Você está na página 1de 36

AFINAL VOCÊ AMA OS ANIMAIS?

SAIBA COMO CUIDAR DO SEU


AMIGÃO!
INTRODUÇÃO
VOCÊ AMA OS ANIMAIS?

Já se perguntou como dar melhor qualidade de vida a


eles? Você sonha em ser veterinário? Gostaria de saber
como é a veterinária? Já pensou em conhecer o dia-a-dia
desse profissional? Como funciona os estabelecimentos
PET´s? Gostaria de trabalhar no mercado que mais cresce
no Brasil, com algo que você ama? Aprender a
empreender e gerar maiores lucros neste mercado?
São estes alguns dos tópicos que gostaríamos de abordar
com nosso caro leitor, trazendo informações que vão
auxiliar a responder estas importantes perguntas que
geram curiosidade, duvidas e interesse em tantas
pessoas.
O amor e a dedicação que
temos por nossos amiguinhos
peludos, vai muito além dos
cuidados de rotina que muitos
tutores realizam, pois
queremos estar presentes em
todos os aspectos da vida dos
nossos animaizinhos,
conhecendo a fundo o
funcionamento de seu corpo,
suas características, cuidados
e prevenções para que ele não
adoeça ou se machuque, se
algo de ruim acontecer
possamos proporcionar a ele a
melhor reação e cuidado.
Para quem sonha em trabalhar
com estes pets, entender mais
sobre sua fisiologia, anatomia,
rotinas de cuidados nos
ambientes clínicos, primeiros
socorros, transporte correto e
manejo dos animais, sendo
muito importante para quem
tem ou pretende ter qualquer
estabelecimento ou negócio
voltado aos PET´s, além da
formação de auxiliares que
vão trabalhar no dia a dia em
clínicas e hospitais
veterinários.
CAPITULO 1

Para quem ama e quer cuidar ainda melhor do


seu PET.

DICAS PET
Este é um importantíssimo capitulo para quem quer aprender
ainda mais sobre o seu PET, conhecer algumas dicas
superlegais que selecionamos para vocês. Sendo dicas muito
uteis tanto para quem possui animaizinhos, seja um grande
entusiasta de animais, trabalha em ONGs, ou ama este assunto.
Sendo que serão apresentadas inúmeras informações durante
a realização do nosso curso de Auxiliar Veterinário e Socorrista
de Animais.
SEU PET TEM MEDO DE
FOGOS DE ARTIFÍCIO?
SAIBA COMO AJUDÁ-LO
Tutores de pets costumam ficar um tanto quanto
apreensivos quando pensam em fogos de artifícios. Em
tempos de jogos, esta preocupação cresce ainda mais,
afinal, serão vários dias em que cachorros e gatos
poderão sentir medo por conta do barulho excessivo
causado pelos torcedores. Neste artigo vamos abordar o
tema e como ajudar o seu animalzinho.
 
Embora seja uma questão delicada, o medo que alguns
cães e gatos têm dos estouros normalmente é algo que
iniciou em seus primeiros meses de vida, quando ainda
eram filhotes e tende a ser algo difícil - e demorado - de
trabalhar.
Por zelo, muitas vezes conduzimos este medo de forma
equivocada, reforçando a sensação de pânico e
insegurança dos animais. Um exemplo clássico e
instintivo nosso é quando fazemos uma voz bastante
acolhedora, os pegamos no colo ou damos muito
carinho quando se mostram medrosos. Ao contrário
disso, deveríamos nos mostrar confiantes para que eles
notem que não há perigo algum, além de oferecermos
alternativas para que possam se sentir melhor.
LUTA E FUGA EM
MOMENTOS DE ESTRESSE

