Você está na página 1de 44

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA/CAMPUS DE ROLIM DE MOURA


DISCIPLINA: ENTOMOLOGIA I

Tema da aula:
Manejo e conservação de insetos em coleções
entomológicas: métodos de coleta, métodos
para matar, métodos de montagem e
conservação de insetos

Professor: Vando Miossi Rondelli


vando.rondelli@unir.br
Objetivo

 Capacitar o aluno a fazer e


conservar coleções entomológicas.
Conteúdo da aula

1. Introdução

2. Métodos de coleta

3. Métodos para matar

4. Transporte

5. Métodos de montagem

6. Conservação de insetos
Introdução

Importância das Coleções

 Fomenta a comparação entre os caracteres


taxonômicos dos animais, que é a base da
Taxonomia.
Introdução
Os insetos são encontrados nos mais variados
hábitatis.
Em pouco tempo pode-se coletar muitos
insetos.
A coleta é um ponto de partida para uma
coleção.
Portanto, coletar os insetos em perfeitas
condições.
Anotar os dados da coleta.
Sempre que possível, devem ser coletados
vários exemplares de uma mesma espécie.
Métodos de coleta
Onde coletar os insetos?
Todos os ambientes (plantas, água, solo, ar,
animais, cavernas, construções, produtos
alimentícios).

Ovos
Métodos de coleta
Quando coletar os insetos?

Época do ano (verão, inverno, primavera,


outono).

Hora do dia (noite, dia, crepúsculo).

Fatores climáticos (chuva, vento, temperatura).


Métodos de coleta
Rede entomológica
Usada para coletar insetos em voo.
Aro de metal de 30 a 50 cm de diâmetro preso a um
cabo de madeira de aproximadamente 1m, que
sustenta um saco de voal em forma de coador.
O comprimento do saco deve ser 1,5 a 2 vezes o
diâmetro do aro.
Métodos de coleta
Rede entomológica
Métodos de coleta
Guarda-chuva entomológico
Pano branco de 70 x 70 cm distendido sobre dois
sarrafos de madeira em forma de X, presos nos
cantos.
O guarda-chuva é colocado sob um arbusto, que é
agitado vigorosamente para que os insetos caiam.
Métodos de coleta
Pano de batida em soja

AMOSTRAGEM NA SOJA
Pano entre fileiras de planta
Métodos de coleta
Aspirador
Tubo de vidro de 10 a 15cm de comprimento e 2,5 a
4cm de diâmetro, cuja “boca” é fechada por uma rolha
ou borracha, transpassada por dois tubos de vidro
ligados a tubos de borracha.

Aspirar pequenos insetos pelo


tubo com tela fina.
Métodos de coleta
Bandeja com água

Bandejas com água e


detergente de cores
atrativas
Métodos de coleta

Bandeja com água


Métodos de coleta
Armadilha luminosa
Métodos de coleta
Armadilha luminosa
Métodos de coleta
Coletas especiais
Vidros com tampas vazios ou com álcool 70%.

Kit entomológico:
Tesoura de ponta fina; estiletes; pinça de ponta fina; morteiro (vidro
de “maionese”, papel toalha e formaldeído ou éter ou cetona); vidro
com álcool 70%; rede entomológica; alfinetes entomológicos ou
agulhas de diferentes tamanhos; recipientes plásticos para transporte
de insetos capturados em campo; etiquetas adesivas.
Isopor e alfinete para montagem dos insetos.
Vidros para coletar e armazenar os insetos.
Cola branca ou base de unha incolor – insetos em triângulo de papel.
Naftalina para conservar os insetos nas caixas, após montados.
Alguma dúvida?
Métodos para matar

Os insetos capturados devem ser mortos


imediatamente, sempre que possível.
Métodos para matar
Álcool 70%
Álcool 96° GL: 70 mL do álcool e 26 mL de água
É o fixador mais usado.
Imergir os insetos em solução de álcool 70%.
Thysanura, Phasmatodea, Isoptera, Dermaptera,
Hemiptera (apenas pulgão, cochonilha e mosca-
braca), Hymenoptera, Orthoptera e
Thysanoptera.
Métodos para matar
Gases tóxicos
No fundo do frasco coloca-se uma camada de
algodão, gesso ou papel picado e sobre esse
material um disco de papel absorvente.
Colocar éter ou clorofórmio e tampa-se bem.
Diptera, Coleoptera, Odonata, Neuroptera,
Hemiptera, Hymenoptera e Lepdoptera.
Métodos para matar
Frio
Manter os insetos por algumas horas no
congelador ou freezer.
Métodos para matar
Lepidoptera
Podem ser mortas comprimindo os lados do tórax com
os dedos, sem tocar as asas.

Insetos imaturos
Devem ser mortos em água quente (tirar a água do fogo
após a fervura) por alguns segundos. Posteriormente
poderão ser transferidos para álcool 70% ou outros
fixadores.

Ninfas
Podem ser morta em álcool 70% e mantidas nesse
líquido.
Transporte
Os insetos mortos em álcool 70% devem
transportados e conservados nesse fixador.

Os insetos mortos com gases tóxicos são


acondicionados em caixinhas ou potes.

