Você está na página 1de 2
DISCIPLINA: Fundamentos da Educação Infantil II CURSO: Pedagogia CARGA HORÁRIA: 80 horas CÓDIGO DA DISCIPLINA:

DISCIPLINA: Fundamentos da Educação Infantil II CURSO: Pedagogia CARGA HORÁRIA: 80 horas CÓDIGO DA DISCIPLINA: SFI002

Plano de Ensino

EMENTA

A disciplina tem foco no processo de ensino e aprendizagem das crianças de 0 a 6 anos, analisando as diferentes abordagens das teorias do desenvolvimento. Nesse contexto, a compreensão do brincar cria o envolvimento da criança e, em decorrência, possibilita o planejamento das condições para aprendizagem e desenvolvimento de melhor qualidade requer que o adulto em formação vivencie o lúdico e desenvolva a atitude lúdica.

OBJETIVOS DA DISCIPLINA

- Analisar as concepções pedagógicas na Educação Infantil no Brasil e no mundo.

- Identificar teoricamente as mudanças das concepções e compreender o processo de construção do conhecimento

pela criança a partir das diferentes abordagens das teorias de aprendizagens.

- Compreender as diferenças e especificidades do trabalho com crianças de 0 a 3 e de 4 a 6 anos de idade.

- Elaborar, aplicar e analisar propostas de trabalho significativas para crianças de zero a seis anos, em tempo integral

ou parcial.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Unidade 1: Teorias sobre o desenvolvimento humano e as experiências de aprendizagem das crianças de 0 a 6 anos. Unidade 2: O brincar na Educação Infantil. Unidade 3: Proposta pedagógica: definição, elaboração, implementação e avaliação. Unidade 4: Organização do trabalho pedagógico: planejamento, observação e registro. Unidade 5: Organização do trabalho pedagógico: ambiente, espaço e materiais. Unidade 6: Organização do trabalho pedagógico: tempos, rotina e metodologias de aprendizagem. Unidade 7: Organização do trabalho pedagógico: instrumentos de avaliação da aprendizagem e do desenvolvimento das crianças e da instituição educacional.

BIBLIOGRAFIA

Bibliografia Básica

OLIVEIRA-FORMOSINHO, J.; KISHIMOTO, T. M.; PINAZZA, M. A. (Orgs.). Pedagogia(s) da infância - dialogando com o passado, construindo o futuro. Porto Alegre: Artmed, 2007. BUCHWITZ, Tania Maria de Almeida. Propostas curriculares na educação infantil. São Paulo: Cengage, 2016. ROSSETTI, Claudia Broetto; ORTEGA, Antonio Carlos (Orgs.). Cognição, afetividade e moralidade - estudos segundo o referencial teórico de Jean Piaget. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2012. PALANGANA, Isilda Campaner. Desenvolvimento e aprendizagem em Piaget e Vygotsky: a relevância do social. 6. ed. São Paulo: Summus, 2015.

Bibliografia Complementar

BARBOSA, Maria Carmen Silveira. Por amor e por força - rotinas na educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 2006. VYGOTSKY, Levi S. Imaginação e criação na infância: ensaio psicológico - livro para professores. Apresentação e comentários de Ana Luiza Smolka. São Paulo: Ática, 2009. OLIVEIRA, Marta Kohl de. Vygotsky, aprendizado e desenvolvimento: um processo sócio-histórico. 5. ed. São Paulo: Scipione, 2010. CERISARA, Ana Beatriz. A psicogenética de Wallon e a educação infantil. In: Zero-a-seis, v. 6, n. 10, 2004. p. 1-16. WINNICOTT, D. W. A criança e o seu mundo. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2017.

PRÉ-REQUISITOS

Não possui.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

A avaliação da disciplina é formativa* e somativa**. Os alunos devem entregar as resoluções de atividades e/ou exercícios no Ambiente Virtual de Aprendizagem semanalmente e realizar, ao final do período letivo, uma prova presencial aplicada nos polos Univesp.

*A avaliação formativa ocorre quando há o acompanhamento dos alunos, passo a passo, nas atividades e trabalhos desenvolvidos, de modo a verificar suas facilidades e dificuldades no processo de aprendizagem e, se necessário, adequar alguns aspectos do curso de acordo com as necessidades identificadas.

**A avaliação somativa é geralmente aplicada no final de um curso ou período letivo. Este tipo de avaliação busca quantificar se o aluno aprendeu aquilo que estava previsto nos objetivos de aprendizagem do curso, ou seja, a avaliação somativa quer comprovar se a meta educacional proposta e definida foi alcançada pelo aluno.

DOCENTE RESPONSÁVEL

Rita Melissa Lepre

Livre-Docente em Psicologia da Educação (UNESP/2016); Doutora em Educação (UNESP/2005); Mestre em Educação (UNESP/2001) e Graduada/Licenciada em Psicologia (UNESP/1997). Atualmente é Professora Associada da Universidade Estadual Paulista, no Departamento de Educação, da Faculdade de Ciências - Campus Bauru. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Ciências e Letras - Unesp/Assis e do Mestrado Profissional em Docência para a Educação Básica da Faculdade de Ciências - Unesp/Bauru. Tem experiência na área de Educação e Psicologia, com ênfase em Psicologia da Educação e Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem. Membro do Grupo de Trabalho Psicologia e Moralidade, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP). Líder do GEPEDEME - Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento Moral e Educação (CNPq). Coordenadora do Curso de Pedagogia da Faculdade de Ciências - Unesp/Bauru (2018-2020).