Você está na página 1de 37

ANO IV - EDIÇÃO 889 – DATA 17/12/2018

Lei Nº 3.520, de 26 de março de 2015.

ANO V – EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

SUMÁRIO

PODER EXECUTIVO

 Decretos Normativos
 Editais
 Lei
 Licitações
 Secretarias, Autarquias, Outros

O DIÁRIO OFICIAL DO O DIÁRIO OFICIAL


MUNICÍPIO DO MUNICÍPIO
DE FEIRA DE SANTANA DE FEIRA DE SANTANA
garante a autenticidade
garante a autenticidade deste documento
deste documento quando visualizado
quando visualizado diretamentediretamente
no portal no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
0
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

DECRETOS NORMATIVOS

DECRETO Nº 11.085, DE 15 DE ABRIL DE 2019.

Nomeia membros do Conselho Municipal de


Turismo de Feira de Santana, e dá outras
providências.

O PREFEITO MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições,


Considerando o que estabelece a Lei nº 2.718, de 16 de dezembro de 2006, ao criar o Conselho Municipal
de Turismo de Feira de Santana, como órgão consultivo e de assessoramento, com o objetivo de implantar a
Política Municipal de Turismo, elegendo a promoção e o incentivo turístico como fator de desenvolvimento
sustentável, social, econômico e ambiental nos termos do artigo 180 da Constituição Federal;
Considerando as indicações formuladas pelos entes governamentais e não governamentais, que integram
o Conselho.

DECRETA:

Art. 1º - Ficam nomeadas para integrarem o Conselho Municipal de Turismo de Feira de Santana as
seguintes pessoas:

I - Representando a Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico -


SETTDEC:
Titular - Antônio Carlos Borges dos Santos Júnior;
Suplente – Maria das Graças Cordeiro dos Santos.

II – Representando a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis - ABIH:


Titular – Marcelo Augusto Alexandrino Araújo Souza;
Suplente – João Dílson Morais Filho.

III - Representando a Associação dos Artesãos do Mercado de Arte Popular – ART’MAP:


Titular – Ronildo Carlos Silva Ramos;
Suplente – Marta Lúcia Pereira.

IV -Representando o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Feira de Santana:


Titular – José Getúlio de Araújo Andrade;
Suplente – Daniel Lima Dantas.

V - Representando a Associação Brasileira das Agências de Viagens da Bahia – ABAV:


Titular – Armando Luiz Sampaio Silva;
Suplente – Sandro Andrade Lopes.

VI - Representando o Serviço de Apoio ás Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE:


Titular - Simone Patrícia Bonavides;
Suplente – Renato Lisboa Silveira.

VII - Representando a Associação Comercial de Feira de Santana – ACEFS:


Titular – Francisco Pinto Morais;
Suplente – Marcelo Augusto Alexandrino Araújo Souza.

VIII - Representando as Faculdades Particulares de Feira de Santana:


Titular – Leidiene Queiroz de Jesus;
Suplente – Annita Kelly Cardoso de Andrade Souza.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
1
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

IX - Representando a Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS:


Titular – Aldo José Morais Silva;
Suplente – Cristiano silva Cardoso.

X - Representando a Câmara de Dirigentes Lojistas de Feira de Santana - CDL:


Titular- Rui de Santana Ferreira;
Suplente – Roberto Luiz de Cerqueira Lima.

XI - Representando o Sindicato do Comércio de Feira de Santana – SICOMFS:


Titular- José Carlos Moraes Lima;
Suplente - Eliazi Paulo dos Santos.

XII - Representando o Serviço Nacional de Aprendizagem ao Comércio - SENAC:


Titular – Maria Angélica da Silva Dias;
Suplente – Micheline da Conceição Mendes.

Parágrafo único – A Presidência do Conselho Municipal do Turismo de Feira de Santana será exercida pelo
Secretário Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico.

Art.2º - O mandato dos conselheiros que não representam órgãos governamentais, ora nomeados, será
de dois (02) anos, permitida a recondução por igual período.

Art.3º - Esse Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Gabinete do Prefeito, 15 de abril de 2019.

COLBERT MARTINS DA SILVA FILHO MARIO COSTA BORGES CLEUDSON SANTOS ALMEIDA
PREFEITO MUNICIPAL CHEFE DE GABINETE DO PREFEITO PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO

ANTONIO CARLOS BORGES DOS SANTOS JÚNIOR


SECRETÁRIO MUNICIPAL DO TRABALHO, TURISMO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
2
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

DECRETO N° 11.086, DE 15 DE ABRIL DE 2019.

“Abre crédito suplementar ao Orçamento do Município e


dá outras providências.”

O PREFEITO MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais e com
base na autorização contida na Lei Nº 3.907, de 13 de dezembro de 2018, artigo 6º, inciso I, item a.

DECRETA:

Art. 1º - Fica aberto Crédito Suplementar ao Orçamento do Município no valor de R$ 207.000,00


(duzentos e sete mil reais), conforme detalhamento abaixo:

CLASS. INST. PROGRAMÁTICA ECONÔMICA FONTE VALOR (R$)


10.1022 13.392.0033.1015 4.4.90.51 0000 207.000,00
TOTAL 207.000,00

Art. 2º - Os recursos disponíveis para acorrer às despesas decorrente do presente crédito suplementar, de
igual valor, correrão à conta de anulações nas dotações abaixo detalhadas:

CLASS. INST. PROGRAMÁTICA ECONÔMICA FONTE VALOR (R$)


10.1022 13.392.0033.1053 4.4.90.51 0000 60.000,00
10.1022 04.573.0073.1076 4.4.90.51 0000 10.000,00
10.1022 13.122.0004.2047 4.4.90.51 0000 40.000,00
10.1022 13.392.0033.2050 4.4.90.51 0000 20.000,00
10.1022 13.392.0033.2050 4.4.90.52 0000 37.000,00
10.1022 04.122.0073.2191 4.4.90.51 0000 40.000,00
TOTAL 207.000,00

Art. 3º - Fica a Contabilidade Municipal autorizada a efetuar os registros contábeis necessários ao


cumprimento deste Decreto.

Art. 4º - Este Decreto entra em vigor na data da sua publicação.

Gabinete do Prefeito Municipal, 15 de abril de 2019.

COLBERT MARTINS DA SILVA FILHO


PREFEITO MUNICIPAL

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
3
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

EDITAIS
Edital de Convocação n° 003/2019 – Concurso 2018

A Secretaria Municipal de Administração, considerando o resultado final do Concurso Público Municipal,


para o cargo de Professor da Educação Infantil ao Ensino Fundamental, na Administração Direta, Fundacional e
Autárquica da Prefeitura Municipal de Feira de Santana de acordo com o Edital de Homologação dos Resultados,
de 22 de dezembro de 2018,
RESOLVE:
Art. 1º - Ficam convocados para nomeação no Serviço Público Municipal, de acordo com as necessidades
atuais da Administração, os candidatos aprovados no Concurso Público realizado com tal finalidade, de acordo
com a seguinte relação:
Para o Professor – Pedagogia

Classif. Inscrição RG NOME COTA PONTUAÇÃO


156 63014799 0926382365 VANGLEIDE SOUZA ARAUJO FLORES AMPLA CONCORRÊNCIA 93,5
157 63012073 1130282619 PAULA EMILLE DA PAIXÃO MACHADO AMPLA CONCORRÊNCIA 93,5
158 63010433 0274691825 REINALDO ALVES PORTUGAL AMPLA CONCORRÊNCIA 93,5
162 63015255 05484456800 DIVANI DE OLIVEIRA DURAES AMPLA CONCORRÊNCIA 93
167 63021045 1010396030 RAFAELA ANUNCIACAO FERREIRA AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
172 63006608 1523471603 JUCIELE ANTUNES TAVARES SANTOS AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
173 63009430 0888300123 MARIA FERNANDA DA SILVA PEREIRA SANTOS DE ANDRADE AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
178 63007230 1133297501 FERNANDA LIMA AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
183 63011317 15718378 MARIA CLARA CRUZ DE OLIVEIRA AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
185 63009788 1127013459 TATIANE ALVES DA SILVA AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
186 63010644 0478524374 ELAINE CRISTINA RIBEIRO GOMES AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
189 63019814 1002657741 JAQUELINE DE JESUS LIMA CASTRO AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
190 63019392 1253782385 STACIO ALVES DE SOUZA AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
191 63021888 0808404008 FABIANA LEAL DE OLIVEIRA AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
195 63017273 0339859601 MOIRA DA SILVA QUADROS DARIAN AMPLA CONCORRÊNCIA 92,5
198 63016232 0881802557 IRENICE CERQUEIRA DE JESUS AMPLA CONCORRÊNCIA 92,5
203 63012433 0766148327 FLAVIANE DE ARAUJO SIMOES CORDEIRO AMPLA CONCORRÊNCIA 92
204 63017280 0917749006 PRISCILA ANDRADE SANTOS ARAUJO AMPLA CONCORRÊNCIA 92
205 63001311 1214975186 SUZANA FREITAS DE ALMEIDA AMPLA CONCORRÊNCIA 92
206 63000667 1568663153 ANDRESSA DE OLIVEIRA SANTOS AMPLA CONCORRÊNCIA 92
213 63010196 1277904979 JULIETA CERQUEIRA FRANCISCO BATISTA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
214 63021523 1316318885 ELISANGELA SANTANA SILVA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
215 63020076 0964515300 MARCIA SILVEIRA DA SILVA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
216 63010475 0811959660 NIVEA CAROLINA DANTAS DA SILVA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
217 63022533 1482519194 MICHELLY DA SILVA VIDAL AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
219 63010142 0997066520 JAQUELINE BELMONT GRILO AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
223 63022484 1438380674 JOSINEIA DE JESUS AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
224 63013384 1153577771 MARIZE ANDRADE REIS MARQUES AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
225 63021376 0856870145 GRASIELA NASCIMENTO DE OLIVEIRA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
226 63020936 0835082601 MARIA DA CONCEICAO MOREIRA GONCALVES AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
227 63015582 2143065264 JESICA CONCEICAO DE ARAUJO AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
230 63003785 2130199 AILTON SIMOES DE ALMEIDA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
231 63007962 MG12052400 RACHEL LEAL ALVES LIMA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
235 63022944 0900193506 JOELANE LIMA PINHEIRO SANTOS MALTEZ AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
236 63018756 1424692466 SIMONE DA SIVA ARAUJO AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
238 63009176 0881983756 MONICA ARAPIRACA DA SILVA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75
240 63014637 0958696462 AGDA FEITOSA LIMA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
4
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

243 63020965 0908731736 ANA CAROLINA DOS SANTOS LIMA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,5
244 63012726 0970992793 CAROLINA REIS AMORIM DE SOUZA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,5
245 63019661 0706329287 LUZITANIA SANTOS SILVA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,5
248 63014285 0911727647 PRISCILLA BARBOSA DE OLIVEIRA MELO AMPLA CONCORRÊNCIA 91,5
249 63008149 0740147145 EDNEA SANTOS DE FARO AMPLA CONCORRÊNCIA 91,25
250 63017186 1164151185 CARLA LIMA MIRANDA AMPLA CONCORRÊNCIA 91,25
251 63021177 0843803908 PATRICIA SANTOS MUNIZ AMPLA CONCORRÊNCIA 91,25
261 63021531 1309363404 MAYANE VITORIO PAIM ESTRELA AMPLA CONCORRÊNCIA 90,75
14 63023516 0856350907 RAQUEL DOS SANTOS DE SOUSA PCD 76,5
15 63011067 40212859-X JOSUÉ ROCHA DE OLIVEIRA PCD 75,25
16 63006460 1479198439 KAITY ANNE PEREIRA FERREIRA PCD 75
17 63019384 564238619 CRISTINA DE ARAUJO RAMOS REIS PCD 74,75
18 63010015 0890209286 TAINAN ARMANDO CONCEICAO DE JESUS PCD 72,75
72 63009091 0829076840 ALCIONE LIMA DA COSTA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 90,25
75 63009500 0684725282 MARIANA MUNIZ SAMPAIO AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 90
78 63008168 1293477443 JAQUELINE LOIOLA DIAS AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 89,75
82 63022706 1204462275 TAMIRES CONCEICAO COSTA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 89,75
85 63020698 20204108 JACIANE DE JESUS SANTOS VIANA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 89,5
87 63011607 1644115697 VANESSA DOS SANTOS TELES AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 89,5
88 63018008 0285934481 GILCIONETE XAVIER OLIVEIRA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 89,5
93 63022498 0777280922 CAMILA GONCALVES DE JESUS LOPES AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 89
94 63019438 0914701703 MARIA TEREZA LACERDA DA CONCEICAO AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 89
95 63011287 1199610593 GERUSA CRUZ SOBREIRA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
96 63016002 1419786601 EVELLY DE MONACO SILVA SOARES AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
97 63020189 0978195302 WILLIANE DE OLIVEIRA LEITE AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
98 63007141 1369878508 MARIA POLIANA SILVA DE OLIVEIRA NASCIMENTO AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
99 63004518 1603999477 TAMILIS CERQUEIRA FERREIRA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
100 63016179 1368605591 ARIADNE MAIA DO MONTE AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
101 63004300 1324656204 LARISSA SILVA SANTOS AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
102 63022276 0882720520 CRISTONINA SILVA DE ALMEIDA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
103 63019078 0885682530 PATRICIA GRACIELLE DOS SANTOS BORGES AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
104 63001736 1147849145 NUZIANE SILVA SANTOS AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
105 63007882 0936931922 ADRIANA SIMOES DE FREITAS BRITO AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 88,75
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
141 63014319 2072475600 MARCELA DA CONCEICAO COSTA 89,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
143 63005451 0178693316 VALFREDO ALVES DA FONSECA 89,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
144 63005066 0552372668 ROSÂNGELA MARQUES DOS SANTOS DE OLIVEIRA 89,25
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
146 63017404 0961702206 ERICA LIMA CARNEIRO AMORIM 89
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
148 63009960 0835130606 ANA MARIA BISPO VITORIA 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
149 63011958 1470259400 NEIRIDIANE DA SILVA OLIVEIRA 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
150 63010372 1496119193 TALITA SILVA DA MOTA 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
152 63008625 0701612169 SILVANA DOS SANTOS FRANÇA CARDOSO 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
156 63012723 0882889192 DAYB MANUELA OLIVEIRA DOS SANTOS 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
157 63010381 0929492404 KARINE SANTANA SOUSA MERCES 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
159 63020487 538570202 RUBIA MACHADO DE SOUZA PENHA 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
160 63015317 0409971997 DIVALDA VELOSO SOUSA 88,75
PARTICULAR

