Você está na página 1de 4

APEC – ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA

CESVALE – CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO VALE DO PARNAIBACOORDENAÇÃO


DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO
Prof.ª Ana Karina de Sousa Campelo

REVISÃO PENAL II

01. Qual das alternativas abaixo compreende uma das modalidades de pena restritiva de
direitos:
a) Regime disciplinar diferenciado
b) Regime aberto
c) Prestação pecuniária
d) Multa
e) Confisco

02. A pena de morte, no direito brasileiro:


a) é admitida para agentes de crimes hediondos de que resulte morte.
b) é admitida para agentes de crimes de tortura (Lei no 9455/97), desde que reincidentes em
fatos da mesma natureza.
c) não é admitida.
d) é admitida para agentes de determinados crimes militares, em tempo de guerra declarada.
e) pode ser aplicada a condenados em estágio terminal de moléstia grave e incurável, desde que
com isso concordem, já que, em relação a seu autor, o suicídio é penalmente atípico

03. A respeito das penas, o Código Penal adotou o sistema vicariante. Por ele, o Juiz pode:
a) aplicar ao condenado pena restritiva de direitos ou medida socioeducativa.
b) e deve aplicar ao condenado pena privativa de liberdade e pena restritiva de direitos.
c) aplicar ao condenado pena privativa de liberdade e medida de segurança, cumulativamente.
d) aplicar ao condenado pena privativa de liberdade ou medida de segurança.

04. Quanto às teorias da pena, é correto afirmar:


a) A teoria retributiva está associada à prevenção geral e especial.
b) A teoria da prevenção especial está fundada na periculosidade do agente.
c) As teorias retributivas da pena conduzem a um direito penal de autor, dando-se o contrário
em relação às teorias preventivas.
d) O pensamento utilitarista de FEUERBACH, responsável pela teoria da coação psicológica, é
antecedente histórico da concepção da pena com funções de prevenção especial.

05. As penas privativas de liberdade têm seus limites estabelecidos:


a) Na parte geral do Código Penal.
b) No capítulo referente à cominação das penas.
c) Na sanção correspondente a cada tipo legal de crime.
d) No capítulo da aplicação da pena.
e) No capítulo dos efeitos da condenação

06. Concurso MP/SP


Marque V ou F:
( ) para a substituição da pena privativa de liberdade por pena restritiva de direitos exige-se
que o réu não seja reincidente em crime doloso. Todavia, se o condenado for reincidente, o juiz
poderá aplicar a substituição, desde que não se configure a reincidência específica e a medida
seja socialmente recomendável.
1
( ) os condenados que cumprem pena em regime fechado e os presos provisórios somente
poderão obter autorização de saída temporária, sob escolta, em caso de falecimento ou doença
grave do cônjuge, companheiro ou parente até o segundo grau ou por necessidade de
tratamento, prazo para máximo de 7 dias, renováveis por mais 4 vezes no ano.
( ) na conversão da pena restritiva de direitos em pena privativa de liberdade pelo
descumprimento das condições impostas, aplica-se a detração. No cálculo da pena privativa de
liberdade a executar será deduzido o tempo cumprido da pena restritiva de direitos, respeitado
o prazo mínimo de trinta dias.

07. Juiz de Direito-MA. O condenado, com sentença transitada em julgado, tendo sido preso
processualmente no estrangeiro pelo fato em que se viu condenado, pretende ver abatido da
pena o referido tempo de prisão provisória. Qual o instituto penal a que se remeteria o
pretendente, para ver seu desígnio examinado?
a) progressão
b) suspensão condicional da pena
c) remição
d) detração
e) conversão

08. MP/ES. A remição é um direito privativo do condenado que esteja cumprindo a pena:
a) em regime fechado ou semiaberto
b) em prisão-albergue
c) prestando serviços à comunidade
d) em regime aberto
e) em liberdade condicional

09. O preso pode freqüentar curso de nível superior?


a) Depende. O preso só pode freqüentar cursos compatíveis com o crime por ele praticado.
b) Não. Em nenhuma hipótese o preso pode freqüentar curso de nível superior, por ser
incompatível com o regime de abstinência de liberdade.
c) Sim. O preso conserva todos os direitos não atingidos pela perda da liberdade, impondo-se a
todas as autoridades o respeito à sua integridade física e moral.
d) Não. A freqüência a cursos de nível superior fica subordinada à plena liberdade do
sentenciado.

