Conforme agendamento

22/01/2019 Divulgação do Resultado Preliminar para a Renovação da


Site: https://cecmg.catolica.edu.br/
(Data Provável) Bolsa Social de Estudo.

Programa de Concessão de Benefí-


23/01/2019 Solicitação de Recurso por meio de Formulário cio - PCB Unileste
(Data Provável) Protocolado.
Horário: 9h00mim às 18h00min

28/01/2019 Divulgação do Resultado Final, após esta data não haverá mais
Site: https://cecmg.catolica.edu.br/
(Data Provável) recurso.

29/01/2019 e 30/01/2019 Assinatura do Termo Aditivo ao Contrato de Prestação de Servi- Secretaria do CECMG
(Data Provável) ços Educacionais.
Horário: 8h00mim às 17h00min

* Os documentos devem ser entregues em envelope padronizado - disponível na instituição, identificado e lacrado, juntamente com o
Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa Social de Estudo já preenchido.

15
2º EDITAL UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO
BÁSICA - PROCESSO DE CONCESSÃO DA
BOLSA SOCIAL DE ESTUDO PARA O ANO
LETIVO DE 2019.
C) COLÉGIO PADRE DE MAN (CPM)

DATA ETAPA LOCAL/HORÁRIO

Publicação do Edital Unificado para a Educação Básica - Pro-


28/11/2018 cesso de Concessão da Bolsa Social de Estudo para o ano Le- Site: https://padredeman.unileste.edu.br
tivo de 2019.

Inscrição - Disponibilização do Formulário Eletrônico Socioe-


28/11/2018 a 03/12/2018 conômico Unificado da Bolsa Social de Estudo para ser pre- Site: https://padredeman.unileste.edu.br
enchido, via sistema eletrônico.

04/12/2018 Publicação da Lista de Convocados no endereço eletrônico da


Site: https://padredeman.unileste.edu.br
(Data Provável) Unidade de Missão.

Programa de Concessão de Benefí-


cio - PCB Unileste
05/12/2018 e 06/12/2018 Retirada do kit para entrega da documentação juntamente com o
(Data Provável) Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa Horário: 9h00mim às 12h00min e
Social de Estudo já preenchido. 13h00mim às 17h00min
Atendimento por ordem de chegada

Programa de Concessão de Benefí-


cio - PCB Unileste
11/12/2018 e 12/12/2018 Entrega da documentação juntamente com o Formulário Eletrô-
(Data Provável) nico Socioeconômico Unificado da Bolsa Social de Estudo já Horário: 9h00mim às 12h00min e
preenchido. 13h00mim às 17h00min
Atendimento por ordem de chegada

Programa de Concessão de Benefí-


17/01/2019 cio - PCB Unileste
Entrevista com o(a) Assistente Social
(Data Provável)
Horário: Conforme agendamento

22/01/2019 Divulgação do Resultado Preliminar para a Concessão da


Site: https://padredeman.unileste.edu.br
(Data Provável) Bolsa Social de Estudo.

Programa de Concessão de Benefí-


23/01/2019 Solicitação de Recurso por meio de Formulário cio - PCB Unileste
(Data Provável) Protocolado.
Horário: 9h00mim às 18h00min

28/01/2019 Divulgação do Resultado Final. Site: https://padredeman.unileste.edu.br


(Data Provável)

Secretaria do CPM
29/01/2019 e 30/01/2019 Assinatura do Termo Aditivo ao Contrato de Prestação de Servi-
(Data Provável) ços Educacionais.
Horário: 8h00mim às 17h00min

* Os documentos devem ser entregues em envelope padronizado - disponível na instituição, identificado e lacrado, juntamente com o
Formulário Eletrônico Socioeconômico Unificado da Bolsa Social de Estudo já preenchido.

16

Interesses relacionados