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
5
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA


161 63010349 1444134850 CATIANE SANTOS DA SILVA 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
162 63009485 1316059685 ELANE SANTOS E SANTOS 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
163 63018760 0520788680 PATRICIA ALVES NOVAES ARAUJO 88,75
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
164 63013582 1537329464 RAMILLY PAMELLA FERREIRA SOUZA 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
165 63008024 998966053 MARCELLE RIBEIRO DE ALENCAR 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
166 63005179 1116826739 GERUSA DE JESUS CUNHA 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
167 63000900 504905752 ANA LUCIA ALMEIDA SANTANA 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
168 63018740 0882660608 ADENIZE CERQUEIRA DA CRUZ BATISTA 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
169 63002152 0948340916 EDIVANIA CORDEIRO DE SOUSA 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
170 63021381 1165990229 AYLLANNE MÉRCIA SANTOS MIRANDA 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
171 63022087 0939831236 PATRICIA DE SILVA SOUZA DE MENEZES 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
172 63020481 0485450828 USTANE FABIOLA CERQUEIRA DE OLIVEIRA 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
173 63000499 1141945991 DYANNA SANTOS COSTA 88,5
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
174 63015313 1485036593 NADSAN GABRIELLE REIS EVANGELISTA 88
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
175 63014191 1498868967 VANESSA CARNEIRO DE CERQUEIRA 88
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
176 63017779 1121110924 CATARINA MELO SILVA 88
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
177 63003744 1318791111 ADRIANA JESUS SANTOS 88
PARTICULAR
ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA
178 63013439 0975558277 LUANDA DE LIMA AGUIAR BASTOS 87,75
PARTICULAR

Para o Professor – Educação Física


Classif. Inscrição RG NOME COTA PONTUAÇÃO
7 63103478 1292060247 ARIANE MOURA TEIXEIRA AMPLA CONCORRÊNCIA 105
8 63121247 32653352 JOÃO PAULO DÓRIA DE SANTANA AMPLA CONCORRÊNCIA 104,25
10 63117377 0947573801 ROSA MONIQUE SANTIAGO OLIVEIRA FREITAS AMPLA CONCORRÊNCIA 104
11 63122261 0975252194 ADRIANA PRISCILLA COSTA CAVALCANTI AMPLA CONCORRÊNCIA 103
5 63110760 1145993516 JOSÉ CARLOS GOMES RIBEIRO JUNIOR AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 101,5
6 63120545 33396450 HUMBERTO SANTANA FRANÇA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 100,75
12 63114933 1319339069 ALECIANE ROCHA DE OLIVEIRA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 101,75
15 63107996 0845372300 DAIANE DE OLIVEIRA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 101

Para o Professor – Língua Portuguesa


Classif. Inscrição RG NOME COTA PONTUAÇÃO
15 63216041 1320864252 SILVANA MEDEIROS DE MOURA AMPLA CONCORRÊNCIA 96,75
16 63220249 1136739653 WILLIAM CONCEIÇÃO DOS SANTOS AMPLA CONCORRÊNCIA 95,25
17 63223058 1166047350 GLEID ANGELA DOS ANJOS COSTA AMPLA CONCORRÊNCIA 95
18 63211871 1398838438 JACIENE DE ANDRADE SANTOS AMPLA CONCORRÊNCIA 94,75
19 63223679 0664415520 GLEIDSON AZEVEDO RAMOS AMPLA CONCORRÊNCIA 93,75
20 63220862 1423512103 LEDA SOUSA BASTOS AMPLA CONCORRÊNCIA 93,75
21 63203539 0544465970 SUELY DE SOUZA SILVA AMPLA CONCORRÊNCIA 93,75
22 63215506 0320252469 ADRIANA DE CASSIA BRITO BASTOS AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75
23 63221001 0907719821 MÔNICA ARAÚJO CRUZ AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
6
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

24 63207677 1316694437 JOELMA SENA GOMES AMPLA CONCORRÊNCIA 92,5


25 63217499 1116060043 CLARISSE BEZERRA DE SANTANA AMPLA CONCORRÊNCIA 92
2 63205325 1198329254 WALACE MACHADO DOS SANTOS PCD 80,75
7 632207708 1297631951 MARINA DE CASSIA SILVA SANTOS CAJUI AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 91,75
8 63211339 0698193865 CARLA DAIANE SOUSA SANTANA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 91,75
9 63212906 1449336329 NERVTON SANTOS JUNIOR AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 91,5
10 63213755 1325547476 ANDERSON BRANDÃO LEITE AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 91
11 63203834 1457639785 SANDRA KELLY SOUZA SANTOS AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 89
14 63211765 1526635763 ELIENE PINTO DE OLIVEIRA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 91,75
16 63216009 70384142 EDILENE OLIVEIRA DA SILVA FEITOSA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 90,75
17 63214063 1209219956 ODARA PERAZZO RODRIGUES ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 90,5
18 63221647 1357314108 JUSCINEY SANTANA CARNEIRO ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 90
19 63220174 1207055247 MARISE BARBOSA DE OLIVEIRA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 90
20 63211710 1362707783 JULIANA ARAUJO OLIVEIRA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 90
21 63216972 0754579700 NARA DA SILVA E SILVA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 90
22 63221473 0973608480 JOAO VICTOR ALMEIDA MARQUES ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 89,25

Para o Professor – Arte


Classif. Inscrição RG NOME COTA PONTUAÇÃO
6 63308411 3041997 ROSÂNGELA DE CARVALHO MACEDO AMPLA CONCORRÊNCIA 100,75
5 63319398 1150565055 REJANE AQUINO DOS SANTOS ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 96,75

Para o Professor – Ciências


Classif. Inscrição RG NOME COTA PONTUAÇÃO

13 63417468 1541717007 KARINE BRANDAO OLIVEIRA RIOS AMPLA CONCORRÊNCIA 94,75

16 63418821 1200737652 CELSO DAMASCENO SILVA AMPLA CONCORRÊNCIA 94

17 63404953 0990811050 ARIANE OLIVEIRA GUERRA AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75

18 63415569 1123173834 THIARA CARNEIRO SANTANA AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75

19 63404361 0887625215 SARA DE JESUS OLIVEIRA AMPLA CONCORRÊNCIA 92,75

20 63422865 0831796669 ROBERT WILLIAN DE BRITO GONCALVES AMPLA CONCORRÊNCIA 91,75

8 63421499 0955117410 GILVANA SANTOS BARRETO AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 90,75

9 63420958 1009151673 FERNANDA RIOS DA SILVA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 90,75

11 63420447 0826398847 JACIARA DOS REIS SILVA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 90,25

12 63404563 1391525558 RENAN OLIVEIRA ALVES DE SOUZA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 89,5

13 63422030 1361738456 SIDIANE DA SILVA OLIVEIRA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 88,75

Para o Professor – Matemática


Classif. Inscrição RG NOME COTA PONTUAÇÃO
14 63523911 1174529555 PEDRO ELIÉZER SUZART SANTOS AMPLA CONCORRÊNCIA 100,75
15 63509858 0831213310 ANDRÉA SANTOS DOS REIS AMPLA CONCORRÊNCIA 99,75
18 63515588 538679476 JOSÉ JACKSON DE OLIVEIRA AMPLA CONCORRÊNCIA 98,75
20 63512100 0810896435 CARLOS HENRIQUE CARNEIRO AMPLA CONCORRÊNCIA 98,25
22 63518356 0996830243 SUELLEN PEREIRA SANTANA COSTA AMPLA CONCORRÊNCIA 98
24 63507889 33912580 JOSEPH TELES SANTOS AMPLA CONCORRÊNCIA 97,75
28 63521517 0946584397 THAISE SANTOS DE SOUZA AMPLA CONCORRÊNCIA 97,75
29 63521991 1483402967 EDWILSON DA CONCEICAO CUNHA DE SENA AMPLA CONCORRÊNCIA 97,5
2 63507630 0576868825 KLEBER SANTOS AMORIM PCD 73
11 63521828 1000596354 NADSON DE JESUS LIMA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 96,75
12 63504614 1208417460 JEAN PAUL BORGES DE SOUZA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 96,5

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
7
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

13 63504472 1357325657 DAVID ELOI DOS SANTOS BITENCOURT AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 95,5
14 63504882 1394926235 LEANDRO CORREIA ARAUJO AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 94,75
15 63523929 0951483706 THAYLA BARRETO DE AZEVEDO ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 97,5
16 63515079 1514683113 IAGO NASCIMENTO RAMOS ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 97,5
17 63520236 0754418456 PEDRITO GOMES DOS SANTOS ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 97,5
18 63508831 1153456630 SAIMON DE SOUZA ROCHA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 97
20 63505014 1009745387 LUZINEIDE FONSECA DA SILVA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 96,75

Para o Professor – História


Classif. Inscrição RG NOME COTA PONTUAÇÃO
6 63618920 0807099740 ANA TAMIRIS GONCALVES REIS AMPLA CONCORRÊNCIA 106,75
8 63608785 0957680090 DIEGO ROBERTO FREIRE DE CARVALHO AMPLA CONCORRÊNCIA 106
ESPIRITO SANTO
10 63610909 337396887 LUIS PAULO CONCEICAO MORAIS AMPLA CONCORRÊNCIA 104,75
12 63607472 0975761900 DANIELA NUNES DO NASCIMENTO AMPLA CONCORRÊNCIA 104,75
15 63618829 1151628280 GEORGIA KALINE MACIEL DA SILVA MATOS AMPLA CONCORRÊNCIA 104
4 63616198 0832699241 TADEU BALIZA DE SOUZA JUNIOR AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 103,75
5 63621655 8869377 FLAVIO PEREIRA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 103
5 63609506 0782235719 SIMONE DOS SANTOS BORGES ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 103,75
7 63618051 24077518 DENISSON ABREU TELES ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 103,75
9 63614210 1266457364 DAIANE ALMEIDA FERREIRA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 102,75

Para o Professor – Geografia


Classif. Inscrição RG NOME COTA PONTUAÇÃO
8 63705316 559969490 BRUNO JOSÉ BORGES DA SILVA AMPLA CONCORRÊNCIA 86,25
10 63710020 0795339810 LUCILENE CARNEIRO DE SOUZA AMPLA CONCORRÊNCIA 85,5
11 63708951 1008800457 KAISSE DA CONCEIÇÃO BRANDÃO AMPLA CONCORRÊNCIA 84
12 63721719 0664005624 SIDELIA CASTRO DE OLIVEIRA AMPLA CONCORRÊNCIA 84
13 63714332 1370878370 ANA KELLY SILVA SOUZA PAIXAO AMPLA CONCORRÊNCIA 84
1 63717016 7393254 LEYLADY DE MATOS BEMVENUTO PCD 72
7 63715184 1206040009 SANDRA SOUZA DE SANTANA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 83,75
8 63711608 1343399599 RUTE ARAUJO DA SILVA AFRO-DESCENDENTE OU INDÍGENA 83,75
9 63717311 0946887616 GIRLENE RAMOS DA SILVA ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 83
10 63719230 0942156692 MARIO JOSE DOS SANTOS FAGUNDES ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 82,75
11 63718654 1519273240 JAIRO DE JESUS SANTOS ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 82,75
12 63718378 0751135704 LUCIANA ALMEIDA DOS SANTOS ALUNO ESC. PUBLICA E BOLSISTA PARTICULAR 82

Art. 2º Os convocados deverão comparecer ao Departamento de Recursos Humanos da Secretaria


Municipal de Administração, situada na Av. Sampaio, 344 – Centro, nesta cidade, no prazo máximo de 30 (trinta)
dias, contados da data da publicação, munidos dos seguintes documentos:
a) CPF – Cadastro de Pessoa Física (original e cópia);
b) Cartão PIS ou PASEP (caso não seja o primeiro contrato de trabalho);
c) Cédula de Identidade (original e cópia);
d) Carteira de Trabalho e Previdência Social–CTPS;
e) Certidão de nascimento, se solteiro; ou Certidão de casamento, se casado (original e cópia);
f) Certificado Militar (comprovar que está em dia com as obrigações militares, se do sexo masculino
(original e cópia);
g) Título de Eleitor e a comprovação do cumprimento das obrigações eleitorais (original e cópia);
h) 01 (uma) foto colorida 3x4 (três por quatro) recente;
i) Registro Civil dos filhos, se houver (original e cópia);
j) Diploma ou certificado de conclusão de curso, com histórico escolar (original e cópia);
k) Comprovante de residência em nome do candidato (original e cópia);
l) Atestado ou Certidão Negativa de antecedentes criminais;

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
8
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

m) declarar expressamente o exercício ou não de cargo, emprego ou função pública nos órgãos e
entidades da Administração Pública Estadual, Federal ou Municipal, para fins de verificação do
acúmulo de cargos;
n) Declaração de bens e valores que integram o patrimônio ou última declaração de IR/PF (imposto de
renda);
o) Comprovante de vínculo como aluno oriundo da escola pública ou bolsista de escola particular, quando for
o caso (item 7.3 e subitens);
p) Comprovação da condição afrodescendente ou indígena será verificada no momento da contratação,
mediante a apresentação de documento oficial do candidato ou de parentes por consanguinidade,
ascendentes ou colaterais, no qual conste a identificação e a indicação etnorracial;
q) Demais documentos que a Prefeitura Municipal de Feira de Santana achar necessários, posteriormente
informados.
Art. 3º - Os candidatos convocados deverão providenciar, às suas expensas, os exames laboratoriais e
complementares a seguir relacionados:
a) Exames comuns a todos os candidatos ao cargo de Professor:
•Hemograma completo - válido por até 3 (três) meses;
•Sumário de Urina - válido por até 3 (três) meses;
•Acuidade Visual - válido por até 6 (seis) meses;
•Fundoscopia - válido por até 6 (seis) meses.
b) Exame específico para todos os candidatos ao cargo de Professor:
•Laringoscopia - válido por até 3 (três) meses.
c) Exames específicos para todas as candidatas do sexo Feminino:
•Avaliação Ginecológica - Válido por até 6 (seis) meses;
•Colposcopia - válido por até 6 (seis) meses;
•Citologia - válido por até 6 (seis) meses;
•Microflora - válido por até 6 (seis) meses.
d) Exames específicos para candidatos convocados com mais de 40 anos de idade:
•Glicemia em jejum - válido por até 3 (três) meses;
•Tonometria - válido por até 6 (seis) meses;
•Eletrocardiograma (ECG) - válido por até 6 (seis) meses.
e) Exame específico para candidatas convocadas, com mais de 40 anos de idade, do sexo Feminino:
•Mamografia - válido por até 12 (doze) meses.
f) Exames específicos para candidatos convocados, com mais de 40 anos de idade, do sexo Masculino:
•Antígeno Prostático Específico (PSA) - válido por até 6 (seis) meses.
§ 1º - Durante a avaliação da capacidade física e mental, poderão ser solicitados outros exames
complementares, a depender da necessidade de esclarecimento de diagnóstico, a critério da equipe de avaliação
médica.
§ 2º - Em todos os exames laboratoriais e complementares, além do nome do candidato, deverá constar,
obrigatoriamente, o número da carteira de Identidade do candidato, o órgão expedidor, assinatura e registro no
órgão de classe específico do profissional responsável, sendo considerado motivo de inautenticidade do Exame
Médico destes a inobservância ou omissão de, pelo menos, uma das situações acima previstas.
§ 3º - Os candidatos convocados para pessoa com deficiência (PcD) serão submetidos ao disposto nos
itens 6.1 a 6.1.3 do Edital de Abertura de Inscrição do Concurso.
§ 4º - Os candidatos deverão dirigir-se ao Instituto de Previdência de Feira de Santana - IPFS, Rua Leolinda
Bacelar, nº 207, bairro Kalilândia, ao obterem os exames solicitados, para se submeterem à inspeção médica,
seguindo o agendamento, por ordem de comparecimento, respeitados os 30 dias da publicação deste Edital.

