Você está na página 1de 3

328 – São Paulo, 128 (64) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I sábado, 7 de abril de 2018

Resumo: À vista dos elementos constantes do presente, em Convênio não Oneroso. Convenente – Secretaria da Habitação. tura e Abastecimento; a Companhia Ambiental do Estado de
especial o Parecer CJ/SH 48/2016 (fls. 164 a 171/171 v.) e a Cota CJ/SH Processo SH–nº 131316/2018 Conveniado – Prefeitura Municipal de Buritama São Paulo - CETESB; a União da Agroindústria Canavieira do
013/2018 (fls. 192 a 195) e a manifestação do Secretário Executivo do Convenente – Secretaria da Habitação. Objeto Vigésimo Segundo Termo de Aditamento Estado de São Paulo - UNICA, e a Organização de Plantadores
Programa Cidade Legal e da Chefia de Gabinete (fls. 201 a 202/202 Conveniado – Prefeitura Municipal de Nova Canaã Paulista Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. de Cana da Região Centro-Sul do Brasil - ORPLANA, para a
v.) autorizo com fundamento no art. 12 do Decreto 52.052, de 13-08- Objeto Segundo Termo de Aditamento Data da assinatura do Aditamento: 21-03-2018 superação dos desafios advindos da mecanização da colheita
2007, o aditamento do Convênio celebrado com o Município de Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (“Distrito de Socimbra”) Vigência de 04-03-2009 a 03-03-2019 da cana-de-açúcar e a adoção de ações destinadas a consolidar
Aparecida, de acordo com os elementos em epígrafe. Data da assinatura do Aditamento: 13-03-2018 Despacho jurídico 20/2017 o desenvolvimento sustentável do setor sucroenergético no
Processo SH 1180/02/2008 Vigência de 01-12-2016 a 30-11-2018 Parecer Jurídico 48/2016. Estado de São Paulo,
SPDOC n º SH/329418/2018 Despacho jurídico 021/2017 Convênio não Oneroso. Resolvem:
Interessado: Prefeitura Municipal de Guaraçaí Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Processo SH–nº 339172/2018 Artigo 1° - Fica aprovado, nos termos do Anexo desta
Assunto: Convênio. Programa Estadual de Regularização Convênio não Oneroso. Convenente – Secretaria da Habitação. Resolução Conjunta, o Regulamento das Diretivas Técnicas do
de Núcleos Habitacionais de Interesse Social - Cidade Legal. Processo SH–nº 170360/2018 Conveniado – Prefeitura Municipal de Presidente Venceslau Protocolo Agroambiental “Etanol Mais Verde”, elaborado pelo
Décimo Segundo Termo de Aditamento. Prorrogação do prazo e Convenente – Secretaria da Habitação. Objeto Nono Termo de Aditamento Grupo Executivo constituído pela Resolução Conjunta SMA/
alteração do plano de trabalho. Conveniado – Prefeitura Municipal de Itápolis Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. SAA 04, de 08-11-2017, consoante o disposto nos itens 3.2 da
Convenente: Município de Guaraçaí Objeto Décimo Termo de Aditamento Data da assinatura do Aditamento: 21-03-2018 Cláusula Terceira e 4.4 da Cláusula Quarta do citado Protocolo.
CNPJ: 51.104.552/0001-80 Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (“Jardim do Sol, Vigência de 29-01-2010 a 28-01-2019 Artigo 2º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua
Objeto: Orientação e apoio técnicos às ações municipais Jardim João Batista da Silveira, Jardim Esperança II, Jardim Despacho jurídico 20/2017 publicação.
de regularização de parcelamento do solo e de núcleos habita- Fraternidade, Jardim São Benedito, Jardim Europa e Jardim Parecer Jurídico 48/2016. (Processos SMA 994/2016 e SAA 8049/2017)
cionais, públicos ou privados, para fins residenciais, localizados Santo Antônio”) Convênio não Oneroso. ANEXO
em área urbana ou de expansão urbana, assim definida por Data da assinatura do Aditamento: 12-03-2018 Processo SH–nº 312831/2018 Regulamento das Diretivas Técnicas do Protocolo de Inten-
legislação municipal. Vigência de 29-09-2009 a 28-09-2018 Convenente – Secretaria da Habitação. ções Celebrado Entre o Estado de São Paulo, por Intermédio de
Recursos Financeiros: não contempla repasse Despacho jurídico 021/2017 Conveniado – Prefeitura Municipal de Batatais Suas Secretarias de Estado de Agricultura e Abastecimento, e
Assinatura: 17-03-2009 Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Objeto Décimo Primeiro Termo de Aditamento do Meio Ambiente; A Companhia Ambiental do Estado de São
Prorrogação: 12 meses com vigência até 16-03-2019 Convênio não Oneroso. Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. Paulo - Cetesb; A Organização de Plantadores de Cana da Região
Minuta do Décimo Segundo Termo de Aditamento: (fls. 409) Processo SH–nº 187814/2018 Data da assinatura do Aditamento: 15-03-2018 Centro-Sul do Brasil, e a União da Agroindústria Canavieira do
Plano de Trabalho: (405 a 407/407 v.) Convenente – Secretaria da Habitação. Vigência de 04-03-2009 a 03-03-2019 Estado de São Paulo - Única para a Superação dos Desafios
Despacho GS-CL 052/2018 de 20-03-2018 Conveniado – Prefeitura Municipal de Porangaba Despacho jurídico 20/2017 Advindos da Mecanização da Colheita da Cana-De-Açúcar e a
Resumo: À vista dos elementos constantes do presente, em Objeto Sétimo Termo de Aditamento Parecer Jurídico 48/2016. Adoção de Ações Destinadas a Consolidar o Desenvolvimento
especial o Parecer CJ/SH 48/2016 (fls. 350 a 357/357 v.) e a Cota Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (“Recanto Verde - Convênio não Oneroso. Sustentável do Setor Sucroenergético no Estado de São Paulo.
CJ/SH 013/2018 (fls. 399 a 402) e a manifestação do Secretário Gleba a e Recanto Sorrento”) Processo SH–nº 327781/2018 O Grupo Executivo do Protocolo Etanol Mais Verde, cons-
Executivo do Programa Cidade Legal e da Chefia de Gabinete Data da assinatura do Aditamento: 12-03-2018 Convenente – Secretaria da Habitação. tituído pela Resolução Conjunta SMA/SAA 04, de 08-11-2017,
(fls. 410 a 412) autorizo com fundamento no art. 12 do Decreto Vigência de 21-06-2012 a 20-06-2018 Conveniado – Prefeitura Municipal de Tuiuti nos termos do item 3.2, do referido Protocolo, e atendendo ao
52.052, de 13-08-2007, o aditamento do Convênio celebrado Despacho jurídico 021/2017 Objeto Décimo Sexto Termo de Aditamento disposto no artigo 8º, de seu Regimento Interno, estabelece os
com o Município de Guaraçaí, de acordo com os elementos Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. procedimentos para adesão ao Protocolo Etanol Mais Verde, os
em epígrafe. Convênio não Oneroso. Data da assinatura do Aditamento: 20-03-2018 parâmetros para avaliação e concessão do Certificado Etanol
Processo SH 789/02/2009 Processo SH–nº 183607/2018 Vigência de 04-03-2009 a 03-03-2019 Mais Verde, bem como a regulamentação de suas Diretivas
SPDOC n º SH/346257/2018 Convenente – Secretaria da Habitação. Despacho jurídico 20/2017 Técnicas:
Interessado: Prefeitura Municipal de Rubinéia Conveniado – Prefeitura Municipal de Tabapuã Parecer Jurídico 48/2016. CAPÍTULO I - DOS PROCEDIMENTOS PARA ADESÃO
Assunto: Convênio. Programa Estadual de Regularização Objeto Décimo Segundo Termo de Aditamento Convênio não Oneroso. Artigo 1º - A adesão das associações de fornecedores e das
de Núcleos Habitacionais de Interesse Social - Cidade Legal. Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (“Sol Nascente e Chá- Processo SH–nº 339238/2018 unidades de processamento de cana-de-açúcar ao Protocolo
Oitavo Termo de Aditamento. Prorrogação do prazo e alteração caras Sol Nascente”) Convenente – Secretaria da Habitação. Etanol Mais Verde é gratuita e voluntária.
do plano de trabalho. Data da assinatura do Aditamento: 12-03-2018 Conveniado – Prefeitura Municipal de Louveira Artigo 2º - As unidades de processamento de cana-de-
Convenente: Município de Rubinéia Vigência de 29-09-2009 a 28-09-2018 Objeto Quinto Termo de Aditamento -açúcar e as associações de fornecedores de cana-de-açúcar
CNPJ: 45.135.043/0001-12 Despacho jurídico 021/2017 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. deverão manifestar a intenção de adesão ao Protocolo Etanol
Objeto: Orientação e apoio técnicos às ações municipais Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Data da assinatura do Aditamento: 21-03-2018 Mais Verde por meio de carta de intenções a ser protocolada
de regularização de parcelamento do solo e de núcleos habita- Convênio não Oneroso. Vigência de 21-01-2019 a 21-01-2018 eletronicamente no e-mail que será disponibilizado no website
cionais, públicos ou privados, para fins residenciais, localizados Processo SH–nº 293890/2018 Despacho jurídico 20/2017 do Protocolo Etanol Mais Verde.
em área urbana ou de expansão urbana, assim definida por Convenente – Secretaria da Habitação. Parecer Jurídico 48/2016. §1º - O modelo da carta de intenções será disponibilizado
legislação municipal. Conveniado – Prefeitura Municipal de Cristais Paulista Convênio não Oneroso. no website do Protocolo Etanol Mais Verde até 15-04-2018.
Recursos Financeiros: não contempla repasse Objeto Nono Termo de Aditamento Processo SH–nº 327692/2018 §2º - A carta de intenções deverá ser instruída com o Con-
Assinatura: 24-02-2010 Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (“Vereda dos Cristais, Convenente – Secretaria da Habitação. trato Social/Estatuto Social, ou Certidão Simplificada da Junta
Prorrogação: 12 meses com vigência até 23-02-2019 Nova Alvorada, Betel e Tropical”) Conveniado – Prefeitura Municipal de Reginópolis Comercial do Estado de São Paulo - JUCESP do interessado em
Minuta do Oitavo Termo de Aditamento: (fls. 320) Data da assinatura do Aditamento: 12-03-2018 Objeto Segundo Termo de Aditamento aderir ao Protocolo Etanol Mais Verde.