Animais com medo possuem, basicamente, duas opções


em situações de estresse: lutar ou fugir faz parte do
instinto de sobrevivência e, embora os humanos
dificilmente enxerguem fogos como algo tão
amedrontador, para muitos pets é um momento de
extrema incerteza e confusão. Pensando neste "se
esconder ou partir para a briga", devemos sempre
oferecer opções cabíveis para nossos peludos como, por
exemplo, permitir que se escondam quando se sentem
ameaçados (no caso dos que preferem fugir) e não
deixar que latam ferozmente para o nada (no caso dos
que preferem "lutar").
Sim, se seu cachorro fica nervoso, latindo, sempre que
soltam fogos, ele não é apenas corajoso, mas também
está demasiadamente estressado com aquela situação,
sinalizando o perigo para seus humanos e mais do que
isso, tentando "salvar" a todos daquilo. O cão que se
esconde, por sua vez, tende a ficar mais quieto, porém é
comum que apresentem tremores excessivos, pupilas
dilatadas, salivação intensa, que lambam suas patinhas
de maneira compulsiva e até apresentem episódios de
agressividade contra seus tutores e outros animais da
casa.
HORMÔNIOS SINTÉTICOS
PODEM AJUDAR

Atualmente, existem opções que prometem


minimizar o desconforto de cachorros e
gatos que ficam estressados com os fogos e
rojões. Dentre eles estão o Adaptil, que pode
ser encontrado em forma de spray ou difusor
e o Feliway, também em difusor ambiental
ou spray. Para que tenham o resultado
esperado, é aconselhado que o tutor do pet
os utilize dias antes do início das
comemorações, não sendo tão eficazes
quando usados "em cima da hora".
 
Trabalhando como uma espécie de
hormônios sintéticos que dão a sensação de
prazer e calmaria, os produtos foram
respectivamente formulados para cachorros
e gatos e também podem ser aplicados em
outras situações de ansiedade e agitação
como no banho e tosa, pós-cirúrgico, na
chegada de um bebê na família, na adoção
de um novo animal etc.
“O BEM ESTAR
DO SEU
ANIMALZINHO
DEVE SER
PRIORIDADE”
FLORAIS PODEM SER UMA BOA OPÇÃO

Quem gosta de produtos florais conta com várias


opções. Assim como os sprays e os difusores, eles
também devem ser usados alguns dias antes, para
que o pet já vá entrando em equilíbrio consigo
mesmo. Dentre as possibilidades cabíveis para os
prevenir contra os fogos de artifício estão os
produtos para ansiedade, estresse e medo da
BioFlorais, que podem ser oferecidos na água do
cachorro ou gato, os sprays contra medo e estresse
da Polinize Florais e os florais da Animal Flower, que
são o spray para stress e agressividade, o spray para
trauma e medos e a apresentação em gotas para
trauma e medos.
EVITE ACIDENTES DURANTE
OS JOGOS

Evite deixar seu filho de quatro patas sozinho


enquanto acontecem os jogos, quando soltam
mais fogos de artifício. Se isso não for possível,
deixe janelas e portas fechadas para evitar fugas
e quedas. Não permita que ele fique perto de
superfícies que contenham vidro, como box de
banheiro e portas, os cortes podem ser fatais. De
preferência, o coloque em um local seguro e
com "proteções" com colchões, colchonetes,
tatames ou placas de E.V.A.
Não ofereça comida demasiada ao seu cachorro.
Muitas raças têm tendência a ter "torção
gástrica" (movimentos bruscos com o estômago
cheio podem fazer com que o órgão "se vire",
resultando em uma situação de urgência
veterinária) e momentos de estresse aumentam
a chance disso acontecer.
OFEREÇA "ROTAS DE FUGA"
E ABRIGOS
Permita ao seu pet que possa se esconder
na hora da euforia dos humanos. Ofereça a
ele "rotas de fuga" seguras, onde ele possa
se esconder sem ser incomodado. Crie
"abrigos artificiais" em sua casa fazendo
"tocas" de panos: entre objetos
relativamente altos, prenda tecidos
(lençóis, cobertores, edredons ou afins) e,
no chão, coloque sua caminha
"escondida".
Se ele já possui uma cama do estilo toca
ou oca, coloque-a num local em que a
agitação será menor. Muitos gostam de
entrar debaixo da cama de seus pais
humanos e por ali ficarem por horas, se
isso não oferecer risco a ele, permita que
fique por lá e só saia quando se sentir
bem. Jamais o force a sair de lá: isso o
deixará mais estressado e poderá colocar
a relação de confiança entre vocês em
risco.
CÃES E GATOS NO TEMPO SECO!!!!
QUAIS OS CUIDADOS?