Art. 4º - Caso o candidato não compareça no prazo estipulado no item 19.5 do Edital de Abertura de
Inscrição do Concurso, ou não apresente a documentação acima elencada, perderá o direito à nomeação e ao
consequente ingresso no serviço público municipal.

Feira de Santana, 15 de abril de 2019.

João Marinho Gomes Júnior


Secretário Municipal de Administração

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
9
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
10
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

LEI

LEI Nº 3.930, DE 15 DE ABRIL DE 2019.

Organiza o Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil de Feira


de Santana, cria o Fundo de Proteção, Emergência e Defesa Civil,
organiza seu Conselho e dá outras providências.

O PREFEITO MUNICIPAL DE FEIRA SANTANA, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais,
Faço saber que a Câmara Municipal, através do Projeto de Lei nº 18/2019, de autoria deste Poder
Executivo, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Capítulo I – Do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil

Art. 1º - O Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil de Feira de Santana fica organizado de acordo
com as disposições desta lei.

Art. 2º - O Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil de Feira de Santana é constituído por todos os
órgãos e entidades da Administração Pública Municipal Direta e Indireta, por entidades privadas e pela sociedade
feirense.

Art. 3º - As ações de proteção e defesa civil, articuladas pelos órgãos e entidades que constituem o
Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil de Feira de Santana, objetivam, fundamentalmente, a redução de
desastres naturais ou provocados pelo homem, compreendendo ações preventivas, de socorro, assistenciais e
recuperativas, destinadas a evitar ou minimizar os desastres, preservar o moral da população e restabelecer a
normalidade social, compreendendo os seguintes aspectos globais:

I - prevenção;
II - resposta;
III - recuperação.

Art. 4º - O Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil de Feira de Santana tem por finalidade:

I - planejar e promover a proteção e a defesa contra desastres naturais, antropogênicos e mistos, no


Município;
II - atuar na iminência e em circunstâncias de desastres;
III - prevenir ou reduzir danos, socorrer e assistir populações afetadas, assim como reabilitar e recuperar
os cenários dos desastres.

Art. 5º - Integram o Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil:

I - Órgão Central: a Defesa Civil, responsável pela articulação, coordenação e supervisão técnica do
Sistema;
II - Órgãos Setoriais: órgãos da Administração Pública Municipal que apoiam o Órgão Central com o
objetivo de garantir atuação sistêmica;
III - Órgãos de Apoio: órgãos e entidades públicas e privadas, associações de voluntários e comunitárias,
Núcleos de Proteção e Defesa Civil, e organizações não-governamentais.

Art. 6º - A Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil, dirigida e presidida pelo Coordenador
diretamente designado pelo Chefe do Executivo, é o elemento de articulação permanente com os órgãos do
Sistema Nacional de Defesa Civil e do Sistema Estadual de Defesa Civil, subordinada à Secretaria Municipal de
Prevenção e Promoção dos Direitos Humanos.

Parágrafo único - Ao Coordenador da Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil - COMPDEC


competirá estabelecer as políticas e diretrizes de Defesa Civil em todas as suas fases de atuação preventivas, de
socorro assistencial e recuperativo, necessárias ao desempenho de suas atribuições.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
11
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

Art. 7º - Para os efeitos desta lei, considera-se:

I - Defesa Civil: o conjunto de ações preventivas, de socorro, assistenciais e recuperativas destinadas a


evitar ou minimizar os desastres, preservar o moral da população e restabelecer a normalidade social;
II - Desastre: o resultado de eventos adversos, naturais ou provocados pelo homem sobre um
ecossistema, causando danos humanos, materiais ou ambientais e consequentes prejuízos econômicos e sociais;
III - Ameaça: estimativa de ocorrência e magnitude de um evento adverso, expresso em termos de
probabilidade estatística de concretização do evento e da provável magnitude de sua manifestação;
IV - Risco: relação existente entre a probabilidade de que uma ameaça de evento adverso ou acidente
determinado se concretize, com o grau de vulnerabilidade do sistema receptor e seus efeitos;
V - Dano:
a) medida que define a intensidade ou severidade da lesão resultante de um acidente ou evento adverso;
b) perda humana, material ou ambiental, física ou funcional que pode resultar, caso seja perdido o
controle sobre o risco;
c) intensidade das perdas humanas, materiais ou ambientais induzidas às pessoas, comunidades,
instituições, instalações e/ou ecossistemas, como consequências de um desastre;
VI - Minimização de desastre: o conjunto de medidas destinadas a:
a) prevenir desastres por meio da avaliação e redução de riscos, com medidas estruturais e não
estruturais;
b) preparação para emergências e desastres com a adoção de programas de desenvolvimento
institucional, de recursos humanos, científico e tecnológico, mudança cultural, motivação e articulação
empresarial, monitoração, alerta e alarme, planejamento operacional, mobilização, aparelhamento e apoio
logístico;
VII - Resposta aos desastres: o conjunto das medidas necessárias para:
a) socorrer e dar assistência às populações vitimadas nos desastres, por atividades de logística,
assistenciais e de promoção da saúde;
b) reabilitação do cenário do desastre, compreendendo as seguintes atividades:
1. avaliação dos danos;
2. vistoria e elaboração de laudos técnicos;
3. desobstrução e remoção de escombros;
4. limpeza, descontaminação, desinfecção e desinfestação do ambiente;
5. reabilitação dos serviços essenciais;
6. recuperação de unidades habitacionais de baixa renda;
VIII - Reconstrução: o conjunto de medidas destinadas a restabelecer ou normalizar os serviços públicos, a
economia local, o moral social e o bem-estar da população;
IX - Situação de emergência: o reconhecimento pelo Poder Público de situação anormal, provocada por
desastres, causando danos superáveis pela comunidade afetada;
X - Estado de calamidade pública: o reconhecimento pelo Poder Público de situação anormal provocada
por desastres, causando sérios danos à comunidade afetada, inclusive à incolumidade ou à vida de seus
integrantes e não superável pela própria comunidade.

Art. 8º - Compete à Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil - COMPDEC:

I - articular, coordenar e gerenciar ações de defesa civil em nível municipal;


II - promover a ampla participação da comunidade nas ações de defesa civil, especialmente nas atividades
de planejamento e ações de respostas a desastres e reconstrução;
III - elaborar, implementar e gerenciar planos diretores, planos de contingências e planos de operações de
defesa civil, bem como projetos relacionados com o assunto;
IV - elaborar o plano de ação anual, objetivando o atendimento de ações em tempo de normalidade, bem
como em situações emergenciais, com a garantia de recursos do orçamento municipal;
V - implementar políticas de capacitação de recursos humanos para as ações de defesa civil e promover a
formação de agentes voluntários da defesa civil assim como desenvolvimento de associações de voluntários,
buscando articular, ao máximo, a atuação conjunta com as comunidades apoiadas;
VI - promover o debate para inclusão dos princípios de defesa civil nos currículos escolares da rede
municipal de ensino fundamental e médio, proporcionando todo apoio à comunidade docente no
desenvolvimento de material didático-pedagógico para esse fim;
VII - realizar exercícios simulados, com a participação da população, para treinamento das equipes e
aperfeiçoamento dos planos de contingência;

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
12
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

VIII - gerenciar os procedimentos relativos à avaliação de danos e prejuízos das áreas atingidas por
desastres e ao preenchimento dos formulários oficiais;
IX - propor à autoridade competente a decretação de situação de emergência ou de estado de calamidade
pública, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Conselho Nacional de Proteção e Defesa Civil - CONPDEC;
X - executar a coleta, a distribuição e o controle de suprimentos em situações de desastres;
XI - promover a criação e a interligação de centros de operações e incrementando as atividades de
monitorização, alerta e alarme, com o objetivo de otimizar a previsão de desastres;
XII - gerenciar os procedimentos relativos à mobilização comunitária e à implantação de NUDEC’s ou
entidades correspondentes, especialmente nos distritos, nas escolas de nível fundamental e médio e em áreas de
riscos intensificados e, ainda, implantar programas de treinamento de voluntários;
XIII - implementar os comandos operacionais a serem utilizados como ferramenta gerencial para
comandar, controlar e coordenar as ações emergenciais em circunstâncias de desastres;
XIV - participar ativamente dos Planos de Apoio Mútuo – PAM’s em conformidade com o princípio de
auxílio mútuo entre os Municípios, Organizações Governamentais e/ou Organizações privadas;
XV – vistoriar edificações em área ou situação de risco promovendo intervenções preventivas, incluído a
interdição das edificações, evacuação da população vulnerável e/ou pedido de demolição do imóvel.
XVI - vistoriar árvores que estejam oferecendo riscos e danificando os fios de energia elétrica, podendo
promover o isolamento da área e a evacuação da população que resida nas proximidades.
XVII – vistoriar depósito, transporte e comercialização de GLP que estejam oferecendo risco à população,
averiguando se o estabelecimento comercial está dentro dos padrões exigidos, podendo promover intervenções
preventivas, incluído a interdição dos depósitos e comércios, evacuação da população vulnerável que resida nas
proximidades.
XVIII – vistoriar a execução de eventos verificando as condições para sua realização e anualmente vistoriar
as Casas de Show e eventos, garantindo o cumprimento das normas legais e consequentemente a segurança da
população, podendo promover intervenções preventivas dos eventos, incluídas a interdição, evacuação do público
que esteja nos eventos e da população vulnerável que resida nas proximidades.

XIX – vistoriar Parques e Circos, os quais oferecem risco ao público e a população que utiliza os serviços,
podendo promover intervenções preventivas, incluído a interdição das atividades em execução, evacuação da
população vulnerável que resida nas proximidades.
XX – vistoriar o transporte e armazenamento de produtos perigosos no município, e postos de
combustíveis que estejam oferecendo risco a população e aos usuários, podendo promover intervenções
preventivas, incluído a interdição dos postos em atividades, evacuação da população vulnerável que resida nas
proximidades.
XXI - articular as ações de socorro nas áreas atingidas pelos desastres, tendo por base a metodologia do
Sistema de Comando de Incidentes – SCI e Sistema de Comando e Operações em Emergência – SICOE.

Art. 9º - Compete ao Coordenador Municipal de Proteção e Defesa Civil:


I - propor à Chefia do Executivo, por intermédio da Secretária Municipal de Prevenção a Violência e
Promoção dos Direitos Humanos, a política e as diretrizes que deverão orientar a ação governamental nas
atividades de defesa civil no Município de Feira de Santana;
II - manter a Chefia do Executivo e os Secretários informados a respeito das emergências relacionadas aos
desastres descritos no artigo 4º desta lei;
III - propor à Chefia do Executivo, por intermédio da Secretária Municipal de Prevenção a Violência e
Promoção dos Direitos Humanos, a decretação de situação de emergência e de estado de calamidade pública nas
áreas atingidas por desastres;
IV - requisitar temporariamente servidores e recursos materiais de órgãos ou entidades integrantes do
Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil de Feira de Santana, necessários às ações de defesa civil;
V - articular e coordenar a ação dos órgãos integrantes da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa
Civil, no caso de qualquer emergência, adotando as providências cabíveis, inclusive no que se refere à busca de
recursos financeiros, à coordenação das ações dos órgãos envolvidos, solicitando todos os meios necessários ao
enfrentamento da situação;
VI - aprovar planos, programas e projetos, no âmbito da competência da COMPDEC, bem como coordenar
grupos temáticos de trabalho com o objetivo de efetuar levantamentos, mapeamentos, sistematizações, estudos
ou planos de emergência e contingência para riscos específicos, indicando seus integrantes e coordenadores;
VII - reunir os integrantes do Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil semestralmente, visando
garantir a articulação das políticas públicas relacionadas à defesa civil com os demais setores da Administração
Municipal;

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
13
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

VIII - representar o Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil, nas articulações com os demais órgãos,
entidades e segmentos da sociedade, visando à elaboração e permanente atualização das políticas públicas
municipais para o gerenciamento das questões que lhe são afetas;
IX - responder pelo relacionamento da COMPDEC com os veículos de comunicação;
X - desenvolver, com apoio dos órgãos componentes do Sistema Municipal de Defesa Civil de Feira de
Santana, campanhas de mídia e de mobilização, visando informar e orientar a população nas ações relativas à
defesa civil.
XI - acompanhar as formações dos NUDEC’s (Núcleo de Proteção e Defesa Civil);
XII - organizar os treinamentos de capacitação das turmas operacionais;
XIII - organizar e gerenciar o recebimento das informações relativas às ocorrências, criando banco de
dados para o seu armazenamento;
XIV - gerenciar os exercícios simulados desenvolvidos pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil,
envolvendo os órgãos federais, estaduais e municipais, visando a avaliação do desempenho das equipes que irão
atuar nas emergências.
XV - organizar e promover campanhas educativas de utilidade pública e no âmbito escolar, para difusão e
prática da cultura preventiva de acidentes domésticos e suporte básico da vida com o objetivo de evitar ou
minimizar as perdas humanas e socioeconômicas desses acidentes;
XVI - planejar e atualizar, anualmente, o atendimento de apoio assistencial dirigido às comunidades
atingidas por desastre;

Parágrafo único - O servidor público municipal requisitado na forma do inciso IV deste artigo ficará à
disposição da Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil, sem prejuízo de vencimentos, direitos e
vantagens de seu cargo ou função.