Plano de Trabalho: (317 a 318/318 v.) Vigência de 24-11-2018 a 24-11-2018 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. §3º - No caso das associações de fornecedores de cana-de-
Despacho GS-CL 084/2018 de 23-03-2018 Despacho jurídico 021/2017 Data da assinatura do Aditamento: 20-03-2018 -açúcar, a carta de intenções deverá ser instruída adicionalmente
Resumo: À vista dos elementos constantes do presente, em Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Vigência de 08-03-2016 a 07-03-2019 pela relação preliminar dos fornecedores interessados em aderir
especial o Parecer CJ/SH 48/2016 (fls. 286 a 293/293 v.) e a Cota CJ/ Convênio não Oneroso. Despacho jurídico 20/2017 ao Protocolo Etanol Mais Verde (nome completo/razão social e
SH 013/2018 (fls. 311 a 314) e a manifestação do Secretário Exe- Processo SH–nº 9797/2018 Parecer Jurídico 48/2016. CPF/CNPJ), e os Municípios nos quais estes fornecedores tenham
cutivo do Programa Cidade Legal e da Chefia de Gabinete (fls. 321 Convenente – Secretaria da Habitação. Convênio não Oneroso. propriedades.
a 323) autorizo com fundamento no art. 12 do Decreto 52.052, de Conveniado – Prefeitura Municipal de Santos Processo SH–nº 324580/2018 Artigo 3º - A carta de intenções para manifestação do
13-08-2007, o aditamento do Convênio celebrado com o Município Objeto Quinto Termo de Aditamento Convenente – Secretaria da Habitação.
interessado em aderir ao Protocolo Etanol Mais Verde no ano
de Rubinéia, de acordo com os elementos em epígrafe. Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (“Vila Pelé”) Conveniado – Prefeitura Municipal de Itaberá
de 2018 deverá ser protocolada entre os dias 15 de abril a
Despacho do Secretário, de 6-4-2018 Data da assinatura do Aditamento: 13-03-2018 Objeto Nono Termo de Aditamento
15-05-2018.
Processo: SH 841/05/2015 Vigência de 18-12-2013 a 17-12-2018 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência.
Parágrafo único - A partir de 2018, não haverá prazo deter-
Interessados: Secretaria da Habitação - Agência Paulista de Despacho jurídico 021/2017 Data da assinatura do Aditamento: 19-03-2018
minado para manifestação do interesse em aderir ao Protocolo
Habitação Social - Casa Paulista e Companhia de Desenvolvi- Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Vigência de 29-03-2019 a 28-03-2018
Etanol Mais Verde, podendo o interessado protocolar a carta de
mento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo - CDHU. Extratos de Termos Aditivos Despacho jurídico 20/2017
intenções a qualquer tempo, desde que atendidos os requisitos
Assunto: Convênio. Programa Casa Paulista – Desenvol- Convênio não Oneroso. Parecer Jurídico 48/2016.
definidos neste regulamento.
vimento Urbano. Primeiro Termo de Aditamento. Alteração do Processo SH–nº 319517/2018 Convênio não Oneroso.
CAPÍTULO II - DO PLANO DE AÇÃO
Plano de Trabalho. Convenente – Secretaria da Habitação. Processo SH–nº 318275/2018
Artigo 4º - Os interessados em aderir ao Protocolo Etanol
Convenente: Companhia de Desenvolvimento Habitacional Conveniado – Prefeitura Municipal de Dumont Convenente – Secretaria da Habitação.
Mais Verde deverão protocolar o respectivo Plano de Ação, no
e Urbano do Estado de São Paulo – CDHU. Objeto Dècimo Termo de Aditamento Conveniado – Prefeitura Municipal de Mirandópolis
prazo máximo de 180 dias, contados do protocolo da carta de
CNPJ: 47.865.597/0001-09. Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. Objeto Décimo Termo de Aditamento
Intenções.
Objeto: Transferência de recursos financeiros destinados Data da assinatura do Aditamento: 16-03-2018 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência.
§1º - O Plano de Ação deverá ser elaborado conforme rotei-
ao pagamento de Auxílio Moradia Provisório às famílias que Vigência de 04-03-2009 a 03-03-2019 Data da assinatura do Aditamento: 20-03-2018
ro técnico a ser disponibilizado no website do Protocolo Etanol
desocuparem suas residências habituais de forma involuntária, Despacho jurídico 20/2017 Vigência de 24-03-2010 a 23-03-2019
Mais Verde até 15-05-2018.
decorrente de intervenções urbanas e/ou ambientais, realizadas Parecer Jurídico 48/2016. Despacho jurídico 20/2017
§2º - O Grupo Executivo, a qualquer tempo, poderá soli-
pelo Estado de São Paulo Convênio não Oneroso. Parecer Jurídico 48/2016.
citar a complementação ou o esclarecimento das informações
Valor: (sem alteração). Processo SH–nº 310952/2018 Convênio não Oneroso.
Vigência: (inalterada). Convenente – Secretaria da Habitação. Processo SH–nº 329365/2018 apresentadas no Plano de Ação, sendo garantido o prazo de
Minuta do Termo de Convênio: Fls. 1502/1508 Conveniado – Prefeitura Municipal de Andradina Convenente – Secretaria da Habitação. 30 dias para resposta do interessado em aderir ao Protocolo
Plano de Trabalho: Fls. 1503/1508 Objeto Décimo Termo de Aditamento Conveniado – Prefeitura Municipal de Severínia Etanol Mais Verde.
Despacho GS/SH 0061/2018 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. Objeto Décimo Terceiro Termo de Aditamento §3º - O não atendimento às solicitações do Grupo Executivo
Resumo: À vista dos elementos constantes do presente, Data da assinatura do Aditamento: 16-03-2018 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. ensejará o indeferimento do pedido de adesão ao Protocolo
em especial o Despacho CP 093/2018 do Secretário do Grupo Vigência de 21-01-2010 a 20-01-2019 Data da assinatura do Aditamento: 20-03-2018 Etanol Mais Verde.
de Fomento e Programas da Casa Paulista a fls. 1513/1518 e a Despacho jurídico 20/2017 Vigência de 04-03-2009 a 03-03-2019 Artigo 5º - A implementação do Plano de Ação será verifi-
manifestação da Chefia de Gabinete desta Pasta, decido, com Parecer Jurídico 48/2016. Despacho jurídico 20/2017 cada pelo Grupo Executivo por meio da análise dos indicadores
fundamento no Decreto 58.183, de 29-06-2012: Convênio não Oneroso. Parecer Jurídico 48/2016. das Diretivas Técnicas do Protocolo Etanol Mais Verde, bem
1. Autorizar o aditamento do convênio celebrado com a Processo SH–nº 318732/2018 Convênio não Oneroso. como por meio das visitas técnicas a serem realizadas pelo
Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano - CDHU, Convenente – Secretaria da Habitação. Processo SH–nº 327709/2018 Grupo Executivo.
de acordo com os elementos acima discriminados; Conveniado – Prefeitura Municipal de Franca Convenente – Secretaria da Habitação. Parágrafo único - Os indicadores serão verificados por meio
2. Aprovar o Plano de Trabalho de fls. 1503/1508. Objeto Décimo Primeiro Termo de Aditamento Conveniado – Prefeitura Municipal de Ribeira de informações que serão solicitadas anualmente às signatárias
Extrato de Termo Aditivo Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. Objeto Sétimo Termo de Aditamento do Protocolo Etanol Mais Verde, bem como por meio das visitas
Convênio não Oneroso. Data da assinatura do Aditamento: 16-03-2018 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. técnicas que serão realizadas à critério do Grupo Executivo.
Processo SH–nº 27991/2018 Vigência de 04-03-2009 a 03-03-2019 Data da assinatura do Aditamento: 21-03-2018 CAPIÍTULO III - DA CONCESSÃO DO CERTIFICADO ETANOL
Convenente – Secretaria da Habitação. Despacho jurídico 20/2017 Vigência de 08-12-2010 a 07-12-2018 MAIS VERDE
Conveniado – Prefeitura Municipal de São Sebastião da Grama Parecer Jurídico 48/2016. Despacho jurídico 20/2017 Artigo 6º - O atendimento das Diretivas Técnicas, conforme
Objeto Décimo Primeiro Termo de Aditamento Convênio não Oneroso. Parecer Jurídico 48/2016. regulamentação abaixo, configura condição essencial para emis-
Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (exclusão do núcleo Processo SH–nº 313373/2018 Convênio não Oneroso. são do Certificado “Etanol Mais Verde”.
denominado Prolongamento da Av. Marginal esq, com Av. Convenente – Secretaria da Habitação. Processo SH–nº 310996/2018 §1º - O Certificado “Etanol Mais Verde”, com vigência na
Joaquim A. Dias) Conveniado – Prefeitura Municipal de Poá Convenente – Secretaria da Habitação. safra 2018/2019, será concedido somente para as signatárias
Data da assinatura do Aditamento: 12-03-2018 Objeto Vigésimo Termo de Aditamento Conveniado – Prefeitura Municipal de Rincão que enviarem o Plano de Ação dentro do prazo estabelecido
Vigência de 29-09-2009 a 28-09-2018 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. Objeto Décimo Termo de Aditamento neste regulamento.
Despacho jurídico 021/2017 Data da assinatura do Aditamento: 16-03-2018 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. Artigo 7º - Caberá ao Grupo Executivo avaliar o atendimen-
Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Vigência de 15-03-2010 a 14-03-2019 Data da assinatura do Aditamento: 16-03-2018 to às Diretivas Técnicas do Protocolo Etanol Mais Verde por meio
Extratos de Termos Aditivos Despacho jurídico 20/2017 Vigência de 04-03-2009 a 03-03-2019 de informações, que serão solicitadas anualmente às signatárias
Convênio não Oneroso. Parecer Jurídico 48/2016. Despacho jurídico 20/2017 do Protocolo Etanol Mais Verde, bem como por meio das visitas
Processo SH–nº 293193/2018 Convênio não Oneroso. Parecer Jurídico 48/2016. técnicas, que serão realizadas a critério do Grupo Executivo.
