Você está na página 1de 12

Interrupção Voluntária da Gravidez

Trabalho realizado por:


Joana Patrícia Dias Gomes da Costa - nº14 - 10ºD
João Carlos Lopes Costa - nº17 - 10ºD
Raquel Mariani Leão de Lemos - nº26 - 10ºD
Sílvia Neves Moreira - nº27 - 10ºD
O que é o Aborto?
Aborto, em sentido lato, é a morte do produto
da concepção e a sua expulsão do organismo
materno em qualquer fase do seu
desenvolvimento pré-natal.

Isto pode ocorrer por causas naturais, que não


dependem da vontade humana, ou
interferência externa.
Temas relacionados…
Educação sexual…
• Métodos contraceptivos…
• Planeamento familiar…
• Condições económico-sociais…
• Condições culturais…
É Possível fazer Aborto em Portugal?

Em Portugal não é possível praticar livremente a


interrupção voluntária da gravidez (aborto).

Até às 12 semanas é possível fazer a interrupção


da gravidez em situação de violação,
malformação grave do feto ou no caso em que a
gravidez coloque em risco a vida da grávida.
Desenvolvimento Embrionário
• Semana 0 - A concepção
• Semana 2 - O embrião pode flutuar livremente no útero por 48 horas, antes da
implantação.
• Semana 4 - O embrião tem 4 a 6 mm de comprimento e um coração primitivo
começa a bater. Cabeça, boca, fígado e intestinos começam a tomar forma.
• Semana 8 - O embrião tem agora cerca de 25 mm de comprimento. Traços faciais,
membros, mãos, pés, dedos e unhas tornam-se aparentes.
• Semana 12 - O feto tem agora 58 cm de comprimento e pesa quase 28,35 gramas.
Os músculos começam a desenvolver-se e os órgãos sexuais a formar-se.
• Formam-se as pálpebras e as unhas e observam-se movimentos espontâneos
• Semana 16 - O feto tem agora cerca de 9 a 14 cm de comprimento. Pestaneja,
agarra e move a sua boca. O cabelo cresce.
• Semana 20 - O feto pesa agora aproximadamente 250 a 450 g e mede cerca de 15 a
19 cm da cabeça aos pés.
• Semana 24 - O feto já pode inalar, exalar e até chorar. Os olhos estão
completamente formados e a língua desenvolveu o gosto.
• Semana 28 - O feto é capaz de viver fora do útero da mãe e seria considerado
prematuro se nascesse nesta semana.
• Semana 38 - Marca o final do período normal de gestação. A criança está agora
preparada para viver fora do útero da sua mãe.
O Aborto é Seguro?
O aborto não é seguro.
Os factores de risco existem e são muitos.
Após um aborto as probabilidades de ocorrer um
aborto espontâneo numa nova gravidez
aumentam.
Outra complicação é a gravidez ectópica (gravidez
extra-uterina, fora do útero), uma situação que
coloca em risco de vida a mulher que engravida
novamente.
Os efeitos psicológicos podem existir e não podem
ser esquecidos.
Algumas razões contra o aborto
• Não é seguro…
• Não é solução para alguns problemas…
• Provoca efeitos secundários, físicos e
psicológicos, nas mulheres que o fazem…
• Destrói um ser humano que não se pode
defender…
• Destrói o ser humano que o pratica…
• A sua pratica vai contra uma grande quantidade
dos valores humanos…
Algumas razões a favor do Aborto
• O feto apresenta malformações graves…
• A mulher grávida corre sérios riscos de vida…
• Os direitos das mulheres e a sua liberdade de
escolha…
• Evitar o aborto ilegal…
• Aumentar as condições higiénicas e de saúde
em que se realiza o aborto…
Não são razões…
• Os maus tratos a crianças…
• Motivos económicos
• Motivos políticos
• Motivos religiosos
• As estatísticas…
• O controlo da natalidade…
• Facilitar e desresponsabilizar as relações
sexuais…
Factores que influenciam a opinião…
Quando os argumentos são muitos e
subjectivos, os valores de cada um farão
a diferença na formação da opinião:
– Valores Éticos…
– Valores Religiosos…
– Valores Políticos…
– Valores Sociais…
– Valores Económicos…
Antes de decidir:
• Informem-se…
• Reflictam…
• Debatam…

Sejam RESPONSÁVEIS!