Você está na página 1de 2

Disciplina: Redes 2

Resolução lista de exercícios - Cap. 6

SEÇÃO 6.1

R1. Significa que todos os hospedeiros estão conectados a uma estação base da qual todos os
serviços tradicionais de rede são fornecidos pela rede a qual o hospedeiro está conectado. Rede “ad
hoc”, que em diferença a anterior, os próprios hospedeiros devem prover os serviços da rede, tais
como roteamento, atribuição de endereços, tradução de endereços semelhantes ao DNS dentre
outros.

R2. 1: Salto único, com infraestrutura;


2: Salto único, sem infraestrutura;
3: Múltiplos saltos, com infraestrutura;
4: Múltiplos saltos, sem infraestrutura;
1, 2 e 4.

SEÇÃO 6.2

R3. Atenuação de percurso: Ocorre quando radiações eletromagnéticas atravessam algum tipo de
matéria. O sinal se dispersará mesmo ao ar livre, resultando na redução de sua força;
Propagação multivias: Ocorre quando partes da onda eletromagnética se refletem em objetos e no
solo e tomam caminhos de comprimentos diferentes entre um emissor e um receptor. Isso resulta no
embaralhamento do sinal;
Interferência de outras fontes: Ocorre quando várias fontes transmitem na mesma banda de
frequência, sofrendo interferência uma das outras.

R4.
 Para um determinado esquema de modulação, quanto mais alta for SNR, mais baixa será a BER;
 Para uma determinada SNR, uma técnica de modulação com uma taxa de transmissão de bit
maior (com erro ou não) terá uma BER maior.

SEÇÃO 6.3 e 6.4

R5. Um quadro de sinalização contém um SSID e o endereço MAC de um AP, isso a fim de se
identificar uma em meio a vários APs existentes em uma determinada área.

R6. Verdadeiro, os quadros de controle RTS e CTS foram implementados a fim de evitar as colisões
no meio sem fio 802.11, visto que não se pode detectar as colisões neste meio (diR5. ferentemente
do meio com fio).

R7. Por que no meio com fio é fácil de fazer detecção de colisão dos pacotes (e tomar medidas de
correção - retransmitir) mas no meio sem fio não, não há como garantir a entrega correta dos dados
nem como detectar caso haja uma colisão (pode-se supor, mas não detectar).

R8. Falso, ambos os protocolos utilizam em seus quadros campos específicos ao meio à que são
utilizados (sem fio e cabeado).

R9. Um quadro RTS é enviado pelo hospedeiro a fim de reservar o canal para o envio de um quadro
longo (ao invés do acesso aleatório aos quadros de dados. Se respondido com um CTS, ele envia).
R10. Não, por que caso houvesse uma colisão o atraso para retransmitir não compensaria (assim
como não compensa se utilizar do CSMA/CD no meio sem fio). RTS e CTS são utilizados
principalmente por ter um overhead baixo, já que são quadros bem pequenos. Se estes fossem tão
grandes quanto um DATA, haveria um overhead maior e sua eficiência e uso seria bastante
questionável. Outro detalhe é que o RTS e CTS são utilizados para reservar o canal para o envio de
um quadro longo.

R11. Por que o comutador deve conhecer em sua tabela os MACs associados a ele, com isso ele
sabe por qual interface um quadro deve ser transmitido. Assim o AP envia seu MAC ao comutador e
não o MAC do Hospedeiro.

R12. Bluetooth é de curta distância (10m), suporta até 8 dispositivos (1 mestre e 7 escravos),
transmite em taxas baixas; um dispositivo só pode transmitir após se comunicar com o nó mestre, os
escravos só podem se comunicar com o mestre (os escravos não se comunicam).
802.11 e de média distância (100m), suporta inúmeros dispositivos e transmite em taxas altas, um
dispositivo pode se comunicar com outro.

R13. O acesso é limitado dentro de períodos de tempo pré-determinados (parecido com a


multiplexação de tempo). Um dispositivo desejando transmitir pode fazê-lo somente dentro do
período ativo do superquadro que ocorre após a sinalização do “Mestre”;
período ativo: período em que se pode transmitir dados
período inativo: período em que a rede fica “silenciosa” e os dispositivos “dormem” para poupar
energia.

R14. O núcleo da rede de dados celular 3G conecta as redes de acesso por rádio à Internet pública.
O núcleo da rede opera em conjunto aos componentes da rede celular de voz existentes.

R15. O RNC controla várias estações-base transceptoras da célula. O enlace sem fio de cada célula
opera entre os nós móveis e uma estação-base transceptora.
O RNC se conecta à rede de voz do celular por comutação de circuitos via um MSC, e à Internet
por comutação de pacotes via SGSN. Assim embora os serviços de voz e dados por celular 3G
utilizem núcleos de rede diferentes, eles compartilham uma rede comum de acesso por rádio do
primeiro e último salto.

SEÇÃO 6.5 e 6.6

R16.
R17.
R18.

SEÇÃO 6.7

R19.
R20.
SEÇÃO 6.8

R21.