Convenente – Secretaria da Habitação. Processo SH–nº 311025/2018 Convênio não Oneroso. CAPÍTULO IV - DO INDEFERIMENTO E DA SUSPENSÃO DO
Conveniado – Prefeitura Municipal de Itaóca Convenente – Secretaria da Habitação. Processo SH–nº 330970/2018 CERTIFICADO ETANOL MAIS VERDE
Objeto Décimo Primeiro Termo de Aditamento Conveniado – Prefeitura Municipal de Fernandópolis Convenente – Secretaria da Habitação. Artigo 8º - O Grupo Executivo poderá indeferir o pedido de
Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (“Bairro Pavão, Bairro Objeto Décimo Primeiro Termo de Aditamento Conveniado – Prefeitura Municipal de Presidente Epitácio concessão/renovação do Certificado “Etanol Mais Verde” nas
Lageado, Bairro Caraças, Bairro-Guarda-Mão e Bairro Fazenda”) Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. Objeto Décimo Terceiro Termo de Aditamento seguintes hipóteses:
Data da assinatura do Aditamento: 12-03-2018 Data da assinatura do Aditamento: 16-03-2018 Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. I - Plano de Ação incompleto ou não condizente com o
Vigência de 30-06-2008 a 29-06-2018 Vigência de 22-03-2010 a 21-03-2019 Data da assinatura do Aditamento: 22-03-2018 roteiro técnico;
Despacho jurídico 021/2017 Despacho jurídico 20/2017 Vigência de 04-03-2009 a 03-03-2019 II - Não atendimento das Diretivas Técnicas do Protocolo
Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Parecer Jurídico 48/2016. Despacho jurídico 20/2017 Etanol Mais Verde;
Convênio não Oneroso. Convênio não Oneroso. Parecer Jurídico 48/2016. III - No caso das unidades de processamento de cana-de-
Processo SH–nº 157620/2018 Processo SH–nº 310860/2018 -açúcar, não possuir licença de operação junto à Companhia
Convenente – Secretaria da Habitação. Convenente – Secretaria da Habitação. Ambiental do Estado de São Paulo - CETESB; e
Conveniado – Prefeitura Municipal de Serra Azul Conveniado – Prefeitura Municipal de Pracinha IV - Não atendimento às eventuais informações ou escla-
Objeto Nono Termo de Aditamento
Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (“Centro e Jardim
Objeto Oitavo Termo de Aditamento
Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. Meio Ambiente recimentos, solicitados pelo Grupo Executivo, durante a análise
do Plano de Ação, das informações solicitadas anualmente às
Monte Azul”) Data da assinatura do Aditamento: 16-03-2018 signatárias ou em situações julgadas necessárias, a critério do
Data da assinatura do Aditamento: 14-03-2018 Vigência de 03-03-2010 a 02-03-2019 Grupo Executivo.
Vigência de 08-06-2009 a 07-06-2018 Despacho jurídico 20/2017
GABINETE DO SECRETÁRIO §1º - O Grupo Executivo notificará a signatária quanto ao
Despacho jurídico 021/2017 Parecer Jurídico 48/2016. Resolução Conjunta SMA/SAA - 3, de 6-4-2018 indeferimento do pedido de concessão/renovação do Certificado
Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Convênio não Oneroso. Etanol Mais Verde, por meio de e-mail a ser enviado ao contato
Convênio não Oneroso. Processo SH–nº 318798/2018 Aprova o regulamento das Diretivas Técnicas do indicado na carta de intenções e/ou nas informações anuais
Processo SH–nº 207422/2018 Convenente – Secretaria da Habitação. Protocolo Agroambiental “Etanol Mais Verde”, apresentadas pela signatária.
Convenente – Secretaria da Habitação. Conveniado – Prefeitura Municipal de Brejo Alegre elaborado pelo Grupo Executivo constituído pela §2º - Da decisão do Grupo Executivo pelo indeferimento
Conveniado – Prefeitura Municipal de Borborema Objeto Segundo Termo de Aditamento Resolução Conjunta - SMA/SAA 04, de 08-11- do pedido de concessão/renovação do Certificado Etanol Mais
Objeto Quinto Termo de Aditamento Cláusula Aditada: Cláusula Sexta – Vigência. 2017, celebrada entre as Secretarias de Estado do Verde, caberá recurso devidamente justificado e instruído pela
Cláusula Aditada: Primeira – Objeto (“Conjunto Habitacio- Data da assinatura do Aditamento: 16-03-2018 Meio Ambiente, e de Agricultura e Abastecimento signatária.
nal Augusto Pinto de Godoy e Vila dos Pescadores”) Vigência de 07-03-2016 a 06-03-2019 Os Secretários de Estado do Meio Ambiente e de Agricultura §3º - A signatária, no prazo de 30 dias, contados do recebi-
Data da assinatura do Aditamento: 13-03-2018 Despacho jurídico 20/2017 e Abastecimento, mento da notificação do indeferimento do pedido de concessão/
Vigência de 04-12-2013 a 03-12-2018 Parecer Jurídico 48/2016. Considerando os Termos do Protocolo de Intenções firmado renovação do Certificado Etanol Mais Verde, deverá protocolar
Despacho jurídico 021/2017 Convênio não Oneroso. em 26-06-2017, entre o Estado de São Paulo, por intermédio eletronicamente o recurso pelo e-mail que será disponibilizado
Parecer Jurídico CJ/SH 100/2016 Processo SH–nº 319686/2018 de suas Secretarias de Estado do Meio Ambiente e de Agricul- no website do Protocolo Etanol Mais Verde.
sábado, 7 de abril de 2018 Diário Oficial Poder Executivo - Seção I São Paulo, 128 (64) – 329

§4º - O Grupo Executivo irá se reunir extraordinariamente e as unidades de processamento de cana-de-açúcar deverão Conservação do Solo - Recomendações Gerais para conservação H.1.1 - Contratação de Empresas de aviação agrícola: Os
para analisar o recurso e deliberar sobre o indeferimento defi- informar um cronograma, no âmbito de seu Plano de Ação, para do solo e da água na cultura da cana-de-açúcar”. signatários se comprometem a contratar empresas de aviação
nitivo do pedido de concessão/renovação do Certificado Etanol apresentação dos números de inscrição no Cadastro Ambiental D.1 - As signatárias do Protocolo Etanol Mais Verde deverão aeroagrícola que estejam regulares junto aos órgãos competen-
Mais Verde. O prazo para resposta do Grupo Executivo será de Rural - CAR dessas áreas, tendo em vista que cada contrato apresentar um Plano Técnico de Conservação de solo, no âmbito tes, devendo o contrato de prestação de serviços prever: (i) a
30 dias, contados do protocolo do recurso pela signatária. possui características próprias. Para fornecedores e unidades do seu Plano de Ação, conforme Roteiro indicado pelo Grupo apresentação dos documentos que comprovem a regularidade
§5º - Não caberá recurso da decisão sobre o indeferimento de processamento de cana-de-açúcar, incluir, quando da cele- Executivo, abrangendo, de modo consolidado, todas as proprie- da empresa prestadora de serviços; (ii) o mapeamento das áreas
definitivo do pedido de concessão/renovação do Certificado Eta- bração e/ou renovação contratual, cláusula nos contratos de dades agrícolas vinculadas, respectivamente, aos fornecedores que apresentam restrições de aplicação, nos termos da Instrução
nol Mais Verde, sendo garantido à signatária direito a apresentar fornecimento, arrendamento e parceria, prevendo a necessidade de cana-de-açúcar signatários, no caso das associações, e às Normativa MAPA 2, de 03-01-2008; (iii) que a empresa contra-
novo pedido de adesão ao Protocolo Etanol Mais Verde. de regularidade ambiental da propriedade nos termos da Lei unidades de processamento de cana-de-açúcar. As informações tada tenha sistema de navegação, controle eletrônico e registro
§6º - Para as unidades de processamento de cana-de- Federal 12.651, de 25-05-2012. constantes do Plano Técnico de Conservação de solo serão que possibilitem o monitoramento e registro das aplicações com
-açúcar que estiverem em processo de renovação da licença de B.1 - Áreas Próprias: Os signatários do Protocolo, sejam individualizadas por ambientes de produção. informações técnicas (produto aplicado, volume de calda, altura
operação junto à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo fornecedores ou unidades de processamento de cana-de-açúcar, D.2 - As signatárias do Protocolo Etanol Mais Verde deverão de voo, condições meteorológicas, etc.); (iv) disponibilização dos
- CETESB, o Grupo Executivo poderá aceitar uma declaração da deverão inscrever todas as áreas próprias de cultivo de cana- monitorar a ocorrência de processos erosivos em suas áreas de mapas com a indicação das áreas aplicadas e o posicionamento
Companhia, esclarecendo que a licença de operação da unidade -de-açúcar no Cadastro Ambiental Rural - CAR, até 31-05-2018, cultivo e definir, no âmbito do Plano Técnico de Conservação das faixas de segurança, em conformidade com a legislação
de processamento de cana-de-açúcar encontra-se em processo conforme Decreto Federal nº *9.257/2017 Este prazo deverá ser do Solo, quais são as áreas sensíveis e prioritárias para moni- vigente; e (v) cláusula de responsabilidade civil, penal e ambien-
de renovação. respeitado ainda que, eventualmente, venha a ser prorrogado. toramento. O mapeamento dessas áreas sensíveis deverá ser tal, esclarecendo quanto às obrigações da empresa contratada
Artigo 9º - O Grupo Executivo poderá suspender a vigência Desta forma, no momento da entrega do Plano de Ação das apresentado gradativamente a partir de 2019, devendo atingir a em caso de eventual dano a outras culturas decorrente da
do Certificado Etanol Mais Verde sempre que forem constatadas signatárias, todas as áreas próprias já deverão estar cadastradas totalidade das áreas sensíveis até 2022. prestação de serviços realizada.
quaisquer inconformidades nas informações apresentadas pela no Sistema de Cadastro Ambiental Rural do Estado de São D.2.1 - Áreas sensíveis: São consideradas áreas sensíveis H.1.2 - Os signatários do Protocolo Etanol Mais Verde deve-
signatária que indiquem o não atendimento das Diretivas Técni- Paulo - SiCAR-SP. as áreas agrícolas nas quais existe vulnerabilidade a processos rão informar anualmente a relação das empresas contratadas
cas do Protocolo Etanol Mais Verde. B.2 - Áreas de Parceria e Arrendamento: As signatárias erosivos, em função do tipo de solo, topografia, ações externas para a prestação de serviços de pulverização aérea, bem como
§1º - O Grupo Executivo notificará o signatário, quanto à deverão, no âmbito de seu Plano de Ação, elaborar cronograma que não estejam sob controle do produtor. se estas estão certificadas em relação à atividade de aviação
suspensão da vigência do Certificado Etanol Mais Verde, por para indicação dos números de inscrição no Cadastro Ambiental D.3 - Projetos de Pesquisa: As signatárias deverão informar agrícola.
meio de e-mail a ser enviado ao contato indicado na carta Rural - CAR das áreas objeto de contratos de parceria e arren- a existência de eventuais projetos de pesquisas que estejam H.2 - Os signatários do Protocolo Etanol Mais Verde deverão
de intenções e/ou nas informações anuais apresentadas pela damento, bem como para inclusão da cláusula de regularidade sendo implementados, em áreas próprias ou de terceiros observar a legislação vigente sobre o uso e o manejo adequado
signatária. ambiental nos respectivos contratos, no prazo máximo de 6 (parceria e arrendamento), conforme Resolução SAA 19, de de agrotóxicos, incluindo, mas não se limitando o disposto na
§2º - Da decisão do Grupo Executivo pela suspensão da anos. O cronograma deverá indicar as percentagens anuais, 13-04-2016; Portaria APTA 164, de 15-04-2016, e Portaria APTA Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego
vigência do Certificado Etanol Mais Verde, caberá recurso devi- conforme tabela abaixo: 224, de 20-05-2016. NR-31, as disposições da Lei Federal 7.802, de 11-07-1989,
damente justificado e instruído pela signatária. 1º ano informar percentual D.4 - As signatárias deverão informar os números de even- regulamentada pelo Decreto 4.074, de 4 de janeiro de 2002,
§3º - A signatária, no prazo de 30 dias, contados do recebi- 2º ano informar percentual tuais Autos de Infração e Projetos Técnicos para Conservação do dentre outras.
mento da notificação da suspensão da vigência do Certificado 3º ano informar percentual Solo protocolados junto ao Escritório de Defesa Agropecuária H.3 - Os signatários do Protocolo Etanol Mais Verde deverão
Etanol Mais Verde, deverá protocolar eletronicamente o recurso 4º ano informar percentual para recuperação das áreas atingidas por processos erosivos em verificar se as bulas dos produtos a serem aplicados nos cultivos
pelo e-mail que será disponibilizado no website do Protocolo 5º ano informar percentual áreas próprias e de arrendamento, bem como áreas de parceria agrícolas apresentam orientações sobre toxicidade para abelhas,
Etanol Mais Verde. 6º ano 100% sobre as quais realizem os manejos agrícolas, conforme Resolu- e seguir as orientações para sua proteção.