Art. 10 - Os Núcleos Comunitários de Defesa Civil – NUDEC’s serão constituídos por representantes das
comunidades organizadas nas regiões sujeitas a riscos ambientais e atuarão de forma descentralizada e voluntária
sob a coordenação e supervisão pelo Coordenador de Ações Preventivas e Recuperativas da COMDEC,
competindo-lhes:

I - receber todas as informações necessárias e repassá-las às comunidades organizadas, para o


desencadeamento de ações preventivas e de mobilização relativas à ocorrência de riscos ambientais urbanos;
II - atuar junto à respectiva comunidade, orientando e estimulando a proteção ambiental, desenvolvendo
e participando ativamente de campanhas, bem como de ações para redução do risco;
III - comunicar a existência de riscos ambientais em suas áreas de atuação;
IV - colaborar nas ações dos planos emergenciais e contingenciais de defesa civil local.

Art. 11 - Nas situações de desastres, as atividades assistenciais e de recuperação serão da


responsabilidade do Governo do Município, cabendo posteriormente ao Estado as ações supletivas, quando
esgotada a capacidade de atendimento da Prefeitura Municipal de Feira de Santana.

Parágrafo único - A atuação dos órgãos estaduais e municipais na área atingida far-se-á sempre em
regime de cooperação e com ação compartilhada com a COMPDEC.

Art. 12 - Os órgãos integrantes do Sistema Municipal de Proteção Defesa Civil de Feira de Santana
informarão, imediatamente, ao Coordenador da COMPDEC, as ocorrências anormais e graves que possam ameaçar
a segurança, a saúde, o patrimônio e o bem-estar da população.

Art. 13 - Para o cumprimento das responsabilidades que lhe são atribuídas por esta lei, os órgãos e
entidades públicas municipais utilizarão recursos orçamentários próprios.

Art. 14 - A Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil – COMPDEC presta serviços de caráter
emergencial e essencial à Cidade de Feira de Santana e o seu funcionamento será sempre ininterrupto.

Parágrafo único - Os servidores da COMPDEC cumprirão sua jornada de trabalho, na forma disciplinada
em decreto específico, observado o disposto na legislação em vigor.

Art. 15 - A Defesa Civil deve ter orçamento próprio sem depender de repasse de secretaria para execução
de suas atividades, tendo assim unidade orçamentária.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
14
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

Art. 16 - Os órgãos integrantes da Administração Pública Municipal irão compor o sistema municipal de
proteção e defesa civil, sobre as seguintes responsabilidades:

§ 1º - A Secretaria Municipal de Administração:


I. disponibilizar recursos humanos, materiais e a logística necessária para atendimento às situações de
anormalidade;
II. priorizar a alocação de recursos orçamentários para os projetos e atividades de cada órgão e entidade
integrante. Voltados para a prevenção e recuperação de desastres.

§ 2º - A Secretaria Municipal de Saúde:


I. participar das ações preventivas promovidas pelo Órgão Central;
II. avaliar e dimensionar, em situação de anormalidade, os recursos necessários à assistência médica para
a população afetada;
III. prestar atendimento médico ambulatorial e psicossocial para as famílias vitimadas;
IV. prestar atendimento médico de urgência às vítimas de eventos adversos;
V. providenciar a remoção de vítimas que necessitam atendimento médico hospitalar de urgência;
VI. prestar atendimento médico ambulatorial e às vítimas de situações de emergência, que
eventualmente se encontrem em locais de abrigo.
VII. avaliar as ocorrências de problemas médicos /hospitalares decorrentes de residências próximas a
áreas de risco ou situação de desastres.

§ 3º - A Secretaria Municipal de Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural:


I. indicação e Mapeamento das habitações rurais com risco de desabamento;
II. indicar áreas de risco, inundações e deslizamento nas zonas rurais;
III. auxiliar a Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil em caso de Estiagem, enviando relatórios
semestrais sobre estudos relativos à zona rural.
IV. elaborar planos de ação para prevenção, resposta e reconstrução em casas de desastre na zona rural.
V. elaborar planos para construção de cisternas de Captação, aguadas e pequenas barragens.

§ 4º - A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social:


I. participar das ações preventivas promovidas pelo COMDEC;
II. promover assistência social às comunidades atingidas por fenômenos adversos;
III. manter, quando acionada pelo Órgão Central, equipes de plantão para atendimento às emergências;
IV. prestar o primeiro atendimento, caracterizado como assistência emergencial, aos indivíduos ou grupos
populacionais, vítimas de situações de acidentes;
V. fazer, quando acionada pelo Órgão Central, triagem e cadastramento da população atingida por
eventos adversos;
VI. oferecer alternativas de abrigo e moradia à população atingida por fenômenos adversos;

§ 5º - A Secretaria Municipal de Educação:


I. difundir, através da rede de ensino municipal, conteúdos didáticos relativos à prevenção de desastres e
à defesa civil.
II. participar das ações preventivas promovidas pelo COMDEC;
III. disponibilizar recursos humanos, equipamentos públicos, materiais e a logística necessária para
atendimento às situações de anormalidade;

§ 6º - A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano:


I. priorizar intervenções em áreas vulneráveis à ocorrência de acidentes, áreas de encostas, margens de
lagoas e margens de canais.
II. disponibilizar, quando requisitado pelo Órgão Central, técnicos para realização de vistorias;
III. promover recuperação de áreas atingidas por desastres;
IV. emitir relatórios circunstanciados de áreas atingidas por desastres, inclusive com custos para
intervenção emergencial;
V. atuar no restabelecimento da situação de normalidade nas áreas atingidas por desastres.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
15
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

VI. promover ações preventivas nas áreas vulneráveis à ocorrência de acidentes, visando minimizar os
impactos dos eventos adversos;
VII. manter, quando acionada pelo Órgão Central, disponíveis em plantão máquinas, equipamentos e
recursos humanos para atendimento às emergências.

§ 7º - Secretaria Municipal da Fazenda:


I. disponibilizar recursos financeiros, previstos em dotações orçamentárias específicas dos Órgãos do
Sistema, para atendimento em situações de anormalidade;
II. acompanhar e fiscalizar a aplicação dos recursos financeiros de origem externa, disponibilizados para
atendimento às situações de anormalidade.
III. realizar Estudos e Implementar política de arrecadação para prevenção, ação e recuperação das
atividades desenvolvidas pela Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil.

§ 8º - Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária:


I. promover a recuperação e a reconstrução de moradias para população de baixa renda,
comprovadamente atingidas por desastres;
II. fazer triagem e cadastro da população atingida e das áreas de risco.
III. elaborar projeto de habitação popular para moradores de áreas de risco.
IV. priorizar em atendimentos nos programas habitacionais famílias oriundas, ou que estejam em situação
de risco.
V. priorizar o atendimento dos desabrigados por desastres nos programas habitacionais existentes.
VI. promover a política municipal de habitação popular em áreas degradadas, visando à redução das
vulnerabilidades aos desastres.

§ 9º - Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais:


I. estabelecer normas, critérios e padrões relativos ao combate e a proteção do meio ambiente, ao uso
racional de recursos naturais renováveis, com o objetivo de reduzir desastres;
II. promover a educação ambiental e a conscientização pública para a preservação, conservação e
recuperação do meio ambiente, visando a redução da incidência e intensidade dos desastres, riscos e ameaças;
III. desenvolver estudos e pesquisas que permitam determinar áreas de risco;
IV. executar a fiscalização permanente em terrenos públicos, sobretudo em áreas de risco.
V. planejar e projetar intervenções para áreas de risco e habitações subnormais, assim como manter
trabalhos preventivos de orientação aos moradores;
VI. executar a fiscalização e mapeamento de construções em áreas ambientais, sobretudo em áreas de
risco;
§ 10 - Secretaria Municipal de Planejamento:
I. disponibilizar recursos humanos, materiais e logístico para atendimento às situações da anormalidade;
II. Priorizar a elaboração de projetos que visem intervenções em áreas de risco, margens de rios e lagoas,
margem de canais e áreas vulneráveis à ocorrência de acidentes.
§ 11 - Secretaria Municipal de Serviços Públicos:
I. providenciar, quando acionada pelo COMDEC, a instalação de iluminação em locais atingidos por
desastres.
II. participar das ações preventivas promovidas pelo COMDEC;
III. Manter disponíveis em regime de plantão, quando acionada pelo Órgão Central, recursos humanos,
máquinas, equipamentos para o atendimento às emergências;
IV. priorizar ações de limpeza nas áreas vulneráveis à ocorrência de acidentes, visando minimizar os
impactos dos fenômenos adversos;
V. atuar no restabelecimento da situação de normalidade nas áreas atingidas por desastres.
VI. emitir relatórios circunstanciados de áreas atingidas por desastres, inclusive com custos para
intervenção emergencial.
§ 12 - Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito:
I. disponibilizar, quando acionada pelo Órgão Central, recursos humanos e materiais;
II. manter, quando acionada pelo Órgão Central, equipe de plantão para atendimento às emergências;
III. participar das ações preventivas, desenvolvidas pelo Órgão Central;

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
16
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

IV. atuar no restabelecimento da situação de normalidade nas áreas atingidas por desastres.
VI. mobilizar, quando acionada pelo Órgão Central, veículos de transporte coletivo nas situações que
exigirem remoção de população das áreas sinistradas;

§ 13 - Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos:


I. disponibilizar, quando acionada pelo Órgão Central, recursos humanos e materiais;
II. manter, quando acionada pelo Órgão Central, equipe de plantão para atendimento às emergências;
III. participar das ações preventivas, desenvolvidas pelo Órgão Central;
IV. atuar na segurança para manutenção da normalidade nas áreas atingidas por desastres.

Capítulo II – Do Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil

Art. 17 - Institui-se no âmbito municipal o Conselho de Proteção e Defesa Civil de Feira de Santana.

Art. 18 - O Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil contará também com o Conselho Municipal de
Proteção e Defesa Civil, presidido pelo Secretário Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos
Humanos, tendo como vice-presidente o Coordenador Municipal de Proteção e Defesa Civil, tendo a seguinte
composição:

I – Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção aos Direitos Humanos;


II – Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil;
III – Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais;
IV – Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico;
V – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano;
VI – Secretaria Municipal de Saúde;
VII – Secretaria Municipal de Educação;
VIII– Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social;
IX – Secretaria Municipal de Serviços Públicos;
X – Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária;
XI – Representante do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU;
XII– Grupamento de Bombeiros Militares do Estado da Bahia;
XIII– 35° Batalhão de Infantaria;
XIV – Polícia Rodoviária Federal;
XV – Associação Comercial de Feira de Santana;
XVI – Centro das Indústrias de Feira de Santana;
XVII– Câmara de Dirigentes Lojistas;
XVIII – CREA-BA – Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura;
XIX– COELBA – Companhia de Eletricidade da Bahia;
XX – EMBASA – Empresa Baiana de Água e Saneamento;
XXI – Sindicato de Trabalhadores Rurais e Agricultura Familiar de Feira de Santana;
XXII – Representantes de Associações ou Entidades sem fins lucrativos que atuem na área de Proteção e
Defesa Civil.

§ 1º - Caberá a cada órgão integrante do Conselho Municipal de Proteção Defesa Civil elaborar
formalmente seu plano de ação, prevendo situações de anormalidades e questões pertinentes à proteção e defesa
civil.

§ 2º - Cada órgão indicará um titular e um suplente para representação no Conselho, os representantes e


suplentes serão indicados pelos titulares dos respectivos órgãos e deverão estar autorizados para mobilizar
recursos humanos e materiais das unidades a que se vinculem para emprego imediato nas ações de defesa civil.

§ 3º - O Mandato de cada conselheiro e suplente será de dois anos, sendo permitida a recondução
conforme interesse do órgão que representa.

Art. 19 - O Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil tem por finalidade prever e preparar as ações a
serem desencadeadas nos atendimentos de emergências, conforme as normas estabelecidas pela Coordenação
Municipal de Proteção e Defesa Civil, com as seguintes competências básicas:

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
17
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

I – avaliar as situações para reconhecimento de estado de calamidade pública ou de situação de


emergência;
II – propor a destinação de recursos orçamentários ou de outras fontes, internas ou externas, para
atender aos programas de Defesa Civil;
III – acompanhar e avaliar as operações de Defesa Civil desencadeadas no Município, bem como propor
articulação com órgãos da esfera Estadual e Federal;
IV – propor a montagem de esquemas básicos de prontidão, requisitando os recursos humanos,
tecnológicos, materiais e financeiros, para atendimento das solicitações;
V – estimular iniciativas das entidades não governamentais integradas ou não ao Sistema Municipal de
Proteção e Defesa Civil;
VI – propor a celebração de acordo e convenio com outras instituições, visando ao apoio técnico e
financeiro necessário as ações de Defesa Civil;
VII – recomendar aos diversos órgãos integrantes do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil ações
prioritárias que possam reduzir os desastres naturais ou provocados pelo homem;
VIII – propor as políticas e diretrizes das ações governamentais de Defesa Civil.
IX - Supervisionar e fiscalizar os recursos empregados pelo Fundo Municipal de Proteção, Emergência e
Defesa Civil do Município de Feira de Santana (FUMDEC).
Art. 21 - O Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil será estruturado por comissões de trabalho.
Parágrafo único – As atribuições das comissões, bem como a criação de subcomissão, será designada pelo
plenário do Conselho por maioria simples.

