Você está na página 1de 10

DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 1

(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)


Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

A. APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR


Oportunidades -Pôr em prática e tornar
- Articular com as outras - Preparação conjunta de - Atitude colaboradora e objectiva a missão e a
estruturas pedagógicas actividades no espaço da pró-activa do PB junto dos função da BE de acordo
- Colaborar em Projectos BE órgãos de gestão e de comos documentos da
que abranjam a realidade - Atendimento e orientação direcção RBE, sobretudo com a
turma, escola e de utilizadores -Promoção da rede de Gestão Integrada da BE no
agrupamento - Formação de utilizadores relacionamento pessoais e Agrupamento,
- Planificar actividades com da BE (literacia da de colaboradores com a BE -Materializar a missão BE
os docentes do informação e da leitura) - Reconhecimento por parte no Agrupamento, à luz dos
agrupamento rentabilizando - Criação de Manuais de dos docentes da documentos do Manifesto
a BE como recurso pesquisa e do Utilizador da importância do da IFLA, das directrizes da
educativo BE envolvimento da BE na RBE e do ME,
- Orientar e Disponibilizar - Apoio ao trabalho de prática pedagógica -Fazer constar a BE, dando
documentos informativos pesquisa dinamização e promovendo a maior importância e
de apoio/ orientação ao - Formação do utilizador no o envolvimento da BE na visibilidade, nos
estudo e à pesquisa, tais uso correcto da informação, aprendizagem dos alunos documentos/regimentos do
como Modelo de Pesquisa - Formação do utilizador Agrupamento
e Manual do Utilizador para a ética do uso e Ameaças -Promover a BE como
- Dinamizar as transmissão do - Não existe o recurso para a
competências da literacia conhecimentos, adquirindo reconhecimento e aprendizagem ao longo da
da informação através da valores sociais apropriação da BE (missão, vida
formação de utilizadores - Realização de filosofia e função) e do - Articular os diversos
(utilizando os RED1) aprendizagens de modo PB/Coord. BE, (missão e documentos do
- Promover a apropriação autónomo e crítico pelos funções a si atribuídas) Agrupamento com a
da BE como recurso utilizadores pela Direcção Executiva do Missão, Filosofia e funções
educativo de apoio às - Selecção, articulação e Agrupamento (que se da BE
aprendizagens escolares divulgação de material e mostrou sempre contrária à - Realizar reuniões
individuais e recursos de apoio ao existência da BE e do cargo informais e/ou formais com
individualizadas currículo e funções desempenhadas os docentes para lhes
- Orientar a pesquisa de - Promoção das actividades pelo Coord.BE e PB) transmitir mais eficazmente
informação / materiais on- propostas pelo PNL2 -Resistência da Direcção e a Missão e Filosofia da BE
line de apoio a conteúdos - Articulação com o PTE3 do colectivo dos -Articular curricularmente a
curriculares Professores à filosofia d’ “O BE com as funções e
1
RED- Recursos Educativos Digitais
2
PNL- Plano Nacional de Leitura
3
PTE – Plano Tecnológico da Educação
DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 2
(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)
Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

PB ser agente da e de trabalho docente e com os


mudança” (olham com diferentes docentes
desconfiança e como - Reforçar a importância da
intruso a figura do PB e da BE como um espaço
existência da RBE como educativo, de modo a que
elemento externo e os projectos de
instrumento ao serviço do agrupamento, escola e de
ME) turma passem a mencionar
- Inexistência da Equipa da de forma regular e
BE por falta de apoio e “obrigatória”
desempenho da Direcção -Rentabilização dos
- Ambiente externo próximo recursos educativos postos
desfavorável e falta de à disponibilização da
cultura de escola comunidade educativa
- Argumentação de falta - Demonstrar as vantagens
disponibilidade, pela de um currículo integrado
maioria dos docentes para em que a Biblioteca surge
colaborar com a BE e como um recurso motivador
planificar e realizar trabalho dos alunos para uma
articulado aprendizagem com sucesso
- Resistência dos docentes - Realização de actividades
aos novos RED com alguns professores
comprometendo a sua mais receptivos ao trabalho
aplicação e utilização ao cooperativo com a BE,
serviço do currículo promovendo a formação de
- Grande quantidade utilizadores (alunos e
tarefas a desenvolver no professores)
campo da organização e
tratamento da BE onde se
encontra, por falta de meios
e recursos técnicos e
humanos, não
disponibilizados pela
Direcção, o que
compromete a articulação e
apoio do Coord.BE às
escolas do 1CEB
DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 3
(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)
Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