§4º - O Grupo Executivo irá se reunir extraordinariamente B.3 - A adesão ao Programa de Regularização Ambiental ção SAA 11, de 15-04-2015. H.3.1 - Preferencialmente, os signatários do Protocolo
para analisar o recurso e deliberar sobre o cancelamento defi- - PRA, nos termos da legislação vigente, não é obrigatória. O D.5 - Os signatários deverão adotar boas práticas para adotarão controle biológico, bem como buscarão a redução da
nitivo do Certificado Etanol Mais Verde. O prazo para resposta proprietário rural poderá manifestar o seu não interesse quanto evitar a compactação do solo, como por exemplo, controle de classe toxicológica dos produtos utilizados.
do Grupo Executivo será de 30 dias, contados do protocolo do à adesão ao referido programa, nos termos da Resolução SMA tráfego, observância das condições ideais para plantio e colhei- H.4 - O Grupo Executivo estabelecerá comunicação com
recurso pela signatária. 46, de 08-06-2017, uma vez que a regularização ambiental pode ta (umidade do solo, época mais favorável para as operações as cooperativas/associações de apicultores recomendando que
§5º - Não caberá recurso da decisão sobre o cancelamento ser realizada sem sua adesão ao PRA. agrícolas, tipo e calibração adequada dos pneus do maquinário), estas forneçam o mapeamento dos apiários na sua região de
definitivo do Certificado Etanol Mais Verde, sendo garantido à B.4 - Considerando que o Programa de Regularização controle de pisoteio, agricultura de precisão, dentre outros, con- atuação às signatárias do Protocolo Etanol Mais Verde, bem
signatária direito a apresentar novo pedido de adesão ao Proto- Ambiental - PRA Estadual encontra-se suspenso por decisão siderando as características dos ambientes de produção. como recomendando que os apicultores realizem a identificação
colo Etanol Mais Verde. liminar no âmbito da ADIN TJ/SP 2100850-72.2016.8.26.0000, V - Diretiva E: de seus apiários através de placas da localização, visando a
CAPÍTULO V - DA REGULAMENTAÇÃO DAS DIRETIVAS para fins de verificação da regularidade ambiental, até que o CONSERVAÇÃO E REUSO DA ÁGUA: Implementar programa segurança das pessoas e dos próprios insetos.
TÉCNICAS tema seja regulamentado, a inscrição no Sistema de Cadastro de controle da qualidade da água e reuso da água utilizada nos H.4.1 - As signatárias enviarão, anualmente, o mapeamento
Artigo 10 - As Diretivas Técnicas deverão ser atendidas Ambiental Rural do Estado de São Paulo - SICAR-SP será o processos industriais, com vistas a atender os prazos legais e dos apiários identificados no entorno de suas propriedades,
pelas signatárias do Protocolo Etanol Mais Verde de acordo com indicador utilizado pelo Grupo Executivo. limites previstos no Zoneamento Agroambiental. conforme informações fornecidas pelos apicultores (as asso-
as orientações a seguir: III - Diretiva C: E.1 - As unidades de processamento de cana-de-açúcar ciações poderão enviar um único mapa conjunto; as unidades
I - Diretiva A: PROTEÇÃO E RESTAURAÇÃO DAS ÁREAS CILIARES: Prote- deverão apresentar os indicadores conforme Plano de Minimi- de processamento de cana-de-açúcar poderão enviar um único
ELIMINAÇÃO DA QUEIMA: Eliminar o emprego do fogo ger e restaurar as áreas ciliares de rios, nascentes e demais áreas zação de Consumo de Água, previsto na Resolução SMA 88, mapa para sua área total administrada).
como método agrícola pré-colheita para despalha da cana-de- de preservação permanente hídricas nos termos da legislação de 19-12-2008: IX - Diretiva I:
-açúcar nas áreas mecanizáveis e não mecanizáveis, incluindo ambiental vigente. As signatárias se comprometem a realizar o ÁREA ADEQUADA E ADEQUADA COM LIMITAÇÃO: utili- MEDIDAS DE PROTEÇÃO À FAUNA: Adotar medidas de pro-
áreas de expansão de canaviais, tendo, assim, antecipados os cadastro das referidas áreas no Sistema Informatizado de Apoio zação de limite máximo de 1 m³ (um metro cúbico) de água teção à fauna, devido a sua importância para a biodiversidade,
prazos para eliminação gradativa da queima previstos na Lei à Restauração Ecológica - SARE, na qualidade de Projeto Volun- por tonelada de cana moída para os novos empreendimentos incluindo a capacitação de sua equipe técnica para adoção de
Estadual 11.241, de 19-09-2002, regulamentada pelo Decreto tário - Etanol Mais Verde, iniciando seus projetos de restauração e ampliações. procedimentos adequados no encontro com animais silvestres.
Estadual 47.700, de 11-03-2003: Para unidades de processa- conforme cronograma a seguir, contribuindo, assim, para a ÁREA ADEQUADA COM RESTRIÇÃO E INADEQUADAS: I.1 - O Governo do Estado de São Paulo, nos termos do
mento da cana-de-açúcar: (i) nas áreas mecanizáveis, com decli- preservação ambiental, proteção da biodiversidade, incluindo Utilização de limite máximo de 0,7 m³ (zero vírgula sete metros item 5.5 do Protocolo Etanol Mais Verde, disponibilizará equipe
vidade até 12%, antecipação de 2021 para 2014; e (ii) nas áreas polinizadores, e abastecimento urbano e rural de água: cúbico) de água por tonelada de cana moída para novos empre- técnica para realização de seminários regionais, organizados
não mecanizáveis, com declividade superior a 12%, de 2031 PARA AS UNIDADES DE PROCESSAMENTO DE CANA-DE- endimentos e ampliações. pela União da Agroindústria Canavieira do Estado de São Paulo -
para 2017; Para fornecedores de cana-de-açúcar: (i) nas áreas -AÇÚCAR: E.2 - As signatárias deverão implementar ações de prote- UNICA e Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-
mecanizáveis, com declividade até 12%, superiores a 150 hecta- -Sul do Brasil - ORPLANA, para orientação e capacitação dos
As áreas próprias em restauração e a restaurar deverão ser ção e restauração das áreas ciliares e de conservação do solo,
res, antecipação de 2021 para 2014; (ii) nas áreas mecanizáveis, colaboradores das signatárias do Protocolo Etanol Mais Verde.
cadastradas no Sistema Informatizado de Apoio à Restauração conforme previsto pelas respectivas Diretivas Técnicas, visando
com declividade até 12%, inferiores a 150 hectares, antecipação I.1.1 - A capacitação deverá envolver aspectos relacionados
Ecológica - SARE até dezembro de 2018, excluindo-se aquelas a proteção dos recursos hídricos.
de 2031 para 2017; (iii) nas áreas não mecanizáveis, com à segurança do trabalhador, à fauna nativa e à fauna exótica,
que forem objeto de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) e/ VI - Diretiva F:
declividade superior a 12%, antecipação de 2031 para 2017. Os e aos procedimentos que deverão ser adotados em caso de
ou Termos de Compromisso de Recuperação Ambiental (TCRA). APROVEITAMENTO DOS SUBPRODUTOS DA CANA-DE-
prazos finais para eliminação da queima descritos nos itens (ii) e encontros entre esses animais e os colaboradores.
As áreas a restaurar deverão ter seus projetos de restau- -AÇÚCAR: Adotar boas práticas para o manejo e a utilização
(iii) dos fornecedores poderão se alinhar ao cronograma de ade- I.2 - As signatárias do Protocolo Etanol Mais Verde deverão
ração iniciados em até 5 anos, conforme cronograma a seguir: dos subprodutos da cana-de-açúcar, incluindo a palha, a torta
quação de metas definido pelo Grupo Executivo, tomando como internalizar o conteúdo dos seminários, por meio de SIPAT, car-
-Em 2018: 20% da área própria com restauração iniciada; de filtro, vinhaça, cinzas e fuligens, e outros, visando ao seu
referência os avanços na tecnologia da colheita mecanizada de tilhas, comunicados internos, periódicos e redes sociais, dentre
-2019: 40% da área própria com restauração iniciada; aproveitamento de forma eficiente em observância à legislação
cana crua em relação à declividade do terreno, a disponibilidade outros mecanismos de divulgação.