Capítulo III – Do Fundo Municipal de Proteção, Emergência e Defesa Civil

Art. 22 - Fica criado, em conformidade com o disposto na Lei Federal n. 4.320 de 1964, o Fundo Municipal
de Proteção, Emergência e Defesa Civil do Município de Feira de Santana (FUMDEC), vinculado à Secretaria
Municipal de Prevenção a Violência e Direitos Humanos, o qual será administrado pelo Secretário Municipal de
Prevenção a Violência e Direitos Humanos e por uma Comissão Gestora.
Parágrafo único - O FUMDEC tem duração indeterminada, natureza contábil e gestão autônoma.
Art. 23 - Fica instituída a Comissão Gestora, que será composta por cinco membros, sendo o seu
Presidente, o Secretário Municipal de Prevenção à Violência e Direitos Humanos, o Vice-Presidente o Coordenador
Municipal de Proteção e Defesa Civil e os demais escolhidos dentre os membros que compõem o Conselho
Municipal de Proteção e Defesa Civil de Feira de Santana.
Parágrafo único - Os membros da Comissão não serão remunerados a qualquer título, sendo, entretanto
as atividades desenvolvidas consideradas como serviços públicos relevantes.
Art. 24 - O FUMDEC tem por finalidade captar, controlar e aplicar recursos financeiros, de modo a
garantir a execução de ações preventivas, de socorro e de assistência emergencial às populações atingidas por
desastres.
Parágrafo único - O Fundo de que trata o caput deste artigo tem por fim também a aquisição de bens,
viaturas, equipamentos, materiais e para cobrir despesas com construções, serviços e pessoal, necessários ao
desempenho das atividades de Proteção e Defesa Civil do Município.
Art. 25 - Compete ao órgão gestor do FUMDEC:
I - administrar recursos financeiros;
II - cumprir as instruções e executar as diretrizes estabelecidas pela Coordenação Municipal de Proteção e
Defesa Civil, autorizado pelo Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil;
III - prestar contas da gestão financeira; e
IV - desenvolver outras atividades determinadas pelo Secretário Municipal de Prevenção a Violência e
Direitos Humanos e do Chefe do Executivo Municipal compatíveis com os objetivos do FUMDEC.
Art. 26 - Constitui receita do FUMDEC:
I - as dotações orçamentárias consignadas anualmente no Orçamento Geral do Município e os créditos
adicionais que lhe forem atribuídos;
II - os recursos transferidos da União, Estado ou Município;
III - os auxílios, as dotações, subvenções e contribuições de entidades públicas ou privadas, nacional ou

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
18
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

estrangeira, destinados à prevenção de desastres, socorro, assistência e reconstrução;


IV – os recursos provenientes de doações e contribuições de pessoas físicas e jurídicas;
V – a remuneração decorrente de aplicação no mercado financeiro;
VI - os saldos dos créditos extraordinários e especiais, aberto em decorrência de calamidade pública, não
aplicados e ainda disponíveis;
VII – percentual fixo mensal de 0,5% da Taxa de Licença de Localização (TLL) aplicada por este município.
VIII – percentual fixo mensal de 0,5% da Taxa de Licença de Execução de Obras e Urbanização de Áreas
Particulares – (TLE) aplicada por este Município.
IX - percentual fixo mensal de 0,5% da Taxa de Licença para Exploração de Atividades em Logradouros
Públicos aplicada por este Município.
X – recursos provenientes de transações penais realizadas pelo ministério público estadual federal e/ou
outras instituições do poder judiciário
XI - outros recursos que lhe forem atribuídos.

§1º - Os recursos do FUMDEC serão movimentados em conta corrente específica aberta junto a Banco
oficial sediado no Município de Feira de Santana, sendo o saldo positivo do Fundo apurado em balanço transferido
para o exercício seguinte, a crédito do mesmo Fundo.
§2º - Os bens adquiridos com recursos do FUMDEC serão destinados à Coordenação Municipal de
Proteção e Defesa Civil e incorporados ao patrimônio público municipal.
Art. 27 - Compete ao Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil, além de supervisionar e fiscalizar os
recursos empregados pelo FUMDEC:
I - fixar as diretrizes operacionais do FUMDEC;
II - ditar normas e instruções complementares disciplinadoras da aplicação de recursos financeiros
disponíveis;
III - sugerir o plano de aplicação para o exercício seguinte;
IV - disciplinar e fiscalizar o ingresso de receitas;
V - decidir sobre a aplicação dos recursos;
VI - analisar e aprovar mensalmente as contas do FUMDEC;
VII - promover o desenvolvimento do FUMDEC e exercer ações para que seus objetivos sejam alcançados;
VIII - apresentar, anualmente, relatório de suas atividades;
IX - definir critérios para aplicação de recursos nas ações preventivas; e
X - fazer a contabilidade do FUMDEC.
Art. 28 - O FUMDEC será implementado no exercício posterior ao de criação desta Lei e suas dotações
orçamentárias consignadas anualmente no Orçamento Geral do Município.
Art. 29 - O FUMDEC atenderá às disposições estabelecidas na Lei Federal n. 4.320, de 17 de março de
1964, bem como às normas baseadas pelo órgão responsável pela fiscalização estadual e municipal.

Capítulo IV – Disposições Gerais


Art. 30 - Ficam revogadas as leis nº 1470/91, Lei Promulgada n° 43/1992, Lei nº 1898/97,
Lei nº 1922/97.
Art. 31 - Fica autorizado aos órgãos de fiscalização do município, que atuem em áreas afins aos decretos
desta lei, utilizar os laudos técnicos de Defesa Civil Municipal, para atuação e aplicação de medidas cabíveis;
Art. 32 - O Poder Executivo Municipal terá o prazo de 30 (trinta) dias para regulamentação desta Lei.
Art. 33 - Este Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogando-se disposições em contrário.

Gabinete do Prefeito, 15 de abril de 2019.

COLBERT MARTINS DA SILVA FILHO MARIO COSTA BORGES CLEUDSON SANTOS ALMEIDA
PREFEITO MUNICIPAL CHEFE DE GABINETE DO PREFEITO PROCURADOR GERAL DO MUNICÍPIO

PABLO ROBERTO GONÇALVES DA SILVA


SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PREVENÇÃO À VIOLÊNCIA E PROMOÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
19
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

LICITAÇÕES

ERRATA – INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 194-2019-10I – Avisamos que, na publicação do dia 13/04/2019.


Onde se lê: INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 194-2019-10I. Leia-se: INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 199-
2019-10I. As demais informações permanecem inalteradas. FSA, 15/04/2019. Colbert Martins da Silva Filho –
Prefeito.

ERRATA – EXTRATO DO CONTRATO - INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 194-2019-10I – Avisamos que, na


publicação do dia 13/04/2019. Onde se lê: INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 194-2019-10I. Leia-se:
INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 199-2019-10I. As demais informações permanecem inalteradas. FSA,
15/04/2019. Colbert Martins da Silva Filho – Prefeito.

HOMOLOGAÇÃO LICITAÇÃO 011-2019 – TOMADA DE PREÇO 003-2019

OBJETO: Contratação de empresa para locação de Trio Elétrico tipo A, tipo B, mini trio toco e carro de apoio para a
micareta de Feira de Santana e demais eventos coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Lazer.
HOMOLOGAÇÃO: 19/03/2019. VENCEDORES: AT PROMOÇÕES E EVENTOS EIRELI com o VALOR: R$ 312.309,20;
sendo R$ 13.309,20 para Lote I, R$ 250.000,00 para o Lote II e R$ 49.000,00 para o Lote VI. COMENDADOR
PRODUÇÕES E PROMOÇÕES ARTÍSTICAS com o VALOR: R$ 418.180,00; sendo R$ 72.100,00 para Lote III e R$
346.080,00 para o Lote IV e REALCE PRODUÇÕES E EVENTOS LTDA com o VALOR R$ 124.000,00; sendo R$
28.000,00 para o Lote V e R$ 96.000,00 para o Lote VII. Feira de Santana, 15/04/2019 – Colbert Martins da Silva
Filho – Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO LICITAÇÃO 011-2019 – TOMADA DE PREÇO 003-2019

CONTRATO: 104-2019-10C. CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA. CONTRATADA: AT PROMOÇÕES E


EVENTOS EIRELI: Contratação de empresa para locação de Trio Elétrico tipo A, tipo B, mini trio toco e carro de
apoio para a micareta de Feira de Santana e demais eventos coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura,
Esporte e Lazer.. DATA DE ASSINATURA: 19/03/2019. VALOR:R$ R$ 312.309,20; sendo R$ 13.309,20 para Lote I,
R$ 250.000,00 para o Lote II e R$ 49.000,00 para o Lote VI.Feira de Santana, 15/04/2019 – Colbert Martins da Silva
Filho – Prefeito Municipal.

CONTRATO: 105-2019-10C. CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA. CONTRATADA: COMENDADOR


PRODUÇÕES E PROMOÇÕES ARTÍSTICAS: Contratação de empresa para locação de Trio Elétrico tipo A, tipo B, mini
trio toco e carro de apoio para a micareta de Feira de Santana e demais eventos coordenado pela Secretaria
Municipal de Cultura, Esporte e Lazer.. DATA DE ASSINATURA: 19/03/2019. VALOR: R$ 418.180,00; sendo R$
72.100,00 para Lote III e R$ 346.080,00 para o Lote IV. Feira de Santana, 15/04/2019 – Colbert Martins da Silva
Filho – Prefeito Municipal

CONTRATO: 106-2019-10C. CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA. CONTRATADA: REALCE


PRODUÇÕES E EVENTOS LTDA: Contratação de empresa para locação de Trio Elétrico tipo A, tipo B, mini trio toco e
carro de apoio para a micareta de Feira de Santana e demais eventos coordenado pela Secretaria Municipal de
Cultura, Esporte e Lazer.. DATA DE ASSINATURA: 19/03/2019. VALOR: R$ 124.000,00; sendo R$ 28.000,00 para o
Lote V e R$ 96.000,00 para o Lote VII. Feira de Santana, 15/04/2019 – Colbert Martins da Silva Filho – Prefeito
Municipal

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
20
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

HOMOLOGAÇÃO LICITAÇÃO 032-2019 – PREGÃO PRESENCIAL 026-2019

OBJETO: Contratação de empresa aquisição de água mineral natural para atender as necessidades da
Superintendência Municipal de Trânsito. HOMOLOGAÇÃO: 01/04/2019. VENCEDOR: WAMBERTO LOPES DE
ARAUJO-ME. VALOR: R$ 40.665,00. Feira de Santana, 15/04/2019 – Antônio Maurício Santana de Carvalho –
Superintendente.

EXTRATO DO CONTRATO DA LICITAÇÃO 032-2019 – PREGÃO PRESENCIAL 026-2019

CONTRATO: 07-2019-1926C. CONTRATANTE: SUPERINTENDÊNCIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO. CONTRATADA:


WAMBERTO LOPES DE ARAUJO-ME. OBJETO: Contratação de empresa aquisição de água mineral natural para
atender as necessidades da Superintendência Municipal de Trânsito. DATA DE ASSINATURA: 01/04/2019. VALOR:
R$ 40.665,00. Feira de Santana, 15/04/2019 – Antônio Maurício Santana de Carvalho – Superintendente.

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 209-2019-10I


Processo Administrativo nº 486-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO BANDA ABORDAGEM NO EVENTO MICARETA
2019, NO DIA 28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: FRANÇA
PRESTADORA DE SERVIÇOS E EVENTOS EIRELI. VALOR GLOBAL: R$ 7.000,00 (sete mil reais). Amparo legal: Art. 60,
inciso lll, da Lei Estadual 9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a
INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 04/04/2019. Colbert Martins
da Silva Filho – Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 209-2019-10I


CONTRATO N° 209-2019-10C - Processo Administrativo nº 486-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO BANDA ABORDAGEM NO EVENTO MICARETA 2019,
NO DIA 28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: FRANÇA
PRESTADORA DE SERVIÇOS E EVENTOS EIRELI. VALOR GLOBAL: R$ 7.000,00 (sete mil reais). Assinatura do
Contrato: 04/04/2019, Feira de Santana, 04/04/2019.

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 213-2019-10I


Processo Administrativo nº 493-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO MANIA DE GHETTO NO EVENTO MICARETA
2019, NO DIA 28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: WILLIAM
SANTOS DA CONCEIÇÃO. VALOR GLOBAL: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Amparo legal: Art. 60, inciso lll, da Lei
Estadual 9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a INEXIGIBILIDADE DE
LICITAÇÃO para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 02/04/2019. Colbert Martins da Silva Filho –
Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 213-2019-10I


CONTRATO N° 213-2019-10C - Processo Administrativo nº 493-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO MANIA DE GHETTO NO EVENTO MICARETA 2019, NO
DIA 28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: WILLIAM SANTOS DA
CONCEIÇÃO. VALOR GLOBAL: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Assinatura do Contrato: 02/04/2019, Feira de Santana,
02/04/2019.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
21
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 215-2019-10I


Processo Administrativo nº 501-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO GILSAM E BANDA AIRIYÊ NO EVENTO
MICARETA 2019, NO DIA 27/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA:
PAULO SERGIO BINDA CASTELO BRANCO-ME. VALOR GLOBAL: R$ 10.000,00 (dez mil reais). Amparo legal: Art. 60,
inciso lll, da Lei Estadual 9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a
INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 10/04/2019. Colbert Martins
da Silva Filho – Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 215-2019-10I


CONTRATO N° 215-2019-10C - Processo Administrativo nº 501-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO GILSAM E BANDA AIRIYÊ NO EVENTO MICARETA
2019, NO DIA 27/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: PAULO
SERGIO BINDA CASTELO BRANCO-ME. VALOR GLOBAL: R$ 10.000,00 (dez mil reais). Assinatura do Contrato:
10/04/2019, Feira de Santana, 10/04/2019.

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 216-2019-10I


Processo Administrativo nº 502-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO AFRO POP TAMBORES URBANOS NO EVENTO
MICARETA 2019, NO DIA 28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: G
B DOS SANTOS PRODUÇÕES LTDA-ME. VALOR GLOBAL: R$ 7.000,00 (sete mil reais). Amparo legal: Art. 60, inciso
lll, da Lei Estadual 9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a
INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 04/04/2019. Colbert Martins
da Silva Filho – Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 216-2019-10I

CONTRATO N° 216-2019-10C - Processo Administrativo nº 502-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.


Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO AFRO POP TAMBORES URBANOS NO EVENTO
MICARETA 2019, NO DIA 28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: G
B DOS SANTOS PRODUÇÕES LTDA-ME. VALOR GLOBAL: R$ 7.000,00 (sete mil reais). Assinatura do Contrato:
04/04/2019, Feira de Santana, 04/04/2019.

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 217-2019-10I


Processo Administrativo nº 503-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO BANDA PALCO DE LUXO NO EVENTO
MICARETA 2019, NO DIA 25/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA:
ANDRE ALVES DE CASTRO EIRELI-ME. VALOR GLOBAL: R$ 4.000,00 (quatro mil reais). Amparo legal: Art. 60, inciso
lll, da Lei Estadual 9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a
INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 01/04/2019. Colbert Martins
da Silva Filho – Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 217-2019-10I


CONTRATO N° 217-2019-10C - Processo Administrativo nº 503-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO BANDA PALCO DE LUXO NO EVENTO MICARETA 2019,
NO DIA 25/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: ANDRE ALVES DE
CASTRO EIRELI-ME. VALOR GLOBAL: R$ 4.000,00 (quatro mil reais). Assinatura do Contrato: 01/04/2019, Feira de
Santana, 01/04/2019.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
22
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 221-2019-10I


Processo Administrativo nº 510-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO LIBU DO REGGAE NO EVENTO MICARETA
2019, NO DIA 28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: PARCEC
SERVIÇOS E PRODUÇÕES LTDA-ME. VALOR GLOBAL: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Amparo legal: Art. 60, inciso lll,
da Lei Estadual 9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a INEXIGIBILIDADE
DE LICITAÇÃO para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 04/04/2019. Colbert Martins da Silva Filho –
Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 221-2019-10I


CONTRATO N° 221-2019-10C - Processo Administrativo nº 510-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO LIBU DO REGGAE NO EVENTO MICARETA 2019, NO
DIA 28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: PARCEC SERVIÇOS E
PRODUÇÕES LTDA-ME. VALOR GLOBAL: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Assinatura do Contrato: 04/04/2019, Feira
de Santana, 04/04/2019.

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 222-2019-10I


Processo Administrativo nº 511-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO JAH PEOPLE NO EVENTO MICARETA 2019, NO
DIA 28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: JOSE PEREIRA DOS
SANTOS. VALOR GLOBAL: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Amparo legal: Art. 60, inciso lll, da Lei Estadual 9.433/05.
Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO para o
objeto acima mencionado. Feira de Santana, 11/04/2019. Colbert Martins da Silva Filho – Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 222-2019-10I


CONTRATO N° 222-2019-10C - Processo Administrativo nº 511-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO JAH PEOPLE NO EVENTO MICARETA 2019, NO DIA
28/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: JOSE PEREIRA DOS
SANTOS. VALOR GLOBAL: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Assinatura do Contrato: 11/04/2019, Feira de Santana,
11/04/2019.

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 223-2019-10I


Processo Administrativo nº 512-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO DONG BOY NO EVENTO MICARETA 2019, NO
DIA 27/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: CIA DO KUARTO
PROMOÇÕES E EVENTOS LTDA-ME. VALOR GLOBAL: R$ 7.000,00 (sete mil reais). Amparo legal: Art. 60, inciso lll,
da Lei Estadual 9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a INEXIGIBILIDADE
DE LICITAÇÃO para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 11/04/2019. Colbert Martins da Silva Filho –
Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 223-2019-10I


CONTRATO N° 223-2019-10C - Processo Administrativo nº 512-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO DONG BOY NO EVENTO MICARETA 2019, NO DIA
27/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: CIA DO KUARTO
PROMOÇÕES E EVENTOS LTDA-ME. VALOR GLOBAL: R$ 7.000,00 (sete mil reais). Assinatura do Contrato:
11/04/2019, Feira de Santana, 11/04/2019.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
23
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 224-2019-10I


Processo Administrativo nº 513-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO BANDA RAIO SOLAR NO EVENTO MICARETA
2019, NO DIA 25/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: E. DE
ANDRADE PAIM TRANSPORTES E SERVIÇOS ME. VALOR GLOBAL: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Amparo legal: Art.
60, inciso lll, da Lei Estadual 9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a
INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 11/04/2019. Colbert Martins
da Silva Filho – Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 224-2019-10I


CONTRATO N° 224-2019-10C - Processo Administrativo nº 513-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO BANDA RAIO SOLAR NO EVENTO MICARETA 2019, NO
DIA 25/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: E. DE ANDRADE PAIM
TRANSPORTES E SERVIÇOS ME. VALOR GLOBAL: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Assinatura do Contrato: 11/04/2019,
Feira de Santana, 11/04/2019.

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 226-2019-10I


Processo Administrativo nº 517-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO UNIDOS PELO SAMBA NO EVENTO MICARETA
2019, NO DIA 25/04 -SHOW EM TRIO ELÉTRICO COM DURAÇÃO DE 180 MINUTOS. CONTRATADA: TEONILIO
RIBEIRO CAMPOS FILHO. VALOR GLOBAL: R$ 8.000,00 (oito mil reais). Amparo legal: Art. 60, inciso lll, da Lei
Estadual 9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a INEXIGIBILIDADE DE
LICITAÇÃO para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 11/04/2019. Colbert Martins da Silva Filho –
Prefeito Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 226-2019-10I


CONTRATO N° 226-2019-10C - Processo Administrativo nº 517-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO UNIDOS PELO SAMBA NO EVENTO MICARETA 2019,
NO DIA 25/04 -SHOW EM TRIO ELÉTRICO COM DURAÇÃO DE 180 MINUTOS. CONTRATADA: TEONILIO RIBEIRO
CAMPOS FILHO. VALOR GLOBAL: R$ 8.000,00 (oito mil reais). Assinatura do Contrato: 11/04/2019, Feira de
Santana, 11/04/2019.

INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 227-2019-10I


Processo Administrativo nº 518-2019. Repartição Interessada: SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E
LAZER. Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO MARCIO ALVES NO EVENTO MICARETA 2019,
NO DIA 27/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: MAURICIO DA
SILVA FERREIRA-ME. VALOR GLOBAL: R$ 8.000,00 (oito mil reais). Amparo legal: Art. 60, inciso lll, da Lei Estadual
9.433/05. Considerando o Parecer da Procuradoria Geral do Município, ratifico a INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO
para o objeto acima mencionado. Feira de Santana, 04/04/2019. Colbert Martins da Silva Filho – Prefeito
Municipal.

EXTRATO DO CONTRATO- INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 227-2019-10I


CONTRATO N° 227-2019-10C - Processo Administrativo nº 518-2019. Contratante: Município de Feira de Santana.
Objeto: APRESENTAÇÃO COM SHOW MUSICAL DA ATRAÇÃO MARCIO ALVES NO EVENTO MICARETA 2019, NO DIA
27/04 - SHOW NO PALCO J. MORBECK COM DURAÇÃO DE 90 MINUTOS. CONTRATADA: MAURICIO DA SILVA
FERREIRA-ME. VALOR GLOBAL: R$ 8.000,00 (oito mil reais). Assinatura do Contrato: 04/04/2019, Feira de Santana,
04/04/2019.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
24
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

LICITAÇÃO Nº. 066-2019 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 052-2019


Objeto: Contratação de empresa especializada em operação de logística integrada, para prestação de serviços de
recebimento, armazenagem, movimentação, gestão de estoques, processamento de pedidos, separação,
conferência, embalagem, expedição, distribuição e entrega dos produtos e bens de posse ou propriedade das
Secretarias Municipais de Saúde (SMS), Educação (SEDUC), Desenvolvimento Social (SEDESO) e de Administração
(SEADM), da PMFS - PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA/BA. Tipo: Menor preço. Data: 08/05/2019 às
08h30. Informações no Departamento e Licitação e de Licitação e Contratos - Av. Sampaio, nº 344, Centro, nos dias
úteis, das 08hs30 às 12hs00 e das 14h00 às 17h30. Tel.: 75 3602-8345. Edital no site: www.licitacoes-e.com.br.
Feira de Santana, 15/042019. Osmario de Jesus Oliveira – Pregoeiro.

Fica SUSPENSA a LICITAÇÃO 013-2019 – PREGÃO ELETRÔNICO 008-2019


Objeto: Contratação de empresa(s), mediante ata de registro de preço, para o fornecimento de estações de
trabalho (desktops), computadores portáteis (notebooks), monitores para microcomputadores, multifuncionais
laser/led, projetor multimídia, carrinho de recarga tipo “charge mate”, estabilizadores, nobreak e suprimentos
para atender as demandas da Prefeitura de Feira de Santana. Informações no Departamento de Licitação e
Contratos - Av. Sampaio, nº 344, Centro, nos dias úteis, das 08hs30 às 12hs00 e das 14h00 às 17h30. Tel.: 75 3602-
8345. Edital no site: www.licitacoes-e.com.br. Feira de Santana, 15/04/2019. Osmário de Jesus Oliveira –
Pregoeiro.

COMUNICADO À SOLICITAÇÃO DE ESCLARECIMENTO


LICITAÇÃO Nº 059-2019 – PREGÃO PRESENCIAL Nº 046-2019.
Objeto: Contratação de empresa para locação, montagem e manutenção de postos de saúde e instalação de PVS e
STANDS climatizados no circuito da micareta 2019. Informamos que a resposta a solicitação de esclarecimento
encontra-se disponível no site: www.feiradesantana.ba.gov.br. Feira de Santana, 12/04/2019. Sirleide de Oliveira
Rodrigues - Pregoeira.

TERMO DE RATIFICAÇÃO – LICITAÇÃO: 016-2019 – PREGÃO PRESENCIAL: 011-2019

OBJETO: Aquisição de cadeira em fórmica para atender as escolas da Rede Pública Municipal de Ensino. ASSUNTO:
Impugnação ao Edital da Licitação. REQUERENTE: ENGENOR ENGENHARIA DO NORDSTE EIRELI-EPP. Considerando
o parecer de nº 376/PGM/2019, exarado pela PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO, que opinou “Nesse viés,
conquanto a Ato Convocatório tenha sido devidamente retificado e republicado, em data propícia, não houve, de
fato, publicação da recomendada nota técnica realizada pela Secretaria Municipal de Educação, acolhendo os
termos impugnatórios alçados pela empresa em tela, devendo, por isso, a Administração fazê-lo e designar nova
data para realização da disputa em apreço”, RATIFICO a decisão prolatada no referido parecer. Feira de Santana,
19 de março de 2019. Colbert Martins da Silva Filho - Prefeito Municipal.

TERMO DE CONTRATO DE COMODATO


Comodatário: MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA, CNPJ: 14.043.574/0001-51 e Comodante: CONSIGLOG
TECNOLOGIA E SOLUÇÕES LTDA, CNPJ: 18.084.191/0001-82. Objeto: Licenciamento de uso do sistema de
computador dominado LogConsig. Objetiva possibilitar o controle efetivo da realização de descontos em folha de
pagamento dos servidores ativos, inativos e pensionistas do Órgão Público. Vigência: até 15 de abril de 2023.
Assinam em 15 de abril de 2019. Colbert Martins da Silva Filho. Prefeito Municipal e Gerson Carvalho Marin e
Dalton Marin Espinosa. Consiglog Tecnologia e Soluções Ltda.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
25
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

ATA DE REGISTRO DE PREÇO N° 01-2019

PREGÃO, NA FORMA ELETRÔNICA, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS, N° 181-2018


PROCESSO LICITATÓRIO N° 310-2018

MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA, pessoa jurídica de direito público interno, inscrita no CNPJ sob o nº
14.043.574/0001-51, com sede na Av. Senhor dos Passos, nº 980, Centro - Feira de Santana-Ba, representada pelo
Exmº Sr. Prefeito Colbert Martins da Silva Filho, autorizado pelo art. 86, XIV, da sua Lei Orgânica, doravante
denominada CONTRATANTE, nos termos da Lei n° 10.520, de 17 de julho de 2002, da Lei Complementar n° 123, de
14 de dezembro de 2006, Lei Municipal nº 2.593/05, Lei Estadual nº 9.433/05, Lei Federal nº. 123, de 14 de
dezembro de 2006 e suas alterações, Decreto nº 5.450, de 31 de maio de 2005, Decreto Municipal nº. 7.583, de 05
de setembro de 2008, Decreto Municipal nº 10.513, de 06 de dezembro de 2017, Lei Federal nº. 8.666, de 21 de
junho de 1993, com alterações posteriores e demais normas regulamentares aplicáveis à espécie, em face da
classificação das propostas apresentadas no Pregão Eletrônico para Registro de Preços n° 181-2018, consoante
consta do Processo Licitatório n° 310-2018, RESOLVE registrar preços da empresa RAVI COMERCIO DE PAPEIS
EIRELI, inscrita no CNPJ sob o n° 29.954.862/0001-35, com sede na Rua Paraná, nº.264, SL 03, Bairro Pituba,
Cidade Salvador -Ba, CEP: 41.830-170, telefone n° (71) 3011-5310, através do seu representante legal, o Sr (a),
RAIZA GUIMARÃES MENEZES DE VIVEIROS, inscrito no CPF sob o nº 033.464.945-51, denominada DETENTORA DA
ATA DE REGISTRO DE PREÇO, visando o possível aquisição de papel ofício, por sistema de registro de preços, para
atender a demanda das diversas Secretarias Municipais, pelo período de 12 (doze) meses, conforme
especificações e condições constantes no Edital e seus Anexos, no Termo de Referência e na Proposta de Preços,
independentemente de transcrição, constituindo-se esta Ata em documento vinculativo e obrigacional às partes, à
luz da legislação que rege a matéria.