Cães e gatos domésticos estão certamente


abrigados de muitos dos problemas
relativos ao tempo. No entanto, um
ambiente aconchegante e confortável não é
garantia de que os problemas médicos não
irão ocorrer. Principalmente problemas
vinculados ao tempo.
O PROBLEMA DA UMIDADE RELATIVA
DO AR PARA OS BICHINHOS DE
ESTIMAÇÃO

Seja no inverno, com dias mais frios, ou


no verão, em dias muito quentes, a
umidade relativa do ar em ambientes
fechados normalmente cai. Isto é
especialmente verdadeiro quando
você tem aquecimento a gás e/ou
fornos de queima de madeira na sua
casa, ou usa ar condicionado com
muita frequência. À medida que a
umidade no interior da casa cai, certos
problemas médicos podem ocorrer
com seu cachorro ou gato.
PROBLEMAS RESPIRATÓRIOS EM CÃES E
GATOS EM TEMPO SECO

A baixa umidade relativa do ar fará com que


as membranas mucosas do trato
respiratório sequem. Isso predispõe cães e
gatos aos problemas das vias respiratórias
superiores, geralmente tosse. Se expostos à
doença respiratórias contagiosas, como a
traqueobronquite, um cão ou gato estarão
muito mais propensos a desenvolver uma
tosse. Para evitar o problema, monitore a
umidade relativa do ar na casa. Se estiver
baixa, use um umidificador ou potes de
água espalhados pela casa para aumentar a
umidade relativa a um nível saudável.
Igualmente importante, a vacinação contra
a traqueobronquite, pois é uma doença que
pode estar dormente no seu bichinho de
estimação e ser ativada num momento de
baixa imunidade.
PROBLEMAS DE PELE EM
CÃES E GATOS
A baixa umidade relativa pode secar a pele dos
bichinhos de estimação. Monitore cães e gatos
para a pele seca, coceira e escamosa. Certifique-
se que pulgas não são o problema, pois estes
parasitas traquinas irão proliferar dentro de casa
durante os meses mais secos. Se você encontrar
até mesmo uma única pulga em seu cão ou gato,
você tem uma infestação na casa. A solução para
este problema é usar o controle de pulgas anual.
Shampoos hidratantes podem ser benéficos para
a pele seca e escamosa, bem como ácidos graxos
Omega 3 na forma de suplementos dietéticos. Se
necessário, também podem ser recomendados
medicamentos para controlar a coceira. Também
podem ser necessários determinados testes de
pele e de sangue para determinar se um
problema metabólico subjacente pode estar
causando ou contribuindo para o problema de
pele. Disfunção da tireoide e glândula supra-
renal pode conduzir a problemas de pele. Seu
veterinário irá discutir estes testes, se necessário.
PREVENÇÃO DE PROBLEMAS EM CÃES E GATOS
NO TEMPO SECO

