Você está na página 1de 3

ÁTOMO

Matéria é definida como qualquer coisa que ocupa lugar no


espaço. Alguns filósofos gregos antigos acreditavam que a grande
variedade de matéria era formada por elementos (ar, terra, fogo,
água), que não podiam ser decompostos. Elemento é uma substância
que não pode ser quebrada em outras substâncias por meio de
reações químicas.
Cerca de 25 desses 90 elementos naturais são
reconhecidamente essenciais para vida. Apenas 4 deles – carbono
(C), oxigênio (O), hidrogênio (H) e nitrogênio (N) – constituem mais de
96% da matéria viva. Fósforo (P), enxofre (S), cálcio (Ca), potássio (K)
e alguns outros elementos completam os 100% do peso do
organismo.
Elementos traços são aqueles requeridos em uma quantidade
mínima pelo organismo, mas também são de importância
fundamental para a saúde do ser vivo.
As unidades de matéria são denominadas átomos. Átomos têm
a propriedade de estabelecer ligações químicas com outros átomos
formando moléculas. Ou seja:
Átomos – Moléculas – Matéria
Leucipo de Mileto e Demócrito de Abdera, que viveram na
Grécia por volta de 400 a.C, foram os primeiros a conceber a noção
de que toda matéria é feita de partículas indivisíveis que se agrupam.
A essa partículas, eles deram o nome de átomo, que em grego
significa indivisível.
Mais tarde, comprovou-se a existência do átomo, e também que
ele é divisível em partículas ainda menores, e que existem diferentes
tipos de átomo.
MODELO DE DALTON
- Esfera Maciça
- Indivisível
- Indestrutível
- Imperecível
- Sem carga elétrica

MODELO DE THOMPSON
- Esfera maciça de carga positiva
- Divisível
- Indestrutível
- Carga negativa incrustada

MODELO DE RUTHERFORD
- Núcleo (+) e eletrosfera (-)
- Núcleo pequeno e denso
*Concluiu que a maior parte do espaço atômico é um espaço vazio
com uma pequena região central densa, no seu interior, carregada
positivamente, na qual se concentrava a maior parte da massa do
átomo e designou o núcleo.
MODELO RUTHERFORD-BOHR
Átomo é uma partícula muito pequena que constituí a matéria.
NÚCLEO = prótons + nêutrons
ELETROSFERA = elétrons
Cada átomo é composto por regiões que são: o NÚCLEO e a
ELÉTROSFERA.
Elétrons: carga negativa = massa desprezível
Prótons: carga positiva = 1 dalton
Nêutrons: sem carga elétrica, neutro = 1 dalton

Os átomos dos vários elementos diferem no número de


partículas subatômicas, porém todos os átomos de um mesmo
elemento têm igual numero de prótons no seu núcleo. Por exemplo,
todos os átomos de Boro (B) tem 5 prótons, os de Cálcio (Ca) tem 20,
e os de Iodo (I) tem 53.
Esse número, que é único para cada elemento, é denominado
número atômico e simbolizado pela letra Z.
A menos que seja indicado ao contrário, um átomo é
eletricamente neutro, o que significa que o número de prótons é
exatamente igual ao número de elétrons. Assim temos que...
Número atômico = número de prótons = número de elétrons
Ou
Z=p=é

Uma vez que as partículas do átomo que apresentam massa


são os prótons e os neutrons, pois os elétrons são massa desprezível,
podemos calcular a massa de um átomo pela simples soma do
número de prótons mais o número de nêutrons. Número de massa, ou
massa atômica, é isso, e a simbolizamos com a letra A.
Número de massa = número de prótons = número de nêutrons
Ou
A=p+n

Representa-se o número atômico e o numero de massa de um


átomo qualquer da seguinte forma:
Sadfasfasf

Isótopos são átomos que tem o mesmo numero atômico e


diferente numero de massa.
Na natureza um elemento ocorre como uma mistura de seus
isótopos. Por exemplo, o elemento carbono, que tem numero atômico
igual a 6, apresenta três isótopos. O isótopo mais comum é o
carbono-12, que representa cerca de 99% do carbono na natureza.
Todos os isótopos do carbono tem 6 prótons, mas o número de
nêutrons varia.
Os isótopos C12 e C13 são estáveis, o que significa dizer que o
núcleo desses átomos não tem a tendência de perder partículas. O
isótopo C14, é instável e por isso, denominado radioativo ou
radioisótopo. Um isótopo radioativo é um átomo cujo o núcleo decai,
isto é, perde partículas e energia espontaneamente.
Isótopos sempre pertencem ao mesmo elemento químico, pois
eles possuem o mesmo Z e são, portanto, representados pelo mesmo
símbolo. A maioria dos elementos químicos é constituída por dois ou
mais isótopos presentes na natureza, geralmente em quantidades
diferentes.