10. Eustáquio Silva foi condenado por sentença transitada em julgado a cumprir a pena de 08
(oito) anos de reclusão pela prática de estupro qualificado. Assim, pode-se dizer que
a) o réu não terá direito à progressão do regime prisional por tratar-se crime hediondo.
b) o réu terá direito à progressão de regime prisional depois de cumprido 1/6 da pena.
c) após cumprir 2/3 da pena, terá direito à progressão de regime prisional.
d) após cumprir 2/5 da pena, terá direito à progressão do regime se for réu primário.

11. O juiz, ao condenar alguém que é reincidente, com anterior condenação no mesmo tipo de
crime à pena privativa:
a) poderá suspender a pena privativa, se o réu for menor de vinte e um anos e a pena for de
detenção.
b) poderá, quando a pena aplicada for de detenção, fixar regime inicial aberto.
c) não poderá aplicar somente pena de multa.
d) não poderá substituir a pena privativa de liberdade por pena restritiva.

2
12. Quanto ao tempo de duração da execução de pena privativa de liberdade, assinale a opção
correta.
a) Quando fixadas em mais de um processo, as penas devem ser cumpridas a começar por
aquelas aplicadas para o crime de menor gravidade e assim progressivamente até o de maior
gravidade, não havendo previsão legal para o tempo de encerramento.
b) Poderá ser perpétua, se assim dispuser lei complementar.
c) Quando fixada em mais de um processo, a pena total resultará do somatório de todas as
condenações, sem restrição quanto a limite mínimo ou máximo.
d) Não poderá ser superior a trinta anos.

13. Em sendo aplicada pena privativa de liberdade inferior a um ano a réu primário e de bons
antecedentes, o juiz:
a) pode, facultativamente, substituir a pena pela de multa, se prevista como pena alternativa
cominada ao crime;
b) só deve operar a substituição, se, além das condições constantes da letra anterior, concorrer o
ofendido com sua aquiescência;
c) só deve substituir a pena pela de multa se prevista como pena alternativa ao crime e constar
de proposta pelo Ministério Público de aplicação imediata;
d) tem o poder - dever de substituir a pena privativa de liberdade pela de multa, ainda que não
conste esta como pena alternativa ao crime descrito na parte especial do Código Penal.

14. A substituição da pena privativa de liberdade por restritivas de direitos:


a) cabe nos crimes culposos se a condenação não for superior a quatro anos.
b) não cabe para o condenado reincidente.
c) pode ser feita apenas por multa, se a condenação for de um ano.
d) não pode ser feita por multa, ainda que cumulada com restritiva de direitos, se superior a um
ano.

15. Assinale a alternativa CORRETA:


a) A pena de prestação pecuniária se confunde com a multa reparatória.
b) A pena de prestação pecuniária é limitada a dois salários mínimos.
c) Se o ofendido propuser ação civil para reparação do dano e ocorrer condenação, desta será
descontado a prestação pecuniária.
d) Recolhimento domiciliar também é pena restritiva de direitos.

16 - Deixando o condenado solvente de pagar multa que lhe foi imposta na sentença
condenatória transitada em julgado e, não tendo sido requerido o seu parcelamento, nem
determinado o desconto sobre seus vencimentos, a sanção pecuniária será:
a) convertida em pena de detenção na base de um dia de detenção para cada dia-multa.
b) convertida em pena restritiva de direito.
c) convertida em pena de prisão simples.
d) considerada dívida de valor.

17. A respeito do sistema progressivo de cumprimento de pena privativa de liberdade, indaga-


se?

a) A, condenado por homicídio simples (art.121, caput, CP) a doze anos de reclusão,
cumpriu dois anos da pena aplicada na sentença condenatória em regime fechado.
Admite-se a progressão do regime?

3
b) B, condenado a cinco anos de reclusão pelo delito insculpido no art. 318 do CP (praticado
em 2006), já cumpriu um sexto da pena inicialmente imposta, em regime semiaberto,
quando então é condenado a três nos de detenção por crime de homicídio culposo,
praticado em 2004. A pena privativa de liberdade ficará sujeita à forma regressiva?

18. É possível a conversão, no curso da execução, de pena privativa de liberdade em pena


restritiva de direitos? Justifique sua resposta?

19. A não paga a multa a que fora condenado, apesar de solvente. A consequência é:
a) majoração de 1/3 do valor.
b) conversão em reclusão.
c) conversão em detenção.
d) promoção de ação executória.

20. José e João em concurso de pessoas cometem o crime de Calunia art. 138 do CP. São
condenados a uma pena de 18 meses de detenção e multa. José recebe um salário mínimo por
mês e João é um empresário que recebe RS 30.000,00 de salário mensal. O juiz depois de seguir o
critério trifásico de fixação da pena, fixa uma pena de 50 dias-multas, levando-se em conta que
o salário mínimo é R$ 900,00 reais, calcule o valor da multa de José e João.