interferindo na qualidade do
trabalho e desempenho do
PB

B. LEITURA E LITERACIA
-Dificuldades impostas -Desenvolver o gosto pela - Requisição domiciliária Oportunidades - Enriquecer e diversificar a
pelos factores externos leitura (lida e ouvida) - “Hora do Conto”, -Colaboração activa dos colecção, suprindo as faltas
sobretudo no ambiente -Dinamizar actividades de (mensalmente e de alunos e dos professores de documentos nos grupos
externo próximo (all self- leitura em múltiplos articulação com o 1º ciclo) envolvidos na BE, mais carenciados
centred and ego-driver suportes como - Promoção da Leitura auxiliando e participando -Realização de
dimension) complemento das através do convite a empenhadamente nas levantamentos das
-Ineficácia no manuseio/ actividades curriculares e autores actividades dinamizadas necessidades e interesses
gestão de largos volumes de ocupação dos tempos - Feira (s) do Livro pela BE da Comunidade Escolar,
de informação livres - Apoio a Projectos de -Avidez, excelência e considerando as propostas
-Expectativas alargadas no -Promover o contacto com Turma, Escola e exigência de RED e da de professores e alunos
uso da tecnologia autores de literatura Agrupamento colecção pelos utilizadores/ - Convidar especialistas, ou
produzem fracas pesquisas infanto-juvenil - Pesquisa orientada e alunos e pelos professores utilizar os recursos do
-Acesso lento à informação -Desenvolver o gosto pela autónoma mais directamente agrupamento para
on-line desmotiva o leitura nas dimensões - Leitura individual envolvidos com a BE, nas Formação de Utilizadores
utilizador para a pesquisa informativa, recreativa e - Utilização de RED pela actividades, projectos e na área da Literacia da
(necessidade de através dos RED comunidade escolar recursos Leitura e da Informação,
desenvolvimento das -Promover e articular - Disponibilização de RED e com relevo para a
ferramentas Web 2.0) actividades do Plano ferramentas Web 2.0 e da Ameaças divulgação do uso dos RED
-Tendência do utilizador Nacional de Leitura Plataforma TNE4 - Falta de assistentes - Envolver os Encarregados
para o plágio -Comemorar datas - Divulgação das obras operacionais com formação de Educação na promoção
importantes ligadas à existentes e novidades profissional, especializada da leitura
formação da cidadania e à - Apoio aos alunos: na e académica adequada, de - Criar o catálogo
leitura e ao livro pesquisa de informação; na modo a que libertem o PB informatizado e
-Promover actividades com realização de trabalhos; na de tarefas de manutenção, disponibilizado on-line
os alunos premiando e orientação da leitura vigilância do espaço e -Promover e dinamizar
expondo os seus trabalhos - Dinamização de continuidade do horário de encontros com autores de
-Formar utilizadores que actividades no Mês das funcionamento da BE modo a incentivar o gosto
saibam e se sirvam das Bibliotecas escolares e na - Não disponibilização de pela leitura
bibliotecas como recurso “Semana do Livro e da verba do orçamento do
para a aprendizagem ao Leitura” Agrupamento para a
longo da vida - Promoção de Concursos e execução das tarefas
4
TNE – Tecnologia na Escola
DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 4
(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)
Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

Exposições quotidianas de gestão e


- Divulgação do PNL tratamento da colecção e
- Promoção e da realização das
desenvolvimento do actividades propostas em
projecto Conectando PAA
Mundos (on-line) -Bloqueio à aplicação da
política documental
aprovada em Cons.
Pedagógico
impossibilitando a
manutenção e
diversificação dos recursos
de acordo com o currículo,
a faixa etária e os
interesses dos utilizadores
-Resistência da Direcção à
Gestão Integrada da BE no
Agrupamento e de
desenvolvimento da
Colecção da BE
DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 5
(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)
Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