-2020: 60% da área própria com restauração iniciada; vigente. A utilização ou o beneficiamento desses subprodutos
de máquinas e equipamentos, e o acesso às mesmas por essa X - Diretiva J:
-2021: 80% da área própria com restauração iniciada; será realizado com vistas à mitigação dos potenciais impactos
classe de fornecedores. PREVENÇÃO E COMBATE AOS INCÊNDIOS FLORESTAIS:
-2022: 100% da área própria com restauração iniciada. ambientais decorrentes da cadeia produtiva, garantindo o mane-
A.1 - NOVOS SIGNATÁRIOS - Os novos signatários do Proto- Adotar medidas de prevenção, monitoramento e combate aos
PARA OS FORNECEDORES DE CANA: jo adequado dos recursos hídricos e a convivência harmoniosa
colo Agroambiental - aqueles que tiverem interesse em ingressar incêndios florestais, colaborando com o Sistema Estadual de
As áreas próprias em restauração e a restaurar deverão ser com outras atividades.
pela primeira vez no Protocolo - deverão, na data de sua adesão Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais - “Operação
cadastradas no Sistema Informatizado de Apoio à Restauração F.1 - A prática da fertirrigação com vinhaça deverá atender
ao Protocolo, atender à exigência de realização da colheita Corta Fogo”, incluindo a capacitação contínua das equipes
Ecológica - SARE até dezembro de 2019, excluindo-se aquelas às disposições da Norma Técnica CETESB P 4.231 - Vinhaça - Cri-
da cana-de-açúcar integralmente sem o uso da queima como brigadistas e a participação em Planos de Auxílio Mútuo - PAMs/
que forem objeto de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) e/ térios e procedimentos para aplicação no solo agrícola.
método agrícola pré-colheita para despalha da cana-de-açúcar. Redes Integradas de Emergência - RINEMs, ou outros programas
ou Termos de Compromisso de Recuperação Ambiental (TCRA): F.2 - Os signatários do Protocolo Etanol Mais Verde deverão
A.2 - Plano de adequação de metas: os fornecedores de equivalentes que visem à colaboração para o combate de incên-
cana-de-açúcar que detenham um total de até 150 hectares de -Em 2019: 10% da área própria com restauração iniciada; adotar boas práticas para convivência harmoniosa com outras
-2020: 20% da área própria com restauração iniciada; atividades, incluindo o atendimento aos dispositivos da Resolu- dios. Desenvolver iniciativas de comunicação com o objetivo de
área de colheita de cana-de-açúcar, considerados como a área esclarecer a população sobre a eliminação do uso do fogo na
de colheita total cadastrada no Portal de Eliminação Gradativa -2021: 30% da área própria com restauração iniciada; ção Conjunta SAA/SMA 1, de 16-09-2016, e da Resolução SAA
-2022: 40% da área própria com restauração iniciada; 38, de 03-07-2017. colheita da cana-de-açúcar, bem como de alertar sobre os riscos
da Queima da Cana-de-Açúcar (PEQ/CETESB), que ainda não dos incêndios florestais.
tenham eliminado a queima como método de pré-colheita em -2023: 60% da área própria com restauração iniciada; F.3. As signatárias do Protocolo Etanol Mais Verde deverão,
-2024: 80% da área própria com restauração iniciada; no âmbito do seu Plano de Ação, apresentar a relação dos J.1 - Para fins desta diretiva, são consideradas medidas de:
seus canaviais, e que não estejam em Municípios localizados Prevenção: manutenção adequada de aceiros e carreadores,
em comarcas nas quais existam decisões judiciais de proibição -2025: 100% da área própria com restauração iniciada. subprodutos da cana-de-açúcar gerados nos processos agrícola
iniciativas de comunicação (informativos à população, ações de
de queima, poderão apresentar Plano de Adequação de Metas, C.1 - Após a regulamentação do Programa de Regulari- e industrial, bem como o percentual de seus respectivos apro-
educação ambiental), treinamento de equipes brigadistas, acom-
contendo justificativas de impossibilidade técnica e econômica zação Ambiental - PRA-SP, os projetos inscritos como Projetos veitamentos.
panhamento das operações de colheita, dentre outras.
para a realização de 100% de colheita crua no exercício e cro- Voluntários - Etanol Mais Verde, que resultarem de obrigações VII - Diretiva G:
Monitoramento: mapeamento de risco de incêndio, identi-
nograma de adequação da técnica de colheita. legais, deverão ser requalificados, nos termos do Programa de RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL E CERTIFICAÇÕES:
ficação de áreas sensíveis (proximidade de rodovias, acessos a
A.2.1 - O Plano de Adequação de metas deverá ser apre- Regularização Ambiental - PRA-SP, momento em que passarão Informar sobre a existência de programas de requalificação
estradas e ferrovias, áreas atrativas para a comunidade), torres/
sentado como parte integrante do Plano de Ação da associação a atender à Resolução SMA 32, de 03-04-2014, e demais regu- de mão-de-obra, programas sociais, bem como as certificações
pontos de observação, vistorias, vigilância (como pontos de
interessada em aderir ao Protocolo Etanol Mais Verde. Esse lamentações. Os Projetos de Restauração deverão ser desenvol- socioambientais ou, ainda, programas de gestão ambiental que
observação, funcionários, caseiros, moradores da fazenda e/ou
documento será analisado e deliberado pelo Grupo Executivo, vidos, preferencialmente, como forma de facilitar a formação de possuírem.
seus vizinhos próximos), dentre outras.
e deverá ser enviado de modo integrado pela Associação para corredores ecológicos, permitindo a convivência pacífica entre G.1 - O Plano de Ação das signatárias do Protocolo Etanol
Combate: plano de contingência em caso de ocorrências,
todos seus fornecedores associados com esse perfil. outras culturas e a circulação da fauna. Mais Verde deverá conter a relação das certificações obtidas
brigadas capacitadas, caminhões pipa e bombeiro, ferramentas
A.2.2 - A associação ficará responsável por acompanhar o C.2 - Os signatários do Protocolo Etanol Mais Verde deverão pelas signatárias, incluindo, mas não se limitando a Série ISO,
manuais e outros equipamentos de combate, métodos de com-
andamento das ações dos fornecedores em adequação, e enca- manter a largura mínima dos aceiros entre os cultivos de cana- OHSAS, BONSUCRO, dentre outras.
bate direto e indireto, dentre outras.
minhar relatório anual ao Grupo Executivo. -de-açúcar e as áreas de vegetação nativa de 6 metros, visando G.2 - As signatárias do Protocolo Etanol Mais Verde deverão
J.2 - As associações deverão elaborar mapas de risco de
A.2.3 - O percentual mínimo de colheita crua para os forne- à maior proteção dessas áreas contra os incêndios florestais. informar sobre programas socioambientais que possuam, dire-
suas regiões de influência, bem como realizar o levantamento
cedores que estiverem em adequação será de 40% de colheita C.3 - Os signatários do Protocolo Etanol Mais Verde deverão cionados aos seus colaboradores, associados e familiares, bem
da infraestrutura de combate de seus fornecedores, criando uma
crua no total de suas áreas, exceto quando houver dispositivo manter planos de prevenção e combate a incêndios florestais, como comunidade do entorno:
rede de apoio para eventuais ocorrências, no prazo de 2 anos da
legal com determinação mais restritiva. com no mínimo um dos dispositivos a seguir: monitoramento G.2.1 - Colaboradores, associados e familiares:
adesão ao Protocolo Etanol Mais Verde.
A.2.4. - Cronograma do Plano de Adequação das metas: habitual, vigilância (como pontos de observação, funcionários, -Programas assistenciais (creches, saúde, cooperativas de
J.3 - Será considerada como ação de destaque e reconhe-
- canaviais com idade entre 2 e 3 anos: até 3 safras para caseiros, moradores da fazenda e/ou seus vizinhos próximos, crédito e insumos);
cimento, a disponibilização de equipe e equipamentos para
eliminação do uso do fogo como método agrícola pré-colheita dentre outros), e Planos de Auxílio Mútuo ou equivalente. -Programas educacionais (escolas, bolsas de estudo, ativi-
combate a incêndios florestais na região, mediante acionamento
para despalha da cana-de-açúcar, atingindo 100% de colheita C.4 - Nos projetos de restauração, dentre as espécies a dades extracurriculares, formação e requalificação profissional);
pela Operação Corta Fogo (Corpo de Bombeiros, Fundação
crua quando da renovação do canavial; serem plantadas, as signatárias utilizarão, sempre que possível, -Programas de incentivo (banco de ideias, plano de car-
Florestal e Instituto Florestal), ou pelos acordos regionais de
- canaviais com idade de 4 anos: até 2 safras para elimi- espécies que sejam atrativas para as abelhas nativas com épocas reira).
combate a incêndios como Planos de Auxílio Mútuo - PAMs/
nação do uso do fogo como método agrícola pré-colheita para de floração distintas, de modo a propiciar recursos florísticos G.2.2 - Comunidade do entorno:
Redes Integradas de Emergência - RINEMs.
despalha da cana-de-açúcar, atingindo 100% de colheita crua durante o ano todo, conforme relação orientativa a ser disponi- -Programas assistenciais (saúde, alimentação, campanhas
CAPÍTULO VI - DISPOSIÇÕES FINAIS
quando da renovação do canavial; bilizada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente. filantrópicas, etc.);
Artigo 11 - Os casos que não estiverem contemplados neste
- canaviais com idade entre 5 e 6 anos: até 1 safra para C.5 - Os signatários, sempre que possível, buscarão alter- -Programas educacionais (bibliotecas, educação ambiental, regulamento deverão ser discutidos pelo Grupo Executivo na
eliminação do uso do fogo como método agrícola pré-colheita nativas e práticas mais seguras para o controle de formigas atividades extracurriculares, etc.); forma de seu Regimento Interno.
para despalha da cana-de-açúcar, atingindo 100% de colheita cortadeiras e de gramíneas invasoras em áreas de restauração, -Programas ambientais e de segurança (doação de mudas Artigo 12 - O presente Regulamento poderá ser alterado
crua quando da renovação do canavial; evitando o uso de produtos reconhecidamente tóxicos para as de espécies nativas, manutenção de estradas rurais, PAM/ pelo Grupo Executivo do Protocolo Etanol Mais Verde para
- canaviais com idade superior a 6 anos: renovar o canavial abelhas. RINEM, etc.). garantir a operacionalização do Protocolo Etanol Mais Verde.