CLÁUSULA PRIMEIRA — DO OBJETO


A presente Ata tem por objeto registro de preços para possível Aquisição de papel ofício, por sistema de registro
de preços, para atender a demanda das diversas Secretarias Municipais, pelo período de 12(doze) meses,
conforme especificação prevista em edital e seus anexos e quantidades estimadas constantes desta Ata.
CLÁUSULA SEGUNDA — DOS PREÇOS
a. Os preços registrados terão validade de 12 meses e estão relacionados, conforme especificações do Termo de
Referência e quantidades estabelecidas:

COTA PRINCIPAL 75%


Quantidade Cota
Valor Valor Anual
Item Descrição Unidade Marca Secretaria Estimada Principal
Unitário Estimado
Anual 75%
Papel sulfite alcalino, Administração 600 450 72.108,00
branco, formato oficio Fazenda 1.800 1.350 216.324,00
ONE
A4, (210x297mm), Educação 3.700 2.775 444.666,00
1 gramatura 75g/m², Caixa Desenv. Social 100 75 160,24 12.018,00
uso profissional. Caixa
de 10 resmas de Sáude 1.000 750 120.018,00
500fls.
Total 7.200 5.400 865.296,00
Total por Extenso: Oitocentos e sessenta e cinco mil duzentos e noventa e seis reais

COTA RESERVADA 25%


Quantidade Cota
Valor Valor Anual
Item Descrição Unidade Marca Secretaria Estimada Reservada 25%
Unitário Estimado
Anual
Papel sulfite alcalino, Administração 600 150 24.036,00
branco, formato oficio Fazenda 1.800 450 72.108,00
A4, (210x297mm), Educação 3.700 925 148.222,00
1 gramatura 75g/m², Caixa ONE Desenv. Social 100 25 160,24 4.006,00
uso profissional. Caixa
de 10 resmas de Sáude 1.000 250 40.060,00
500fls.
Total 7.200 1.800 288.432,00
Total por Extenso: Duzentos e oitenta e oito mil quatrocentos e trinta e dois reais

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
26
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

a. Os preços registrados poderão ser revistos nas hipóteses previstas nos arts. 19 a 21, do Decreto Municipal
n°10.513/2017.
b. Quando o preço inicialmente registrado, por motivo superveniente, tornar-se superior ao preço praticado no
mercado, o órgão gerenciador deverá:
i. convocar o fornecedor visando à negociação para redução de preços e sua adequação ao praticado pelo
mercado;
ii. frustrada a negociação, liberar o fornecedor do compromisso assumido e cancelar o registro, sem aplicação
de penalidade;
iii. convocar os demais fornecedores visando igual oportunidade de negociação, observada a ordem de
classificação original do certame.
c. é vedado efetuar acréscimos nos quantitativos fixados pela ata de registro de preços, inclusive o acréscimo
de que trata o § 1º do art. 65 da Lei nº 8.666, de 1993, c/c ao art. 143, §1º da Lei Estadual nº 9.433/05.

CLÁUSULA TERCEIRA — DA VIGÊNCIA


Esta Ata de Registro de Preços terá vigência de 12 (doze) meses a contar da data de sua assinatura.

CLÁUSULA QUARTA - DO GERENCIADOR E PARTICIPANTES


4. O órgão gerenciador será o DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL - DAG
4.1. Constituem-se participantes os seguintes órgãos:
4.2. 05 – SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO – 09 – SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - 06 –
SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA - 12 – FUNDO MUNICIPAL DE A. SOCIAL. FMAS - 11 – SECRETARIA
MUNICIPAL DE SAÚDE.
4.3 Poderá utilizar-se da Ata de Registro de Preços, ainda, qualquer órgão ou entidade da Administração Municipal
de Feira de Santana que não tenha participado do certame, mediante prévia anuência do órgão gerenciador,
desde que devidamente justificada a vantagem e respeitadas, no que couber, as condições e as regras
estabelecidas no Decreto Municipal nº 10.513/17.
4.4 As aquisições ou contratações adicionais a que se refere este item não poderão exceder, por órgão ou
entidade, a cem por cento dos quantitativos dos itens registrados nesta ata de registro de preços para o órgão
gerenciador e órgãos participantes.

CLÁUSULA QUINTA - DO CANCELAMENTO DO REGISTRO DE PREÇOS


a) O registro do fornecedor será cancelado quando:
I Descumprir as condições da Ata de Registro de Preços.
II Não retirar a nota de empenho ou instrumento equivalente no prazo estabelecido pela Administração, sem
justificativa aceitável.
III Não aceitar reduzir o seu preço registrado, na hipótese deste se tornar superior àqueles praticados no
mercado.
IV Sofrer sanção prevista nos incisos III ou IV do caput do art. 87 da Lei Federal n° 8.666, de 1993, c/c ao Art 186,
incisos II ou III, da Lei Estadual nº 9.433/05, ou no art. 7º da Lei n° 10.520, de 2002.
b) O cancelamento do registro de preços poderá ocorrer por fato superveniente, decorrente de caso fortuito ou
força maior, que prejudique o cumprimento da ata, devidamente comprovados e justificados:
I Por razões de interesse público;
II A pedido do fornecedor.

CLÁUSULA SEXTA - DA CONTRATAÇÃO COM OS FORNECEDORES

6.1. A contratação com o fornecedor registrado observará a classificação segundo a ordem da última proposta
apresentada durante a fase competitiva da licitação que deu origem à presente ata e será formalizada mediante
Instrumento Contratual, conforme disposto no artigo 62 da Lei nº 8.666/93, c/c ao art. 132 da Lei 9.433/05, e
obedecidos os requisitos pertinentes do Decreto Municipal nº 10.513/2017.

6.2. O órgão convocará a fornecedora com preço registrado em Ata para, a cada contratação, no prazo de 5
(cinco) dias úteis, efetuar a retirada da Nota de Empenho/assinar o Contrato, sob pena de decair do direito à
contratação, sem prejuízo das sanções previstas no Edital e na Ata de Registro de Preços.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
27
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

CLÁUSULA SÉTIMA - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

7.1. Integram o Edital, independentemente de transcrição, a Ata de Registro de Preços, o Termo de Referência e a
proposta da empresa.
7.2. Nos casos omissos aplicar-se-ão as disposições constantes da Lei nº 10.520/02, do Decreto nº 5.450/05, do
Decreto n° 3.555/00, do Decreto Municipal nº 10.413/17, da Lei Complementar nº 123/06, a Lei Estadual nº
9.433/05 e a da Lei Federal nº 8.666/93, subsidiariamente.
7.3. O foro para dirimir questões relativas a presente Ata será o de Feira de Santana-Ba, com exclusão de
qualquer outro, por mais privilegiado que seja.

Feira de Santana, 26, de fevereiro de 2019.

MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


CONTRATANTE

RAVI COMERCIO DE PAPEIS EIRELI


DETENTOR DA ATA DE REGISTRO DE PREÇO

SECRETARIAS, AUTARQUIAS, OUTROS

SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES E TRÂNSITO


PORTARIA Nº 10/ 2019

O Secretário Municipal de Transportes e Trânsito, no uso de suas atribuições legais;


Considerando o disposto no art. 8º, do Decreto nº 3.756/1974;
Considerando a obrigatoriedade do autorizatário do Sistema de Transporte Individual de Passageiros
(STIP) submeter o veículo à vistoria quando convocado;
Considerando que anualmente é estabelecido período de vistoria através de Portaria publicada no DOFS;
Considerando que as Portarias advertem sobre a possibilidade de cassação da vaga de táxi do
autorizatário que não comparecesse à vistoria;
Considerando o Parecer nº614/PGM/17 e a transferência de titularidade da autorização ocorrida em
12.07.2000;

RESOLVE:

Art.1º - Determinar a abertura de Processo Administrativo, através da Divisão de Concessões e


Permissões da SMTT, em face do autorizatário da vaga nº563 do Sistema de Transporte Individual de Passageiros
(STIP), Sr. Rogério Couto Carvalho, que não submeteu o respectivo veículo às vistorias desde o ano de 2002.

Parágrafo único – O objeto do Processo Administrativo de que trata o caput será a apuração de infração
ao Decreto Municipal nº 3.756/74, bem como o descumprimento das determinações contidas nas Portarias
expedidas pela SMTT, que convocaram todos os autorizatários do Sistema de Transporte Individual de Passageiros
para as vistorias anuais, o que poderá implicar na cassação da vaga de táxi se constatadas as irregularidades
mencionadas.

Art. 2º - Fica o autorizatário notificado a apresentar defesa administrativa no prazo de até 10 (dez) dias
contados da publicação desta Portaria, sob pena de revelia.

Art. 3º - Esta Portaria entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Gabinete do Secretário, 12 de abril de 2019.

SAULO PEREIRA FIGUEIREDO


SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES E TRÂNSITO

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
28
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

SUPERINTENDÊNCIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO

EDITAL DE NOTIFICAÇÃO DE AUTUAÇÃO POR INFRAÇÃO DE TRÂNSITO Nº 048/2019

O Superintendente Municipal de Trânsito do Município de Feira de Santana, Estado da Bahia, com fulcro nos arts.
281 e 282 do Código de Trânsito Brasileiro, na Resolução 619/2016 do Conselho Nacional de Trânsito- CONTRAN,
considerando que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT devolveu as Notificações de Autuação por
Infração de Trânsito por não ter localizado os proprietários dos veículos, ou porque não comprovou a entrega das
Notificações de Autuação por Infração de Trânsito aos destinatários, proprietário dos veículos abaixo relacionados,
notifica-os das respectivas Autuações por Infrações de Trânsito cometidas, concedendo-lhes, caso queiram, o
prazo conforme descrito na coluna PRAZO DEFESA, na tabela abaixo, interporem Defesa junto à Autoridade
Municipal de Trânsito de Feira de Santana.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR

EDITAL DE NOTIFICAÇÃO DE AUTUAÇÃO POR INFRAÇÃO DE TRÂNSITO Nº 049/2019

O Superintendente Municipal de Trânsito do Município de Feira de Santana, Estado da Bahia, com fulcro nos arts.
281 e 282 do Código de Trânsito Brasileiro, na Resolução 619/2016 do Conselho Nacional de Trânsito- CONTRAN,
considerando que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT devolveu as Notificações de Autuação por
Infração de Trânsito por não ter localizado os proprietários dos veículos, ou porque não comprovou a entrega das
Notificações de Autuação por Infração de Trânsito aos destinatários, proprietário dos veículos abaixo relacionados,
notifica-os das respectivas Autuações por Infrações de Trânsito cometidas, concedendo-lhes, caso queiram, o
prazo conforme descrito na coluna PRAZO DEFESA, na tabela abaixo, interporem Defesa junto à Autoridade
Municipal de Trânsito de Feira de Santana.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR

EDITAL DE NOTIFICAÇÃO DE AUTUAÇÃO POR INFRAÇÃO DE TRÂNSITO Nº 050/2019

O Superintendente Municipal de Trânsito do Município de Feira de Santana, Estado da Bahia, com fulcro nos arts.
281 e 282 do Código de Trânsito Brasileiro, na Resolução 619/2016 do Conselho Nacional de Trânsito- CONTRAN,
considerando que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT devolveu as Notificações de Autuação por
Infração de Trânsito por não ter localizado os proprietários dos veículos, ou porque não comprovou a entrega das
Notificações de Autuação por Infração de Trânsito aos destinatários, proprietário dos veículos abaixo relacionados,
notifica-os das respectivas Autuações por Infrações de Trânsito cometidas, concedendo-lhes, caso queiram, o
prazo conforme descrito na coluna PRAZO DEFESA, na tabela abaixo, interporem Defesa junto à Autoridade
Municipal de Trânsito de Feira de Santana.

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
29
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

SUPERINTENDÊNCIA MUNICIPAL DE PROTEÇÃO E DEFESA DO


CONSUMIDOR – PROCON

PORTARIA PROCON Nº 05, DE 10 DE ABRIL DE 2019.

Dispõe sobre os procedimentos de Conciliação no


âmbito do PROCON FEIRA DE SANTANA - BA.

A SUPERINTENDÊNCIA MUNICIPAL DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR – PROCON DE FEIRA DE


SANATANA - BA, no uso de suas atribuições legais e regulamentares, usando a competência que lhe foi conferida
e, ainda, na regulamentação dos serviços afetos a este Órgão de Proteção aos Direitos dos Consumidores, e:

Buscando a celeridade e racionalidade dos atos processuais, em conformidade com a Lei nº 8.078/90, sob
o rito do contencioso administrativo preconizado nos artigos 33 a 54, do Decreto Federal nº 2.181/97, e
observando os princípios legais do contraditório e da ampla defesa;

Considerando a necessidade de regulamentação dos procedimentos de conciliação, no âmbito do


PROCON FEIRA DE SANTANA-BA.

RESOLVE:
CAPÍTULO I - DA AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO

Art. 1º – A audiência de conciliação consiste na harmonização formal dos interesses conflitantes, visando
à pacificação das relações de consumo, tendo como partes o consumidor e o fornecedor, possui caráter solene e
será realizado em local próprio destinado a este fim.
Art. 2º – Quanto ao horário e prazos da Audiência de Conciliação fica determinado que:
I – A audiência realizar-se-á, preferencialmente, em horário comercial, ou seja, de segunda-feira à sexta-
feira, das 08 (oito) horas 30 (trinta) minutos às 17 (dezessete) horas;
II – O tempo máximo de audiência será de 30 (trinta) minutos, podendo o limite ser excedido,
excepcionalmente, em função da complexidade da reclamação ou a critério do conciliador;
III – O conciliador apregoará as partes no horário exato marcado para início da audiência, repetindo este
procedimento quantas vezes entender necessário, até findar o prazo máximo de tolerância, que será de 10 (dez)
minutos, devendo constar no termo de audiência os casos de atraso e ausência.

Art. 3º – Na audiência de conciliação, o fornecedor poderá:


I – Apresentar proposta de acordo de forma verbal ou escrita;
II – Apresentar defesa escrita ou fazer defesa oral, que será reduzida a termo na própria audiência;
III – Apresentar documento comprobatório de resolução da lide;
IV – Fazer juntada de documentos.
Art. 4º – Em caso de acordo, o conciliador lavrará o respectivo Termo de Audiência, em linguagem clara e
precisa, de forma a possibilitar uma futura ação judicial.
Art. 5º – Restando infrutífera a tentativa de acordo, o conciliador deverá lavrar o respectivo Termo de
Audiência, em linguagem clara e precisa, informando às partes sobre o procedimento adotado pelo PROCON –
FEIRA DE SANTANA/BA – no prosseguimento do feito, sendo os autos encaminhados para julgamento.