Animais que vivem em climas secos tendem a


precisar de menos banhos do que os animais que
vivem em áreas com maior umidade. É claro que o
ar mais seco pode promover a descamação. Então,
isso é algo a ter em conta. Se você já sofreu com a
pele seca, você sabe como coceira e irritação
podem ser. Para animais de estimação que não
podem aplicar repetidamente hidratante em si
mesmos, o problema pode ser enlouquecedor.
Irritação, descamação e coceira muitas vezes levam
ao ato excessivo de se coçar, o que pode causar
lesões e infecções.
Aqui estão algumas dicas para gerenciar pele e
pelagem seca do seu animal de estimação quando
o ar estiver muito seco:
Banhe seu cão ou gato somente quando
absolutamente necessário. Embora possa parecer
um contra-senso, a lavagem pode piorar a pele
seca. Se você tem que se banhar seu animal de
estimação, optar por um shampoo hidratante e
condicionador. Além disso, use água morna. Use
um hidratante adequado ao seu pet. Lembre-se que
os produtos humanos não são seguros para o uso
em animais, portanto, não seja tentado a usar seu
hidratante favorito em seu cão ou gato.
Escove seu cão ou gato com mais frequência.
Escove o revestimento do seu animal de
estimação pelo menos uma ou duas vezes por
dia para remover fragmentos de pele, cabelo
solto, e pelos. Acúmulo de caspa tende a ser
muito mais significativo durante o inverno.
 
Alimente seu cão ou gato corretamente. Pele e
pelagem saudável começam com a alimentação
adequada. Alimente seu gato ou cão com ração
de alta qualidade e nutricionalmente
equilibrada. Peça ao seu veterinário um
suplemento de ácidos graxos essenciais. Estes
suplementos beneficiam pele e pelagem de
saúde, juntamente com a saúde cardiovascular e
articulações. Outros suplementos
multivitamínicos também podem ser pedidos ao
seu veterinário.
Umidificadores/Potes com água ao redor da casa.
Estes podem adicionar um pouco de umidade
necessária para a atmosfera. Apenas certifique-se
que eles estão fora do alcance de seu animal de
estimação e não podem cair ou levantar
quaisquer outros perigos.
Apenas uma nota de cautela: condições mais
graves podem assemelhar-se a problemas
relacionados ao tempo seco. Alergias, parasitas,
deficiências nutricionais, desequilíbrios hormonais,
infecções, disfunção orgânica, e outros problemas
podem afetar a saúde e a aparência e
comportamento do seu pet.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Se você não pode gerenciar com sucesso o seu gato


ou cão durante o tempo mais seco, consulte o seu
veterinário para conselhos. Além disso, se você
observar outros sintomas preocupantes que
acompanham a baixa umidade do ar, uma visita
veterinária é altamente recomendada. Erupções
cutâneas, inchaços vermelhos, feridas abertas,
remendos ou vastas áreas da perda de cabelo,
cabelos opacos que podem ser facilmente
retirados, repetidas lambidas no pé ou fricção da
face, e outras anormalidades sã apenas exemplos
de comportamentos a observar em seu pet.
Se você suspeita que seu animal de estimação tem
um problema, procure sempre a assistência
veterinária.
VOCÊ SABIA QUE O SEU
GATINHO PODE MORRER AO
INGERIR PARACETAMOL?

O paracetamol é um fármaco com


propriedades analgésicas e anti-piréticas
comumente utilizado em pessoas. É
relativamente barato e de compra fácil
numa farmácia, daí o seu uso recorrente.
Existindo várias apresentações deste
medicamento, entre as quais as mais
conhecidas: Ben-U-Ron, Panasorbe, Panadol
ou Tylenol. Porém são extremamente
tóxicos para os gatos.
Cada comprimido tem em média 500 mg.
Sendo que a dose letal para um gato é de 50
a 60 mg por Kg, basta meio comprimido
para matar um gato adulto de 4Kg e apenas
um quarto para um gatinho.
PORQUE NÃO DEVO DAR PARACETAMOL
AO MEU GATO?

O paracetamol é metabolizado no fígado,


sob a ajuda de várias enzimas. No sistema
metabólico do gato, há uma deficiência
numa destas enzimas, que leva à formação
de metabolitos tóxicos. Consequentemente,
estes metabolitos vão conduzir à destruição
das células vermelhas sanguíneas, essenciais
para a vida. O fígado é também afetado pela
produção destes metabolitos.