Insetos de asas grandes e frágeis (lepidópteros


e libébulas) deverão ser acondicionados em
envelopes entomológicos.
Transporte
Métodos de montagem
Quanto antes montar melhor.
Deixar expostas as parte observadas na
identificação do inseto, mas sem ocupar muito
espaço.
Métodos de montagem

Amolecimento
Os insetos preservados a seco ou mantidos por
muito tempo em câmaras mortíferas
necessitam ser amolecidos antes de serem
montados, assim como os insetos a serem
remontados.

Câmaras Úmidas: Consistem em recipientes de vidro, no


interior dos quais é colocado algodão, disco de papel de
filtro e água destilada.
Métodos de montagem
Alfinetagem
Consiste em espetar o inseto com alfinete
entomológico, para facilitar seu manuseio,
manipulação e observação. São de aço inoxidável e
os tamanhos variam 25 a 42 mm de comprimento e a
espessura é relacionada a números que variam de
000 a 10, sendo os 00 a 2 mais usados.
USAR ALFINETE
ENTOMOLÓGICO
1 cm OU AGULHA DE
COSTURA.
Métodos de montagem
Alfinetagem
Os insetos são alfinetados em determinados locais,
dependendo da ordem a que pertencem.
Hemiptera (apenas percevejos): No escutelo.
Orthoptera: No pronoto à direita.
Coleoptera: No élitro direito perto da base.
Dermaptera: No élitro direito, perto da base.
Montodea: No metatórax.

Os insetos das demais ordens (moscas, cigarras) são


alfinetados no tórax, um pouco para a direita.
Métodos de montagem

Locais de alfinetagem
Métodos de montagem

Locais de alfinetagem
Métodos de montagem

Insetos que não são alfinetados

Isópteros, tisanópteros, dípteros (menos de


8mm) e traças.
Alguns grupos de hemípteros e formas jovens
em geral devem ser conservados em álcool
70%.
• Colocar pelo menos três exemplares por vidro.
Métodos de montagem
Bloco de montagem
Madeira usada para se obter uma uniformidade na
montagem.

Bloco de distensão de
asas

Também pode ser usado isopor.


Usar alfinetes dobrados duas vezes com um
alicate para fixar as partes do corpo dos insetos.
Métodos de montagem

Dupla montagem
Insetos pequenos são colados na
extremidade de triângulos de
papel, com esmalte incolor. O
triângulo deve ter 8-10 mm de
comprimento por 3-5 mm de
largura da base, sendo o alfinete
espetado na base do triângulo.
Num mesmo alfinete podem-se
montar 3 triângulos, colocando os
insetos nas posições dorsal,
ventral e lateral.
Métodos de montagem
Etiquetagem
No mesmo alfinete utilizado na montagem do exemplar,
alfineta-se as etiquetas de papel ou cartolina.
Geralmente, em um exemplar colocam-se a etiqueta de
procedência e a etiqueta com o nome espécífico.
Métodos de montagem
Distensão dos insetos
As pernas dos insetos sempre são distendidas.
Coleópteros: Não se distende as asas, mas é
importante que as pernas fiquem bem distendidas.
Dípteros: As asas e as pernas devem ser distendidas.
Hemípteros: os grupos que são alfinetados não se
distende as asas, exceto os Auchenorryncha.
Himenópteros: As margens anteriores das asas
posteriores devem ser retas transversalmente e as
asas anteriores suficientemente para frente para
deixarem as asas posteriores expostas.
Métodos de montagem
Distensão dos insetos
Isópteros: Normalmente são preservados em álcool.

Lepidópteros: As margens anteriores das asas posteriores


devem ser retas transversalmente e as asas anteriores
suficientemente para frente para deixarem as asas posteriores
expostas.

Ortópteros: As margens anteriores das asas posteriores devem


ser retas transversalmente e as asas anteriores
suficientemente para frente para deixarem as asas posteriores
expostas.

Tisanópteros: Normalmente são preservados em álcool.


Métodos de montagem
Secagem dos insetos
Temperatura ambiente
Estufas
Caixa de sapato e lâmpada de 40 W.
Conservação de insetos

Os insetos conservados em álcool 70%: verificar


periodicamente o nível de álcool nos frascos.
Os insetos montados são conservados em caixas de
madeira que possuem tampa de vidro (50 x 40 x 8
cm).
Conservação de insetos
Colocar isopor grosso (pelo menos 20 mm de
espessura) dentro da caixa entomológica.
Não forrar o isopor com papel.
Conservação de insetos
Colocar seis naftalinas na caixa entomológica dentro
de duas tampas de garrafa de refrigerante, presas no
isopor com alfinete – repor a naftalina quando
necessário.

Manter a caixa bem fechada.


PERGUNTAS?
BIBLIOGRAFIA

1.GALLO, D.; NAKANO, O.; SILVEIRA NETO, S.;


CARVALHO, R. P. L.; BATISTA, G. C. DE; BERTI FILHO,
E.; PARRA, J. R. P.; ZUCCHI, R. A.; ALVES, S. B.;
VENDRAMIM, J. D.; MARCHINI, L. C.; LOPES, J. R. S.;
OMOTO, C. Entomologia agrícola. Piracicaba: FEALQ,
2002. 920p.
AULA PRÁTICA:

COLETA E MONTAGEM DE
INSETOS