CAPÍTULO II - DO CONCILIADOR
Art. 6º – A função de conciliador será exercida, exclusivamente, por bacharel em Direito, com experiência
laboral no órgão.
Art. 7º – O conciliador deve prestar atendimento às partes de maneira eficiente e eficaz.

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
30
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

Art. 8º – O conciliador, objetivando um bom acordo para o consumidor, deve agir com cordialidade,
confiabilidade, transmitir segurança para as partes, devendo manter uma postura condizente e disciplinar para o
bom andamento do feito.
Art. 9º – O conciliador deve evitar comentários sobre o processo, passíveis de alguma conclusão
antecipada por parte dos litigantes ou proceder de forma a constranger as partes.
Art. 10 – Após inteirar-se a respeito do pedido do consumidor, o conciliador deverá dedicar-se com afinco
na aproximação e harmonização de interesses das partes da relação de consumo, com a finalidade de conciliação.
I – Na tentativa de conciliação, o conciliador além de propor formalmente o acordo, deverá empenhar-se
tecnicamente, dando às partes oportunidade de expor os fatos e suas razões, ponderando as vantagens de um
acordo;
II – Incumbe ao conciliador expor a proposta dos interessados e sugerir alternativas de aproximação nos
termos do pedido inicial, empenhando-se na obtenção de êxito, porém, sem imposição aos litigantes, que têm a
liberdade de decisão;
Art. 11 – O conciliador deve proceder com a juntada de documentos relativos aos processos
administrativos que se encontram no setor de audiência.
CAPÍTULO III - DA IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES
Art. 12 – Iniciada a audiência, o conciliador solicitará a documentação que comprove a identidade, bem
como a representação legal das partes, que se fará da seguinte forma:
I – A identificação do consumidor ou fornecedor, sendo pessoa física, deverá ser feita através de
identidade ou outro documento de identificação com foto;
II – Quando o fornecedor for pessoa jurídica, o mesmo deve apresentar a carta de preposto em papel
timbrado e/ou com carimbo da empresa, devidamente acompanhado de estatuto ou contrato social da empresa;
III – Caso a empresa esteja sendo representada por diretor ou sócio, com poder de representação, o
mesmo deverá apresentar o estatuto ou contrato social da empresa, e se condomínio, deverá ser representado
pelo síndico, com comprovação através da Ata da Assembleia Geral que o elegeu;
IV – Se as partes vierem acompanhadas de advogado, este deverá ser identificado mediante a
apresentação da carteira profissional da OAB, bem como deverá apresentar procuração ou substabelecimento de
procuração;
V – Se o advogado não apresentar os documentos aludidos no inciso anterior, poderá juntá-los aos autos,
no prazo máximo de 15 (quinze) dias úteis, após a realização da audiência, conforme previsto no artigo 5º, § 1º, da
Lei 8.906/94 – Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
CAPÍTULO IV - DO NÃO COMPARECIMENTO EM AUDIÊNCIA
Art. 13 – Se o consumidor não comparecer á audiência de conciliação na data, local e horário previamente
estabelecido, mesmo devidamente notificado, e o fornecedor não prestar informações sobre a solução da
demanda, a reclamação será encaminhada para o Departamento Jurídico para julgamento.
Parágrafo único. Se apenas o consumidor não comparecer á audiência, mas apresentar justificativa da
ausência no prazo de 02 (dois) dias úteis, a audiência poderá ser reagendada, apenas por mais uma oportunidade.
Quando da reiteração da conduta o processo será arquivado, restando ao consumidor a possibilidade de abertura
de novo processo.

Art. 14 – Não comparecendo o fornecedor, mesmo devidamente notificado; não apresentando defesa; ou
não tem sido feita ou aceita proposta para a solução da demanda, os autos serão encaminhados para julgamento.
Parágrafo único. Não comparecendo o fornecedor, em razão do não recebimento de aviso de
recebimento, nova audiência deverá ser marcada em assentada, com o estabelecimento de nova data, local e
horário da audiência.
CAPÍTULO V - DOS TERMOS DE AUDIÊNCIA
Art. 15 – Serão lavrados em audiência de conciliação, conforme o caso, os seguintes termos:
I – Termo de Acordo: quando a audiência lograr êxito, ou seja, quando houver composição entre as
partes. Deverá ser descrito, de forma clara e sucinta, o acordo celebrado, bem como estabelecido um prazo limite

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
31
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

para o cumprimento do acordo, devendo ainda ser estipulada multa pecuniária no montante de no mínimo 150%
(cento e cinquenta por cento) do valor da causa em caso de descumprimento do acordo, a qual será revertida para
este Órgão.
II – Atendimento do Pedido em Audiência: quando ambas as partes comparecerem à audiência e o
fornecedor atender ao pedido da inicial no momento da realização da audiência o processo deverá ser
encaminhado para arquivamento. Caso o pedido tenha sido acatado em audiência, mas houver, entretanto, um
prazo para seu cumprimento, aguardar-se-á o período estabelecido para verificação do cumprimento da
obrigação.
III – Atendimento do Pedido antes da Audiência: quando, independente de comparecimento das partes
em audiência, constatar-se através dos autos que a lide foi solucionada; ou quando comprovado na audiência, por
qualquer das partes, que a demanda foi sanada em data anterior a sua realização, o processo deverá ser
arquivado.
IV– Ausência do Fornecedor e Sem Proposta de Acordo: quando o consumidor comparecer em audiência
e o fornecedor devidamente notificado, além de não comparecer, não juntar aos autos nenhuma proposta de
acordo que atenda ao pedido da inicial, abrir-se -á prazo de 05 (cinco) dias para juntada de defesa administrativa,
sendo os autos, posteriormente, remetidos ao Departamento Jurídico para julgamento;
V – Proposta sem Acordo: quando ambas as partes comparecerem à audiência e o fornecedor apresentar
proposta de acordo e não for aceita pelo consumidor, por não atender ao pedido formulado na inicial, os autos
serão remetidos ao Departamento Jurídico para julgamento e o consumidor será orientado a levar a sua demanda
ao Poder Judiciário;
VI – Sem Proposta de Acordo: quando ambas as partes comparecem à audiência e o fornecedor não
apresentar proposta de acordo os autos serão remetidos ao Departamento Jurídico para julgamento e o e
consumidor será orientado a levar a sua demanda ao Poder Judiciário;
VII – Remarcação de Audiência: quando a audiência restar prejudicada pelo não comparecimento de
ambas ou algumas das partes, em virtude da não notificação por ausência de aviso de recebimento nos autos ou
ainda pela inclusão de fornecedor solidário no polo passivo da reclamação, os autos serão encaminhados ao
Departamento de Atendimento ao Consumidor, para que seja expedida notificação ao consumidor/fornecedor.
Deve ainda o conciliador constar no termo de audiência a nova data e hora para realização da audiência,
notificando as partes presentes;
VIII – Arquivamento: Proceder-se-á o arquivamento quando o fornecedor não é o responsável pela
demanda ou quando o consumidor solicitar o encerramento do processo tendo em vista a perda do objeto ou a
desistência do pedido de reclamação.
CAPÍTULO VI - CONSIDERAÇÕES FINAIS
Art. 16 – A Superintendência do PROCON – FEIRA DE SANTANA/BA – quando necessário, expedirá normas
complementares e específicas para execução do disposto nesta Portaria.
Art. 17 – As normatizações e procedimentos de conciliação previstos nesta Portaria não excluem outros
decorrentes de regulamentações expedidas pelo órgão, desde que venham dar celeridade e racionalizar os atos
processuais.
Art. 18 – Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação.

Feira de Santana, 15 de abril de 2019.

ÍCARO IVVIN DE ALMEIDA COSTA LIMA


SUPERINTENDENTE DO PROCON

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
32
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO,


TELECOMUNICAÇÕES E CULTURA EGBERTO TAVARES COSTA

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
33
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
34
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

RESULTADO FINAL

CONCURSO DE MÚSICA

10º FESTIVAL METROPOLITANO DE MÚSICA GOSPEL 2018.

LICITAÇÃO Nº. 276-2018 CONCURSO Nº. 002-2018

A Fundação Municipal da Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Cultural Egberto Tavares Costa,


informa o resultado Final do Concurso de Música 10º FESTIVAL METROPOLITANO DE MÚSICA GOSPEL 2018.

RESULTADO JÚRI TÉCNICO – MELHOR CANÇÃO

Protocolo Candidato Música Intérprete Nota


045/2018 Heidianderson Evangelista da Silva Não pare de sonhar Heidianderson Evangelista da Silva 9,06
128/2018 Antonio Carlos da Silva Junior Fiel Até o Fim Antonio Carlos da Silva Junior 8,94
035/2018 Aderbal Lima Pedreira Junior A Carta Aderbal Lima Pedreira Junior 8,94
088/2018 Tedilson da Silva Santos Basta Crer Noemir Oliveira dos Santos 8,56
016/2018 Saulo Silva Vilas Boas Todas as coisas Saulo Silva Vilas Boas 8,56
127/2018 Elza Roberta Ribeiro Vidal Jamais me Esquecerei de Você Elza Roberta Ribeiro Vidal 8,44
071/2018 Emeson dos Santos Dias Leão Emeson dos Santos Dias 8,31
134/2018 Sergio Teixeira Neto Viver com Jesus Sandra Teixeira de Almeida 8,19
064/2018 Jessica Barreto Rodrigues Pra Sempre Jessica Barreto Rodrigues 8,13
080/2018 Eneas Cerqueira de Freitas Preciso Voltar Eneas Cerqueira de Freitas 8,06
135/2018 Madson Lins e Fredson Souza Aos Pés da Cruz Keise Silva Brito 8,00
130/2018 Rozeni Paiva Estrela Absoluto Rozeni Paiva Estrela 7,81
109/2018 Leandro Umbelina Conceição Chamar de Filho Leandro Umbelina Conceição 7,38

RESULTADO JÚRI TÉCNICO - MELHOR INTÉRPRETE

Protocolo Candidato Música Intérprete Nota


035/2018 Aderbal Lima Pedreira Junior A Carta Aderbal Lima Pedreira Junior 9,50
045/2018 Heidianderson Evangelista da Silva Não pare de sonhar Heidianderson Evangelista da Silva 9,38
071/2018 Emeson dos Santos Dias Leão Emeson dos Santos Dias 9,25
128/2018 Antonio Carlos da Silva Junior Fiel Até o Fim Antonio Carlos da Silva Junior 9,00
127/2018 Elza Roberta Ribeiro Vidal Jamais me Esquecerei de Você Elza Roberta Ribeiro Vidal 8,88
134/2018 Sergio Teixeira Neto Viver com Jesus Sandra Teixeira de Almeida 8,63
080/2018 Eneas Cerqueira de Freitas Preciso Voltar Eneas Cerqueira de Freitas 8,63
088/2018 Tedilson da Silva Santos Basta Crer Noemir Oliveira dos Santos 8,50
135/2018 Madson Lins e Fredson Souza Aos Pés da Cruz Keise Silva Brito 8,50
016/2018 Saulo Silva Vilas Boas Todas as coisas Saulo Silva Vilas Boas 8,38
064/2018 Jessica Barreto Rodrigues Pra Sempre Jessica Barreto Rodrigues 8,38
130/2018 Rozeni Paiva Estrela Absoluto Rozeni Paiva Estrela 8,13
109/2018 Leandro Umbelina Conceição Chamar de Filho Leandro Umbelina Conceição 7,88

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
35
ANO V - EDIÇÃO 982 - DATA 16/04/2019

RESULTADO VOTAÇÃO ELETRÔNICA – MELHOR CANÇÃO

Total de votos válidos: 4.350


Fonte: http://festivais.feira.br/gospel/final--.php

Protocolo Candidato Música Intérprete Votos


109/2018 Leandro Umbelina Conceição Chamar de Filho Leandro Umbelina Conceição 1.573 (36.2%)
088/2018 Tedilson da Silva Santos Basta Crer Noemir Oliveira dos Santos 1.051 (24.2%)
130/2018 Rozeni Paiva Estrela Absoluto Rozeni Paiva Estrela 317 (7.3%)
016/2018 Saulo Silva Vilas Boas Todas as coisas Saulo Silva Vilas Boas 276 (6.3%)
135/2018 Madson Lins e Fredson Souza Aos Pés da Cruz Keise Silva Brito 257 (5,9%)
134/2018 Sergio Teixeira Neto Viver com Jesus Sandra Teixeira de Almeida 206 (4.7%)
080/2018 Eneas Cerqueira de Freitas Preciso Voltar Eneas Cerqueira de Freitas 160 (3.7%)
128/2018 Antonio Carlos da Silva Junior Fiel Até o Fim Antonio Carlos da Silva Junior 123( 2.8%)
035/2018 Aderbal Lima Pedreira Junior A Carta Aderbal Lima Pedreira Junior 115 (2.6%)
045/2018 Heidianderson Evangelista da Silva Não pare de sonhar Heidianderson Evangelista da Silva 115 (2.6%)
064/2018 Jessica Barreto Rodrigues Pra Sempre Jessica Barreto Rodrigues 77 (1.8%)
127/2018 Elza Roberta Ribeiro Vidal Jamais me Esquecerei de Você Elza Roberta Ribeiro Vidal 52 (1.2%)
071/2018 Emeson dos Santos Dias Leão Emeson dos Santos Dias 28 (0.6%)

Feira de Santana, 13 de abril de 2019.

ANTONIO CARLOS DALTRO COELHO


DIRETOR PRESIDENTE DA DIRETORIA EXECUTIVA DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, TELECOMUNICAÇÕES E
CULTURA EGBERTO TAVARES COSTA

COLBERT MARTINS Assinado de forma digital por COLBERT MARTINS DA


SILVA FILHO:13236164549
DN: c=BR, o=ICP-Brasil, ou=Secretaria da Receita
DA SILVA Federal do Brasil - RFB, ou=RFB e-CPF A3, ou=(EM
BRANCO), ou=Autenticado por AR InResult,

FILHO:13236164549 cn=COLBERT MARTINS DA SILVA FILHO:13236164549


Dados: 2019.04.15 17:09:10 -03'00'

O DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE FEIRA DE SANTANA


garante a autenticidade deste documento quando visualizado diretamente no portal
www.diariooficial.feiradesantana.ba.gov.br
36

Interesses relacionados