Uma das funções essenciais das células


vermelhas é o transporte de oxigênio aos
órgãos. Quando o animal não é socorrido
prontamente, a privação de oxigênio
prolongada pode conduzir à falência
orgânica, sendo os órgãos mais afetados o
fígado e o rim.
QUE SINAIS CLÍNICOS PODEM OCORRER?

Após ingestão, a sua absorção é bastante


rápida e os primeiros sintomas podem surgir
em 30 minutos:

- Cianose (mucosas de cor azulada), por falta


de oxigenação.
- Depressão
- Inchaço da face e membros
- Aumento da frequência respiratória
- Dificuldade em respirar
- Temperatura baixa
- Sangue na urina
- Como ocorre esta intoxicação?
 
Na maioria das vezes, ocorre por ingestão
acidental do fármaco. Outras vezes, pela
administração bem-intencionada dos
proprietários, desconhecendo a sua
toxicidade.
DEI PARACETAMOL AO MEU GATO. O QUE
DEVO FAZER?

Se a administração ocorreu há menos de


duas horas ainda pode provocar o vômito.
Para tal, deve administrar uma solução de
água oxigenada (partes iguais de água e
água oxigenada). De seguida deve levá-lo
imediatamente a um veterinário.
Se já se passaram mais de duas horas, o seu
gato já deve provavelmente apresentar
sintomas de intoxicação por isso deve ser
assistido por um veterinário o mais
rapidamente possível.
 
QUAL É O TRATAMENTO?

O tratamento numa fase inicial vai incidir na


eliminação dos resíduos do medicamento
existentes no organismo do animal. De
seguida, deve ser instituída fluidoterapia
intravenosa agressiva e administrado o
antídoto.
QUAL É O PROGNÓSTICO?

Normalmente se houver uma resposta


positiva ao tratamento o animal fica bem
em 48 horas, sem sequelas no futuro. O
que muitas vezes acontece é que quando
o animal chega ao veterinário, passaram
muitas horas desde a ingestão, podendo
apresentar já lesões orgânicas decorrentes
da privação de oxigênio e dos metabolitos
tóxicos.

Em resumo, NUNCA administre um


medicamento ao seu animal de
estimação sem antes falar com um
veterinário! Não custa nada pegar no
telefone e pedir um conselho!
TOXOPLASMOSE
O convívio de e mulheres grávidas é um tema
que, vira e mexe, gera polêmica. A origem do
grande problema tem sido a recomendação de
evitar o contato com o gato durante a gestação.
▶ A toxoplasmose é uma doença parasitária,
causada por um protozoário chamado toxoplasma
gondii.
▶ O contágio da doença ocorre pela ingestão de
oocistos ou cistos do parasita. Os felinos eliminam
o agente pelas fezes por um período muito curto,
que pode ser eliminado com a limpeza diária das
caixas de areia.
A forma de infecção do ser humano pelo T. gondii
não ocorre pelo contato direto com os gatos. A maior
taxa de contaminação se deve pelo:
✳ Consumo de carne crua ou mal passada e pela
ingestão de legumes, verduras e frutas mal lavadas.
⚠ Para uma pessoa se contaminar através do gato, é
necessário que o gato esteja realmente doente,
eliminando os oocistos (“ovinhos” de toxoplasma), a
caixinha de areia esteja suja e sem limpar por no
mínimo 24 horas, e a pessoa mexa nas fezes e depois
leve a mão suja à boca, ingerindo os oocistos.
✅ RESUMINDO, você só contrai toxoplasmose de um
gato se comer o contaminado dele e você não
come fezes, certo ?
CAPITULO 2

Desafios da faculdade de
veterinária.
Este segundo capitulo abordaremos uma das maiores duvidas
de quem está concluindo ou já conclui o ensino médio e agora
está se perguntando: Eu amo animais e preciso tomar um
rumo na minha vida e escolher uma faculdade. Será que a
faculdade de medicina veterinária realmente é o melhor para
mim? Vai atender todas as minhas expectativas? Qual é o dia-
a-dia deste profissional? A faculdade é cara, será que vou me
adaptar? O curso é muito difícil? Será fácil, será difícil? Vamos
proporcionar uma base para que você possa responder estas
perguntas e assim tomar está tão importante decisão que
pode mudar o rumo de sua vida.
Sendo estas perguntas extremamente importantes
para o seu futuro, vamos tentar te ajudar da melhor
forma possível para que assim você possa tomar a
escolha certa.