com 100% de colheita crua. C.6 - O Governo do Estado de São Paulo, nos termos do VIII - Diretiva H: Resolução SMA - 39, de 6-4-2018
A.3 - Declaração do método de colheita junto ao PEQ/ item 5.5 do Protocolo Agroambiental, disponibilizará equipe téc- BOAS PRÁTICAS NO USO DE AGROTÓXICOS: Adotar boas
CETESB: Os signatários deverão declarar sua área e método de nica para realização de seminários regionais, organizados pela práticas na aplicação, armazenamento e destinação das emba- Institui e designa os membros do Conselho
colheita no portal de Eliminação Gradativa da Queima da Palha UNICA e ORPLANA, para orientação acerca do desenvolvimento lagens vazias de agrotóxicos, promovendo a tríplice lavagem, Consultivo Conjunto da Área de Proteção
da Cana-de-Açúcar (PEQ/CETESB), ainda que esta seja realizada dos Projetos de Restauração, incluindo orientações quanto à o treinamento adequado dos operadores e o uso obrigatório Ambiental - APA Ilha Comprida e Área de
integralmente sem o uso do fogo, uma vez que esta declaração convivência pacífica entre outras culturas e técnicas de manejo de equipamentos de proteção individual. Contratar empresas Relevante Interesse Ecológico - ARIE da Zona de
representa um instrumento oficial de intenção do método de em caso de encontros com animais silvestres. prestadoras de serviços que atendam à legislação em vigor Vida Silvestre – ZVS da APA Ilha Comprida
colheita perante o órgão ambiental. O procedimento de decla- C.7 - Considerando que diversos dispositivos da Lei Federal referente à pulverização aérea de agrotóxicos, contemplando as O Secretário de Estado do Meio Ambiente resolve:
ração das áreas de colheita crua no PEQ/CETESB não incorre em 12.651, de 25-05-2012, estão sendo discutidos no âmbito do boas práticas para sua aplicação. Artigo 1º - Fica instituído o Conselho Consultivo Conjunto
custos para o interessado. Supremo Tribunal Federal - STF, e do Tribunal de Justiça do Esta- H.1 - Pulverização Aérea: Os signatários se comprometem a da Área de Proteção Ambiental - APA Ilha Comprida e Área de
II - Diretiva B: do de São Paulo - TJSP, o Grupo Executivo, após a sentença nas realizar a pulverização aérea de agrotóxicos nos termos da legis- Relevante Interesse Ecológico – ARIE da Zona de Vida Silvestre
ADEQUAÇÃO À LEI FEDERAL 12.651, DE 21-05-2012: referidas ações, poderá propor ajustes a presente regulamenta- lação vigente, respeitando as orientações técnicas do Ministério – ZVS da APA Ilha Comprida, com caráter consultivo, nos termos
Garantir a inscrição de todas as áreas próprias, respectivamente, ção a fim de adequá-la à legislação vigente. da Agricultura e do Abastecimento, e do Instituto Brasileiro do do artigo 3º do Decreto Estadual 48.149, de 09-10-2003, e da
fornecedores e unidades de processamento de cana-de-açúcar, IV - Diretiva D: Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA Resolução SMA 88, de 01-09-2017.
no Cadastro Ambiental Rural - CAR, até 31-05-2018, nos termos CONSERVAÇÃO DO SOLO: Implementar um “Plano Técnico (como Instrução Normativa MAPA 2, de 03-01-2008, e Instrução Artigo 2° - Ficam designados os seguintes representantes
da Lei Federal 12.651, de 25-05-2012. As propriedades que não de Conservação do Solo” que contemple boas práticas no prepa- Normativa Conjunta MAPA - IBAMA 01, de 28-12-2012). A apli- para compor o Conselho Consultivo Conjunto da Área de
estiverem regulares, quanto às exigências de Reserva Legal ro do solo, ações de prevenção e combate à erosão, bem como cação aérea de agrotóxicos deverá respeitar a distância mínima Proteção Ambiental - APA Ilha Comprida e Área de Relevante
e Área de Preservação Permanente, deverão se regularizar manejo adequado para mitigação da compactação do solo. O de: (i) 500 metros de povoações, cidades, vilas, bairros, de Interesse Ecológico – ARIE da Zona de Vida Silvestre – ZVS da
nos termos da Lei Federal 12.651, de 25-05-2012, incluindo, Plano Técnico de Conservação do Solo deverá ser elaborado mananciais de captação de água para abastecimento de popu- APA Ilha Comprida, como membros, para o biênio 2018/2020:
quando necessário, a adesão ao Programa de Regularização conforme orientações definidas no Manual de Conservação dos lação; (ii) 250 metros de mananciais de água, moradias isoladas I - Do Poder Público:
Ambiental. No que se referem às áreas objeto de contratos de solos, da Secretaria de Estado de Agricultura e do Abastecimen- e agrupamentos de animais. Deverá ser evitada a aplicação de a) Pela Fundação para a Conservação e a Produção Florestal
arrendamento e de parceria, as associações de fornecedores to, merecendo especial atenção às orientações do “Boletim de caldas através de gotas finas, mais propensas à deriva. do Estado de São Paulo – Fundação Florestal: Maila Oliveira
330 – São Paulo, 128 (64) Diário Oficial Poder Executivo - Seção I sábado, 7 de abril de 2018

Macedo, portadora do RG 44.814.057-3, como titular, e Letícia Apostila do Secretário, de 6-4-2018 localidades não atendidas pelo Correio ou por não terem sido Caso não haja o recolhimento da multa na forma e prazos
Quito, portadora do RG 26.857.344-X, como suplente; Processo SMA: 9.401/2013 localizados para entrega da guia de pagamento da multa, que estipulados, o débito será incluído no Sistema da Dívida Ativa,
b) Pela Cetesb – Companhia Ambiental do Estado de São Interessado: Gabinete do Secretário deverá ser retirada, no prazo de 30 dias a partir da data desta para cobrança judicial junto a Procuradoria Geral do Estado.
Paulo: Eduardo Callera Pedrosa, portador do RG 32.218.138- Assunto: Processo de contratação de serviços terceirizados publicação, neste Centro localizado na Rua Dr. Geraldo de Castro O prazo para interposição de recurso administrativo é de
0, como titular, e Allan Edryen Pavani Costa, portador do RG – Contratação de serviços terceirizados de copa. Andrade, 255; Jd. Santa Marcelina; Campinas/SP. 20 dias, contados a partir da data desta publicação e poderá
34.831.612-4, como suplente; Apostilamento do Contrato 02/2014/GS Nota: Caso não haja o recolhimento da multa, o débito será ser protocolado em qualquer Unidade da Polícia Ambiental do
c) Pela Coordenadoria de Fiscalização Ambiental – CFA: Diante da edição do Decreto 61.785, de 05-01-2016, que incluído no Sistema da Dívida Ativa, e o processo enviado para Estado de São Paulo ou nas Unidades da CFA. Esclarecemos
João Thiago Wohnrath Mele, portador do RG 33.876.974-2, trata da redução de despesas, visando à redução do custo cobrança judicial, pela Procuradoria Geral do Estado. que a motivação da presente decisão se encontra nos autos do
como titular, e Vanessa Derito Valencia, portadora do RG administrativo do Estado, a empresa Nexstar Serviços Eireli - EPP Auto de Infração Ambiental: 233.518/2009 processo, podendo o interessado obter vistas junto a este órgão,
42.499.967-5, como suplente; foi convidada a negociar o reajuste contratual, cuja negociação Autuado: Eligio Caraça nos termos do artigo 22, parágrafo 1º da Lei Estadual 10.177/98.
d) Pela Coordenadoria de Planejamento Ambiental – CPLA: encontra-se devidamente registrada às fls. 848/849. CPF: 063.382.458-50 Auto de Infração Ambiental: 20170214005213-1
Isadora Le Senechal Parada, portadora do RG 20.447.992-3, Diante das justificativas apresentadas pela Contratada e R.G.: 19.818.393 Autuado: Pablo Junior Dorta
como titular, e, Cristina Maria Amaral de Azevedo, portadora do aceitas pela Administração, não houve a possibilidade de acor- Município: Nazaré Paulista CPF: 278.905.308-11
RG 8.886.188-0, como suplente; darmos a aplicação de índice de reajuste inferior à variação do Valor da Multa: R$ 438,51. R.G.: 35.671.585
e) Pela Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo IPC/FIPE, ou seja, 2,41%. Auto de Infração Ambiental: 304.940/2015 Município: Bragança Paulista
– Pamb: Ten. PM Alan Pereira de Oliveira, portador do RG Assim sendo, notadamente a previsão do artigo 71, do Autuado: Raul Cesar Camargo Lovaglio Recurso: 1ª Instância
35.899.302-7, como titular, e Sgt. PM David Octávio Rocha, Decreto 57.933/12 e nos termos do parágrafo 8º, do artigo 65, CPF: 043.724.038-01 Resultado: Informamos que a defesa interposta contra a
portador do RG 27.293.784-8, como suplente; da Lei federal 8.666/93 e do parágrafo 8º, do artigo 62, da Lei R.G.: 14.640.331-9 decisão do Atendimento Ambiental foi analisada, deliberando-se
f) Pela Escola Técnica Estadual – ETEC Engenheiro Agrôno- estadual 6.544/1989, autorizo o reajuste de preços referente à Município: Sumaré pela manutenção do presente Auto de Infração Ambiental em
mo Narciso de Medeiros – Iguape: Antônio de Castro Junior, por- prestação de serviços terceirizados de copa, para o Gabinete do Valor da Multa: R$ 600,00. todos os seus termos.
tador do RG 23.061.642-2, como titular, e Daniel Zuin, portador Secretário conforme demonstrativos de cálculos às fls. 850/855, Auto de Infração Ambiental: 20161020011816-1 Conforme disposto no artigo 225, parágrafo 3º, da Cons-
do RG 30.725.820-8, como suplente; Processo 9.401/2013. Autuado: Manoel Paulino de Jesus tituição Federal e do artigo 4º da Lei Federal 6.938/81 caberá
g) Pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodi- Autorizo também a realização da despesa estimada em R$ CPF: 055.232.678-05 ao autuado adotar a obrigação de reparar o dano ambiental
versidade – ICMBio: Miguel Fluminhan Filho, portador do RG 4.022,93, necessária para suprir as despesas mensais reajustadas. R.G.: 11.109.766 causado e também a responsabilidade por outras sanções
24.522.630-8, como titular, e Emerson Austin Nepomuceno Despacho do Chefe de Gabinete, de 19-3-2018 Município: Nazaré Paulista relacionadas à infração cometida, caso existam, tais como
Marcondes, portador do RG 25.532.149-1, como suplente; Determinando, face ao exposto, e à vista dos elementos Valor da Multa: R$ 103,56. embargo, demolição, suspensão das atividades, ou outra, que
h) Pelo Município de Ilha Comprida: Geraldino Barbosa de de instrução carreados aos autos, especialmente o Relatório da O Centro Técnico de Fiscalização Regional de Campinas, permanecem vigentes.
Oliveira Jr, portador do RG 23.735.754-9, como titular, e Márcio Comissão de Apuração Preliminar às folhas 36/40, nos termos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente faz publicar os Para tanto é necessário o seu comparecimento à Unidade
José Lúcio, portador do RG 12.199.132, como suplente. do § 3º, do artigo 265 da Lei estadual 10.261, de 28-10-1968, resultados das decisões sobre os recursos julgados, em primeira da CFA, no endereço abaixo indicado, no prazo máximo de
II - Da Sociedade Civil: alterada pela Lei complementar 942, de 06-06-2003, no que diz e segunda instância, cujos Autuados não foram notificados, por 60 dias, a contar da data desta publicação, para a adoção de
a) Pela Associação dos Moradores e Amigos de Pedrinhas – respeito à responsabilidade da servidora pública, o arquivamen- residirem em localidades não atendidas pelo Correio ou por não medidas específicas, para fazer cessar ou corrigir a degradação
AMABP: Pérsio Alves de Almeida, portador do RG 32.242.964-X, to dos autos, e encaminhando o processo ao Centro de Gestão terem sido localizados para a sua entrega. ambiental.
como titular; e pela Associação dos Amigos e Moradores do de Documentos - CGD para este fim. (Processo SMA 719/2018) Auto de Infração Ambiental: 256.321/2011 O prazo para interposição de recurso administrativo é de 20
Balneário Monte Carlo: Milton Soares Ferrreira, portador do RG Autuado: Wilson de Almeida dias, contados a partir da desta publicação e poderá ser proto-
221.390-82, como suplente; COORDENADORIA DE FISCALIZAÇÃO CPF: 356.680.168-20 colado em qualquer Unidade da Polícia Ambiental do Estado de
b) Pela União dos Balneários de Ilha Comprida, Base R.G.: 6.736.108 São Paulo ou nas Unidades da CFA.
