Você está na página 1de 3

Projeto Redigir, FALE/UFMG, 2011

Atividade elaborada por


Atividade proposta por Eli Santos em novembro de 2008

Gírias
( Material do professor)
Objetivos:

- Esclarecer o “real” conceito do que são “gírias”;


- Demonstrar e promover reflexões sobre as deficiências dos dicionários, mas incentivando
seu uso constante, promovendo-o como ferramenta indispensável de trabalho;
- Proporcionar aos alunos a interação com diferentes gêneros textuais;
- gerar elementos para que o aluno comece a formar uma opinião crítica sobre os usos da
língua e sua evolução.

Material Utilizado:

- CD “A gíria é a cultura do povo”, de Bezerra da Silva


- Letra da canção “A gíria é a cultura do povo”, de Elias Alves Junior e Wagner Chapell
- Dicionários ou minidicionários (atualmente os minidicionários são distribuídos nas
escolas públicas de primeiro grau e geralmente fazem parte da lista de material exigido nas
escolas particulares).

Leia o texto a seguir ou escute a música:

A Giria é a cultura do povo


Intérprete: Bezerra da Silva
Composição: Elias Alves Junior, Wagner Chapell

Toda hora tem gíria no asfalto e no morro


porque ela é a cultura do povo

Pisou na bola conversa fiada malandragem


Mala sem alça é o rodo, tá de sacanagem
Tá trincado é aquilo, se toca vacilão
Tá de bom tamanho, otário fanfarrão

Tremeu na base, coisa ruim não é mole não


Tá boiando de marola, é o terror alemão
Responsa catuca é o bonde, é cerol
Tô na bola corujão vão fechar seu paletó

Toda hora tem gíria...


Projeto Redigir, FALE/UFMG, 2011
Atividade elaborada por
Atividade proposta por Eli Santos em novembro de 2008

Se liga no papo, maluco, é o terror


Bota fé compadre, tá limpo, demorou
Sai voado, sente firmeza, tá tranquilo
Parei contigo, contexto, baranga, é aquilo

Tá ligado na fita, tá sarado


Deu bode, deu mole qualé, vacilou
Tô na área, tá de bob, tá bolado
Babou a parada, mulher de tromba, sujou

Toda hora tem gíria...

Sangue bom tem conceito, malandro e o cara aí


Vê me erra boiola, boca de siri
Pagou mico, fala sério, tô te filmando
É ruim hem! O bicho tá pegando

Não tem caô, papo reto, tá pegado


Tá no rango mané, tá aloprado
Caloteiro, carne de pescoço, “vagabau”
Tô legal de você sete-um, gbo, cara de pau

Proposta:

Inicialmente o professor deve propor um reconhecimento de gênero, propondo uma análise


estética do texto:

1. Que tipo / gênero de texto é esse?


2. Quais pistas nos fazem acreditar que se trata de uma música?

- nesse momento é importante que os alunos observem: o nome dos compositores e


do intérprete, a formação em estrofes, as rimas, que são elementos caracterizadores
do gênero música.

3. Feito isso exiba a música

4. Terminada a música, para introduzir o exercício, é fundamental explicitar para os


alunos o que são gírias - cabe também explicitar o que são expressões idiomáticas.

5. Feito isso, proponha que os alunos busquem nos dicionários significados para as
gírias que aparecem na música. É muito importante que o professor comece a
Projeto Redigir, FALE/UFMG, 2011
Atividade elaborada por
Atividade proposta por Eli Santos em novembro de 2008

atividade demonstrando ao aluno como deve ser feita a pesquisa no dicionário. Vale
lembrar que nos deparamos com alunos no mais diferentes níveis de
desenvolvimento e uma nova explicação sobre o funcionamento do dicionário é
sempre bem-vinda.

6. Para desafiar os alunos, proponha um tempo-limite para a realização da atividade.


Ao término do tempo, os alunos ficarão decepcionados, já que não conseguirão um
bom desempenho com o uso do dicionário.
Demonstre que o dicionário não acompanha com tanta rapidez a evolução da língua.
Outro ponto a ser explorado é que a maioria das gíriaz fazem parte de um grupo
social específico.

7. Propor aos alunos que agora busquem explicações em seus próprios conhecimentos
para que eles tentem definir o significado das palavras. Isso irá demonstrar que nem
todo conhecimento está nos livros, que a língua é algo presente em nosso meio
social, nas nossas vivências.

8. Após as reflexões e conclusões da atividade, o professor pode continuar a explorar o


tema propondo outras atividades como:

- produção de textos envolvendo gírias


- pesquisas sobre gírias de certos grupos, propondo que os alunos pesquisem junto
aos pais, irmãos, parentes e até vizinhos quais são as gírias que eles utilizam no dia-
a-dia de suas atividades profissionais, ou na escola, ou mesmo gírias antigas.
- Proponha também que ao final do exercício, o professor análise a letra da canção
juntamente com os alunos, já que ela própria sugere várias reflexões sobre cultura,
grupos sociais, língua culta, fala informal – pontos que sempre são abordados nas
aulas de Língua Portuguesa.