1º A faculdade de Medicina Veterinária não é um dos


cursos mais fáceis de uma universidade, como o nome
mesmo já diz “Medicina” não é um curso qualquer,
pois você estará lidando com vidas de animaizinhos e
assim sendo o seu grau de comprometimento e
dedicação devem ser altos, e por tanto a cobrança de
professores também é elevada, mas a satisfação
pessoal também é uma das mais altas.

2º Você precisa gostar de Ler, pois são nos livros onde


você vai encontrar toda o conhecimento necessário
(literatura cientifica) para você tratar do seu amigão,
com muita competência e ética profissional.

3º Por a mão na massa: a faculdade de medicina


veterinária, diferente de muitos outros cursos é um
curso onde você será o responsável por atuar
diretamente com o seu paciente.
4º Ter a vontade e o interesse em salvar e sanar
a doença dos animais, muitas vezes em
horários não comerciais, aos finais de semana
ou feriados. Afinal nossos amiguinhos não
escolhem dia nem horário para ficarem
doentes.

5º O mercado PET é extremamente promissor


para seu futuro, mas além dele você poderá
atuar em outras áreas da veterinária como:
inspeção de alimentos, produção, produtos
derivados de origem animal, veterinário de
grande porte, avicultura, pesquisa entre tantas
outras.

Durante nosso curso, você poderá sanar todas


as duvidas e as curiosidades sobre a profissão,
bem como ter uma introdução a algumas
matérias que serão abordadas mais
profundamente na faculdade, estes capítulos
vão lhe proporcionar um conhecimento que
será abordado com ainda mais ênfase durante
a faculdade, desta forma mostrando se você
está no caminho certo para sua futura vida
como médico veterinário.
CAPITULO 3

A importância do auxiliar no mercado PET


(clínicas, hospitais, hotéis, pet shops,
agropecuárias).

Chegamos neste terceiro capitulo, onde abordaremos


a grande importância que o auxiliar veterinário e
socorrista de animais desempenha dentro dos
estabelecimentos voltados a indústria PET. Para quem
quer trabalhar como auxiliar veterinário e socorrista
de animais deve saber que está profissão é
extremamente importante para todos os negócios,
pois cada vez mais as empresas buscam profissionais
capacitados que possuem conhecimento e assim
serem competitivas no mercado.
Sendo assim para a empresa se manter
competitiva e inovar necessita-se de um
quadro de funcionários que seja
qualificado e esteja preparada com muita
informação sobre o seu cliente, no caso os
Pet´s, a grande gama de empresas vai
proporcionar uma ótima oportunidade de
trabalho.

- Clínicas Veterinárias: um dos principais lugares onde


necessitam dos serviços de auxiliar veterinário, você vai
desempenhar a função de ajudar os veterinários durante a
realização de consultas, procedimentos cirúrgicos (cirurgias),
instrumentação cirúrgica, acompanhamento de pacientes
internados, contenção de animais, entre diversas outras
funções da rotina clínica.

- Hospitais Veterinários: são ainda maiores que as clínicas


veterinárias, possuindo uma grande quantidade de
equipamentos de uso veterinário (raio x, ultrassom,
laboratório), estes lugares geralmente necessitam de muitos
profissionais e proporcionam diversos tipos de atendimento
(inclusive emergências), onde você atuará auxiliando os
veterinários nos diversos tipos de procedimentos.
- Hotéis para pet´s: são lugares onde os
cuidadores de cães e instrutores que possuem
o curso de qualificação de auxiliar veterinário
se destacam, pois estarão lidando diariamente
e diretamente com os animais que se
hospedam nestes estabelecimentos.