Viareggio e Adjacências: Eloisa Ramos Rocha, portadora do RG AMBIENTAL Município: Casa Branca Caso nenhuma das providências citadas acima seja adotada
592.480-2, como titular, e Júlio Antônio Forest, portador do RG Apostila do Coordenador, de 6-4-2018 Recurso: 1ª Instância no prazo estabelecido, a sanção Advertência será convertida em
4.911.051, como suplente; Processo SMA: 2.923/2015 Resultado: Trata o presente de pleito recursal interposto em Multa Simples, conforme estabelece o artigo 9º da Resolução
c) Pelo Representante com Indícios de Tradicionalidade – Interessado: CFA – Coordenadoria de Fiscalização Ambiental 1ª Instância, contra o Auto de Infração Ambiental acima referido SMA 48/2014.
Juruvauva: Márcio Pereira Ramos, portador do RG 45.805.695-9, Assunto: Processo de contratação de serviços comuns –ser- o qual não foi julgado por ter sido apresentado fora do prazo Esclarecemos que a motivação da presente decisão se
como titular; e pelo Representante com Indícios de Tradiciona- viços de limpeza. estabelecido pela Resolução SMA 32/2010. encontra nos autos do processo, podendo o interessado obter
lidade – Ubatuba: Aroldo Pontes, portador do RG 11.472.584, Apostilamento do Contrato 05/2015/FPBRN O valor consolidado da multa é de R$ 10.000,00 e a guia vistas junto a este órgão, nos termos do artigo 22, parágrafo 1º
como suplente; Diante da edição do Decreto 61.785, de 05-01-2016, que para recolhimento deverá ser retirada neste Centro. da Lei Estadual 10.177/98.
d) Pelo Amigos do Mar – AMAR: Marcela do Prado Tallada, trata da redução de despesas, visando à redução do custo Na esfera administrativa não é mais possível à interposição O Centro Técnico de Fiscalização Regional de Campinas, da
portadora do RG 40.885.702-X, como titular, e Agnaldo Alexan- administrativo do Estado, a empresa RGV Serviços Terceirizados de novo recurso, razão pela qual, caso nenhuma das providên- Secretaria de Estado do Meio Ambiente faz publicar a relação
dro, portador do RG 20.237.070-07, como suplente; – Eireli - ME foi convidada a negociar o reajuste contratual, cuja cias citadas acima seja adotada, o débito será incluído no valor dos Autos de Infração Ambiental que foram encaminhados para
e) Pela Associação Sócio Esportiva do Ribeira – ASVR: Rogé- negociação encontra-se devidamente registrada à fl. 602. integral no Sistema da Dívida Ativa, para cobrança judicial junto arquivo, cujos Autuados não foram notificados, por residirem em
rio Zambarba Bouchet, portador do RG 30.436.125-2, como titu- Diante das justificativas apresentadas pela Contratada e a Procuradoria Geral do Estado, assim como haverá o ingresso localidades não atendidas pelo Correio ou por não terem sido
lar; e pela Crescer para o Futuro – OSC: Isabel Cristina Chocon, aceitas pela Administração, não houve a possibilidade de acor- de ação judicial objetivando a reparação do dano ambiental em localizados para a sua entrega.
portadora do RG 11.383.122-5, como suplente; darmos a aplicação de índice de reajuste inferior à variação do questão. Esclarecemos que a motivação da presente decisão se Auto de Infração Ambiental: 247.176/2010
f) Pela Associação dos Proprietários de Imóveis da Ilha IPC/FIPE, ou seja, 2,41%. encontra nos autos do processo, podendo o interessado obter Autuado: José Edson Nepomuceno Barbon
Comprida: Francisco Silvestre, portador do RG 5.106.696, como Assim sendo, notadamente a previsão do artigo 73, do vistas junto a este órgão, nos termos do artigo 22, parágrafo 1º CPF: 302.851.858-96
titular, e Mozart Roberto Silvestre, portador do RG 18.886.534, Decreto 57.933/12 e nos termos do parágrafo 8º, do artigo 65, da Lei Estadual 10.177/98. R.G.: 43.299.921-8
como suplente; da Lei federal 8.666/93 e do parágrafo 8º, do artigo 62, da Lei Auto de Infração Ambiental: 300.600/2014 Município: Tambaú
g) Pela Associação Comercial/Industrial e de Profissionais estadual 6.544/1989, autorizo o reajuste de preços referente à Autuado: Usina Santa Rita S/A - Açúcar e Álcool Motivo: TCRA cumprido
Liberais – ACIC: João Carlos Nicola Perucello, portador do RG prestação de serviços de limpeza, asseio e conservação predial CNPJ: 45.353.547/0001-09 Auto de Infração Ambiental: 265.041/2011
12.589.867, como titular; e pelo Rotary Club de Ilha Compri- para o Núcleo Administrativo de São José do Rio Preto – NAR Município: Santa Rita do Passa Quatro Autuado: José Antônio da Silva
da: Marize Magali Valota, portadora do RG 5.478.102, como IV, conforme planilhas de folhas 603/608, processo 2.923/2015. Recurso: 2ª Instância CPF: 018.011.338-08
suplente; Resultado: Informamos que o recurso interposto contra a R.G.: 13.159.371
Autorizo também a realização da despesa estimada em
h) Pelo Instituto de Pesquisa de Cananéia – IPEC: Daniela decisão administrativa foi analisado, deliberando-se pela manu- Município: Nazaré Paulista
R$ 1.818,75, necessária para suprir as despesas mensais rea-
Ferro de Godoy, portadora do RG 32.374.534-9, como titular; tenção do presente Auto de Infração Ambiental em todos os seus Motivo: TCRA cumprido
justadas.
e pelo Instituto de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação – termos. O valor consolidado da multa é de R$ 67.500,00 e a guia Auto de Infração Ambiental: 268.474/2012
Apostila do Coordenador, de 6-4-2018
SPVS: Rafael Meirelles Sezerban, portador do RG 9.713.649-1, para recolhimento deverá ser retirada neste Centro. Autuado: Terezinha de Jesus Furlanetto Nucci - ME
Processo: 5.902/2015
como suplente. Ressaltamos que o simples recolhimento da multa não CNPJ: 03.286.516/0001-32
Interessado: CFA – Coordenadoria de Fiscalização Ambiental
Artigo 3º - O Conselho Consultivo Conjunto da Área de exime o autor da infração da responsabilidade pelas outras Município: Torrinha
Assunto: Processo de contratação de serviços terceirizados
Proteção Ambiental - APA Ilha Comprida e Área de Relevante sanções impostas à infração cometida, caso existam, tais como Motivo: Cancelamento
– Contratação de serviços terceirizados de limpeza, asseio e
Interesse Ecológico – ARIE da Zona de Vida Silvestre – ZVS da embargo, demolição, suspensão das atividades, ou outra, que Auto de Infração Ambiental: 286.182/2014
conservação predial para a sede do 4º BPAmb.
APA Ilha Comprida terá a seguinte estrutura: permanecem vigentes. Autuado: Sociedade Amigos da Urbanização Serra dos
Apostilamento do Contrato 13/2015/FPBRN
I - Plenário; Na esfera administrativa não é mais possível à interposição Cristais
Diante da edição do Decreto 61.785, de 05-01-2016, que
II - Presidência; de novo recurso, razão pela qual, caso nenhuma das providên- CNPJ: 04.838.804/0001-15
trata da redução de despesas, visando à redução do custo admi-
III - Secretaria Executiva; e cias citadas acima seja adotada, o débito será incluído no valor Município: Cajamar
nistrativo do Estado, a empresa JJ Serviços de Informática e Lim-
IV - Câmaras Técnicas, se for o caso; e integral no Sistema da Dívida Ativa, para cobrança judicial junto Motivo: TCRA cumprido
peza Ltda foi convidada a negociar o reajuste contratual, cuja
V - Grupos de Trabalho, se for o caso. a Procuradoria Geral do Estado, assim como haverá o ingresso Auto de Infração Ambiental: 305.762/2014
negociação encontra-se devidamente registrada às fls. 474\475.
§1º - O Plenário será composto por todos os membros do de ação judicial objetivando a reparação do dano ambiental em Autuado: Marcio Antônio Tonelotti
Considerando que a Contratada não aceitou a proposta de
Conselho Consultivo, escolhidos, indicados e designados na questão. Esclarecemos que a motivação da presente decisão se CPF: 129.490.328-42
negociação para o reajuste em pauta, ou seja, não foi possível
forma desta Resolução, que terão direito a voz e voto. encontra nos autos do processo, podendo o interessado obter R.G.: 18.510.047
acordarmos a aplicação de índice de reajuste inferior à variação
§2º - O Conselho Consultivo será presidido pelo gestor da vistas junto a este órgão, nos termos do artigo 22, parágrafo 1º Município: Pedreira
do IPC/FIPE, ou seja, 2,41%, a administração procedeu os cál-
unidade de conservação e, na sua ausência, por seu suplente. da Lei Estadual 10.177/98. Motivo: TCRA cumprido
culos dos valores a serem reajustados do mencionado contrato.
§3º - O Secretário Executivo do Conselho Consultivo será Auto de Infração Ambiental: 321.479/2015 Auto de Infração Ambiental: 304.466/2015
Assim sendo, notadamente a previsão do artigo 73, do
eleito pelo Plenário. Autuado: Emerenciano José de Souza Autuado: João Eduardo Rigoli
Decreto 57.933/12 e nos termos do parágrafo 8º, do artigo 65,
§4º - O mandato dos conselheiros será de 2 anos, renovável CPF: 070.840.608-47 CPF: 024.843.898-09
da Lei federal 8.666/93 e do parágrafo 8º, do artigo 62, da Lei
por igual período. R.G.: 13.892.921 R.G.: 11.213.044
estadual 6.544/1989, autorizo o reajuste de preços referente à
§5º - As reuniões do Conselho Consultivo serão públicas, Município: Piracaia Município: Casa Branca
prestação de serviços de limpeza, asseio e conservação predial
com pautas preestabelecidas no ato da convocação, que deverão Recurso: 2ª Instância Motivo: TCRA Cumprido
para a sede do 4º BPAmb, conforme planilhas de folhas 476/478,
ser divulgadas e realizadas em local de fácil acesso. Resultado: Informamos que o recurso contra a decisão da Auto de Infração Ambiental: 322.589/2015
processo 5.902/2015.