C. PROJECTOS, PARCERIAS E ACTIVIDADES LIVRES E DE ABERTURA À COMUNIDADE


-Gestão do tempo pelo - Dinamizar actividades de - Cooperação com outras Oportunidades - Cativar os utilizadores
Coord. BE/PB divulgação e promoção das estruturas Agrupamento e - Mobilização dos para a Literacia da Leitura e
-O PB julga sempre que literacias da comunidade educativa e professores (1 e 2 CEB) da Informação, e para uso
necessita de mais tempo - Apoiar e disponibilizar a da autarquia local comprometidos com a BE e da BE como recurso
para formação e BE, enquanto recurso, para - Participação nas com os projectos da BE educativo
desenvolvimento para a realização de actividades actividades de Recepção à - Marketing da BE,de modo
dinamizar os professores e da comunidade escolar Comunidade Educativa Ameaças a divulgar o máximo
utilizadores (alunos) - Trabalhar em parceria -Colaboração em -Ambiente externo próximo, possível a importância da
com a Biblioteca Municipal actividades organizadas o agrupamento e a escola sua Missão e da sua
pela Comunidade não mostra uma cultura de existência no Agrupamento,
Educativa e outras escola. Os professores na enquanto lugar de formação
entidades referidas no sua maioria consideram a ao longo da vida
Plano Anual de Actividades BE e a figura do PB como -Promover a circulação e
do Agrupamento alegórica e desnecessária itinerância dos fundos
- Realização de exposições -A BE é considerada como documentais do
de temáticas diversas e o lugar dos professores agrupamento, para além
integradas no âmbito da incapazes/ incapacitados e das maletas viajantes do
promoção da formação dispensáveis PNL
cívica e das áreas -Desconhecimento da
curriculares Missão e Função da BE e
- Promoção do Livro e da do PB
Leitura a partir da -Falta de visibilidade e de
realização de Feiras do apoio à BE pela Direcção
Livro; -Falta de recursos humanos
- Articulação com o e materiais adequados para
Projecto de Educação para concretizar as actividades;
a Saúde - Nenhum envolvimento dos
- Participação em reuniões parceiros sociais
DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 6
(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)
Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

de Coordenação Concelhia
das Bibliotecas Escolares

D. GESTÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR


DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 7
(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)
Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

-O desafio do PB5 é - Colaborar com a Direcção - Encontra-se equipada Oportunidades - Divulgação dos dados
simultaneamente complexo do Agrupamento com os instrumentos de -PB com formação mais relevantes da
e potencialmente - Envolver a BE nas gestão necessários: académica a nível de aplicação do MAABE e do
confrontador por exigir actividades e objectivos do -Regimento Interno, Plano mestrado Relatório Final Actividades
a)Especialização em PEA7 e PAA8 enquanto de Acção, Plano de -PB com formação em BE’s da BE no Ano Lectivo, a
tratamento documental e no recurso e centro gestor da Actividades, Registo e tratamento documental toda a Comunidade
domínio da gestão da informação informático de todo o -PB com formação em TIC Educativa, junto do
informação - Gerir a Colecção de material Livro e não livro nível II Conselho Geral de
b)Não reconhecimento do acordo com as normas em -Inclusão da BE no Projecto Agrupamento e Conselho
trabalho e esforços do PB vigor Educativo de Agrupamento Ameaças Pedagógico, no sentido de
c)O PB não participa do - Recolher através das enquanto centro -Não inscrição da BE nas se proceder às correcções
debate sobre o lugar da evidências os indicadores organizador e gestor da verbas a atribuir pelo e mudanças de atitude e
informação que avaliem a importância informação e definidor do orçamento anual do procedimento necessárias
-Preocupação com a e envolvência da BE na modelo de pesquisa do Agrupamento para colmatar as ameaças
manutenção de verbas e da realização das Agrupamento e da(s) -A BE não tem acesso à à missão e função da BE,
colecção não se aprendizagens dos alunos escola(s) parte que lhe cabe das tendo sempre em vista a
preocupando com o e na melhoria dos - Auscultação da verbas adquiridas pela melhoria dos serviços
alargamento da informação resultados da Escola/ Comunidade escolar para a Papelaria da Escola prestados e
nem dos utilizadores Agrupamento aquisição de fundo -Única BE do Agrupamento disponibilizados aos
-As BE’s6 são consideradas - Promover a melhoria das documental composto por aprox. 2500 utilizadores.
como um desperdício de aprendizagens dos alunos - Planificação, orientação, alunos e única incluída na -Disponibilizar o catálogo
verbas através do uso de recurso divulgação das actividades RBE on-line
-Gestão da Tecnologia da educativos que lhes a realizar nas escolas do -O Coord.BE é o único PB -Concluir a organização e
Informação versus Gestão permitam o acesso à Agrupamento no âmbito da do Agrupamento tratamento da colecção
da Informação informação promoção da Literacia da -Assistente Operacional (etiquetagem, catalogação
-A gestão da colecção é -Planificar, realizar e avaliar Leitura articuladas com o eventualmente destacada e indexação)
considerada como um as actividades que PNL para a BE sem formação
desperdício de verbas envolvam directamente a - Realização de reuniões adequada para
-A BE confronta-se com a BE, enquanto recurso com os professores desempenhar qualquer das
falta e dificuldade de educativo responsáveis pelas funções de funcionária da
renovação e diversificação - Disponibilizar e formar os colecções existentes nas BE
das fontes e meios de utilizadores para o uso de escolas do 1CEB e pela -Coord.BE/ PB tem a seu
acesso à informação. múltiplos recursos em divulgação do PNL cargo todo o tipo de tarefas
5
PB- Professor Bibliotecário
6
BE/ BE’s- Biblioteca(s) Escolar(es)
7
PEA- Projecto Educativo de Agrupamento
8
PAA- Plano Anual de Actividades
DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 8
(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)
Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

