Você está na página 1de 2

Cerco de Zara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


O Cerco de Zara (ou Zadar) (em croata: Opsada Zadra ; 10–24
de novembro de 1202) foi o primeiro grande combate travado Cerco de Zara
durante a Quarta Cruzada e foi ainda o primeiro ataque feito por
cruzados católicos contra uma cidade também católica.[7] Quarta Cruzada

Em 1198, o Papa Inocêncio III emitiu várias encíclicas papais


conclamando os cristãos a retomar a Terra Santa dos muçulmanos.
Ao invés do que aconteceu na segunda e terceira cruzadas, o papa
planejava exercer maior controle sobre as tropas. O plano era
invadir o Egito e depois conquistar o Delta do Nilo, e de lá seguir
à Palestina. Inocêncio III negociou com a República de Veneza
(uma das principais potências navais da Europa na época) para
construção de uma frota de navios. O plano era recrutar também
35 mil combatentes e partir para o destino em abril de 1202.
Contudo, problemas acabaram atrasando ou impedindo a chegada
de muitos homens e apenas 12 mil cruzados foram reunidos.
Quando o apoio vindo de Roma minguou, os cruzados ficaram
sem muitos meios para pagar pelas acomodações ou pela viagem
para a Terra Santa. Então a liderança política de Veneza propôs
que aceitariam a conquista da cidade de Zara (uma cidade cristã
na costa da Croácia) como pagamento da dívida.[8]

Zara havia se rebelado contra a República de Veneza em 1183 e


desde então estava sob proteção papal e do rei Emérico da
Hungria. Muitos cruzados se recusaram a participar da invasão,
mas pelo menos 10 mil concordaram e seguiram com as forças Cruzados invadindo os muros de Zara.
venezianas pelo Adriático.[9] Data 10 de novembro[1] – 24 de
novembro de 1202[2]
As forças cruzadas iniciaram o cerco a cidade de Zara em 10 de Local Cidade de Zara (atual Zadar),
novembro de 1202 e em duas semanas já haviam tomado a região. Croácia
A notícia de que uma tropa cruzada havia saqueado uma cidade Desfecho A cidade de Zara é capturada e
cristã chocou a Europa. O papa Inocêncio III decidiu excomungar saqueada pelos Cruzados[3][4]
todos os participantes do massacre em Zara (incluindo os Beligerantes
venezianos). Os cruzados então partiram para Constantinopla,
Cruzados Reino da Croácia
onde travaram mais um cerco dois anos depois.[10]
europeus Reino da Hungria
República de
Veneza
Referências
Comandantes
1. Michaud, Joseph François (1882). The History of the
Crusades (https://books.google.com/books?id=kC45AQ
Enrico Dandolo Desconhecido
AAMAAJ&pg=PA63). [S.l.]: A. C. Armstrong and Son. Bonifácio I
p. 63. Consultado em 9 de novembro de 2013
2. Setton, Kenneth M.; Wolff, Robert Lee; Hazard, Harry Simão IV
W. (15 de dezembro de 1969). The Later Crusades,
1189–1311 (https://books.google.com/books?id=2dsycr Forças
clykIC&pg=PA174). [S.l.]: University of Wisconsin Press.
p. 174. ISBN 9780299048440. Consultado em 10 de Cruzados: 10 000 Desconhecido
novembro de 2013 homens [5]
3. Sethre, Janet (2003). The souls of Venice. [S.l.: s.n.] Venezianos: 10 000
pp. 54–55. ISBN 0-7864-1573-8 homens[5]
4. Queller, Donald E.; Madden, Thomas F. (1999). The
Fourth Crusade: The Conquest of Constantinople (http
210 navios
s://books.google.com/books?id=0NpWFGvA5VQC). venezianos[6]
[S.l.]: University of Pennsylvania Press. Consultado em
20 de abril de 2016 Baixas
5. J. Phillips, The Fourth Crusade and the Sack of Desconhecido Desconhecido
Constantinople, 269 (presume-se muito
6. J. Phillips, The Fourth Crusade and the Sack of altas)
Constantinople, 106 Sobreviventes fugiram
7. "Fourth Crusade" (http://www.historynet.com/fourth-crus
para as cidades de Nin
ade.htm). Historynet.com. Página acessada em 21 de
e Biograd
abril de 2016.
8. Wolff, R. L. (1969). «V: The Fourth Crusade». In: Hazard, H. W. The later Crusades, 1189–1311 (http://digicoll.libr
ary.wisc.edu/cgi-bin/History/History-idx?type=turn&entity=History.CrusTwo.p0188&id=History.CrusTwo&isize=text
&q1=Scandinavia). [S.l.]: University of Wisconsin Press. p. 162. Consultado em 20 de abril de 2016
9. Sethre, Janet (2003). The souls of Venice. ISBN 0-7864-1573-8.
10. «Fourth Crusade» (http://www.historynet.com/mhq/blfourthcrusade/). Weider History Group. Consultado em 20 de
abril de 2016

Obtida de "https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Cerco_de_Zara&oldid=55705554"

Esta página foi editada pela última vez às 23h46min de 10 de julho de 2019.

Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da
Creative Commons; pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de
utilização.