§6º - O Conselho Consultivo deverá adotar Regimento Análise de defesa não foi acolhido, por ter sido apresentado
Autorizo também a realização da despesa estimada em R$ Autuado: Robson Rogério Silva Santos
Interno disciplinando o seu funcionamento.
868,54, necessária para suprir as despesas mensais reajustadas. fora do prazo, nos termos do artigo 22 do Decreto Estadual CPF: 320.032.198-97
Artigo 4º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua
Apostila do Coordenador, de 6-4-2018 60.342/2014. R.G.: 34.433.719-4
publicação. (Processo FF 1.329/2017).
Processo: 7.237/2013 Diante disto, ficam mantidas as decisões constantes da Município: Serra Negra
Resolução SMA - 40, de 6-4-2018
Interessado: CFA - Coordenadoria de Fiscalização Ambiental análise de defesa do Auto. O valor consolidado da multa é de Motivo: Cancelamento
Acrescenta dispositivos à Resolução SMA 157, Assunto: Processo de contratação de serviços comuns R$ 7.000,00 em seis parcelas de R$ 1.166,67, cujas guias para Auto de Infração Ambiental: 323.081/2015
de 07-12-2017, que define requisitos para a – Contratação de serviços de limpeza, asseio e conservação recolhimento deverão ser retiradas neste Centro. Autuado: João Gilberto Pascotti Filho
aprovação de projetos de restauração ecológica, e predial para o CTRF 1 – Campinas. Esclarecemos que a motivação da presente decisão se CPF: 301.493.228-01
dá outras providências para a implementação do Apostilamento do Contrato 36/2013/CFA encontra nos autos do processo, podendo o interessado obter R.G.: 34.226.071
Programa Nascentes, objeto do Decreto 62.914, Diante da edição do Decreto 61.785, de 05-01-2016, que vistas junto a este órgão, nos termos do artigo 22, parágrafo 1º Município: Araras
de 08-11-2017, visando estabelecer critérios para trata da redução de despesas, visando à redução do custo da Lei Estadual 10.177/98. Motivo: TCRA Cumprido
a outorga do Selo Nascentes administrativo do Estado, a empresa SBO Serviços de Limpeza Caso nenhuma das providências citadas acima seja ado- Auto de Infração Ambiental: 323.645/2016
O Secretário de Estado do Meio Ambiente resolve: e Conservação Ltda.-ME foi convidada a negociar o reajuste tada, o débito será incluído no valor integral no Sistema da Autuado: Luciano Bertoteti
Artigo 1º - Ficam inseridos os artigos 7º e 8º na Resolução contratual, cuja negociação encontra-se devidamente registrada Dívida Ativa, para cobrança judicial junto a Procuradoria Geral CPF: 292.083.318-90
SMA 157, de 07-12-2017, renumerando-se os artigos subse- à f. 488. do Estado. R.G.: 33.510.785-0
quentes. A referida negociação resultou na aplicação do índice Auto de Infração Ambiental: 322.495/2015 Município: Vargem Grande do Sul
“Artigo 7º - O Selo Nascentes será outorgado pelo Comitê 2,00%, em substituição ao índice apurado no período pela Autuado: Roberto Antônio Aleixo Motivo: Advertência
Gestor do Programa Nascentes às pessoas físicas ou jurídicas variação do IPC/FIPE, ou seja, 2,41%. CPF: 073.972.718-47 O Centro Técnico de Fiscalização Regional de Campinas, da
que executem, de forma voluntária, projetos de restauração Assim sendo, notadamente a previsão do artigo 73, do R.G.: 14.737.280-X Secretaria de Estado do Meio Ambiente, localizado na Rua Dr.
ecológica no âmbito do Programa Nascentes. Decreto 57.933/12 e nos termos do parágrafo 8º, do artigo 65, Município: Campo Limpo Paulista Geraldo de Castro Andrade, 255; Jd. Santa Marcelina; Campinas/
Parágrafo único - É considerado voluntário, para efeito da Lei federal 8.666/93 e do parágrafo 8º, do artigo 62, da Lei Recurso: 2ª Instância SP, faz publicar a relação dos Autos de Infração Ambiental,
desta Resolução, o projeto de restauração ecológica que não estadual 6.544/1989, autorizo o reajuste de preços referente Resultado: Informamos que o recurso interposto contra comunicando, o não cumprimento e ou apenas parcialmente
seja decorrente do cumprimento de obrigações administrativas à prestação de serviços de limpeza, asseio e conservação pre- a decisão administrativa foi analisado, deliberando-se pela do Termo de Compromisso de Recuperação Ambiental – TCRA,
ou judiciais previstas em termo de compromisso previamente dial para o CTRF 1 - Campinas, conforme planilhas de folhas manutenção do presente Auto de Infração Ambiental em todos ou para a complementação de documentos, cujos Autuados
firmado. 489/491, processo 7.237/2013. os seus termos. O valor consolidado da multa é de R$ 1.408,00, residem em localidades não atendidas pelo Correio ou por não
Artigo 8º - Ficam estabelecidos os seguintes critérios para Autorizo também a realização da despesa estimada em R$ podendo ser parcelada em 06 vezes, mediante solicitação do terem sido localizados para sua entrega.
outorga do Selo Nascentes: 692,04, necessária para suprir as despesas mensais reajustadas. autuado, cujas guias para recolhimento deverão ser retiradas Nota: Caso o Autuado não adote as medidas solicitadas, o
I - Para pessoas físicas ou jurídicas que executem, de forma neste Centro. referente processo será encaminhado à Procuradoria Geral do
voluntária, projetos de restauração ecológica no âmbito do DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO Ressaltamos que o simples recolhimento da multa não Estado para adoção das medidas judiciais cabíveis para fazer
Programa Nascentes desde que: exime o autor da infração da responsabilidade pelas outras cumprir o compromisso.
a) Os projetos abranjam área de, no mínimo, 10 hectares, sanções impostas à infração cometida, caso existam, tais como Auto de Infração Ambiental: 110.615/2000
sendo admitido o cômputo de áreas não contíguas apenas se CENTRO TÉCNICO REGIONAL DE embargo, demolição, suspensão das atividades, ou outra, que Autuado: Mineração Mogi Guaçu Ltda
próximas entre si; FISCALIZAÇÃO I - CAMPINAS permanecem vigentes. CNPJ: 51.996.924/0001-20
b) Os projetos contemplem margens de cursos d´água, Comunicado Na esfera administrativa não é mais possível à interposição Município: Conchal
represas, reservatórios ou áreas no entorno de nascentes, O Centro Técnico de Fiscalização Regional de Campinas, de novo recurso, razão pela qual, caso nenhuma das providên- Valor da Multa: R$ 274,36
observando, no mínimo, as áreas de preservação permanente da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, faz publicar os cias citadas acima seja adotada, o débito será incluído no valor Motivo da Notificação: De acordo com as informações
definidas no artigo 4° da Lei Federal 12.651, de 25-05-2012; Autos de Infração Ambiental informando o reagendamento do integral no Sistema da Dívida Ativa, para cobrança judicial junto constantes no Auto de Infração Ambiental, a cobrança do valor
c) Cadastrem o projeto no Sistema de Apoio à Restauração Atendimento Ambiental. a Procuradoria Geral do Estado, assim como haverá o ingresso da multa está prescrita.
Ecológica - SARE. Auto de Infração Ambiental: 20170825014450-1 de ação judicial objetivando a reparação do dano ambiental em Contudo, resta a obrigação de reparar o dano ambiental
II - Para pessoas físicas ou jurídicas que executem projetos Proc. Digital: SMA.007119/2017-65 questão. Esclarecemos que a motivação da presente decisão se causado, nos termos do artigo 225, parágrafo 3º, da Constitui-
de restauração ecológica em cumprimento de obrigações legais Autuado: Djalma Galhardo encontra nos autos do processo, podendo o interessado obter ção Federal e do artigo 4º da Lei Federal 6.938/81 e também
que prevejam a restauração ecológica adicional de, no mínimo, CPF: 774.585.408-34 vistas junto a este órgão, nos termos do artigo 22, parágrafo 1º a responsabilidade por outras sanções relacionadas à infração
10 hectares ou o dobro da área prevista pela obrigação legal de RG: 7995770 da Lei Estadual 10.177/98. cometida, caso existam, tais como embargo, demolição, suspen-
restauração imputada em sede administrativa ou judicial. Município da Infração: Vargem Grande do Sul Auto de Infração Ambiental: 304.719/2015 são das atividades, ou outra, que permanecem vigentes.
§1º - O Selo Nascentes será outorgado apenas após a Motivo: Obter ciência do auto de infração e comparecer à Autuado: José Soares de Brito Diante do exposto, solicitamos seu comparecimento neste
comprovação da implantação das ações de restauração na tota- sessão do Atendimento Ambiental, agendada para o dia 02-01- CPF: 137.686.648-05 Centro Técnico Regional de Fiscalização no prazo de 60 dias,
lidade da área, em conformidade com o projeto cadastrado no 2019 às 15h:00 na base da Polícia Militar Ambiental, situado R.G.: 23.767.473-1 a partir da data desta publicação, para tratar da reparação
Sistema de Apoio à Restauração Ecológica - SARE. à Rua Dolorata Colozzo Sirto, 350, Jd. do Trevo, São João da Município: Paulínia do dano.
§2º - É vedada a outorga do Selo Nascentes às pessoas físi- Boa Vista-SP. Recurso: 1ª Instância Auto de Infração Ambiental: 110.616/2000
cas ou jurídicas que possuam pendências quanto ao cumprimen- Comunicados Resultado: Informamos que a defesa protocolada foi ana- Autuado: Mineração Mogi Guaçu Ltda
to de obrigações decorrentes de auto de infração ambiental.” O Centro Técnico de Fiscalização Regional de Campinas, da lisada e a decisão é por manutenção do Auto de Infração, com CNPJ: 51.996.924/0001-20
Artigo 2º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua Secretaria de Estado do Meio Ambiente faz publicar a relação o valor consolidado da multa em R$ 1.000,00, cuja guia para Município: Conchal
publicação. (Processo SMA 5.982/2014) dos Autos de Infração Ambiental, cujos Autuados residem em pagamento deverá ser retirada neste Centro. Valor da Multa: R$ 137,18