-Falta de recolha de diferentes suportes -Desenvolvimento de -Aplicação do MAABE


evidências ao longo de um -Formar utilizadores no uso actividades que envolvam muito fastidiosa ocupando a
período, ou períodos, que correcto dos RED, todas as Escolas do maioria do tempo
possam comparar a sobretudo de ferramentas Agrupamento necessário para a
situação a nível local, Web 2.0 -Execução do Plano Anual realização de outras tarefas
regional e nacional, dificulta de Actividades inerentes às funções do PB
a programação e -Participação activa em -Colecção não catalogada
intervenção da BE na reuniões e actividades de nem etiquetada, tarefas de
comunidade escolar/ interesse e promoção da tratamento documental
escola. BE atrasadas por não
- Realização e aquisição de disponibilização de Equipa
formação nas áreas da BE pela Direcção
relacionadas com a (elementos sem horas
especificidade das funções atribuídas na BE), em
atribuídas ao PB e Coord. suma, poucos recursos
BE (Tratamento humanos que possibilitem a
Documental, Literacia da realização das funções da
Informação, Uso e Domínio gestão da BE
das ferramentas Web 2.0 e -RED não rentabilizados,
RED) sobretudo os computadores
-Serviço de secretariado disponibilizados pelo PTE
-Contactos com os encontram-se vulneráveis a
professores do vírus e de livre acesso sem
Agrupamento (nível de barramentos, não tem
escola, departamento, Internet nem se encontram
turma e individual) em rede
- Registo informático de -A BE não tem capacidade
todos os documentos de reprodução (impressão
(catalogo informatizado da e cópia) de documentos
colecção)
-Manter e zelar pelo
material informático
integrando a equipa do PTE
-Participação nas reuniões
da Coord. Concelhia de
BE’s
-Elaboração e
DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 9
(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)
Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

apresentação do Plano
Anual de Actividades em
Conselho Pedagógico
-Avaliação periódica das
actividades realizadas
-Elaboração do Relatório
Final de Avaliação das
Actividades realizadas na e
pela BE
- Divulgação da BE no site
do Agrupamento
- Dinamização do Blog e da
página da BE no programa
TNE
- Divulgação e celebração
de diversos acontecimentos
- Organização e
manutenção do espaço da
BE
-Execução de actividades
de visibilidade da BE junto
da comunidade educativa,
Marketing da BE
-Definição do Domínio de
Avaliação da BE por ano
escolar, a partir da
aplicação do MAABE
- Aplicação de Inquéritos
normalizados para recolha
de evidências, a docentes e
alunos, para avaliação
periódica e final de
actividades e do domínio do
MAABE observado
-Registos de utilização das
diferentes áreas e recursos
educativos disponibilizados
DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CONTEXTO DA MUDANÇA 10
(28 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2010)
Formando: LUÍS FILIPE MARQUES DE SOUSA, Turma: DRELVT 4
TABELA MATRIZ (Trabalho Prático nº 1)
Áreas de Intervenção
Funções do Professor O que a minha biblioteca Factores favoráveis / O que é preciso mudar.
referidas nos textos e
Bibliotecário já faz Obstáculos à mudança Acções a implementar
implicadas na mudança

pela BE(recolha de
evidências), com o fim de
periodicamente serem
elaboradas de estatísticas
de utilização e de
frequência de utilizadores
-Aplicação do MAABE e
apresentação do relatório
final à RBE e ao Conselho
Pedagógico, submetendo a
apreciação e avaliação
deste órgão