- Pet Shop e agropecuárias: são lugares


destinados a venda de produtos para os
animais e um outro importante campo de
atuação para os auxiliares veterinários que
podem utilizar o seu conhecimento adquirido
na formação para melhorar o atendimento aos
clientes, transmitindo a eles conhecimento e
confiança.
CAPITULO 4

Empreendendo e Conhecendo os
Métodos de Ampliar o Lucro no
Mercado PET.

A humanidade nos dias atuais passa em todas


as áreas e segmentos por grandes reviravoltas
principalmente pelo senário atual da
economia, estes fatores exigem a inovação e
conhecimento dos empreendedores para
poder se manter nos negócios e obter
aumento de receita.
PARA SER UM EMPREENDEDOR DE
SUCESSO É NECESSÁRIO LEVAR EM
CONSIDERAÇÃO E DIFERENTES TIPOS DE
INTELIGÊNCIA EM CONSIDERAÇÃO:

1ª Inteligência Intelectual: este tipo de inteligência mede


o aprendizado, conhecimento sobre o produto,
conhecimento sobre seu publico alvo, conhecimento
sobre o mercado, planejamento detalhado sobre seu
negocio e visão clara de onde você quer chegar e
principalmente muito raciocínio logico e métodos que te
auxiliaram nas tomadas de decisões.

2ª Inteligência Emocional: inteligência que mede a


habilidade em se adaptar, ser criativo, trabalhar em
equipe, ser persuasivo, desenvoltura na comunicação
nos diversos meios com o cliente (internet e mídias
digitais, propagandas convencionais, dia-a-dia com o
cliente presencialmente) e aptidão em se relacionar com
diversos tipos de público e colaboradores.

3ª Inteligência Espiritual: Mede o sentido da existência, o


desenvolvimento de valores éticos e crenças que
norteiam nossas ações no dia-a-dia.
Sendo assim a combinação
destas três distintas formas
de inteligência, pode
combinar e levar você a
atingir suas aspirações
materiais, mentais e
espirituais. Deste modo
através de algumas técnicas
que descreveremos em nosso
curso você será levado a um
novo patamar mais elevado
no conhecimento e técnicas
que farão seu negocio
prosperar e lhe gerar bons
ganhos, com algo que você
ama.
“Não seja você apenas
mais uma pessoa
vivendo a dor do
mesmo ciclo da vida:
nascer, crescer,
procriar, envelhecer e
morrer. Deixe sua
marca, e viva sua vida
intensamente”

“Nossa vida é o
reflexo de
nossas escolhas
e das vibrações
que atraímos”
CAPITULO 5

Curso Auxiliar Veterinário


e Socorrista de Animais!!!
Somos uma empresa que trouxe ao mercado um curso
inovador que tem como objetivo proporcionar um
material de qualidade e com muito conteúdo, trazendo
nossa experiencia dos cursos presenciais para os
módulos online, atendendo a demanda de alunos que
por causa da distancia não podem realizar nosso curso
presencial, mantendo sempre o mesmo padrão de
qualidade da nossa marca, estamos 100% dedicados em
levar nossos conhecimentos a todos, com a nossa versão
em EAD do curso de Auxiliar Veterinário e Socorrista de
Animais.
GARANTIMOS A SATISFAÇÃO DE NOSSOS
ALUNOS, PROPORCIONANDO MUITO
CONHECIMENTO E APRENDIZADO, FIQUEM
LIGADOS NOS NOSSOS CANAIS, PARA
PODEREM SE INSCREVER NO CURSO.

Para você adquirir outras tantas


informações e acompanhar nossos
cursos.

Acesse nossos portais:

Grupo VC Vet

@laiscardoso.vcvet Grupo VC Vet